Arquivo ‘Reencarnação’ Categoria

Pesadelos em Crianças Ocidentais: Uma Interpretação Alternativa Sugerida por Dados em Três Casos (1994), por Antonia Mills

sexta-feira, fevereiro 24th, 2017

Crianças (e alguns adultos) sofrem de pesadelos e pavores noturnos, sem ter em conta a cultura em que eles surgiram. Na cultura ocidental, eles são atribuídos a conflitos não resolvidos ou a tensão pós-traumática, os quais algum tratamento tenta aliviar. No entanto, há alguns pesadelos vívidos que não se relacionam a qualquer interesse do sonhador passível de ser identificado. Interpretações não ocidentais dos pesadelos incluem a possibilidade de que alguns elementos perturbadores do sonho possam se relacionar a memórias de uma vida anterior. Este artigo apresenta três casos de crianças norte-americanas (não tribais) que tiveram pesadelos recorrentes que não pareciam se relacionar à vida atual do sonhador. Em um desses casos, tratamentos envolvendo uma interpretação em vidas passadas levaram à remissão dos sintomas. Embora nenhuma conclusão possa ser aproveitada para este único caso, é sugerido que antropólogos, psicólogos, psiquiatras, e médicos mantenham uma mente aberta ainda que crítica à possibilidade de etiologia de vidas passadas para perturbações no sono e comportamentos fóbicos. Para ler o artigo completo em português, clique aqui. O artigo em inglês encontra-se aqui.

Um Caso do Tipo Reencarnação na Mesma Família no Japão (2016), por Ohkado Masayuki

quarta-feira, fevereiro 15th, 2017

Este é o primeiro caso registrado de uma criança cuja vida passada cometeu suicídio com memórias do período entre vidas. Para ler o artigo, clique aqui.

Sonhos Anunciadores: Comunicação Percebida com o Bebê Antes de Nascer, por Kimberly R. Mascaro (2016)

quarta-feira, julho 13th, 2016

Apesar de a literatura sobre sonhos ser extensa, incluindo sonhos extraordinários e de gravidez, a convergência entre os dois é limitada. O sonho anunciador é um tipo de sonho extraordinário que não é bem compreendido, relatado por mulheres grávidas, pelos futuros pais, sua família e membros de sua comunidade. Este tipo específico de sonho tem sido relatado em todas as eras e lugares. Para ler o artigo em português, clique aqui. Para lê-lo em inglês, clique aqui.

O CASO DE JAMES LEININGER: UM CASO AMERICANO DO TIPO REENCARNAÇÃO (2016), por Jim B. Tucker

quarta-feira, março 16th, 2016

Finalmente um tratamento verdadeiramente científico ao mais famoso caso de reencarnação dos tempos modernos. O caso se revelou muito mais robusto do que eu pensei, com registros feitos antes da identificação da personalidade passada. Em minha avaliação, é de fato digno de constar entre os mais fortes já documentados. Foi publicado na revista Explore: The Journal of Science and Healing, (2014 Impact Factor: 1.000). Para baixar o arquivo, clique aqui.

REENCARNAÇÃO, UNIDADE DA SEITA, E IDENTIDADE ENTRE OS DRUSOS (2006)

terça-feira, janeiro 12th, 2016

Neste artigo, a autora Anne Bennett informa que “às vezes mesmo os céticos mais dogmáticos tiveram que rever sua posição quanto à reencarnação devido a experiências que tiveram difíceis de explicar”. Ela relata 3 casos de sua própria lavra ocorridos na comunidade drusa. Para ler o artigo, clique aqui.

Um Caso do Tipo Reencarnação no Ceilão: O Caso de Disna Samarasinghe (1970), por Ian Stevenson e Francis Story

terça-feira, novembro 3rd, 2015

Este caso, estudado por Ian Stevenson e Francis Story, foi publicado em 1970 numa revista do mainstream, o Journal of Asian and African Studies, que teve em 2014 um fator de impacto de 0,256 (considerado baixo). Para ler o artigo, clique aqui.

Livro Gratuito: Xenoglossia, de Ian Stevenson (1984)

sexta-feira, outubro 9th, 2015

Para baixar o livro, clique aqui. Em minha opinião, o primeiro caso é muito problemático e muito fraco. O segundo caso possui mais evidência de conhecimento paranormal, mas está ainda longe de ser imune a críticas, especialmente as referentes à capacidade de xenoglossia (mas as informações sobre a vida passada seriam mais probatórias quanto a algum conteúdo paranormal). Fica patente a honestidade de Stevenson em relatar os casos com as deficiências que eles possuem. Uma linguista, Sarah Grey Thomason, revisou os casos e, embora não tenha ficado convencida da exibição de conhecimento paranormal, admite que “Stevenson submeteu seus [...] casos principais a grande escrutínio e a tantos testes quantos pôde pensar”. Para ler a análise de Sarah, clique aqui.

Casos do Tipo Reencarnação: Uma Avaliação de Algumas Evidências Indiretas com Exemplos de Casos “Silenciosos” (1996), por Jünger Keil

segunda-feira, maio 18th, 2015

Num sumário publicado de recentes estudos de casos do tipo reencarnação, Jünger Keil sugeriu que alguns processos paranormais podem estar envolvidos. A contra-hipótese que exige a mais detalhada análise antes que possa ser rejeitada é a que afirma que as transferências significativas de informação — à parte de fraudes ocasionais e dos naturais acasos — são inteiramente devidas a processos normais involuntários sobre os quais as famílias envolvidas não estão cientes. Tal transferência normal de informação é bem possível quando o sujeito e a personalidade passada são membros da mesma família (ou vilarejo) ou quando os pais do sujeito esperam que ele seja um caso de renascimento. Alguns sujeitos nesta categoria, no entanto, nunca falam sobre uma vida anterior. Este e outros resultados relacionados apoiam a sugestão de que a contra-hipótese acima não é uma rejeição adequada para uma hipótese paranormal em relação aos casos do tipo reencarnação. Para ler o artigo, clique aqui.

Crianças de Myanmar que se Comportam como Soldados Japoneses: um Possível Terceiro Elemento na Personalidade (2005)

sexta-feira, janeiro 23rd, 2015

Entre os mais de 750 casos de pessoas em Myanmar (anteriormente Birmânia) em que crianças alegam lembrar-se de uma vida anterior, 24 disseram que elas foram soldados japoneses mortos na Birmânia durante a Segunda Guerra Mundial. Diferentemente da maioria dos indivíduos birmaneses de tais casos, nenhuma destas crianças declarou quaisquer nomes ou endereços que pudessem permitir a verificação de suas declarações. No entanto, elas mostraram hábitos de vestimenta, preferências por alimentos, atividades, insensibilidade à dor, e outros comportamentos raros na Birmânia, mas típico de pessoas japonesas, especialmente dos soldados japoneses durante sua ocupação de Myanmar (Birmânia). A lei opressiva na Birmânia do exército japonês durante a Segunda Guerra Mundial torna improvável que qualquer pai birmanês instigaria ou encorajaria uma criança a comportar-se como um soldado japonês. Fatores genéticos não podem explicar o comportamento incomum das crianças porque todas elas eram (com duas exceções) nascidas depois de 1945, quando não havia nenhum japonês nas aldeias da Birmânia. As características comportamentais dessas crianças sugerem um terceiro fator (adicional ao genético e às conhecidas influências ambientais) à personalidade.

Para ler e baixar o artigo, clique aqui.

MEMÓRIAS DE VIDAS PASSADAS DE CRIANÇAS, por James G. Matlock (1991)

terça-feira, outubro 7th, 2014

Neste artigo o antropólogo James G. Matlock ajuda a estebelecer diferenças entre PES e Sobrevivência em casos do tipo reencarnação. Achei brilhante como ele faz isso, e de maneira sucinta. Ele também mostra problemas com as hipóteses de fantasia e psicossocial.

(mais…)

Entradas (RSS)