Blog ‘Obras Psicografadas’ é tema de estudos sociológicos

O blog ‘Obras Psicografadas’ virou tema de estudos sociológicos! O artigo de Luiz Signates e Ângela Moraes, intitulado “A POLÊMICA NA INTERNET: ANÁLISE
CONVERSACIONAL DE DEBATE ENVOLVENDO TEMÁTICA ESPÍRITA EM BLOG” foi publicado na revista “Caminhos”, de Goiânia, v. 10, nº 1, págs. 163-176. E o pessoal que participa do blog foi citado!

Estamos ficando famosos… :D

Para acessar o artigo, clique aqui.

 

207 respostas a “Blog ‘Obras Psicografadas’ é tema de estudos sociológicos”

  1. Vitor Diz:

    Pena que escreveram o nome do Biasetto errado.

  2. Sergio Moreira Diz:

    srrsrsrsrrsrsrs, O quadro com um trecho de comentários de cada um é hilariante. Conseguiram captar bem a essência de cada participante srrss

  3. Vitor Diz:

    O artigo errou também a nacionalidade do Stevenson, ele era canadense, e não americano. Mas tudo bem, é um erro comum, legal saber que os autores visitam o nosso blog :D

  4. Biasetto Diz:

    Putz!
    Também achei hilariante o quadro citando trechos dos nossos comentários, hahaha!
    Foi identificado que o Scur defende o espiritismo acima de qualquer suspeita. Nisso o artigo acertou em cheio, kakaká!

  5. Fabio Diz:

    Achei bem legal a análise feita dos interlocutores! kkkkk

  6. Biasetto Diz:

    Esta passagem do artigo é muito interessante, rs …
    .
    Observando outros debates arquivados no blog, fica evidente que existe um “pré-construído” das imagens que esses interlocutores fazem um do outro. Para Biasseto, Vitor, Gilberto, Caio e Paulo, Roberto Scur é o representante dogmático, o crédulo, aquele que coloca o Espiritismo acima de qualquer suspeita. Para Scur, eles
    são os ignorantes, os céticos.
    .
    Perfeito!

  7. Antonio G. - POA Diz:

    Legal! Muito bom! Confesso que fiquei com uma pontinha de inveja por não estar presente na matéria. rsrsrs

  8. Juliano Diz:

    Bacana! Sinal que o blog está sim fazendo barulho! E o Scur? Quem diria? Ainda vai virar um ícone teórico do espiritismo no Brasil!!! rsrsrs Como você Antonio G. não nego que fiquei com uma ponta de inveja também. Faz parte da natureza humana!!! rsrsrsrs

  9. Biasetto Diz:

    Antonio e Juliano, foi uma pena que o tema escolhido foi este artigo do livre-arbítrio. Digo “uma pena”, porque seria mais interessante um artigo falando dos supostos plágios do Chico, com muito mais comentários e mais participantes nos comentários.
    Agora, por outro lado, isto aí mostra que é bom a gente tomar cuidado com as coisas que diz, rs … Já saíram cada baixaria nos debates …

  10. Carlos Diz:

    Olá todos! Comentando o trabalho do Signates e Moraes retiro a frase: “a construção de um conhecimento necessita MAIS do que plataformas com instrumentos de interatividade”.
    .
    É evidente que “construir um conhecimento” requer muito mais do que debater na web, embora aqui seja importante frisar que a web permite o acesso a informações antes restrita apenas a um seleto grupo de pessoas. Do que tomei conhecimento no blog do Vitor assinalo: (1) os detalhes do caso Otília e a posição do Waldo Vieira, (2) as materializações fajutas (termo do Waldo) com retratinhos do Keneddy, (3) os plágios evidentes em algumas mensagens do Chico e, mais recentemente do Divaldo (histórias para aquecer o coração), (4) o estudo fundamentado do JCFF mostrando que não há documentos históricos que assinalem um Públio Lêntulus no conselho de guerra de Tito, (5) e a pesquisa do próprio Vitor sobre lembranças de vidas passadas em crianças, incluindo ainda os relatos sobre “arqueologia psiquica”. Sobre a Edelarzil, passo…
    .
    A web pode não ser o lugar ideal para firmar um conhecimento mas, no tocante ao significado das mensagens ditas psicografadas, não dá mais para ficar sem ela. O Signates deve ainda saber que Kardec propôs um “controle universal” das comunicações do além que, a rigor, só seria possível hoje, com a web. Aliás, aqui também entendi por que o Kardec gostaria de ter esse controle sobre as mensagens!

  11. Biasetto Diz:

    Carlos,
    Às vezes, acho que sou meio vidente, rs …
    Te juro que pensei em você, ontem a noite, quando desliguei o computador. Me veio a seguinte ideia: “nossa e o Carlos hein? Vou deixar um recado pra ele no blog …”
    Aí, você aparece aqui.
    Legal, um abraço!

  12. NVF Diz:

    Fantástico esse artigo! Todos deveriam ler com atenção, são só 14 páginas.
    .
    Pelo visto eles analisaram diversos tipos de fóruns sobre o tema espiritismo antes de decidirem utilizar este como objeto. Escolheram este porque julgaram haver maior diversidade de posicionamentos, por isso chamaram “intermediário”.
    .
    Esse aqui daria pra analisar sob a perpectiva sociológica, pois os fóruns realmente espíritas deveriam ser analisados por psiquiátras, porque não vou mentir, não, os caras são surreais. O fórum espírita mais próximo da racionalidade pertence a um palestrante que possui diversos videos no YT, contudo basta você levantar uma análise crítica sobre Allan Kardec que os caras viram o capeta! Semelhante, porém mais irracional, ocorre com o fórum de um tal “lobo-maudolfo”, também do Orkut.
    .
    No entanto, entre esses tipos de fóruns espíritas e este aqui, há semelhanças interessantes:
    .
    - Em ambos os membros não debatem para construir um conhecimento novo, na verdade já entram com suas pré-compreensões e não admitem mudar de ideia de jeito nenhum. Não trocam conhecimentos, não aproveitam a dialética para colherem uma síntese. O que há são disputas verborrágicas, de quem fala mais bonito ou ironiza de forma mais divertida;
    .
    - Além disso, em ambos, a utilização da linguagem é pouco civilizada, repleta de agressividade e ironias. Esse fato causa mais estranheza nos fóruns espíritas, já que eles levantam a bandeira da caridade e não a transportam pra lingua.
    .
    O que há, em ambos, são ideologias, seja religiosa ou pseudo-racional, seja cética intransigente.
    .
    Enfim, muito bom o artigo!

  13. Carlos Diz:

    Olá Biasetto,
    .
    É, você já havia nos comentado sobre seus dons mediúnicos! Além de vidente você psicografa muito bem. Outro abraço!

  14. Marden Diz:

    Biasetto,
    .
    Não se trataria neste caso de vidência e sim de mediunidade intuitiva, comum a todos nós. A menos que o Carlos houvesse materializado para você, em sua residência, o que penso não ser o caso (risos). Dei maiores explicações sobre mediunidade no post anterior, para NVF.
    .
    O outro ponto que você comentou, sobre tomar cuidado com o que se diz, foi algo que sempre alertei a todos aqui e sempre dei o exemplo. Lembre-se, tudo fica registrado e pode ser acessado por órgãos ligados ao governo ou outras entidades não governamentais. O próprio governo americano já estuda ter um órgão da CIA investigando o Facebook, porque é uma fonte constante e sempre atualizada de auto-informação pessoal. Pense nisso!

  15. NVF Diz:

    Marden,
    .
    Também observei no post anterior que Allan Kardec jamais foi médium, como você citou. Confira lá.

  16. Biasetto Diz:

    Bem Marden,
    Na verdade eu falei mais na questão da educação mesmo, porque não fazemos nenhum tipo de “manobras conspiratórias” no blog, portanto, não vejo motivo algum pra se temer algo. A não ser um processinho né? (você não acompanhou o que rolou aqui, mas as ameaças foram fortes).
    E também, algumas pessoas podem achar alguns debates muito “agressivos”, porém, tem uma certa intimidade entre alguns participantes, que já se conhecem faz tempo, de modo que o que é “brincadeira” pode parecer “briga”.

  17. Biasetto Diz:

    Vou contar uma coisa que acontece comigo, só por curiosidade. Minha esposa diz que é uma revelação, mas eu acho que é só uma coincidência.
    O 1º carro que compramos, foi um Passat, há mais de 20 anos. Era um carro usado. Um dia eu estava dando um banho no veículo e limpava os bancos. Aí, nem sei o porquê, enfiei a mão na parte interna do banco traseiro. Achei algo “estranho”, trazendo-o para fora. Era uma imagem em forma de santa, de Nossa Senhora Aparecida. Bem desgastada pelo tempo. Tenho ela até hoje, fica no porta-luvas do nosso carro.
    Depois desse acontecimento, é incrível:
    Já achei na rua, no chão, três crucifixos e mais três imagens de Nossa Senhora (estas em forma de medalhinhas).
    Não sei como interpretar isto, não vejo algo espiritual, mas é interessante. Tô andando na rua, de repente olho pro chão, assim do nada, e vejo ou um crucifixo ou uma imagem de santa.
    Bem, dinheiro, só achei 5 reais, rs …

  18. mrh Diz:

    Legal, agora somos “objeto”! Todos ratinhos pavlovianos…

  19. mrh Diz:

    Na V, Pavlov gostava + d dar choque em cachorrinhos…

  20. Marciano Diz:

    Está mais pra jogo de disputas ideológicas, mas tem um lado positivo forte, que é a interação e troca de ideias, formam-se até amizades, virtuais ou não (veja-se Biasetto/Scur).
    Sou fã do blog e o acompanho desde há uns três anos, passando a participar ativamente há pouco mais de um mês.
    O Cara viajou quando disse que apenas um se identifica com um “Nick”. Claro que não está se referindo a mim e eu deixei muito claro desde o meu primeiro comentário, que se tratava de um nick. Talvez o estudo dele já estivesse pronto. Existem vários outros, como, exempli gratia, meu filho Jesus Cristo, também recente no blog, meu afilhado, Jonas da Baleia, todos recentes.
    As “ofensas” aqui não ofendem ninguém, apenas apimentam o debate. O Scur é campeão nisso, às vezes até exagera.
    A despeito do nome, o blog não trata exclusivamente do espiritismo, o cara deve ter ficado com preguiça de ler tudo, pegou o bonde andando.
    Quando ele diz que a maioria das intervenções “baseia-se em argumentos e discursos tidos como científicos” está, “a contrario sensu”, dizendo que não há nada de científico neles, como se usar argumentos científicos fosse privilégio de cientistas.
    Por fim, comentando o que disse NFV, a agressividade e ironia só pegam mal pros espíritas, eles é que são farisaicos, pregam uma coisa e fazem outra. A agressividade aqui é de mentirinha, só pra aquecer o debate e a ironia é a pimentinha que contribui para o blog não ficar chato, como esses blogs espíritas por aí.
    Biasetto, não pise na bola. A gente vive achando coisas dentro de carros, no chão, vive vendo coisas. Só guardamos na memória aquelas que por alguma razão chamaram nossa atenção de forma especial. Se você tivesse encontrado dez reais no seu primeiro carro, nem se lembraria mais. Pode até ser que tenha achado, como esqueceu, como vamos saber? Memória seletiva. Nada estranho nisso.
    Aposto como você já achou dinheiro outras vezes, além dos cinco reais. Guardou esse fato na memória porque deve estar associado com outro mais relevante, lembrando ou não do fato associado.

  21. Juliano Diz:

    NVF

    Você diz: “Em ambos os membros não debatem para construir um conhecimento novo (…)”. Isto não é verdade. Não posso falar pelos blogs espíritas citados por você, agora aqui houve, há e haverão debates onde novas idéias, novos conhecimentos e uma nova forma de ver e analisar os fenômenos estão sendo construídos. O problema é que você, ao que parece, é novo no blog, logo está perdoado, rsrsrs – mas repito e desafio quem quiser, dou-me no direito de falar pelo Vítor. Pode até ter outros blogs com um número igual de temáticas envolvendo assuntos ligados a espiritualidade humana, e um diágolo construtivo como aqui, pode, não conheço, agora mais completo que este não tem. Principalmente que apesar das críticas o blog trabalha sim com a hipótese de permanência de alguma forma do espírito ou algo que o assemelhe após a morte do corpo físico e, diga-se, traz um volume de casos razoável dignos de leitura. Aqui já foi debatido praticamente tudo, com artigos, fundamentações, refutações técnicas e não técnicas, descrições de casos pessoais, teorias e etc (…). É material que não acaba mais. Pegue um final de semana e de uma passeada pelo blog e suas matérias e comentários que você vai se impressionar!

  22. NVF Diz:

    Acho legal transcrever, como resumo, só as conclusões do artigo sobre os debates no blog:
    .
    “a) Existem duas posições-sujeito bem definidas: as que defendem e as que questionam os princípios básicos do espiritismo;
    .
    b) Quantitativamente, predomina o debate irônico e, por vezes, ofensivo, embora nem todos os interlocutores adotem esta estratégia de desqualificação do discurso do outro;
    .
    c) As tomadas de turno são motivadas, em alguns casos, pela necessidade de marcação de território, em outros, para apresentar questionamentos que problematizam uma opinião anterior;
    .
    d) A polêmica se instaura por meio do discurso dicotomizante, tornando-se, aparentemente, uma característica predominante no blog, como se verificou em outros debates.”
    .
    “Assim, embora a internet abra espaço para a polêmica, por meio da explicitação do contraditório, nem sempre possível nos ambientes formais religiosos, o diálogo que valoriza a construção de um conhecimento necessita mais do que plataformas com instrumentos de interatividade.
    .
    A forma de inserção dos sujeitos no discurso dialógico pode ser dificultada pelo mero propósito de reforço das identidades.
    .
    A menos que se considere a construção coletiva de conhecimento a partir da circulação de diferentes discursos, e dependente das apropriações individuais no ambiente virtual, ela, neste caso, não foi percebida do ponto de vista pragmático e racionalmente orientada no diálogo.
    .
    As possibilidades de superação do radicalismo identitário dependem de interações mais comunicativas e em condições eticamente acordadas.”

  23. Toffo Diz:

    O artigo é interessante, mas parte de dados ultrapassados e mais antigos, pois considera apenas alguns dos participantes mais tradicionais, e faltam muitos outros que frequentam o blog. Portanto, acho que ele deveria reeditar esse estudo, mas atualizando as suas fontes. Ele fala do censo 2000, quando estamos em 2012; fala em “princípios do século”, obviamente se referindo ao século 20, ou seja, mais de 100 anos atrás, já que estamos há 12 anos no século 21. Mesmo as referências do autor parecem estar na década de 1990. A linguagem dele é meio academicista, meio difícil de ler, cheia de neologismos como “dialogicidade”. Parece coisa do Waldo… enfim, eu já tinha lido algo desse autor, Signates, ele é um espírita de vanguarda, um crítico de muita coisa que acontece no espiritismo, um cara inteligente e sensato. A pena é que ele permanece espírita, rsrsr.

  24. Roberto Diz:

    Não considero este Signates um espírita de vanguarda, aliás vejo muito pouco de espiritismo nele.
    Parece com aquele que anunciou o Lair Amaro naquela palestra que o VMware postou aqui sobre os alegados “absurdos do evangelho”.
    Parece-me um teórico um tanto enrolado com as palavras, tentando mostrar erudição e capacidade superior para avaliar os conceitos espíritas, e não entendi onde ele pretende chegar com este estudo sociológico.
    A quem aproveita este estudo? A sociologia? Porque para o Espiritismo não agrega nada.
    .
    Se este GEAE (grupo de estudos avançados de espiritismo) do qual este Signates parece fazer parte pretende fazer algo útil ao Espiritismo eu penso que precisaria começar pela prática da caridade, pois segundo Kardec assevera fora dela não há salvação.
    Ele cunhou esta frase para contrapor a valorização distorcida que a igreja católica ou que qualquer religião dá para si mesma e para mostrar o que realmente importa para que se obtenha a paz da consciência, alcançe o Reino de Deus dentro de si próprio e assim não se perturbar e ter fé inabalável, porque sabe e quer ser sempre melhor amanhã do que foi hoje.
    .
    O núcleo dos interesses de qualquer religioso deve ser a mensagem moral e espiritualizante da vertente que lhe inspira, e não a instituição em si, sua hierarquia, seu brilho social.
    Pode-se ser extremamente culto em questões filosóficas e culturais, mas sem a Amor e Caridade nada ser-se-á. Estudo avançado da Doutrina Espírita é buscar o topo da pirâmide de valores: aprender o Amor e a Caridade!
    .
    “Ainda que eu fale as línguas dos homens e dos anjos, se não tiver amor, serei como o bronze que soa ou como o címbalo que retine.
    2 Ainda que eu tenha o dom de profetizar e conheça todos os mistérios e toda a ciência; ainda que eu tenha tamanha fé, a ponto de transportar montes, se não tiver amor, nada serei.
    3 E ainda que eu distribua todos os meus bens entre os pobres e ainda que entregue o meu próprio corpo para ser queimado, se não tiver amor, nada disso me aproveitará.
    4 O amor é paciente, é benigno; o amor não arde em ciúmes, não se ufana, não se ensoberbece,
    5 não se conduz inconvenientemente, não procura os seus interesses, não se exaspera, não se ressente do mal;
    6 não se alegra com a injustiça, mas regozija-se com a verdade;
    7 tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. (I Cor. 13)”

  25. Biasetto Diz:

    Scur disse:
    .
    Se este GEAE (grupo de estudos avançados de espiritismo) do qual este Signates parece fazer parte pretende fazer algo útil ao Espiritismo eu penso que precisaria começar pela prática da caridade, pois segundo Kardec assevera fora dela não há salvação.
    .
    Algo que você, papo-furado Scur, defende há quatro anos aqui no blog, e nunca fez coisa alguma.
    .
    Você é um poço (aqueles bem fundos) de contradições:
    - cobra um estudo técnico-científico por parte dos críticos, mas NUNCA apresentou um ÚNICO argumento técnico-científico pra validar suas ideias e crenças;
    - fala tanto em caridade, caridade, caridade, iniciativa que é boa, naaaada !!!
    - já criou o grupo de apoio às mulheres que pensam em abortar, incluindo as gestantes de anencéfalos?
    - já criou um grupo de apoio ao menor abandonado?
    - já criou um grupo de apoio para distribuir cestas básicas, remédios, cobertores aos necessitados?
    - quantas vezes foi a hospitais, visitar doentes, crianças com câncer?
    - quantas vezes foi a asilos, visitar os velhinhos, levar sabonetes, cremes dentais, travesseiros, creme de barbear?
    - quantas vezes foi à Apae, visitar e ajudar as crianças com deficiências?
    - quantos deficientes físicos ou mentais, você emprega em sua empresa?
    - você já doou alguma coisa pra uma escola pública?
    Se não fez nada disso, cale-se e vai pentear macaco, que você ganha mais.
    Das suas conversinhas mandraques, já estou com o saco cheio, faz tempo.
    Pior não é o sujeito que assume ser crítico, ateu, cético …
    Pior, é o sujeito que não faz porra nenhuma além de se preocupar com seus negócios e encher o cu das editoras que publicam lixo, ou pseudo-ciências com dinheiro e puxa-saquismo, e ainda ficar posando de bom moço, de defensor da verdade, dos santos homens, ficar posando de marido fiel, “corpo fechado” e os scambau, vai peidar na água Scur, ver quantas bolinhas faz.
    Bla, bla, bla, bla …

  26. Biasetto Diz:

    Seu amiguinho chamado NINGUÉM (“ninguém”, pra mim é ninguém), disse:
    .
    O sr. Scur está correto. Há vida após a morte, diferente desta, mas há ( níveis diferentes de materialidade, foi o que me respondeu um espírito ). Também existe comunicação entre os diferentes planos de existência, dependendo, é claro, da sensibilidade do receptor (eu já tive 5 visitas de pessoas falecidas) e vamos, sim, responder por nossos atos, seja lá ou em novo retorno ao planeta terra.
    Num contato, uma pessoa falecida, chorando, veio me alertar sobre a vida por lá, e dizia: “seja correto e reze muito”.
    Pois é, senhores, o assunto requer ainda muito estudo.
    .
    Olha seu NINGUÉM, o senhor Scur não está correto de porra alguma, porque ele é um embusteiro, um enganador.
    Pode ser que exista vida no além, pode até ser que o que praticamos aqui, se reflita lá e sejamos cobrados por nossos atos, mas não é com puxa-saquismo, hipocrisia e malandragens, que vamos convencer o “outro lado”, de que somos bonzinhos.
    Tem muita gente falando muito e fazendo pouco.
    “conversinha fiada” só serve pra convencer quem é besta, coisa que Deus, caso exista, com certeza, não é.
    E de “boas intenções”, o inferno dever estar repleto mesmo.
    .
    “Não confio em gente que sabe exatamente o que Deus quer que elas façam. Sempre coincide com aquilo que elas próprias desejam.” Susan Brownell Anthony

  27. Marciano Diz:

    Por esta entrevista no http://www.espirito.org.br dá pra ter uma ideia de quem é o autor:
    http://www.espirito.org.br/portal/artigos/geae/entrevista-com-luiz.html

  28. Roberto Diz:

    Depois de ler esta mesma entrevista, Demarte, escrevi o texto anterior.
    Embora a rebeldia do Biasetto comigo, bastante procedente pois sei que pouco faço no sentido de auxiliar os necessitados, se eu fizesse muito eu seria criticado por ele também. Chico Xavier é a maior prova disso – poucos fizeram tanto quanto ele, raros doaram-se completamente como ele, e o que recebem dos rebeldes? Desprezo, calúnias, remoques, e toda a ordem de ataques injustos.
    Queres um exemplo de amor e caridade Biasetto? Conheça algo da vida de Chico Chavier!

  29. Biasetto Diz:

    Scur,
    Eu conheço muito da vida de Chico Xavier, tanto que o elogio pelo bem que fez ou tentou fazer pelas pessoas. Basta ver o meu depoimento em post anterior, inclusive trocando ideias com o Lucas.
    Porém, o que se propõe a discutir no blog, é a autenticidade das psicografias, da mediunidade, da vida no além, como é, caso exista? E esta discussão, ainda que possa sofrer interferência de questões emocionais, visa se pautar em evidências, coerências, senso crítico e despojamento pessoal. Coisas, que você nunca fez e se recusa a fazer aqui, o que eu considero lamentável, porque seus comentários, mesmo que, em algumas ocasiões, tragam até diversão, acabam, de modo geral, só desviando o foco e causando perturbações. Além disso, você não se cansa de acusar o Vítor, eu e demais críticos, de formarem uma “gangue conspiratória”, com propósitos levianos, a “serviço de alguém”. Eu jamais quis denigrir a imagem de Xavier ou qualquer outro médium, por interesse pessoal ou maldade, de qualquer espécie. Eu me propus a apresentar pesquisas e conclusões, baseadas em evidências, tanto que os artigos que escrevi estão aí, indicando obras, páginas, referências diversas, datas e opiniões de vários pesquisadores.
    Obviamente, que minhas pesquisas, como as do Vítor e demais colaboradores do blog, não se esgotam e se definem como “verdades indiscutíveis”, sendo que os contra-argumentos são bem vindos, desde que sejam feitos com respeito e fundamentações. Ladainhas e trololós, incluindo acusações que chegam a questionar caráter, metodologia e honestidade ofendem e declinam a finalidade dos temas abordados neste espaço democrático, sendo que o Vítor sempre se mostrou tolerante para críticas embasadas e qualificadas.
    Se o seu objetivo é ficar fazendo propaganda de suas crenças, de “suas verdades”, bajulações e puxa-saquismo, sinto muito meu amigo, mas você está no lugar errado.
    Além disso, ajudar o próximo pra mim, antes de mais nada, é ser honesto, não passar a perna nos outros, pagar as contas, os impostos, trabalhar com dedicação e, eventualmente, se possível, também considero válido e glorioso, prestar auxílio aos necessitados, socorrer quem precisa, praticar um ato de bondade, amor, carinho, compaixão – sendo que tudo isto, pra mim, independe se a pessoa é branca ou negra, se bebe, se fuma, se cheira, se é heterossexual, bissexual, homossexual, se assiste pornô, se participa de swing, se torce pro Palmeiras ou o Corinthians, se é fiel à esposa ou não, se lê a bíblia ou o LE, se comunga, ou se não crê em nada …
    As pessoas são o que são e assim devem ser, desde que respeitem as leis, sejam honesta e lidem com suas escolhas íntimas, na sua intimidade – sem julgamentos, preconceitos e discriminações, porque de hipocrisia e bla, bla, bla, os templos estão repletos e o Congresso Nacional também.

  30. Biasetto Diz:

    Scur, no post anterior você escreveu:
    .
    “Acusação sem sentido é a que tu e a tua turma fazem contra Chico Xavier, o resto é bobagem.”
    .
    O que é sem sentido pra você?
    Mostre-nos, por favor.
    As fotos forjadas, patéticas, ridículas, são sem sentido?
    As evidências de plágios, “semelhanças”, cópias, são sentido?
    O Chico tinha ou não tinha um caderno de anotações, com poesias, biografias, assinaturas e reportagens de autores literários?
    A tal Otília foi ou não foi pega em frauda?
    O Waldo Vieira falou ou não falou que o Chico fraudava?
    Há livros ruins ou não há, dentre os inúmeros livros que ele disse ter psicografado?
    O Divaldo Franco falou ou não falou que o Sai Baba era um avatar, um espírito de muita luz?
    O José Carlos provou ou não provou que não há nenhum registro histórico sobre a existência do senador Publius Lentulus na época de Cristo?
    .
    Então Scur, por favor, por favor, respeito a pesquisa séria, respeite os argumentos fundamentados. Se quer discordar, faça isto com argumentos e pesquisas sérias, já falei: trololós e deboches não acrescentam nada.
    .
    E sobre a Ederlazil, só me responda:
    1 – Ela tira todos os dias, na programação dela lá, quilos e quilos e quilos de bugigangas pra centenas de pessoas?
    2 – Ela tirou as bugigangas na frente do padre? Enquanto ele esteve ao lado dela? Tirou Scur?
    3 – Seja honesto, por favor eu te imploro, quando ela ficou atrás do tanque (mesmo que não possamos provar de forma indiscutível) – ela teve ou não teve chances pra colocar aquelas coisinhas no algodão? Teve ou não teve?
    4 – O padre disse ou não disse na cara dela, que era truque? Que tudo não passou de um truque? Ela peitou o padre? Ameaçou ele de processo? Ou ficou sem jeito, encabulada, desiludida?
    Pô cara, responde as coisas que perguntamos pra você, responde homem. Pare de falar em “caridade”, “amor”, “dedicação”, “consolo” – TUDO ISTO, ESTAMOS EXAUSTOS DE SABER. Mas este papo, é papo de jardim de infância, vê se cresce homem, use de outros argumentos, leve um pouco a sério pessoas sábias e experientes como o Antonio G e o Toffo, o próprio Arduin, que é espírita, mas aceita e concorda que tem muita coisa duvidosa nisso tudo.
    Que coisa hein Scur, até quando, você vai ficar com estas acusações tolas, querendo saber se o Vítor trabalha, se o Vítor quer aparecer, se ele tem cara de mau …
    Vem aqui dizer que eu nunca fui espírita, que o Antonio G., o Toffo, o Paulo, o … nunca foram espíritas. Como você pode falar isto? O que você sabe das nossas experiências, o que já lemos, o que já presenciamos?
    Humildade também é caridade hein gaúcho. Tá faltando pra tu, bastante.

  31. Toffo Diz:

    Sobre o Luiz Signates: pois é, a referência sobre ele (1998) que o Marciano postou corrobora o que eu disse, as referências que ele cita são bastante defasadas (Censo de 2000, começo do século-20-etc), bem como os participantes que ele aponta, alguns dos quais eu nunca vi, e estou aqui já faz alguns meses. Tudo me leva a crer que ele não deve ser um formador de opinião ativo, deve ser esporádico, senão estava na berlinda e teria dados mais recentes a oferecer.

    Outra coisa: uma coisa são alhos, outra são bugalhos, acho que o Scur embola o meio de campo com esse negócio de caridade. Estamos falando de ideias, não de ações. Caridade não entra num debate de ideias, caridade é um ato moral, individual, não tem nada a ver com a história.

  32. Roberto Diz:

    ExToffo,
    .
    Risque a Caridade da avaliação e estará riscando a Doutrina Espírita da pauta.
    Se a caridade não interessa então o Espiritismo também não. São indissociáveis.

  33. Marciano Diz:

    Scur, a caridade é meio ou um fim em si próprio?

  34. Marciano Diz:

    A finalidade da DE é a prática da caridade?

  35. Roberto Diz:

    “As fotos forjadas, patéticas, ridículas, são sem sentido?”
    São.
    .
    “As evidências de plágios, “semelhanças”, cópias, são sentido?”
    No sentido de semelhanças há sentido em dizer isso, no sentido de plágio não há.
    .
    “O Chico tinha ou não tinha um caderno de anotações, com poesias, biografias, assinaturas e reportagens de autores literários?”
    Se tinha ou não tinha isso é irrelevante. Não há provas que tinha.
    .
    “A tal Otília foi ou não foi pega em frauda?”
    Foi pega quando fraudava, sozinha, para ganhar algum e na presença de poucos (um casal, talvez).
    Não fraudou quando esteve 6 anos antes na presença de mais de 20 pessoas e forneceu fluido para a materialização da Irmã Josepha. Não foi pega em fraude nesta ocasião.
    .
    “O Waldo Vieira falou ou não falou que o Chico fraudava?”
    Falou, mas assim como vocês tem o direito de não aceitar o meu testemunho de avistamento, por não haverem provas, exerço o mesmo direito de não aceitar o testemunho de uma pessoa que se demonstra confusa em tudo o que fez em sua já longa vida.
    .
    “Há livros ruins ou não há, dentre os inúmeros livros que ele disse ter psicografado?”
    Referes-te ao Chico? Depende do gosto. Se não divulgou ou defendeu conceitos anticristãos então seus livros serão no mínimo aproveitáveis para o bem.
    .
    “O Divaldo Franco falou ou não falou que o Sai Baba era um avatar, um espírito de muita luz?”
    Falou, teve seus motivos, deu seu testemunho. Não conheci o Sai Baba e não me baseio nestes vídeos do youtube para julgar o caráter dele. Posso não simpatizar com ele, do alto de minha ignorância sobre ele, mas não vou aceitar acusações de abuso sexual só porque alguém que eu percebo, ou acho que seja desonesto tenha resolvido fazer esta acusação sem provas. Ninguém julgou e condenou – alguma razão há para isso. Qual é a razão eu não sei e não me interesso muito por este tema.
    .
    “O José Carlos provou ou não provou que não há nenhum registro histórico sobre a existência do senador Publius Lentulus na época de Cristo?”
    Ah, mas não provou MESMO, passou longe, fez um estudo carregado e tendencioso, criou sofismas. Não é confiável, infelizmente, no que tange as suas ditas “pesquisas históricas”.
    .
    “Então Scur, por favor, por favor, respeito a pesquisa séria, respeite os argumentos fundamentados. Se quer discordar, faça isto com argumentos e pesquisas sérias, já falei: trololós e deboches não acrescentam nada.”
    Já fiz isso “n” vezes, o Pedro de Campos também fez uma pesquisa tão séria quanto a do JCFF e chegou a conclusões opostas, chegou a escrever um longo livro sobre isso enquanto o JCFF se restringiu a este blog. Não dou razão nem para um, nem para o outro, porque provas concretas nenhum têm, apenas opiniões e rudimentos de documentos que não fecham questão de forma alguma.
    .
    “E sobre a Ederlazil, só me responda:
    1 – Ela tira todos os dias, na programação dela lá, quilos e quilos e quilos de bugigangas pra centenas de pessoas?”
    Não sei! Acho muito estranho, mas apenas isso. Não tenho provas de que não faça o que diz fazer.
    .
    “2 – Ela tirou as bugigangas na frente do padre? Enquanto ele esteve ao lado dela? Tirou Scur?”
    Tirou, na frente dele. Na primeira vez não, na segunda sim.
    .
    “3 – Seja honesto, por favor eu te imploro, quando ela ficou atrás do tanque (mesmo que não possamos provar de forma indiscutível) – ela teve ou não teve chances pra colocar aquelas coisinhas no algodão? Teve ou não teve?”
    Não sei ao certo. Teoricamente sim. Pena que o científico lá não fez um trabalho melhor para liquidar esta questão. Se ela não tivesse materializado nada seria melhor, na minha opinião, para a causa dela pois ela poderia dizer o que disse sobre energias negativas , ou que ficou nervosa e coisa e tal. Como ela trouxe objetos só resta lamentar a incompetência de quem estava lá, principalmente o Quevedo, pois poderia ter ficado o tempo inteiro vigiando e não ficou e precisou adivinhar como teria acontecido a alegada fraude ao invés de provar a fraude. Porque deixou que aquela câmera ficasse longe da Ederlazil, atrás do tanque? Não era ele o investigador tarimbado?
    Incompetente, só isso!
    .
    “4 – O padre disse ou não disse na cara dela, que era truque? Que tudo não passou de um truque? Ela peitou o padre? Ameaçou ele de processo? Ou ficou sem jeito, encabulada, desiludida?”
    Pode dizer o que quiser, na cara, nas costas, mas não provou, melou. Incompetente em fazer o que se propôs ao ir até lá. Lamentável.
    Ela não ameaçou, parece. Não sei por quê. Não querer processar também não quer dizer nada. Provas dizem tudo.
    .
    “Pô cara, responde as coisas que perguntamos pra você, responde homem.”
    Sempre respondi. Respondi de novo. Não entendo esta tua pergunta.
    .
    “ Pare de falar em “caridade”, “amor”, “dedicação”, “consolo” – TUDO ISTO, ESTAMOS EXAUSTOS DE SABER. Mas este papo, é papo de jardim de infância,”
    Não acho sem importância, vocês sim, ok, direito de vocês, sem problemas, assim como é meu direito falar sobre isso principalmente porque é uma das principais razões de ser da Doutrina Espírita que os senhores estão atacando desvairadamente há 3 anos.
    .
    “vê se cresce homem, use de outros argumentos, leve um pouco a sério pessoas sábias e experientes como o Antonio G e o Toffo, o próprio Arduin, que é espírita, mas aceita e concorda que tem muita coisa duvidosa nisso tudo.”
    Não vejo nenhuma destas pessoas citadas como espíritas de fato. Eu próprio NÃO SOU ESPÍRITA porque não me acho merecedor desta designação! Porque vou achar que eles foram ou são? É preciso muito mais do que falar da boca para fora que se é isso ou aquilo, assim como o VMware precisa muito mais do que se dizer “apoiado na ciência…”.
    .
    “Que coisa hein Scur, até quando, você vai ficar com estas acusações tolas, querendo saber se o Vítor trabalha, se o Vítor quer aparecer, se ele tem cara de mau …”
    Até quando eu tiver vontade vou apontar as incoerências de quem for. Se o Chico tinha um caderno de anotações ele era um criminoso. Se o VMware for um desocupado, com a idade que têm, compará-lo-ei com Chico Xavier que trabalhou desde criança, nunca faltou um só dia de trabalho na vida, e vou tirar minhas conclusões sobre a autoridade de um ou do outro. Simples.
    .
    “Vem aqui dizer que eu nunca fui espírita, que o Antonio G., o Toffo, o Paulo, o … nunca foram espíritas. Como você pode falar isto? O que você sabe das nossas experiências, o que já lemos, o que já presenciamos?”
    Falo isso falado baseando-me no que os senhores mesmos contaram de suas experiências com o Espiritismo.
    .
    “Humildade também é caridade hein gaúcho. Tá faltando pra tu, bastante. “
    Esta é a MAIOR verdade que eu já vi dizeres até hoje. Parabéns!

  36. Roberto Diz:

    Corrigindo,
    O JCFF provou que NÃO ENCONTROU REGISTROS HISTÓRICOS onde procurou e que DESPREZOU alguns registros discutíveis em relação a EPÍSTOLA LÊNTULIS.

  37. José Carlos Ferreira Fernandes Diz:

    Ainda estou esperando que me mostrem os registros históricos (fora a “carta” do pseudo-Lêntulo e a “psicografia”, claro…) que provem que existiu um Públio Lêntulo, contemoprâneo de Cristo, senador, descendente de Lêntulo Sura, que esteve na Palestina, etc., etc., etc. Porque, aqueles que mostram a insustentabilidade dessa personagem fictícia, já foram exaustiva e detalhadamente apresentados – é só ler os vários textos presentes neste “blog” sobre o assunto (inclusive os textos, e os comentários, referentes à pesquisa do sr. Campos), e, creio, a posição mais racional para qualquer um que tenha, ao menos, dois neurônios ativos (e que se disponha a usá-los, claro), torna-se fácil…

    JCFF.

  38. Biasetto Diz:

    Muito bem Scur, pelo menos respondeu às perguntas. Mas te peguei agora.
    Você disse:
    “Se o Chico tinha um caderno de anotações ele era um criminoso.” – faltou uma interrogação aí, ou você disse isto mesmo?
    Antes você disse: “Se tinha [o caderno] ou não tinha isso é irrelevante. Não há provas que tinha.
    .
    Então,o que você me diz disto?
    http://obraspsicografadas.org/2009/o-caderno-de-chico-xavier/
    .
    Sobre o livro do Pedro de Campos, ele não apresentou UMA ÚNICA PROVA de que o senador Lentulus existiu. O livro é bem escrito e tudo mais, só que apresento dois graves problemas:
    1º Usa como fonte para falar de Emmanuel/Lentulus, o próprio “Há Dois Mil Anos”, sendo que justamente este livro está sob suspeita.
    2º Faz uso de suposições, pra afirmar que o tal possa ter existido. Aí não dá né, você querer dizer que uma suposição, uma hipótese totalmente criada, forçada, de que poderia haver um filho fora do relacionamento oficial, é brincadeira hein Scur?

  39. Biasetto Diz:

    José Carlos, prazer em revê-lo. Concordo plenamente com este simples comentário seu, perfeito!

  40. Biasetto Diz:

    Marciano, primeiramente, é preciso definir o que é “caridade”, pois os relatos do Scur, a forma como ele pensa e desenvolve seus raciocínios (nem sei se ele raciocina) aqui no blog, nos remete à condição de afirmar que “caridade” é viver o tempo todo, pensando no próximo, fazendo sopinha para os famintos, remendando roupa para os pobres, consolando os infelizes, “psicografando mensagens de luz” …
    Por muito menos, o governo tem sido acusado de paternalista, demagogo, hipócrita, enganador …
    Já pensaram se a moda xavier pega? O mundo pára, ninguém faz mais nada e nós vamos viver uma Índia, naquilo que tem de pior: lixo espalhado pra tudo quanto é lado, rezas, rezas e mais rezas … tudo quanto é lugar tem um deus encarnado …

  41. roberto Diz:

    É Biasetto, faltou a interrogação na frase.
    Esta postagem aí dos cadernos de Chico Xavier não dá para querer. Nem vou ler denovo.

  42. Vitor Diz:

    O pior cego é o que não quer ver.

  43. Antonio G. - POA Diz:

    Quem é vivo, sempre aparece! Minhas saudações céticas ao JCFF!

  44. Juliano Diz:

    Biasetto

    A frase do Scur sem a interrogação na Psicologia tem um nome: “Ato falho”. Muitas vezes sem querer a verdade aparece!

  45. Marciano Diz:

    No segundo post da Edelarzil eu disse para o Scur:
    “Se aquela merda de “Nosso Lar” é uma coisa boa, não sei o que é ruim. Uma ditatura burocrática, comunista e piegas é bom para quem? Só se for para o Clarêncio e companhia”.
    .
    Baseado no que o Biasetto disse
    (Marciano, primeiramente, é preciso definir o que é “caridade”, pois os relatos do Scur, a forma como ele pensa e desenvolve seus raciocínios (nem sei se ele raciocina) aqui no blog, nos remete à condição de afirmar que “caridade” é viver o tempo todo, pensando no próximo, fazendo sopinha para os famintos, remendando roupa para os pobres, consolando os infelizes, “psicografando mensagens de luz” …)
    acrescento que nosso lar é populista também.
    Não deve ficar sobre o Rio de Janeiro, deve ficar sobre Brasília ou La Paz.
    .
    Aliás e a propósito, sustentam os espíritas que “Nosso Lar” seria o nome de uma colônia espiritual localizada acima da cidade do Rio de Janeiro. Também dizem que está num lugar do espaço mais perto do Sol do que da Terra.

    Qual a mágica que possibilita que uma região além da imaginação situada entre o Sol e a Terra, mais próxima do Sol, fique sobre a cidade do Rio de Janeiro durante a noite, quando a Terra está entre o Sol e a cidade do Rio de Janeiro? Durante a noite, para ficar mais perto do Sol do que da Terra, ela deve ficar sobre, talvez, a cidade de Tóquio, a qual é mais ou menos antípoda.

  46. Marciano Diz:

    Com a palavra Clarêncio (ops, Scur).

  47. Roberto Diz:

    Demarte, Cruz credo, quem foi que disse isso homem? Com certeza o Chico e o André Luiz não foram! Deve ter sido algum falso espirita tipo o ÉticoWare Vítor Moura.

  48. Biasetto Diz:

    Scur,
    Você deu uma melhoradinha, bem leve, é verdade, mas já é alguma coisa. Você disse:
    1 – No sentido de semelhanças há sentido em dizer isso, no sentido de plágio não há.
    — Bem, pelo meno admitiu “semelhanças”.
    2 – Se tinha ou não tinha isso é irrelevante. Não há provas que tinha.
    — Bem, provas que tinha tem. Estão aí, o caderno existe. “irrelevante”, como isto? É muito relevante. Imagine que eu afirmo ser um médium e começo a psicografar vários cientistas. Aí, alguém descobre que tenho um caderno recheado de anotações sobre os cientistas, reportagens, biografias … Pô! Scur, as pessoas vão desconfiar da minha mediunidade, não vão?
    Tudo bem, se você falar que isto não é prova inconteste de que Chico falseava, eu até relevo, mas não deixa de ser um fato muito significativo, pra se analisar os prós e contras a mediunidade dele.
    3 -Tirou, na frente dele. Na primeira vez não, na segunda sim.
    — Enquanto o padre esteve do lado dela, observando ela, ela NÃO TIROU NADA, tanto que admitiu isto, ficou nervosa, fez um show lá! Depois, que pode ficar sozinha, a dez metros da padre, atrás do tanque, levantando as duas mãos, depois apenas uma, batendo no algodão … aí sim, ela disse que tinha materializado – e foram poucas coisas, muito poucas, perto do que ela costuma fazer, o que foi suficiente para o Quevedo considerar que ela tinha colocado os objetos na peneira. Se não é possível provar isto, categoricamente, pelo menos é perfeitamente possível suspeitar de que o Quevedo tem razão no que disse.
    4 – Pode dizer o que quiser, na cara, nas costas, mas não provou, melou. Incompetente em fazer o que se propôs ao ir até lá. Lamentável.
    Ela não ameaçou, parece. Não sei por quê. Não querer processar também não quer dizer nada. Provas dizem tudo.
    — Bem, eu acho, apenas acho, que se ela realmente fosse/for autêntica, ela deveria (seria uma reação natural de uma pessoa que sabe que não está mentindo), ter dito poucas e boas a ele, inclusive afirmar que ainda iria mostrar do que é capaz de fazer. Na minha opinião, ela aceitou passivamente, uma acusação escandalosa. Por quê?
    5 – Se o VMware for um desocupado, com a idade que têm, compará-lo-ei com Chico Xavier que trabalhou desde criança, nunca faltou um só dia de trabalho na vida, e vou tirar minhas conclusões sobre a autoridade de um ou do outro. Simples.
    — Bem Scur, você está querendo declinar as pesquisas do Vítor, se intrometendo na maneira de viver dele (sem conhecer como ele realmente vive, nem eu sei), está fazendo uma comparação infundada, desnecessária e tola.
    6 – Falo isso falado baseando-me no que os senhores mesmos contaram de suas experiências com o Espiritismo.
    — Sim, falando por mim: não vi NENHUMA maldade no espiritismo, nos centros que frequentei. Só que não vi também NENHUMA evidência concreta de manifestação mediúnica, vi pessoas disputando lideranças, egos exaltados, contradições nas coisas que afirmavam no centro e faziam no dia a dia, guardando as proporções de que todos somos falíveis, é verdade; vi pessoas reproduzindo histórias e mais histórias frágeis, pouco confiáveis … Agora, de modo geral, o ambiente é agradável, faz-se uma oração, aplica-se um passe, às vezes, realizam ações beneficentes, ajudam necessitados, não pedem dinheiro – algumas vezes, participei de jantares, pagando pelos jantares, mas um preço justo, a comida foi muito boa, o encontro foi agradável, nada a questionar no aspecto de proveito financeiro, interesses materiais diretos (alguém querendo levar vantagem). É interessante a união na questão de angariar fundos pra construção do centro, ampliação, acomodação … tudo isto é verdade, eu presenciei.

  49. Biasetto Diz:

    Marciano,
    Sobre “Nosso Lar”, minha opinião é muito simples e segura: este livro foi copiado do livro “A Vida Além do Véu”, do reverendo George Vale Owen. Inclusive o nome foi copiado desta obra, porque logo no começo do livro, a mãe do Owen diz “nosso lar …” se referindo à “colônia” onde se encontra. Depois, tudo que vai acontecendo na narrativa do André Luiz, tem a ver com o livro do Owen, a descrição da paisagem, a estrutura da colônia (Nosso Lar), que foi copiada da Universidade das Cinco Torres, que aparece no livro do Owen.
    Sobre o livro em si, falando do livro Nosso Lar, eu gosto, sinceramente gosto, no que se refere à beleza do lugar, as palestras, o ambiente, acho tudo muito bonito, muito cativante. Agora, a parte “moralista” é coisa de doido. O André Luiz, depois de ter morrido de câncer de estômago, sífilis (tinha que ter uma doença venérea né?) e tudo mais, só porque pegou uma piriguetes, teve que ficar OITO anos no umbral, sofrendo todo tipo dor, fome, frio, humilhações (bullying), aí o coitado foi resgatado pelo Clarêncio (personagem que acredito que Xavier tirou de A Divina Comédia, mas esta é outra história), e ainda teve que ficar limpando chão (não que isto seja degradante, mas pela forma como é mostrado no livro, se torna), até que pudesse, respirar um pouco de paz.
    Muito doentio isto, sem condições.

  50. Biasetto Diz:

    Ah! Juliano, boa sua observação sobre “faltou a ???????????”

  51. Roberto Diz:

    É Biasetto, tá preta a situação dos favoráveis a prevaricação!
    Viu o teu preconceito sobre limpar o chão? Tão metido quanto o André Luiz! Vai ter que descer do salto também tu.
    No 5 vou dizer o que se o bicho é vagal?
    No 4 ela faria um tendel se fosse barraqueira. Ela foi mas nem tanto a ponto de desafiar o bonzão Quevedete!
    Cara, esquece, o homem foi incompetente e pronto, fim de história! Quer acusar? Prova e pronto, tudo resolvido.
    No 2 é sofrível a acusação, o sofisma sem vergonha que vocês querem sustentar:
    Fulano tem um caderno escrito dos 9 aos 14 anos, logo fulano é um safado, mentiroso, copiador de estilos. Premissa verdadeira, tinha caderno, conclusão falsa. Isso é sofisma.
    Fulano “possivelmente” tinha outros cadernos reveladores! Bem, isso é LIXO, acusação patética, infantil, só isso e nada além.
    Se ele tivesse mais cadernos do que tem livros ia significar que tipo de crime? NENHUM! Só na cabeça doente de vocês, mas o fato é que acharam um caderno assim como poderiam ter achado um gibi, una foto, um cartão postal, enfim, informação absolutamente irrelevante e mal intencionada.
    No 1 eu sempre disse que teria que haver semelhanças. Estranho seria se um contasse a vida espiritual de um jeito e o outro de outro contraditório.

  52. Antonio G. - POA Diz:

    Não tem “raça” mais bairrista do que gaúcho. Por isso, reivindico o reconhecimento da localização oficial da colônia Nosso Lar “prá riba” da querência do Rio Grande, tchê! rsrsrs

  53. Toffo Diz:

    Roberto, o mundo não se corrige com caridade. O mundo se corrige com políticas públicas adequadas. Com educação e saúde. Com transporte decente. Com qualidade de vida. Com vontade política de fazer as coisas direito. O erro do espiritismo é ver as coisas de modo míope, na visão ingênua de Kardec de que a revolução moral dos homens irá acabar com as desigualdades sociais, porque os ricos tenderão a ceder o que têm para os pobres e esses o aceitarão de bom grado. E para isso o homem precisa reencarnar, para se melhorar cada vez mais. Não se resolve problema social com questões morais. Resolve-se com políticas públicas. A doutrina espírita é fossilizada, prega o inexequível, o utópico. Jamais todos os seres humanos vão progredir a ponto de virar espíritos de luz. É claro que não vão. A natureza humana é animal, sempre foi e sempre será. Alguns são melhores do que os outros, e sempre o serão. Alguns serão inviáveis como seres humanos, assim como acontece em outras espécies de animais e de plantas. A diversidade é a marca do nosso universo. Só o espiritismo não percebe isso.

  54. Antonio G. - POA Diz:

    Toffo, subscrevo na íntegra. “Fora da caridade não há salvação” é a coisa mais inútil que se pode pregar visando ao desenvolvimento e evolução da humanidade. Eu acho que, de fato, “fora da educação, não há salvação” (educação no sentido mais amplo da palavra).

  55. Marciano Diz:

    Já li seu trabalho, Biasetto. Muito bom mesmo. Da primeira vez não te conhecia ainda. Recentemente, quando você me disse da sua colaboração no blog, reli.
    Parabéns!
    Uma coisa que também acho estranha é justamente o que você destacou. O André Luiz, um espírito muito superior à média de todos nós, por um pequeno deslize, fica oito anos como alma penada no umbral. Bastante tempo depois de socorrido, começa a se comunicar através do CX. Já um monte de maconheiros e bêbados que se envolvem em roleta russa, pegas, etc. e, como consequência de tais ações morrem, logo após a morte, sem passar pelo umbral, mandam cartas pras suas “queridas mãezinhas”, dizendo que tão felizes do lado do vovozinho, através do mesmo CX.
    Que disparidade!
    .
    A Quarta Esfera ainda faz parte da região pesada do Planeta chamada de “Umbral”. Ela abriga aqueles espíritos que vão reencarnar.É uma região de transição e onde se localiza a Cidade de NOSSO LAR ( Sobre a Cidade do Rio de Janeiro) e a Colônia de ALVORADA NOVA ( sobre a cidade de Santos).
    Estrutura da Cidade Espiritual “NOSSO LAR”
    Fundação: No século XVI, por portugueses distintos, desencarnados no Brasil.
    Localização: Sobre a cidade do Rio de Janeiro.
    Governador: a Governadoria está num edifício, “de torres soberanas que se perdem no céu”.
    Ministérios: 6 (seis), a saber: Ministério da Regeneração, do Auxílio, da Comunicação, do Esclarecimento, da Elevação e da União Divina.
    Ministros: cada Ministério é administrado por 12 (doze) Ministros.
    População: homens e mulheres, jovens e adultos (desencarnados), em número de um milhão, segundo dados fornecidos pelo Autor, em 1943.
    Construções, dependências e lugares especiais: Grande muralha protetora da cidade, com baterias de proteção magnética, conjuntos habitacionais, praça central (que acomoda até um milhão de pessoas), fontes luminosas, jardins, parques arborizados, o Bosque das Águas, o Rio Azul, o Campo da Música, a Câmara de Retificação (para enfermos), etc.
    (Umbral = região com várias escalas morais, sendo a mais infeliz denominada de “Trevas”).
    Por fim chegou “à frente de grande porta encravada em altos muros, cobertos de trepadeiras floridas e graciosas”. É o “Nosso Lar”, uma colônia espiritual do além consagrada ao Cristo, fundada por “espíritos” portugueses “desencarnados” no Brasil no século XVI. Tem um milhão de “almirantes”. Está num lugar do espaço mais perto do Sol do que da Terra.
    .
    Scur, quando eu finalmente for para o nosso lar, quero ficar no Pavilhão 11, o melhor lugar de lá.

  56. Roberto Diz:

    Demarte,
    Que fonte é essa? Está escrito no livro Nosso Lar?
    Quem disse que tu vai para o Nosso Lar? Existem muitas cidades espirituais.
    Para onde tu vai eu não sei – tu já deve imaginar pois tu te conheçe.

  57. Biasetto Diz:

    Muito bom os comentários de vocês.
    Agora, vamos pensar sobre outro aspecto: vamos supor que existam espíritos, que eles se comuniquem através de psicografias.
    Vocês já leram livros da Zíbia Gasparetto?
    Bem, eu li alguns e me lembro muito bem de um livro chamado “Pare de sofrer”.
    O espírito que se manifesta por ela, conta outras histórias, fala que a vida é muito legal, que a gente tem que curtir mesmo, que tá tudo certo, que o lado de lá é legal. É lógico que não fala pra gente sair se matando por aí, roubando, vivendo sem qualquer limite, coisas e tal. Mas é outra visão. Então isto, me faz pensar que: [admitindo que existem espíritos, que eles se comunicam por psicografias]
    I – ou existem diferentes locais no além, e como diz o Juliano, cada um mais ou menos escolhe pra onde quer ir, de acordo com sua maneira de ver a vida;
    II – ou o médium é demais influenciado por suas próprias convicções, suas crenças próprias crenças – e aí, isto me faz lembrar do Carlos;
    III – ou os espíritos que se comunicam, uns são mais avançados, liberais, outros mais caretas, chatos pra cacete (a turma do Chico, do Divaldo) – e aí, isto me faz lembrar do Arduin.
    As coisas que os caras pregam nesses livros e outros livros religiosos, são demais IMPOSSÍVEIS: o cara não pode nada, não pode paquerar, achar bonita a bunda da Sabrina Sato, achar a Gisele Bündchen um tesão, ver um filminho erótico pra apimentar a relação, não pode fumar, não pode beber, não pode torcer pra time de futebol, escutar rock, não pode se masturbar pensando na vizinha do apartamento de baixo, não pode comer pelo simples prazer de saborear um alimento, sentir o gosto … ou seja, que bosta de vida hein? Não pode nem ter uma raivinha do chefe escroto, do funcionário folgado, não pode nem dar um chute na bunda do cara que tentou roubar a sua moto, pode o quê???
    Melhor morrer logo …
    Pro Scur, não pode nem ver um comediante tirando sarro dos religiosos fervorosos, dos pastores picaretas …
    Isto não existe, não existe … Tem que ter coragem pra ser feliz. Quem vive querendo ser o modelo pregado pelo cristianismo, pela ideia do mártir, daquele que agrada a Deus, não se permitindo a nada, é na verdade um grande covarde, um medroso, um enrustido em tudo, um “negociador com Deus”, querendo comprá-lo, maquiando a própria vida. Viva o hedonismo …
    Aproveitando, um dia desses, coloquei no face esta música (são duas inclusive) do Beto Guedes, cantor mineiro que gosto muito, achei este vídeo lindo demais, as paisagens, as mulheres, a fotografia, isto é divino !!!

    .

    http://www.youtube.com/watch?v=NLXjyMMQPGY&feature=player_embedded

  58. Biasetto Diz:

    E eu falei da beleza das mulheres que aparecem no vídeo, mas dos casais também, que coisa linda ver um casal se amando, qual o problema?
    quem tem vergonha de sexo, tem “probrema”, Freud explica!

  59. Antonio G. - POA Diz:

    Biasetto, muito legal o vídeo e a música. Gostei, particularmente, do beija-flor, dos cavalos, das amoras e dos cogumelos… rsrsrs

  60. Marciano Diz:

    Não, Scur, não tá no Nosso Lar, mas faz parte da communio opinium dos espíritas, vivem escrevendo sobre isso, falam em palestras.

  61. Marciano Diz:

    Communis opinio, merda.

  62. Roberto Diz:

    Ah Demarte, te pára rapá! Não dá a fonte, tá inventando que nem o pandorga que inventou esta história aí de perto do Sol. Que charopisse isso!
    Aí vem um bocaberta aí dizendo que tá psicografando o próprio Jesus Cristo, ou a Maria de Nazaré, e fala um monte de asneiras, maluco biruta sem noção, e tu vai querer vincular isso com Espiritismo? Ah véio, sai fora meu!
    Separar o joio do trigo, os falsos cristos e falsos profetas, estas regrinhas básicas para não se enfuleirar em falácias, sofismas, engodos como é este blog do ÉticoWare Vitor Moura, como é este banana que disse um troço desses aí de “perto do Sol”, de outro iludido ególatra que diz que André Luiz foi este ou aquele personagem, de outros fascinado que dizem sandices se achando os tais, enfim, não se aproveita, não tem fim útil, só serve para atrapalhar, confundir, enganar.
    Tem que ser muito desligado, fora da casinha para abraçar tudo sem critério, sem bom senso, sem usar o raciocínio, sem fazer juízo das coisas.
    Credo tchê, mas que barbaridade – como é que pode tanto engano? Que povo cego!

  63. Roberto Diz:

    Demarte,
    Será que esta opinião comum aí é dos espíritas de mesa branca que o Biasetto diz que frequentou à ponto de se denominar “espírita”?
    Que opinião comum o que tchê?! Olha, isso aí é muito triste, muito triste mesmo. O livro é editado, publicadas dezenas de edições, ano após ano, e NUNCA e em LUGAR NENHUM está dito que é mais perto do Sol do que da Terra, PELO CONTRÁRIO, aí pegam as versões estrambólicas que qualquer mané inventa e assumem como fato! Becs!

  64. Marciano Diz:

    Você vincula a Edelarzil com o espiritismo. Pelo menos é o que parece.

  65. Roberto Diz:

    Onde??????????????????????????????????????????????????????????
    O que tu tá falando vivente?
    Vinculo coisa nenhuma.
    A questão dela é que ela diz que materializa, os negadores dizem que ela frauda, nenhum iluminado, inteligente, perspicaz teve a COMPETÊNCIA de provar que ela frauda e portanto devem CALAR antes de acusar sem provas senão vão ter que fazer este PAPELÃO que se viram obrigados a fazer aqui diante da MENOR AMEAÇA.
    Onde tu viu nos livros espíritas, os sérios, os embasados, os conscientes, onde tu viu que é ensinado materializar quilos e quilos de objetos desagradáveis para “limpar” energias negativas do corpo ou perispírito de alguém?
    Quanta ignorância!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Materializações acontecem e o espiritismo explica isso nos termos possíveis para nosso tempo, não completamente e definitivamente porque a ciência precisará evoluir para detectar os mecanismos que regem este fenômeno, nada sobrenatural, nada extraordinário, apenas desconhecido em suas leis até o dia que passarem a ser conhecidos.
    Agora, a Ederlazil, que não é espírita, que faz trabalho REMUNERADO, o que é totalmente contrário ao que o Espiritismo ensina, aliás, NADA RECOMENDADO pela natureza de espíritos que se prestariam para este tipo de comércio, onde que ela tem o respaldo da Doutrina Espírita? Só há advertências para a inconveniência ou perigo deste tipo de prática, embora possa ser autêntica.

  66. Biasetto Diz:

    Scur disse:
    Será que esta opinião comum aí é dos espíritas de mesa branca que o Biasetto diz que frequentou à ponto de se denominar “espírita”?
    .
    Continua metido e soberbo, espírita fajuto !!!

  67. Marciano Diz:

    Scur, você progride paulatinamente. Sua visão da Edelarzil já não está tão desfocada.

  68. Biasetto Diz:

    Marciano,
    O problema é que estes progressos, são acompanhados de decadências. Ele sobe um, dois degraus; depois, desce três, quatro …

  69. Roberto Diz:

    Minha visão foi sempre a mesma, SEMPRE. Podem ser verdadeiras as materializações, podem ser falsas – não sei. Há provas de um ou outro caso? NÃO, portanto, está em aberto para mim.
    O fenômeno em si se trata disso que falei, exclusivamente.
    Se concordo que ela materialize (caso materialize mesmo) da forma que ela faz eu penso que NÃO IMPORTA uma opinião minha, NADA, ZERO. Depois que eu tivesse uma confirmação de que ocorre ou não eu poderei ter alguma opinião válida, por enquanto, não interessa se eu gostou ou não do que vem materializado e da cobrança que ela faz.

  70. Marciano Diz:

    Biasetto, você tem razão. Ele cabou de descer cem degraus. Veja o que ele disse agora e ainda há pouco.
    Cabeça desorganizada a do Scur.

  71. Marciano Diz:

    Compare
    “Agora, a Ederlazil, que não é espírita, que faz trabalho REMUNERADO, o que é totalmente contrário ao que o Espiritismo ensina, aliás, NADA RECOMENDADO pela natureza de espíritos que se prestariam para este tipo de comércio, onde que ela tem o respaldo da Doutrina Espírita? Só há advertências para a inconveniência ou perigo deste tipo de prática, embora possa ser autêntica.”
    Com
    “Se concordo que ela materialize (caso materialize mesmo) da forma que ela faz eu penso que NÃO IMPORTA uma opinião minha, NADA, ZERO. Depois que eu tivesse uma confirmação de que ocorre ou não eu poderei ter alguma opinião válida, por enquanto, não interessa se eu gostou ou não do que vem materializado e da cobrança que ela faz.”
    .
    Transtorno da personalidade múltipla.
    Nada incurável.

  72. Roberto Diz:

    Mas que néscio homem? É claro que eu tenho uma opinião, todo mundo tem alguma, sobre qualquer assunto, e que pode ser modificada com o passar do tempo – é da natureza humana se posicionar sobre as coisas, agora, a minha opinião NÃO TEM VALOR NENHUM se eu não vi provas sobre o que ocorre em Votuporanga!
    Assim como a opinião dos ditos “ex-espíritas” deste blog que não tem valor definidor de nada, são sem embasamento, não se sustentam seguramente pois se os sujeitos levam 30 anos participando de uma coisa que eles depois dizem que não presta é porque eles tem dificuldade de se posicionarem, são lerdos em suas decisões, ou assim como a opinião de falsos-espiritas como e ÉticoWare Vitor Moura também tem valor NULO porque se mete a cientista, a espírita, sem NUNCA ter pesquisado cientificamente um médium, NUNCA saiu de traz do teclado, é um cientista de google, ou seja, de araque.
    Opiniões, sem base, qualquer uma, seja de quem for, tem o valor exato e justo de UMA MERA OPINIÃO.

  73. Roberto Diz:

    Agora, para ver se tu consegue entender, a MINHA OPINIÃO tem MUITO VALOR sobre aquilo que EU VIVI, sobre o meu depoimento no caso dos avistamentos, sobre a mediunização psicográfica que tive em um ÚNICO EVENTO, porém, NÃO TEM VALOR DE PROVA porque não ficou nada registrado, nem tinha como, e aproveite ou considere QUEM QUIZER e SE QUIZER, sem estresse, sem dramas, sem pretensão de querer convencer ninguém a acreditar, porém é inegável que eu falar de algo que eu vivi vai ter maior valor do que eu falar sobre o que outra pessoa diz que viveu, não registrou, depende de fé crer ou não neste terceiro.

  74. Roberto Diz:

    Biasetto,
    Concluindo por hoje, uma grande dificuldade tua são teus apetides descontrolados, dominadores.
    Tu és um fantoche da tua libido. Triste isso.

  75. Marciano Diz:

    Scur, tua opinião mudou de 19h01min às 19h30min. Mudou de opinião em 29 minutos.

  76. Roberto Diz:

    Tu estás descontextualizando frases dos comentários.
    O que tu dizia num caso, e eu respondi? Que eu vinculava a Ederlazil com o Espiritismo.
    Depois tratavasse da questão do valor de uma opinião diante de uma prova.
    Ou tu está brincando ou está bêbado!
    Cura a ressaca e outro dia a gente conversa.

  77. Roberto Diz:

    Sugiro aos interessados nestes assuntos que, se tiverem coragem é claro, deem uma olhada no seminário de André Luiz Ruiz, ao vivo, sobre o “II Revelando o que Ninguém te Conta” onde trata de energia livre, ocultações da ciência, manipulações coletivas, anomalias cósmicas, chemtrails, contrails, haarp, ovnis, ETs, no domingo de manhã de 01 de julho.
    Para quem quer fazer zombaria, depois, é um prato cheio pois a coragem de falar abertamente para milhares de pessoas, embasado na ciência, oferecendo fontes e vídeos para serem investigados, enfim, esta atitude sempre deixa os frágeis perturbados a ponto de atacarem para se sentirem melhor.
    Para os que acham que dados científicos devem ser respeitados, assistam.
    Enfim, é isso aí.
    http://seminariotransformacoes.wordpress.com/
    .
    Não é cobrado nada, houveram mais de 700 participantes no último final de semana, durou 4 horas, sem intervalo, e ninguém deu um pio de tão valoroso foi o conteúdo.
    Só no ano passado foram baixados 600 mil vídeos dos site deles, sem custo nenhum, sem pedir dados, zero.
    Muito bom e desinteressado o trabalho deste pessoal.

  78. Contra o Chiquismo. Diz:

    sCUr bagual baio véio voltou!!! Tava com saudades. Me diga como foi a “Festa da Noz” que tu organizou. Como vai Pelotas?

  79. Roberto Diz:

    Olha o biruta aí!
    Ô do contra, não sei de festa, mas se houve uma deste tipo com certeza tu fez falta lá se não foi.
    Se não foi é porque tu estava ocupado desfilando em carro alegórico na grande parada-gay paulista, não é?
    Quando o sujeito tem fixação num assunto, só fala nisso, só pensa nisso, fica biruta do tipo que tu tá, coitado!

  80. Biasetto Diz:

    Contra o Chiquismo, saudações!
    .
    Olha o comentário do Scur pra mim:
    .
    Biasetto,
    Concluindo por hoje, uma grande dificuldade tua são teus apetides descontrolados, dominadores.
    Tu és um fantoche da tua libido. Triste isso.
    .
    Esta é uma fixação dele também, condenar meus gostos apimentados.
    O Gilberto vivia brincando com a tal da Met-Art e eu nem sabia o que era isso. Mas o Scur já sabia (este gaúcho não me engana não!). Aí fui descobrir a Met-Art, que beleza !!!
    Muito melhor, mas muito melhor do que ver o Divaldo Franco dando aquele show, falando do Sai Babão. E muito melhor do que esta indicação do Scur, o tal de André Luiz Ruiz, nem percam tempo com este cara, um plagiador de plagiadores, o que é muito pior ainda.
    Aí, numa conversa com o Scur, acabei falando que gostava de ver uns filmes eróticos, nossa virei um pervertido pra ele, um maníaco. Olha, tem uns filmes bem ruins, mas tem uns que são bons demais. Tenho até uma lista com minhas atrizes preferidas. Se alguém quiser e o Vítor permitir, indico aqui. Ou será que o Scur acha mais elevado ficar vendo a TV Senado, as novelas da Globo ou os programas dos pastores super-poderosos, que a cada 5 segundos pedem grana $$$$$$$, além de fazerem a orgia mais deprimente que possa existir: se aproveitam do sofrimento e a ignorância das pessoas, para venderem Deus, Jesus Cristo e “curas milagrosas”.
    Bem, tem também a opção de assistir a palestra da Marlene Matos, falando sobre o futuro da humanidade, uma médica, pra lá de viajeira. Se alguém, ainda não viu, eu indico o link.
    Scur,
    Eu sou o que sou, sou transparente, não escondo jogo algum, dou a cara pra bater, não cometo crime algum, sou autêntico. Quando eu era mais jovem, vivia me escondendo por medo dos “meus pecados”, mas tomei um banho de sal grosso dos bons, me livrei destas besteiradas aí.
    Aliás, Antonio G, gostei do comentário que você fez sobre o vídeo que indiquei, mas tua preferência pelos cogumelos me deixou um pouco tenso, rs … Você não é chegado num chazinho, é? (Bem se for tudo bem, mas tome cuidado com isto, tive um aluno que pirou legal, até agora -já faz anos- anda conversando até com John Lennon). Você também não é de Pelotas, ou gosta da Festa da Noz? Bem também não teria problema algum, não tenho preconceitos, até acho legal a Parada Gay.
    De qualquer forma, vou deixar outro vídeo aqui, só peço pro Scur não assistir, porque não leva a Nosso Lar.
    http://www.youtube.com/watch?v=vXgQTd3hJwI

  81. Vitor Diz:

    Biasetto,
    não é Marlene Matos, é Marlene Nobre, Marlene Matos é caso antigo da Xuxa :D

  82. Biasetto Diz:

    Beleza Vítor, nem sei quem é pior, kakaká, com todo respeito, é claro.

  83. Biasetto Diz:

    Quando a Xuxa era abusada né? rs …
    O Pelé que o diga.

  84. Antonio G. - POA Diz:

    Ô Biasetto! Não, meu amigo! Sou muito “careta”. Os únicos alucinóginos que eu já experimentei foram uma “cafungada” num tubo de lança-perfumes num baile de carnaval (sim, já houve bailes de carnaval!) lá pelos idos dos anos 70 e a leitura de inúmeras obras pscicografadas (aí chegou a ser um vício, mas larguei, e agora estou “limpo”).
    Mas talvez não morra ser dar um “tapinha num baseado”…. rsrsrs
    Bom Dia!

  85. Antonio G. - POA Diz:

    Ainda respondendo: Não sou de Pelotas. Sou nativo de P. Alegre. Mas gosto muito da Fenadoce (Festa Nacional do Doce), que ocorre lá todos os anos e dura 3 semanas. Terminou no domingo passado, mas não foi possível ir este ano. Tem “docinhos” maravilhosos, em todos os sentidos… rsrsrs

  86. Biasetto Diz:

    Aproveitando uma conversa que tive com o Marciano no face, ele me indicou este link, que mostra bem como se faz caridade nesse país:
    .
    http://www.cacp.org.br/midia/artigo.aspx?lng=PT-BR&article=1225&menu=16&submenu

  87. Roberto Diz:

    Biasetto,
    Velho, tu é podrão tudo o que dá!
    Não me admira que pessoas com este tipo de fraqueza abominem qualquer pessoa com controle e valores diferentes.
    Conheço bem doentes deste mesmo mal. Aliás, uma parte considerável dos homens estão neste balaio de gato e acabam vitimados por suas paixões.
    O André Luiz mexe com a consciência de quem agiu semelhante a ele e por isso é perseguido e repudiado, bastante compreensível isso.
    Mas o certo é que cada um vive no clima que escolhe e é relativamente livre para isso. Só não poderá alegar ignorância quando lhe advierem males conseqüentes de sua vontade débil.

  88. Roberto Diz:

    A propósito, nem dá para ler até o fim esta notícia da lbv.
    Esta organização criminosa é lastimável!
    Bem diferente do outro André Luiz, o do Seminário que eu indiquei que trabalha, junto com uma equipe de colaboradores, gratuitamente, e que recebe de loucos como tu Biasetto a acusação de plagiador. Como eu disse, tu é podrão mesmo!

  89. Biasetto Diz:

    Scur,
    Você é ingênuo demais.
    É leviano de minha parte, mas vou te dizer uma coisa: EU DUVIDO QUE EXISTA UMA ÚNICA INSTITUIÇÃO DE CARIDADE, DESTAS QUE FICAM FAMOSAS E APARECEM ATÉ EM TEVÊS, ONDE NÃO EXISTAM PESSOAS GANHANDO UMA BELA GRANA, FAZENDO USO PRÓPRIO E SE APROVEITANDO DA TRISTEZA DE UNS E DA BOA VONTADE DE OUTROS.
    Concordo plenamente com o que foi dito aqui, por “colegas menos bobinhos que você”:
    Uma sociedade mais justa, solidária e feliz, se constrói com educação, cidadania e trabalho, o resto é conversa do tipo “me engana que eu gosto”.
    Eu já dei muita esmola na vida e muitos “pratos de comida” na porta de minha casa. Não fiz nada de grandioso, se matei a fome de alguém, naquele exato momento, não mudei a vida desta pessoa pra melhor em nada, porque poucas horas depois, a barriga dela voltou a roncar.
    Enquanto você ficar acreditando nesses palestrantes fajutos, com estas profecias ridículas e ficar achando que caridade se faz com esmolas, vou continuar vendo-o como um bom rapaz, mas um bom rapaz que ainda não saiu das fraldas, nem largou a chupeta. Sua visão de mundo, de bondade, de justiça, beira o abismo mais profundo da ingenuidade tola, que costuma ser muito útil aos poderosos. Aliás, paralelamente a isto, basta ver e se informar com um pouquinho mais de profundidade, pra saber, por exemplo, que este papo de Rio + 20, é mais uma palhaçada do tipo “me engana que eu gosto”. E assim caminha a humanidade, porque pra uns (aliás muito), a fantasia sempre agrada.

  90. Marciano Diz:

    O mundo de verdade é muito difícil. É melhor construir fantasias para todos os gostos, a gente escolhe aquele com que se afina mais, se não gostar, pode trocar por outra, existem dezenas de milhares e todos os dias inventam-se novas.
    A gente se sente especial, ganha a ilusão de vida eterna, com as “queridas mãezinhas”, Jesus, nirvana, qualquer besteira assim. Muito melhor que o mundo verdadeiro.
    Viva a alienação!

  91. Roberto Diz:

    O Espiritismo não traz fantasia alguma. É a realidade ganhando cidadania na coletividade humana, em ritmo acelerado.
    Os óbices que se lhe opõem não detém vigor suficiente para lhe impedir e a renovação dos valores se torna inevitável.
    Estamos no final da última hora do atraso e no início de uma nova era anunciada desde há muito tempo atras.
    Quem vive alienado é quem teima em cerrar o entendimento para estas coisas, mais pelo anseio de permanecerem estacionados no quartel de suas paixões do que por escassez de dotes intelectuais que os ajudassem a discernir sobre a gravidade e importancia do momento.

  92. mrh Diz:

    Folks,
    .
    1 amigo enviou-me prova d q 1 dos espíritos q assina os “prolegômenos” da 1ª edição d o Livro dos Espíritos foi, 2º Kardec, Napoleão Bonaparte.
    .
    Tb fiquei surpreso, pois na minha cópia da 1ª edição (Canuto Abreu) isso foi suprimido.
    .
    1 outro é Luis IX, + tarde S. Luis, q organizou 2 cruzadas (morreu na 2ª), perseguiu os judeus etc.
    .
    Kardec mostra 1 lado super nacionalista, q pouco exploramos até agora.
    .
    Na época, apresentar Bonaparte como 1 espírito superior, p/ ñ franceses, salvo os campos d extermínio, era + ou – como apresentar hoje o Adolfinho como ser d luz.
    .
    Na 2ª edição, a participação do Adolfinho, quero dizer, d Napoleão, foi suprimida.

  93. Marciano Diz:

    Os testemunhas de jeová dizem a mesma coisa. Acredito neles ou em você?
    Voc^w sabia que os testemunhas de jeová são a única rligião verdadeira e que, no dia do juízo final, jesus vai ressuscitá-los em carne e osso para que vivam eternamente aqui mesmo na Terra?
    Estão tão convencidos quanto você.
    Também têm toneladas de revistas e livros para argumentar sua realidade paralela.

  94. Marciano Diz:

    Dê uma olhadinha, Scur:
    http://www.watchtower.org/t/index.html
    Eles são tão convincentes que fico em dúvida se vou para alguma colônia espiritual ou vou viver eternamente na Terra, em carne e osso.

  95. Marciano Diz:

    Agora fiquei confuso mesmo:
    http://www.mormons.com.br/
    Vou escolher nos dados.

  96. Marciano Diz:

    http://www.vatican.va/phome_po.htm
    Você entendeu o que eu quis dizer?

  97. Marciano Diz:

    http://www.mundoislamico.com/islamismo.htm
    Quer mais?
    A fonte é inesgotável.
    Cada um de vocês desacredita em todas as outras realidades paralelas, menos a sua.
    São quase iguais a mim. A diferença é uma crença só, dentre milhares em que vocês também não acreditam.

  98. Roberto Diz:

    Demarte,
    .
    Não acredite nem em mim, nem neles. Acredite em ti, no teu discernimento, na tua capacidade, porém tu precisas procurar atar os nós e não ficar esperando que algum guru magnífico venha te converter. Isso é preguiça, comodimo, falta de interesse.
    .
    Qualquer um que diga que a sua religião é verdadeira e as outras falsas está equivocado. Existem formas diversas de entendimento deste assunto tão controverso e sujeito às nossas imperfeições e limitações.
    .
    Existem gradações de entendimento da verdade que se torna compatível com o estágio evolutivo de cada indivíduo e coletividade. Para indígenas isolados da civilização que adoram o sol, a lua ou o trovão como divindades ele está certo na medida de sua realidade evolutiva. Não se pode forçar que entendam diferente. Terão tempo de progredir assim como não se exige do aluno da escolinha infantil que ele resolva equações logarítmicas, calcule limites e derivadas, mas nem por isso seus rudimentos de matemática aprendidos nas aulinhas estão errados ou não são verdadeiros.
    .
    Algo une as diversas religiões em sua essência assim como a matemática do jardim e do universitário estão conectadas. Este anúncio de onde se vai ou se fica quando houver a renovação ou evolução da humanidade é algo comum, por exemplo, mas não me parece que é o núcleo principal.

  99. Contra o Chiquismo. Diz:

    Ae Biaseto, olha o que o Pelotense diz

    “Não me admira que pessoas com este tipo de fraqueza abominem qualquer pessoa com controle e valores diferentes.”

    Fraqueza por muié é doença?

    E quanto a FENADOCE de Pelotas, o sCUr bagual cavalo véio, fica na barraca das rosquinhas, só que as vezes ele não olha o e deixa queimar a rosca!!!

    Melhor que o MET ART é o Faveladas do Orkut! Produto made in Brazil que o CX dava assistência… CX alimentava as Put***s era bonzinho , não?

    E sCUr ainda me cita A. Luiz!!!!

    Ei sCUr, que foi A. Luiz?

    ( )Carlos Chagas
    ( )Oswaldo Cruz
    ( )Pitangui
    ( )Oto Bismarck

  100. Contra o Chiquismo. Diz:

    corrigindo: “quem” foi A. …

  101. Contra o Chiquismo. Diz:

    E o sCUr se passou por alienado na Revista Caminhos…

    fanatismo é pouco, esse cara deve legar algum dinheiro da FEP : Federação Espírita de Pelotas!

    Se não leva dinheiro pra defender insadices, é burro mesmo… ió ió ió ió ióóóó

    Vou dar a ele capim canela que vai engordar o sCUr magrela… hahahahahahaah…

  102. Marcos Arduin Diz:

    Citaram o meu sobrenome errado (é Arduin e não Arduim) e não falaram mal de minha pessoa… Que chato!
    .
    Como já dizia certo político corrupto: _ Falem de mim, bem ou mal, mas falem de mim.

  103. Biasetto Diz:

    Contra o Chiquismo, “troll” tem que ser “trollado” mesmo.
    O Scur é meu amigo, mas enquanto só falar bobagens, vou admirar seus comentários.
    Voltou aí, com este papo, de que “os tempos são chegados”.
    Aliás, Scur, você se lembra (espíritas tipo Scur esquecem fácil de certas coisas), que passou o ano passado todo, dizendo que em outubro (2011), aconteceria algo fantástico ou terrível, chupão e tudo mais. Inclusive estava nas previsões do André Luiz Ruiz. Você se lembra disso Scur.
    Uma vez nós conversamos, e você até me disse, que se não acontecesse nada, você mudaria de opinião. Pelo jeito você esqueceu né Scur? Explica aí, bombacheiro?
    Antonio G, o pessoal do Sul é assim mesmo? Completamente viajeiro? Eu tinha uma impressão bem diferente, que decepção.

  104. Biasetto Diz:

    Ah! Contra o Chiquismo, você não sabia?
    O mrh descobriu a verdadeira identidade do André Luiz: a mãe do George Vale Owen; apesar que o LUCIANO DOS ANJOS G A R A N T E QUE ANDRÉ LUIZ FOI O MÉDICO CARIOCA
    F A U S T I N O E S P O S E L
    Tanto que está escrevendo um livro sobre esta revelação, faz 40 anos.
    .
    E o Scur, ainda quer que eu leve a sério toda esta budega e me critica, porque eu GOSTO DE MULHEEEEEERRRRR.

  105. Toffo Diz:

    Scur,

    Me admira que um homem culto como vc, que tem acesso a leituras, internet etc, ainda sustente ideias obsoletas, do século 19, de que indígenas são menos evoluídos que os civilizados, que eles ainda vão progredir etc. Cara, os índios têm valores morais que são por vezes muito superiores aos nossos, em termos de honradez, respeito aos mais velhos e às crianças, de práticas saudáveis, de alimentação etc etc etc. Eu fico admirado como pessoas esclarecidas como vc, quando instados a falar, ainda repitam a chapinha espírita de evolução, progresso etc, uma coisa completamente fora do compasso. Embora isso não seja novidade, como no exemplo da viúva de Kardec que sustentou até o fim, no tribunal, que as tais fotografias espíritas eram autênticas, mesmo tendo à sua frente todas as provas materiais da fraude. De onde se vê que a fé e a crença fazem mais mal às pessoas do que se imagina.

    Mrh: não tenho a confirmação dessa informação de que um dos “espíritos da verdade” da primeira edição do Livro dos Espíritos tenha sido Napoleão (São Luís, sim, esse era considerado o mentor da sociedade espírita de Paris). Se for verdade, é algo realmente assustador. O Biasetto que é professor de História pode nos dizer o que significou, só pra ficar mais ou menos em casa, a invasão de Portugal em 1808 pelas tropas de Napoleão em termos de mortes e destruição, tanto na terrinha como na Espanha. E nem se fale em Waterloo ou na derrota na Rússia. Dezenas de milhares de mortos. Como um sujeito desses podia ser ‘espírito da verdade’? De qualquer maneira, existem grandes inconsistências entre a primeira e a segunda edição, principalmente sobre a questão do evolucionismo dos animais (por influência da publicação de Darwin) e outras. Quem chamou a atenção para isso foi o Júlio Siqueira, no seu blog Criticando Kardec, mas parece que ele saiu do ar.

  106. Biasetto Diz:

    Bem Toffo, sem entrar em detalhes, na Rússia, Napoleão levou mais de 600 mil homens, sendo que menos de 10% desse efetivo sobreviveu. Entre os russos, morreram mais de 200 mil, “chutando” por baixo – ou seja, quase um milhão de pessoas morreram só nessa maluquice napoleônica.

  107. Biasetto Diz:

    O Scur tem dificuldade em lidar com uma coisa chamada PLURALISMO CULTURAL – além disso, ele também deveria saber que existem MILHARES de crenças espalhadas pelo planeta, mas obviamente que ele escolheu a única que diz a verdade, mesmo porque quem pode duvidar de um homem como Chico XAvier?

  108. Contra o Chiquismo. Diz:

    Ô Biaseto, já disseram até que este A. Luiz foi uma invenção do dr Bezerra de Menezes, até no meio ‘espírita’ se cogita que ele nunca existiu, mas para o pelotense o cara é ícone da moral e repórter das coisas do ‘além’…
    esse livro do Luciano tb não sai. Acho que ele já mudou de idéia , mas como deve de ser respeitado no meio ‘espírita’, será uma desonra pra ele admitir que tal entidade nunca existiu e assim ficar mal no meio de seus pares. Quanto ao sCUr bagual cavalo veio , ele ganha dinheiro da FEP fed. esp. de Pelotas pra defender a doutrina maluca. Ele não é troll, é burro mesmo ! Ió ió ió ió íóóóóóóóóóoóó´, ele toma capim canela na cuia de chimarrão. Ei Biaseto, já viu as faveladas do orkut, aquelas que CX alimentou com a caridade? Deixa o Met Art de lado e valorize o produto made in Brazil.

  109. Marciano Diz:

    Scur, parece que tu tá isolado, mano véio.
    Pede socorro ao Arduin.

  110. Marciano Diz:

    Explica aí esse lance do chupão ter se desviado da rota, atrasando a evolução do planeta.

  111. Contra o Chiquismo. Diz:

    Chupão é com o Pelotense mesmo!
    Ele canta assim: “Eu quero chu, eu quero pár…”

  112. Roberto Diz:

    ExToffo,
    .
    Tu se admira comigo, eu me admiro muito contigo.
    Defender que os índios são tão evoluídos quanto os homens civilizados é muito ingenuidade tua, na minha opinião.
    Afirmar que o progresso e evolução são fora de compasso é inacreditável. O que que é “dentro do compasso” para ti?
    .
    A mixórdia da desinformação que é passada aqui, mormente pelos ditos ex-espíritas que se dão este título presumindo adquirem alguma autoridade no que falam, é de doer.
    Esta alegação do Hortaliça sobre Napoleão ser o Espírito Verdade é horrorosa. Como alguém pode ser tão mentiroso para chegar neste ponto tão baixo? Não lance estas barbaridades ao vento, por favor – apresente as provas deste despautério ou encerre esta conversa mal nascida para não envergonhá-los ainda mais.
    .
    O Espírito Verdade é o próprio Jesus Cristo, é um indivíduo e não uma coletividade. Um estudo sério deixaria isto suficientemente esclarecido, pois existem várias passagens tanto nas obras básicas, na revista espírita e no próprio Evangelho que orientam a realidade deste raciocínio.
    .
    Respeite-se um pouco mais Hortaliça! Respeite-se também, mais ainda, Sr. ExToffo, porque o Sr. se diz “ex-espírita”!

  113. Roberto Diz:

    Demarte,
    .
    Isolado de quê?
    Não preciso de companhias para me expressar e defender as ideias nas quais acredito com todas as fibras do meu ser.
    Se digo algo de útil quem sabe não seja inspirado por algum espírito amigo e mais esclarecido do que eu?
    Se me manifesto de forma imperfeita ou numa linguagem inferior é por inferioridade minha mesmo.
    .
    Tu estás como de costume de quase todos que frequentam este blog fazendo diversionismo, causando confusão, promovendo desinformações para se sentir melhor. Que história é essa de desviar a rota???
    .
    Não dá para levar vocês muito a sério mesmo!

  114. Contra o Chiquismo. Diz:

    “com todas as fibras do meu ser”

    Fibroso! Ió ió ióóóóóóóó

  115. Marden Diz:

    Toffo,
    .
    Sem querer entrar no mérito das outras questões que você levantou, mas há sim muitas diferenças entre os índios e uma sociedade civilizada. Apenas para citar um exemplo, em nossa sociedade atual seria imoral, inadmissível o sacrifício de crianças, só porque são filhos de mães solteiras, porque são gêmeos ou porque nasceram doentes. Já em certas aldeias indígenas isso é perfeitamente normal. E no entanto tem amparo da lei e acredito que assim deve de ser.
    .
    Basta ver a o documentário internacional Hakani ou a reportagem a seguir para você ter uma noção do que falo: http://www.youtube.com/watch?v=iiluFxWj0H4 (aviso: contém cenas fortes que podem chocar)
    .
    Portando o Espiritismo nos dá uma base para entendermos tamanha divergência. O Espiritismo fala da moral espiritual. E querer comparar ou igualar a moral de duas sociedades distintas, é ser injusto, é enganar a si próprio.
    .
    Estudem enquanto há tempo. Um forte abraço.

  116. Marciano Diz:

    SCUR.
    O Biasetto me disse que você sustentava que o chupão ia chupar quase todo mundo (negócio esquisito esse) em outubro do ano passado.
    Tu não leu o comentário dele, vou reproduzir pra ti:
    .

    “Voltou aí, com este papo, de que “os tempos são chegados”.
    Aliás, Scur, você se lembra (espíritas tipo Scur esquecem fácil de certas coisas), que passou o ano passado todo, dizendo que em outubro (2011), aconteceria algo fantástico ou terrível, chupão e tudo mais. Inclusive estava nas previsões do André Luiz Ruiz. Você se lembra disso Scur.
    Uma vez nós conversamos, e você até me disse, que se não acontecesse nada, você mudaria de opinião. Pelo jeito você esqueceu né Scur? Explica aí, bombacheiro?
    Antonio G, o pessoal do Sul é assim mesmo? Completamente viajeiro? Eu tinha uma impressão bem diferente, que decepção.”
    .
    Tu não respondeste ao Biasetto.

  117. Contra o Chiquismo. Diz:

    “Tu não respondeste ao Biasetto.”
    E nem a mim, perguntei pra ele a identidade de Andre Luiz quando esse esteve aqui na Terra e ele não respondeu. De cavalo véio passou pra burro ió ió ióóóóo. Toma capim canela na cuia de chimarrão e canta a música do chupão.

    “Eu quero chu… eu quero pár”.
    E ignora o irmãozinho aqui menos evoluído. Esse pelotense…

  118. Roberto Diz:

    Ô Biasetto, qual é o teu pastel velho? Tá te faltando argumento, serenidade, segurança?
    O que tu tá falando exatamente? Faz o seguinte, dá uma procurada aí, vai ser fácil já que tu diz que eu “passei o ano todo” falando o que tu disse, e mostra exatamente as palavras que eu disse.
    Depois vamos olhar qual o contexto, caso tu encontre, para ver se confirma. Mas seja preciso, objetivo, não tergiverse, não distorça, não enrole, pois isso tudo eu sei que tu é acostumado a fazer nas tuas considerações quanto ao espiritismo.
    Depois a gente conversa sobre isso sem problema

  119. Roberto Diz:

    E Demarte,
    Eu não sustentava, eu mantenho o que eu disse.
    Em vários comentários ao longo dos anos citei isso mas não há data marcada para o exílio de grande coletividade de espíritos mais agarradas às paixões e ao materialismo, refratários ao bem, apenas estão intensificados todos os sinais do fim de linha, fim de jogo, e o resultado é conhecido, inevitável e há muito anunciado por inúmeras vertentes em variadas épocas da história da humanidade na Terra.
    Quem acha bobagem e tal e coisa, beleza, segue dormindo, fazendo de conta que está tudo sobre controle, que não vai acontecer nada e que poderão prosseguir indiferentes aos chamados que nunca cessaram mas que desde o advento do consolador prometido por Jesus se intensificaram.

  120. Marciano Diz:

    “não há data marcada para o exílio de grande coletividade de espíritos mais agarradas às paixões e ao materialismo, refratários ao bem”
    .
    De onde tu tirou que materialismo é refratário ao bem?

  121. Biasetto Diz:

    From: [email protected]
    To: [email protected]
    Subject: RE: e aí gaúcho?
    Date: Fri, 29 Jul 2011 17:27:42 +0000

    Caminhando para a Nova Era, para o Fim dos Tempos, para os eventos cataclísmicos anunciados e cantados pelos quatro cantos da Terra desde as mais remotas eras.
    A porca vai torcer o rabo Biasório, te segura nos calcanhares, a cobra vai fumar, tá preteando o olho da gateada!
    Olha, por exemplo, no site da Nasa, os avisos para as pessoas criarem kits de sobrevivência!
    http://www.youtube.com/watch?v=PoXCZYkp_uA
    Na descrição têm o link do próprio site da nasa, se duvidar. Lá têm todas as informações para montar os kits (doce ilusão, como se resolvesse!)

  122. Biasetto Diz:

    From: [email protected]
    To: [email protected]
    Subject: Homem Fisiológico
    Date: Fri, 12 Aug 2011 22:31:02 +0000

    Grande homem fisiológico Biasório: você pirou o cabeção!
    Em verdade o teu veio materialista é avassalador e não te permite enxergar algo além, só aquém.
    Não vou comentar tua última pérola pois já falamos sobre isso e não acrescentastes nada ao que já dissestes, apenas tiveste a coragem de materializar em outro artigo lá do teu friend.
    Juízo hein!

    Um abraço.

  123. Biasetto Diz:

    From: [email protected]
    To: [email protected]
    Subject: Prova de Reencarnação de um Maestro
    Date: Sat, 27 Aug 2011 14:41:22 +0000

    Como vocês costumam dizer, só não vê quem não quer.
    Os milhões de espíritos de Alcione estão em pleno curso reencarnatório na Terra, para trazer beleza, leveza e fé à humanidade que merecer continuar aqui neste novo estágio evolutivo.
    “Bem aventurados os brandos e os pacíficos, pois herdarão a Terra!”

    http://www.youtube.com/watch?v=QOSEWeD8d6w&feature=related
    http://www.youtube.com/watch?v=9Ygzf709CmI&NR=1
    http://www.youtube.com/watch?v=ADtH3q9Qd9k&feature=fvwrel

    Têm muito mais no youtube, mas é claro, este é um assunto que não interessa aos folgazões.

  124. Biasetto Diz:

    From: [email protected]
    To: [email protected]
    Subject: RE: eta gaúcho!
    Date: Thu, 22 Sep 2011 12:26:58 +0000

    Scur, por que tu ficas bravão? Se tu já conhecestes a luz, respeite a ignorância daqueles, como eu, que ainda estão na escuridão. Não fiques revoltado não.
    Se eu e a turma do Vítor e cia, se a gente for todos pro umbral, vê se vai buscar nós lá. Tá combinado?
    Oras, quanto aos dias que tu citastes aí, estou pouco me lixando, tô cagando e andando pra isto aí.
    Os livros psicografados no Brasil, acho que quase em tudo quanto é lugar – é tudo farsa: cópia + cópia + cópia.
    Este André Luiz Ruiz é outro P-I-C-A-R-E-T-A-Ç-O-!
    Relaxa aí Gaúcho – está tudo na ordem de Deus! Ele não erra!

  125. Biasetto Diz:

    From: [email protected]
    To: [email protected]
    Subject: RE: eta gaúcho!
    Date: Thu, 22 Sep 2011 02:37:46 +0000

    Vamos torcer então para que no dia 27, 29 deste mês, [SE REFERINDO A ALGO QUE IRIA ACONTECER EM 27 OU 29 DE SETEMBRO DE 2011] tu tenha tempo de pensar em bunda e peito. Se não der nada, beleza, continua no país das maravilhas postando no blog dos retardados do espírito, [... editei, informações censuradas, rs ...]
    Convida o grande palestrante para auditórios lotados de 3 pessoas, o lair amaro mas não pagaro, para junto com este júlio cirqueira aí do vitor moura apresentarem seus ultra-diplomas de graduação nas faculdades do meier.
    [OBSERVEM O QUE ELE DIZ AGORA:] Se não der nada [SE REFERINDO AO QUE IRIA ACONTECER NAS DATAS QUE ELE CITOU ACIMA] tu tira um sarro de mim que eu vou arrumar uma desculpa qualquer, que a nasa tava mentindo quando fez o simulador de órbita, ou outra qualquer.
    Vai dormir tchaca. Eu estou indo agora. Tchau.

  126. Biasetto Diz:

    Passei este email para um pessoal de um grupo de discussões, do qual o Scur fazia parte, no dia 10/11/2011
    .
    Se tiverem paciência, vejam isto:
    http://www.youtube.com/watch?v=_hRSSb2KnIs
    .
    Pior ainda, vejam o que este imbecil diz:
    .
    http://www.youtube.com/watch?v=rWbNc56ODoY&NR=1
    .
    É deste vídeo acima aí, que o Scur tirou várias opiniões dele.
    Descobri a fonte de teus plágios Scur!

  127. Biasetto Diz:

    Este outro email, eu passei pro pessoal do mesmo grupo, em 09/11/2011
    .
    Caro amigo Roberto Scur Chimarrão Bombacha Xavier,
    Até admiro a tua crença espírita, tua presença espiritualista.
    Só que tu disses para mim:
    1º) Que em 29 de setembro, iria acontecer algo trágico na Terra, referente a desastres naturais.
    2º) Que em outubro, o Chupão iria causar um estrago maior, se referindo ao Elenin…
    Então, Scur o “planetinha” passou, tudo dentro da previsão dos astrônomos, inclusive indicando tamanho e distância.
    Aí, minha provocação, é neste sentido:
    Dando atenção às merdas que merdas como o tal de André Luiz Ruiz diz, você ficou falando também um monte de merdas.
    Com certeza, isto tudo não foi suficiente pra você desqualificar estes caras tipo André Luiz Ruiz, que são aproveitadores e enganadores.
    Certemante, como eu já disse, estes caras ficam chutando, até que acertam alguma coisa! E aí, vêm falar que foram avisados pelos espíritos…
    Não fuja desta realidade: VOCÊ DISSE, BASEADO NESTE TROUXA DE ANDRÉ LUIZ RUIZ, QUE ACONTECERIAM COISAS TERRÍVEIS EM OUTUBRO, GRAÇAS AO ELEIN.
    VOCÊ DISSE SIM, INCLUSIVE EU PESQUISEI UM ASTRÔNOMO E ENVIEI PRA VOCÊ. ATÉ NO BLOG FOI FALADO.
    ESTAS COISAS, NÃO PODEM PASSAR EM BRANCO. TÁ!!!
    - Depois, eu que fico escrevendo GIBIS!
    Beijos e abraços gaúcho fantasioso!

  128. Marciano Diz:

    O segundo vídeo não está mais disponível. Só esta mensagem:
    “Este vídeo não está mais disponível pois a conta do YouTube associada a ele foi encerrada.
    Desculpe.”
    Vou ficar sem saber da imbecilidade que inspira o Scur.

  129. Marciano Diz:

    Diante das explicações do Biasetto, volto a perguntar:
    Explica aí esse lance do chupão ter se desviado da rota, atrasando a evolução do planeta.

  130. Marciano Diz:

    Vou dormir e sonhar com a colisão cósmica.
    Pra mim, só em sonhos.
    Êta falta de imaginação a minha.

  131. Biasetto Diz:

    Estes são apenas alguns emails ou trechos de emails, mostrando conversas minhas com o Scurzório, indicando que ele disse sim, que haveria algo em setembro ou outubro de 2011. Sobre o Elenin, ele falou muito mais, tem muita coisa que exclui tudo, que pena!
    Antes que me acusem de anti-ético, por mostrar conversas particulares aqui:
    1º) Foi ele que me desafiou a provar o que eu havia dito em comentário acima, como vocês podem verificar.
    2º) As conversas não têm nada de comprometedor, inclusive só reforçam as coisas que ele vive falando aqui.
    3º) Aproveitem pra se divertirem com este gaúcho, porque ele é uma comédia, pena que acaba irritando, mas é divertido.

  132. Marciano Diz:

    Maldição!!!
    Não consigo dormir.
    Tenho de trabalhar amanhã.
    Culá do Scur. Deixou-me ansioso por sua resposta.
    Ele sempre tem uma resposta.
    Parece o Clark Kent convencendo a Lois Lane de que não é o Superman.

  133. Marciano Diz:

    Culá não existe. É o sono. Culpa do Scur.

  134. Guerreiro Diz:

    O Biasetto falou de coincidências e quero contar uma que aconteceu comigo, na semana retrasada. Eu estava na sala de espera de um consultório odontológico. Ao meu lado, havia um senhor lendo um livro, daqueles bem pesadões. Quando vi uma das páginas de relance, pude ler nela o nome “Ramatis”.E eu pensei “Será esse o tal livro do planeta Marte?”
    .
    E não é que era mesmo? Quando aquele homem fechou o livro, pude ver a capa: havia um desenho de uma cidade estilo retro-futurista e o título “Vida no Planeta Marte e os Discos voadores”!

  135. Marciano Diz:

    Gyuerreiro, tu também não dormes, cara!
    Ramatis dá uma descrição semelhante, porém discrepante da mãe do CX. E eu, por morar lá, sei que nenhum dos dois está certo. Lá não tem nada.
    Essa porfia do blog é interminável.
    Existem espíritas que não aceitam Ramatis (Hercílio Maes). Preferem Maria João de Deus (cx).
    Bezerra de Menezes era Roustainguista, JBR era dissidente de LHDR.
    Que bagunça.
    Ninguém se entende.
    Como sorveteria, sabores para todos os gostos.
    De gustibus et coloribus non est disputandum.

  136. Marciano Diz:

    Tem a versão do Orson Welles, para a história do Herbert Georges Wells. Tenho o programa gravado. Foi ao ar em 1937. O livro do CX é de 31. Wells foi meu colega no High School.
    Sou vampiro também. Por isso não durmo.
    Também és, Guerreiro das Trevas?

  137. Roberto Diz:

    Demarte,
    .
    Peça para o Biasetto procurar melhor nos e-mails particulares que trocamos para ver se ele encontra uma explicação sobre esta história de desvio de rota? Atraso da evolução do planeta? Colisão cósmica?
    Ele que gerou esta versão de minhas palavras, ele que explique pois eu não tenho nada a ver com isso.
    .
    Biasetto,
    .
    Tu não pediste para mim, mas vou te dar, à posteriori, a autorização para mostrar publicamente TODA a nossa correspondência pessoal, sem NENHUMA exceção.
    Minha vida, meus pensamentos são TOTALMENTE transparente, sem segredos, e TUDO o que falei para ti é conhecido de QUALQUER PESSOA que me conheça. Se eu quisesse segredo de alguma coisa eu não contaria tão frequentemente, é claro que em situações que fizesse sentido serem abordadas.
    Repito: NENHUMA EXCEÇÃO.
    .
    Esta é uma postura minha que não aplico para os outros. Não exporia os assuntos que tu possas ter privado comigo, em confiança de nossa amizade.
    .
    Depois deste salvo-conduto que te dou, por favor, procure onde eu me referi a estes termos que o Demarte está me questionando porque não tenho a menor ideia ou lembrança sobre isso, uma vez que não é isso que eu entendo do assunto.
    Se tu fores copiar algum texto de nossos e-mails, como fizestes, não omita nada, pois pode ficar descontextualizado, mas mesmo fora de contexto eu não acredito que tu vás encontrar algo na forma que está sendo questionado aqui.

  138. Roberto Diz:

    Demarte,
    Leia melhor o que eu escrevi e não me fará esta pergunta da forma que fizeste.
    Eu disse que os espíritos “mais ligados às paixões E ao materialismo”, e não “às paixões OU ao materialismo”.
    Ser materialista não significa que será refratário ao bem. Ser materialista e agarrado às paixões inclina a pessoa a se desligar da moral que poderia auxiliá-la decisivamente a evitar a prática do mal.
    Uma pessoa apaixonada por algo mais singelo, por exemplo, por futebol, não se controla à ponto de respeitar o torcedor oponente, geralmente, e se entrega a ofendê-lo, discriminá-lo, podendo até agredí-lo, pois não raciocina como deveria caso não estivesse avassalado por sua paixão.
    Um Biasetto, por exemplo, apaixonado como é pelo sexo, o que tantas vezes expôs aqui neste blog, deixa-o vulnerável a ponto de não considerar as fraquezas que levam uma jovem a vender seu corpo para o “consumo” dos apaixonados, se rebaixando ambos perante si próprios.
    Apresentem um participante do mercado do sexo que seja verdadeiramente feliz, realizado, equilibrado! Não encontrarão pois este tipo de conduta traz imenso vazio na alma, e quando não envilece os sentimentos até a selvageria amargura sua vítimas em vergonha, remorso e amargura.
    Quem está tão apaixonado à ponto de se deixar dominar e pouco se importar com o outro, é um egoísta, e se candidata ao expurgo planetário que já está em curso.

  139. Biasetto Diz:

    Scur,
    Se tem algo que me faz gostar de ti, é exatamente saber que você é sincero e transparente, quanto a isso, nunca questionei. Eu só coloquei estas passagens aí, porque você disse sim, que iria acontecer algo de “trágico”, entre setembro e outubro do ano passado, que o Elenin seria o Chupão e tudo mais … Você também indicou os vídeos do André Luiz Ruiz para confirmar suas “suspeitas”. Só que não aconteceu coisa alguma, e você continua com estes mesmos pensamentos, estas mesmas bobagens.
    Eu já disse e volto a dizer, que estamos o tempo todo arriscados a uma colisão com algum corpo celeste, vulcões existem, tsunamis acontecem, mas o que isto tem a ver com espiritualidade, “limpeza da Terra”?
    É isto gaúcho, só isto.

  140. Biasetto Diz:

    Scur disse:
    .
    “Um Biasetto, por exemplo, apaixonado como é pelo sexo, o que tantas vezes expôs aqui neste blog, deixa-o vulnerável a ponto de não considerar as fraquezas que levam uma jovem a vender seu corpo para o “consumo” dos apaixonados, se rebaixando ambos perante si próprios.”
    .
    Scur, vou ser simples e claro:
    1º) Sou radicalmente contra, abomino qualquer forma de exploração sexual, especialmente se for contra a criança e/ou adolescente. Cadeia é pouco pra quem faz isto.
    2º) Acho lamentável que uma pessoa, muitas vezes uma jovem pobre, veja como único meio de sobrevivência, a prostituição. Lamento, com certeza.
    3º) Em contrapartida, se a mulher é maior de idade, bonita, tem um belo corpo, é dona do nariz dela, quer fazer fotos pra revistas, filmes eróticos – se ela gosta disso (e muitas dizem gostar), problema é dela, escolha dela, faça o que ela quiser.
    4º) Muitas coisas que escrevo aqui no blog, e acredito que outros também, é pura brincadeira, provocações … e acredito que pessoas com bom senso, percebem isto. E, quanto à minha intimidade, tenha certeza, que não faço nada “fora da lei”, nada que 90% dos seres também fazem ou gostariam de fazer.

  141. Toffo Diz:

    Não existem, na concepção moderna, sociedades mais evoluídas ou menos evoluídas. Isso é uma ideia eurocêntrica, positivista, colonialista, obsoleta, antiquada, que espíritas e assemelhados ainda defendem. Estamos no século 21, gente. Não no século 19. As sociedades “primitivas” ocuparam o planeta por milênios, fizeram a caça, a pesca, o cultivo, e sempre deixaram o planeta tal e qual ele sempre foi, isto é, sempre respeitaram a natureza. As sociedades “civilizadas” o que fizeram? Quando não exterminaram as “primitivas” pelas armas, o fizeram pelas doenças, pelo alcoolismo, pela criminalidade. As “civilizadas” estão aí acabando com a viabilidade do planeta. É isso que é ser superior? A superioridade da “civilização” é no poderio econômico, militar, ou seja: na grana. Acho esse discurso “evolutivo” dos espíritas nada mais do que um ranço autoritário que está na própria raiz do espiritismo.

    Em tempo: São Luís (junto com Joana D’Arc) costuma ser o ídolo religioso da direita francesa. Marine Le Pen que o diga.

  142. Roberto Diz:

    Biasetto,
    .
    Se tu observas um adulto fazendo algo que o prejudica tremendamente, mas que ele não se importa, pois é dono do seu nariz, tu vai achar a coisa mais normal do mundo?
    Tu não ficas triste por alguém se entregar a vícios e paixões nocivos que trarão dor, arrependimento e até morte prematura?
    Se tu vês um adulto caindo de ébrio ou anestesiado pela droga, tu não te compadeces da situação da pessoa e vai oferecer para ela mais uma garrafa de uísque ou um pacote de crack, afinal, ela gosta disso, o problema é dela e ela faz o que ela quiser?
    Se você for egoísta o bastante não vai querer nem saber do problema do adulto, bonito, belo corpo, dono do seu nariz e que escolheu se afundar, se destruir por conta de seus vícios e paixões, ok, mas e se este adulto for um filho teu?
    Tu gostarias que pessoas se aproximassem dele para lhe oferecer mais bebida, mais droga, afinal, foi uma escolha dele, não foi?
    .
    Quando uma pessoa cai, a humanidade inteira cai com ela. Se tu ajudas na queda dela, caindo junto também, é verdade, mas sendo tu um dos instrumentos do escândalo não podes imaginar que está tudo legal, numa boa, sem estresse, e que não vais ter responsabilidade, ainda que parcial, pela ruína desta pessoa, seja um drogado, um alcoolatra, um mercador de sexo e ilusões, um corrupto, etc.
    .
    Se tu ao invés de se servir das fraquezas desta pessoa, doente que és precisando de orientação também, se ao invés disso tu lutares contra as tuas más tendências e tentar demover esta pessoa do mau caminho, se tu mostrares valor não defendendo e promovendo a bebida, a drogadição, não comprando o sexo, não comprando o guarda de trânsito, aí tu estarás te erguendo e erguendo a humanidade contigo, com teu exemplo, com tua força de vontade, com teus valores que se fortalecem de tentação a tentação que tu venceres.
    .
    Ajude na melhoria de nosso mundo fazendo jejum dos teus apetites malsãos, observando as orientações trazidas por mensageiros celestes, vigiando teus atos e pensamentos, moralizando-te a duros penates, mas seguindo em frente e não se locupletando com os erros coletivos, não se entregando à rebeldia, não tentando destruir os bons exemplos e as construções sadias que outros se arvoraram a edificar.

  143. Contra o Chiquismo. Diz:

    sCUr bagual, passou de cavalo véio pra burru ió ió ióóóo que toma capim canela na cuia de chimarrão disse:
    “Minha vida, meus pensamentos são TOTALMENTE transparente”

    Hummmm , ele é transparente!!! Esse pelotense…

    Quem foi André Luiz aqui na Terra:

    ( ) _______ ________ _____

    ( )______ __ __________________

    ( )____ _______________ __

    ( )_______ _______ ___________ __ _______

    Isso mesmo já que ele não responde ou não sabe, já respondi acima, NINGUÉM!

  144. Roberto Diz:

    Mas Toffo!
    .
    Tu não és o cara racional que acordou do letargio que o Espiritismo teria te impingido, por uns 30 anos também, e agora tu viu a luz, tu sabe, tu te libertou da ignorância?
    .
    Se for assim, ó lustre iluminado, como tu pode negar a evolução que se patenteia a olhos vistos, insofismável, em tudo quando é quadrante do globo? O que está acontecendo?
    .
    Tu não assististe toda a reportagem que o Mardem postou dos “puros” e “evoluídos” indígenas que enterram seus filhos VIVOS por motivos banais, por serem gêmeos, por terem alguma doença, por serem filhos bastardos? Tu achas que os indígenas estão no mesmo patamar civilizatório do que a sociedade que desenvolve leis para proteger as crianças, que prende pais que agridam seus filhos, que cria conselhos tutelares, que concede direitos iguais a todos, que defende a vida na infância oferecendo atendimento pré-natal, vacinas, pediatras, etc.?
    Se estes cuidados não alcançam à todos, principalmente pela vilania dos políticos que desviam verbas e estampam as capas de revistas, os noticiários, as manchetes com cada vez maior desfaçatez ao alegarem-se inocentes que nada viram, nada fizeram, nada sabem, cabe aos defensores de padrões morais melhores que não os elejam mais em troca de favores pessoais ou para satisfazer ideologias falidas, mas não que não se tenha o entendimento do que seja o certo e o errado, existe, o que faltam são pessoas preferindo VERDADEIRAMENTE o certo, comprovando com seus atos o que cobram dos outros pelos lábios.
    .
    O mesmo eu te digo homem! Estamos no século 21! E tu, em qual século paraste?
    .
    Exatamente estas barbáries precisarão desaparecer da face da Terra para que o mundo seja um lugar melhor para se viver. O governo das armas, da exploração do fraco pelo forte, da riqueza criada e mantida a custo da miséria dos semelhantes, da corrupção de políticos e funcionários públicos, as distorções de valores que são vendidos pela mídia como o éden a ser perseguido com todas as forças, a fama, o dinheiro, o poder, a sensualidade, a degradação moral travestida de sucesso e vitória no campeonato da insensatez, todas estas mazelas convivem à par com ingentes progressos científicos que descortinam horizontes cada vez mais promissores para a medicina, para a genética, para a astronomia, para a descoberta de novos materiais, energias limpas que não poluam, para o comércio mais justo entre as nações, enfim Extoffo, o mundo está em convulsão, o velho choca-se com o novo, a humanidade estertora em meio as lutas do armagedon, e a EVOLUÇÃO do planeta inteiro se faz necessária, inevitável, e promissora.
    .
    O tal “ranco autoritário” está na “raiz” do atraso da velha geração que deseja que tudo fique do jeito que está, e não no Espiritismo.
    .
    Com que tu te alinhas, Extoffo? Quais são os teus ideais?

  145. Contra o Chiquismo. Diz:

    Completando acima:

    “Quando uma pessoa cai, a humanidade inteira cai com ela”

    Quando o Fernandinho Beira MAr, Collor, NArdoni e outros desse naipe caem, eu me levanto pra soltar FOGOS!

    “observando as orientações trazidas por mensageiros celestes”

    André Luiz por exemplo? O cara nem celeste é,se existisse taria no ‘nosso lar’ que nem é considerado pelos ‘espiritas’ como um lugar evoluído! Quanto mais o céu!

    Ei Biaseto, não te esqueças das Faveladas do Orkut, as put*** que CX alimentou com a caridade e que hoje nos fazem o bem! Valorize o produto made in Brazil.

  146. Biasetto Diz:

    Scur,
    Tanto me entristece ver a “decadência humana”, a pobreza, a miséria, a dependência química, o alcoolismo … que acho que Deus não existe, porque se ele criou ou permite tudo isto, ele não é bom.
    O resto que você disse aí, é papo de pastor, tô fora!

  147. Antonio G. - POA Diz:

    Pois é, Toffo. A manipulação da mente humana é uma realidade que tem por base os interesses políticos e econômicos. No final, tudo tem a ver com poder e dinheiro. Veja a questão do CFC e seus efeitos sobre a atmosfera terrestre. Não sou de citar muita bibliografia, mas acho no mínimo interessante tomar conhecimento do que diz o Professor Luís Carlos Molion, cientista formado em Física pela USP com Doutorado nos EUA , Pós-Doutorado na Inglaterra e 25 anos na direção do INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) sobre o derretimento das geleiras, o efeito estufa, etc. Ele esclarece muito sobre a questão do (neo)colonialismo econômico imposto pelos países mais ricos (Inglaterra, França, Alemanha e, especialmente, claro, o “Tio Sam”) aos países mais pobres. Por trás de tudo, afirma ele, estão os “royalties” das tecnologias sucessoras ao CFC, o HFC. E logo virá o sucessor do sucessor. E assim por diante.
    Muito interessante. É lógico.
    Para quem se interessar, é só procurar no google. Tem uma ótima entrevista no Youtube.

  148. Biasetto Diz:

    Contra o Chiquismo, me passa um email, indicando o link.
    Tô aguardando.

  149. Biasetto Diz:

    E pra resolver os problemas que você indicou Scur, a solução foi comentada aqui: educação, cidadania e trabalho. “Bla, bla, bla religioso” especialmente no seu estilo, não resolve, às vezes maqueia o problema, disfarça, mas não resolve nada.

  150. Biasetto Diz:

    Antonio,
    Você viu esta entrevista?
    http://www.youtube.com/watch?v=winWWplmyMk

  151. Biasetto Diz:

    Na Veja de 20 de junho, tem uma entrevista com o jornalista inglês James Delingpole, bem interessante também.

  152. Biasetto Diz:

    Olha aí Antonio, o professor que você citou, no Canal Livre da Band
    http://www.youtube.com/watch?v=M2d5JnRwAN4

  153. Biasetto Diz:

    Scur,
    A Gisele Bündchen é uma das modelos mais famosas, mais belas e mais ricas da História. Em síntese, ela ganhou e ganha dinheiro, admiração e até respeito, “vendendo o corpo”, sua beleza. Ela está errada?
    Aí você vai falar sobre a jovenzinha que se prostitui nas esquinas da tristeza noturna, por qualquer merreca. É lamentável isto, com certeza. Mas o que eu vejo nisso, é uma questão de natureza social, cultural e, principalmente, econômica. A solução? Pense com calma e você saberá qual.

  154. Antonio G. - POA Diz:

    Biasetto, eu não tinha visto esta entrevista do Jô com o Prof. Felício. Assisti agora, e achei muitíssimo interessante. Ele é bem sintonizado com aquele outro, o Prof. Molion, que eu referi no meu post anterior. Recomendo a todos que vejam. Para mim, o que eles dizem faz total sentido.

  155. Antonio G. - POA Diz:

    Aliás, Biasetto, não derrubar uma árvore porque o desmatamento é responsável pelo “efeito estufa”, é uma razão equivocada para preservar a natureza. Tão equivocado quanto ser uma pessoa decente para evitar consequências cármicas dolorosas, não acha? Isso não é decência. É barganha.
    Em outras palavras: Alguns só deixam de agredir a natureza e de cometer “pecados” porque têm medo. Se não fosse por isso, sabe-se lá o que fariam.

  156. Roberto Diz:

    Tonigui,
    .
    Tu fala isso porque não vê nenhuma compensação em agir no bem.
    .
    Ela será decente não para evitar consequências cármicas, mas porque NÃO DESEJA ser indecente, quer ser DECENTE porque considera muito gratificante agir assim.
    .
    A pessoa não agredirá a natureza, usando o teu exemplo, porque aprendeu a AMAR a natureza e fará o que estiver ao seu alcançe para melhorar o ambiente em que vive convivendo de forma simbiótica com o meio ambiente e não predatória.
    .
    Há uma aspecto muito evidenciado na conduta de vocês, pelo que eu percebi até hoje. Me refiro a ti e ao Biasetto. Vocês tem muito MEDO de precisarem colher os frutos cultivados pelos atos infelizes, e se rebelam com qualquer ajuste de contas, qualquer cobrança os apavora.
    .
    O livre arbítrio é uma glória. Faça o que te for lícito mas saiba que nem tudo o que tiveres vontade irrefreável de fazer lhe será conveniente.
    É lícito matar, roubar, estuprar, corromper, violentar a castidade, violentar o altar do teu próprio corpo, ser parasita social, ser o que tu quiseres – É LÍCITO, assim como é lícito ao leão matar a gazela, ao vírus invadir o organismo, à árvore ser derrubada para aqueçer o lume de uma família, o vaca ser morta para alimentar o humano, o sapo comer o mosquito, o mosquito espalhar a doença, o coral alimentar os peixes, numa cadeia imensa que compõe a “escada de Jacó” da evolução do Principio Espiritual que passou pelo mineral, vegetal, animal até chegar o hominal em busca do angelical.
    É lícito, porém, quando adquirir a sua individualidade espiritual e eterna (hominal) tomando posse do seu livre arbítrio, aí passará a ser RESPONSÁVEL por suas escolhas como mecanismo impulsionador do seu progresso, lento mas determinístico rumo ao arcanjo.
    .
    Se tu não te interessa pelas consequências, se se entrega às paixões usando de egoísmo e a indiferença para com os outros, para com a natureza e consigo próprio, ok, muito que bem, toca o barco pois mais adiante terás ocasião de refletir sobre tuas escolhas feitas LIVREMENTE, sem imposições, e talvez colherás ou frutos amargos ou benfazejas alegrias de acordo com tua plantação.
    .
    Faça o que quiser, mas com RESPONSABILIDADE, não imputa as consequências do que TE COMPETE e que tu escolhestes LIVREMENTE para outros, para o governo, para os pais, para a sociedade, para o vizinho, para Deus, para as religiões, para o acaso, para a “fraqueza da carne”, para a matéria, ou para qualquer ente, filosofia ou instituição que melhor caiba na intenção de fuga das consequêcias dos teus próprios atos, ou seja, fuga de mesmo.

  157. Contra o Chiquismo. Diz:

    Nossa, lavaram mesmo o cérebro do sCUr! Não tem mais jeito. Só resta arrumar um emprego pra ele pois os seres humanos estão todos condenados! Ae sCUr baio veio, um emprego pra vc:

    http://doctorvictor.files.wordpress.com/2010/11/hipopotamo-higienico.jpg?w=600&h=450

  158. Antonio G. - POA Diz:

    Scur, tu estás invertendo tudo! É o religioso que age de acordo com a sua temência a Deus e ao seu divino julgamento. O cético age apenas de acordo com sua consciência, sem necessidade de tutela sobrenatural.
    São os crentes que têm medo. Eu, por exemplo, não tenho medo de nada que não seja real, já disse isto inúmeras vezes. Me interesso, sim, pelas consequências de cada ato que pratico. Mas as consequências que me interessam são as consequências práticas, humanitárias, éticas. Não são as supostas consequências cármicas.
    Livre arbítrio é uma falácia. Não existe isto. Pensei que você já tivesse entendido.
    Reitero que temer a Deus e seu aparato é um péssimo motivo para ser bom. É ser decente pelo motivo errado. Mas ainda é melhor do que ser mau, reconheço.

  159. Marciano Diz:

    Nossa, o bicho pegou enquanto eu estava na lida. Tô a quase quarenta horas sem dormir, acho que hoje tô fora.

  160. Biasetto Diz:

    Só o Presente é Verdadeiro e Real
    Um ponto importante da sabedoria de vida consiste na proporção correcta com a qual dedicamos a nossa atenção em parte ao presente, em parte ao futuro, para que um não estrague o outro. Muitos vivem em demasia no presente: são os levianos; outros vivem em demasia no futuro: são os medrosos e os preocupados. É raro alguém manter com exactidão a justa medida. Aqueles que, por intermédio de esforços e esperanças, vivem apenas no futuro e olham sempre para a frente, indo impacientes ao encontro das coisas que hão-de vir, como se estas fossem portadoras da felicidade verdadeira, deixando entrementes de observar e desfrutar o presente, são, apesar dos seus ares petualentes, comparáveis àqueles asnos da Itália, cujos passos são apressados por um feixe de feno que, preso por um bastão, pende diante da sua cabeça. Desse modo, os asnos vêem sempre o feixe de feno bem próximo, diante de si, e esperam sempre alcançá-lo.
    Tais indivíduos enganam-se a si mesmos em relação a toda a sua existência, na medida em que vivem ad interim [interinamente], até morrer. Portanto, em vez de estarmos sempre e exclusivamente ocupados com planos e cuidados para o futuro, ou de nos entregarmos à nostalgia do passado, nunca nos deveríamos esquecer de que só o presente é real e certo; o futuro, ao contrário, apresenta-se quase sempre diverso daquilo que pensávamos.
    O passado também era diferente, de modo que, no todo, ambos têm menor importância do que parecem. Pois a distância, que diminui os objectos para o olho, engrandece-os para o pensamento. Só o presente é verdadeiro e real; ele é o tempo realmente preenchido e é nele que repousa exclusivamente a nossa existência. Dessa forma, deveríamos sempre dedicar-lhe uma acolhida jovial e fruir com consciência cada hora suportável e livre de contrariedades ou dores, ou seja, não a turvar com feições carrancudas acerca de esperanças malogradas no passado ou com ansiedades pelo futuro. Pois é inteiramente insensato repelir uma boa hora presente, ou estragá-la de propósito, por conta de desgostos do passado ou ansiedades em relação ao porvir.

    Arthur Schopenhauer, in ‘Aforismos para a Sabedoria de Vida’

  161. Biasetto Diz:

    Contra o Chiquismo,
    Legal o emprego que você arranjou pro Scur, muito seguro, com certeza.

  162. Biasetto Diz:

    Boa e Má Literatura
    O que acontece na literatura não é diferente do que acontece na vida: para onde quer que se volte, depara-se imediatamente com a incorrigível plebe da humanidade, que se encontra por toda a parte em legiões, preenchendo todos os espaços e sujando tudo, como as moscas no verão.
    Eis a razão do número incalculável de livros maus, essa erva daninha da literatura que tudo invade, que tira o alimento do trigo e o sufoca. De facto, eles arrancam tempo, dinheiro e atenção do público – coisas que, por direito, pertencem aos bons livros e aos seus nobres fins – e são escritos com a única intenção de proporcionar algum lucro ou emprego. Portanto, não são apenas inúteis, mas também positivamente prejudiciais. Nove décimos de toda a nossa literatura actual não possui outro objectivo senão o de extrair alguns táleres do bolso do público: para isso, autores, editores e recenseadores conjuraram firmemente.
    Um golpe astuto e maldoso, porém notável, é o que teve êxito junto aos literatos, aos escrevinhadores que buscam o pão de cada dia e aos polígrafos de pouca conta, contra o bom gosto e a verdadeira educação da época, uma vez que eles conseguiram dominar todo o mundo elegante, para adestrá-lo a ler a tempo, ou seja, fazendo com que todos leiam sempre a mesma coisa, isto é, a última novidade, de modo que no seu círculo de relações eles possam ter matéria de conversação: a esse fim servem os maus romances e as produções semelhantes de penas algum dia renomadas, como as de Spindler, Bulwer, Eugênio Sue e outros, que eram lidos no passado. Mas o que pode ser mais miserável do que o destino de tal público das belas-letras, que se vê obrigado a ler perpetuamente as escrevinhações mais recentes de cabeças tão comuns, cabeças que escrevem apenas por dinheiro, e por isso as suas produções encontram-se sempre em grande quantidade, enquanto das obras dos espíritos raros e superiores de todos os tempos e países, esse público conhece somente o nome! De modo particular, a imprensa quotidiana das belas-letras é um meio engenhado com astúcia para roubar do público que se interessa por estética o tempo que ele deveria dedicar às produções autênticas do género, em prol da própria educação, e para fazer com que esse tempo seja dedicado às obras malfeitas das cabeças banais.
    Como as pessoas lêem sempre apenas as novidades em vez das melhores obras de todos os tempos, os escritores permanecem no âmbito restrito das idéias circulantes, e a época afunda-se cada vez mais na sua própria mediocridade.
    Por isso, no que concerne à nossa leitura, a arte de não ler é de máxima importância. Ela consiste no facto de não se assumir a responsabilidade por aquilo a que todo o instante ocupa imediatamente a maioria do público, como panfletos políticos e literários, romances, poesias e similares, que são rumorosos justamente naquele determinado momento, e chegam até a atingir várias edições no seu primeiro e último ano de vida. É preferível então pensar que quem escreve para loucos encontra sempre um grande público, e que o escasso tempo destinado à leitura deve ser exclusivamente dedicado às obras dos maiores espíritos de todos os tempos e de todos os povos, que sobressaem em relação ao restante da humanidade e que são assim designados pela voz da glória. Apenas estes instruem e ensinam realmente.
    Nunca se chegará a ler um número muito reduzido de obras más nem obras boas com muita frequência. Livros maus são um veneno intelectual: estragam o espírito. A condição para ler obras boas é não ler obras más, pois a vida é breve, e o tempo e as forças são limitados.

    Arthur Schopenhauer, in ‘Da Leitura e dos Livros’

  163. Contra o Chiquismo. Diz:

    Viu Biaseto, não sou tão ruim quanto o sCUr pensa, se ele quiser uma vaga é só falar. Emprego mole desses…

  164. Contra o Chiquismo. Diz:

    sCUr , se vc não gostou do 1º emprego tenho vaga aqui na construção civil:

    http://2.bp.blogspot.com/-k4ghtEXnJP4/TgSnCaCWaOI/AAAAAAAAB18/4vgregOh2U0/s1600/20110622_emprego-mais-perigoso_rep.jpg

  165. Contra o Chiquismo. Diz:

    Ah, sCUr , tb tenho vaga em um pet shop:

    http://4.bp.blogspot.com/-MWMM_FUy59A/TbRuIbNzRKI/AAAAAAAAFss/OVpaB2K0eXY/s1600/emprego_perigoso.jpg

  166. Roberto Diz:

    Ô do Contra!
    Não tinha visto as ofertas de emprego pois pensei que eram bagaceirices da tua mente pura. Aquela dos ama-secas de jacaré é engraçada.
    Tu estás numa fixação estranha por mim figura! Acho que tu tens que te assumir velho; vai ser melhor para ti! Aí tu procura alguém aí no Rio que tenha as mesmas inclinações que tu de ficar correndo atras de homem.

  167. Marciano Diz:

    Não é jacaré, é hipopótamo.

  168. Contra o Chiquismo. Diz:

    “procura alguém aí no Rio que tenha as mesmas inclinações que tu de ficar correndo atras de homem.”

    André Luiz , não aconselha

    CX fazia escondido

    Emmanuel desaprova

    Divaldo O-De-iaaaaaaa!!!

    Tem vaga pra faxineiro no Centro ‘espirita’ de Pelotas. Abaixo:

    http://1.bp.blogspot.com/_lceQgHI0whM/SS2Wt_COSqI/AAAAAAAAAC8/Q4jKMEJE8Jc/s320/pelotas+9.JPG

    Se A Luiz foi faxineiro de hospital sendo médico no Vosso Lar, vc sendo ‘espirita’ pode ser faxineiro aí em Pelotas no centro ‘espirita’. Quem sabe quando vc for pro outro lado da vida, se for pro Vosso lar, pode faxinar o ministério da comunicação. Ióóóóóóóo´,ió, ió

  169. Biasetto Diz:

    Contra o Chiquismo,
    O Scur gosta daqueles primeiros cristãos que morriam devorados pelas feras no Coliseu.
    Será que não tem algum emprego pra ele cuidar de leão não?

  170. Biasetto Diz:

    Liga espírita pelotense, kakakakakakakakakakakaka …
    Putz !!!
    Scurzório, este Contra o Chiquismo é bem divertido, rs …
    “Vosso Lar” … rs … rs … rs …
    Muito bom, hehehê!

  171. Roberto Diz:

    A GRANDE TRANSIÇÃO
    .
    Opera-se, na Terra, neste largo período, a grande transição anunciada pelas Escrituras e confirmada pelo Espiritismo.
    .
    O planeta sofrido experimenta convulsões especiais, tanto na sua estrutura física e atmosférica, ajustando as suas diversas camadas tectônicas, quanto na sua constituição moral.
    .
    Isto porque, os espíritos que o habitam, ainda caminhando em faixas de inferioridade, estão sendo substituídos por outros mais elevados que o impulsionarão pelas trilhas do progresso moral, dando lugar a uma era nova de paz e de felicidade.
    .
    Os espíritos renitentes na perversidade, nos desmandos, na sensualidade e vileza, estão sendo recambiados lentamente para mundos inferiores onde enfrentarão as conseqüências dos seus atos ignóbeis, assim renovando-se e predispondo-se ao retorno planetário, quando recuperados e decididos ao cumprimento das leis de amor.
    .
    Por outro lado, aqueles que permaneceram nas regiões inferiores estão sendo trazidos à reencarnação de modo a desfrutarem da oportunidade de trabalho e de aprendizado, modificando os hábitos infelizes a que se têm submetido, podendo avançar sob a governança de Deus.
    .
    Caso se oponham às exigências da evolução, também sofrerão um tipo de expurgo temporário para regiões primárias entre as raças atrasadas, tendo o ensejo de ser úteis e de sofrer os efeitos danosos da sua rebeldia.
    .
    Concomitantemente, espíritos nobres que conseguiram superar os impedimentos que os retinham na retaguarda, estarão chegando, a fim de promoverem o bem e alargarem os horizontes da felicidade humana, trabalhando infatigavelmente na reconstrução da sociedade, então fiel aos desígnios divinos.
    .
    Da mesma forma, missionários do amor e da caridade, 
    procedentes de outras Esferas estarão revestindo-se da indumentária carnal, para tornar essa fase de luta iluminativa mais amena, proporcionando condições dignificantes, que estimulem ao avanço e à felicidade.
    .
    Não serão apenas os cataclismos físicos que sacudirão o planeta, como resultado da lei de destruição, geradora desses fenômenos, como ocorre com o outono que derruba a folhagem das árvores, a fim de que possam enfrentar a invernia rigorosa, renascendo exuberantes com a chegada da primavera, mas também os de natureza moral, social e humana que assinalarão os dias tormentosos, que já se vivem.
    .
    Os combates apresentam-se individuais e coletivos, ameaçando de destruição a vida com hecatombes inimagináveis. A loucura, decorrente do materialismo dos indivíduos, atira-os nos abismos da violência e da insensatez, ampliando o campo do desespero que se alarga em todas as direções.
    .
    Esfacelam-se os lares, desorganizam-se os relacionamentos afetivos, desestruturam-se as instituições, as oficinas de trabalho convertem-se em áreas de competição desleal, as ruas do mundo transformam-se em campos de lutas perversas, levando de roldão os sentimentos de solidariedade e de respeito, de amor e de caridade…
    .
    A turbulência vence a paz, o conflito domina o amor, a luta desigual substitui a fraternidade.
    .

    …Mas essas ocorrências são apenas
    o começo da grande transição.

    .
    A fatalidade da existência humana é a conquista do amor que proporciona plenitude. Há, em toda parte, uma destinação inevitável, que expressa a ordem universal e a presença de uma Consciência Cósmica atuante.
    .
    A rebeldia que predomina no comportamento humano elegeu a violência como instrumento para conseguir o prazer que lhe não chega da maneira espontânea, gerando lamentáveis conseqüências, que se avolumam em desaires contínuos. 
    .
    É inevitável a colheita da sementeira por aquele que a fez, tornando-se rico de grãos abençoados ou de espículos venenosos. Como as leis da vida não podem ser derrogadas, toda objeção que se lhes faz converte-se em aflição, impedindo a conquista do bem-estar.
    .
    Da mesma forma, como o progresso é inevitável, o que não seja conquistado através do dever, sê-lo-á pelos impositivos estruturais de que o mesmo se constitui. A melhor maneira, portanto, de compartilhar conscientemente da grande transição é através da consciência de responsabilidade pessoal, realizando as mudanças íntimas que se tornem próprias para a harmonia do conjunto.
    .
    Nenhuma conquista exterior será lograda se não proceder das paisagens íntimas, nas quais estão instalados os hábitos. Esses, de natureza perniciosa, devem ser substituídos por aqueles que são saudáveis, portanto, propiciatórios de bem-estar e de harmonia emocional.
    .
    Na mente está a chave para que seja operada a grande mudança. Quando se tem domínio sobre ela, os pensamentos podem ser canalizados em sentido edificante, dando lugar a palavras corretas e a atos dignos.
    .
    O indivíduo, que se renova moralmente, contribui de forma segura para as alterações que se vêm operando no planeta. Não é necessário que o turbilhão dos sofrimentos gerais o sensibilize, a fim de que possa contribuir eficazmente com os espíritos que operam em favor da grande transição.
    .
    Dispondo das ferramentas morais do enobrecimento, torna-se cooperador eficiente, em razão de trabalhar junto ao seu próximo pela mudança de convicção em torno dos objetivos existenciais, ao tempo em que se transforma num exemplo de alegria e de felicidade para todos.
    .
    O bem fascina todos aqueles que o observam e atrai quantos se encontram distantes da sua ação, o mesmo ocorrendo com a alegria e a saúde. São eles que proporcionam o maior contágio de que se tem notícia e não as manifestações aberrantes e afligentes que parecem arrastar as multidões.
    .

    Como escasseiam os exemplos de júbilo, multiplicam-se os de desespero, logo ultrapassados pelos programas de sensibilização emocional para a plenitude. A grande transição prossegue, e porque se faz necessária, a única alternativa é examinar-lhe a maneira como se apresenta e cooperar para que as sombras que se adensam no mundo sejam diminuídas pelo Sol da imortalidade.
    .
    Nenhum receio deve ser cultivado, porque, mesmo que ocorra a morte, esse fenômeno natural é veículo da vida que se manifestará em outra dimensão. A vida sempre responde conforme as indagações morais que lhe são dirigidas.
    .
    As aguardadas mudanças que se vêm operando trazem uma ainda não valorizada contribuição, que é a erradicação do sofrimento das paisagens espirituais da Terra. Enquanto viceje o mal, no mundo, o ser humano torna-se-lhe a vítima preferida, em face do egoísmo em que se estorcega, apenas por eleição especial.
    .
    A dor momentânea que o fere, convida-o, por outro lado, à observância das necessidades imperiosas de seguir a correnteza do amor no rumo do oceano da paz. Logo passado o período de aflição, chegará o da harmonia. Até lá, que todos os investimentos sejam de bondade e de ternura, de abnegação e de irrestrita confiança em Deus.
    .
    .
    .

    Joanna de Ângelis.
    (Página psicografada pelo médium Divaldo Pereira Franco,
    no dia 30 de julho de 2006, no Rio de Janeiro, RJ).
    .

    Fonte
    Apresentação em PowerPoint recebida por e-mail.
    arquivo .ppt by Ana Spränger – Rio de Janeiro, outubro de 2006.

  172. Marciano Diz:

    Scur, responda com sinceridade, por favor, não fique em cima do muro, com evasivas. Onde você vê nessa nova ordem das coisas? Acha que vai ser expurgado para outro planeta, vai ficar aqui, na fase do planeta de regeneração, ou, ainda, outra alternativa?

  173. Marciano Diz:

    Eu quis perguntar “onde você se vê…”.

  174. Roberto Diz:

    Não sei!
    Eu acho que deveria fazer muito mais do que eu faço para ser uma pessoa melhor.

  175. Marciano Diz:

    Valeu, Scur. Não me decepcionou. Foi honesto. Parabéns!

  176. Ninguém Diz:

    Cuidado amigos! Por muito menos nosso colega AL passou 8 anos no Umbral. Ainda é tempo.

  177. Biasetto Diz:

    Scur,
    Que monte de porcarias o Divaldo escreveu, e você teve a coragem de reproduzi-las aqui.
    “Ninguém”, agora você fez uso daquilo que sempre houve e ainda há de mais covarde, maldoso e absurdo nas religiões: a ameaça da punição, do castigo, da ira divina.
    Isto aí, funciona mais ou menos, quando um pai é incompetente pra educar um filho, através do amor, do exemplo, do perdão, do carinho, da firmeza (mas sem exageros), então ameaça o filho com castigos, cintadas, perdas …
    “Ninguém”, pega o Scur, dá as mãos pra ele, e vão passear no bosque, antes que o lobo venha.
    Faz este favor, faz?

  178. Contra o Chiquismo. Diz:

    Biaseto, tem outro emprego bom pra ele. Maqueiro do Vosso lar. Agora, espírito não volita? Não atravessa paredes? Pra que porra de maca e portão de pedra lá colônia do A luiz? Ae Biaseto, dá uma olhada pra onde o sCUr vai trabalhar de maqueiro…

    http://1.bp.blogspot.com/_6sahCIOgl_k/TIFjFRiAbjI/AAAAAAAADzY/2FDE0tHdIoA/s1600/nossolar_3.jpg

    putz e eu já acreditei nessa miséria!

  179. Biasetto Diz:

    Boa, Contra o Chiquismo. Faz um grande favor, arranja um emprego pra este tal de “Ninguém”, que veio com um papinho forjado, de que é “bom rezarmos”, “que um espírito contou 5 vezes pra ele, como é o lado de lá”, agora venho com a ameaça da punição pros “impuros”, assim como nós.
    Arranja aí vai, arranja um emprego pra este amiguinho do Scur, outro zé mané, com este papo de acreditar nos plágios do Divaldório Babão e o Chiquinho Esponja.

  180. Contra o Chiquismo. Diz:

    Ah Biseto, já ia me esquecendo como posso oferecer um emprego desses no Vosso lar ao sCUr? Antes de ir pra lá, ele vai ter de dar uma passadinha no ‘umbral’…

    Ae sCUr, olha o que te espera…

    http://1.bp.blogspot.com/-EvlidmTE4ic/TWWvGaWYegI/AAAAAAAAAi0/g9D3TMvnGzo/s1600/presskit+umbral.JPG

    ‘A luiz’ 100 vezes mais ‘evoluído’ que o pelotense não escapou, o sCUr não vai ao menos dar uma rastejadinha na lama ‘umbralina?

  181. Biasetto Diz:

    * agora VEIO

  182. Biasetto Diz:

    Contra o Chiquismo, você vai me matar de tanto rir aqui …
    Pára com isto amigo, por favor !!!
    Ah! não, o Scur não vai passar por isso não, ele é puro, acredita nas historinhas de faz-de-conta, nós é que tamos ferrados, o Scurzório com o Zé Ninguém vão pra Universidade das Cinco Torres, ops … “Nosso Lar”.

  183. Contra o Chiquismo. Diz:

    Ei Biaseto a lama do ‘umbral’ é medicinal!

    pode reparar que no Vosso lar tem umas plantações e eu já arrumei uma pro sCUr cuidar, além de maqueiro, nas horas vagas vai cuidar da plantação de mandioca! Senão trabalhar, não paga o barraco lá e volta pro ‘umbral! abaixo, sCUr trabalhando e as plantas que vai cuidar:
    http://caninablog.files.wordpress.com/2010/09/nosso-lar-caes-1.jpg

  184. Contra o Chiquismo. Diz:

    Já que ele não quis aqui na Terra cuidar dos jacarés,nem dos hipos, vai cuidar dos táxis-de-pulgas por lá. Abaixo o totó vira latas albino que o sCUr vai ter de escovar a alimentar:

    http://caninablog.files.wordpress.com/2010/09/nosso-lar-caes-1.jpg

  185. Marciano Diz:

    Ninguém, dê uma olhada no que eu escrevi no post mais novo do blog, o da médium loirinha gostosa.
    Vai ver o medo que eu tenho do umbral.
    Você também, Biasetto. Veja o medo que eu tenho de espíritos.

  186. Marciano Diz:

    Se eu não aparecer mais no blog, podem acreditar em espíritos, significa que eu fui castigado, me dei mal.

  187. Roberto Diz:

    Biasetto, não foi o Divaldo quem escreveu, foi Joanna de Angelis.
    Segue rindo então, é isso aí.

  188. Contra o Chiquismo. Diz:

    “não foi o Divaldo quem escreveu, foi Joanna de Angelis”

    Como? Materializou-se pra escrever?

  189. Biasetto Diz:

    Scur,
    Agora estou rindo mais ainda.
    A não ser que Joanna de Angelis seja o nome artístico dele.
    Quem sabe?

  190. Roberto Diz:

    Ô Do Contra,
    Se estudar um pouco sobre mediunidade não precisará perguntar para mim.

  191. Contra o Chiquismo. Diz:

    sCUr Sim ou Não:

    Vc é médium?

    ( ) Sim

    ( ) Não

  192. Roberto Diz:

    Ô Do Contra,
    Se tu estudasse um tiquinho de nada não me perguntaria isso também.
    Tu és um rebelde sem causa! É contra e nem sabe contra o que tu és.
    Todo reencarnado é médium; existem vários tipos de mediunidade, portanto SIM, tu és um médium que acata as sugestões de espíritos zombeteiros que te hipnotizam impedindo-te de falar coisas sérias, de discernir e raciocinar sobre as tolices que tu fala.
    Se tu é, também eu sou, não acha razoável isso?

  193. Roberto Diz:

    Alias, porque tu não procuras um centro espirita para trabalhar esta tua mediunidade criatura?

  194. Contra o Chiquismo. Diz:

    sCUr , com certeza eu não sou ‘medium’.

  195. Contra o Chiquismo. Diz:

    sCUr , vá alimentar bambi no zoo da tua terra Pelotas!

    http://discoverybrasil.uol.com.br/dni-media/photogallery-tool/mu-32/media-35883-131366.jpg

  196. Contra o Chiquismo. Diz:

    Ae Biaseto, se o sCUr quiser trabalhar na terra, tenho outro trabalho pra ele: coçador de macacos.
    http://oglobo.globo.com/in/2938404-8a6-1d2/FT500A/Tratador-do-Zoologico-de-Niteroi-se-despede-do-macaco.-Foto-de-Gabriel-de-Paiva-Agencia-O-Globo.jpg

    Mas ele não escapará de dar uma rastejadinha na lama umbralina!
    http://1.bp.blogspot.com/-EvlidmTE4ic/TWWvGaWYegI/AAAAAAAAAi0/g9D3TMvnGzo/s1600/presskit+umbral.JPG

  197. Vitor Diz:

    Pessoal, vetei a participação do Scur para sempre devido ás suas mentiras, peço para não mais se referirem a ele, porque ele não vai poder responder.

  198. Contra o Chiquismo. Diz:

    Ihhh sCUr, virei ‘médium’ agorinha mesmo e recebi uma mensagem do A luiz pra vc:

    “Bagual cavalo véio, não rastejarás na lama umbralina como eu se varreres regularmente as dependências da Liga espírita Pelotense. Lá dentro se te tornares um bom varredor, terás acesso a sala que tem um portal pra colônia Vosso lar e poderás ver o que te espera aqui. Vez em quando o aeróbus passa aí na terra e confundes com OVNI. Cuidado pra não ser atropelado por ele. Abraço bagual! A luiz que nunca existiu.”

    Viu sCUr, corre com a vassoura e varre lá!
    http://1.bp.blogspot.com/_lceQgHI0whM/SS2Wt_COSqI/AAAAAAAAAC8/Q4jKMEJE8Jc/s320/pelotas+9.JPG

  199. Contra o Chiquismo. Diz:

    Que pena, agora que tava ficando divertido…
    Mas mesmo assim corre o risco dele poder entrar como fake, vitor?

  200. Vitor Diz:

    Não, qualquer participante novo precisa passar pela moderação.

  201. Contra o Chiquismo. Diz:

    Então agora podemos debater seriamente. Com o Scur só na base da ironia mesmo.

  202. Marciano Diz:

    Vitor, o Scur é o lado divertido do blog. Você já permitiu outros mentirosos.

  203. Vitor Diz:

    Marciano,
    no caso do Scur, é mais ou menos o mesmo que se divertir às custas de alguém que sofre de síndrome de down. Cruel.
    .
    E os outros mentirosos se mancaram e foram embora.

  204. Contra o Chiquismo. Diz:

    Chato que não consegui nenhum emprego que se encaixasse no perfil do sCUr. Agora ele vai ter que pedir cesta básica nos centros e viver da caridade.

  205. Gilberto Diz:

    Luiz Signates e Ângela Moraes, querem uma interação mais comunicativa? Eis aqui uma:
    .
    Não li e não gostei!!!!!
    .
    O inglês é bem ruinzinho, mas ninguém vai ler mesmo!!!!!
    .
    (Brincadeirinha! Um abraço, e parabéns pela iniciativa. (BEEEEM tendenciosa, mas com uma “carinha” científica tão fofa… (mas o inglês é ruim mesmo (verdade (acho (onde se coloca o ponto? (me perdi…)))))).

  206. Sharp Random Diz:

    É o coroamento da persistência e um estímulo a mais para comentar.

    Parabéns a todos os envolvidos.

  207. Signates Diz:

    Olá, amigos.

    Achei muito interessantes os comentários de vocês, sobre o nosso artigo.

    Gostaria, apenas, de pontuar duas coisas, que me parece importante esclarecer: primeiro, o artigo não é espírita, nem tem qualquer finalidade doutrinária ou militante; e, segundo, ao contrário do que se percebe pelo título deste link, não se inscreve no campo da sociologia, e sim no da comunicação, a partir da especificidade da linguística (daí porque utiliza o método da análise conversacional).

    Quanto às referências à minha pessoa, talvez seja relevante esclarecer que não mais milito no espiritismo há cerca de uma década, mas mantenho esse grupo social como um interessante objeto de estudo, numa das linhas de pesquisa à qual me dedico nas Universidades onde trabalho (sou docente do PPG em Comunicação da Universidade Federal de Goiás, onde estudo comunicação e religiosidade; e contribuo com o PPG em Ciências da Religião da PUC-GO, onde, juntamente com a Profa. Ângela, buscamos constituir uma linha de pesquisas em estudos do espiritismo).

    Apesar desse distanciamento, meus artigos militantes ainda permanecem na internet, como a relação que tive com o GEAE e outros grupos. Atualmente, apenas um dos agrupamentos espíritas existentes no Brasil ainda me convida, vez por outra, para dialogar sobre as preocupações comunicacionais do espiritismo: a Cepa-Brasil. E, sempre que posso, atendo-os com enorme prazer.

    Bem, é isso. Obrigado pelos comentários.

    Abraço grande

    Luiz Signates

Deixe seu comentário

Entradas (RSS)