Arquivo ‘Psíquicos’ Categoria

Crimes e Desaparecimentos Resolvidos com a Ajuda de Médiuns ou Psíquicos, Parte 15 (1928)

terça-feira, outubro 3rd, 2017

Neste artigo, um pesquisador altamente cético e crítico buscou averiguar o que havia de verdadeiro nos alegados sucessos de duas irmãs frequentemente utilizadas pela polícia alemã na década de 1920, uma delas dita clarividente. Embora ele tenha feito de tudo para minimizar ou mesmo anular seus acertos, chegando a considerá-las um perigo por levantar falsas suspeitas contra pessoas inocentes, ele foi forçado a recorrer a uma explicação paranormal – telepatia – para explicar alguns de seus sucessos que ele próprio testemunhou. Para ler o artigo, traduzido do alemão (muito agradeço ao Phellipe e ao Márcio por isso!), clique aqui.

Crimes e Desaparecimentos Resolvidos com a Ajuda de Médiuns ou Psíquicos (Parte 14) [2013]

quinta-feira, setembro 21st, 2017

Neste artigo, o editor adjunto da Skeptical Inquirer analisa um caso recente de descoberta de um corpo por uma suposta psíquica. Para ler o artigo, clique aqui.

Crimes e Desaparecimentos Resolvidos com a Ajuda de Psíquicos (Parte 13)

quarta-feira, setembro 6th, 2017

Em outubro de 1921, o periódico German Forester (Deutscher Förster) — uma publicação normalmente dedicada a questões relacionadas com a silvicultura — apresentou um artigo peculiar envolvendo assassinato e ocultismo. O autor, um detetive de Berlim chamado Busdorf, descreveu sua investigação do assassinato de um guarda florestal perto da pequena cidade saxônica de Mügeln, em maio de 1921. Enquanto o inquérito de Busdorf começou de maneira previsível com sua equipe fazendo uma busca nas casas dos larápios locais, houve uma reviravolta surpreendente depois que o caso falhou por falta de provas. Embora o calibre da arma do crime, uma pistola 7,65 mm, tenha sido verificado, Busdorf e sua equipe não conseguiram localizar nem rastros (como fibras e pegadas), nem testemunhas, apesar da oferta de uma recompensa de 3000 marcos. Frustrado pelo fracasso dessas medidas forenses e investigativas padrão, o advogado promotor enviou uma carta a Leipzig convocando Luise Diederich, uma clarividente, e Marie Hessel, sua irmã e hipnotista, que obtivera sucesso em casos semelhantes. O detetive e o advogado promotor realizaram quatro sessões com as irmãs em que a clarividente Diederich forneceu uma descrição detalhada das circunstâncias em torno do assassinato, parte do nome do perpetrador, a localização de sua casa, informações sobre o seu cúmplice e o paradeiro da arma do assassinato. Na investigação dessas afirmações, os itens pertencentes à vítima e uma pistola do mesmo calibre que a arma do crime foram encontrados na posse de dois larápios que combinavam com a descrição da clarividente. Ambos os homens foram detidos para aguardar julgamento no tribunal distrital. Em outro caso, em março de 1922, com a insistência dos amigos da vítima, a polícia e o advogado em Tilsit trouxeram as irmãs Diederich e Hessel na esperança de resolver o assassinato do caçador Olbrisch, de outubro de 1921, ocorrido perto de Reisterbruch. A descrição de Diederich sobre o assassino levou à prisão de um açougueiro local chamado Wilhelm T., que mais tarde confessou o crime. Para ler o restante do artigo, clique aqui. Para ler o artigo em inglês, clique aqui.

Sonhos Telepáticos Induzidos Experimentalmente: Dois Estudos Usando uma Técnica de Monitoramento EEG-REM (1966), por Krippner, Ullman e Feldstein

quarta-feira, agosto 9th, 2017

Mais um estudo extremamente comprovador da telepatia em sonhos, talvez o melhor deles em termos de resultados. As correspondências foram tão precisas e exatas no 2º estudo experimental, feito com um sujeito e um agente pré-selecionados do 1º estudo, que mesmo o mais duro cético, se tiver o mínimo de honestidade intelectual, ficará muito impressionado. Para ler o artigo traduzido, clique aqui. Muito agradeço a Luis Felipe de Lima Correa Leite pela tradução!

Um Estudo Precognitivo com um Único Sujeito (1971), por Krippner, Ullman e Honorton

segunda-feira, julho 31st, 2017

Mais um estudo envolvendo sonhos precognitivos em que o psíquico Malcolm Bessent foi extremamente bem sucedido. Diversas correspondências precisas foram obtidas. O artigo pode ser lido aqui. Muito agradeço a Luis Felipe de Lima Correa Leite pela tradução! Tais estudos, é bom lembrar, não ficaram restritos às décadas de 1960-70. Um estudo de 1999 com ótimos resultados está disponibilizado aqui, e Dale Graff publicou novos experimentos com excelentes resultados em 2007 e 2017, este último publicado pelo American Institute of Physics.

Explorando Sonhos Precognitivos (2007), por Dale Graff

segunda-feira, julho 10th, 2017

A precognição está cientificamente comprovada. Vários psíquicos contribuíram para isso, mas em especial dois: Malcolm Bessent e Dale Graff. Bessent foi testado por múltiplos investigadores ao logo de 30 anos de pesquisa, e Dale Graff já se submete a testes controlados há mais de uma década. Veremos aqui o primeiro artigo de Graff (de 2007) com suas provas, publicado numa revista parapsicológica. É interessante ver como a capacidade de Dale Graff de controlar seus sonhos precognitivos se aperfeiçoou ao longo de dez anos, a ponto de ele conseguir receber imagens do futuro com 3 dias de antecedência, oriundas de jornais e páginas específicos. Em 2007 esta sua capacidade ainda não estava plenamente desenvolvida, mas já era algo que ele pensava em fazer (como fica explícito em seu artigo), conseguindo tal façanha e publicando suas novas provas em um Simpósio sobre Retrocausalidade sob os auspícios da AAAS, a maior associação científica do mundo e mesma editora da revista Science, em 2017. Para ler o prefácio deste Simpósio, em que se admite que as provas da precognição são fortes, clique aqui. A leitura do prefácio também revela a importância fundamental da Parapsicologia no avanço do conhecimento científico. Para ler o artigo de Dale Graff de 2007 em português, clique aqui. Para ler o artigo de 2017 em português, clique aqui. Muito agradeço a Márcio Rodrigues Horta pela revisão da tradução.

Um Experimento de Sonho Telepático com “The Grateful Dead” (1973)

terça-feira, julho 4th, 2017

Este artigo possui a participação dos psíquicos Malcom Bessent e Felícia Parise em um estudo controlado de telepatia, em que se tentou transmitir imagens aos psíquicos enquanto dormiam. Houve, porém, uma sessão piloto antes com pessoas mais ou menos conhecidas, em que até Stanley Krippner participou como sujeito da experiência. Ocorreram descrições extremamente precisas, tanto na sessão piloto, como no estudo com os psíquicos. Coloquei as imagens usadas no experimento ao fim do artigo como um anexo. Para ler o artigo em português, clique aqui. Muito agradeço a Luis Felipe de Lima Correa Leite que tem prestado um auxílio inestimável a este blog em termos de tradução. Para ler o artigo em inglês, clique aqui.

Felícia Parise – Psíquica Excepcional (1993)

terça-feira, junho 27th, 2017

Segue artigo com diversos resultados obtidos com a psíquica Felícia Parise. Felícia foi validada também por um mágico, se destacando tanto em PES como em macro-pk. Nunca foi pega em fraude. A tradução é de Luis Felipe de Lima Correa Leite, a quem agradeço muitíssimo. Para ler o artigo em português, clique aqui.

Algumas Memórias Psíquicas (1920), por John William Brodie-Innes

segunda-feira, junho 19th, 2017

Segue artigo de John William Brodie-Innes, amigo de Charles Darwin (embora Darwin tivesse 39 anos quando Brodie Innes nasceu, o pai de Brodie já era amigo de Darwin). Ele relata diversos fenômenos “sobrenaturais” que presenciou. Não há atas, ou detalhes completos, infelizmente. Ainda assim, vale o registro. Muito agradeço a Luis Felipe de Lima Correa Leite pela tradução! Para ler o artigo, clique aqui.

Sonho e Cardiologia Intervencionista: Relato de Caso (2017)

quarta-feira, junho 7th, 2017

O artigo traz um relato de caso do sonho precognitivo de um paciente com ataque cardíaco e uma análise da população de 100 pacientes consecutivos hospitalizados com ataque cardíaco em relação à presença e significado de sonhos precognitivos. Para ler o artigo traduzido, clique aqui.

Entradas (RSS)