As Palestras de Divaldo Franco São Confiáveis?

Este artigo fornece um exemplo de informação falsa disseminada pelo alegado médium baiano Divaldo Pereira Franco em uma de suas famosas palestras. 

Atualização: Este foi o maior erro que cometi na história do blog. O caso existe, como se pode ver neste link. Fui alertado quanto à fonte nos comentários pelo internauta “Seja você aquele que ama”. Assim, as informações de Divaldo Franco, embora falte ainda maior verificação, parecem ser verdadeiras.

Introdução

Assistindo à palestra “Provas Científicas da Reencarnação”, de Divaldo Pereira Franco, um caso em particular me interessou muito. Eis a transcrição do caso:

“O cenário não poderia ser melhor. Era uma noite de setembro em Paris. Ainda o calor deixara as marcas da sua presença. No cemitério de Monmatre, 4 personagens caminham entre os cipestres enquanto o vento da noite cantarola uma canção no arvoredo. À frente do grupo, uma jovem mulher. Hipnotizada, ela avança com segurança entre as várias sepulturas, os mausoléus. Com o semblante assinalado pelo transe, ela apresenta uma grande decisão. Logo atrás, o seu hipnotizador, o metapsiquista senhor Dipill, ladeando a esposa do deputado da cidade de Meuse e o jornalista do Paris Soir, Paulo Neville.

Há um silêncio constrangedor no grupo. A jovem senhora avança e chegando à parte do fundo do cemitério, em um retângulo gradeado, ela é tomada praticamente de um estupor e começa a gritar:

-O meu corpo está sepultado ali. Foi ali, naquele lado, que me inumaram. Ainda me recordo de quando trouxeram meu cadáver e ali sepultaram-me!

Ditas essas palavras, a senhora deu um grito na noite e desmaiou. O senhor Dipill acercou-se, despertou-a e depois de acalmá-la, com as autoridades da pesquisa que o acompanhavam, ele pediu que retornassem ao seu apartamento no coração da cidade.

Aquela era uma das etapas finais de uma experiência de ecminésia através de cuja metodologia de regressão da memória o metapsiquista senhor Dipill desejava equacionar uma das grandes interrogações do pensamento na Terra. Será que a vida é o resultado caprichoso da aglutinação molecular que constituem o organismo? Será que a criatura humana são as suas células e que o momento em que os neurônios cerebrais deixam de receber a oxigenação advém a morte, a aniquilação da vida?

Para equacionar esta problemática, o senhor Dipill e aqueles amigos realizavam uma investigação curiosa, utilizando-se da senhora Denise Cretéio, uma mulher da classe média, esposa de um funcionário modesto, mãe de 3 filhos,  que ele hipnotizara por 60 vezes, sendo aquela a 61ª hipnose, levando-a ao cemitério de Monmatre, para que ela pudesse identificar o lugar em que estava o cadáver da personalidade que ela dizia ter sido a sua última encarnação.

Denise Cretéio, depois de escolhida, foi submetida a uma série de exames. Logo depois, na 1ª hipnose e regressão de memória, o senhor Dipill acreditou que ela era passível de alucinações psicológicas. Levou-a a um psiquiatra. Submeteram-na a uma série de testes para medir-lhe o coeficiente intelectual. Depois, levaram-na a um clínico geral. Este pediu uma série de exames complementares para tentar detectar alguma enfermidade na área fisiológica daquela paciente que se deveria submeter a uma série de hipnoses. Mas não se contentaram os investigadores com isso.Identificaram os pais de Denise Cretéio e para evitar a possibilidade de uma memória genética, submeteram-nos também a uma série de testes de natureza psicológica, e porque os avós de Denise Cretéio ainda vivessem, eles assinaram um documento assegurando que voluntariamente se submeteriam a investigações para tentar observar se a memória genética seria capaz de responder pela problemática de que Denise Cretéio seria objeto.

A experiência e a série de exames gastaram vários meses. E depois de outros tantos meses, o senhor Dipill, após haver gravado todas as experiências, por 1ª vez naquela noite de 1956, permitiu que a sensitiva devesse a oportunidade do seu estado de consciência lúcida de ouvir algumas das curiosas gravações no estado de transe, quando ele fez que ela regressasse à sua vida pré-natal e depois atirou-a daquele abismo do passado. Levando-a ao começo do século XIX e partindo dali, avançando progressivamente na sucessão dos anos, ela começou a dizer:

-‘Meu nome é Marie Lise. Eu me recordo. Eu sou talvez uma das jovens mais injustiçadas da Terra. Apesar de haver nascido de uma das mulheres mais famosas do século XIX, eu fui profundamente infeliz, porque a fama é companheira da desgraça. Minha mãe era Pauline Bonaparte, a irmã do imperador da França, Napoleão Bonaparte. Como todos se recordam, minha mãe permitia-se às licenças morais. Era uma mulher jovial, alegre, que permutava os parceiros conforme os caprichos do momento.Ela apaixonou-se por vários dos generais que faziam parte do exército do meu tio, e eu sou filha de uma aventura. Meu pai é o marechal Lefebevre, e esse romance era tempestuoso. Não podia ir adiante porque meu pai era casado e tinha família. Não obstante, minha mãe apaixonou-se por ele e ele talvez tenha experimentado o ardor da paixão por essa mulher notável que foi imortalizada no mármore e cuja vida dissoluta em Roma fez corar as próprias estátuas.

Eu nasci em 1805. De imediato minha mãe entregou-me a um casal de lenhadores na Normandia para silenciar o meu nascimento. Ele enviava periodicamente uma importância que ra aplicada na minha sobrevivência .É claro que todo mundo esperava que eu morresse. Mas eu era teimosa e disse para mim mesma que não morreria. Então quando eu completei 7 anos, a minha mãe transferiu-me para a cidade de Epernay. É uma cidade próxima de Paris, a 30km aproximadamente da Torre Eiffel. Ali eu fui morar na casa de Madame Savier.

Ora, eu digo casa, mas era um castelo. Era um maravilhoso castelo para os grandes saraus parisienses. Na época do verão eu tive a oportunidade de conhecer Charles Baudelaire, fiz-me amiga de Honoré de Balzac. Na residência de Mme. Savier, desfilavam a corte, os ociosos, os intelectuais, os artistas, e nos agradáveis meses de verão, quando Paris se tornava insuportável de deserto, a cidade de Epernay recebia as personalidades que se recusavam a ir para outro lado, e eu vivia muito feliz. Mas o inverno era desagradável. Eu tinha uma preceptora, tinha um pedagogo. Eu era uma menina triste que sonhava com o verão. Mme Savier era muito gentil mas ela não ficava ali. As aias, os serviçais, todos eles eram meus amigos.

Quando eu completei 15 anos, eu me apaixonei redondamente por um general de meu tio, dessas paixões juvenis, mas ele se sentiu tocado com a minha beleza e à tristeza que pairava na minha face foi claro e me disse que não me podia corresponder ao amor. Primeiro, porque titio estava em desgraça. Ele já se encontrava no exílio. Estava praticamente próximo da morte. Ademais, ele era casado, era pai, era feliz, e eu, amargurada, entreguei-me ao tédio e à depressão. Contraí uma tuberculose pulmonar, morri e fui enterrada no cemitério de Monmatre’.

Então a gravação era interrompida. 60 vezes Denise Cretéio , com pequenas variações, referiu-se a esta peculiar história. Messieur Dipill e os investigadores realizaram uma pesquisa nos assentamentos de Paris. Examinaram a família imperial de Napoleão Bonaparte.

Nenhum registro. Nenhuma anotação. Aquela história era fantástica demais para ser verdadeira. E o senhor Dipill necessitava de um fato, de uma evidência que trouxesse o contributo da pesquisa científica para ser pelo menos considerada.

Por esta razão, ao hipnotizá-la pela 61ª vez, levou-a ao cemitério de Monmatre, para que ela apontasse a sepultura onde estavam os despojos carnais. Porém Denise Cretéio não logrou porque aquela quadra, o retângulo, estava cercado de grades altas e embora ele houvesse conseguido uma permissão especial para atravessar o cemitério em avançadas horas da noite acolitado à distância pelos zeladores, ele não pôde entrar naquela área terminantemente fechada. No dia seguinte, porém, o senhor Dipill e as personagens do problema dirigiram-se à administração do cemitério de Monmatre. Foram convidados os coveiros, os guardas, para que eles dissessem se alguma vez aquela jovem fôra vista a realizar pesquisa entre os túmulos. Se por acaso ela tivera acesso às anotações e aos óbitos registrados nos livros competentes. E para a surpresa do investigador, todas as perguntas receberam uma negativa.Ninguém jamais vira aquela jovem ali. Os assentamentos e obituários estavam trancados no arquivo normal e ninguém havia solicitado permissão para uma pesquisa. O senhor Dipill perguntou ao diretor do cemitério que ala era aquela. Levando o senhor diretor até o local, ele afirmou que aquela era uma ala histórica. Ali, naquele lugar, estavam sepultados (clandestinamente), todos os descendentes da família Bonaparte que eram resultado das ligações ilícitas daqueles que constituíam o grande clã que governou praticamente a Europa. Para evitar escândalo, Napoleão mandara reservar uma ala para sepultar os membros da família que não tinham registro legal nem faziam parte oficial dos seus descendentes. Mas havia uma peculiaridade: aquele cemitério havia cerca de 130 anos atrás fechado aquela ala, que nunca mais foi aberta. E os que estavam inumados não tinham identificação. Messieur Dipill achou interessante a “coincidência”, entre aspas, mesmo fantástica como parecia a história de Denise Cretéio, esta informação era um dado a considerar. Ele resolveu de maneira audaciosa, último lance.Hipnotizou uma semana depois a jovem senhora Denise Cretéio e tomando do seu automóvel, pediu-lhe que busqueasse a ele e à comissão a cidadezinha de Epernay. Em transe hipnológico, Denise Cretéio fez que contornassem a grande perimetral parisiense e que saísse na direção de Epernay.

Quando lá chegou ele pediu-se-lhe que conduzisse o grupo ao castelo de Epernay. Ela saltou do automóvel, andou algumas quadras, encaminhou-se para a periferia da cidade, acercou-se de um velho castelo, e diante do portão de ferro batido, ela descreveu as cenas interiores da casa antiga. Aproximaram-se. Acionada a aldrava da porta, o mordomo abriu-a. Ela adentrou-se . O investigador explicou-lhe o que se tratava. Era agora patrimônio da França o castelo. Aquela era uma segunda-feira e não estava aberta à visitação pública. Mas ele trazia autorização para poder adentrar-se e logo quando ela entrou no grande rol, olhou em derredor e lhe perguntou:

-Onde está aqui uma grande tapeçaria que Mme. Savier comprou no ano de 1812?

O mordomo foi colhido de surpresa e perguntou à jovem como sabia.

-Eu me recordo.

Ela descreveu a tapeçaria e ele elucidou que Paris quando se tornou cidade aberta e os alemães invadiram a França, os objetos de arte haviam sido retirados e guardados nos subterrâneos inclusive em alguns dos subterrâneos do Louvre. A tapeçaria fôra mandada a Paris e não retornara até então, apesar dos zeladores reclamarem sempre às autoridades.

Messieur Dipill estava diante de duas hipóteses: ou a hipótese da memória extra-cerebral , em que ela sabia de um dado que não colheu através dos métodos tradicionais, ou graças a uma pregnância. Ela teria captado uma radiação do objeto que ali esteve por muitos anos , ou então ela se lembrava de uma maneira paranormal de algo que daria uma evidência à realidade da reencarnação.

Denise Cretéio subiu a escada bifurcada de mármore de carrara e ao adentrar-se pelo imenso corredor ladeado de vários cômodos, começou a dizer:

-Aqui era o escritório de Madame. Aqui era onde eu dormia.Ali era o antigo comedor…

E depois de identificar os vários departamentos do castelo ante o assombro do mordomo, que não a tinha visto ali antes, ele confirmou. Ela disse:

-Gostaria de descer à adega e atravessar o corredor subterrâneo que vai dar na catedral de Epernay. Madame Savier tentou fazer essa passagem secreta, naturalmente momento inesperado para que nós nos pudéssemos evadir. O mordomo disse que não havia essa passagem secreta. Ela disse:

-Como não há? Eu morri lá, num dos quartos que ladeiam o subterrâneo.

Foram à adega. Quando passavam pelo úmido e estreito corredor, Denise Cretéio teve uma convulsão. Começou a golpear a parede e gritou:

-Eu morri aqui! Aqui há uma passagem!

Desmaiou. O hipnotizador despertou-a e começava-se agora um novo problema. O senhor Dipill apresentou a questão às autoridades do patrimônio da França. Solicitava permissão para por abaixo aquela parede. Ele se comprometia a restituí-la com o mesmo material, utilizando-se de técnicos em demolição e em reconstrução. Se fosse verdade, estava-se diante de uma evidência e essa evidência levaria a outras conclusões. As autoridades permitiram desde que não se danificasse o patrimônio da cultura francesa. A parede foi posta abaixo e havia ali um corredor que estava desativado fazia mais de 100 anos. Denise Cretéio adentrou-se com a comissão (ela novamente em transe) que trazia archote para iluminar e passando por um vão teve outra convulsão e disse:

-Eu morri aqui. Aqui esteve o meu cadáver depois da grande hemoptise.

O corredor subterrâneo levava à parte posterior do altar-mor da catedral de Epernay. Messieur Dipill termina o seu relatório dizendo:

‘Os dados da informação de Denise Cretéio são absolutamente exatos. Deixo a interrogação: Pregnância? Teria ela a capacidade de deixar-se impregnar por fatores que não pudemos explicar mas que os paranormais captam?

Reencarnação?

Fraude? Impossível. Porque nós pesquisamos Denise Cretéio por vários anos. Conhecemos o caráter moral e a imensa gama de testemunhas elimina a hipótese da fraude.

Cabe à posteridade dizer que fenômeno é esse de Denise Cretéio, magnífico, que se lembra de uma existência anterior.”

Discussão

O caso acima, entre outros, é narrado por Divaldo Pereira Franco, constando na fita de vídeo “Provas Científicas da Reencarnação”. Como é uma transcrição da palestra, os nomes de alguns personagens podem ter sido escrito de forma errônea, baseados na pronúncia.

Perguntei ao próprio Divaldo sobre a fonte bibliográfica deste caso, ele diz que não se lembra (estranho que alguém com uma memória tão boa como Divaldo não se lembre da fonte). Afirmou ter lido numa revista ou jornal, e nem se recorda se era nacional ou internacional. Depois de vastas buscas, não encontrei a fonte do caso, mesmo questionando a parapsicólogos profissionais.

Conclusão

Partindo do princípio que tal caso nunca aconteceu, só vejo duas hipóteses possíveis: ou Divaldo mentiu e inventou tudo, ou a revista/jornal mentiu e Divaldo aceitou o relato como verdadeiro sem maior verificação. O fato é que, até que me provem o contrário, a fita vincula uma informação falsa, levando os ouvintes a acreditarem em algo que não aconteceu. Baseado nisto, é de se perguntar o quão confiáveis seriam as informações vinculadas nas demais palestras. Minha sugestão para evitar tais problemas no futuro é que na fita de vídeo constasse ao final de cada palestra a bibliografia em que ele se baseou.

Por fim, gostaria de dizer que caso minha pesquisa tenha sido falha e tal caso realmente exista, retra-tar-me-ei imediatamente, alertando no blog o equívoco.

Atualização: E foi isso o que aconteceu, como pode ser visto neste link.

Referências

Fita de Vídeo “Provas Científicas da Reencarnação”, de Divaldo Pereira Franco.

73 respostas a “As Palestras de Divaldo Franco São Confiáveis?”

  1. Elektra Diz:

    sinceramente, pq vc não gasta essa energia toda q vc ta gastando combatendo o espiritismo pra ganhar dinheiro? ou pra montar uma obra social? seria mais valido….

  2. Vitor Diz:

    Elektra,

    e quem iria alertar os espíritas para os equívocos de sua crença? Obras sociais já existem aos montes, mas não muitas pessoas fazendo o trabalho que faço. E depois, melhorar o senso crítico do povo acho tão válido quanto realizar uma obra social. De fato, penso que o que faço é uma obra social, afinal, atinge a sociedade, a faz pensar, refletir, estudar, como isso pode não ser válido?

  3. J. Machado Diz:

    ***Destino Cruel***

    Vitor Moura DIZ: “Este artigo fornece um exemplo de informação falsa disseminada pelo alegado médium baiano Divaldo Pereira Franco em uma de suas famosas palestras.”

    Vitor Moura DISSE: “Gostaria, no entanto, de realçar o imenso trabalho de Divaldo. A Mansão do Caminho consome mais de 50.000 dólares por mês, que Divaldo ajuda a manter exclusivamente com o fruto de seu trabalho, através da venda de seus livros, vídeos e doações. Se já fiquei impressionado com o carinho e o respeito que os cariocas tem pelo Divaldo, mal posso imaginar como os baianos o tratam.”
    http://rv.cnt.br/viewtopic.php?p=51481

    Vitor Moura DISSE(2): “Surpresa geral! – Divaldo Pereira Franco, com a honestidade e a coragem moral que lhe são peculiares – aliás, o seu sobrenome “Franco” realmente indica uma das inúmeras qualidades do seu elevado caráter – naquela palestra assistida por centenas de pessoas, narrou os dois seguintes episódios com ele e Sai Baba, o segundo episódio ocorrido há poucos dias, na Índia, e o primeiro um pouco antes, durante as muitas palestras internacionais que acabara de realizar”
    (mesmo link)

    Oh Fortuna :-)

  4. Vitor Diz:

    Oi, Machado

    o trecho referente a DISSE(2) não é meu. É de outro autor, que transcrito referente ao episódio dele com Sathya Sai Baba. Aliás, esse acho que vai ser o tema do própximo artigo, estou vendo…

    Abraço.

  5. Gilberto Diz:

    “Provas Científicas da Reencarnação”? Gostaria de vê-las. Falam delas, mas só vemos relatos extraordinários de pessoas, sem provas, apenas a palavra do médium e do “espírito”, canalizado ou psicografado. O espiritismo é muito parecido com a Ufologia, pois ela se diz ciência e até apresenta algumas pessoas com pinta e vocabulário de cientista, mas na hora de provar algo, se baseia exclusivamente na casuística, em relatos de pessoas impressionáveis ou impressionadoras, e em fotos borradas.

  6. Damião Borges Marins Diz:

    Damião diz

    prezado e querido irmão:

    A doutrina espírita é coisa muita séria, com todo respeito a sua pessoa, nos achamos que você deveria estudar as obras basicas da doutrina, bem como as obras complementares, para poder enter as nuancias da doutrina espirita. Na questão 459 dos livros dos Espíritos, Kardec pergunta se os espiritos influem sobre nossos pensamentos e ações? Eles responderam:

    – A esse respeito, sua influência é maior do que podeis imaginar. Muitas vezes são eles que vos dirigem.
    muita paz.

    DBMarins.

  7. Gilberto Diz:

    Obrigado pelos bons votos. Muita paz e saúde pra você também, Damião.

  8. Rafael Diz:

    É isso aí!
    Vamos mostrar pras pessoas o quanto o espiritismo engana as pessoas!
    Ainda bem que tem pessoas como vocês que estão abrindo os olhos das pessoas pra essa doutrina elitista e hipócrita que abraça milhares de brasileiros, infelizmente!

  9. Gilberto Diz:

    Caro Rafael,

    Sua opinião, como a de todos, deve ser respeitada. A minha, no entanto, é de que o engano não é proposital (na maioria esmagadora dos casos). Não consigo ver todos esses centros espíritas, que tanta caridade fazem, como centros de hipocrisia e enganação. Analisando do ponto de vista estritamente religioso, o Espiritismo é uma religião vencedora, pois trabalha para a melhoria do ser humano, para a compaixão com os mais fracos e para o engrandecimento espiritual. O problema está apenas quando o Espiritismo prega o conhecimento de todas as coisas, de todos os mistérios do Universo e quando diz ter repostas para todas as perguntas. Eu considero isso uma arrogância, além de desabonar o conhecimento dos humanos vivos, em detrimento ao conhecimento dos mortos, que conhecem todos os “segredos”, não se sabe bem porque.

  10. Rafael Diz:

    Acho engraçado como as pessoas gostam de se esconder atrás de uma pseudo-lógica seletiva. Exemplo: O Gilberto diz:

    - vemos apenas fatos … sem provas … se baseia exclusivamente na casuística, em relatos de pessoas impressionáveis ou impressionadoras, e em fotos borradas.

    O que o Gilberto quer? Que os espíritas se deem ao trabalho de convencê-lo, de procurar as provas para apresentar para ele? Gilberto, responda por favor, você, por acaso, procurou tais provas? Tenho certeza que a resposta será não, pois se tivesse procurado teria encontrado toneladas delas. Existe até mesmo experimento científico onde se mediu a pulsação de um espírito desencarnado materializado! Mas é aí que eu quero chegar…

    É mais fácil ser lógico seletivo. É assim: eu duvido, ninguém nunca me provou que eu estou errado, então eu estou certo! Simples assim. Mais do que isso… quem acredita são pessoas ingênuas, burras ou facilmente impressionáveis, que devem “ter seus olhos abertos”, como disse o outro Rafael.

    E quem deve ser responsável por abrir os olhos, os grandes estudiosos da falta de estudo. Pessoas que dizem que não é verdade, que não há provas, que tudo não passa de charlatanismo e devaneio sem sequer terem lido as obras que criticam ou procurado provas favoráveis ou contrárias?

    Eu espero que vocês possam refletir sobre a postura de vocês, não somente diante desse tema, como diante da vida. O maior sábio não é o que tudo sabe e sim aquele que sabe o quanto ainda lhe falta aprender. Busquem o conhecimento… leiam e conheçam as coisas antes de lançarem ataques e críticas… assim se corre menos risco de fazer papel de bobo.

    Abraços fraternos. Desejo muita felicidade para cada um de vocês.

  11. Rafael Diz:

    Somente um complemento, pois o último comentário do Gilberto ainda não tinha sido postado quando eu escrevi.

    Gilberto, no dia em que você puder, estude a doutrina espírita. Você verá, por exemplo, que muitas das coisas que você acredita serem dogmas do espiritimo são exatamente o oposto.

    Um exemplo é o que você disse sobre a sabedoria dos desencarnados. O espiritismo nada fala sobre os desencarnados serem sumo-sábios… muitíssmo pelo contrário.

    Ao longo de algumas obras, existem questões que os próprios desencarnados se dizem incapazes de responder, pois ainda não estão em um nível que permita o entendimento de tais questões… seria como tentar ensinar cálculo diferencial e integral à uma criança de 2 anos de idade.

    Estude a doutrina espírita… pelo menos você vai poder saber o que está criticando e até mesmo criticar melhor. Sugiro que comece lendo o livro dos espíritos e siga lendo a gênese. Daí em diante deixo por sua conta…

    Abraço fraterno.

  12. Gilberto Diz:

    Rafael,
    Tudo bem, mas se dizem que há vida em Marte, por que é que EU é que tenho que provar que NÃO há? Se for o caso, bem, eu simplesmente vou acreditar em TUDO. Quanto a procurar, já procurei, já li toneladas de textos espíritas e já falei com dezenas de pessoas que professam tal religião, já tive mensagens (fraudulentas) de entes queridos psicografadas, mas talvez eu não tenha o crescimento espiritual (ou intelectual, o que parece ser mais provável) para perceber a tão professada verdade que o Espiritismo prega. De qualquer forma, muito obrigado pelo carinho, seu e de um sem-número de espíritas nesse Brasilzão. Um super-abraço.

  13. Rossano Diz:

    Prezados amigos, todas as opiniões são respeitáveis. Temos o direito de concordar e discordar de tudo, graças a Deus. Mas considero importante que estudemos bem aquilo que desejamos denegrir. Sou espírita, estudo muito, há muitos equívocos humanos em todo agrupamento religioso e filosófico, mas há muita coisa séria. A própria Doutrina Espírita nos orienta a deixar aquilo que for provado pela ciência ser um erro. Daí minha sugestão aos amigos que combatem o Espiritismo: Prossigam estudando, combatendo tudo o que não for realmente verdade, mas também atentos para aquilo que passar pelo crivo da razão, e também para o bem que alguns trabalhadores espíritas, como o Divaldo, mesmo imperfeitos como todos nós, têm feito a milhares de pessoas. Particularmente, eu sou um beneficiado pelos ensinamentos do Divaldo, e não tenho como negar isso a mim mesmo. Ele não me conhece, mas sua contribuição em minha vida e de minha família é singular, e agradeço a Deus e a Jesus pelo trabalho desse homem de bem. Um abraço fraterno a todos, votos de paz, Rossano.

  14. Mácrio Diz:

    Senhor Vitor:
    Saudações fraternas. Muitos detalhes dos casos que ilustram as pelastras do sr. Divaldo Franco vêm de “arquivos” espírituais ou das mentes dos Espíritos que o assessoram nas suas palestras, daí a impossibilidades, em muitos casos, de encotrar literalmente referência bibliográfica. Além do quê, suas “vastas buscas” não foram absolutas. Ou você quer que acreditemos que você conseguiu abranger com sua pesquisa todas as fontes bibliográficas existentes no mundo para afirmar com tanta presunção que o caso não existe?! Informo ainda que, já passou por sua mente que, quando da sua pergunta ao Divaldo sobre onde ele leu tal caso, percebendo mediunicamente sua verdaeira intenção, ele talvez tenha omitido, por perceber (informação doutrinária quando se refere aos inimigos sistemáticos) que mesmo informando a referência talvez você não ficaria satisfeito ou convencido?
    Um abraço.

  15. Vitor Diz:

    Se ele tivesse informado a referência eu iria buscar a sua existência, e verificando-a, ficaria plenamente satisfeito.

    Penso que esse caso, se fosse verdadeiro, teria uma repercussão enorme. O caso Bridey Murphy, com muito menos evidências, teve repercussão mundial.

  16. Tom Diz:

    Gilberto, você afirma que perguntou ao Divaldo e ele não sabia a fonte, tem algum email dele ou como provar que realmente teve acesso ao mesmo e fez a pergunta? Ou sua pergunta foi atravéz de um contato mediunico?

  17. Tom Diz:

    Escreví Gilbertomais na verdade refiro-me ao autor do blog.

  18. Vitor Diz:

    Eu falei por meio de um acessor que foi perguntar ao Divaldo enquanto ele fornecia autógrafo. Eu estava perto e pude vê-lo falando ao acessor. Não tinha uma câmera para filmar, nem gravador. Mas já que Divaldo está vivo, pergunte-lhe a fonte. Veja a resposta…
    Um abraço.

  19. Roberto Diz:

    Olá Vitor!

    Creio que para começarmos uma pesquisa séria sobre o caso citado acima, primeiro precisaremos dos nomes (grafia) corretos das pessoas e dos lugares. Alguma idéia de como poderemos conseguir? Tens o email do próprio Divaldo ou de alguém próximo?

    Fugindo um pouco do tópico do post, estava procurando no site do Divaldo Franco alguma bibliografia, quando encontrei o post abaixo:

    http://www.divaldofranco.com/noticias.php?not=62

    Existem muitos dados nesta notícia que poderiam ser objeto de um estudo sério. Deveríamos aproveitar enquanto o Divaldo Franco está entre nós e testar a veracidade dos fatos citados e apresentar conclusões diretamente para ele, esperando por uma resposta.

    Eu já li algumas obras psicografadas pelo Divaldo, da “autora” Joanna de Ângelis e por critérios que confesso serem subjetivos, acredito na veracidade dos textos. Na minha opinião, lembrando que é subjetiva, os livros só poderiam ser escritos por uma mulher com a “biografia” da Joanna de Ângelis. Recomendo o texto abaixo:

    http://esdegfiw.wordpress.com/2007/07/15/3-a-ansiedade/

    No entanto critérios subjetivos são pessoais e não devem ser utilizados quando queremos demonstrar um trabalho sério. Por isso sou plenamente a favor de iniciarmos um estudo sobre a obra do Divaldo Franco.

    Estou disponível se quiser começar esta empreitada!

    Abraços,
    Roberto

  20. Vitor Diz:

    Oi, Roberto

    penso que falando com o próprio Washington Fernandes, autor da notícia que vc postou, poderíamos descobrir a grafia correta.

    A notícia é bem interessante. Seria bom saber do Washington quando ele pretende publicar o estudo. O email dele se encontr aqui:

    http://www.usepiracicaba.com.br/Conteudo/Paginas/VisDetalhes.aspx?ch_top=36&ch_use=135

    Vc poderia escrever-lhe?

    Um abraço,
    Vitor

  21. ADEMAR Diz:

    BOA TARDE!
    A MAIOR PROBLEMÁTICA DO MUNDO E PRINCIPALMENTE DO HOMEM SÃO AS MEIAS VERDADES, TEM O HOMEM MEDO DA VERDADE, NÃO QUEREM ACEITAR AS VERDADES, FALTALHES BASE CRISTÃ, SE AS TIVESSE, PRESTARIA ATENÇÃO MAIS PROFUNDA AS MAXIMAS DE JESUS; CONHEÇA A VERDADE E ELA VOS LIBERTARÁ, QUEM TIVER OLHOS PARA VER, OUVIDOS, SENTIDOS… O QUE NÃO OCORRE COM A MAIORIA DAS PESSOAS, TEM GRAU LIMITADO DE EVOLUÇÃO E SE ENCLAUSURAM EM SI MESMO ATRASANDO SUA MARCHA EVOLUTIVA DESPERDIÇANDO O TEMPO ESPIRITUAL – VISÃO LIMITADA DA VIDA, ROTULAM JESUS E POR ISSO NÃO O CONHECEM!REENCARNAÇÃO É A ESSENCIA DA JUSTIÇA E DA BONDADE DE DEUS – QUANTAS FOREM NECESSÁRIAS, PARA O ESPÍRITO APRENDER, CORRIGIR E SER FELIZ!

  22. sulflair Diz:

    posso resumir todas estas criticas a uma simples frase, “conheces a arvore pelos frutos que produzem” e o espiritismo nao precisa provar nada a ninguem,quem realmente estuda a doutrina ,sabe automaticamente quem é serio ou nao atraves das mudanças que se faz na vida destas pessoas e da fidelidade para com os ensinamentos do mestre jesus ,tendo como ferramenta a codificaçao kardekiana,e os cursos,(dou o exemplo das”escolas de aprendizes do evangelho” que transforma homens em grandes cristaos que se comprometem a testemunharem ate o fim de suas vidas trabalhando fielmente com jesus e para jesus.tenho provas disso.

  23. Seja você aquele que ama Diz:

    André Dupil, hipnotizador
    Livro: “Marie-lise. Invisible et présente. Une aventure historique revécue en hypnose”, de Germaine Beauguitte e Pierre Neuville, 1958.
    Site: http://www.livre-rare-book.com
    Citação em http://paginas.terra.com.br/educacao/espirito/muller/reencarnacao13.html

  24. kleber Diz:

    PORQUE SEMPRE SE REFERE “AO BAIANO DIVALDO FRANCO”
    ESSA DESCRIMINAÇÃO É PELO FATO DE SER NORDESTINO?

  25. Obras psicografadas » Blog Archive » Errata sobre o artigo “As Palestras de Divaldo Franco são Confiáveis?” Diz:

    [...] dia 22/10/2007, publiquei um artigo – disponível neste link – sobre uma palestra de Divaldo Franco que fazia alusão a um alegado caso de reencarnação [...]

  26. Vitor Diz:

    Kleber,

    não há discriminação alguma! Minha mãe é baiana, e tenho vários amigos baianos.

    Um abraço.

  27. Helio Leão Diz:

    caro amigo, dificilmente iremos encontrar neste planeta pessoa de carater e precisão a do querido Divaldo P. Franco, homem de garra, luta, perseverança, palestrante pelos 4 cantos do mundo, já visitou 56 paises administrando palestras em todos eles, alto nivel de conhecimento e evolução espiritual, entendo que alguns seres que por aqui se passaram podem se igualar a divaldo, com exceção a “Jesus”, mas temos, madre tereza, irmã dulce, chico xavier, santo agostinho, e muitos outros, duvidar do Divaldo tem que ter lº muita coragem, 2º uma evolução quase que incomparavel, por isso, qual critica a respeito do Divaldo, com certeza nos espiritas, até pelo preparo que temos, já mais iremos acreditar e muito menos desanimar de ser ao proximo. obrigado.

  28. Helio Leão Diz:

    caro amigo, dificilmente iremos encontrar neste planeta pessoa de carater e precisão a do querido Divaldo P. Franco, homem de garra, luta, perseverança, palestrante pelos 4 cantos do mundo, já visitou 56 paises administrando palestras em todos eles, alto nivel de conhecimento e evolução espiritual, entendo que alguns seres que por aqui se passaram podem se igualar a divaldo, com exceção “Jesus”, mas temos, madre tereza, irmã dulce, chico xavier, santo agostinho, e muitos outros, duvidar do Divaldo tem que ter lº muita coragem, 2º uma evolução quase que incomparavel, por isso, qualque que seja a critica a respeito do Divaldo, com certeza nós espiritas, até pelo preparo que temos, já mais iremos acreditar e muito menos desanimar de amar o nosso próximo, nós espiritas já enfrentamos vários tabus, mas com o crescimento da Doutrina, através do trabalho incansável do Divaldo e milhares de outros mediuns, temos divulgado muito bem o Espiritismo, que alias, têm sido tema principal em várias novela e seriados da Rede Globo de Televisão, um abraço, tudo de bom para vc.

  29. maria valdirene mesquita beserra Diz:

    Devemos sempre orar por esses irmaõs que não respeitam as outras religiões.Sou da doutrina espírita e mim orgulho miuto de ser espírita.sou uma grande admiradora de Divaldo.abraço fraterno.

  30. suziane Diz:

    vc deveria estudar mais o evangelho vc deveria amar a se mesmo para poder compreender a mensagem de divaldo . a critica que vc faz a divaldo e simplismente vc mostrando que a mentira e que vive em seu coração como vc não tem nenhuma caridade a fazer fica procurando erros nos outros para esconder o seu. juízo e o que está lhe faltando.

  31. Alyne Diz:

    Vocês que falam mal do espiritismo são MAUS ou ignorantes. Primeiro, porque, na essência de toda religião está: Amai ao próximo como a si mesmo. E ignorantes porque não lêem e nem sabem, MAS NÃO SABEM MESMO, o que dizem. Reflitam sobre suas palavras, seus ignorantes, para saber falarem antes de acusarem o Espiritismo como qualquer coisa.
    Eu era evangélica, de uma boa igreja a que até hoje credito os seus valores, mas fui salva pelo Espiritismo. Porque não há religião melhor e nem pior. Apenas aquela que cada um se identifique.
    Vocês, que falam mal do espiritismo, além de ignorantes, são preconceituosos. E não há pecado maior do que o preconceito daquilo que leva e prega o nome de Jesus.
    Podem falar: ah, por que você não era uma evangélica autêntica. Era sim, e por ser descobri que Cristo existe em mais de uma casa. Jesus não era preconceituoso, porque eu, uma pobre pecadora vou ser?
    O problema é de vocês, que ainda não têm a VISÃO GLOBAL DE JESUS.

  32. Liana Diz:

    Muito amor no coracao de todos!

    Cada um tem o direito de dar a sua opiniao! E as pessoas podem escolher ouvir ou nao! É o livre arbítrio!
    Devemos respeitar as opinioes que nao sao as mesmas que as nossas .
    Eu acredito que todos nós espíritas temos a mesma religiao, acreditamos em Jesus e nos seus ensinamentos.
    Quanto aos fenomenos espirituais do espiritismo : Se alguém se propoe a estuda-los, por que nao?

  33. jose Diz:

    o médiun cobra por suas palestras

  34. Alberto Morais Pinto Diz:

    Amigos, desculpe-nos a intromissão,
    O Espiritismo respeita todas as religiões e doutrinas, valoriza todos os esforços para a prática do bem e trabalha pela confraternização e pela paz entre todos os povos e entre todos os homens, independentemente de sua raça, cor, nacionalidade, crença, nível cultural ou social. Reconhece, ainda, que “o verdadeiro homem de bem é o que cumpre a lei de justiça, de amor e de caridade, na sua maior pureza”.
    O objetivo é o caminhar consciente a proposta de Jesus, “amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo.”
    Quando as religiões se libertarem dos resquícios imaginários da idade média e compreenderem a Doutrina de Jesus, seguirão, terão a sua divisa, “os meus discípulos serão reconhecidos por muito se amarem.” Por enquanto se digladiam para justificarem as suas incertezas, preguiças e acomodações. Um dia aprenderão a pensar, a buscar a compreensão, via ciência, abandonando a visão místico judaica, a que permanecem aprisionadas. Deus castigo, Deus temor, Deus homem. A proposta de Jesus de, Deus amor, só lhes chegam via letra morta. Em essência, espírito e verdade, fica-lhes só a bailar sem a devida apreensão, acham que desmoralizando-se, entre si, agradarão a Deus, o Deus antropomórfico permanece-lhes fortemente a ditar as ações do homem instinto, temperamental onde os sentimentos estão longe de conviverem na busca do “Reino de Deus”, que está em nós mas que não o cultivamos.

  35. simone marinho Diz:

    É triste vermos o quato de bTomé existe no mundo(ver para crer) Como disse Jesus: ” Abençoado os tempos vindouros, porque eles acreditarão sem ter visto!

  36. Margareth Diz:

    Como espírita que sou, respeito todas as opiniões, se essa é a sua e talvez a de muitos devemos respeitar, não podemos esquecer que somos livres para aceitar ou não, acreditar ou não, naquilo que cada um julgar correto…

    Não nos esqueçamos que muitos foram resistentes a idéia de Jesus ser um messias, mensageiro ou seja o que for que cada um entende, ainda existem muitas pessoas que não acreditam em Deus. Jesus não pregou nenhuma religião, e sim um a conduta de vida.

    Respeitemos o trabalho de todos, sejam eles, budistas, hunduistas, católicos, protestantes e assim por diante.

  37. zuleica Diz:

    Oiie..Amigos!
    Não cabe a mim julgar.. ninguém.
    Só quem julga é Deus!
    Acredito no Espiritismo e vou dizer porque abracei esta doutrina !
    Preciso contar um pouco da minha vida para que vcs entendem ,como aconteceu.

    Sou filha descedentes de alemães com uma educação muito rígida.Nascí,crescí e ainda moro na cidade de Porto Alegre, Rio Grande do Sul.

    Meu pai exercía na família uma autoridade muito forte e por isto havia muitos atritos.

    A ultima palavra era sempre a dele.Viviamos em uma ditadura familiar.

    Meu pai e minha mãe eram casados na Igreja Luterana Protestante e tinham batizado seus 4 filhos na mesma religião.

    Sofriamos em casa aquele regime austero que magoava a todos nós.

    Eu sempre me achava muito sensível..chorava com facilidade.

    Quando completei 12 anos..um certo dia,durante a tarde,(eu estudava pela manhã) meu deu um desejo imenso de escrever.

    Uma coisa muito forte e a vontade era de isolar-me… só pensava em pegar caderno e lápis.Foi o que fiz.

    Sentí naquela hora, uma espécie de tontura e um pouco fora de mim e comecei a escrever rápidamente.

    Escreví 3 páginas do caderno com uma letra grauda, diferente da minha.

    Quando terminei, comecei a ler e pensei naquele momento que eu tinha enloquecido.

    Lembro que o título no texto tinha a palavra “Orgulho”.

    O conteúdo era muito bem escrito e havia uma concordância em tudo.

    No final do texto assinava: Um Amigo.

    Mostrei a noite para os meus pais (eles trabalhavam durante o dia), depois de ler, meu pai teve um ataque de furia.

    Rasgou em pedaços os papeis e falou comigo aos gritos:

    - Se vc continuar a fazer isto te coloco em um hospício!Minha prima virou espirita e enloqueceu.

    -Não torne a fazer, porque quem manda aqui, sou eu.

    Diante daquilo tudo fiquei assutada.Achei que havia cometido um grande erro.

    Mas eu não pude controlar, aquela força que me envolveu era muito forte, e me fez escrever.

    O que estava acontecendo?

    Continuei a psicografar (na época nem sabia que era isto)e meu Amigo Espiritual foi me ensinando.

    Falava de sentimentos, como paciência ..tolerância. .fraternidade etc.

    Tudo o quê eu não ouvia em casa!

    Para encurtar a história depois de 8 anos ele começou a revelar a sua identidade.

    Nos primeiros tempos assinava como “Um Amigo”.Depois passou assinar o nome “Antonio Borges”.

    Numa das psicografias me disse:Para saber se tudo é verdade (pq eu desconfiava) vá no cemitério Espanhol,entre pelo portão..vá até o fundo,até encontrar um muro….olhe para sua direita e comece a contar as sepulturas.. e na quinta.. meu corpo físico descansa.

    Aqui em Porto Alegre há uma avenida chamada Oscar Pereira onde tem muitos cemitérios, um ao lado do outro.

    Meus avós e parentes foram sepultados no cemitério “São Miguel e Almas”na mesma rua..ele é muito grande, não tem como achar uma sepultura com facilidade.Precisa- se ter numeros,alamedas com localizações bem certa.

    Eu nunca havia entrado no Cemitéro Espanhol.Só conhecia o Miguel e Almas.
    Tendo por referência este cemitério..fiquei imaginando como poderia encontrar a sepultura de Antonio Borges,tendo poucas informações.

    Fui até lá para saber se tudo era mesmo verdade.Esperei chegar o dia de “finados”,porque neste dia tem bastante movimento e amigos me alertaram que costumam fazer assaltos por ali.

    Encontrei o cemitério que é muito pequeno, e muito velho,sem nenhum cuidado .Tem um portão de entrada, e no meio só uma passagem..e a cada lado, estão as sepulturas,a maioria destruidas pelo tempo.

    Caminhei pelo meio e fui até o final…encontrando o muro.. contei..e na quinta parei.

    Para a minha surpresa, a sepultura quase toda destruída.Há uma lápide tombada num buraco..só com um nome: “Marutza”… com letras graúdas e data de nascimento e morte.

    Nenhuma foto.Nunca eu tinha visto este nome.

    Será nome feminino ou masculino.Como termina com a vogal “A”..deve ser mulher..deduzí .

    Fiquei decepcionada. Fui enganada pensei.Vou anotar ao menos o numero da sepultura para obter maiores informações.

    Na saída do cemitério tinha um guarda…perguntei como saber quem estava sepultado ali.

    Ele informou que o escritório do cemitério fica no centro da cidade na rua Jeronimo Coelho e que só lá poderia saber informações.

    Passou uma semana e procurei o escritório.Disseram que tinham um n° de telefone comercial (me passaram) pertencia ao proprietário. .só ele poderia informar.

    Liguei e caiu em uma loja tradicional da cidade,estabelecida no centro a mais de 50 anos.Um funcionário atendeu e passou para o dono da loja chamado Henrique DabDab,homem de 70 anos.E agora como iria explicar o fato.. talvez ele pudesse pensar que eu era uma maluca..ou então era um trote.

    Expliquei a situação ..ele disse estar trabalhando e mandou falar com a cunhada, deu um numero para ligar.

    Foi o que fiz ..liguei e atendeu uma moça,contei toda a estória.Eu estava curiosa com a situação e precisava saber se uma pessoa chamada Antonio Borges..estava naquele cemitério na sepultura que pertencia a familia.

    Ela informou que sua mãe tinha sido operada fazia 8 dias e que não poderia atender.Acho mesmo que pensou ser um trote.

    Insistí e a senhora veio atender.Relatei novamente tudo que acontecia comigo, que precisava tirar duvidas se o espírito que se comunicava falava a verdade.

    Ela pensou um bom tempo.Disse- me que Marutza era sua sogra falecida a 35 anos.

    Mas depois lembrou de Antonio Borges.. Ele foi o primeiro marido da sogra…que esta o conhecera muito jovem, que casaram, e tiveram uma filha.Ele está na mesma sepultura da sogra “em uma caixinha” foi que disse.

    Poucos anos após o casamento ele faleceu deixando-a viuva com uma menina de tres anos.Ela casou com o “DabDab”(sobrenome da família) e teve dois filhos o Felipe e o Henrique DabDab.

    Esta senhora convicta de tudo que informei, falou que tinha muitas saudades de seu marido, falecido a 6 meses, atropelado na Av.Benjamim Constant e que gostaria de saber como ele estava no momento.

    Falei pra ela rezar por ele e que “eu” não tinha poder nenhum e que o “telefone toca de cima pra baixo”.

    Que procurasse um centro espírita para tirar todas as dúvidas.

    Então amigos como não acreditar na imortalidade da alma.

    Até hoje tenho contato com Antonio Borges meu Amigo Espiritual.Ele durante minha vida só me dá bons conselhos..tres familiares meus que desencarnaram, ele me avisou antecipadamente.

    Tive um casamento cármico .Não conseguí, educar minha mediunidade.

    Estive casada durante 30 anos com um homem possessivo.Meu ex marido não aceitava que eu trabalhasse fora..fizesse cursos etc.

    No meu caso como tinha 4 filhos e por ama-los aguentei tudo para manter a harmonia do lar.

    Mas..hoje sei que as coisas acontecem no tempo certo…estou estudando para contribuir.. na Obra de Jesus.
    Frequento Sociedade Espirita Bezerra de Menezes..Na Av.Nova York – P.Alegre.

    Estou fazendo o curso ESDE ( Estudo Sistematizado Doutrina Espírita).

    Abaixo um dos textos de Antonio Borges.

    Antes que seja tarde

    Acorda menino
    Desta tua inocência
    Abre os olhos do mundo
    Da fé a nossa existência

    Nasceste entre civilizados
    Cresça com toda certeza
    Que o mundo será melhor
    Se preservares a natureza

    Observa a fotossíntese
    Esse equilíbrio perfeito
    Saiba que DEUS à criou
    Não admita que seja “desfeita”

    Modifica este planeta
    Onde a maldade habita
    Colha como as abelhas
    O doce néctar das tulipas

    Saboreia desse precioso achado
    Transformado em energia vital
    Saiba que o pólen espalhado
    Contribui para a vida animal

    Desperte logo criança
    Antes que seja tarde
    O futuro depende de tí
    Não deixe que a vida acabe…

  38. LEONAEDO Diz:

    OLHA CONHEÇO O TRABALHO DE DIVALDO , E O SEU TRABALHO É DE SUMA IMPORETANCIA , ASSIM COMO O SEU , CONCORDO QUANDO VC DIZ QUE SUA PARTE É DE ESCLARECIMENTO OLHA DE BOA ACREDITO QUE DIVALDO NAO LHE RESPONDEU POR VARIOS MOTIVOS , POR NAO TER MUITO TEMPO , POR TALVES PENSAR QUE VC SEJA MAIS UM A QUERER DESTTRUIR A DOUTRINA , SUGIRO QUE VC TENTE ENTRAR EN CONTATO COM ELE PARA QUE POSSA DESFAZER ESSE MAL ENTENDIDO,POIS ADORARIA QUE O NOME DA DOUTRINA ESPIRITA SAISSE DE SUA PAGINA , MAS CONCORDO QUE PARA ISSO SEJA PRECISO LHE PROVAR O CONTRARIO . CONTINUE ASSIM AMIGO COMBATENDO OS FALÇOS PROFETAS , ABRAÇO FIQUE COM DEUS , PAZ PROFUNDA , UM ESPIRITA VERDADEIRO . DE ALMA E CORAÇAO .

  39. Carolina Teixeira Diz:

    Caro amigo, procure algo mais saudável para fazer. Isso é coisa para quem não tem nada de verdadeiramente importante na vida. Procure se empenhar na luta contra a fome no mundo, contra a destruição da natureza, adote uma criança, seja útil ao seu planeta. Você pode se arrepender muito na erraticidade depois, quando olhar e ver que na vida encarnada só deu importância para coisas sem importância, pueris e que combateu uma doutrina séria que dá a chave para a descorberta de uma infinidades de segredos da vida.

    Melhore-se!!!!!!!!!!!!!!

  40. Elder Diz:

    Uai, tai a fonte desde 28/03/2008m cadê algum comentário, ou pesquisa ou retratação?

    Seja você aquele que ama Diz:
    March 28th, 2008 às 7:13 pm
    André Dupil, hipnotizador
    Livro: “Marie-lise. Invisible et présente. Une aventure historique revécue en hypnose”, de Germaine Beauguitte e Pierre Neuville, 1958.
    Site: http://www.livre-rare-book.com
    Citação em http://paginas.terra.com.br/educacao/espirito/muller/reencarnacao13.html

  41. Crow Diz:

    É… cadê a retratação???? Taí a fonte brother.

    Que o Mestre Jesus abençoe a todos nós, hoje e sempre.

    E que assim seja.

  42. Malu Diz:

    Caros!
    Não percam o tempo que é precioso, para tentar combater o espiritismo! Antes, seria mais prudente procurar respostas para si mesmos, estudar muito, aprender, procurar uma melhor compreensão sobre a vida e sua sagrada finalidade. Ninguém precisa provar nada a ninguém, pois enquanto encarnados, nós é que seremos “provados” o tempo todo. Façamos uso da “reforma íntima”: isso é o que nos realmente interessa!

    Um abraço fraterno a todos!

  43. Fabio Diz:

    Vi o comentario do médium Divaldo Franco dizendo que um espirito que atende por preto velho não pode ser levado a serio pois é atrasado.
    pois bem conforme sabemos que geralmente que frequenta a Umbanda seu pessoas hulmildes (não estou me referindo a parte financeira) esses espirito que se apresentam como caboclos, pretos velhos, criança etc apenas se travestem dessas simples aparencias até mesmo o cachimbo do preto velho e o charuto (em muitas tendas ja não mais fumo nem bebida) simplesmente para fazerem os frequentadores se sentirem mais proximos e ficarem mais a vontade e em resposta ao senhor Dilvaldo Franco lembra – se
    que a linha que esta sempre junto do Dr Bezerra de Menezes é a linha de preto velho

  44. Vini Diz:

    O Espiritismo é simples assim:
    Jesus disse: A verdade vos libertará!
    O que ele queria dizer? Queria dizer que a terra é redonda,
    que existe a força da gravidade, que existem seres não são visíveis a olho nu, e que interferem na nossa vida, espíritos? Também. E que tal virus e bactérias? Que uma ação provoca uma reação.Será tão dificil assim pro dono deste blog acreditar nestas coisas? Tem alguem ainda que deixou comentário neste blog que dúvida, que alguem que trate as pessoas com desprezo em seu cotidiano, sentirá o retorno deste tipo de comportamento? Alguém aqui duvida que
    exista a anti-matéria? A própria ciência ja á confirmou a um bom tempo, e hoje é utilizada nos hopitais em aparelhos de ressonância magnética!
    Quando o ser humano vai parar de acreditar somente nas coisas que ja foram contruidas? Tudo antes de se realizar existe primeiro na mente humana em forma de energia ! Depois se transforma em matéria modificada.
    Qual a dificuldade em entender que voltamos a ser energia novamente? A natureza iria desperdiçar toda essa energia que por Deus ela foi criada? A natureza desperdiça alguma coisa no universo?
    Fiquem na paz e não se esqueçam que a intolerância
    anda a um paço da ignorãncia!
    Perdoem meus erros.

  45. Alex Diz:

    Confesso, fui assinante do Clube do DVD do Divaldo. Por 1 ano recebi e assisti essas palestras oficialmente (antes eu baixava da internet, por 4 anos fiz isso.).
    Deixei de acreditar após várias contradições, fatos fantasiosos e casos extraordinários sem fontes bibliográficas. Fiz diversas buscas e, quando encontrei evidencias, eram contra os fatos.
    Entre um discursos fantasioso e outro, uma caso bem pitoresco foi a declaração que ele (Divaldo) havia morrido, falado pessoalmente com deus e deus concedeu a ele (Divaldo) alguns anos a mais de vida… que prepotência!

    Haja criatividade……..

  46. Paulo Cesar Diz:

    GOSTARIA DE DEIXAR REGISTRADO O MEU PROTESTO A ESTE PREGADOR COM RELAÇÃO AS PALAVRAS LOCALIZADAS NO CD DE NÚMERO 01.ONDE O ORADOR TRATA COM DESRESPEITO E DEBOCHE DO LIVRO DE GÊNESES DA BÍBLIA SAGRADA. COMO OUVINTE E PRATICANTE DA PALAVRA DE DEUS, ME SENTI OFENDIDO PELA FORMA PEJORATIVA QUE UTILIZOU REFERENTE A HISTÓRIA DE ABEL E CAIM, ONDE O MESMO DISSE QUE O SEGUNDO DEVE TER SE CASADO COM UMA “MACACA”. ALÉM DE DESCONHECIMENTO TEOLÓGICO, FALTOU MATURIDADE DURANTE A TENTATIVA DE EXPOSIÇÃO DO ASSUNTO. TODA ESCRITURA É INSPIRADA PELO ESPÍRITO DE DEUS. SEGUNDO TIMÓTEO, CAP 3:16,17
    QUEM É O HOMEM (HUMANIDADE) PARA SE OPOR E COLOCAR EM DÚVIDA A BÍBLIA SAGRADA.
    ATENCIOSAMENTE,
    PAULO CESAR, SOROCABA – SP
    (19) 92193791

  47. Jupiara Michel Diz:

    Obrigado por combater o Espiritismo,pois ao fazer isto presta-lhe um serviço incomparavel.
    Da mesma forma que os detratores de Allan Kardec fizeram no século 19, o senhor faz hoje atualmente com o médium Divaldo Pereira Franco:infelizmente para o senhor o efeito é inverso:quanto mais combate,mais as pessoas se iteressam em conhecer.

    Muita paz

  48. CLAUDIO Diz:

    Caríssima Jupiara, muita paz.
    Gostaria de saber o por quê desta violência à Doutrina Espírita. Combate? Por que?
    Achei as opiniões, respostas, defesas e críticas bastante interessantes. Para mim este assunto é sempre interessante. Vejo isto como mais uma oportunidade de aprendizado. Ninguém segue uma religião que não identifique-se ou convença-se com sua doutrina, e, sabendo do futuro da humanidade como ninguém, o Divino Mestre Jesus não sugeriu nenhuma religião, mas sim a união:”…Onde dois ou mais estiverem reunidos em Meu nome, ALI Eu estarei”(ali=advérbio indeterminado de lugar); “Amai a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a ti mesmo”.
    A maioria das pessoas no mundo busca sintonizar-se com o Criador, porém, cada um escolhe o caminho que identifique-se ou que o convença.Respeitar o livre arbítrio do próximo é, também, um sinal de amor. Reflita sobre isto. Muita paz.

  49. Ricardo RJ Diz:

    COM CERTEZA DIVALDO FRANCO NÃO PRECISA QUE NINGUÉM O DEFENDA,POIS UMA OBRA COMO A SUA NÃO SE CONSTRÓI COM MEIAS VERDADES OU FALSIDADE,OU JÁ TERIA SIDO DESMASCARADO A MUITO TEMPO.QUE O AUTOR, VITOR,POSSA ESTAR TRANQUILO QUANTO A ISSO.UNANIMIDADE NA TERRA NEM JESUS NOSSO MESTRE OBTEVE,PORQUE DIVALDO OBTERIA?

  50. Punga Diz:

    Vai ser engraçado quando o Victor vir a falecer (quando o dia chegar) e ele descobrir que gastou esse tempo todo pra tentar provar contra algo que ele mesmo vive e viveu e vai continuar a viver… só espero que ele resgate esse tempo perdido o mais rapido possível, desejo muita sorte e saúde.

  51. homeover Diz:

    É isso aí,Punga!Quando nosso irmão Vítor chegar ao plano espiritual,DAQUI A MUITOS ANOS,certamente vai necessitar da terapêutica da incorporação e esclarecimento fraterno em casa espírita séria,para aceitar a realidade em que está vivendo,sendo certamente ajudado por seus protetores espirituais e mentores,podendo até,quem sabe sendo bom e útil para ele,se avistar frente a frente com Chico Xavier ,Emmanuel,Bezerra de Menezes,e outros benfeitores espirituais que ele tanto ironiza e menospreza;Eles não guardam raiva nem rancor,e irão ajudá-lo fraternalmente NÃO RESTA DÚVIDA.

  52. norma Diz:

    caros irmaos,

    Por acaso algum neuro cirurgiao ao abrir um cranio se deparou com algum pensamento?
    Ora, sejam mais inteligentes, voces que estao criticando uma doutrina seria que prega o amor ao proximo. Abram os livros, estudem, examinem , sejam mais humildes e menos donos da verdade.
    Que Deus os proteja sempre…e menos criticas, por favor.

  53. Rodrigues Diz:

    Mesmo ainda no início dos estudos sobre o espiritismo,tenho encontrado muita lógica em certos pensamentos ligados á doutrina;apesar de leigo no assunto,penso que não há coincidências nos desígnios de DEUS.
    Jesus,ao iniciar sua jornada evangélica,foi considerado um louco por uma boa parte da sociedade,á sua época;se,em seu tempo,quando o temor a DEUS se fazia mais presente,o que poderíamos esperar de muitas pessoas puramente materialistas e que não possuem o mínimo preparo espiritual ou moral que as habilitem a penetrar os mistérios de DEUS?
    Seria pedir que um bebê nos explicasse a teoria da relatividade com todos os seus pormenores;longe de mim criticar a qualquer um que seja…
    Fiquem todos na paz de DEUS!

  54. José Henrique Diz:

    Fé em Deus, quem a tem, faz como Jesus , ensina o amor e a caridade. Religião não se discute, se vive, e quando isso é feito na sua plenitude não se tem tempo para alardear futricas. Paz a todos!

  55. Igor Vasconcelos Diz:

    Meu irmão ! Vá procurar uma instituição social de sua cidade e vá se tornar voluntário para ajudar os necessitados. Utilize suas energias para fazer o bem do que denegrir as veracidades espirituais que é inerente a todos e inclusive a você também. Tem muita gente necessitada precisando da sua ajuda, é o melhor que você pode fazer agora.

  56. Chico Sá Diz:

    Admiro os espíritas falarem de jesus, posto que nunca existiu. É um mito e muitos deles não sabem.

  57. Vitor Diz:

    Chico Sá,
    há provas que Jesus existiu, o que se discute mais é o que ele fez ou disse.

  58. rosa Diz:

    Gente,deixa esse povo falar; ou melhor escrever.A água meus amores bate no bumbum de todos;e um dia onde não tendo para onde correr, vai para o centro espírita. Mas vá sim,porque lá você terá as suas dores minoradas. Além do mais,cada um crítica o que está em sua cabeça,porque cada um está em nível evolutivo. Critique hoje,porque amanhã…possivelmente estará batendo em um centro,em uma evangelica,se a cabeça não estiver muito boa. Mas é assim mesmo normalmente se vai pela dor…abraços.

  59. Eliz Diz:

    Meus Caros… Está ai mais uma das provas da miserabilidade humana. Nunca vamos chegar em uma solução para saber qual é a melhor religião ou doutrina a seguir. Vocês estão esquecendo do RESPEITO e ficam só ficam criticando coisas que ninguém é capaz de entender e muito menos de provar. Cada um deve acreditar naquilo que queira, com respeito às pessoas que acreditam diferentemente. Enquanto o ser humano não se RESPEITAR, continuaremos sendo essa espécie tola e mesquinha.

  60. Mauricio R. Müller Diz:

    O mundo em si é descoberto dia após dia por pessoas de diferentes raças, religioes, legados cientificos e personalidades. Custa para o ser humano, muitas vezes pela deficiencia de suas ideias e dificuldades de dicernimento, compreender que os estudos nunca cessaram, posto que o inimaginavel e o intangivel nunca será a ninguem revelado. Talvez com o passar do tempo conseguiremos entender a dinamica do mundo, religiosa ou cientificamente temos um caminho muito longo a percorrer, não será por agora que ceitas, credos, templos ou igrejas irão concluir certas coisas a nós apresentadas.
    Vindo de uma sociedade cada vez pobre de discernimento e razão, esquecemos do respeito e do direito da expressão, nos aproximamos do óbvio e flertamos com o desespero, muitas vezes sectário e anatematizamos ideias sem antes sequer procurarmos a entender.
    Somos todos detentores do livre arbitrio, sabemos dizer mas não sabemos ouvir, sabemos julgar mas não gostamos dos que nos julgam, temos chance de trocarmos experiencias e as desperdiçamos com rumores.

    A todos os amigos leitores, por vezes o mundo sucumbiu pela falta de amor maior e desreipeito as ideia alheias, por conta da religião mau interpretada ou incubada no fanatismo, milhares de pessoas inocentes ou não pagam o preço.

    Estudem sempre, aprendam se capaz, concluam não aquilo que convém, mas aquilo que se faz melhor sem ferir os sentimentos e ideias alheias.
    Muçulmanos, catolicos, induistas, agnosticos, macumbeiros,metafisicos, espiritas ou adventistas. Qualquer que seja o fundamento sua crença, qualquer que seja o nome dado Aquele que esta no céu, no mar, no ar ou no unverso em si, sejamos sempre cumplices e andamos na estrada da vida olhando para o alto sem esquecer de olhar para o lado.

    Pois o que nos falta é o raciocinio, o simples modo de olharmos sem diferenças, e aceitarmos a ideia de que somos seres incompletos e incapazes de entender a tudo que o universo nos empresta.

    Saude, e votos sinceros para um bom Natal e um Otimo ano novo a todos.

  61. Expedito Diz:

    Li uma carta, supostamente enviada por Divaldo Franco aos jornalistas, esclarecendo-os e/ou informando-os sobre o espiritismo. Creio que foi muito oportuno esses esclarecimentos a esses proficionais. Gostaria de obter, se possível, o e-mail desse conceituado espírita.
    Grato
    Expedito

  62. Marcelo Diz:

    Bloguista,

    Assim como nos documentos bíblicos, como em tantos históricos, encontramos fartas incongruências cronológicas, nomes e até mesmo de fatos. Porem, seguindo Kardec, sempre devemos usar o nosso bom censo, pois sabemos que na Terra não existem “perfeitos” e sim alguns seres abnegados que nos tentam colocar amor e boas ações na nossa vida. Assim, devemos nos cuidar para não nos colocarmos na situação de um antigo provérbio: “quando o sábio dos aponta a lua o medíocre observa o dedo”.

    Fique na paz!

  63. Lucia Diz:

    PELA SEMELHANÇA DE NOMES E SANTIDADE POR ASSIM DIZER.
    GOSTARIA MUITO DE SABER SE O ESPÍRITO QUE SE DIZ SER OU CHAMAR JOANA DE ANGELIS FOI A
    PAPISA : JOHANA ANGLICUS.
    ALGUNS DEVEM CONHECER A HISTÓRIA OU OS BOATOS .
    SÓ FAÇO UM QUESTIONAMENTO ; PORQUE TER O FEMININO DE UMA PALAVRA COMO PAPISA DE PAPA SE A IGREJA OCULTA E NEGA ESTE FATO VEEMENTEMENTE.
    SE PARA PADRE TEMOS MADRE.
    GENTE É SÓ UMA PERGUNTA SE ALGUÉM SOUBER, FAÇA-ME A GRANDE GENTILEZA DE ME ESCLERECER .
    OBRIGADA.

  64. Lucia Diz:

    pra que deixar recado se o sr. que é o dono so site não postou minha pergunta.
    sendo que coloquei meu nome , ee-mail e site eu não possuo

  65. emerson Diz:

    Nada foge a razão, cada coisa tem seu tempo e sua hora embora caminhamos todos juntos, os caminhos que seguimos são diferentes. Uns olham o horizonte veem a luze seguem enfrente.outros enxergam apenas o caminho a ser percorrido sem saber onde vai chegar.Mas um sábio disse; A semeadura é livre, mas a colheita é obrigatória. Reflitamos aí, oque estamos semeando em nossos caminhos,pois mais tarde teremos que colher. Seja nessa ou noutra vida. abraço a todos. um espírita feliz

  66. ANTONIO Diz:

    Sou de família católica e nunca encontrei nesta religião as respostas que eu necessitava!
    As religiões orientais, por sua vez, estavam acima do meu entendimento.
    Li o romance psicografado pelo espírito Emmanoel, PAULO E VIRGINIA como uma obra literária qualquer. A leitura me prendeu tal qual acontecia ao ler VICTOR HUGO, DOSTOIEVSK, MACHADO DE ASSIS E OUTROS GRANDES ESCRITORES!!
    Até aí tudo bem: pode ser que DIVALDO FRANCO tivesse o dom de excelente escritor!
    Aí fui assistir uma palestra de Divaldo e juro que vi ao redor de sua cabeça uma um círculo luminoso! Disseram-me que se trata da aura!
    O interessante é que até mesmo no video eu vejo esse círculo!!
    Gostaria que os estudiosos espíritas esclarescessem sobre isto!!
    No mais, nada é mais confortador do que a Doutrina Espírita, que não procura fazer proselitismo: apenas prega o amor ao próximo!!

  67. Ana Maria Diz:

    Olá…
    Gostaria de agradecer a quem colocou esta pagina na internet com suas criticas…
    Como a queima de livros na Espanha são esses que melhor comprovam a veracidade da doutrina e na atualidade, de Divaldo
    O autor teve que se retratar……

  68. leila Diz:

    Tudo tem seu tempo!

    Não é a religião o mais importante, e sim FAZER, PRATICAR
    O QUE TODAS ELAS, repetem o que disse Jesus:
    “Fazer aos outros o que gostaríamos que os outros nos fizessem!”
    Se por acaso um de nós necessitarmos de transfusão de sangue, não iremos escolher o doador a partir da nossa preferencia religiosa, raça, etc.
    O ensino moral, portanto, é o que deve prevalecer.
    Somos todos irmãos! AMEMO-NOS!!!
    Muita luz pra vcs todos, que sem conhecê-los, moram em meu coração.
    Leila

  69. HERDY Diz:

    Muita paz para todos.Gostaria de transmitir aos queridos leitores , que DEUS criou tudo e todos , cada um de nos somos a imagem e semelhança de nosso pai, somos irmãos vivendo nesse planeta e cada ser humano pensa e vive de maneira e costumes diferentes.Faz parte da evoluçao da humanidade , pois tem o tempo certo , para que cada um de nos sejam informado de onde viemos o que fazemos e para onde vamos. Vejam o que muitos nao sabem.
    Ao navegar agora na internet , ( CONSTANTILOPLA ANO 553 ) voce começa a conhecer fatos ocorridos naquela época que mudou a historia da humanidade , veras que tudo seria diferente do que pensa hoje , pois o mundo seria outro , isso é apenas um fato , existem muitos outros que nos levam a mudar a filosofia sobre esses tantos comentarios aplicados nessa pagina evolutiva de pensamentos e expressoes de boa fé. Pesquisem sempre , todas as religioes , formem opniao baseada na bíblia , nao deixe que pense e interpretem a bíblia por voce e confronte idéias , nao fique preso ao que aprendeu , existem um universo que voce ainda nao conhece. Ex: hebreus 9. 27 28 e 29 , isso pode começar a mudar sua vida. UM GRANDE ABRAÇO A TODOS , QUE DEUS NOS ACOMPANHE, AMÉM.

  70. Antônio Luís Fluminense Diz:

    Irmãos espíritas, não percamos tempo com quem discorda da doutrina. É um direito subjetivo que deve ser respeitado. O espiritismo não tem que provar mais nada a ninguém e muito menos um ser do quilate de Divaldo Franco. Trabalhemos pela nossa renovação interior e por aqueles que precisam de ajuda. É isso que Cristo espera de cada um de nós. Os detratores são apenas detratores.
    Muita paz.

  71. Luis Diz:

    Talvez você seja adepto de uma religião e, caso seja, fique certo de que a sua religião é a melhor dentre todas as praticadas no planeta terra.
    Indepentemente de ser religioso, ama o teu próximo como a ti mesmo. Compreenda o amor como o compreendia Paulo, assim exortando aos Coríntios:

    “Se eu tivesse o dom da profecia, se conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, se tivesse toda a fé, a ponto de remover montanhas, mas não tivesse amor, nada seria.”

    “O amor é paciente, é benfazejo, não é invejoso, não é presunçoso nem se incha de orgulho, não faz nada de vergonhoso, não é interesseiro, não se incoleriza, não leva em conta o mal sofrido, não se alegra com a injustiça, mas fica alegre com a verdade. Ele desculpa tudo, crê tudo, espera tudo, suporta tudo.”

  72. Anselmo Santana Diz:

    O espiritismo tem e sempre terá inimigos. inimigos fanáticos, presos a uma fé cega, que se recusam a ver a verdade, ou amigos do dinheiro alheio, como os dirigentes de certas igrejas que se dizem “universais”. Vemos diariamente na mídia esses “donos da verdade”, como aquele idiota do padre Quevedo, que se diz sacerdote e no entanto, afirma à exaustão que “espíritos não existem, não existe nada depois da morte”. Que diabo de padre é esse? Entra em contradição com sua própria natureza… Divaldo é um dos maiores oradores religiosos do País, e não pretende empurrar a “verdade” goela abaixo de ninguém. Apenas expor fatos que a própria natureza se encarrega de provar, e que comprovam, aos nossos olhos e no nosso dia a dia, a existência de uma força suprema que rege o universo.

  73. Alexandre Diz:

    Senhores;
    Porque vocês não investigam as pregações (interpretações do livro sagrado em favor próprio) dos BISPOS, BISPAS E AS IGREJAS (GRANDE FONTE DE RIQUEZA PARA OS QUE AS DIRIGEM e A MAIORIA NÃO FAZ TRABALHO SOCIAL ALGUM) Me provem o contrário!!!
    O foco é se utilizar da ignorância e da fé dos nossos queridos irmãos para fazer a limpeza em seus bolsos prometendo lugar no céu, pode? NÃO DEU DINHEIRO, NÃO NÃO ENTRAM NO CÉU. É preciso lembrar que JESUS foi o primeiro que reencarnou na história cristã e MOISÉS, foi o primeiro homem a psicografar. (OS DEZ MANDAMENTOS).
    Graças ao nosso bom DEUS, temo DIVALDO, DR° RAUL TEIXEIRA, tivemos CHICO, MADRE TERESA, IRMÃ DULCE entre outros bem feitores da humanidade. Percebam que foram seres humanos espetaculares despidos de qualquer vaidade e comprometidos com os desemparados, notem que Chico partiu da Mesma forma que veio, com nada.
    Compartilho com o pastor Caio Fábio, aliás, por quem tenho grande apreço e admiração. Querem ser paladinos da verdade, questionem os ensinamentos de SILAS MALAFAIA, MACEDO E SUA QUADRILHA.
    É preciso entender que a LUZ da explicação espírita, muitas coisas a ciência e a “pesquisa” não poderão provara, são relatos espirituais, onde apenas os próprios podem dar explicações esclarecedoras.

Deixe seu comentário

Entradas (RSS)