Arquivo agosto, 2015

Discussão do caso de EQM do paciente com a mão atrofiada

segunda-feira, agosto 31st, 2015

Este caso de EQM é talvez o mais forte já obtido em um estudo prospectivo, recendo 20 pontos de um total possível de 32. A enfermeira Penny Sartori divulgou o caso em duas revistas – na Christian Parapsychologist (2004) e no Journal of Near Death Studies (2006) – e em sua tese de Ph.D. (2008). Uma discussão foi iniciada com Michael J. Rush em 2013 no Journal of Near Death Studies. Disponibilizo:

a) O artigo de Sartori (2006): link

b) O artigo crítico de Rush (2013a): link

c) A resposta de Sartori (2013b): link

d) A réplica de Rush (2013c): link

Todos os artigos estão formatados exatamente como foram publicados. Aqueles que desejarem os artigos originais em inglês para conferirem a tradução enviarei por email, bastando citar o email nos comentários.

Livro Gratuito: Reflexões sobre Raymond, uma apreciação e análise – por Walter Cook (1917)

sexta-feira, agosto 28th, 2015

Este livro é uma crítica por Walter Cook do caso mediúnico do filho de Sir Oliver Lodge, descrito no livro ‘Raymond’. A tradução é minha e de Vital Ferreira. Não traduzi os poemas do livro para que não perdessem a rima, e fiquei com alguma dúvida quanto à melhor tradução da palavra ‘fencing’. Aceito sugestões. [Atualização: o termo "evasivas", recomendado pelo internauta Marciano, foi aceito como uma ótima tradução]. Para ler o livro traduzido, clique aqui. Para ler o original em inglês, clique aqui.

Evidências Neurocientíficas para uma Memória Extra-Cerebral – Parte 1

segunda-feira, agosto 3rd, 2015

Este artigo, do bioquímico britânico Donald R. Forsdyke, é um de uma série sobre as disparidades entre o tamanho do cérebro e o seu suposto conteúdo informacional, como visto em casos de síndrome de savant, microcefalia e hidrocefalia, e com especial referência para os pontos de vista da era vitoriana de Conan Doyle, Samuel Butler, e o associado de pesquisa de Darwin, George Romanes. Os artigos argumentam que, embora improvável, o âmbito das explicações não deve excluir o armazenamento de informação extracorpóreo. Para ler o 1º artigo, publicado na revista Biological Theory em julho de 2015, clique aqui.

Entradas (RSS)