O Inglês de Emmanuel

O internauta Gilberto fez uma análise de uma mensagem especular em inglês supostamente escrita por Emmanuel, o alegado “guia espiritual” de Chico Xavier, encontrando vários erros. Pedi a ajuda de um professor de inglês, Julio Siqueira, que confirmou alguns pontos, colocou em dúvida e considerou mesmo equivocados outros e achou erros não vistos por Gilberto. No fim, embora caibam críticas a alguns dos comentários de Gilberto, a conclusão é que o inglês de Emmanuel é muito ruim. 

A mensagem pode ser encontrada no link http://paginas.terra.com.br/arte/chicoxavier/fotos.htm, sendo reproduzido seu fac-símile. 

Abaixo segue o fac-símile da mensagem no sentido em que estamos acostumados.

ingles_emmanuel

Sobre a mensagem, é dito no referido site: 

Esta mensagem foi psicografada pelo médium Francisco Cândido Xavier, de trás para diante, no idioma inglês, na sede da União Espírita Mineira, após concerto em benefício do Abrigo Jesus, realizado em 4 de abril de 1937, pelo exímio violinista Levino Albano Conceição, cego desde os sete anos de idade.  

Esta linda saudação, recebida em dois minutos, escrita em caracteres invertidos, poderá ser lida em um espelho, em cuja frente deverá ser colocada. Lê-se, então, o seguinte: 

My dear and generous friends of the fraternity’s doctrine.

Good health and peace in God, our Father!

Let us learn the life in the love’s law, from the instructions of Jesus Christ; Except this work almost always in the earthly world represent the struggle and studies of the vanity and from the darkness of the little men’s science. 

Your brother, 

Emmanuel” 

Julio comenta: 

Há diversos pontos onde a carta difere do transcrito acima. “Emmanuel” em diversos pontos não colocou o ponto de final de frase e colocou ponto e vírgula antes de “except”, e escreveu except com letra inicial minúscula (que é o correto no caso). Ele também separou a palavra “instructions”. (detalhe: Emmanuel separou a sílaba de “instructions” errado; ao invés de ins-tructions, deveria ser in-structions… – ele seguiu a lógica do português, que não se aplica no inglês nesse caso específico) 

O internauta Gilberto comenta: 

O que se lê é português escrito em inglês, com erros de gramática e lógica imperdoáveis a um espírito tão elevado como esse “Emmanuel”. [...] A impressão que fica é que a carta foi escrita em português, e, com o auxílio de um dicionário, ela foi traduzida ao pé-da-letra, sem critérios. 

Abaixo seguem os trechos da mensagem, os comentários do Gilberto, e os comentários de Julio César Siqueira: 

Trecho da mensagem em inglês

Comentários de Gilberto

Comentários de Julio César Siqueira

“friends of”

Deveria ser “friends from”. Preposições em inglês são difíceis para brasileiros.

Confesso que não estou muito seguro quanto a esse ponto. Não acho que seja de fato inaceitável usar “of” nessa situação. “My dear and generous friends of the doctrine of fraternity” soaria normal e aceitável para mim. Soaria meio como se eles fossem amigos da doutrina (ou seja, simpatizantes da doutrina), e não amigos do Chico. Já “friends from” seria necessariamente amigos do Chico, e não amigos da doutrina.

“fraternity’s doctrine”

Deveria ser: “doctrine of fraternity”. O possessivo não cabe.

Eu acho que nenhum nativo da língua inglesa usaria o termo “fraternity’s doctrine” em uma situação dessas, ou seja, no contexto “my dear and generous friends of the fraternity’s doctrine”. Então, em termos pragmáticos, eu concordo com o crítico. Contudo, posso estar errado, mas não creio que haja exatamente uma incorreção absoluta em “fraternity’s doctrine”, e cabe frisar que “doctrine of fraternity” também é possessivo. Acho que há outros motivos que levariam os nativos a não usar o apóstrofo S nesse caso.

“Good health and peace in God”

Uso errado do imperativo (foi usado como no português). O certo seria algo como: “May you have good health and may God’s peace be with you.”

 

Concordo.

“peace in God”

Do português “Paz em Deus”, não faz sentido em inglês.

 

Parece de fato português. Se seria inteligível para um nativo da língua, aí eu já tenho dúvidas…

“Let us learn the life in the love’s law”

Uso do artigo “the” como no português, além de estruturas do português. O certo seria: “Let us learn about life in love’s law”.

Veja só, “fraternity’s doctrine” soa mal, mas “love’s law” parece aceitável para o crítico… Concordo, contudo, com a sugestão, “in love’s law”. Soa aceitável para mim (assim como fraternity´s doctrine soa inaceitável… – mas creio que o ponto não é incorreção gramatical  necessariamente). Eu sugeriria, contudo (ou adicionalmente), in the law of love.

Jesus Christ, Except

Erro de pontuação. Deveria ser “ponto” e não “vírgula”.

De fato o crítico errou. Foi ponto e vírgula, e seguido por except com letra minúscula (correto). Correto, mas totalmente similar às regras do português.

“earthly world”

Acho que ele quis dizer “mundo terreno”, o que não faz o menor sentido, deveria ser usado apenas a palavra “world”.

O materialista se traiu. Para ele só existe um mundo, o material, então não tem sentido em usar qualquer qualificativo para “mundo”… :-) . Existe uma diferença entre Earth e World, entre Terra e Mundo. Houve época que o mundo era menor do que a Terra. E no futuro o mundo será maior do que a Terra. Earthly world soa aceitável para mim (experimente por no google a expressão “earthly world”…)

“represent the struggle”

Erro primário de conjugação verbal. Deveria ser “represents”

 

Acho que o crítico não entendeu o que “Emmanuel” quis dizer. Emmanuel não estava se referindo a “this work” (singular) e sim a “todo o resto” (idéia de plural), que não foi explicitamente incluído por Emmanuel.

“the vanity”

De novo, uso errado do artigo, que, em português estaria certo.

Nessa situação, o uso de “the” me parece aceitável.

“little men’s science”

Ele está falando de anões? Se não, ele deveria usar a palavra “small” e não “little”

Independente de o correto no caso ser “little” ou “small”, o fato é que quando eu li fiquei achando que se tratavam de marcianos… :-) . Passa a idéia mesmo de gente pequenininha, e não de pessoas com pequeno valor moral/intelectual/existencial etc. Pessoalmente eu acho que small men também seria inaceitável.

No livro As Vidas de Chico Xavier, de Marcel Souto Maior, conta-se o caso de outra mensagem em inglês: 

“Em maio [de 1935], Clementino de Alencar, um correspondente do jornal O Globo, desembarcou em Pedro Leopoldo. O carioca estava disposto a desmascarar a “fraude mineira” e teve a primeira oportunidade em sessão espírita no Centro Luiz Gonzaga. Naquela noite, ele se sentou ao lado de Chico na mesa tosca de madeira e acompanhou, de perto, os movimentos vertiginosos de sua mão sobre o papel. O lápis percorria a folha na contramão – da direita para a esquerda e rabiscava frases incompreensíveis. Um dos espectadores arriscou: “É árabe”. Era inglês, escrito de trás para frente. A mensagem invertida, que só poderia ser lida no espelho ou contra a luz, foi publicada em letras garrafais no jornal carioca: 

My dear spiritualist friends,

Men’s learning is nothing over against of the death;

let you support your cross with patience and courage.

The pain and faith are the greater earthly treasure and the work is the gold of the life.

But for all you, believing either not, here is the our great message:

God is our Father. We are brothers. Let us love one another.

Emmanuel.  

Traduzindo: 

Meus caros amigos espiritualistas,

o conhecimento dos homens não é nada contra a morte;

suportem as suas cruzes com paciência e coragem.

A dor e a fé são os maiores tesouros terrenos e o trabalho é o ouro da vida.

Para todos, entretanto, crentes ou não, aqui está a nossa grande mensagem:

Deus é nosso Pai. Nós somos irmãos. Amemo-nos uns aos outros.

Emmanuel.

O repórter apontou o erro crasso de gramática inglesa o uso do “the” antes do possessivo “our” na quinta linha e divulgou a desculpa do tal Emmanuel para o deslize: ele ainda estava estudando inglês num curso no além.” 

Conclusão 

A idéia de que Chico falava muitas línguas pode ser fruto de mera ignorância do povo. O site http://www.universoespirita.org.br/textos_0506/cico_italiano.htm é um dos que divulgam tal idéia. Curiosamente, uma das línguas que o site alega que Chico escreveu uma das mensagens foi árabe. Notem como um péssimo inglês invertido foi confundido com árabe. A explicação, por vezes, é muito mais simples do que imaginamos. 

Bibliografia 

As Vidas de Chico Xavier, de Marcel Souto Maior, Editora Planeta (2003) (utilizou-se versão digital disponível até o dia 02/09/2007 em http://www.bitebook.com.br/26032002/00872.pdf ) 

http://www.universoespirita.org.br/textos_0506/cico_italiano.htm (acessado dia 27/02/2008) 

http://paginas.terra.com.br/arte/chicoxavier/fotos.htm (acessado dia 27/02/2008)

163 respostas a “O Inglês de Emmanuel”

  1. angus Diz:

    Se vocês tivessem lido todo o livro de Marcel Souto Maior, e não apenas trechos (que mesmo tendo sido explicado, Emmanuel admitiu ser apenas um aprendiz da lingua inglesa, e disse ainda: “nosso idioma é o pensamento”.

    Porque ele deveria conhecer o idioma ingles?)com a intenção de confundir leitores que pouco conhecem da doutrina, saberia que existem (na pesquisa de Clementino de Alencar) elementos muito mais significativos, provando a veracidade da mediunidade de Chico Xavier.

    Aqui podemos ver a tendenciosa intenção de desmoralizar o médium, pega-se trechos isolados, que mesmo não explicando nada, repito, porque Emmanuel deveria conhecer o idioma inglês? na tentativa de confundir quem não conhece o fato.

    Vale lembrar que Clementino de Alencar ao término de suas pesquisas deixou registrado como título de sua reportagem o seguinte:

    “NÃO SE PODE NEGAR. ESTAMOS DIANTE DE UM FENÔMENO LÍDIMO, VISTO, PRESENCIADO”.

  2. Carlos Magno Diz:

    You’re all funny. I can’t stop laughing at! Oh, Oh, Oh!

  3. Carlos Magno Diz:

    Dear Angus:

    Destructive ideas are always floating over some people’s mind in this blog. They catch them up easily for they are impious.

    You’ve explained about Emmanuel’s knowledge but they’ll certainly ignore it.

    They know or should have known that Emmanuel and all illuminated messengers work about ideas, as you properly told them. But there’s no charity in their hearts, no comprehension at all.

    I think they’re sick. Black thoughts dress their minds.

    Lamentably they’ll never change their minds.

    Best regards.

  4. Vitor Diz:

    Angus,

    comentando:

    01. Porque ele deveria conhecer o idioma ingles?

    Não deveria. Mas é uma atitude muito estranha que ele (“Emmanuel”) tenha querido escrever uma mensagem em inglês sem de fato saber o idioma muito bem. É uma atitude típica de espírito pseudo sábio, na melhor das hipóteses.

    02.Vale lembrar que Clementino de Alencar ao término de suas pesquisas deixou registrado como título de sua reportagem o seguinte: “NÃO SE PODE NEGAR. ESTAMOS DIANTE DE UM FENÔMENO LÍDIMO, VISTO, PRESENCIADO”.

    E por que vc acha a pesquisa de Clementino boa? Eu achei falhas escabrosas na pesquisa dele. Por exemplo, ele fazia perguntas pro médium que as levava para casa e respondia apenas no dia seguinte. Ora, isso deixa muita margem para a fraude. E nem achei as respostas tão boas assim.

  5. Gilberto Diz:

    Continuo vendo os erros que vi, mas agradeço ao Sr. Julio Siqueira pela análise. Muito engraçada a percepção de que “little men” se usa para alienígenas. É mesmo. Agora, os erros eram claramente típicos de falante de língua portuguesa atual. A outra carta publicada no post contém erros semelhantes, e eu diria reveladores, pois Emmanuel usa o termo “spiritualist”, que, em dicionários brasileiros significa “espirita” , mas, de acordo com espíritas Kardecistas, o termo certo é “spiritist”, como criado por Kardec. O que revela que Xavier usou um dicionário sem qualquer critério.

  6. Carlos Magno Diz:

    + ESPIRITISMO +

    “Errante será, meteoro que ao ocaso já se deita.
    Estrela gasta e pérfida, luz mortiça, decadente.
    Farta queda lhe espera, pois ao termo se apresenta!

    Eis o seu inglório fim Espiritismo de Kardec.
    Morto, caído, pisado, desmascarado.
    Inglória e fugaz fonte de mentiras!

    Pedestal perene dos ladrões dos sonhos.

    Farsante que fez ao mundo?
    Por que ousou fingir amor e caridade, desapego?
    Ultrajados fomos por repelentes mãos e mentes mediúnicas.

    Cegos guias de cegos!

    Ó, quão ingênuos fomos nós!
    Insidiosas mensagens, demoníacas sugestões!

    Preposto de Satan, fabricante de odes infernais.

    Seu odor de enxofre impregnou o mundo.
    Inspirador do terror, do ódio e do desamor!”

    Parabéns pesquisador, o mundo o recompensará!

  7. angus Diz:

    Vitor, porque uma atitude pseudo sábia, no próprio livros foi colocado que o motivo das escritas invertidas e em outro idioma era uma tentativa de convencer os incrédulos. Se está explicado, porque ele não deveria tentar escrever em inglês, só porque você acha que não está certo?

    Vendo o que vocês escrevem, percebo a perda de tempo com esse artifício (o do Chico/Emannuel).

    Outra coisa, quando quis, colocou um texto de Clementino sobre erros por ele encontrado na gramática inglesa, validando assim suas intenções, agora vem me dizer que as pesquisas dele são falhas escabrosas, ah faça me o favor Sr. Vitor; dois pesos duas medidas?

    Mais uma coisa, vale lembrar, para o Sr. Gilberto que Emannuel teve outras encarnações, inclusive a do Pe Manoel da Nóbrega (Português).

  8. angus Diz:

    Carlos Magno, penso que se abandonassemos o debate, esse blog estaria fadado a chatice, pois acredito muito pouco na rasgação de seda de um para com o outro aqui, o ego desses caras é maior do que o do Hugo Chaves, portanto enquanto ninguem me ofende (acho que o Vitor não ia deixar né?), vou passeando por aqui…

  9. Vitor Diz:

    Angus,

    se era uma tentativa de convencer os incrédulos, veja que o tiro saiu pela culatra. Nunca vi um plano tão mal feito, vc realmente acha isso digno de um espírito sábio?

    Antes de falar sobre as pesquisas de Clementino,preciso te avisar uma coisa: o correto é falar “um peso e duas medidas”, pois se vc tem dois pesos, é óbvio que vai usar duas medidas! Agora, sobre as pesquisas em si, há uma diferença: sobre o erro, nós mesmos podemos verificar o que está escrito, conferir o erro. Já sobre os motivos de Clementino para considerar que estávamos diante de um fenômeno “maravilhoso” são no mínimo de pouquíssima evidência científica, sem absolutamente qualquer controle. Não podemos saber se Chico fraudou ou não, e de qualquer forma, não penso que as respostas estariam além de seu conhecimento.

    Um abraço.

  10. angus Diz:

    Está bem Vitor, existem erros nos escritos de Emannuel em inlgês, tudo bem, existem mesmo, e daí, prova o quê? que Emmanuel não escrevia bem em inglês, ora, mas isso ele mesmo disse. As mensagens escritas por Emmanuel primam pela elevação MORAL, a superioridade de um espírito deve ser analisada por isso, é assim que ensina a doutrina espírita.

    Infelizmente vejo na sua atitude, com as análises, desmoralizar Chico Xavier, e isso é no mínimo ultrajante, as obras de Chico e tudo que ele fez pela humanidade, não admite tal atitude.

    É, realmente eu tenho que concordar com Carlos Magno.

    O erro, dois pesos, duas medidas, eu já havia detectado, mas como já tinha enviado, esperei de você a constatação.

  11. Vitor Diz:

    Angus,

    o problema é que ele só disse DEPOIS de descobertos os erros que não sabia bem inglês. Deveria ter alertado ANTES, se fosse mesmo um espírito sábio. Agora, se Emmanuel cometeu vários erros científicos – e está bem comprovado que ele cometeu – o que te garante que ele não cometeu deslizes morais também? O que separa o joio do trigo para você?

  12. Marcelo Diz:

    Angus, Carlos Magno,

    Vocês admitem ao menos a hipótese de que essa mensagem do Chico Xavier não seja uma psicografia autêntica ou produzida por espírito pseudo-sábio?

    Qual outra evidência, além das apresentadas, seria necessária para convencê-los de que a hipótese é verdadeira?

    Acho muito estranho que se tenha tentado convencer incrédulos com uma mensagem escrita em inglês errado. Parece-me mais uma mistificação.

    Não dá para aceitar “por default” que tudo o que o Chico Xavier produziu seja isento de erros.

    Não podemos esquecer de que o Chico Xavier era humano e que se envolveu em pelo menos um episódio bem estranho, o das “materializações de Uberaba”, que, a meu ver, tem características evidentes de fraude.

    (Não afirmo que o Chico Xavier tenha fraudado materialização, mas acho que, talvez por ingenuidade, possa ter sido enrolado de modo a acabar endossando uma apresentação não autêntica.)

    Em tempo: não sou ateu nem cético “radical”… muitas das mensagens do Chico Xavier me parecem autênticas.

    Marcelo.

  13. Gilberto Diz:

    Já que citam tanto Einstein, aqui vai uma citação do mesmo sobre o próprio cerne do Espiritismo:

    “Eu não consigo conceber um Deus que recompensa e pune suas criaturas, ou que possua uma vontade que possamos compreender. Um indivíduo que sobrevive à sua morte física é uma noção que vem do medo ou do absurdo egoísmo de uma alma enfraquecida.”

    É, não dá pra usar Einstein pra defender o Espiritismo…

  14. CeticismoAberto notícias » arquivo » Chico Xavier speaks Engrish Diz:

    [...] de que Chico falava muitas línguas pode ser fruto de mera ignorância do povo": O Inglês de Emmanuel Veja tambémEmmanuel, o guia de Chico Xavier “Este artigo busca fornecer fortes evidências de [...]

  15. Carlos Magno Diz:

    Marcelo:

    Não desejava mais falar sobre essa bobagem colocada pelo Vitor de autoria de seu discípulo. Mas vou responder com comparações.

    Suponhamos que o grande cientista e sábio na sua área, Einstein, resolvesse mandar uma mensagem mediúnica em Português por um médium do gabarito do Chico. Você acha que ele deveria ter a obrigação de escrever corretamente nosso idioma? Por quê?

    Com todos os erros que ele certamente viria demonstrar, poderíamos dizer que sua sapiência estaria em julgamento, pois deveria se expressar num Português casto? Não, meu caro, os espíritos por mais sábios ou inteligentes que sejam não são oniscientes. É um erro julgá-los infalíveis tanto em assuntos de suas respectivas áreas como em demais assuntos.

    Além disso, mesmo que numa determinada vida um espírito tenha se expressando num só idioma e noutra vida noutro idioma, não é pelo fato de ele estar desencarnado que terá todas as condições de rapidamente voltar a se expressar fluentemente no idioma de duas vidas passadas. E nem por isso, volto a repetir, deixará de demonstrar toda a sua argúcia mental e inteligência, apesar de erros na sintaxe.

    Todos os registros de nossas vidas ficam guardados numa memória pessoal chamada causal, porém em sínteses, jamais in totum como humanamente vivemos. É outro erro crasso dos estudiosos e críticos do espiritismo desconsiderar ou ignorar isso. Outros fatos da vida humana, estão registrados e guardados em diferentes arquivos chamados akásicos a cujo acesso integral e definitivo só os tem os representantes da alta hierarquia espiritual de nosso planeta. Não é tão fácil assim saber-se com real certeza e com o mínimo de desvio o passado integral de certas personalidades, como julgam muitos desavisados. No espaço há um rigor extraordinário sobre esses assuntos. Mesmo quando se faz regressões de vidas passadas. E quem faz errado prejudica o submetido.

    E por essas dificuldades os espíritos também estudam no plano espiritual e buscam se informar da vida humana quando há necessidade de realizar um determinado trabalho com o conhecimento da idiossincrasia de um povo e do seu idioma.

    Um terceiro erro dos analistas, depreciadores e verdugos do Chico, é desejar que ele fosse ignorante a fim de que as mensagens viessem prontas, perfeitas e sem retoques a fim de que somente assim fossem consideradas lídimas.

    Ora, foi dito aqui que os espíritos mentores e missionários trabalham no campo das idéias e se o médium ajuda com seu conhecimento e cultura o trabalho fica mais eloqüente e melhor. Mas os médiuns, por melhor e mais desenvolvidos que sejam, possuem ainda assim limitações, isso precisa ser entendido por quem de fato deseja entender o espiritismo, que percebe falhas, mas não coloca todos os médiuns no cadafalso dos farsantes.

    Ademais, muitos livros de mensagens mediúnicas que são publicados passam por revisões e correções do idioma. Nada é perfeito da maneira como desejam o Vitor e seu escudeiro bizarro que só escreve asneiras.

    Há muitas coisas no campo das comunicações mediúnicas que o Vitor ignora nas suas análises literárias e superficiais.

    Já convivi com entidades africanas que falavam banto, nagô ou yorubá, por exemplo, que depois vieram falar Português, e muito mal, mas a sabedoria de suas magias e os seus efeitos objetivos eram exatamente os mesmos antes e depois do aprendizado do idioma.

    Se duvidam do que afirmo, busquem os livros de Ramatís e verão que tanto o primeiro aparelho mediúnico, Dr, Hercílio Mães, como o posterior, foram pessoas cultas, e as mensagens são excelentes, muitas originalíssimas, com expressões atualizadas para a época, como Ramatís gosta através da cultura do médium. Entretanto, houve e há falhas.

    Ora bolas, pensar diferente só me faz concluir duas coisas: primeira, uma claríssima intenção premeditada, mas inócua, de destruir a imagem do Chico e dos demais arautos do espiritismo, – e o próprio espiritismo, – segunda, a ignorância no assunto, e mesmo assim com a intenção demolidora.

    Finalmente, esses teóricos verborrágicos e redundantes, de cujos textos o Vitor apresenta excertos, sabem pouquíssimo da realidade prática do espiritismo, pois odeiam justamente aquilo que para eles é inalcançável.

  16. angus Diz:

    Carlos Magno, de novo parabenizo sua atitude, e suas sábias palavras, espero que continue postando suas opiniões e as explicações que a meu ver, provam sua conduta frente a verdade, devo informar que muitos espíritas frequentam esse espaço, e com poucas informações ficam sedentos de comentários elucidativos como os seus, continue firme que do lado de cá muitas pessoas o aplaudem. Obrigada.

  17. angus Diz:

    Marcelo, poderia nos dizer quais são as características evidentes de fraude, constatadas por você nas materializações ao qual chico Xavier participou em Uberaba. Se suas explicações forem melhores do que as do Jorge Rizzini (na defesa das mesmas), quem sabe eu fico com as suas.

  18. Carlos Magno Diz:

    Angus:

    Veja só a definição de cético no Aurélio: “que duvida de tudo, descrente”

    Mas o que fazem aqui nesse blog e noutros chamados blogs dos céticos, não é mostrar dúvidas, mas sim, atacar e buscar denegrir o espiritismo, principalmente nas suas bases onde se revelam seus grandes ensinamentos.

    Nunca vi qualquer espírita montar um blog na internet para vir atacar outras religiões ou filosofias, muito pelo contrário, o espírita é conciliador e busca encontrar pontos coincidentes no pensamento alheio, quer religioso ou filosófico. Se não fizer isso não deve intitular-se espírita.

    Os céticos a quem respondo acham-me mal educado. Não sou, pois somente respondo às suas insolências e ataques no mesmo tom, mas com minha própria linguagem.

    Minha família é parte espírita, parte esotérica, e sinto-me ofendido quando falam mal dos espíritas e do espiritismo.

    O Vitor é educado nas suas respostas, porém de nada adianta esse estilo porque ele é um oportunista e deseja ganhar projeção criticando o espiritismo.

    Outros comentaristas que também me atacam, desejam “discutir as bases do espiritismo”, como se a religião e filosofia espírita fosse futebol.

    O espiritismo é coisa muito séria, já tirou milhões da ignorância, semeia esperanças, traz lenitivos, curas, ilumina mentes entregues aos vícios, à violência, ao desamor. Mostra um caminho verdadeiro de amor e respeito ao semelhante, exalta o trabalho e as responsabilidades sociais. O espiritismo ensina a não omissão aos grandes problemas mundiais, nacionais, étnicos, grupais ou familiares. É filosofia que busca mostrar sempre como realizar o equilíbrio dos opostos.

    E continua a realizar sem nada exigir, sem prender consciências a nenhum dogma, a viver e deixa viver pelo livre arbítrio. Nada cobra, nada pede. Ensina o respeito a toda a natureza, ensina que há um Deus Criador bem diferente daquele ser iracundo e vingativo em quem outrora unicamente acreditavam.

    O Deus espírita é fundamentalmente vontade, inteligência e amor.

    Por que então essa campanha dilacerante contra esses bons, úteis e necessários princípios, contra a fé das pessoas, e códigos disciplinares a que cada pode se submeter livremente segundo sua vontade?

    Opor-se a tudo isso é ser cético? E quem são os céticos desse naipe para julgar milhões de espíritas? Quem eles pensam realmente representar? Que caminhos podem orientar?

    Nenhum, absolutamente nenhum, exceto o da destruição!

  19. Gilberto Diz:

    Concordo completamente com toda a parte de: “O espiritismo é coisa muito séria…” até: “…submeter livremente segundo sua vontade?”

    Ou seja, com tudo o que se refere ao âmbito religioso.

    Já disse antes e repito: o Espiritismo é uma religião vencedora, do ponto de vista espiritual. A minha crítica como cético é a “mitologia” Espírita com pormenorizadas explicações de fenômenos corriqueiros com a famosa frase :”o Espiritismo explica”.

    Além das explicações “científicas” de que existem cidades no lado escuro da Lua, de que quem sofre está “pagando” por pecados de vidas passadas, de que se absolve um réu com carta psicografada dizendo que o acusado é inocente (os espíritos só “esquecem” de apontar os verdadeiros culpados), e de outras coisas de que nem precisa ser cético para duvidar.

    Só isso.

    Como religião, não entrando no mérito de que o Espiritismo seja ou não uma heresia perante outras religiões (aí é apenas uma questão de opinião dos praticantes de outras religiões), o Espiritismo serve ao seu propósito, e eu até arrisco dizer, que MUITO bem.

    Um abraço a todos.

  20. Aprendiz Diz:

    Sem o mínimo desejo de desrespeitar a opinião de quem quer que seja, pois tecer qualquer comentário com este objetivo seria contrariar os preceitos da doutrina Espírita, sem as citadas “pormenorizadas explicações de fenômenos corriqueiros” apresentadas pelo espiritismo, muitas das questões que ainda não puderam ser respondidas à luz da ciência humana, simplesmente não teriam resposta alguma. Por exemplo, todas as enfermidades congênitas, ou ainda aquelas que podem ser encontradas em nascituros ficam absolutamente sem justificativa quando analisadas com critérios meramente racionais. Em alguns casos, é verdade, a ciência até consegue explicar o que ocorre, mas não o porquê da ocorrência. Cabe notar ainda que o espiritismo não foi a primeira religião reencarnacionista a propor um sistema de informações capaz de apresentar justificativas acerca das tribulações que permeiam a vida humana. Talvez o principal diferencial do espiritismo evangélico em relação à outras religiões seja a completa reprovação de assertivas dogmáticas, as quais são usadas abundantemente não só por religiosos fanáticos ou não, mas também por todos aqueles que, de forma sistemática e sem o embasamento necessário, se negam a aceitar um dos principais pontos apresentados pelo espiritismo: o de que a morte, como fim da consciência individual de um ser vivo, simplesmente não existe. Aceita esta proposição, a comunicação entre vivos (encarnados) e vivos (desencarnados) deixa de figurar como um fenômeno sobrenatural e torna-se algo tangível, independentemente dos meios necessários à realização da mesma. Peçamos todos a DEUS que estejamos a cada mais iluminados e mais próximos Dele.

  21. Francisco Diz:

    Caros amigos,

    Concordo que há diversos erros de inglês. Mas alguém notou que esta mensagem foi escrita ao contrário? Se vocês acham normal alguém escrever dessa forma… Eu não acho. Parece que o inglês não é o mais impressionante, mas a forma como foi escrita. Além disso, caso fosse normal para o Chico Xavier, por que ele não utilizou seus dotes excepcionais para o bem próprio?

    Como diria Monteiro Lobato, “Se Chico Xavier produziu tudo aquilo por conta própria, então ele merece ocupar quantas cadeiras quiser na Academia Brasileira de Letras.” E vejam que Monteiro Lobato era um ferrenho crítico de arte, que quase fez Anita Malfatti desistir da arte. Se preferirem Jorge Amado, “Se ele realmente vendeu todos esses livros, bastaria assumir sua paternidade para transformar-se num dos escritores de maior público do Brasil.”

    Logo, acho que não são apenas os ignorantes que exaltam Chico Xavier.

    Para terminar, sugiro uma dica de análise para os sábios que aqui se colocam contra o Espiritismo. Há um livro chamado Parnaso de Além Túmulo. Por que vocês não tentam achar contradições entre os estilos dos poetas reencarnados e o estilo dos livros que foram publicados enquanto eles estavam encarnados. Se você novamente atribuírem isso à genialidade de Chico Xavier, por favor… Pois estarão fugindo da racionalidade, pois estamos atribuindo uma genialidade absurda a um simples cidadão brasileiro, que por sinal morreu pobre e doou todos os milhões que poderia ter ganhado com “suas” obras.
    Acredito que a crítica é uma boa forma de buscarmos a verdade. Mas gostaria de críticas menos maldosas e parciais. Vamos ser justos acima de tudo.

    Abraços fraternos.

  22. Vitor Diz:

    Caro Francisco,

    uma análise de Parnaso já se encontra aqui:

    http://obraspsicografadas.haaan.com/2007/parnaso-de-alm-tmulo-1932-de-chico-xavier/

    Um abraço.

  23. Carolina Diz:

    Bom, estava passeando por aqui e achei bastante interessante a discussão. No entanto, não acredito ser possível que se chegue a um consenso, visto que os argumentos, em todos os aspectos, valem para aqueles cuja concepção se assemelha. Para quem cresceu dentro da doutrina espírita,como no meu caso, a maior parte dos argumentos contra as psicografias do médium soam bobas (sem ofensas). Mas também é compreensível que para aqueles que vêem os fenômenos sob a visão do ceticismo, seja impossível acreditar nos mesmo. Fato é que para tudo há várias formas de ver e pensar e que, não necessariamente, o fato de uma ser verdadeira anule a outra. Isso posso afirmar de “carteirinha”, por que além de espírita, sou pesquisadora, e o que mais se percebe é a ciência negando a espiritualidade e vice-versa. Na minha concepção, nenhuma exclui a outra. E foi justamente isso que percebi nesta página, a dificuldade para maioria das pessoas está em aceitar que no mundo nem tudo é tão polar assim, quando percebermos que existe uma explicação que envolve estas duas visões: ceticismo e espiritualidade (um caminho do meio), sem radicalismo de nenhumas das partes, acho que estaremos no caminho certo para a explicação disto que se chama VIDa!
    Abraço a todos..

  24. ailton Diz:

    O importante nao é se a mensagem esta com erros de ingles ou nao!! O importante é a mensagem em si e o valor q ela representa para o destinatário.
    Essas formalidades nao tem importancia no mundo espiritual.
    Quer dizer entao se uma senhora semi-analfabeta que morava no interior e desencarnou, quer mandar uma mensagem, ela tera de escrever tudo certinho senao ela seria fraudulosa?
    Ou a culpa seria do medium?
    Estudem um pouco mais sobre psicografia … como ela funciona, como o espirito dita o que lhe foi permitido.
    ———-> CARLOS MAGNO, achei muito infeliz seu comentario sobre o fim do espiritismo, voce ofende muita gente que acredita e tem a doutrina espirita como caminho de vida!

  25. Carlos Magno Diz:

    Ailton:

    Se você fala do sexto comentário desse texto, prezado, preste mais atenção ao espírito crítico ali contido em relação a tudo quanto atentam contra o espiritismo. É modesto, eu sei, mas use melhor sua capacidade interpretativa.

  26. Maria Salete da Silva Diz:

    Concordo com a sabedoria do Francisco, o bom senso é pe-
    dra valiosa sempre. Também a Carolina merece vênia em
    suas ponderações, muito embora tenhamos que convir que
    nessa empreitada de ceticismo/espiritualidade, esses infin-
    dáveis conflitos/atritos já deveriam ter dado frutos mais
    substanciosos p/humanidade.
    Abs
    Maria Salete

  27. Liana Diz:

    Muita paz a todos

    Eu nao acho que o espiritismo é a verdade absoluta e quem somos nós para dizer que possuímos esta verdade!

    Concordo com a Carolina quando ela diz que é necessário nao ter radicalismo de nenhuma das partes (ceticismo/espiritualidade), mas nao é o que eu estou vendo aqui!

    Eu nao entendo por que tem pessoas que ficam tao ofendidas por que estao tentando verificar a autenticidade das psicografias!

    Eu concordo com o Vitor que diz que este espírito nao era sábio !

    Na minha opniao um espírito sábio nao precisa destas artimanhas para passar uma mensagem ! Parecia que ele estava querendo chamar a atencao!

    Mas tenho que admitir que a mensagem em si , é muito bonita e fala de amor e tal… Com o conteúdo nao há nada de errado.

    Mas esta é claro a minha opniao. A verdade só vamos descobrir no além túmulo!

  28. Alex Diz:

    Boa tarde à todos!

    Gostaria de saber qual o paradeiro dos reporteres de “O Cruzeiro”: David Nasser e Jean Manzon. Pergunto ainda, foram eles que tentaram desmoralizar o tal Xavier?

    Obrigado.

  29. Vitor Diz:

    Alex,

    ambos já estão mortos. Na wikipedia vc encontra material sobre eles.

    Um abraço.

  30. Felipe Campos Diz:

    Eu escrevo ao contrário e não sou Chico Xavier. Ah, e com as duas mãos, uma em cada direção.

    Fiz até uma prova de quinta série de Geografia inteiramente ao contrário. A professora não gostou nada.

    Me desculpem, mas os espíritas são dogmáticos sim! Basta reler com atenção todas as respostas dos espíritas acima para verificar que todas se fundamentam na benevolência do Chico quando os argumentos acabam.

    Os espíritas sempre adoraram dizer que o Espiritismo se fundamenta na ciência com religião, criando uma doutrina adogmática; o problema é que quando a ciência analisa a doutrina e encontra falhas, eles se defendem classificando os científicos de céticos.

    Qual o objetivo, então?

  31. Carlos Magno Diz:

    Felipe:

    E desde quando as ciências têm o dom da ambigüidade, de estar presente na matéria e acima dela?

    As ciências são formulações por homens, o mediunismo e o espíritismo são extensões naturais de um processo da criação que inclui percepção extra sensorial, evolução e aperfeiçoamento do ser humano.

    Acho que a questão podia ser simplificada da seguinte maneira para os críticos que pouco ou nada sabem: O espiritismo é para todos, mas o seu entendimento não!

    Portanto, queridos céticos e arrogantes: viola no saco!

    Quando à metodologia científica, resumimos: A ciência não é Deus, mas Deus é a ciência.

    Questão de saber como usá-la!

    E se os espíritas são paternalistas em relação ao Chico, ele é mais do que merecedor, pois soube tratar a todos os seus semelhantes como um amoroso pai.

  32. Retrospectiva Insólita 2008… Feliz 2009! | CeticismoAberto notícias Diz:

    [...] o “Mistério na Passagem Dyatlov”, um disco voador sobre o Tâmisa, o inglês de Chico Xavier e o vídeo do “ET capturado em [...]

  33. Gustavo Diz:

    Curioso… falam tanto dessa ladainha do tal espírito não falar inglês. Toda a história de benevolência, ajuda mútua e tudo mais… De que serve isso?? Apenas como ilustração de beleza de como devemos agir?? Será que no “plano astral” (ou seja lá como vocês queiram chamar) não há um espírito que possa ajuda na tradução para a língua que o “psicografante” queira usar?
    A melhor lição que eu aprendi, então, foi: “Seja bom em vida, pois depois dela é cada um por si e deus contra todos.”

  34. Nivea Diz:

    A todos que participam deste fórum…
    Que bom que todos estão discutindo um assunto tão importante como este, ao invés de estarem fazendo mal para outras pessoas! Amigos, sou espírita e acredito em Chico pela sua humildade,e por ter salvo a vida de meu bisavo sem ao menos conhece-lo….. Porém, no que acreditar ou desacreditar não cabe a mim fazer a cabeça de ninguém…. Só reflitam, que essas mensagens fazem bem, criam esperanças, e possibilidades….As pessoas vencem a saudade e começam a crer que não faz sentido a existência do homem, apenas para nascer e morrer…
    Penso que toda religião, quando não levada a obsessão, em excesso, é o que leva o ser humano a conhecer a fé humana, que existe em si, e a divina que existe no que ou a quem acredite…
    Só reflitam, se ao invés de buscarmos tantas verdades começassemos a agir para o bem, já que nos preocupamos tanto com o que consideramos mentiras alheias….

    Que a paz esteja com todos nós!
    Um abraço a todos

  35. Gilberto Diz:

    Nivea, você é maravilhosa! É assim que se fala!!

  36. Jesa Nideck Diz:

    O espiritismo não é uma farsa.Emanoel nunca disse que era espírito evoluido.Suas encarnações se deram aqui na terra que está longe da perfeição., Para aqueles que não sabem, na comunicação mediunica o espírito depende muito da inteligência e cultura do medium. Um bom motorista não pode fazer muito com um carro em mal estado.Para criticar alguma coisa, primeiro è preciso conhecer a fundo,não só os erros,não esqueçam que os espíritos somos nós mesmos com todos os erros e defeitos e as vezes até mais. Estudem!!! Jesa Nideck

  37. Jesa Nideck Diz:

    Felipe Campos você pode até escrever ao contrário,até a 200 por hora. Mais como já dizia um grande sábio. CONHEÇA A ÁRVORE PELOS SEUS FRUTOS.Esse sábio você também não deve conhecer nem muito menos ententer.Acorda!!!Jesa nideck

  38. Jesa Nideck Diz:

    Gustavo Não se esqueça que no mundo astral como você diz, você é o que a sua consciência é. Se voçê acreditar que todos dormem, difícil vai ser te acordar.Mais você querendo ou não a evolução continua. Não culpe Deus se ficar para traz. Jeas Nideck

  39. Jesa Nideck Diz:

    Carlos Magno Parabéns
    Eu até me acho um pouco inteligente, mais tenho dificuldade para lidar com as palavras.Você arrebenta!!quizera eu ter as tuas letras!
    O espírito depende e muito da cultura e inteligência do médium.

  40. Jesa Nideck Diz:

    Victor Se ambos já estão mortos, você também já tá, porque um homem sem esperança é um homem morto e triste.

  41. Jesa Nideck Diz:

    Liana Emanoel nem Chico nunca disse que era sábio nem muito menos evoluido, não se esqueça que suas encarnações foram realizadas aqui neste planeta que está longe da perfeição. Sabendo também que para ser sábio, não é preciso falar várias linguas. Ob.

  42. Jesa Nideck Diz:

    Sois como formigas que só compreendem o espaço em que vivem são imcapazes de entender outras dimensões, outros estados da matéria.Com a morte as informações não se perde. Atravessa o infinitamente pequeno.

  43. Wanderlei Diz:

    Caros amigos, na minha opinião, Chico Xavier era uma pessoa dotada de certas habilidades acima do normal. Há pessoas que durante a sua vida adquirem certas habilidades praticando ou executando algo e há outras que já nascem com elas (o que chamamos de Dons). Assim como Pelé nasceu com o Dom de jogar futebol, Robertos Carlos com Dom de fazer belíssimas canções, acredito que Chico Xavier também tinha o Dom de produzir mensagens belíssimas de Amor e Paz, mas com uma diferença: ele por ser dotado de uma humildade incrível, não as assinava, creditando-as ao espírito de Emmanuel. Vocês podem achar que esse é um pensamento simplista de miha parte, mas para uma pessoa como Chico Xavier o simples é o que faz a diferença. Talvez se ele tivesse creditado toda sua obra a ele mesmo, as suas mensagens não passariam do portão de sua casa. Em nenhum momento, na minha opinião, ele tentou fraudar as pessoas agindo dessa maneira, talvez ele mesmo acha-se que suas mensagens fosse realmente escrita pelo espírito de Emmanuel (por achar que ele não fosse merecedor de tal habilidade). Que Deus envie muitos e muitos “Chico Xavier” para nos trazer mensagens de Amor, Paz e Carinho para com nossos irmãos. Desculpe-me mas é a minha opinião.

  44. Jesa Nideck Diz:

    Desculpe Wanderlei
    Oque é o dom? Da onde ele veio? Como que algumas pessoas já nascem com”Dom” de pintar, cantar, escrever,dançar e etc. etc. etc.
    Por que crianças inocentes morrem nas mãos de bandidos monstruosos e esses mesmos criminosos a maioria das vezes ainda usufruem da vida até idade avançada, sem que nenhuma espécie de justiça da terra caia sobre sua cabeça.
    Será que Deus é injusto? Ou há uma resposta justa e verdadeira. Pois bem Chico não escrevia só mensagens belíssimas de amor e paz, ele também tras ensinamentos importantes para a humanidade, ele e qualquer um que queira realmente buscar a verdade. conheceis a verdade , que a verdade te libertará(Jesus)
    Uma simples ideia ,inspiração já é uma mediunidade, todos somos médiuns, basta desapegar das coisas materias que pertencem a este planeta e que vão se “transformar”( esplodir, derreter, desintegrar..) O espírito existe e está sempre evoluindo através das encarnações neste ou em outro planeta. Nós somos aquilo que fomos, e podemos ser aquilo que nunca fomos. Seje perfeito como perfeito é o Pai que estás no Ceu. A humildade não é um dote, é uma obrigação, como ser humano também é uma obrigação.

  45. Jesa Nideck Diz:

    A dita ciência ao invés de estudar “fatos” inesplicáveis, acha mais fácil ficar corrigindo erros de escritas em espíritos que não estão nem um pouco prestando atenção nisso. quem escreve somos nós. A lingua dos espíritos é o pensamento. Ainda bem que Jesus só ditava, se estão fazendo isso com chico, imaginem o que não fariam com o pobre do Jesus.

  46. Lucimara Diz:

    O espírita já sabem que o inglês de Emmanuel é ruim, pois, o proprio espirito admitiu em trecho de livros.

  47. Ronado Diz:

    Ola!
    Chico Xavier foi usado por Satanas,nada mais , nada menos!
    Nao esquecam o que Jesus nos disse; Nem so de pao vive o homem, a suposta caridade de Chico era exaltada pela precariedade do nosso sitema publico.
    Jesus nos disse tambem; Nao temais os que matam o corpo e sim os que destroem a alma!
    E so uma questao de raciocionio logioco.
    Nao era o Chico um medium?
    Quantas vezes, nao disse que estava cercado por inumeros espiritos?
    Nao psicografou uma carta de Marylin Monroe?
    Porque nao o fez em ingles, o Emmanuel estava ainda no livro 1 da Wizard,mas, a Marylin…………
    Deem uma olhada no youtube, na serie de videos que foram postados, chamam-se Pinga Fogo. Esse Pinga Fogo era um programa da TV dos antanhos.
    Vejam la uma das perguntas respondidas pelo Chico sobre o movimento hippie!
    Ele quando perguntado o que achava sobre o mesmo, falou, falou e nao disse nada.
    Veio com aquela pieguice de sempre, de nao julgar, de que os hippies contribuiam com um trabalho para sociedade e etc.
    Foi entao que o entrevistador inquiriu.
    _ Chico , mas, vc falou do movimento brasileiro , gostaria que vc falasse sobre o movimento nos US.
    Ele muito ladino, escorrega daqui e dali e se safa dizendo que nao tem informacoes sobre o mesmo!!!
    Agora, pensemos juntos.
    Pq ele falou do movimento brasileiro de forma tao elogiosa?
    Porque obviamente viviamos os anos da ditadura e ninguem , brincava com os “homens” era cadeia na certa, o aborto era ilegal e as drogas limitadissimas.
    Agora, o que o satanico , nao teceu comentarios foi sobre o fato do movimento hippie ter destruido a vida de centenas de milhares de jovens, os quais por causa do abuso da drogas, do sexo livre e do crime, morreram preconcemente.
    Isso ele nao falou, pois, a intencao desse homem foi sempre a de ser “politicamente” correto com todos, quem assim age nao tem inimigos, pois, esta em todos os lados!
    Enquanto isso nos lembremos da atitude de Jesus, ao expulsar os vendilhoes do templo e chamar os fariseus de viboras.
    Por favor abram , seu olhos!

  48. Alexandre Neuwert Diz:

    Creio que nossos amigos, Carlos Magno e demais críticos, estão equivocados em suas interpretações…

    Não é a forma, e sim o conteúdo, a ideia que Emmanuel passou.

    Há algo de errado na idéia??

    Chico Xavier ganhou algo (materialmente falando) com essa comunicação?

    Há algo de errado em manter os adptos ao Espiritismo motivados frente aos ataques de céticos e integrantes de outras denominações religiosas que só sabem falar em satanás (que não existe…), demônios (que não existe…) e dízimos (que não deveria existir…)

    Alexandre Neuwert

  49. Alexandre Neuwert Diz:

    Vão corrigir meu português também??

  50. Ronaldo Diz:

    Essa e para o sr. Alexandre Neuwert.

    Escute la meu amigo, o pior cego e aquele que nao quer ver.Digo isso por considerar suas tolices, explicitadas no seu comentario.
    O que o sr sabe de exegese, teosofia, teologia, teodicia, filosofia?
    Pelo visto nao muito, o curioso e que os seguidores do Chico Xavier dizem que a Biblia nao fala sobre Satanas e demonios, usam a traducao da palavra grega “daimonas” par se referir a “espirito”.
    Grande falacia!!!
    Os judeus ortodoxos que nao sao os que apregoam seus estudos online,pois, sabem muito bem que se mostrarem no que realmente acreditam vao corroborar a verdade da pregacao de Jesus Cristo, acreditam em demonios e acreditam que Deus os fez para testar os homens, Olha que loucura? um Deus traicoerio!!
    Jesus ao se confrontar com os “espiritos” nunca lhes veio com palavras amenas, nao deveria ele ter chamado os mesmos e te-los doutrinado?
    Pelo contrario , ele os repreendeu e expulsou.
    O espiritismo assim como toda seita satanica , nega a divindade de Cristo, o sacrificio da cruz e a volta do Senhor!
    Muito engracado e que, assim como os islamitas, testemunhas de Jeova e etc , os “chiquistas” usam a Biblia quando lhes e conveniente, e quando nao, a negam!
    Assim, quando pensam que um versiculo biblico defende a reencarnacao o usam e quando a Biblia e usada para atacar a mesma, ai o texto biblico nao tem validade , pois, foi alterado!!! rsrsrsrs sao uns coitados!!
    Para os que lerem isso aqui, vou pedir uma coisa!
    Leiam o evangelho, tudo o que esta acontecendo nos dias atuais esta la!
    Vejam o que se levanta para os verdadeiros cristaos, os que defendem a palavra de Deus!
    Hoje e sabido que no mundo inteiro os cristaos sao perseguidos, falo dos verdadeiros crsitaos, os que se agarram a palavra de Deus. Eles sao perseguidos, detestados, mediocrizados e desprezados, vejam que aquele que cre na palavra de Deus hoje e motivo de chacota.
    E ja se faz presente o esboco do que ha de vir por ai, so a lei de protecao a religiao ou sei la como e chamada a mesma, eu nao moro no Brasil ha mais de 10 anos.
    A tal lei nada mais e do que uma previa do que ha de vir, nao que religiao nao deva ser respeitada,nao e isso, e o motivo da criacao dessa lei , nao e esse, e sim , suprimir o direito do cidadao pregar livremente a palavra de Deus.
    O cristao, nao vai poder pregar o evangelho e falar que , espiritismo, homossexualidade e afins sao PECADOS e que DEUS ABOMINA!!!
    Esta la minha gente, nao se confundam!!!
    A verdade e so 1! nao e a minha, nao a do fulano ou do beltrano e a do Senhor Jesus!
    ” Mas, o espirito expressamente diz que nos ultimos dias, alguns irao abdicar da fe e dar ouvido a espiritos enganadores e doutrinas de demonios”
    Timote 4-1
    E ai Neuwert, nesse versiculo, de qualquer maneira vc esta frito, pq ou de espirito ou demonio, as doutrinas sao erradas!
    Quanto ao dizimo, esse e um argumento muito batido ja, tentem outro!
    E para o seu governo o dizimo , nao e biblico, cobra dizimo de fiel os que vao para o mesmo lugar reservado para o Kardec, o Chico e afins, e que pena seu tambem, se nao se arrepender e der as costas a essa sujeira!
    Fique bem.

  51. Gilberto Diz:

    Sempre se pergunta o que o Chico ganhou com sua vida. Dinheiro, parece que só a FEB viu. Mulheres, bem, ele não era dessa praia. Poder, não com o conceito que conhecemos popularmente. Acredito que aconteceu com ele exatamente como acontece com qualquer guru espiritual do mundo, só que com mais retorno: Criou sua seita, recebeu o amor de seus adeptos, recebia um feedback enorme de respeito, admiração e até uma bajulação sem precedentes entre os inúmeros gurus espirituais no Brasil e deitou em sua fama. Cresceu e multiplicou em seguidores e influência. Realmente pra ele dinheiro, mulheres e poder não chegavam aos pés do que ele alcançou. Ele falava obviedades em palavreado floreado para impressionar. Fazia aparições surgirem do nada sem muitas testemunhas e sem permitir investigações sobre autenticidade. Psicografava cartas com uma técnica bem batida de “cold reading” e até de “hot reading”, e já foi pego em muitas fraudes. Mentiras e exageros somaram-se aos episódios de conforto espiritual, e criou-se a lenda. “Ele psicografa em línguas mortas”. “Ele recebe informações científicas corretíssimas.” “Ele foi indicado ao prêmio Nobel.” Entre tantas outras mentiras e exageros. Mas as pessoas ainda pensam de forma literal: se não fez dinheiro, é porque era honesto. Ele era apenas um guru como outro qualquer. Quem o via com fé e acreditava na mitologia que criaram pra ele via o que queria. Quem o visse desavisadamente não ficava muito impressionado. Ele NUNCA revelou nada importante. Ele NUNCA escreveu nada com uma perfeição literal de um Dan Brown, por exemplo, por possuir uma biblioteca diminuta e pouco acesso à informação. Há fortes indícios de fraude, plágio, além de incontáveis mentiras que ele contava em suas psicografias. É isso. Quanto ao dízimo, bom, ele é bíblico sim, mas não é por isso que ele é uma obrigação. O dízimo era dado em épocas de sociedades teocráticas, onde a administração, educação e saúde pública eram de responsabilidade do governo de ministros e sacerdotes. Hoje em dia, todos pagamos o dízimo, que virou simplesmente nossos impostos. Não faz sentido pagar impostos duas vezes, mas acho totalmente válido uma entidade (religiosa ou não) pedir contribuições de seus seguidores para manutenção e obras de caridade. Tudo opcional e com transparência de onde esses recursos serão utilizados.

  52. Rafael Chrestani Diz:

    Gilberto…
    Por acaso já leu a obra “Paulo e Estevão”? de Emmanuel? Seus detalhes e informações são tão complexas que somente um doutor em história, ou no mínimo um graduando na área saberia responder.

    Para os Espíritas…
    Não nos deixemos ser levados pela ignorância desses que querem desestabilizar nossa doutrina. Deixemo-nos crucificar, e usemos as duas traves do madeiro em asas de libertação. Todas as pessoas publicas são alvos de pessoas frívolas. Não há ninguém que escape, nem o Chico. Mas isso não muda nada… sua mensagem esta aí, e os espíritas crescendo como nunca nesse mundo. Temos centro espíritas até no Japão. Eu mesmo tive experiências mediúnicas e digo: O espiritismo é verdadeiro. Não foi o Chico, nem o Divaldo, fui eu que tive a experiencia..

    O espiritismo avançará, com os homens, sem os homens e apesar dos homens… por que é a doutrina dos Espiritos…

  53. Gilberto Diz:

    É uma pena amigos, mas o espiritismo NÃO avança como nunca nesse mundo. Mesmo no Brasil, onde o IBGE detectou um aumento, esse aumento ainda não foi sufuciente para repor as perdas das últimas 3 décadas. São 1,3 milhões de espíritas no Brasil. Há mais membros na Congregação Cristã do Brasil (Já ouviu falar? Eu nunca, mas o Censo mostra mais seguidores desta seita evangálica do que espíritas. Incrível, né?). O que vemos é brasileiros espíritas que vivem no exterior e contribuem para a “mitilogia” da universalidade do espiritismo. Ela não existe. Brasileiros criaram o museu de Allan Kardec na França. Brasileiros reeditam a Revista Espírita de Kardec. Brasileiros colocaram uma estátua de kardec em sua cidade natal. Brasileiros traduziram os livros de Chico Xavier em Japonês, Esperanto e etc. , mas esses livros NUNCA foram comercializados para as pessoas desses países. Brasileiros promovem e comparecem a simpósios “internacionais” sobre o espiritismo e as publicações espíritas brasileiras dizem: “O Simpósio Tal e Tal de Paris deste anos teve um auditório lotado confirmando a popularidade internacional do espiritismo”, ou algo do tipo, mas TODOS no auditório são brasileiros ou casados com brasileiros espíritas. É uma pena, mas a “universalidade” do espiritismo é apenas uma boa vontade em demasia ou simplesmente uma fraude (acredito que inconsciente de quem não lucra com isso e consciente de quem lucra) e esta religião é uma religião BRASILEIRA, que usa de nomes e países do dito “primeiro mundo” para dar uma certa credibilidade de colonizado “pra inglês ver”… Obviamente isso não faz dessa religião uma coisa ruim, pois todos sabemos do bem e da caridade sinceras perpetrados pelos seguidores do espiritismo. Considero essa religião como vencedora pela balizada altivez ética de seus seguidores e pela vontade dos mesmos de crescer espiritualmente e de fazer o bem. O que me incomoda, e a outras pessoas, é a “mania” que certos espíritas têm de dizer que todo o sobrenaturalismo supostamente mostrado no espiritismo é real e que alguém realmente fala com espíritos e que esses realmente revelam alguma coisa. Nunca se verificou tal coisa, e tudo é suposição e versão de crédulos, que não se dão ao trabalho de verificar e apenas acreditam cegamente. Não é uma questão de fé, pois os escritos espíritas sempre afirmam catagoricamente que tais fatos revelados são verdadeiros, como no livro que você me indicou.Livro esse que, apesar de ter tido alguma pesquisa para ser escrito, apresenta fatos que os historiadores de hoje não cogitam mais, dadas as novas descobertas, esvaziando as “revelações” de Xavier, criando um embaraço às pessoas que defendem seus livros e seus “relatos históricos”.

  54. Rafael Chrestani Diz:

    Gilberto…
    Infelizmente, essas atitudes como a sua… são influencias do nosso querido Augusto Conte… que cometeu o pecado de que somente é VERDADE aquilo que for provado, testado…em laboratório… é isso que você quer do espiritismo, mas nunca terá! Fé cega? Não… eu sou espirita por dois motivos: 1–> Por que eu acredito em Deus, e num Deus JUSTO… 2–> Por que fora do espiritismo não há justiça, logo não há Deus.

    eu cheguei em dois patamares: Ou eu era espirita, ou ateu… como eu consigo enxergar provas de Deus nas pequenas coisas do nosso planeta, optei pelo espiritismo.
    A doutrina pode não crescer tanto pelo IBGE, mas cresce aos poucos na mente das pessoas.

    As provas de que Chico é fraude você não encontrará. Nenhum dos cientistas é dono da verdade, lembrando que um remedio que hj a ciencia recomenda, amanha poderá voltar atrás.

    Como diz o Rau Teixeira, as pessoas criaram essa fobia “Só aceito se for provado pela ciencia”… mas a pessoa nem sabe o que é ciencia…

    “A CIENCIA NÃO PODE QUERER PALPITAR SOBRE O ESPIRITISMO, POR QUE ELA NÃO ENGLOBA O QUE ELA TRATA, porém o espiritismo engloba o que a ciencia esta tratando”

    Eu sou médiun, de grau sonambulico, ja mantive contado diversas vezes… e estou estudando pra evoluir isso.

    PS: Os evangélicos crescem mais no mundo…isso é fato… é muito mais facil “crer” e ser salvo, agora é dificil “trabalhar”, “melhorar-se” para progredir… aí é esforço demais…

  55. Rafael Chrestani Diz:

    *sinto muito “contato diversas vezes”

  56. Gilberto Diz:

    Me desculpe, Rafael, mas quem é obcecado pela ciência é justamente o espiritismo. Mas acredite, não desdenho de sua fé nem de suas crenças. Nunca questiono essas coisas. Gostei de saber que você vê a sua religião como algo que te melhora e te progride. É disso que o mundo precisa: de pessoas e de crenças que nos façam avançar e crescer, levando o bem a todos à nossa volta. Um super-abraço, e continue forte em sua fé, que só te trará o bem!!!!

  57. Rafael Chrestani Diz:

    Obrigado Gilberto. Mas não concorda nessa parte comigo? A ciencia nao tem que palpitar sobre o espiritismo… por que ela é iminentemente materialista…não acredita sequer na existencia do espirito…por que entao…deveria palpitar sobre aquilo que não acredita? Não faz sentido… no entanto, podemos ver varias ciencias terrestres à maneira espirita, por que o espiritismo não duvida do materialismo, ele o estuda… o espiritismo é grandioso pela sua filosofia sentimental e os conjuntos de lógicas e raciocínios. Como existem cientistas falsantes…existem médiuns farsantes…de montes! Cada um que procure a sua maneira de viver a vida, cada qual leve-o para uma situação feliz, que possua alegria de viver.
    Abraçosss..

  58. Gilberto Diz:

    Tudo bem, só acho que a ciência não palpita tanto sobre o espiritismo como você diz. Apenas acontece de haver alguma pesquisa qualquer que acaba esclarecendo antigas superstições, quase sempre por acaso. Por exemplo. o famoso “túnel com uma luz intensa no final e uma sensação de alívio e felicidade” descritos por muitas pessoas nas ditas “experiências de quase-morte” foram identificadas por pesquisadores como sendo efeitos da seratonina e de inúmeras outras substâncias letárgicas e analgésicas que são bombardeadas no sangue de uma pessoa à beira da morte. É apenas uma reação do corpo totalmente normal, como a adrenalina que é liberada em situações de emergência. O corpo se protege de todas as formas, mas quando a morte é iminente, certas endorfinas são liberadas, e a dilatação das pupilas, unidas a essas substâncias, produzem o “túnel de luz” e todas as outras sensações boas. Isso não foi “descoberto” por pessoas que queriam refutar o espiritismo. Isso foi fruto de pesquisas sérias de médicos e cientistas especialistas em tanatologia, necrologia, oncologia, bioquímica e medicina legal. Só que isso não pode ser visto como “algo pessoal” contra o espiritismo. Diversas outras “explicações” na verdade foram apenas “efeitos colaterais” da evolução do conhecimento humano, como as superstições da “combustão humana espontânea”, da “transcomunicação”, das “operações mediúnicas” ” da ufologia” e de tantas outras. Agora, um cientista farsante é um ser que acaba se isolando, pois seu trabalho não é lido nem catalogado. Não é questão de charlatanismo, e sim de incompetência. Mas médiums farsantes acabam até por ter fama e a atrair multidões, fazendo-o criar prodígios cada vez maiores para ter mais e mais fama. Alguns dão com os burros n’água, mas outros crescem em proporções enormes, dando com certeza um mau nome a atitudes tão nobres perpetradas pelo espiritismo. O problema do espiritismo (e de qualquer outra religião, diga-se de passagem) é se dizer ciência e de criar explicações simplistas para coisas tão complexas, como a natureza, a história e a saúde física e mental dos seres humanos. Se você interpreta isso como materialismo, tudo bem, mas a ciência não pode perder tempo, pois a humanidade tem muitos problemas urgentes e corremos contra o tempo para salvar o meio-ambiente, criar tratamentos para doenças, estudar o cosmos… Tudo isso pra ontem!

  59. Rafael Chrestani Diz:

    Concordo… em partes… No caso, eu nunca vi UMA obra cientifica que prove que o espiritismo esta errado. E quanto a Dr Ian Stevenson que estudou durante 40 anos casos de crianças que lembram da vida passada e os comprovou? A Cieeeencia não… mas cientistas isolados acham brechas para o espiritismo. Temos Prof. Hemendra Nath Banerjee, Dr Hernani Guimarães Andrade, etc…
    O espiritismo é reencarnacionista, logo quando afirmam essa idéia estão afirmando o espiritismo. O materialismo MATA… a esperança das pessoas quando impõe a crença no “Nada” e no “acaso” absurdo. Mas…cada um cada um..

    E juntos…todos devemos lutar pelo nosso planeta que esta morrendo e esta nos levando junto. A providencia sabe a hora certa de nos equilibrar. Tudo terminará em paz…:D

    Vive a vida e viva o espiritismo… obrigado Kardec e obrigado a Jesus… Feliz Natal Gilberto! Prospero Ano Novo…

  60. Rafael Chrestani Diz:

    Com relação aos médiuns farsantes…. uma hora a mascara cai… nao é mesmo? Não existe mentira que dure a eternidade…

  61. Gilberto Diz:

    Pôxa, Rafael, um SUPER Natal pra você e pra toda a sua família!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  62. Wendell Diz:

    Acho mesmo que nem o próprio espiritismo o define como a única fonte de salvação. Segundo o que parece, a própria doutrina põe a idéia de que outras personalidades do budismo, catolicismo, hinduismo são mais dignas (muitas vezes) que do espiritismo. Mas as leis da doutrina são inegáveis, a ver que as pessoas aptas a suportar as maiores dificuldades são aquelas que: praticam a lei do amor, fazem uma reforma mental íntima, valoriza coisas diferentes do material. Com relação à fonte de discussão inicial que é a da fragilidade do idioma de um espírito elevado, é passível um acordo de que Chico Xavier e outros como Emanuel, Gandhi, Madre Teresa, Buda e até Jesus Cristo, não foram exímios matemáticos, físicos e muito menos dominadores de todas as línguas do planeta. Imaginemos nós mesmos com a intenção de impressionar alguém que queira desmascarar o espíritismo e quisessemos agora escrever uma mensagem em Árabe toda ao inverso. A primeira coisa seria de procurar um bom dicionário e formular as frases de acordo com a forma que nosso pensamento foi “ensinado” a se expôr, no idioma português. O próprio Enstein criticou a física quântica e hoje vemos as maravilhas que ela nos proporciona (o que não exclui o seu grande potencial intelectual). Não sejamos tão pragmáticos, tanto os espíritas quanto aqueles que não são. Muita coisa neste mundo ainda está pra ser descoberta e mesmo acreditando fielmente na prática mediúnica, os próprios espíritos não nos revelaríam muita coisa, pelo nosso atraso moral e científico. O que chamam de Deus está longe de ser uma entidade com vontades, sentimentos…mas algo que faz-nos estar conversando hoje sobre algo extraordinário, de uma forma extraordinária e formulando pensamentos extraordinários.

  63. Rafael Chrestani Diz:

    Excelente Wendel…tirou as palavras da minha boca :D feliz natal e prospero ano novo. Paz e Luz pra você em 2010!! :D

  64. Saulo Diz:

    Realmente, o inglês dele é horrível, mas tive dúvida, conheceria Chico Xavier algo de inglês? Não afirmo tal coisa, mas o fato é que isto me surpreende. Um substantivo que me surpreendeu nesta carta é Struggle, um substantivo difícil de ser lembrado em termos de luta neste sentido. Se houvesse um substantivo tipo fight, pensaria em fraude. Outra coisa é o little men. Opa, há uma definição diferente em inglês:
    http://www.thefreedictionary.com/little+man

    Uma das definições é um homem sem importantância ou significado, algo próximo do que gostaria no sentido original. O inglês não é lá estas coisas, mas nada horrível. Sou estudante do idioma, e me parece haver uma contaminação. Entretanto, como um homem, mesmo leitor compulsivo, com o histórico de CX poderia ler e escrever inglês? Portanto, achei estranho a definição de little man que vocês deram. Pode ser físico? sim, pequeno neste sentido. mas também em termos metafóricos. O que esta carta prova? Prova que CX conhecia inglês? Era ruim, mas não há erros tão crassos, do tipo ortográficos, a não ser de pontuação. Há provas de que ele conhecia inglês?

  65. Vitor Diz:

    Oi, Saulo

    há sim evidências que ele sabia inglês. Ele tinha livros em inglês na casa dele. Veja a matéria da Superinteressante do mês de abril, está nas bancas.

  66. Sabrina Diz:

    Queridos colegas, eu estou perplexa com os conteúdos destes blog, eu sei que não devemos acreditar em tudo que dizem e vemos, mas o erro já começa no final desta página ” analisarmos cientificamente livros ou mensagens”, como se faz isto aqui? o Sr. Vitor é o quê? qual a graduação dele? de qual universidade? eu assistente social, faço especialização, já estudei filosofia, econômia, antropologia, teoria política, sociologia e entre outras ramos, metodologia do trabalho científico,não me atrevou a dizer argumentações como estas, “analisar cientificamente”. Pois bem, quais são os cientistas aqui presentes, com base em que método estudaram a doutrina espírita e os fenômenos mediúnicos? qual q margem de erros? quem foi pesquisado, as fontes, os documentos, os arquivos? em quanto tempo? financiado por quem? por favor, qualquer pesquisa séria precisa de no mínimo destes detalhes pequininos, por tanto Sr. Vitor, antes de afirmar qualquer coisa, quem vc é? quais as suas fontes?

  67. Sabrina Diz:

    Eu gostaria de perguntar uma coisa ao Gilberto, meu querido, por que vc se acha apto a falar de Chico? Vc não respondeu se leu as obras psicografas, são mais de 400 livros, mais de 1000 cartas psicografadas só pra começar, se vc não fez isto ou qualquer um aqui (cético- significa exame) não tem fundamentação teórica nenhuma para afirmar qualquer coisa, nem para negar qualquer coisa. não é uma questão de interpretação, a pesquisa cientifica precisa de escolha do tema, revisão da literatura, justificativa,formulação do problema,determinação de objetivos,metodologia,coleta de dados,tabulação,análise e discussão dos resultados, conclusão da análise dos resultados, redação e apresentação do trabalho científico. Logo, não entendo as discussão aqui apresentadas, se não siguimos o rigor desta pesquisa, somos meramentes “o senso comum ” falando. Hilton Japiassu em “Questões Epistomológicas”(1988)defende: do ponto de vista epistemológico, nenhum ramo do saber possui a verdade(…)Ao invés de vivermos das evidências e das teorias certas, como se fôssemos proprietrários da verdade. Porque somos pesquisadores, e não seus defensores.”
    Pois bem, o autor defende a busca constante “da” verdade, é a mola propulsora para o aprimoramento do conhecimento. Vcs fizeram um blog para conhecer o assunto e discutir, ótimo, mas vcs estão longe de defender pontos de vista da ciência: seja ela espírita ou a humana.

  68. Sabrina Diz:

    O papel da ciência em relação à prova: a ciência nâo é absoluta, costuma ser um norte quando se trata da comprovação de fatos. ela não é estagnada, sempre tem novas descobertas.Epes Sargent(1989,p254-255) em sua obra”Bases Cientifícas do Espiritismo” diz: primeiro recurso para obter-se uma prova científica das coisas será o conhecimento das próprias coisas em si mesmas, empregando-se aquela grande independência mental que leva o homem a pensar por si mesmo. (…) o método científico é aplicável a todos os assuntos que se rederem à constância das relações de causa e efeitos, e à sua conformidade com a operação da Lei. ele é aplicável sempre que se tem que aquilatar uma evidência, banir um erro sobre os fatos determinados ou príncípios estabelecidos.”
    Por tanto, meus caros amigos vai muito além de especulações, nem podemos pensar que tudo que não passar pelos os meios labotarorias e pela matemática, foge da ciência. Há muito tempo que as cararterísticas dos objetos da física deixaram de ser os corpos rígidos de Newton e Galileu, não existem teses de laboratórios que mostrem realiadade inquestionável desses fenômenos. Muitos são examente suposições para explicar algo que destoa no resultado das experiências(…). Esquecendo o caráter religioso, a doutrina espírita é ciência, por que? o objeto é a exist~encia da vida a após a morte e a exist~encia da alma e sua imortalidade, e disso cuida todo o seu estudo.

  69. Sabrina Diz:

    A caracteri~zação do espiritismo como ciência deve conter os chamados indicadores de cosistência das teorias científicas, que são: lógica, testabilidade, universalidade, convergência, simplicidade, similaridade ou analogia, e profundidade. por todos os aspectos é ciência: A)funda-se em estrutura desenvolvida e fundamentada na coerência de seus postulados;b) é possível ter seus fenômenos verificados, questionados, experimentados;c) tem amplitude, generalidade do alcance de suas teorias coma confirmação da validade delas submetidas a diversas circuntâncias, e questionamentas sobre a sua natureza; d) possui direcionamento harmonioso no sentido da consolidação definida e coerente dos seus postulados;e) explica a ocorrência de fatos espirituais sem complicação ou dificuldade ao seu entendimetno e de modo acessível, a todos, com racionalidade e economia;f) permite a analogia com outras formas de manifestação , ou seja, a comparação , por parecença, de fenômenos que, de inicio , não possuem correlação direta entre si;g) descreve , a fundo, com minúcia qualitativa os seus fenômenos. Por tanto são fenômenos físicos, abordados hoje pela física quântica, como experiências da quarta dimensão. Assim, seja neste blog ou em outro da mesma natureza, pois já le os outros do Vitor, aonde estão os “fatos”?

  70. Sabrina Diz:

    Para deixar bem claro aqui, o Espiritismo não veio para derrubar o negar qualquer ciência, nem religião ou filosofia. Veio para trazer novos conhecimentos e não para formar igrejas e templos ( repletos de fiéis), o Centro espírita, ante de mais nada, é o nosso “laboratório”, a nossa “escola”, estudamos o mundo espiritual, acredite quem quiser. Nós aceitamos as ciências, mas elas não precisam nos aceitar, até por que não lhes compete, não são verdades absolutas, louco quem disser o contrário. As teorias nos server para olharmos os fenômenos, no campos das ciências sociais, usamos os métodos ( exemplo o dialético) é outro ramo de saber, nem por isto é negado,os fenômenos estrapolam os métodos, nenhum pode dar conta da realidade concreta, o que nos aparece é aparência, precsiamos pesquisar para chegarmos nas essencia do fenômeno. Eu particularmente, me disculpem, quem aqui fez isto. Se fez, por favor me mostre. A matemática não pode explicar o fenômeno da psicopatia, mas psicologia sim, o psicopata mata, mente, rouba, faz o diábo sem sentir nada, é a mente mais perigosa, os laboratórios podem provar alguma coisa? mas o fenômeno existe, é estudado. A mente humano é ainda um mistério para ciência, vcs querem dar conta do mundo espiritual com os pobres recursos que vcs contam e com a mente cheia de preconceitos, inaceitável para qualquer pesquisador, com fontes escassas de obras, etc. Vcs não conhecem nem o pentatêuco e ficam dizendo especulações, não me venham com bobagens… cientistas sérios não perdem tempo com especulações… com opinões de internet, ótima fonte, quando bem usada. Chico Xavier teve mais de 80 de vida, tempo suficiênte para qualquer pesquisador se debruçar, duvidar, explicar, refurtar, provar o contrário. Mas mesmo que ele chegasse a conclusão que a psicografias fossem fraudes, antes uma fraude que me console do que uma “teoria do nada” como alguns pensam, se pensam realemnte assim , que vamos morrer e acabar, ^por que ainda estão vivos? por que não se matam logo? já que “vamos acabar”, não temos “alma”, ~tudo é o acaso, vc faz as coisas sem pensar, inclusive estuprar, matar, abusar sexulmente de uma criança, roubar, vender drogas, usar drogas, se suicidar, etc. é tudo o “acaso”. Gilberto, por que perder tempo, se não existe nada? A ciência trabalha para o quê? as pessoas não pasam de corpos materiais, sem alma.vão morrer mesmo. são cobaias da própria “ciência”. Que console vc pode apresentar para as pessoas Vitor, ao invés de dizer-lhes que a morte é uma passagem, que nada acabou, que vc vai reencotrar as pessoas que vc amou nesta vida e em outras, que vc não está fadado a ser comida de vermes? Qual a sua proposta de alternativas para as milhares de pessoas que sofrem? que respostas a ciência tradicional tem para quem teve a sua filha violentamente maltradad e jogada ainda viva do partamento, pelo o proprio pai? quais seriam as suas considerações e o que vc tem a oferecer a esta pessoa? aquem teve o filho arrastado por bandidos por muitos metros, vc assistindo a tudo sem poder fazer nada? quem foi dos seus brilhantes amigos que deu uma palavra de apoio a quem quer que seja, no momento mais difícil de sua vida? Quando Dan Branw fez pela ciência, pela humanidade, por qualquer pessoa, ele teria coragem de se desfazer de tudo que possui e tudo que ganhou com a venda dos livros dele em prol da humanidade?de uma família? de uma comunidade? uma pessoa? os filmes venderam mais de 77 milhões de dolares nas bilheterias americanas, quanto ele ganhou e quanto ele doou? vc sabe? o que foi que ele ensinou mesmo? a vida de quem ele modificou para melhor,quem ele salvou da morte, do suícidio, da pobreza, das miséria, da solidão, do desespero?????? quando vc me responder eu vou te dar o benefício da dúvida.obrigada pelo “humilde espaço”.muita paz!

  71. Sabrina Diz:

    desculpem os erros de português, estou no horário de interválo do trabalho, não dá para ser perfeito, me perdoem, eu não sou um “espírito” evoluído, por favor, coloco minhas humildes palavras sob vossas considerações.

    “Espíritas: Orais e vigiais” nunca esqueçam.

  72. bo Diz:

    Vitor, seu blog tá fazendo um sucesso… hahaha parabéns.

  73. Vitor Diz:

    Oi, Sabrina
    comentando:

    01 – A matemática não pode explicar o fenômeno da psicopatia, mas psicologia sim, o psicopata mata, mente, rouba, faz o diábo sem sentir nada, é a mente mais perigosa, os laboratórios podem provar alguma coisa?

    Podem, sim. A neurociência está estudando o cérebro desses psicopatas e está conseguindo entender o motivo de eles serem assim. veja o site http://mortesubita.org/psico/textos/o-cerebro-do-psicopata/view

    02 – A mente humano é ainda um mistério para ciência,

    Estamos [os cientistas] trabalhando nisso.

    03 – vcs querem dar conta do mundo espiritual com os pobres recursos que vcs contam e com a mente cheia de preconceitos, inaceitável para qualquer pesquisador, com fontes escassas de obras, etc. Vcs não conhecem nem o pentatêuco e ficam dizendo especulações, não me venham com bobagens… cientistas sérios não perdem tempo com especulações…

    Aqui está a análise de quem conhece o pentateuco:

    http://www.criticandokardec.com.br/kardec2.htm

    03 – Chico Xavier teve mais de 80 de vida, tempo suficiênte para qualquer pesquisador se debruçar, duvidar, explicar, refurtar, provar o contrário. Mas mesmo que ele chegasse a conclusão que a psicografias fossem fraudes, antes uma fraude que me console do que uma “teoria do nada” como alguns pensam,

    Alguns preferem acreditar numa ilusão. Outros não. Minah opinião é que pessoas que preferem viver numa ilusão são fracas.

    04 – se pensam realemnte assim , que vamos morrer e acabar, ^por que ainda estão vivos? por que não se matam logo? já que “vamos acabar”, não temos “alma”, ~tudo é o acaso, vc faz as coisas sem pensar, inclusive estuprar, matar, abusar sexulmente de uma criança, roubar, vender drogas, usar drogas, se suicidar, etc. é tudo o “acaso”.

    Porque é melhor para a sociedade e para nós mesmos não agir assim. Se você descobrisse que nada existe após a morte, você sairia matando pessoas?

  74. Vitor Diz:

    Oi, Sabrina
    respondendo:

    01 – Queridos colegas, eu estou perplexa com os conteúdos destes blog, eu sei que não devemos acreditar em tudo que dizem e vemos, mas o erro já começa no final desta página ” analisarmos cientificamente livros ou mensagens”, como se faz isto aqui? o Sr. Vitor é o quê? qual a graduação dele? de qual universidade?

    Sou formado em engenharia de produção pela UFRJ.

    02 – eu assistente social, faço especialização, já estudei filosofia, econômia, antropologia, teoria política, sociologia e entre outras ramos, metodologia do trabalho científico,não me atrevou a dizer argumentações como estas, “analisar cientificamente”.

    Se não se sente segura, faz muito bem.

    03 - Pois bem, quais são os cientistas aqui presentes, com base em que método estudaram a doutrina espírita e os fenômenos mediúnicos? qual q margem de erros? quem foi pesquisado, as fontes, os documentos, os arquivos? em quanto tempo? financiado por quem? por favor, qualquer pesquisa séria precisa de no mínimo destes detalhes pequininos, por tanto Sr. Vitor, antes de afirmar qualquer coisa, quem vc é? quais as suas fontes?

    Você nem se deu ao trabalho de ler a bibliografia? A metodologia de cada artigo está bem descrita, assim como seus autores.

  75. Sabrina Diz:

    Oi Vitor, vc ainda não respondeu as minhas indagações?
    Quanto ao fato de ter comentado “não me atrevou a dizer argumentações como estas,analisar cientificamente”, eu quiz dizer querido que mesmo com toda bagagem que tenho, não afirmo coisas que não conheço, vc ao contrário sim, como vc pode fala de mediunidade sem sabem, como assistente social posso discutir matéria que me compete, não posso opinar inrresponsávelmente sobre doenças do cardíacas por exemplo. Estude a Doutrina espírita vc mesmo, leia vc e tire suas conclusões, agora leia e estude! discuta ponto a ponto, siga o mesmo rigor teórico que kardec, os mesmos passos, faça a mesma pesquisa e assim discuta. O que pra vc estes fatos apresentados no blog é mentira, pra muita gente não é, temos fatos concretos todos os dias, pode ter certeza, os fenômenos aqui apresentados são vivenciados em muitos centros e estudados por muitos confrades espíritas.

  76. Vitor Diz:

    Respondi sim, Sabrina.

  77. Sabrina Diz:

    Vitor meu querido, a finalidade da Doutrina Espírita não é convencer ninguém que ela é a verdade absoluta, nós não procuramos a templos lotados, buscamos algo muito maior, que vc ainda não pode compreender, dado o seu o grau de evolução, eu entendo vc, respito os céticos, os materialistas, ou outros credos, respeito mesmo, a Doutrina Espírita também, embora muitos “espíritas” façam o contrário do que está codificado pelos espíritos. Nóis buscamos qualidade nas casas espíritas, nós buscamos trabalho árduo, semear sementes de amor, de solidariedade, de valores humanos e éticos. Não buscamos ser uma religião, não no sentido que se assemelhe ao catolismo e ao evangéliscos, nossa fé é racional, ela pode ser assim, não é fulano nem beltrano que me diz o que fazer e o que estudar, o que lê, o que devo viver, o Mestre nos ensinou a fazermos segundo nossa consciência, seus ensimentos não estão em palavras, mas em atidudes e exemplos, assim foi o Chico, um homem de exemplos, pedi que vc me citasse o que Dan fez, nada relatou. o que ele ensinou que foi tão importante para modificar a sua vida e a vida de outros?
    não se preocupe, não vinnhemos para convecer qualquer pessoas de ser espírita, se é para ser qualquer espírita é melhor não ser, não existe meios termos é ou não é.Buscamos trazer novos conceitos com respeito, a luz da doutrina, sob um novo modo de pensar, é muito bom a discussão das idéias e não o debate frívolo como tem acontecido aqui, pobre de conteúde e desrespeitoso muitas vezes, isso mostra que tanto constraria a visão cientifíca como espírita. Vc disse que tem autores e bibliografias, por favor aonde? vou olhar com muito cuidado, mas posso te sugerir outras obras e aí vc me diz o que achou.

  78. Vitor Diz:

    Por favor, Sabrina, tenha o mínimo de atenção, no final de quase todo post tem a Bibliografia, inclusive este.

    A pergunta sobre o Dan você fez para o Gilberto, não para mim. O que o Dan fez com o dinheiro dele pouco me importa. Também pouco me importa o que o Chico fez com o dinheiro dele.

  79. Sabrina Diz:

    Oi Vitor, eu já olhei, não fique bravo, dá para perceber nas entrelinhas o seu nervossísmo. Calma!vc fez o blog agora tem que ter calma com as pessoas que postam nele. Ou vc não quer mais discutir?

  80. Sabrina Diz:

    Vou aos poucos colocando meu irmão. Vamos lar:
    1) vc citou um texto da net http://www.mortesúbita.org/psico/texto/cerebro-do-pisocopata/view, gostei muito do texto, inclusive já copiei, vai servir muito nos estudos espíritas. vc disse que :P odem, sim. A neurociência está estudando o cérebro desses psicopatas e está conseguindo entender o motivo de eles serem assim. (falei da matemática e não da neurociência)
    “m resumo, ainda que muitos destes resultados devam ser tomados com cuidado, todos eles convergem para uma importante descoberta: a de que os cérebros de criminosos violentos e sociopatas são na verdade alterados de maneira sutil, e que este fato pode agora ser revelado por novas técnicas sofisticadas. Uma consideração importante é que o comportamento humano é extremamente complicado e o resultado de uma interação de muitos fatores sociais, biológicos e psicológicos. “Existem muitos fatores envolvidos no crime. A função cerebral é apenas uma delas”, diz o Prof. Adrian Raine. “Mas, ao entendermos a sua função cerebral, estaremos em uma melhor posição para entender as causas completas do comportamento violento”. Outra desvantagem dos estudos retrospectivos (isto é, feitos após o distúrbio aparecer em indivíduos estudados), é que é difícil separar causa da consequência. Em outras palavras, será que o déficit cerebral observado é a causa da anormalidade psicológica ou apenas o seu resultado?. Além disso, os resultados são ainda preliminares e não dão credibilidade ao uso destes métodos de neuroimagem e avaliação da função para “diagnosticar” indivíduos em risco de sociopatia; deste modo eles não devem ser usados para propósitos clínicos ou forenses no presente estágio. Portanto, existe razoável evidência que os sociopatas têm uma disfunção do cérebro frontal. Porque e quando esta disfunção aparece ainda é totalmente desconhecido, até agoraimo, mais leia com calma a conclusão deles.”

  81. Sabrina Diz:

    ele usou dados estatístico, beleza, fez muito bem a sua pesquisa ciêntifica, se espelhe por ele. (um conselho), mas não afirmou que descobriu as causas, estou certa? ele apontou caminhos, é diferente.
    estamos caminhando Vitor, mas só para te dizer que estamos ainda longe meO cérebro, a mente e os seus problemas
    Além da tarefa ainda não concluída em milhares de anos de pesquisas, especulações, tentativas, erros e acertos sobre a anatomia e fisiologia do cérebro e de suas funções sejam o comportamento/pensamento (psique) ou os mecanismos de regulação orgânica e interação psicossocial alguns problemas se impõem aos pesquisadores, destacam-se entre estes os que podem ser reunidos pela patologia.leia o comentário:Neurociência
    Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

    “Ressalte-se, porém a inconveniência de reduzir a neurociência à clínica e anatomia patológica como na história da medicina já se fez, e perdermos de vista a possibilidade de construção de um conhecimento da saúde (não redutível ao oposto qualificativo da doença) considerando também as dificuldades de aplicação dos conceitos da patologia às variações genéticas e bioquímicas das espécies e natureza da psique e/ou comportamento.

    Assim esclarecido temos duas estratégias básicas para abordar os problemas da mente-cérebro e/ou a principal aplicação prática da neurociência:

    u amigo:

  82. Sabrina Diz:

    2)está trabalhando não significa que vcs a já tem total domínio sobre a mente humana, meu querido.´Há outros estudos por exemplo, que ninguém citou aqui, outros pontos de vista exemplo olhe o site neurofisiologia da mediunidade”http://ippb.org.br/modules.php.posso citar alguns estudos:
    equipe do Dr. Ian Stevenson, diretor do dep. de psiquiatria e neurologia da Escola de Medicina da Uni. Virginia (EUA) na déc. de 60;H . N. Banerjee na Universidade de japuir, Índia; o físico francês Dr. Patrick Drouot sobre reencarnação à luz da física moderna;
    Dr. William Croocks -materialização de espíritos;
    Dr. robert Croocks -esperiências fora do corpo; Drs. Carlis Osis e Ingo Swann -esperiências fora do corpo; equipe médica do Dr. raymond moody jr nos EUA sobre experiências quase morte; Instituto Brasileiro de Pesquisas psicobiofísicas de São paulo sobre modelo biológico reencarnação e poltergeist;
    a neurologista Dr. Núbor Facure sobre neurofisiologia da mediuuidade; Dra. Barbara Ann Brennan ciêntista pesquisadora da NASA, mestrado em Física atmosférica , com seus estudos e experiências no campo da energia humana e no conhecimento de corpos sutisdo ser a~´em de

  83. Sabrina Diz:

    a TCI_transcomunicação Instrumental ( cominucação de espíritos através de aparelhos eletrônicos -vários paíse na Europa e EUA, Brasil);
    INTVP , ABEPTVP , SBTVP sobre a regressão terapêutica a vidas passadas; Em São Paulo temos o curso de Medicina e Espiritismo -Integração Cérebro, Mente , Corpo e Espírito;
    A Física moderna e o espiritismo- dr Ney Pietro pires;
    Evolução do Sistema Nervoso e funções neuropsiquicas -Dra. Irvênia Diu Santis Prada;
    Interação Cérebro e mente-Dr. Nubor facure;
    ectoplasma:aspectos teóricos e práticos-Prof. Dr. matthieu Tubino;
    Epífese : glãndula da vida mental-Dra marlene Rossi Severino Nobre;
    Psocgrafia à luz da Grafoscopia-Dr carlos augusto Perandréa-comprovando através da grasfocopia a escrita de espíritos, através de médiuns (psicografia);
    física moderna e o novo paradigma- dr. Valdir Rodrigues;
    A síndrome da personalidade múltipla-Hermínio c. Miranda; Aprendendo sobre o espírito- flávio Pinto; vou trazer mais literaturas, hoje não tenho mais tempo.

  84. Vitor Diz:

    01 – A neurociência está estudando o cérebro desses psicopatas e está conseguindo entender o motivo de eles serem assim. (falei da matemática e não da neurociência)

    Você falou de várias coisas, mas a sua pergunta dizia respeito apenas a laboratórios: “os laboratórios podem provar alguma coisa?”

  85. Sabrina Diz:

    reflita:
    Há uma enorme diferença entre, de um lado, identificar erros no kardecismo e, de outro lado, interpretar o significado de tais erros. De modo similar, é também difícil, e complexo, interpretar os acertos do kardecismo. Os erros podem ser interpretados como uma indicação de que o kardecismo (ou o espiritismo e o “mediunismo”) é falso? Os acertos podem ser interpretados como uma indicação de que o kardecismo é verdadeiro? Ou seriam os erros, ao contrário, indicadores de que há inúmeras complexidades e “interferências” atuando nas comunicações mediúnicas, sem necessariamente invalidá-las? Ou, também ao contrário, seriam os acertos (mesmo se algum espírito tiver dito no século XIX que “Em uma das luas de Júpiter há vulcões ativos como na Terra”) apenas golpes de sorte? E para complicar este quadro, será que o que identificamos (à luz do nosso falho conhecimento, e à luz do falho conhecimento da “ciência” atual) como “erros”, ou como “acertos”, são realmente erros e acertos? Todas essas questões nos levam, forçosamente, a uma posição de grande cautela com relação a como nos posicionarmos diante da identificação de “erros no kardecismo”. A única coisa que parece claramente certa nisso tudo é que “a pressa em tirar conclusões taxativas é, também, um erro”.

    Vivemos em uma época em que a ciência é vista como a verdadeira “dona da verdade”, a única ferramenta capaz de nos dar um conhecimento válido a respeito da realidade do mundo, de dizer o que é verdadeiro e o que é falso. No meu entender, isso é um grande equívoco. Vejo a ciência apenas como uma maneira a mais de olhar a realidade. O olhar da religião, o olhar da Fé, também é, creio uma maneira válida de entender o mundo, sendo talvez capaz de penetrar mistérios e compreender facetas do Universo que a ciência jamais será capaz de entender. Críticas “científicas” podem, às vezes, enfraquecer injustificadamente a fé de certas pessoas. Acredito firmemente que uma teoria científica, ou uma revisão crítica sob uma ótica científica, tem um valor que não deve ser colocado acima do valor das visões e intuições da Fé. São talvez apenas maneiras diferentes de acessar a realidade, com características (erros e acertos; potenciais e limitações) diferentes.
    (extraído do seu texto criticando kardec)
    bom trabalho, questionável é claro, mas concerteza melhor do que de vcs.

  86. Vitor Diz:

    Mais comentários:
    01 – Oi Vitor, eu já olhei, não fique bravo, dá para perceber nas entrelinhas o seu nervossísmo. Calma!vc fez o blog agora tem que ter calma com as pessoas que postam nele. Ou vc não quer mais discutir?

    Prefiro discutir com pessoas que leram os artigos antes de criticá-los. Perguntar “quais suas fontes” sendo que tem a Bibliografia bem estampada é sinal que a discussão não será produtiva.

  87. Sabrina Diz:

    descordo de vc, pedi calma, pois como vc tenho pouco tempo para ler, vc iniciou o blog descatando erros sérios, eu passei despecerbido os links, é a primeira vez que entro num blog. Se vc quiser discutir comigo,muito bem,mas não pode dizer agora que não li, por que não é assim, peguei os textos que vc citou e copiei, salvei -os numa pasta para posterior leitura, aos poucos vou citar. Vc usa de tom irônico no blog, não resnpode as perguntas que lhes são feitas e eu fiz várias, vc só citou duas páginas de internet comentando sobre “erros dse Kardec” e o tal de neurociência, os outros são sites que espíritas. Eu peço aos caros leitores que leiam estes sites, inclusive vc Vitor, vc está começando a perde o bom senso, mas tudo bem.
    Para finalizarmos, acho que a discussão será bem produtiva, vc não pode se “omitir ” agora do debate, vc criou o blog, seja eu ou qualquer pessoa, contrária ou a favor de suas idéias, vc deve dar oportunidade de expor sua opinião também, se vc não quiser falar comigo não tem problema, vc falar assim mesmo.

  88. Sabrina Diz:

    Como disse não tenho a pretensão de arrastar ninguém aqui para o Espiritismo, pelo o contrário, destesto impor minhas idéias aos outros. sigo o que quero, sou feliz onde estou, se vc é ateu, seja um bom ateu; se vc é católico seja um bom católico, se vc é budista seja um bom budista, cada tem o livre arbítrio de seguir o que quiser e ninguém nada a ver com isso, vivemos numa sociedade democrática de direitos, constituição de 88 nos garante a liberdade de expressão e de seguir qualquer credo. O que não entendo são as ofensas a qualquer pessoas pelo o que ela é, teve gente aqui homofica, tentando manchar a reputação do Chico, o citando como gay, como se isso fosse crime, é bom, eu peguei o comentário e citei aos meus advogados para tomar providências quanto a isto, é crime homofobia, mesmo assim questiono aqueles que frequentam este blog e outros de Vitor a apresentarem provas de que Chico era gay. do contrário posso acionar a Justiça. fique bem claro isto, Vitor o seu nome já está nas páginas da superinteressante, tenha cuidado,, a fama é uma faca de dois gumes, veja o exemplo de Chico, se ele era o homem que era é atacado e imagine vc, o que acha?

  89. Vitor Diz:

    Sabrina, vc não fez mais nenhuma pergunta para mim, vc saiu apresentando um monte de pesquisas – inclusive do Banerjee, que foi pego fraudando – depois disse que o site do Julio é melhor que o meu blog, no que concordo, mas o site do Julio tem várias contribuições minhas.

  90. Sabrina Diz:

    será que não fiz? vou copiar novamente e tu me diz:Mas mesmo que ele chegasse a conclusão que a psicografias fossem fraudes, antes uma fraude que me console do que uma “teoria do nada” como alguns pensam, se pensam realemnte assim , que vamos morrer e acabar, ^por que ainda estão vivos? por que não se matam logo? já que “vamos acabar”, não temos “alma”, ~tudo é o acaso, vc faz as coisas sem pensar, inclusive estuprar, matar, abusar sexulmente de uma criança, roubar, vender drogas, usar drogas, se suicidar, etc. é tudo o “acaso”. Gilberto, por que perder tempo, se não existe nada? A ciência trabalha para o quê? as pessoas não pasam de corpos materiais, sem alma.vão morrer mesmo. são cobaias da própria “ciência”. Que console vc pode apresentar para as pessoas Vitor, ao invés de dizer-lhes que a morte é uma passagem, que nada acabou, que vc vai reencotrar as pessoas que vc amou nesta vida e em outras, que vc não está fadado a ser comida de vermes? Qual a sua proposta de alternativas para as milhares de pessoas que sofrem? que respostas a ciência tradicional tem para quem teve a sua filha violentamente maltradad e jogada ainda viva do partamento, pelo o proprio pai? quais seriam as suas considerações e o que vc tem a oferecer a esta pessoa? aquem teve o filho arrastado por bandidos por muitos metros, vc assistindo a tudo sem poder fazer nada? quem foi dos seus brilhantes amigos que deu uma palavra de apoio a quem quer que seja, no momento mais difícil de sua vida? Quando Dan Branw fez pela ciência, pela humanidade, por qualquer pessoa, ele teria coragem de se desfazer de tudo que possui e tudo que ganhou com a venda dos livros dele em prol da humanidade?de uma família? de uma comunidade? uma pessoa? os filmes venderam mais de 77 milhões de dolares nas bilheterias americanas, quanto ele ganhou e quanto ele doou? vc sabe? o que foi que ele ensinou mesmo? a vida de quem ele modificou para melhor,quem ele salvou da morte, do suícidio, da pobreza, das miséria, da solidão, do desespero?????? quando vc me responder eu vou te dar o benefício da dúvida.obrigada pelo “humilde espaço”.muita paz!

  91. Sabrina Diz:

    Apresentei várias pesquisas e estou catalogando mais, se vc se proponhe a refutar os fenômenos espirituais, vc deve conhecer o que afirma e o que refurta. Vc percebeu que não os acusei de nada aqui, nós queremos explicações tanto quando vcs. Eu lhe fiz uma proposta e vc ainda não aceitou, vou estudar suas informações e vc as minhas, leia as obras de Chico, de kardec e outras do meio, procure estudar os fenômenos de perto, procure um centro espírita sério, faça sua pesquisa e volte ao blog trazendo a conslusão do seu trabalho, nos mostre os erros, faça a pesuisa com que recebeu recentemente as cartas, visite as casas onde ocorre as materializações e faça os teste necessários. vc pode descobrir muitas coisas.

  92. Sabrina Diz:

    “pesquisas – inclusive do Banerjee, que foi pego fraudando ” trouxe aqui mais um ponto polêmico, vamos lá desfaça se debruçe nos estudos, assim como o tal do Nassau fez lá. o blog é seu.

  93. Sabrina Diz:

    vou te dar um exemplo de estudo, ainda bem claro, se vc tiver oportunidade ou seus amigos, veja o que consegue descobrir :Ex-jogadora da Seleção Brasileira de Basquete, Maria Paula Gonçalves da Silva, a Magic Paula, de 43 anos, é Espírita desde 1992. Conheceu a Doutrina em 1983, quando se submeteu a uma cirurgia espiritual, que sanou uma lesão grave que tinha no joelho. Em 1999, passou por uma experiência marcante. Durante uma sessão de massagem, a profissional que a atendia passou mal e saiu da sala. “Quando ela voltou tinha nas mãos uma carta psicografada com uma mensagem do meu Pai”, diz Paula. “Eu me senti culpada quando ele morreu. A carta era sobre essa culpa. Mudou minha vida.”

    Com reportagem de Tiago Cordeiro e Thereza Venturoli.
    ir.

  94. Sabrina Diz:

    Tenho outro caso, para vc estudar:

    Todas as noites Lily Marinho, viúva do fundador das Organizações Globo, Roberto Marinho, segue um ritual: enche um copo de água e o coloca ao lado do retrato do marido, na cabeceira da cama. De manhã, joga fora a água. “Dizem que tudo de ruim fica concentrado ali”, diz Lily, que é católica, mas desde que o filho Horácio morreu, em 1966, encontrou conforto no Espiritismo. Leu Allan Kardec, foi a Sociedades Espíritas, visitou Chico Xavier e chegou a ter uma visão. “Eu estava em Paris quando vi Horácio, vestido de branco, segurando uma criança. Entendi que era um recado dele para eu adotar um menino”, conta. Sete meses depois da morte do filho ela adotou um garoto, João Baptista. Lily afirma ter encarado a morte de Roberto de forma mais tranqüila e que sente a presença dele pela casa. Aos 84 anos, ela não tem o hábito de ir à missa (apesar de ter providenciado celebrações em memória do filho numa igreja de Milão), garante que não teme a morte e acredita em reencarnação. Diz Lily: “O Espiritismo não é um consolo. É uma explicação para as desgraças da vida”.

  95. Sabrina Diz:

    Lembre-se do que disse:

    O objetivo deste site é analisar cientificamente livros ou mensagens ditos “psicografados”, ou seja, escritos ou ditados por um suposto espírito através de um “médium”, apontando erros e acertos à luz da Ciência atual.

  96. Eduardo Diz:

    Sabrina, minha filha, não te apoquenta!
    O que o Vitor trás para este blog só exemplifica o que Kardec já explicou no Livro dos Médiuns e no conjunto de sua obra.
    Aqui, não há nenhum problema que desacredite ou diminua o médium ou o espírito.
    O único problema que há é que nós espíritas estamos estudando pouco. Estamos até aceitando muita fantasia como verdade.
    Essa mensagem invertida e com um inglês não muito bom é perfeita para os estudos espíritas. Ela trás em si mesma diversas questões importantes para nossos estudos.
    Quem quiser falar mal que fale. Para nós é um tesouro de provas e estudos.
    Assim, em outra oportunidade, após psicografar em inglês e indagado, também, nesta língua por um professor que estava presente na sessão e viu um erro gramatical, Emmanuel respondeu, também em inglês:
    (…) You must to make an excuse at the mistake of my writing here are an english teacher. I am not master, but, unable pupil. This work is very difficult and our idiom is the thought. There is needy understand the truth, you who are in the world. My friends, the death is not the naught. (…).
    Tradução: (…) Peço-vos desculpas pelos erros cometidos em minha escrita; há aqui um professor de inglês. Não sou mestre, mas aluno inábil. Este trabalho é muito difícil e nosso idioma é o pensamento. É preciso entenderdes a verdade, vós que estais no mundo. Meus amigos, a morte nada é.(…).
    (Esta cópia em inglês está imperfeita e foi extraída de reportagem do Jornal “O Globo” de 1935).
    Nesta mesma sessão, Emmanuel psicografou uma mensagem em italiano.
    Em outra sessão, o repórter Clementino de Alencar grafou uma pergunta em alemão e obteve a seguinte resposta de Emmanuel:
    “Não compreendo a pergunta que, a meus olhos, está constituída como de traços de um hieróglifo, em virtude da minha ignorância a respeito daquilo que traduzem.
    Na minha condição de desencarnado, ainda não atingi a onisciência.”
    Ai está… Quem quiser aproveitar… Bons estudos.

  97. Eduardo Diz:

    Desculpem… digitei trás e não traz. Viram como sou, também, espírito imperfeito em evolução?

  98. Vitor Diz:

    Sabrina,
    comentando:

    01 – será que não fiz? vou copiar novamente e tu me diz: (…)

    Eu já tinha respondido. Veja a resposta nº 04 do dia 15 de abril de 2010 às 12:26 am. Outra coisa, você faz “zilhões” de perguntas, espalhando por diversos tópicos, num comportamento típico de troll.

    02 – Apresentei várias pesquisas e estou catalogando mais, se vc se proponhe a refutar os fenômenos espirituais, vc deve conhecer o que afirma e o que refurta.

    Não me proponho a refutar fenômenos espirituais. De onde você tirou semelhante ideia?

    03 – Vc percebeu que não os acusei de nada aqui, nós queremos explicações tanto quando vcs. Eu lhe fiz uma proposta e vc ainda não aceitou,

    Que proposta? Você enche este e outros tópicos de mensagens e perguntas e realmente fica difícil acompanhar tudo o que você coloca. Mas não lembro de proposta alguma.

    04 – vou estudar suas informações e vc as minhas, leia as obras de Chico,

    Esse blog já analisou várias obras dele. O site do Julio Siqueira também.

    05- de kardec

    Esse blog já analisou várias obras dele. O site do Julio Siqueira também.

    06 - e outras do meio,

    Esse blog já analisou várias outras obras do meio. O site do Julio Siqueira também.

    07 – procure estudar os fenômenos de perto, procure um centro espírita sério, faça sua pesquisa e volte ao blog trazendo a conslusão do seu trabalho, nos mostre os erros, faça a pesuisa com que recebeu recentemente as cartas, visite as casas onde ocorre as materializações e faça os teste necessários. vc pode descobrir muitas coisas.

    Os centros espíritas costumam colocar várias barreiras contra pesquisas desse tipo, especialmente as de materialização.

    08 – trouxe aqui mais um ponto polêmico, vamos lá desfaça se debruçe nos estudos, assim como o tal do Nassau fez lá. o blog é seu.

    Banerjee FOI pego em fraude. Ponto. Não há o que discutir sobre isso. Se duvida, leia o livro “Almas Antigas” de Tom Schroder. Ou leia o artigo “Metade de uma carreira com a paranormalidade”, em http://www.hcnet.usp.br/ipq/revista/vol34/s1/150.html, que diz: “O relatório de meu primeiro estudo na Ásia estava no prelo quando, inesperadamente, um homem que tinha me ajudado com alguns casos foi acusado de trapaça.” Esse homem era Banerjee.

    09 – Quanto aos casos que você citou, para uma análise decente preciso saber:
    a) das condições da sessão
    b) do conteúdo das cartas
    c) quais informações os familiares consideram *impossível* o médium ter tido conhecimento

  99. Sabrina Diz:

    Vitor, eu entendi a sua resposta( questão 4) ” Porque é melhor para a sociedade e para nós mesmos não agir assim(…)”. BELA RESPOSTA! É SÓ ISSO? QUAIS OS VALORES ÉTICOS E MORAIS QUE VC PAUTA A SUA RESPOSTA? POR QUE ESSE TIPO DE RESPOSTA É COISA DE MENINO DE COLEGIAL. DESCUPE A FRANQUEZA.
    Se você descobrisse que nada existe após a morte, você sairia matando pessoas?”
    JAMAIS, POR QUE COMPREENDO QUE EXISTEM VALORES SOCIALMENTE CONSTRUÍDOS, POR QUE SEI QUE O MEU PRÓXIMO É MEU IRMÃO, TODA AÇÃO TEM UMA REAÇÃO, SE FAÇO O BEM RECEBO O BEM, SE FAÇO O MAL, RECEBO O MAL. NA MINHA TENHO VALORES ÉTICOS, MORAIS E ESPIRITUAIS, A VIDA É DÁDIVA, NINGUÉM TEM O DIREITO DE TIRAR A VIDA DO OUTRO. ALÉM DISSO A SOCIEDADE CONTEMPORÂNEA TEM NOVOS CÓDIGOS DE CONDUTA, TEM LEIS, ASSIM JÁ AVANÇAMOS MUITO. ALÉM DISSO TENHO OS ENSINAMENTOS DO MESTRE JESUS NA MINHA VIDA, SÓ ISTO JÁ BASTA.

  100. Sabrina Diz:

    na minha vida…, faltou esta palavra.

  101. Sabrina Diz:

    “Não me proponho a refutar fenômenos espirituais. De onde você tirou semelhante ideia?”
    “O objetivo deste site é analisar cientificamente livros ou mensagens ditos “psicografados”, ou seja, escritos ou ditados por um suposto espírito através de um “médium”, apontando erros e acertos à luz da Ciência atual. Também busca analisar possíveis fontes de informação em que o médium teria se baseado para escrever a obra, possibilidades de plágio (fraude), de “plágio inconsciente” (também conhecido como criptomnésia), e mesmo a possível ocorrência de um genuíno fenômeno paranormal. Serão analisadas obras de médiuns famosos e menos conhecidos.”

    PSICOGRAFIA É UM FENÔMENO MEU IRMÃO, VC NÃO SABE MAIS NEM O QUE ESCREVEU.

  102. Sabrina Diz:

    Qual a sua proposta de alternativas para as milhares de pessoas que sofrem? que respostas a ciência tradicional tem para quem teve a sua filha violentamente maltradad e jogada ainda viva do partamento, pelo o proprio pai? quais seriam as suas considerações e o que vc tem a oferecer a esta pessoa? aquem teve o filho arrastado por bandidos por muitos metros, vc assistindo a tudo sem poder fazer nada? quem foi dos seus brilhantes amigos que deu uma palavra de apoio a quem quer que seja, no momento mais difícil de sua vida? A ciência trabalha para o quê?
    SÃO INDAGAÇÕES VITOR, DESCULPE:

  103. Sabrina Diz:

    A PROSPOSTA É ANALISARMOS OS FENÔMENOS VITOR, ACORDA MEU FILHO! LHE PERGUNTEI QUEM SÃO OS CIENTISTAS E O MÉTODO DE TRABALHO PARA ESTUDARMOS OS FENÔMENOS?

  104. Sabrina Diz:

    NÃO ANALIZOU NÃO MEU QUERIDO, SÓ SE FOI EM OUTRO, LÁ DO RESGATE HISTÓRICO. SÃO MAIS DE 400 OBRAS E MIL CARTAS, VC NÃO PODE FUGIR DESTE DETALHE, LEMBRE-SE ANALIZAR TUDO, DEPOIS DE ANALIZADO VC DIZ COM TODA CERTEZA O SUA OPINIÃO.

  105. Sabrina Diz:

    LE OS COMENTÁRIOS DE JÚLIO, ACHEI ÓTIMO E ATÉ ENGRAÇADO, TIREI CÓPIA, LOGO RESPONDO, ESTOU ADORANDO MESMO.

  106. Sabrina Diz:

    QUANTO AO FATO DE EU SER “TROLL”,MEU IRMÃO ADOREI, ENGRAÇADO APRENDI COM VCS E LÁ DO SITE ATEUS.NET, VC ACHA EU IRÔNICA? O QUE ME DIZ DO GILBERTO?KKKKKKKKKKKKKK. NÃO TENHO A INTENÇÃO DE “PESCAR INGÊNUOS’ O VC NÃO TEM NADA DISSO, NÃO SÃO NENHUM POUCO, NUNCA SUBESTIMO UMA PESSOA MEU IRMÃO.

  107. Sabrina Diz:

    QUAIS CASAS VISITOU? QUAL A SUA CIDADE, EU ENTENDO, MAS SE VC QUISER ACHA. VISITE COMO QUEM NÃO QUER NADA, NÃO SE PRONUNCIE SOBRE SUAS INTENÇÕES , VÁ LÁ.

  108. Sabrina Diz:

    questão nove. áí meu querido é com vc, se vc estivesse em Fortaleza eu lhe levaria as casas espíritas, mas estou lhe dando fatos públicos, vc deve ter influência, vc não pegou fatos pela internet para analizar? como agora precisa de tudo isso? procure saber, as dúvidas são suas, vc abriu o blog com o objetivo de analisar livros e mensagens, “pediu que o pessoal postasse erros e acertos a luz da ciência, cabe a vc tentar aqui desvendá-los, estou como0 uma aluna aqui, vc é o professor.

  109. Sabrina Diz:

    vou te dar um tempo, mas estou esperando, o relógio está passando, vc só tem esta existência.

  110. Vitor Diz:

    Sabrina,
    respondendo suas novas perguntas:

    01 – BELA RESPOSTA! É SÓ ISSO? QUAIS OS VALORES ÉTICOS E MORAIS QUE VC PAUTA A SUA RESPOSTA? POR QUE ESSE TIPO DE RESPOSTA É COISA DE MENINO DE COLEGIAL. DESCUPE A FRANQUEZA.

    Não precisa haver nenhum valor ético ou moral envolvido, apenas o uso da razão. Vivemos mais e melhor quando agimos em prol da sociedade e não de forma egoísta. Isso é visto inclusive na Natureza: lobos formam grupos chamados alcatéias de forma que conseguem viver melhor e por mais tempo do que se cada um fosse um lobo solitário. Nós formamos o Estado, que criou leis para o melhor convívio em sociedade. Por isso não é racional sair matando ou estuprando pessoas, haverá retaliação, a mão do Estado agirá. Lógico, poderão haver injustiças, o culpado pode escapar, o inocente pode ser preso, mas não é por isso que vamos nos revoltar e esquecer todo o bem que o sistema nos proporciona ou aos outros.

    02 – COMPREENDO QUE EXISTEM VALORES SOCIALMENTE CONSTRUÍDOS, POR QUE SEI QUE O MEU PRÓXIMO É MEU IRMÃO, TODA AÇÃO TEM UMA REAÇÃO, SE FAÇO O BEM RECEBO O BEM, SE FAÇO O MAL, RECEBO O MAL. NA MINHA TENHO VALORES ÉTICOS, MORAIS E ESPIRITUAIS, A VIDA É DÁDIVA, NINGUÉM TEM O DIREITO DE TIRAR A VIDA DO OUTRO. ALÉM DISSO A SOCIEDADE CONTEMPORÂNEA TEM NOVOS CÓDIGOS DE CONDUTA, TEM LEIS, ASSIM JÁ AVANÇAMOS MUITO. ALÉM DISSO TENHO OS ENSINAMENTOS DO MESTRE JESUS NA MINHA VIDA, SÓ ISTO JÁ BASTA.

    Você acredita no carma “TODA AÇÃO TEM UMA REAÇÃO, SE FAÇO O BEM RECEBO O BEM, SE FAÇO O MAL, RECEBO O MAL” mas e se tal lei não existir? E se a vida for injusta mesmo? Você sairia matando ou roubando as pessoas?

    03 – Volto a perguntar: onde você leu que me proponho a refutar os fenômenos espirituais? Não achei a palavra “refutar” no trecho que você destacou.

    04 – Qual a sua proposta de alternativas para as milhares de pessoas que sofrem? que respostas a ciência tradicional tem para quem teve a sua filha violentamente maltradad e jogada ainda viva do partamento, pelo o proprio pai? quais seriam as suas considerações e o que vc tem a oferecer a esta pessoa? aquem teve o filho arrastado por bandidos por muitos metros, vc assistindo a tudo sem poder fazer nada? quem foi dos seus brilhantes amigos que deu uma palavra de apoio a quem quer que seja, no momento mais difícil de sua vida? A ciência trabalha para o quê?

    A ciência trabalha para várias coisas, inclusive a ajudar a colocar os culpados na cadeia e a se fazer justiça, veja a jciência forense. Quanto àqueles que sofrem, lutem pelos seus direitos. O consolo virá quando for feita Justiça.

    05 – A PROSPOSTA É ANALISARMOS OS FENÔMENOS VITOR, ACORDA MEU FILHO!

    É isso que esse blog faz, entre outras coisas.

    06 – LHE PERGUNTEI QUEM SÃO OS CIENTISTAS E O MÉTODO DE TRABALHO PARA ESTUDARMOS OS FENÔMENOS?

    O método basicamente consiste em evitar que o médium tenha acesso a informações por meios normais. Tendo sido feita essa condição, analisar o tipo de informação que ele fornece. Ninguém fez isso no caso do Chico.

    07 – NÃO ANALIZOU NÃO MEU QUERIDO, SÓ SE FOI EM OUTRO, LÁ DO RESGATE HISTÓRICO. SÃO MAIS DE 400 OBRAS E MIL CARTAS, VC NÃO PODE FUGIR DESTE DETALHE, LEMBRE-SE ANALIZAR TUDO, DEPOIS DE ANALIZADO VC DIZ COM TODA CERTEZA O SUA OPINIÃO.

    Não preciso analisar tudo para emitir uma opinião. Uma amostra é suficiente. Assim como não preciso testar todas as lâmpadas que fabrico, seleciono uma amostra e vejo quantos problemas identifico nesse lote. No caso, analisei a carta feita para a Nair Bello, analisei a possibilidade de plágio, e outros analisaram as informações de cunho científico dentro da Física, Biologia e História.

    08 – QUAIS CASAS VISITOU? QUAL A SUA CIDADE, EU ENTENDO, MAS SE VC QUISER ACHA. VISITE COMO QUEM NÃO QUER NADA, NÃO SE PRONUNCIE SOBRE SUAS INTENÇÕES , VÁ LÁ.

    Não visitei nenhuma e não estou em condições de fazê-lo no momento.

    09 – áí meu querido é com vc, se vc estivesse em Fortaleza eu lhe levaria as casas espíritas, mas estou lhe dando fatos públicos, vc deve ter influência, vc não pegou fatos pela internet para analizar? como agora precisa de tudo isso?

    Os casos que eu peguei tinham as informações que eu precisava.

  111. Sabrina Diz:

    Meu querido Vitor, vc sabe o que é razão? Em Platão a razão é a idéia que fundamenta o mundo. Tanto para Platão como para Aristóteles, a razão só é possível a partir da alma humana ( a alma aqui também pode ser mente). eo que é o Estado Vitor? vc já leu a constituição brasileira Vitor? vc citar só ela meu irmão. Não se esqueça Vitor sou assistente social, estou me especializando nesta matéria meu caro, não fale do que não sabe, vc não sabe o que é o “Estado”, num mundo globalizado, numa sociedade capitalista, onde a contradição fundamental é capitalx trabalho. Como falar de direitos humanos sem falar de valores éticos na nossa sociedade, como o Estado se estrutura e funciona sem estes princípios?
    ” a mão do Estado agirá” é mesmo? sei? meu querido logo se ver que vc não é uma pessoa que entende de conjuntura brasileira nos aspectos sócio-jurídicos, políticos, econômicos, entre outros. O

  112. Sabrina Diz:

    Mas o que é moral Vitor? Aristóteles trata da moral em três Éticas, de que se falou quando das obras dele. Visto ser a razão a essência característica do homem, realiza ele a sua natureza vivendo racionalmente e senso disto consciente. E assim consegue ele a felicidade e a virtude, isto é, consegue a felicidade mediante a virtude, que é precisamente uma atividade conforme à razão, isto é, uma atividade que pressupõe o conhecimento racional. Logo, o fim do homem é a felicidade, a que é necessária à virtude, e a esta é necessária a razão. A característica fundamental da moral aristotélica é, portanto, o racionalismo, visto ser a virtude ação consciente segundo a razão, que exige o conhecimento absoluto, metafísico, da natureza e do universo, natureza segundo a qual e na qual o homem deve operar.

    As virtudes éticas, morais, não são mera atividade racional, como as virtudes intelectuais, teoréticas; mas implicam, por natureza, um elemento sentimental, afetivo, passional, que deve ser governado pela razão, e não pode, todavia, ser completamente resolvido na razão. A razão aristotélica governa, domina as paixões, não as aniquila e destrói, como queria o ascetismo platônico. A virtude ética não é, pois, razão pura, mas uma aplicação da razão; não é unicamente ciência, mas uma ação com ciência.
    Digo mais, não é uma questão de pura razão, por que não feitos só de razão Vitor, creio eu que vc nasceu de uma relacionamento de amor, de afeto, de desejos, isto é muito mais forte que qualquer dado da razão. O amor ao próximo, o amor filial, o amor paternal, o amor pela humanidade, pela natureza, pela ciência mesmo, muito maior que tudo isto. Vc não é robor, ou é?

  113. Sabrina Diz:

    Mas o que é moral Vitor? Aristóteles trata da moral em três Éticas, de que se falou quando das obras dele. Visto ser a razão a essência característica do homem, realiza ele a sua natureza vivendo racionalmente e senso disto consciente. E assim consegue ele a felicidade e a virtude, isto é, consegue a felicidade mediante a virtude, que é precisamente uma atividade conforme à razão, isto é, uma atividade que pressupõe o conhecimento racional. Logo, o fim do homem é a felicidade, a que é necessária à virtude, e a esta é necessária a razão. A característica fundamental da moral aristotélica é, portanto, o racionalismo, visto ser a virtude ação consciente segundo a razão, que exige o conhecimento absoluto, metafísico, da natureza e do universo, natureza segundo a qual e na qual o homem deve operar.

    As virtudes éticas, morais, não são mera atividade racional, como as virtudes intelectuais, teoréticas; mas implicam, por natureza, um elemento sentimental, afetivo, passional, que deve ser governado pela razão, e não pode, todavia, ser completamente resolvido na razão. A razão aristotélica governa, domina as paixões, não as aniquila e destrói, como queria o ascetismo platônico. A virtude ética não é, pois, razão pura, mas uma aplicação da razão; não é unicamente ciência, mas uma ação com ciência.

  114. Vitor Diz:

    Estado (diferente de Nação, que é um vínculo ideológico, afetivo, cultural)
    a) Conceito: é uma sociedade politicamente organizada composta de indivíduos unidos por um vínculo de nacionalidade
    b) Elementos:
    - Soberania: é a capacidade do Estado se auto-governar, auto determinar-se, de acordo com a vontade de seu povo, se impondo frente aos demais.
    - Povo (diferente de População, que é um índice demográfico, independente de sua nacionalidade): vínculo de nacionalidade (natos+ naturalizados, que tem a expectativa ou são titulares de direitos políticos, que conferem o status de cidadão, que gera direitos e deveres).
    - Território: consiste no espaço aéreo, terrestre, marítimo, aeronaves e embarcações públicas onde quer que se encontrem, as privadas desde que a serviço do país e embaixadas brasileiras no exterior.
    - Ordem Jurídica: conjunto de normas, leis que regem o estado
    -Bem comum: bem estar do povo, objetivo.

    Satisfeita?

  115. Sabrina Diz:

    Você acredita no carma “TODA AÇÃO TEM UMA REAÇÃO, SE FAÇO O BEM RECEBO O BEM, SE FAÇO O MAL, RECEBO O MAL” mas e se tal lei não existir? E se a vida for injusta mesmo? Você sairia matando ou roubando as pessoas?´
    só se for para vc meu irmão, eu não acho a vida injusta. por que sei que o que colhemos é fruto de nosso atos, nesta vida ou na outra, agora a lei não deixou de existir. mesmo sendo racional como deseja, as pessoas continuam fazendo o que fazem Vitor e aí, como é que fica, vc acha que o Estado dá conta de resolver os problemas humanos, meu querido?

  116. Sabrina Diz:

    Querido posso te citar vários teóricos do Estado, se quiser agente abre um blog só pra isto. Leia os clássicos Max Weber, Maquiavél, Karl Marx, outros. o Estado se transforma meu caro.

  117. Vitor Diz:

    Sabrina, sobre a lei da ação e reação, isso é o que vc ACREDITA. Você NÃO PODE PROVAR que a vida é justa! Volto a perguntar: se vc descobrisse que a vida é injusta, vc largaria toda a sua moral e ética e passaria a roubar ou matar?

  118. Vitor Diz:

    Por fim, para qualquer problema humano, você pode recorrer ao Estado sim, mais especificamente ao Judiciário. É o princípio da inafastabilidade do controle jurisdicional ou princípio da universalidade da jurisdição.

  119. Sabrina Diz:

    “A ciência trabalha para várias coisas, inclusive a ajudar a colocar os culpados na cadeia e a se fazer justiça, veja a jciência forense. Quanto àqueles que sofrem, lutem pelos seus direitos. O consolo virá quando for feita Justiça.”
    Concordo com vc, mas quando a Justiça humana se faz, como é que fica? eu boto fulano na cadeia, mas traz a felicidade e paz que eu tinha antes? mataram a minha filha, o culpado foi para cadeia e aí, o que faço com a saudade, com a dor, com os meus sonhos de família, com o maor que eu tinha por ela? os bandidos vão pra cadeia hoje, mas este sistema exemplar solta eles com poucos anos, eu devo fazer justiça com as próprias mão, ou eu me calo e os perdoo?

  120. Sabrina Diz:

    posso sim, faz vc uma boa ação, planta a semente do bem e me diz Vitor o resultado, agora plantas a semente do mal e me diz o que tu colheus. se alguém te bater a face direita o que tu fazes?
    posso provar meu amor. Em matéria de Estado e de Justiça vc é leigo meu querido, passei três anos atuando no conselho tutelar, recorri milhares de vezes ao poder judiciário e ao ministério público deante dos crimes contra crianças e adolescentes e vc ficaria de queixo caído com a Justiça. Mas eu te convido a visitar o conselho tutelar daqui, agente te mostra umas coisinhas básicas. Eu estagiei no poder judiciário por dois anos e ve como se faz justiça meu irmão. de dados da minha pesquisa.

  121. Vitor Diz:

    Fazer justiça com as próprias mãos é crime. Nada pode trazer seu ente querido de volta, e os criminosos têm direito a uma segunda ou terceira ou mais chances de se reintegrar à sociedade. Por fim, o tempo cura tudo, e se não cura, ameniza.

  122. Sabrina Diz:

    se eu descobrisse que ela é injusta eu teria forças para lutar e teria a minha fé, mas vc o que teria? roubar e matar não faria não, por que acima da razão está a minha fé, estar o amor que eu tenho pelo o próximo, vc não pode entender, por que pelo o jeito meu irmão vc não sente. vc ama alguém? já te perguntei isto, se não, te pergunto agora? tens família, pai, mãe, mulher, filhos? o que te ligas a estas pessoas, os laços da razão ou do amor?

  123. Sabrina Diz:

    vc está chegando lá, está no caminho certo, vou ter que sair meu irmão, muita paz e luz, eu estou vibrando por vc.

  124. Vitor Diz:

    01 – posso sim, faz vc uma boa ação, planta a semente do bem e me diz Vitor o resultado, agora plantas a semente do mal e me diz o que tu colheus.

    Se isso fosse verdade Cristo não teria sido crucificado.

    02 – se alguém te bater a face direita o que tu fazes?

    Se eu estiver no Exército ou no BOPE, nada. Faz parte do treinamento. :)

  125. Vitor Diz:

    01 – o que te ligas a estas pessoas, os laços da razão ou do amor?

    Ambos, claro. É preciso haver um mínimo de motivos racionais para se amar alguém. Um filho não vai amar um pai que todo dia chega bêbado em casa e o bate e em sua própria mãe. Não há qualquer razão para amar um pai assim.

  126. Vitor Diz:

    Sabrina, o que você quer discutir é completamente fora de tópico. Aqui o tópico é sobre o inglês do Emmanuel. Se quer discutir outros assuntos, escreva para mim em particular, ou seus posts a partir de agora serão apagados.

  127. NAPOLEÃO BONAPARTE Diz:

    Vitor (MEU QUERIDO!), desista da Sá, caso perdido. Reconheça: ela “ganhou” no cansaço, repetições, lugares-comuns, citações de “obras indiscutíveis” (já imaginou ler 400 livros do Xico Chavier!!! Prefiro desencarnar…), artigos e o blá-blá-blá x 666 de sempre. Abraços

  128. Sabrina Diz:

    Oi Vitor, se vc quiser apagar muito bem, mas uma coisa não invalida a outra, vc é bem inteligente para isso, o tópico é sobre o inglês de Emmanuel, muito bem. Mas quem realmente está afin de saber disso? mesmo que vc convença os outros que o inglês dele está errado ou que a mensagem é falsa, o conteúdo não ainda continua intacto do ponto dos príncípios mais a´mplos de amor, caridade, respeito e ético. Vc pra mim está se acovardando como o Sr. Napoleão, se quiser apagar faz bem, se vc quer falar do ponto de vista cientifico deve está abertos a todas as críticas, do contrário vc não passa de covarde.

  129. Sabrina Diz:

    Meus caros amigos espiritualistas,

    o conhecimento dos homens não é nada contra a morte;

    suportem as suas cruzes com paciência e coragem.

    A dor e a fé são os maiores tesouros terrenos e o trabalho é o ouro da vida.

    Para todos, entretanto, crentes ou não, aqui está a nossa grande mensagem:

    Deus é nosso Pai. Nós somos irmãos. Amemo-nos uns aos outros.

    Emmanuel
    @esta é a mensagem, não é Vitor? o que ela tem de errado no seu conteúdo?

  130. Vitor Diz:

    Os comentários repetitivos que você colocou nos outros posts foram apagados. Esse seu comportamento é trollagem pura, Sabrina.

    E os assuntos que você aborda nada tem de científicos: Estado, ética, valores morais, NADA disso tem a ver com a proposta do blog.

    Por fim, o que tem de errado na mensagem está dito no parágrafo imediatamente anterior a conclusão. Quanto tempo mais você vai ficar fazendo perguntas completamente desnecessárias se você apenas lesse os artigos?

  131. Sabrina Diz:

    O tempo que for necessário Vitor, como disse a vc antes e vou tomar como base a frase abaixo em seu blog “O objetivo deste site é analisar cientificamente livros ou mensagens ditos “psicografados”, ou seja, escritos ou ditados por um suposto espírito através de um “médium”, apontando erros e acertos à luz da Ciência atual. ” Vc colocou em questão as obras de Chico, tudo bem, é um direito seu, mas o negócio aqui e nos outros blogs virou baderna pura meu irmão, vc não é uma cientista, não conheço nenhum cientista aqui que tenha observado de perto as obras de Chico, o que o chcio fez e tudo mais, o seu objetivo é puramente denigrir o Chico, desconheço os seus motivos, mais pode ter certeza que não vai conseguir, por que Chico deixou exemplos de vida que vc não pode dar , vcfoge de minhas perguntas como gato foge de água meu irmão, eu não preciso disso aqui, pode ter certeza que Chico nem se abala com seus comentários, se vc conhecesse ele um pouquinho vc era outra pessoa, mais humana e cheia de vida, em vez de fazer calúnias em blogs e propiciar isto vc deveria está a serviço da ciência, a ciência de verdade, aquela que está serviço do homem e não aquela que está a serviço da vaidade humana, que passa por cima das pessoas como mera cobaias. a ciência é produto humano, ela é importante, mas vc tem que aprender a respeitar as outras pessoas que não pessam como vc. as outras pessoas amam, choram, sofrem, são felizes, vivem com muito mais do que vc tem a oferecer aqui.

  132. Sabrina Diz:

    leia os livros com calma e sem preconceitos, leia meu irmão e vc vai entender que ética, moral, amor , caridade e solidariedade tem tudo a ver. Liberdade de pensamento e muito mais. Vc não ler e fica fazendo ‘análises”, a ciência não trabalha com resumos meu irmão,aonde foi que vc aprendeu isto? foi na sua faculdade foi? por que se foi, é melhor voltar e fazer outra? seja nas ciências humanas, biológicas e outras, a hipóteses não pode parti de um preconceito, leia o que é fazer anélises científica, leia o que é pesquisa, vc pega a fala do povo, com mensagens antigas e mistura tudo num bolo só, e fica dizendo suas ‘conclusões”… isto não é pesquisa.

  133. Sabrina Diz:

    Vou fazer uma coisa para te ajudar, vou pegar o material aqui e vou levar para a universidade, lá vou procurar professores de diversas área e pedir que eles olhem os seus “trabalhos” só pra vc ter noção e te ajudar. Vou também levar tudo para o ministério público, espero que vc tenha um bom advogado meu irmão, vc apagou minhas mensagens, mas vc sabe muito bem o que eu quis dizer. Vamos ver mesmo se o seu trabalho é sério mesmo, vou mostrar a políciais federais, gente que meche com crimes na internet, vamos ver meu irmão se vc se responsabiliza pelo o seu trabalho.

  134. Sabrina Diz:

    só pra lembrar não fui que abordei “Estado”, foi vc leia novamente, está na sua resposta lá as minhas pesguntas, e vc é ‘cientista “, eu também sou e daqui por tanto vc não pode se negar a prestar esclarecimentos que tenham a ver com os fatos aqui ou em outros blogs. Vc quer apresentar a sua tese, lembre-se que existe antíteses, como vai ser a síntese disso tudo, mais tarde veremos. Assim é o método dialético. muita paz meu irmão.

  135. Vitor Diz:

    Apaguei suas mensagens porque você atuou como um troll postando a MESMA mensagem em DIVERSOS tópicos. Tenha a santa paciência, Sabrina. Por mim você pode levar o que quiser para o MP. E você falou bem, Sabrina, eu tenho que prestar esclarecimentos que tenham a ver com os fatos aqui. infelzimente, muitas vezes o que você pergunta ou quer saber NADA tem a ver com o tópico.

  136. sabrina Diz:

    em momento nenhum Vitor queis te enfurecer, mas veja bem meu querido, vc lembra o que eu colequei de repetido nos tópricos, tem pessoas no blog que estão estrapolando, não é pelo o fato de não acreditarem Vitor, isto é realmente não importa, é na forma como tratam Chcio Xavier, ele não está mais aqui meu irmão, vc ganha o que com isto o chamando de fraude. Eu expus para todos os crimes contra a honra de uma pessoa, vc ía gostar que eu criasse um blog falando de cv, ´que vc é isso , fazendo piadas da sua pessoa, xingando como faz alguns. Vc não prova as coisas Vitor, vc diz que acha, a sua conclusão é “econômica demais” meu irmão. Os seus colegas se acham no direito de ofender o Chico quanto pode, vc nunca esteve presente a nada, as coisas aqui e nos outros blos são de 50 anos atrás, o povo que realmente esteve envolvido nunca se pronunciou até o momento, não nada de atual, alguns já devem ter morrido como Chico, vc fala das cartas, mas não twem um depoimento atual das famílias assinadas e confirmadas por elas da “fraude”, das cópias e etc. Como eu posso me calar diante disso, vc se acha no direito de atacar o Chico e eu de te responder o que penso.

  137. Vitor Diz:

    a) E daí que o chico não está mais aqui? Mais de uma dezena de médiuns já afirmam ter escrito mensagens dele.

    b) Não é a questão do que eu ganho ou não chamando o Chico de fraude, simplesmente acho importante que as pessoas tenham maior senso crítico para não serem enganadas,e meu blog serve como alerta, prestando assim uma importantíssima função social. De muitos só ganho xingamentos fazendo isso.

    c) Como o Espiritismo se diz Ciência, deve-se analisar a fenomenologia que ele exibe, o caso, Chico foi um dos maiores expoentes nesse sentido. A discussão se ele foi uma fraude ou não é essencial para essa análise.

    d) Você diz que não provo. Eu acho que provo. Se você acha que não, exponha detalhadamente as falhas de minha pesquisa e conclusões NO TÓPICO RESPECTIVO.

    e) Não preciso estar presente a nada. Estou analisando o conteúdo das mensagens e livros, e muitas vezes se tem a descrição das sessões. Não preciso estar presente na confecção do livro psicografado para detectar plágio. Basta achar o livro em que o médium se baseou.

  138. sabrina Diz:

    Não prova não Vitor, já me coloquei sobre isto, não se foi neste blog ou em outro t mandei várias referências sobre os fenômenos, não especificamente estes, mas de outros,os que vc citou aqui otras pessoas já explicaram, para mim está claro como água meu irmão. Mas quando peço análise dos fatos mediúnicos de agora, vc não tem, não apresenta. fica difícil, como dissse “vc fala das cartas, mas não twem um depoimento atual das famílias assinadas e confirmadas por elas da “fraude”, das cópias e etc”, uma coisa é vc dizer, outra coisa é eu te dizer que vi e prensenciei, vc não pode desmentir o que vi, o que as pessoas viram, sentiram, presenciaram. etc.

  139. sabrina Diz:

    “não sei se foi”, corrigindo.

  140. sabrina Diz:

    ) E daí que o chico não está mais aqui? Mais de uma dezena de médiuns já afirmam ter escrito mensagens dele.
    dái meu irmão que as pessoas não estão discutindo os documentos apresnetados, mas como disse ridicularizando e xingando o Chico, se eu fosse filha dele já tinha tomado providências a muito tempo. Como vc faria se fosse alguém de sua família ou estima.

  141. Vitor Diz:

    Sabrina, mandar referências sobre OUTROS fenômenos NÃO É apresentar falhas na MINHA pesquisa.

  142. sabrina Diz:

    b) Não é a questão do que eu ganho ou não chamando o Chico de fraude, simplesmente acho importante que as pessoas tenham maior senso crítico para não serem enganadas,e meu blog serve como alerta, prestando assim uma importantíssima função social. De muitos só ganho xingamentos fazendo isso.
    Serve sim, nunca disse o contrário, para os espíritas também, sem idolatrias e fanatismo. è vc que está dizendo que as pessoas foram enganadas, mas nenhuma delas foi a imprensa ou a polícia dizer que as cartas são fraudes, nem mesmo o Chico afirmou que sabia inglês, italiano e etc. Os ensinamentos não são deles, ele era um instrumento e se ele serve de exemplo é pela sua conduta moral e ética, infelizmente muitos médiuns não tem, mas eles vão arcar com sua leviandade e inrresponsabilidade, pode ter certeza, se não foe aqui, vai ser na espiritualidade, mas não vai ser Deus o “carrasco” deles e sua p´rópria consciência a recriminá-lo.

  143. sabrina Diz:

    mandei refer~encias para estudarmos os fenômenos, não falei que era para apontar falhas na sua pesquisa. O Gilberto sáiu gritando lá no blog,lembra. Vc apagou minhas mensagens Vitor, como dá para rever agora? as referência bibliográficas apresentadas é parte de um trabalho científico de vários estudisos sobre a mediunidade e outros fenômenos,vc deve verificar as duas verssões meu irmão.

  144. sabrina Diz:

    as falhas nas suas pesquisas eu deixo a cargo de outros, eu já falei, mas parece que vc não quer entender. Vejo que vc está mais cuidadoso nos outros blogs, assim como vc pensa outros pensam ao contrário. vejamos no que vai resultar o seu trabalho de “pesquisa’.

  145. Vitor Diz:

    01 – è vc que está dizendo que as pessoas foram enganadas, mas nenhuma delas foi a imprensa ou a polícia dizer que as cartas são fraudes,

    O Waldo Vieira disse à Superinteressante que são fraudes. E disse no Youtube que as sessões d ematerialização são fajutas.

    02 – e se ele serve de exemplo é pela sua conduta moral e ética,

    Se você acha que alguém que frauda pode servir como exemplo… é um direito seu.

  146. Chico Xavier: Charlatanismo que vira filme | reEvolução.net Diz:

    [...] O Inglês de Emmanuel: Fantasma é bilíngue (ou não). Uma sambada muito tosca da psicografia em outra língua feita por Chicão. Infelizmente ele não psicografou em aramaico ou latim. Por que será?² [...]

  147. Sonia Diz:

    Gente, muito interessante essa discussão.
    Nãoe stou aqui nem para criticar, nem para defender, mas apenas para me esclarecer.
    E gostaria de fazer uma pergunta, a quem quiser ou souber responder.
    Agnus postou lá em cima, uma reposta de Emmanuel sobre os erros de inglês, dizendo que a “linguagem deles é pelo pensamento”, por tanto telepática. Mais abaixo Eduardo faz a descrição sobre uma reunião pública em que uma pessoa teria feito uma pergunta em alemão e Emmanuel não teria sabido responder por não conhecer ou reconhecer o idoma.
    A minha pergunta é: se a linguagem do espirito é telepática, e toda palavra vocalizada é elaborada antes pelo pensamento, por que ele não conseguiu captar a pergunta por essa via?

  148. Ana Rita Diz:

    Acho graça de pessoas tendo como fonte o wikipédia.para os que não sabem, qualquer idiota pode postar seus conhecimentos sobre determinados assuntos no wikipédia. Não tem nenhuma preocupação didática aquilo lá.

    Sobre o assunto: o que faz um cético provar os erros do Chico, bem como os espíritas os erros dos céticos é a soberba intelectual que lhes domina.

    Nada será suficentemente passível de ter valor pois cada um aqui já tem a idéia acerca de determinado assunto, não é propósito construir novas idéias, mas sim manter-se inflexível no: “eu tenho razão sempre”. Assim, que construção podemos ter de uma discussão pautada no “olha só que idiotice”!

    Tudo isso fruto da soberba. Se fossem realmente científicos, tantos os que valem da ciencia, qto aqueles que se valem do espiritismo saberiam que não há estaticidade nas idéias e que, o que hoje é, amanha pode não ser.

    Mas, continuem aí com suas certeza absolutas de que a Terra é redonda, alguém já muito acreditou nisso um dia…

  149. IRAO_MAIDEN Diz:

    No momento de escrever ele estava usando o aparelho do Chico Xavier, que não estudou muito… Quem conhece o espiritismo sabe que o espírito vai se utilizar de parte do conhecimento do médium…

  150. Vinicius Diz:

    É incrível o tempo perdido para procurar um “furo” nas cartas de Chico Xavier. Nesse caso especifico vale lembrar que “espirito elevado” não tem relação com nenhum tipo de valor terreno que possamos compreender, desta maneira a linguagem seja ela falada ou escrita é apenas um pequeno ponto em um universo em constante expansão.
    Existem algumas coisas a se considerar quando se tratando de uma entidade fora de nosso tempo. Em que época Emmanuel estava encarnado? A resposta dessa pergunta tem relação com acesso ao estudo, linguagem da época e o estudo de Emmanuel propriamente dito. O espiro depois de desencarnado se eleva em dimensões infinitamente maiores e não tão pequenas, não é compreensível.
    Particularmente posso dizer que li tudo que se tem publicado (livre acesso) sobre Chico Xavier e por ser médico e portanto ligado a área da ciência julgo seu casos com um olhar cético, as vezes até procurando uma patologia. A verdade é que meu pensamento cientifico fica nublado perante a peculiar imagem de Chico Xavier, porque no fundo ACHO que esse mistério tem um fundo de verdade.

  151. Giulia Diz:

    Estou realmente decepcionada com as pessoas que questionam,criticam e acusam Chico Xavier…
    Emmanuel,independentemente de saber fala em Inglês ou não, é de fato, em minha opinião, evoluído e sábio.
    Não podemos criticar e fraldar um assunto tão restrito.Acredito na fé Espírita, em Chico Xavier e em Deus. Ninguém pode ser julgado por ninguém. Nem pelo fato de não saber as regras gramaticais da língua inglesa. Aprender inglês é um serviço pago e opcional. Emmanuel e Chico Xavier são espíritos pobres materialmente, mas possuem o maior de todos os tesouros: a sabedoria. Coisa que certas pessoas hoje em dia não conseguem compreender, porque se acham aptas a julgar um espírito ou ser qualquer. É realmente incrível e decepcionante saber que existam pessoas desse nível.
    Caros Gilberto e Júlio César Siqueira, seria grata se refletissem sobre o assunto, e se pensassem mais em observar as coisas realmente importantes.
    Obs.:Tenho 12 anos e sou do Rio de Janeiro.
    Grata,
    Giulia.

  152. Claude Diz:

    Se realmente as mensagens são fraude ou se mediunidade, psicografia ou mesmo os fenômenos recentes de Luiz Gasparetto são mentiras, então provem… Provem que a pintura mediúnica é mentira, não basta falar, tem que ser científico e provar…Se o cara não recebe espírito segundo alguns, por que é que não prova que é mentira? Vai encarar ou ficar só na palavra… ?

  153. Breno Azevedo Diz:

    Sou espírita há dezesseis anos, convicto não apenas por fenômenos, que para mim foram particulares e completamente incontestáveis sob qualquer ponto de vista racional, mas principalmente pela lógica inabalável que embasam seus preceitos basilares. Já palestrei inúmeras vezes em Centros Espíritas do Movimento Espírita Brasileiro, tendo lido uma boa gama de livros a respeito do assunto e experimentado, diretamente dos bastidores, do bom e do mau que, como em qualquer movimento religioso, se faz presente nos mesmos. Aprendi ao longo dos anos a manter-me crítico e exigente na aceitação de toda e qualquer informação ou manifestação mediúnica, o que certamente me classifica dentre os espíritas mais judiciosos, para não dizer céticos.

    Apresentações feitas, para meu ver o ponto mais importante desta discussão é: a legitimidade completa de Chico Xavier invalida a doutrina, sim ou não? Quando digo a palavra ‘completa’ sei que por si só isso já revirará o estômago de vários companheiros da Feb, mas a dura realidade é que qualquer espírita que se preze deve, antes de mais nada, entender que somos humanos factíveis a erro e que já há dois milênios ninguém neste planeta é santo. Muito menos Chico Xavier que por várias vezes assumiu sua condição de espírito em purgação e ainda com diversas máculas mentais. Acreditar que na sua simplicidade o mero reconhecimento da obra que, surgida ou passada por suas mãos, não o embevecia e servia-lhe de poderosa recompensa é, no mínimo, pueril e nos coloca, espíritas, no patamar dos ignorantes dogmatizados e facilmente mistificados que tantas vezes criticamos.
    Também é completamente factível, do ponto de vista espírita, que Francisco Xavier tenha por diversas vezes senão pela maior parte de sua vida sido acompanhado e mentorizado pelos melhores espíritos, até pelo alcance dos seus livros. Agora, acreditar que o mesmo seja infalível, que nunca tenha sido por outros ou ele próprio mistificado – ainda que com auto-justificada boa intenção – , aí já é outra história. Não conheço relato de médiuns que nunca tenham sofrido este processo. Faz parte, segundo o Livro dos Médiuns, do próprio exercício da mediunidade estar sujeito a este tipo de processo, tornando necessário julgar criteriosamente toda comunicação recebida. Dado o volume da obra referida, tanto redobrada deve ser nossa atenção.

    De minha parte, fico feliz que tal análise profunda esteja sendo feita neste e em outros blogs, ainda que por métodos aparentemente pouco científicos, ainda que se alegue o contrário. Tal análise só pode fortalecer a doutrina, a despeito do que o autor deste Blog – aparentemente, perdoe-me se me engano – almeja. Desmascarados os erros, as farsas, seja lá por que intenção, desfeitos os mitos, restará apenas o que realmente importa: a doutrina pura e consoladora dos espíritos, ministrada não somente pela codificação de Kardec mas, parcial ou veladamente, por inúmeras outras doutrinas – estas, tanto quanto qualquer outra atividade intelectual humana, também sujeitas a falhas de codificação e reprodução. O que os materialistas ávidos por provar o todo a partir da exceção (método condenavelmente anti-científico) ignoram é que são os pontos de convergência que corroboram estes conhecimentos milenares espiritualistas, não seus pontos de discordância.

    Quanto aos fenômenos, discordo rigorosamente de seu emprego ou tentativa de exploração para finalidades ditas consoladoras. Nunca foi a isso que o espiritismo original compilado pela obra de Kardec se propôs, ainda que tenha iniciado seus estudos a partir de fenômenos e tenha até o final da produção da compilação tido o maior cuidado na sua análise – cuidado que hoje lamento maior ausência de rigor no movimento brasileiro. Fenômenos tem seu poder de convencimento resumido a experiências individuais, o resto pode ser refutado. Digo isso sem medo de engano: a maioria absoluta se não a totalidade dos fenômenos ativamente buscados como prova espiritualista são falsos, quando não por interesses reprováveis de auto-promoção ou suposto ‘efeito consolador’, pelo absurdo poder magnético de atração que exercem nos espíritos mistificadores, ansiosos pela desmoralização pública de suas vítimas preferidas, os médiuns. No fundo para validarmos um processo imaterial (por definição incomprovável pelo processo científico, restrito aos sentidos e mensurações físicas) necessitamos dos únicos sentidos capazes de percebê-los, intimamente relacionados, os sentidos lógico e da percepção subjetiva. Os quais são absolutamente pessoais e intransferíveis. Ou seja, o fenômeno que importar será sempre o que acontecer para *você*, de forma particular, posto que este está pré-provado e jamais poderá ser desmentido.

    Vincular a isso o mérito ou sucesso da doutrina é um grande engano, engano que o Vítor nos presta – a nós, verdadeiros espíritas que sempre buscamos a verdade – o grande serviço de tornar evidente. De fato ouso dizer que, apesar do saudável efeito de incitação ao debate provocado por este blog, pouca finalidade objetiva o mesmo alcançará enquanto não se propuser a contra-argumentar as bases filosóficas, lógicas e morais da doutrina.

    Não conheço doutrina mais bela, consoladora (pelas explicações que fornece aonde nada existe) e moralmente edificante que o espiritismo, e se estava Jesus certo que a boa árvore se conhecerá pelos frutos é difícil dizer que há árvore mais bela no nosso jardim. Quanto a se isso é ilusão ou não, mais uma vez é conclusão de cada um, o que é fato, é que é impossível provar, por qualquer método científico, a inexistência da espiritualidade, assim como é impossível provar a inexistência de Deus. Este é o fato inegável e fundamental do qual os materialistas se esquivam, deixando lacuna impossível de ser preenchida num processo de discussão em que a própria ciência é imposta, unilateralmente, como único parâmetro aceitável.

    A despeito da ironia e pungência (a meu ver desnecessários e maculantes) de algumas de suas palavras, devo concordar integralmente com o Gilberto, nestes excertos:

    “Considero essa religião como vencedora pela balizada altivez ética de seus seguidores e pela vontade dos mesmos de crescer espiritualmente e de fazer o bem. O que me incomoda, e a outras pessoas, é a “mania” que certos espíritas têm de dizer que todo o sobrenaturalismo supostamente mostrado no espiritismo é real e que alguém realmente fala com espíritos e que esses realmente revelam alguma coisa.
    (…)
    É disso que o mundo precisa: de pessoas e de crenças que nos façam avançar e crescer, levando o bem a todos à nossa volta.”

  154. RogerioM Diz:

    Just for the record.

    As to whether the adjective little was properly used,
    according to Oxford Dictionary it’s absolutely right.

    One of the meanings…

    2. used after an adjective to show affection or dislike, especially in a patronizing way (= one that suggests that you think you are better than sb):

    Best Regards

  155. Aninhah Diz:

    O maior problema nesse mundo é a descrença. Caros amigos, aprendam uma coisa: Deus nos deu ciência, mas não nos deu o conhecimento absoluto.Como podemos julgar um espírito de luz como Emmanuel? Mesmo que não acredite em espiritismo, respeite as mensagens que nossos amigos nos deixam. Inglês é só mais uma coisa do mundo terreno. Deus não vai mandar Emmanuel reencarnar somente porque seu inglês não é dos melhores e vale ressaltar que isso se chama PSICOGRAFIA, não foi Emmanuel quem escreveu essa mensagem 100%, Emmanuel foi quem passou-a e utilizou o médium Chico Xavier como um canal de transmissão, então, erros são perfeitamente possíveis ao usar um canal que não domina a língua em questão.Não somos Deus pra julgar ninguém, tanto menos Emmanuel, um espírito que já encarnou diversas vezes em busca de perfeição e que não pára de buscar a mesma.Devemos seguir o seu exemplo e procurar o caminho de luz, não importa se somos católicos, evangélicos, espíritas ou até mesmo pagãos.

  156. douberin Diz:

    Queridos!!!
    Porque tentar desmoralizar uma criatura que plantou apenas a semente do amor , sentimento que neste mundo de hoje poucos possuem , inclusive estes que criticam e tenta acabar com a imagem de um homem que apenas bondade plantou?
    Acusar um ser humano de fraudador,mentiroso sem o direito a qualquer defesa porque este ja faleceu?TREMENDA COVARDIA…
    Se o idioma:Portugues,Ingles,Alemao,Arabe , seja que tipo for nao compete a nos analizar…Lembre-se que escreve sao espiritos e os espiritos nao sabemos o nivel intelectual de cada um!
    Procurem nao criticar ou tentar ganhar ibope nas custa de alguem que ja faleceu!!
    abracos

    Se houve , talvez , algum tipo de fraude,vamos analizar o percentual estatistico? Um homem que psicografou centenas de milhares de mensagens nao pode alguma vez confudir o conciente do inconciente?
    Porque

  157. Kátia Jenne Diz:

    Nossa!!!! Digno de um debate na própria ATENAS!!!…Os Socráticos devem ter amado tal debate. rs
    Independentemente de quem tenha escrito e se foi correto ou incorreto sua grafia…..devemos apenas entender…
    Deus nos ama verdadeiramente! Em caso de não acreditardes em Deus….Ame a si mesmo e não faça mal a ninguém, como não farias a ti mesmo! bjs meus lindos….O caminhar é necessário….ler os mapas facilita o caminho!

  158. mimar Diz:

    a doutrina espirita,existe um Deus justo, um Deus pai, que não se cansa deperdoar quantas vezes seja necessário para a sua evolução, umDeus que ama incondicionalmente, um Deus quejamais condenará um filho seus ao suplicio eterno
    um Deus pai que educa com toda paciencia, benevolencia e AMOR,por isso sou espirita . AMOR PARA TODOS.

  159. Luiz Diz:

    Barbaridade, é estarrecedor ter de se chegar a conclusão de que a profecia do grande pedagogo e espírita Herculano Pires se concretise aqui, justamente num blog Dito Espírita e de quem não conhece uma vírgula do que Kardec escreveu. Dizia Herculano : – O Espiritismo é Uma Doutrina, Uma Ciência de Gigantes, depositada em Ombros de Pigmeus. Espírita que não crê em Espíritos, que critíca Chico Xavier sem saber de que, esse Espírito se trata do Codificador Allan Kardec, que desconhece que a primeira atribuição dada ao Espiritismo é de que ele é uma Ciência, depois Filosofia, e por ultimo Religião. Bom sem esticar muito a conversa por que não vale a pena, independente de tudo isso, o Brasil está fadado a um grande Futuro; Ele será O Coração do Mundo, a Pátria do Evangelho. Mas nesse exato momento, tanto Ele , o Brasil e também o Espiritismo sofre de um grande Mal, a falta de dirigentes decentes, que os honrem de fato e de direito; e repito o Brasil tem um lindo Futuro, e infelizmente até esse momento Ele está conseguindo ser apenas o intestino do mundo e a patria da vergonha, por falta de dirigentes a sua altura e apesar de ser espírita a mais de 28 anos, vejo o espiritismo acometido do mesmo mal, é lamentável. Só pra finalizar eu pediria a gentileza do dono do site, se possível é obvio, gostaria de saber que religião ele professa, ou se não possue nenhuma? “O Espiritismo avançará com os homens, sem os homens, ou apesar dos homens, Ele é a Ciência Universal de Deus”. Grande abraço a todos.

  160. Vitor Diz:

    Oi, Luiz
    não tenho religião, mas penso que existem espíritos e que eles podem se comunicar e reencarnar.

  161. Jesa Nideck Diz:

    Da Comunicação
    Esclarecendo nossa forma de comunicação, observe que uma ideia
    é um conjunto  de pensamentos relacionados e também é um holograma.
    Aqui, como já disse, nos comunicamos por ideias. Numa comunicação com
    um espírito encarnado  também o  fazemos geralmente dessa forma. Um
    médium intuitivo  é a pessoa que naturalmente capta uma ideia em seu 
    espírito, faculdade essa chamada de intuição, e a traduz para a forma de
    palavras. Toda esta mensagem de hoje cabe em apenas um holograma. Isto 
    exige um grande poder de abstração por parte do médium e quando não 
    encontramos um médium com essa capacidade temos que colocar a ideia
    em forma de pensamentos encadeados ou  palavras e transmiti­las uma a
    uma como na psicografia ou psicofonia, exigindo muitas vezes o transe do 
    médium.
    Na transmissão de ideias a cultura do médium influi no conteúdo 
    da mensagem e este só  poderá traduzir aquilo  que já consegue
    compreender. Assim, nesta mensagem existem ainda muitos pontos em que
    a Ciência não se desenvolveu o bastante para compreendê­los; o conceito 
    mesmo  de holograma é recente e não  teria sido  compreendido  há um
    século  atrás. Daí esse tipo  de mensagens conter sempre contradições
    aparentes. Mas é destas contradições que se chega à interpretação correta,
    às grandes descobertas, com novos impulsos para a Ciência. Kekulé tinha
    recebido a ideia completa do anel de benzeno  desde o  começo, mas sua
    mente não conseguia captá­la até ter tido um sonho que o fez visualizar o 
    formato de anel. As interpretações previamente concebidas pela Ciência, e
    pelo  próprio  médium receptor, se constituem num bloqueio  para a
    percepção integral de novas ideias.
    Esta mensagem pode parecer estar misturada porque ao  se
    traduzir uma parte do  holograma se pega também partes vizinhas,
    mudando um pouco de assunto. Quando refletimos no que foi dito voltamos
    ao  assunto anterior e vemos que ainda havia mais para ser transmitido.
    Isto  porque o  holograma foi transmitido por inteiro e gravado  no  seu 
    espírito, em outro momento anterior que não este em que está sendo escrita
    a mensagem. Se, posteriormente, forem arrumados os diversos períodos,
    teremos um encadeamento lógico das ideias. Esta partição se nota também
    na psicofonia.

  162. Jesa Nideck Diz:

    Portanto  não  é necessário falarmos em incorporação com saída
    parcial de seu  perispírito  e entrada do meu  para a transmissão  de uma
    mensagem. Na verdade estou sempre em sua mente e de todas as pessoas
    que estiverem mentalmente relacionadas comigo. Mas posso também estar
    fora ou  posso  estar parcialmente incorporado. Depende de como se está
    imaginando, embora um Espírito  possua também sua própria vontade e
    possa atuar na mente de médiuns, ou até de forma independente como no 
    ato  de criação  de um corpo  materializado. Isto  depende da vocação  de
    cada Espírito, como  os há que tem vocação  para escultor e se realizam
    dessa forma. De minha parte prefiro  trabalhar com ideias, como  você
    também paizinho, e por isso  estamos sintonizados. Eventualmente posso 
    transmitir frases fora do holograma, como foi o caso destas últimas, pois
    estou  sempre presente assistindo  sua escrita já que, ao  traduzir o 
    holograma recebido, automaticamente entra em sintonia comigo.

  163. Marciano Diz:

    Testing Emmânuel’s English:

    x
    =


    b
    ±

    b
    2


    4
    a
    c

    2
    a

Deixe seu comentário

Entradas (RSS)