Intercurso Espiritual, de James Hewat McKenzie (1917)

Apesar de o autor dar bons conselhos para qualquer um se prevenir contra a fraude em materializações, nitidamente ele não seguia o que ele próprio recomendava. O livro traz uma foto de materialização e uma ou outra “fotografia espírita”. Para ler o livro, clique aqui.

91 respostas a “Intercurso Espiritual, de James Hewat McKenzie (1917)”

  1. Gorducho Diz:

    Esse livro é ideal pra leitores (“internautas”, so to say) que eventualmente passem pelo Sítio QUERENDO passar a creditar em espiritismo…
     
     
    Não seria melhor um pouco de alimento, ou algo semelhante :?:

  2. Gorducho Diz:

    alguma substancia

    :?:

  3. Vitor Diz:

    Gorducho, o objetivo aqui não é fazer crentes do Espiritismo, mas deixar as pessoas críticas, alertas, tentando separar o joio do trigo. Material que dá base à crença espírita tem nas pesquisas de Stevenson e com a médium Piper e a Sra. Leonard, entre outros. Se tudo der certo futuramente mais material será assim ofertado.

  4. Gorducho Diz:

    Não falei o SEU objetivo…
    Puxa! Quanta dificuldade com intertretação de textos!
    A OBRA foi feita por indivíduo completamente crédulo – só ver o prefácio do próprio – QUE QUERIA obter provas de afterlife duma forma que atualizasse seu cristianismo.
    Então a obra é ótima pra quem tenha VONTADE semelhenta. Pra quem ESTEJA BUSCANDO acreditar no espiritismo.
    No caso não tem NENHUMA separação de joio: o cara é COMPLETAMENTE desejoso de CRER.

  5. Gorducho Diz:

    ============================================================
    tentando separar o joio do trigo
    ============================================================
    E no entanto ESTRANHAMENTE nem menciona os experimentos nacionais c/água fluidificada onde aí sim se vê genuina tentativa se separar joio de trigo…

  6. Vitor Diz:

    E o que você quis dizer com “um pouco de alimento”?
    .
    A separação do joio e do trigo eu mesmo fiz com as notas de rodapé que pus. Mas ele dá conselhos bons. Por exemplo:
    .
    Como é impossível mudar a ordem da natureza e criar os fenômenos por qualquer outro meio, é preciso ver se todos os alunos estão protegidos contra a fraude por precauções diligentes, que podem ser facilmente obtidas sem prejudicar o médium ou o fenômeno. Qualquer médium que se oponha a tais precauções razoáveis deve ser rejeitado ou as manifestações consideradas duvidosas em sua origem. Não há dúvida que imposturas foram e são oferecidas ao público como materializações genuínas, não apenas pelos incapazes de oferecer tais fenômenos, mas também pelos que indubitavelmente possuem o poder da materialização. Reconhecendo que a fraude ocorreu em sessões caóticas de materialização, o autor afirma que provavelmente 90% das acusações de fraude são falácias e, embora honestamente acreditadas pelos que as fizeram, um conhecimento mais completo das leis removeria muitos mal-entendidos. Essas manifestações estão cercadas de problemas complexos, porque as mentes dos experimentadores influenciam muito o médium, e somente os bem versados nas sutilezas do tema podem dar um veredito final sobre elas.
    .
    Crédulo ele é. Bastante. Mas ao menos reconhece o valor dos controles e os estimula.

  7. Vitor Diz:

    GORDUCHO DISSE: “E no entanto ESTRANHAMENTE nem menciona os experimentos nacionais c/água fluidificada onde aí sim se vê genuina tentativa se separar joio de trigo…”
    .
    Já disse, uma revista científica que aceite publicar tais pesquisas eu disponibilizo no blog. Como sempre fiz.

  8. Gorducho Diz:

    Ah! Essa obra cá é “científica”… entendi – desculpe :!:
     
    A morsela substancial…

  9. Vitor Diz:

    GORDUCHO DISSE: “Essa obra cá é “científica”… entendi – desculpe”
    .
    Se as pesquisas com as “águas fluidificadas” virarem livro eu posso disponibilizar também.

  10. Vinicius Diz:

    “. Qualquer médium que se oponha a tais precauções razoáveis deve ser rejeitado ou as manifestações consideradas duvidosas em sua origem”
     
    Os médiuns deixariam de existir nos “centros kardecistas”.
     
    Ah, sim rejeitam quando vão contra a direção da Federação: há uma lista de pessoas non gratas.

  11. Vinicius Diz:

    “Se as pesquisas com as “águas fluidificadas” virarem livro eu posso disponibilizar também.”
     
    Mas Vitor, o artigo das águas está em blogs, estamos na era digital!

  12. Vinicius Diz:

    E em vídeo:
    https://www.youtube.com/watch?v=eRHVwdIgVAI

  13. Vitor Diz:

    Vinicius, eu não vou ficar colocando no meu blog uma pesquisa sem qualquer publicação oficial, seja por meio de uma revista científica, seja por meio de um livro.

  14. Gorducho Diz:

    Mas é incrível isso (sério mesmo) :!:
    O Sr. traduz um livro como esse porque porque foi PUBLICADO em papel por uma empresa portadora dum brevet de libraire…
    Mas a pesquisa nacional, como é publicada por eles próprios eletronicamente, não.
    No matter that now praticamente todas publicações são eletronicas, sendo que a impressão em papel em geral é mediante pedido.
    Patético 😡
     
    Pra deixar claro o óbvio: CLARO que eu NÃO acredito em água fluidificada. Mas que eles tão fazendo uma tentativa metodologiamente correta estão.
    Tão cinetífica que até publicaram uma análise estatística que eu não consegui entender :mrgreen:
    Mas a metodologia deles me parece basicamente correta.
    numa gráfica

  15. Gorducho Diz:

    O artigo das águas não está em blogs (só): está numa (ótima – de altíssima qualidade gráfica) REVISTA, só que, claro, digital.

  16. Gorducho Diz:

    OS “artigos” (trabalhos experimentais) – são vários.

  17. Vitor Diz:

    GORDUCHO DISSE: “O Sr. traduz um livro como esse porque foi PUBLICADO em papel por uma empresa portadora dum brevet de libraire…”
    .
    Não só. Já deu tempo de avaliar os problemas da pesquisa, através de revisões que saíram, do que a história revelou etc. Pude dar esses insumos ao leitor. O caso aqui é diferente. Não houve ainda uma revisão da pesquisa por qualquer acadêmico. Enquanto isso não for feito, não acho bom disponibilizar esse material.

  18. Gorducho Diz:

    Precisa ter carteirinha de “acadêmico” pra se analisar a pesquisa deles :?:
    Apelo (infantil…) à “autoridade” :?:
    Falácia do apelo à autoridade :?:
     
    O Richet era “acadêmico”, certo :?:
    E deu no que deu lá na villa Carmen…

  19. Vitor Diz:

    GORDUCHO DISSE: Precisa ter carteirinha de “acadêmico” pra se analisar a pesquisa deles :?:
    .
    Claro que sim. Reconhecimento acadêmico é essencial.
    .
    GORDUCHO DISSE: Apelo (infantil…) à “autoridade” :?:
    .
    É assim que a Ciência funciona.
    .
    GORDUCHO DISSE: Falácia do apelo à autoridade :?:
    .
    Apelo à realidade…
    .
    GORDUCHO DISSE: O Richet era “acadêmico”, certo :?:
    .
    Sim.
    .
    GORDUCHO DISSE: E deu no que deu lá na villa Carmen…
    .
    Por isso a revisão é importante…

  20. Gorducho Diz:

    Bah! Decepção (sinceramente, mesmo… :( ) c/S/Pessoa :!:
    Precisa de “acadêmicos” pra lhe dizerem como pensar 👎

  21. Vitor Diz:

    É o mesmo que dizer que o editor-chefe de uma revista científica precisa de acadêmicos para decidir o que publicar na sua revista. Sim, precisa. E não há qualquer problema quanto a isso. Ciência funciona assim.

  22. Gorducho Diz:

    Mas se for relativo a alguma ciência ou arte “técnico-prática” (e.g.: eng; medicina; albañileria; &c. &c.) da qual a gente não tenha o conhecimento especializado.
    Se for pra opinar sobre DNA, manipulações genéticas;
    tratamentos médicos;
    tubulações industriais;
    experimentos (e respectivas soluções das eq. pertinentes);
    you name…
    Mas estamos falando de ESPIRITISMO: CRENÇA QUE NÃO POSSUI CONHECIMENTO MAIS especializado do que os que nós temos.
    Qual o “acadêmico” que iria nos lecionar alguma coisa sobre o espiritismo que nós não saibamos :?:

  23. Vitor Diz:

    Você mesmo disse que havia uma estatística lá que você não sabia o fazer. Assim, vou esperar até que tenha gente mais capacitada para analisar a pesquisa toda. Foi adotado duplo-cego? Como foi feita a randomização?

  24. Gorducho Diz:

    E.g.: se se formos fazer, say, experimentos de mesas girantes, “acadêmicos” em nada adiantariam. Precisariamos é da ajuda de técnicos pra se decidir quais sensores seriam + adequados pra reproduzir atualizadamente a técnica do Faraday.
    Fazer as conecxões nos notebooks, &c.
    Não tem “academicismo” nenhum pra entrar na jogada. Necessária sim, neste caso, técnica especializada prática.
    Da mesma forma se se fosse fazer algum tipo de análise laboratorial da água que eles fluidificam. Mas NÃO é o caso, porque quem detecta a presença do fluído nas garrafas fluificadas são MÉDIUNS.
    Onde carteirinha de “acadêmico” ajuda nisso :?:

  25. Gorducho Diz:

    O teste estatístico eu não entendi porque não entendi a explicação dele.
    Precisa fazer faculdade de matemática com especialização em estatística pra perdir que eles exclareçam melhor :?:
    Mesmo formado em engenharia, não se considera capaz de entender uma explicação sobre estatística. Acha necessário perguntar pra “acadêmicos” o que deve “achar” :?:
    Foi adotado cego-total segundo eles.
    Nem se interessou em ler como foi feita a randonização :?:
    Por isso digo: fica preocupado só com o estrangeiro. Um femur achado e depois sepultado num cemitério paroquial na zona do Keflavik 80+ anos atrás lhe são mais caros que experimentos atuais feitos cá na nossa Pátria :!:
    Como esse livro, escrito durante o auge do morticínio da Grande Guerra (como diziam vovô e vovó…) que deu enorme alento o espiritismo pois as pessoas não queriam que seus entes caros morrecem uma morte morrida deveras.

  26. Vitor Diz:

    GORDUCHO DISSE: “Um femur achado e depois sepultado num cemitério paroquial na zona do Keflavik 80+ anos atrás lhe são mais caros que experimentos atuais feitos cá na nossa Pátria”
    .
    Ali FOI publicado em uma revista científica.

  27. Gorducho Diz:

    E este livro em tela e “científico”?

  28. Vitor Diz:

    É histórico. Sua importância está nisso.

  29. Gorducho Diz:

    Se tivesse o tirocinio de auscultar a preferencia dos leitores estou convicto que prefeririam pesquisas ou causos nacionais e atuais que as fantasias “históricas” alienígenas e bestas como esta e o osso.
    Mas, claro, a Casa é sua :mrgreen:

  30. Marciano Diz:

    En passant: eu prefiro coisas daqui mesmo. De preferência, atuais. É mais fácil de discutir. Não precisamos de argumentum ad antiquitatem nem temos dificuldade em encontrar os postulantes a estudiosos do paranormal ou espiritual. Estão na esquina.

  31. Vinicius Diz:

    olha o que encontrei:
    https://jeisber.wordpress.com/curso-de-espiritismo/
     
    e um anúncio procurando médiuns( alegam que quase não há mais médiuns :mrgreen: )
    https://paipedrodeogum.blogs.sapo.pt/procura-se-mediuns-68781

  32. Orlando Diz:

    Vinicius, estes cursos aí só pra ganhar dinheiro.
    Sempre faça os chancelados pela FEB ou federativas estaduais.
    Em SP – FEESP, USE , ALIANÇA OU André Luiz

  33. Orlando Diz:

    “Se tivesse o tirocinio de auscultar a preferencia dos leitores estou convicto que prefeririam pesquisas ou causos nacionais”
    Sem dúvida, até eu, da bancada “crente” , mesmo que os artigos sejam “contra” a obra do Chico, eu prefiro eles…
    Não tenho gostado dos assuntos MAS paciência.

  34. Gorducho Diz:

    Olhe na Revista Ciência Espírita março 2017 a pesquisa com água fluidificada, Dr.
    E na de junho vem a análise estatística dos resultados, a qual não entendi.
    E que, segundo aparentemente é a ideologia da Casa, deve ser deixada para Acadêmicos analisarem. O que se deve fazer é PERGUNTAR para que tenha carteirinha de acadêmico se é válida ou não.

  35. Marciano Diz:

    Eu acho que engenheiro mecânico não pode opinar sobre cirurgia de implante de válvulas cardíacas, mas em assuntos como paranormalidade, água fluidificada etc. e tal, qualquer pessoa com discernimento pode comentar à vontade.
    A carteirada, nesses casos, é para fugir do debate.

  36. Marciano Diz:

    Que fique claro: neurocirurgiões não podem falar sobre dinâmica das máquinas. Nem advogados.

  37. vinicius Diz:

    Gorducho e outros,
     
    Uma mensagem “psicografada” do diretor da chapecoense do desastre aéreo
     
    Segue padrão CX de qualidade?
     
    Encontrou as vovozinhas, enfermeiros, médicos com crachás , uma avó ajudando o diretor escrever a carta e a justificativa do avião ter caído.
     
    https://www.mensagemespirita.com.br/md/ad/em-psicografia-diretor-da-chapecoense-relata-como-foi-o-socorro-espiritual-apos-a-tragedia

  38. Gorducho Diz:

    Seria mui interessante se poder comparar as cartas brasileiras com as da escola anglo (grief relief) particularmente as do UK onde tem também uma grande tradição.
    Só que infelizmente as leituras em geral são mantidas privadas, sem a publicação que se tornou característica por cá.
    :(

  39. Maruzio Diz:

    Psicografias?
    C’or

  40. Contra o chiquismo Diz:

    Queremos CX! Queremos CX! Queremos CX!

  41. Vitor Diz:

    Oi, Contra
    bastar doar 2164 reais que consigo um material raro sobre o Chico.

  42. Contra o chiquismo Diz:

    R$ 21,64?

  43. Contra o chiquismo Diz:

    CX não vale 2,64. Não vale uma passagem de charrete em Queimados RJ. Veja:

    .
    .
    .
    http://conteudo.imguol.com.br/c/noticias/58/2016/01/18/18jan2015—charrete-em-queimados-baixada-fluminense-1453129628619_956x500.png

  44. Gorducho Diz:

    ============================================================
    consigo um material raro sobre o Chico.
    ============================================================
    Sabe quem é o cara superior a Jesus Cristo que comanda o comandante da frota protetora do SS com quem ele se encontrou perto dum dos satélites de Saturno na nau capitânia aquela quase do tamanho da (nossa) Lua :?:

  45. vinicius Diz:

    “Sabe quem é o cara superior a Jesus Cristo que comanda o comandante da frota protetora do SS com quem ele se encontrou perto dum dos satélites de Saturno na nau capitânia aquela quase do tamanho da (nossa) Lua :?:
     
    Quem é este GORDUCHO? fiquei curioso, apareceu um maior que Jesus comandante de frotas?
     

  46. vinicius Diz:

    VITOR, o material raro que fala é aquele encontrado e que foi “restaurado” ?
     
    https://g1.globo.com/mg/triangulo-mineiro/noticia/pedreiro-conta-como-encontrou-acervo-raro-sobre-chico-xavier-em-uberaba.ghtml
     
    Poxa VITOR, antes ninguém dava a minima por esse material, nem visitavam o tal cômodo e agora querem R$ 2.164 :!:
     
    ““Com outras pessoas morando na casa, o pessoal da Comunhão Espírita Cristão não frequentava muito o imóvel. [...] Especificamente nesse cômodo que o material foi encontrado, ninguém teve a curiosidade de ir tentar abrir o cômodo para ver se tinha alguma coisa. Durante todos esses anos esse material esteve fechado, lacrado. Pela forma que lacrou, protegeu um pouco”, contou Nereu de Souza, atual presidente da Comunhão Espírita.”

  47. Orlando Diz:

    Podes abrir um crowfunding sobre isso…
    https://www.crowdfundingnobrasil.com.br/

  48. Gorducho Diz:

    [4:10]
    Ele é o chefe do comandante da frota – um governador, say, duma certa porção do universo, acho.
    CX falou foi c/o comandante da frota, não c/esse :!:

  49. Maruzio Diz:

    Não entendi…o uma sala da comunhão espírita ficou fechada por 50 anos? Que história estranha…

  50. Orlando Diz:

    “Não entendi…o uma sala da comunhão espírita ficou fechada por 50 anos? Que história estranha…”
    Os frequentadores não tinham tiveram curiosidade ao que poderia haver no sotão, escondido (pelo que pude entender). Daí, provavelmente o mentor da Casa inspirou o pedreiro para que pudesse encontrar o material.

  51. Vinicius Diz:

    isto parece mais historinha para o nome do Chico e o centro ser “lembrado” na mídia, em especial a Globo… Morreu em 2002, passaram 16 anos, não há mais aquela ânsia “espírita”.
    Não há muitas noticias envolvendo médiuns estrelas na Globo já perceberam?

  52. Vinicius Diz:

    Minha nossa GORDUCHO, perdi a oportunidade de fazer perguntas ao tal Geraldo Lemos no congresso da FEESP. Estou tentando saber se na “sabatina” que houve lá teve alguma pergunta mais espinhosa…

  53. Contra o chiquismo Diz:

    Nossa Vinícius, eu tenho medo de vc ter uma recaída! Cuidado amigo!!

  54. Maruzio Diz:

    Cara, foram 50 anos…CINQUENTA ANOS. Essa história tá muito esquisita. Não foram nem passar uma vassourinha na poeira? Que coisa sem pé nem cabeça…

  55. Contra o chiquismo Diz:

    Viu Gorducho? Em 1 semana 2 tragédias. Um 737-200 e um F-5. Latas velhas é verdade, mas mesmo assim entristece muito a queda de qualquer uma delas. Me admira Cuba não ter um 737-300 ainda. Esse sim com os fans da GE, pouco barulho e bebe pouco. Os fans da P&W do 200 faziam (fazem) um barulho absurdo e aquela fumaça preta voando, lembra? Certa vez vi um 727-200 taxiando na pista de Salvador (lá vc vê a pista bem de perto do lado de fora do estacionamento), era um desses cargueiros, poxa, o barulho dele era absurdo, quando o cara empurrou a manete p decolar parecia q a gente ia ficar surdo! Mas o 2setão tinha uma performance muito boa c 3 motores.

  56. Maruzio Diz:

    “Não há muitas noticias envolvendo médiuns estrelas na Globo já perceberam?”
    .
    A bancada cristã de direita radical cresceu muito.

  57. Maruzio Diz:

    E qual a intenção do mentor em guardar o “tesouro” chiquista por 50 anos? Criar suspense????

  58. Maruzio Diz:

    Logo logo sai a publicação inédita do material “Cinquenta tons de Chico”.

  59. Maruzio Diz:

    Acho que os Febistas se perderam de vez. Veja o flyer do evento da FEESP http://feesp.com.br/simposio-2018/
    Até OVNIs foram arrolados pelo espiritismo….

  60. Vinicius Diz:

    “Contra o chiquismo Diz:
    MAIO 25TH, 2018 ÀS 11:42 AM
    Nossa Vinícius, eu tenho medo de vc ter uma recaída! Cuidado amigo!!”
     
    Na verdade não posso sair “de vez”.
    Estou seguindo conselho do Gorducho de sair aos poucos, enfim..

  61. Vinicius Diz:

    Maruzio o Evento é gratuito mas se quisesse almoçar lá dentro R$ 120,00 -
     
    E ao redor poucos restaurantes bons e aos domingos 90% deles fecham.

  62. Contra o chiquismo Diz:

    Eu meti o pé. Até um dia me mandarem um email questionando a minha falta. Daí expliquei que não acreditava mais…fervkofj4fj4j94g4ogj9k
    plf42-lf0gikhk0hk6-hpk6-h0nk-64ln09ujug67xc563igbk87p89uynol4pkn04=6ihk5t0kb=….. e foi isso. Vc lá dentro deve se agoniar com tanta mentira, deve te fazer mal. Saia do armário crente de vez.

  63. Maruzio Diz:

    Vinícius, saia “na tora”. Não sai aos poucos não. Vc precisa de um detox. Já leu o livro “Dragão na Garagem” de Carl Sagan? ateus.net/artigos/ceticismo/um-dragao-na-minha-garagem/pdf/

  64. Contra o chiquismo Diz:

    Po, até o Gevaerd da UFO se meteu nisso…será que o chiquismo tá partindo pra a ufologia e exoterismo fazendo um ecumenismo da mentirada?

  65. Maruzio Diz:

    — Um dragão que cospe fogo pelas ventas vive na minha garagem.
    Suponhamos (estou seguindo uma abordagem de terapia de grupo proposta pelo psicólogo Richard Franklin)
    que eu lhe faça seriamente essa afirmação. Com certeza você iria querer verificá-la, ver por si mesmo. São
    inumeráveis as histórias de dragões no decorrer dos séculos, mas não há evidências reais. Que oportunidade!
    — Mostre-me — você diz. Eu o levo até a minha garagem. Você olha para dentro e vê uma escada de mão, latas
    de tinta vazias, um velho triciclo, mas nada de dragão.
    — Onde está o dragão? – você pergunta.
    — Oh, está ali — respondo, acenando vagamente. — Esqueci de lhe dizer que é um dragão invisível.
    Você propõe espalhar farinha no chão da garagem para tornar visíveis as pegadas do dragão.
    — Boa ideia — digo eu —, mas esse dragão flutua no ar.
    Então você quer usar um sensor infravermelho para detectar o fogo invisível.
    — Boa ideia, mas o fogo invisível é também desprovido de calor.
    Você quer borrifar o dragão com tinta para tomá-lo visível.
    — Boa ideia, só que é um dragão incorpóreo e a tinta não vai aderir.
    E assim por diante. Eu me oponho a todo teste físico que você propõe com uma explicação especial de por que
    não vai funcionar.

  66. Contra o chiquismo Diz:

    Psi, RC, chiquismo, ufologia e kardecismo. É muita mentirada junta! Eu n güento!! Ao menos, o chiquismo é divertido detratá-lo. :mrgreen:

  67. Contra o chiquismo Diz:

    Detratar a PSI é tortura.

  68. Maruzio Diz:

    A FEB se perdeu. Minha previsão nostradâmica é que, em breve, o espiritismo brasileiro vai ficar igual a igreja evangélica, cheia de dissidências.

  69. Vinicius Diz:

    “, o espiritismo brasileiro vai ficar igual a igreja evangélica, cheia de dissidências.”
     
    Aqui em SP tem várias dissidências, mas não fica evidente como em Igrejas.
     
    A FEB, por exemplo, não reconhece formalmente a FEESP como federativa estadual. Para ela São Paulo é USE : http://www.usesp.org.br/
     
    E sim virou igreja mesmo: até cortaram psicografias para entes queridos. Quem procurar a FEESP para esse fim, será “doutrinado” e e levado a uma assistência chamada P3C onde falarão sobre o evangelho de Jesus e fé no futuro. Em certo ponto discorrem sobre a sorte do homem depois da morte, bem teoricamente.

  70. Contra o chiquismo Diz:

    O chiquismo e suas vertentes viraram auto ajuda. É risível a capa do jornal ‘espirita’:
    .
    .
    http://www.correioespirita.org.br/nas-bancas2
    .
    .
    “Corruptos depois da morte”. Ora, vão trabalhar no vossolar e ficarem bonzinhos e voltar a Terra na Somália e morrer de fome ainda bebê e vão redimir tudo.

  71. Contra o chiquismo Diz:

    Diz o renomado jornal embrulha peixe que a Ciência comprova a vida pós morte…
    .
    .
    http://www.correioespirita.org.br/secoes-do-jornal/editorial/2361-a-ciencia-comprova-vida-apos-a-morte

  72. Vitor Diz:

    Não existe esse Berthold Ackermann, é fake news.
    .
    http://www.e-farsas.com/cientistas-alemaes-provaram-que-existe-vida-apos-morte.html

  73. Maruzio Diz:

    “P3C”
    .
    Uma das características de seitas é criar jargões que só os internos conhecem.
    .
    Você ainda pode ser espiritualista sem ser espírita, Vinícius. A espiritualidade não te condenará por isso.

  74. Maruzio Diz:

    Esses espíritas falam de ciências como se conhecedores do assunto fossem…

  75. Maruzio Diz:

    Emmanuel também é fake news…”non ecziste”

  76. Maruzio Diz:

    Tô rolando de rir kkkkkkkkkkkkkkkk

  77. Vinicius Diz:

    ““Corruptos depois da morte”. Ora, vão trabalhar no vossolar e ficarem bonzinhos e voltar a Terra na Somália e morrer de fome ainda bebê e vão redimir tudo.”
     
    Estou aqui vislumbrando o futuro de Sérgio Cabral, Garotinho, Lula, Aécio e demais no “VossoLar” com pás e picaretas, sendo chicoteados pelos verdugos do Umbral.
    E depois de 8 anos sendo socorridos e levados nas macas até aquele hospital do filme. E mais a frente usarem os notebooks.
     
    CONTRA, depois da manchete desse jornal a corrupção deveria acabar na hora pow ?!

  78. Vinicius Diz:

    Se bem que lá também teve corrupção em nosso lar também.
     
    “Muitos recém-chegados ao “Nosso Lar” duplicavam exigências. Queriam mesas lautas, bebidas excitantes, dilatando velhos vícios terrenos.”
     
    “Tudo isso provocou enormes cisões nos órgãos coletivos de “Nosso Lar”, dando ensejo a perigoso assalto das multidões obscuras do Umbral, que tentaram invadir a cidade, aproveitando brechas nos serviços de Regeneração, onde grande número de colaboradores entretinha certo intercâmbio clandestino, em virtude dos vícios de alimentação.”

  79. Vinicius Diz:

    Vou ler Maruzio!

  80. Contra o chiquismo Diz:

    “bebidas excitantes”
    .
    .
    Que era isso Vinícius? Caldo de piranha (peixe amazônico) com Viagra? :mrgreen:

  81. Maruzio Diz:

    Caldo do sexo do bôto

  82. Marciano Diz:

    Isto mesmo, Vinicius, vá saindo sem chamar a atenção, para não magoar amigos, parentes, etc.
    Torne-se um espírita não praticante.
     
    CoC, que coincidência. Eu li esse jornal, pela primeira vez, justamente a edição mencionada por você.

  83. Marciano Diz:

    Claro que não li tudo, passei os olhos.
    Minha namorada, espírita não praticante, costumar ler e eu vi o jornal na casa dela.
    Li por alto a matéria, dividida em três partes.

  84. Marciano Diz:

    Esse negócio de “não praticante” é legal.
    Eu sou religioso não praticante. Leio muita porcaria de várias religiões. É bastante divertido.
    De vez em quando leio até Despertai, aquela revistinha dos TJs.

  85. Marciano Diz:

    DIE BIBEL SAGT: „Ein Mann sollte seine Frau nicht verlassen“ (1. Korinther 7:11).
     
     
    Ehepartner, die nicht hinter ihrer Ehe stehen, kommen bei Schwierigkeiten schneller zu dem Schluss, dass sie nicht zusammenpassen, und suchen nach Mitteln und Wegen, aus der Beziehung auszubrechen.
     
    A BÍBLIA DIZ: “O marido não deve deixar a esposa.” — 1 Coríntios 7:11.
     
    Quando surgem problemas, o casal que não tem comprometimento vai logo pensando ‘acho que não fomos feitos um para o outro’ e busca maneiras de acabar com o casamento.
     
    A mais recente   edição, dedicada ao casamento.

  86. Gorducho Diz:

    Estou perdido nisso… ¿esse centro era frequentado por CX?
     
     
    Extraterrestres TÊM previsão doutrinária visto que no kardecismo original TODOS globos são ou serão habitados [#55].
    NÃO É Erro Doutrinário.
    E naves é uma modernização natural que obviamente não existiam em 1857.

  87. Maruzio Diz:

    Sai logo. Pára de frequentar. Diz q vc tá sem tempo, sei lá. Mas sai dessevambiente tóxico

  88. Marciano Diz:

    Antigo morador do Rio, atualmente em Silva jardim, soltando pipa.

  89. Marciano Diz:

    Amis, ne creusez pas vos chères rêveries ;
    Ne fouillez pas le sol de vos plaines fleuries ;
    Et quand s’offre à vos yeux un océan qui dort,
    Nagez à la surface ou jouez sur le bord.
    Car la pensée est sombre ! Une pente insensible
    Va du monde réel à la sphère invisible ;
    La spirale est profonde, et quand on y descend,
    Sans cesse se prolonge et va s’élargissant,
    Et pour avoir touché quelque énigme fatale,
    De ce voyage obscur souvent on revient pâle !
     
    L’autre jour, il venait de pleuvoir, car l’été,
    Cette année, est de bise et de pluie attristé,
    Et le beau mois de mai dont le rayon nous leurre,
    Prend le masque d’avril qui sourit et qui pleure.
    J’avais levé le store aux gothiques couleurs.
    Je regardais au loin les arbres et les fleurs.
    Le soleil se jouait sur la pelouse verte
    Dans les gouttes de pluie, et ma fenêtre ouverte
    Apportait du jardin à mon esprit heureux
    Un bruit d’enfants joueurs et d’oiseaux amoureux.

  90. Marciano Diz:

    Et les murs se gercent au soleil, au vent, à l’averse et aux années qui vont passant, depuis le matin de mai qu’ils sont venus et quand chantant, soudain ils ont écrit sur les murs du bout de leur fusil, de bien étranges choses.

  91. Marciano Diz:

    Livremente psicografado de Victor Hugo.

Deixe seu comentário

Entradas (RSS)