Arquivo ‘Ceticismo’ Categoria

O PRIMEIRO LIVRO DE CLAUDE (1919), de L. KELWAY-BAMBER

quarta-feira, julho 10th, 2019

A tradução é minha, a revisão é do Márcio Rodrigues Horta, a quem muito agradeço! O livro é uma série de comunicações de Claude, um rapaz morto na 1ª Guerra em 11/1915, para sua mãe. Algo interessante neste livro é que o suposto espírito do rapaz valida a reencarnação através de Gladys Osborne Leonard, médium britânica, cuja terra natal via de regra rejeitava a reencarnação. Para ler o livro, clique aqui.
.
Quem gostar da tradução e quiser nos ajudar financeiramente para futuras traduções em que teremos que pagar serviços profissionais, pode depositar qualquer valor nas seguintes contas:
.
BANCO DO BRASIL:
Agência: 0597-5
Conta: 31283-5
.
SANTANDER:
Agência: 3939
Conta: 01001497-4
.
ITAÚ:
Agência: 0576
Conta: 09879-2
.
Peço avisar nos comentários quem se dispor a ajudar para facilitar o controle das doações e receber os créditos quanto novas traduções forem postadas.

Experiência Psíquica, Verdade e Visibilidade no Vietnã do Pós-Guerra (2011)

quarta-feira, julho 3rd, 2019

Durante a Guerra do Vietnã, um número sem precedentes de soldados mortos foi enterrado em sepulturas não-identificadas e continua desaparecido até hoje. A partir de meados da década de 1990, serviços de psíquicos passaram a ser muito requisitados, o que levou ao estabelecimento de um Centro de Pesquisa das Capacidades Humanas, aprovado pelo Estado, que continua a oferecer assistência para a descoberta de túmulos ao público em geral. Este artigo discute casos de duas psíquicas bem-conhecidas. Considero muito importante esse artigo, pois a princípio mostra uma aplicabilidade prática de psi, validada pelo governo, céticos, acadêmicos e cientistas vietnamitas! Para ler o artigo, clique aqui.

Crimes e Desaparecimentos resolvidos com a ajuda de médiuns ou psíquicos, parte 17 (2019)

terça-feira, junho 18th, 2019

Este caso, publicado no Journal of Material Culture (uma revista do mainstream que obteve um fator de impacto de 0,957 em 2018) é bem interessante, trata-se de um cético que pediu auxílio a um médium para achar os restos mortais do pai, morto na guerra em 1957. O médium – que já havia sido bem-sucedido antes – achou, com aparentemente o espírito desenhando onde estava seu corpo, e mesmo assim o cético permaneceu não convencido, atribuindo tudo a uma coincidência. Mas o artigo também é interessante por outro motivo, cita o caso de um grupo de psíquicos que localizou os restos mortais de cerca de 15 mil pessoas, recebendo inclusive uma homenagem em uma cerimônia oficial no Vietnã pelo seu feito. Para ler o artigo, clique aqui.

O Relatório G, parte 3 (1975)

terça-feira, julho 3rd, 2018

Mais sobre o Relatório G, aqui.

O RELATÓRIO G, PARTE 2 (1975)

segunda-feira, julho 2nd, 2018

Para ler sobre a continuidade das pesquisas de efeitos físicos, clique aqui.

Chico Xavier se Comunicava com os Mortos? por Carlos Orsi (2015)

terça-feira, junho 26th, 2018

Excelente artigo escrito por Carlos Orsi sobre o caso Jair Presente publicado na revista Explore. Para lê-lo, clique aqui.

As Evidências Experimentais dos Fenômenos Parapsicológicos: Uma Revisão (2018)

quarta-feira, maio 30th, 2018

Este artigo, que acaba de ser publicado em uma revista do mainstream de altíssimo fator de impacto, a American Psychologist, joga uma pá de cal em todas as críticas dos céticos referentes aos fenômenos psi. Fica claro que os céticos que negam a existência de psi ou são completamente desinformados, ou são simplesmente intolerantes e preconceituosos no que se refere ao paranormal. Para ler o artigo em português, clique aqui.

Soldado Dowding – A história pessoal de um soldado morto em batalha, por Wellesley Tudor Pole (1919/1966)

quinta-feira, maio 3rd, 2018

Livro agradável de se ler. Nota-se que o autor era mais cético das comunicações que recebia nas primeiras edições. Nas últimas edições, alguns trechos que mostravam dúvida foram retirados. Mas mesmo na última edição ainda sobraram trechos em que o autor foi bastante crítico, ao menos de parte das comunicações. Eu incluí nesta versão digital os trechos que foram retirados, e indiquei isso nas notas de rodapé. Para ler o livro em português, clique aqui.

Filippo Bottazzi e Seu Método de Registro Gráfico (2018), por Lorenzo Leporiere

quinta-feira, abril 26th, 2018

Este trabalho investiga e contextualiza a contribuição do fisiologista italiano Filippo Bottazzi (1867-1941) para a pesquisa sobre fenômenos mediúnicos na Europa nos primeiros anos do século XX, com foco em sua investigação dos supostos poderes de Eusápia Palladino, uma famosa médium italiana de efeitos físicos que inspirou a “conversão” de César Lombroso. O trabalho de Bottazzi, realizado entre 1906 e 1909, é comparado com o de colegas na Itália e de outros locais e analisado à luz da metodologia científica que utilizou em sua pesquisa como fisiologista. Este artigo revisará os eventos que levaram Bottazzi a se interessar pela mediunidade, analisará como ele projetou e conduziu seus experimentos e as conclusões que deles extraiu. Uma atenção particular será dada aos métodos e instrumentos científicos que utilizou em sua pesquisa psíquica, que estavam de acordo com sua visão epistemológica positivista, como é mostrado em um ensaio sobre o método científico escrito por ele no mesmo período. Para ler o artigo em português, clique aqui.

Livro Gratuito! “Crenças Extraordinárias”, de Peter Lamont (2013)

quarta-feira, fevereiro 28th, 2018

O livro aborda diversas figuras famosas do Espiritualismo. Em determinada passagem, o médium Daniel Douglas Home é citado: “Ele chegara a Londres em 1855 e atraíra a atenção de algumas pessoas importantes. Uma delas foi David Brewster, cofundador da British Association for the Advancement of Science [Associação Britânica para o Avanço da Ciência] e autor de Letters on Natural Magic. Em outras palavras, era um eminente cientista e autoridade em explicações naturais para eventos aparentemente sobrenaturais. Ele participou de uma sessão espírita com Daniel Home “para ajudar a descobrir o truque’’ (nas palavras do próprio Brewster) e depois não conseguiu “dar qualquer explicação” (em suas próprias palavras). Alguns anos mais tarde, Home estava em Amsterdam a convite de um grupo de racionalistas que o haviam desafiado a produzir fenômenos diante deles, com seus olhares céticos. Segundo eles, quando conversavam à luz de velas em um salão do hotel, a mesa ao redor da qual se sentavam — uma mesa grande o suficiente para acomodar mais de uma dezena de pessoas — ergue-se no ar. Eles olharam debaixo dela e sobre ela e não encontraram nenhum dispositivo; logo em seguida, a mesa começou a descer, a despeito de todos os esforços que eles fizeram para impedir que ela o fizesse. Os racionalistas afirmaram que não conseguiam explicar o que haviam visto, e até hoje ninguém o fez.” Para baixar o livro, clique aqui. Aproveito para avisar que amanhã iniciam minhas férias, e o blog agora só volta em abril.

Entradas (RSS)