Resgate Histórico: Revista O Cruzeiro de 28/03/1964

Esse exemplar foi conseguido graças ao esforço de Vital Cruvinel, a quem muito agradeço! Mais um número falando sobre as materializações de Uberaba, e porque tal sessão não poderia nunca ser tomada como evidência de um fenômeno legítimo, segundo Charles Richet, um dos luminares da metapsíquica.

A REPORTAGEM QUE NÃO FOI ESCRITA

MÁRIO DE MORAS

MINHA EXPERIÊNCIA EM UBERABA (V)

HÁ cinco semanas venho tratando do mesmo assunto. E, confesso, isto já está me aborrecendo. Não fosse a promessa feita, e daria o caso por encerrado, voltando às minhas antigas reportagens, bem mais interessantes (na minha opinião).

Felizmente, a grande maioria das cartas recebidas me é favorável. Boa parte enviada por espíritas realmente puros. Alguns leitores, entretanto, teimam em bater na mesma tecla: a fraude não foi provada. E citam vários autores, julgando-me muito pequeno para contradizer os luminares da metapsíquica. Vou jogar nesse terreno. Charles Richet, fisiologista francês, de todos o mais citado, é uma das maiores testemunhas a meu favor. Vejamos apenas dois itens, entre os muitos que êle enumera para evitar fraudes iguais à que assisti:

1.°) A ASSISTÊNCIA NAO DEVE SER NUMEROSA. NÃO É PRECISO SENÃO TRÊS, QUATRO OU CINCO PESSOAS, NO MÁXIMO. — Na sessão de Uberaba havia mais de 30;

2.°) PARA QUE A EXPERIÊNCIA SEJA VÁLIDA, HONESTA, É PRECISO QUE OS ESPECTADORES VEJAM A MÉDIUM DURANTE A EXPERIÊNCIA. SE HOUVER MATERIALIZAÇÃO, TODOS OS ESPECTADORES VERÃO, SIMULTANEAMENTE, A MÉDIUM E A FORMA MATERIALIZADA. — Em Uberaba, Otilia “morreria”, se aparecesse ao lado da “Irmã Josefa”.

Voltemos a Richet (e tudo isso já foi dito na reportagem de 15-2-964): “Todos aqueles que lidam com médiuns estão permanentemente expostos a serem ignobilmente traídos”. E mais adiante: “Se, por exemplo, num local fechado a chave, anteriormente explorado e pesquisado a fundo, uma forma de aparência viva se coloca ao lado do médium e anda perto dele, a dúvida não é permissível, porque ninguém poderia ter-se introduzido na peça”. Mesmo assim Richet adverte: “Mas é evidente que se precisa estar seguro de que não se trata de um manequim, e de que o própria médium adormecido não é um manequim”.

No que se conclui que Charles Richet, Prêmio Nobel de Medicina de 1913, não se conformaria com um fenômeno de materialização, em que a médium ficasse escondida atrás de uma cortina preta, numa sala completamente às escuras. E êle fazia seus experimentos nos anos que se seguiram à Primeira Grande Guerra.

Outro citado: William Crookes, famoso físico inglês. Durante muito tempo, Crookes assistiu às materializações de Katie King (neta do pirata Morgan), feitas pela médium Florence Cook. Sempre insistindo para vê-las juntas. O que, finalmente, foi permitido. Na ocasião, o físico inglês viu a materialização e uma forma humana coberta por um lenço, que Katie disse ser Florence. Crookes também quis, ver a médium ao lado da coisa materializada, para comprovação total do fenômeno. Justo, portanto, que desejássemos ver Otilia Diogo Junto a “Irmã Josefa”.

Ou os meus letrados missivistas acham que Richet e Crookes acreditariam no espetáculo a que assisti? O próprio Richet desmascarou dezenas de falsos médiuns. A ponto de aconselhar: “É sempre necessário, em experiências metapsíquicas, supor que haja fraude” (Traité de Métapsychique, pág. 593). Afirmando que “a fraude não resiste a controles prolongados e múltiplos”. Porque “os mistifica-dores, logo que saem de seu estreito circulo primitivo de crédulos, defrontam-se com observadores sérios que os desmascaram”. E “se recusam a aceitar as condições experimentais que se lhes impõem, com justa razão é um primeiro motivo, bem legitimo, de suspeição”.

A prova do talco, pedida por mim, foi negada. Explicaram: alguém poderia levantar-se e colocar o pé no talco, para desmoralizar a experiência. Tolice. A posição dos pés denunciaria o culpado. Porque seria impossível (naquelas circunstâncias) um espectador levantar-se, abrir as cortinas pretas, entrar na cabina, e fazer com que seus pés ficassem na mesma posição dos da médium (“provando” que Otilia se havia levantado da cadeira). Além disso precisaria calçar o mesmo número da médium, e não deixar vestígios da sua volta ao lugar primitivo. Isto sem usar o argumento, por demais batido, de que se eles admitem que uma pessoa poderia levantar-se para fazer esse desonesto papel, também poderia levantar-se para libertar Otilia e ajudá-la a compor a falsa figura da Irmã Josefa.

Experimentadores de Uberaba: mais uma sessão, com pessoas da sua e nossa confiança!

Para baixar: link

140 respostas a “Resgate Histórico: Revista O Cruzeiro de 28/03/1964”

  1. Biasetto Diz:

    Vítor,
    Pra mim o que está muito claro é oseguinte: existem inúmeros motivos e evidências pra se duvidar da veracidade das materializações de Uberaba!
    Então, não venham os espíritas-xavierianos com o papo de que se trata de “maldade”, coisa montada.
    As evidências de fraude são enormes.
    Especialmente, o fato de a Otília ter sido pega em fraude, tempos depois, as declarações do próprio Waldo Vieira e o todas as flahas apontadas aqui.
    Este caso, pra mim, está liquidado!

  2. Biasetto Diz:

    * flahas = FALHAS.
    .
    Como se conclui naquele programa do Mythbusters:
    .
    ESTE MITO ESTÁ DETONADO!!!

  3. Gilberto Diz:

    Vou neste momento comprar uma cartelinha de Cafiaspirina da Bayer.

  4. Gilberto Diz:

    flahas = flamengo arrasa

  5. Biasetto Diz:

    Gilberto,
    No Rio, eu prefiro o Vasco!
    Por que você vai tomar Cafiaspirina?

  6. Paulo Diz:

    Torço que o planeta Chupão…chupe toda essa gente para bem longe daqui!

  7. Paulo Diz:

    Os farsantes da fé.

  8. Biasetto Diz:

    Juliano,
    Última chance pra você se encontrar com o Scur,
    .
    O telefone do hotel é este (ele errou na mensagem anterior):
    .
    Estou no hotel Gaph, 3031 7000 quarto 203.
    .
    Falei com ele agora pouco.

  9. marcelo Diz:

    Scur,
    Que pena, so vi agora(00:30) que voce esta em Maringa.
    Poderia te-lo ciceroneado em nossa bela cidade.
    Se ainda tiveres tempo amanha, podemos almocar.O Vitor tem o meu e-mail.
    Quem sabe o Juliano aparece.

  10. Roberto Scur Diz:

    Marcelo,
    Vou pegar o voo às 12:30.
    Se quiser conversar durante a manhã, se quiser vir no hotel antes de eu sair, ou conversar no aeroporto, estou por aqui.
    Qualquer coisa me liga no hotel.
    Desde que vim pela primeira vez para cá me admirei com a esta agradável cidade, organizada, arborizada.

  11. Roberto Scur Diz:

    Pablo,
    Não esquenta, vai ter bilhete sobrando para o bonde do tigrão. Se tiver curioso em fazer um turismo de uns 10 mil anos por lá é só não arredar o pé desta posição de superioridade intelectual que rejeita a fé como se a mesma fosse um valor que os tolos cultivam.
    Oh o bonde do tigrão Pablo, tá chegando na área, te segura nos calcanhares aí!

  12. Roberto Scur Diz:

    Jujubório,
    Fica então o recado. Arroiou (ou arroiô), perdeu! É o que a gente dizia quando era guri jogando bolinha de gude.

  13. Gilberto Diz:

    Não sei se notaram, mas o Vítor disponibilizou uma página da revista O Cruzeiro que não tinha NADA A VER, apenas o anúncio da Cafiaspirina da Bayer. Presumi ser um patrocinador do blog, e vou prestigiar esse “Spam Retrô”.

  14. Paulo Diz:

    Scur disse: “a fé como se a mesma fosse um valor que os tolos cultivam”
    Pô Scur, tu é sensitivo! Acertou na mosca! Agora me assustei.
    Desenvolve mais esse talento. Está perdendo dindin!

  15. Roberto Scur Diz:

    Pablo,
    Este é o grande dilema para o materialista: quer ganhar dinheiro com tudo o que vê pela frente.
    Se você encontrar alguém que se diga médium, ou que se diga benfeitor de qualquer tipo, que “cobre”, bem meu velho, passa reto, não dê atenção.
    Para mim acertar o que tu pensa não precisa de mediunidade nenhuma pois é um raciocínio trivial para os que não conseguem compreender a realidade da vida espiritual, dos nossos destinos sendo acompanhados por irmãos mais adiantados, mais velhos,que conseguiram se livrar dos grilhões do materialismos há muito, mas muito tempo mesmo, e que despertos para nossa natureza transcendental e divina estendem às mãos para os da retaguarda que, na infância espiritual, se apegam aos que sentidos físicos, muitos até embrutecidos, conseguem perceber.
    .
    Mas o auxílio é mais urgente, mais ostensivo mesmo, e portanto, o que mais denota o amor que eles têm por nós, quando buscam despertar os endurecidos pelo orgulho que presumem-se inteligentes, capazes de à tudo darem julgamento com uma falsa pompa de verdade, os que ironizam o que não entendem, os que zombam num comodismo cínico pois assim não se veem na obrigação de empenharem esforços para se modificarem, para melhorarem, para progredirem.
    .
    Fica, velhusco, deitado num berço esplêndido do orgulho preguiçoso, mas não pense que teu sono será “eterno” como diz o hino. A tua hora vai chegar como chega para todos, sem exceção, e quando isto ocorrer tu haverá de quedar deste pedestal ilusório que tua mente construiu para acomomodar tua cegueira, e de joelhos, envergonhado dirá: meu Deus, me perdoe e tenha misericórdia das minhas misérias!
    .
    “Histórinha para boi dormir, fanatismo de tolos, bobagem, vou-me rir…” dirás, agora, enfadado. Tudo bem. É uma pena, uma lástima, pois muitos que zelam pelo teu crescimento tudo fazem para que não seja assim, mas a fé que os anima não os deixa desalentados, e ninguém está perdido pois Deus é todo amor e justiça e não esquece ninguém, por mais rebelde que seja.
    .
    Os teimosos, rebeldes, terão sempre novas oportunidades de acordo com suas inclinações, e como sabemos estamos nos momentos derradeiros da transformação planetária onde todos serão avaliados pelas Leis Naturais que o Pai estabeleceu, e através delas se fará o encaminhamento destes para outro orbe onde poderão prosseguir sua jornada evolutiva sem prosseguirem causando impedimentos aqui na Terra, renovada, matriculada em novo patamar na escala dos mundos.

  16. Paulo Diz:

    Scur, ganhar dinheiro não é um problema…ele é um meio. Cabe cada um dar uma boa finalidade para o mesmo. Esse teu raciocínio é típico do religioso Cristão, que pobreza e falta de ambição ( melhoria) é virtude.
    É virtude sim mas para escravos.
    Ameaça de castigo no juízo final só funciona para crentes Scur. Aqui não cola!
    Já imaginou Scur, tu chegar no além e encontrar Alá? Seria interessante hein? Como tu nunca rezou pra ele, não vai ganhar as 72 virgens. Seria uma pena!

  17. Biasetto Diz:

    Gilberto,
    Agora entendi a Cafiaspirina da Bayer, por incrível que pareça, não tinha reparado. Vai ver que está patrocinando o blog mesmo, porque também achei que o link ia ter algo além do que o Vítor tinha colocado como “Introdução” do artigo, mas era a mesma coisa.
    Esta história de Uberaba, acho que já deu o que tinha pra dar.

  18. Paulo Diz:

    Artigo interessante sobre a possibilidade do altruísmo seja biológico e bem distante das religiões ou de uma cultura.
    http://bulevoador.haaan.com/2011/05/12/robos-evoluem-e-se-tornam-altruistas-em-laboratorio-na-suica/#more-22486
    Quem quiser se aprofundar, procure por Regra de Hamilton

  19. Biasetto Diz:

    Paulo,
    Esta história de robôs evoluírem achei um tanto forçada, máquinas não têm sentimentos! Porém, não assisti ao vídeo.
    .
    Por outro lado, independentemente de religiosidade ou coisas assim, por uma simples questão de sociabilidade e raciocínio, o altruísmo é algo que todo mundo deveria praticar, por questões óbvias.
    Infelizmente, há pessoas que pensam assim: “eu estou bem, danem-se os outros.” – isto é uma grande bobagem!
    O que é melhor:
    - ser rico, estar bem em um país onde todos, de modo geral, têm uma boa qualidade de vida?
    - ou, ser rico, estar bem em um país, onde a maioria das pessoas passa necessidades?
    Obviamente, a 1ª opção é o ideal. A questão é simples:
    - quanto mais pessoas estiverem bem, menos violência, menos pobreza, mais beleza, mais saúde, um trânsito mais educado, mais honestidade, mais respeito às leis, mais respeito entre as pessoas, mais respeito à natureza…
    - tem gente que ainda adota a ideia do “levar vantagem em tudo”, sem perceber que passar a perna nos outros, significa, de algum modo, passar a perna em si mesmo.
    .
    O sujeito é rico, bonitão, bem sucedido e mora num big apartamento na cidade do Rio de Janeiro! E daí?
    Tem medo de ser roubado, de ser sequestrado, de ser atingido por uma bala perdida, dos filhos sofrerem violência…
    .
    O caminho da humanidade, o caminho para a felicidade, sem demagogia ou moralismos tolos, é o da solidariedade, do amor ao próximo. Mas não precisa muito: quem é honesto, cumpre com o seu papel, já faz a coisa acontecer. Por isso, também, que esta história de ficar fazendo caridades e distribuindo esmolas, muitas vezes, ao invés de ajudar, acaba atrapalhando. Porque, tem muitos governantes que adoram que o povo fique distribuindo dinheirinho e cestas básicas, porque assim desviam-se as atenções, e “sobra mais pro bolso deles”.
    .
    Quando acontece alguma catástrofe natural, por exemplo, aparecem aquelas campanhas de ajuda e tudo mais… Oras, o governo tem dinheiro pra ajudar time de futebol, banco falido, construir estádios, patrocinar escolas de samba… Por que não tem dinheiro pra resolver problemas realmente sérios?
    .
    Sempre que alguém me pede ajuda, procuro ajudar, especialmente no que se refere a comida, roupas, coisas assim. Mas, quando vejo campanhas na TV do tipo “criança esperança”, “teletons”, sinceramente, acho tudo isto uma grande farsa, uma palhaçada!

  20. Paulo Diz:

    Concordo em tudo Biasetto! Resumindo em duas palavras: Bom senso!

    O exemplo dos robôs Biasetto, pode parecer forçada mesmo mas é programação avançada.( lógica fuzzy ) As máquinas não tem sentimentos como você disse com razão, mas podem escolher uma melhor opção diante de uma variável .
    Por isso sugeri a pesquisa sobre regra de Hamilton

    Aqui tem alguma coisa http://www.iupe.org.br/ass/sociologia/soc-041002-sociabilidade.htm

  21. Biasetto Diz:

    Paulo,
    Vou dar uma olhada com mais calma nisto aí, depois de passo um retorno.
    Tem dias que venho tão cansado da escola, especialmente quando dou aulas pra criançada de 5ª e 6ª séries – fazem um barulho!!! Que tenho até dificuldades pra raciocinar. Vou passear com meu cachorro, aliviar a tensão, depois eu apareço aqui!

  22. Carlos Diz:

    Biasetto,
    .
    Legal ler seu comentário. Esses dias também tem sido estressantes com os meus alunos, acho que com a proximidade das provas. Enfim, é sempre bom sonhar um pouco com um mundo (e por que não um Brasil) melhor. Um abraço

  23. Eduardo José Biasetto Diz:

    Olá Carlos!
    Não sei qual sua área, nem em que tipo de escola você trabalha.
    Eu lecione em uma escola estadual e uma escola municipal.
    O problema pra mim é no período da tarde, na escola estadual.
    Tenho 9 salas de 5ª, 6ª e 7ª. Sinceramente, é uma pauleira.
    Diferentes níveis, alunos indisciplinados, desinteressados. Fazem um barulho, principalmente, os alunos de 5ª série.
    Juro por Deus, chego a ficar atordoado!
    Quando chego em casa, às vezes, preciso de umas horas para me recuperar.
    O que eu mais sonho é com um mundo, especialmente, um Brasil melhor. Mas, infelizmente, chego quase a ficar sem esperanças. Tudo isto, as coisas que temos debatido aqui. Minhas desconfianças com a tal mediunidade do Chico. Tem horas que me sinto muito desanimado, desiludido. Não é fácil.
    Mas vamos tocando a vida né? Não tem o que fazer. O que incentiva a gente, são alguns alunos que dão um retorno legal, os filhos, os amigos, como os que descobri aqui no blog.
    Tem momentos que o blog pode até me cansar, até me irritar. Mas, de modo geral, me distraio bastante aqui.
    Legal ter vocês…

  24. Gilberto Diz:

    Te amo também , Biasetto. Te amo Scur. Te amo Vítor. Te amo Carlos, Paulo. Amo a todos. Do fundo do meu coração. Como é bom ter vocês.
    .
    Amor, Gilberto

  25. Vitor Diz:

    Você sempre torna meus dias melhores, Gilberto :D

  26. Eduardo José Biasetto Diz:

    Gilberto, você é um amor!
    Vamos transformar o blog do Vítor em um “correio elegante”. “Vamos todos assumir o lado colorido”.
    .
    Brincadeiras à parte, incorporei a turma aqui, em minha vida.
    Alguns espíritas, amigos meu, se sentiram ofendidos e caíram fora. Também fazem falta.
    Falando sério mesmo, se eu não der uma olhadinha diária no blog, não conversar com alguém, me faz bastante falta.
    .
    Inclusive, por onde andas o Juliano, o Montalvão, O José Carlos e o outros que não me lembro agora.
    Um abraço a todos!

  27. Paulo Diz:

    O pessoal aqui é legal mesmo!

  28. Biasetto Diz:

    Paulo,
    Li o texto do Pablo Nogueira, muito legal!
    Valeu pela indicação.
    .
    Scur,
    O Paulo indicou um texto do Pablo!
    Agora já não sei quem é quem???

  29. Biasetto Diz:

    Neste clima de amizade, vou dormir, sugerindo este clip da Katy Perry, que acho bem legal:
    .
    http://www.youtube.com/watch?v=QGJuMBdaqIw

  30. Paulo Diz:

    Muito bom Biasetto! Gostei dela.
    Eu ia colocar Led Zeppelin aqui, mas depois iam me chamar de ateu satânico emaconhado. Então, fica com essa:

    http://www.youtube.com/watch?v=2HhzMRMAhXU

  31. Marcos Arduin Diz:

    1.°) A ASSISTÊNCIA NÃO DEVE SER NUMEROSA. NÃO É PRECISO SENÃO TRÊS, QUATRO OU CINCO PESSOAS, NO MÁXIMO. — Na sessão de Uberaba havia mais de 30;
    - Ei, seu Mário, se a assistência não deve ser numerosa, o que você foi fazer lá com mais seis colegas? Não tinha sido combinado que iam só você e o José Franco? Por que não ficou só nisso?
    .
    2.°) PARA QUE A EXPERIÊNCIA SEJA VÁLIDA, HONESTA, É PRECISO QUE OS ESPECTADORES VEJAM A MÉDIUM DURANTE A EXPERIÊNCIA. SE HOUVER MATERIALIZAÇÃO, TODOS OS ESPECTADORES VERÃO, SIMULTANEAMENTE, A MÉDIUM E A FORMA MATERIALIZADA. — Em Uberaba, Otilia “morreria”, se aparecesse ao lado da “Irmã Josefa”.
    - Esse argumento seria válido se não houvesse maneira alguma de se garantir a presença da médium atrás do biombo enquanto a forma materializada estava visível. Mas de que isso adianta? Crookes viu a fantasma e a médium ao mesmo tempo, mas o pessoal cético continua não acreditando nele…
    .
    Voltemos a Richet (e tudo isso já foi dito na reportagem de 15-2-964): “Todos aqueles que lidam com médiuns estão permanentemente expostos a serem ignobilmente traídos”. E mais adiante: “Se, por exemplo, num local fechado a chave, anteriormente explorado e pesquisado a fundo, uma forma de aparência viva se coloca ao lado do médium e anda perto dele, a dúvida não é permissível, porque ninguém poderia ter-se introduzido na peça”. Mesmo assim Richet adverte: “Mas é evidente que se precisa estar seguro de que não se trata de um manequim, e de que o própria médium adormecido não é um manequim”.
    - Ô beleza! Esse seria o caso se os experimentadores procederem como vocês repórteres do Cruzeiro procederam. Quer dizer: revistam o cubículo onde o médium vai ficar, mas… NÃO REVISTAM O MÉDIUM, que pode entrar com um manequim escondido debaixo das saias…
    .
    Outro citado: William Crookes, famoso físico inglês. Durante muito tempo, Crookes assistiu às materializações de Katie King (neta do pirata Morgan), feitas pela médium Florence Cook. Sempre insistindo para vê-las juntas. O que, finalmente, foi permitido. Na ocasião, o físico inglês viu a materialização e uma forma humana coberta por um lenço, que Katie disse ser Florence. Crookes também quis, ver a médium ao lado da coisa materializada, para comprovação total do fenômeno. Justo, portanto, que desejássemos ver Otilia Diogo Junto a “Irmã Josefa”.
    - Seria sim, mas também seria justo se vocês houvessem levado seus próprios cadeados, fivelas e algemas, e, melhor ainda, bolassem formas de controle que nem a médium suspeitaria existir… Ah! Como já disse, o fato de Crookes ter visto a médium e a fantasma juntas NADA significa para o pessoal cético.
    .
    Ou os meus letrados missivistas acham que Richet e Crookes acreditariam no espetáculo a que assisti? O próprio Richet desmascarou dezenas de falsos médiuns. A ponto de aconselhar: “É sempre necessário, em experiências metapsíquicas, supor que haja fraude” (Traité de Métapsychique, pág. 593). Afirmando que “a fraude não resiste a controles prolongados e múltiplos”. Porque “os mistificadores, logo que saem de seu estreito circulo primitivo de crédulos, defrontam-se com observadores sérios que os desmascaram”. E “se recusam a aceitar as condições experimentais que se lhes impõem, com justa razão é um primeiro motivo, bem legitimo, de suspeição”.
    - Controles prolongados e múltiplos… Que gracinha! E você e seus colegas usaram de controles prolongados e múltiplos na ÚNICA sessão que estiveram presentes… Registrado!
    .
    A prova do talco, pedida por mim, foi negada. Explicaram: alguém poderia levantar-se e colocar o pé no talco, para desmoralizar a experiência. Tolice. A posição dos pés denunciaria o culpado. Porque seria impossível (naquelas circunstâncias) um espectador levantar-se, abrir as cortinas pretas, entrar na cabina, e fazer com que seus pés ficassem na mesma posição dos da médium (“provando” que Otilia se havia levantado da cadeira). Além disso precisaria calçar o mesmo número da médium, e não deixar vestígios da sua volta ao lugar primitivo. Isto sem usar o argumento, por demais batido, de que se eles admitem que uma pessoa poderia levantar-se para fazer esse desonesto papel, também poderia levantar-se para libertar Otilia e ajudá-la a compor a falsa figura da Irmã Josefa.
    - Ô cara! Se seu argumento fosse válido, então a Otília não teria passado o vexame de aguentar acusações quando um fanático religioso fez exatamente o que você disse. Por isso mesmo a médium não quis mais saber disso. Além do mais, essa “prova do talco” provaria o que? As formas materializadas eram levitantes ou pisavam o chão? Neste último caso, por que também não deixariam pegadas? E, mesmo sem o talco, não houve aquela famosa marca de giz, que alegou-se ter sido pisada pelos fantasmas e que havia giz nos pés da médium, etc e tal?
    .
    Experimentadores de Uberaba: mais uma sessão, com pessoas da sua e nossa confiança!
    - Nada feito: você, seus colegas e seu patrão já nos disseram a que vieram.

  32. Biasetto Diz:

    Paulo,
    Ótima sugestão: Joss Stone é maravilhosa, fantástica!
    .
    Também gosto de rock, especialmente as grandes bandas dos anos 70.
    .
    Pra quem gosta de bom rock, há muitos “covers” por aí, mas esta turma aqui é boa demais:
    .
    http://www.youtube.com/watch?v=Og_u48ZmqX8
    .
    Quanto a tudo que o Marcos Arduin disse aí, não vou comentar, simplesmente porque não tenho argumentos.
    Este assunto, como já disse aqui, não pesquisei a fundo e acho que já foi bastante explorado:
    - para o Scur e o Arduin, as materializações forma reais;
    - para a “turma do Vítor” tudo foi uma farsa.
    .
    Estou com a “turma do Vítor”.

  33. Biasetto Diz:

    * forma reais = FORAM REAIS

  34. Roberto Scur Diz:

    Paulo,
    .
    É difícil despertar aqueles que dormem, como tu, e não querem acordar. Esta relutância em se inteirar da realidade é que é uma pena, e não o fato do indivíduo seguir esta ou aquela denominação religiosa com sinceridade.
    .
    Que as religiões não são perfeitas, não há dúvida. Os ensinamentos de origem Divina sofriam a adulteração das fraquezas humanas, mas não se perdem. Mesmo nas crenças como esta que tu citastes existem pontos de apoio para tornar o homem melhor, e existem outros que foram distorcidos.
    .
    O Biasetto e o Gilberto, pelo que me parece, até iriam gostar de ser mulçulmanos se a história das virgens fosse garantida, pois este é um foco de interesse muito forte neles. Tu, não sei. Gostaria?
    .
    Sobre o dinheiro para pagar benefícios espirituais, bem, isto no Espiritismo é muito claro que não têm cabimento, e não têm nada à ver com voto de pobreza, com ser escravo, e estas tolices. “Dai de graça o que de graça recebestes!”. Algum espírito têm conta num paraíso fiscal para acumular fortuna e precisa cobrar o auxílio que presta? E o médium, ou o religioso, não sabe que deve ganhar a vida com suas próprias capacidades e não montar uma firma de favores do além, ou de Deus, o de quem for?
    .
    Paulo, isto é tão básico que me admiro tu falares assim. Demonstras uma ignorância enorme naquilo que insistes criticar. É mais um Vitor da vida que fala do que não entende. Daqui à pouco vair ser mais um à querer “reformar” o espiritismo.
    .
    Porque tu não estuda um pouquinho hein? Porque tanta preguiça? Quantos livros espíritas tu já leste por completo? Quantos? Quais? Eram espíritas mesmo?
    .
    Ou quantos livros de outras religiões tu já estudastes à fundo para formar um juízo de valor com um mínimo conhecimento de causa?

  35. Roberto Scur Diz:

    É NECESSÁRIO ACORDAR
    .
    Grande número de adventícios ou não aos círculos do Cristianismo acusa fortes dificuldades na compreensão e aplicação dos ensinamentos de Jesus. Alguns encontram obscuridades nos textos, outros perseveram nas questiúnculas literárias, inquietam-se, protestam e rejeitam o pão divino pelo envoltório humano de que necessitou para preservar-se na Terra.
    Esses amigos, entretanto, não percebem que isso ocorre, porque permanecem dormindo, vítimas de paralisia das faculdades superiores.
    Na maioria das ocasiões, os convites divinos passam por elas, sugestivos e santificantes; todavia, os companheiros distraídos interpretam-nos por cenas sagradas, dignas de louvor, mas depressa relegadas ao esquecimento. O coração não adere, dormitando amortecidos, incapaz de analisar e compreender.
    A criatura necessita indagar de si mesma o que faz, o que deseja, a que propósito atende e a que finalidades se destina. Faz-se indispensável examinar-se, emergir da animalidade e erguer-se para senhorear o próprio caminho.
    Grandes massas, supostamente religiosas, vão sendo conduzidas, através das circunstâncias de cada dia, quais fileiras de sonâmbulos inconscientes. Fala-se de Deus, em fé e em espiritualidade, qual se respirassem na estranha atmosfera de escuro pesadelo. Sacudidas pela corrente incessante do rio da vida, rolam no turbilhão dos acontecimentos, enceguecidas, dormentes e semimortas até que despertem e se levantem, através do esforço pessoal, a fim de que o Cristo as esclareça.
    .
    Emmanuel/Chico Xavier – Pão Nosso

  36. Roberto Scur Diz:

    Marcelo (de Maringá),
    .
    Nossa conversa durante a manhã foi muito proveitosa e sua hospitalidade incomum.
    Muito obrigado!

  37. Paulo Diz:

    Scur
    Agora estou super ocupado,mas a noite respondo seus questionamentos. Já tinha escrito alguma coisa no post “Vendo Pessoas Mortas que Não se Sabia Terem Morrido: Experiências “Pico em Darien”.
    Já li sim, muitas “obras” espíritas sim( meu pai era espírita). Vou ver o que ainda me lembro ( não tenho nenhum mais- Graças ao Richard Dawkins, aleluia!).
    .
    Sobre as virgens…agora tu me pegou! Gosto sim e muito, mas se essas virgens forem umas barangas? Isso não ficou definido. E veja que são 72! Já é dificil aturar uma com TPM, agora 72 por toda a eternidade?
    Não sei não, acho que não é bom negócio! Pensando bem, esse negócio de por toda a eternidade é um saco.O criador deve se sentir muito solitário para querer a nossa companhia eterna. Mas Allah em sua infinita sabedoria e bondande, sabe como penso e simplesmente me “desligará” dessa jornada.
    .
    Quanto ao dinheiro e “trabalho” espírita…era ironia, viu?
    Sei como funciona…não cobrar, “ser humilde”…passa maior credibilidade ao delírio…convence muito mais.
    .
    A noite eu volto.
    .
    Cordiais saudações fraternas

  38. Roberto Scur Diz:

    Paulo,
    Quer dizer que se fossem belas, as virgens, para ti estava bom? Bem se vê quais são os valores que abraças. Qual seria o respeito que tu terias pela humanidade de cada uma destas, “virgens”?
    Nenhum, porque as trata, as mulheres, como coisas, objetos de prazer, conquistas, ou sei lá o quê.
    Mas, esperar o que de um materialistas, não é? Matéria é tudo e tu têns que aproveitar o máximo que tu pode os gozos que a matéria puder permitir, afinal, Alá vai te liberar de responder pelos teus atos de indiferença às aflições humanas, certamente presente em algumas das 72 mulheres que tu gostarias de ter como, digamos, “brinde”, no paraíso.
    .
    Ah Paulo, te para velho, é muita bobagem isso tudo, muita infantilidade da tua parte, e convenhamos, se o teu pai não conseguiu te dar exemplos para construir valores espirituais no teu caráter, quem mais poderia?
    .
    Pobre homem o teu pai: ou foi um mau espírita ou é alguém frustrado com a teimosia do filho que não quer enxergar um palmo diante do nariz. Lembre-se, muita cobrança de quem muito recebe! Não reclame ignorância ou acuse de injustiça quando o peso das consequências dos teus atos caírem sobre teus ombros, não acuse injustiças, falta de amor de Deus, e outras vociferações muito comuns aos negadores e combatentes da realidade Divina.
    .
    Isto é típico, também, e muito, muito comum.

  39. Biasetto Diz:

    Gilberto e Paulo,
    Umas 6 virgens já está bom pra mim.
    Vocês podem ficar com as demais!
    .
    Scurzinho,
    O Marcelo não arroiô!
    .
    Um abraço.

  40. Paulo Diz:

    Scur, é claro que estamos falando bobagens, percebeu agora? Infantilidade nem se fala!
    Amiguinhos imaginários, realidade divína, paraíso, benefícios espirituais…só está faltando o harry potter!
    Mas daqui a pouco tu vai conseguir colocar ele no assunto.

    A mente infantil dar-nos-á de volta, no futuro, tudo aquilo que he dermos agora
    André Luiz”

    Citar livrinho do mineirinho picareta como referência Scur? Tá bom, vou fazer o mesmo.
    Queria ver tu no prédio de Astronomia da UFGRS interrompendo uma aula e dizendo que existe vida em Marte porque você leu numa “obra” psicografada do além.
    Scur, aqueles alunos desavisados merecem o seu esclarecimento, meu velho!

    Porque não amparar, ainda hoje, aqueles que serão, amanhã, os orientadores do mundo
    Meimei”

  41. Carlos Diz:

    Scur, francamente, os teus comentários passam do limite tolerável…
    .
    O Paulo responde por ele, mas quem te dá o direito de julgar pessoas que você nem conhece? Por que o pai do Paulo seria “um pobre homem” que “não soube dar exemplos ao filho”? Você o conhece (ou o conheceu) suficientemente para afirmar isso? Como você pode julgar se ele foi um” mau espírita” ou então “alguém frustrado”? É essa a ética que você aprendeu no espiritismo?
    .
    Scur, se há alguém infantil aqui esse é você, com tua crença em Ramatis, planeta chupão, ETs, etc… Honestamente, o teu pensamento parece uma mistura de adolescente religioso fascinado com o ficção-científica. Contudo, nem por isso tenho o direito de te julgar um mau ou bom espírita. Na verdade, o que você acredita ou não é um problema de foro íntimo que diz respeito a você e a mais ninguém. A liberdade que você tem em expor tuas crenças é a mesma que temos para refutá-las (ou não) no debate aberto que é um blog. Quanto as lições de moral e julgamentos nos quais você recorre e insiste, certamente que não seria pedir demais ao homem tão evangelizado que você é que as guarde para você.

  42. Biasetto Diz:

    É virgem pra todo mundo aqui.
    O Scur não quer, porque é iluminado.
    O Vítor anda tão envolvido com as pesquisas, que acho que não vai querer também.
    Então, 72, ah! vai dar pra todos nós.
    Como eu disse, fico com umas 6, uma pra cada dia, porque no domingo tenho que descansar. Ninguém é de ferro né?
    .
    Bem, se eu enjoar das minhas, faço umas trocas também.
    Pra mim não tem problema não!
    Ah delícia!

  43. Paulo Diz:

    Biasetto ,eu já estou escolhendo 3. Falta agora 69.
    Veja se tenho bom gosto ( ver em casa sozinho!)
    http://www.youtube.com/watch?v=58ip6fVa7XM&feature=fl_lolz&playnext=1&list=FLF5thdhsblEg

  44. Paulo Diz:

    Carlos, fazer o que né?
    abraço

  45. Gilberto Diz:

    Não gosto de virgens. Gosto de mulher depois dos 30. Não precisamos ensinar nada, elas já sabem o “caminho da roça”… Tenho um amigo que só gosta de mais velhas que 40. Ele diz que não precisa fazer nadinha. A mulher dá o máximo, pois ela não sabe se é a última vez, então tem que caprichar… Paulo, que vídeo do além. Minha pressão subiu legal… Quero ficar dodói…
    .
    Ainda não perceberam que espiritismo é pseudo-ciência? Não adianta crer. NUNCA vai haver vida em Marte, na Lua ou em outros planetas da forma infantil descrita por Kardec e Xavier. Tem que se amadurecer. O espiritismo pode ser uma boa religião, mas é uma paupérrima filosofia e uma inexistente ciência. Não pode ser as três coisas como apregoam…

  46. marcelo Diz:

    Scur,
    Eu que agradeço a oportunidade.
    Um abraço.

  47. Roberto Scur Diz:

    Marcelo,
    .
    Ôpa, você está destoando da bagaceiriçe do blog.
    .
    Pudera que os crinações céticos daqui não consigam entender sobre a existência de espíritos e vivam duvidando dos médiuns – elaboram seus raciocínios com os neurônios que têm fora da suas caixas cranianas, que fica vazia e às moscas. Utilizam o veículo que fica escondido debaixo de suas calças e cuecas formando um minúsculo cérebro que nem sempre incha o suficiente para permitir a manifestação de suas brilhantes “ideias”.
    Escravos dos sentidos físicos e da degradação que está tomando conta do nosso mundão.
    Pablo, quêm é o adolescente aqui e quem está fascinado pelos hormônios? Leia teus textos, o teor do debate e pensa melhor.

  48. Paulo Diz:

    Scurzinho,
    Primeiro não fui eu que te chamei de adolescente, apesar de achar isso mesmo.
    Segundo….se o blog é bagacerice, VAZA! É uma questão de coerência. Não se auto-flajele. Não baixe a sua vibração.
    É só deletar o blog do seus favoritos. SIMPLES!

  49. Biasetto Diz:

    Paulo,
    Um show hein?
    .
    Gilberto,
    Isto aí que você falou chama-se MILF. Você deve saber, porque é bem informado na área, mas caso não saiba procure por MILF!
    .
    Paulo e Scur, vamos com calma!
    .
    Scur, amigão,
    Nós já conversamos sobre muitas coisas que são ditas aqui. Não se esqueça que o blog tem uma proposta cética, crítica. Então, o que você quer encontrar aqui?
    Pessoas que vão dizer que acreditam nos médiuns brasileiros?
    .
    Outra coisa, Scur, você, às vezes, mistura as coisas.
    Você fica indignado e diz que “todo mundo aqui vai pro inferno”, porque fica criticando os médiuns e os livros espíritas.
    Olha, Scur, o Chico tem lá sua “categoria”, mas cá entre nós, O QUE TEM DE PORCARIA NO MEIO ESPÍRITA, É BRINCADEIRA!!!
    Tem gente escrevendo livro, falando de monstros, dragões, bruxas, gigantes, homens que viveram 800 anos, chupa-cabras, ets cinzentos, ets que vêm transar com as virgens [que nós estamos querendo aqui, você não!] – Scur, sinceramente, raciocina! Tem muita bobagem por aí, avacalharam com tudo!
    Estas histórias aí, também, de apocalipse, limpeza da Terra, tem muito exagero! No mínimo, isto!
    Você vive citando Kardec. Então, não se esqueça que ele disse que é preciso saber selecionar, diferenciar os médiuns verdadeiros dos falsos.
    Você não está querendo ver isto.
    Reflete gaúcho!

  50. Biasetto Diz:

    “Pudera que os crinações [crianções] céticos daqui não consigam entender sobre a existência de espíritos e vivam duvidando dos médiuns”
    .
    E você quer que a gente acredite no Wágner Paixão, no Robson Pinheiro, no Ranieri…
    .
    Scur, sabe como você está raciocinando:
    .
    - “O Robson Pinheiro é meu amigo, porque ele diz que é médium e psicografa.
    - O Paulo, o Vítor, o Caio, o Biasetto, o Carlos… não são meus amigos, porque eles duvidam, questionam as psicografias.”
    .
    É assim, “chimarrão”, que você avalia as pessoas?

  51. Roberto Scur Diz:

    Ué Biasetto,
    .
    Primeiramente aqui não se fazem matérias sobre estes ditos médiuns que tu citastes.
    .
    Segundo, eu não sei quem é este Ranieri, nunca vi falar.
    Terceiro, não são do meu gosto os livros do Robson Pinheiro, só li um pouco numa livraria uma vez, comprei mas acabei não me interessando pelo estilo dele e não tenho o que dizer sobre estes temas aí.
    .
    Quarto, o Wagner Paixão me pareceu uma boa pessoa, mas não sei muito sobre ele, apenas o que vi no III Congresso Espírita e algum comentário dele em entrevistas na WEB. Qual é o problema com ele? Descobriram alguma “fraude” de araque? Ou alguma que valha o esforço da leitura? Prove que a pessoa não é medium pois fora disso são como todas as matérias tratando de Chico Xavier neste blog: opiniões, meras opiniões, questões de gosto.
    .
    Quinto, concordo completamente contigo, têm muitas pessoas se aproveitando para tentar ganhar um em cima da Doutrina Espírita; tanto alguns autores fora da casinha, tipo uns que “psicografam” livros com o incrível título “Jesus, por ele mesmo”, ou outro que vi dizendo que era Maria de Nazaré que veio passar uma mensagenzinha para o “grande” médium que recebeu a honra de “recebê-la”; têm também pessoas como o Vitor Moura, que quer “se fazer” como estes falsos médiuns, ou pelo menos, na melhor das hipótese, médiuns obsidiados. Agora, no que isso afeta a Doutrina Espírita? Um médico charlatão compromete a medicina em si? Bobagem!
    Se tu sabes que Kardec disse para saber selecionar os médiuns então tu não está conseguindo fazer isso muito bem.
    .
    sexto, a história de “limpeza da Terra” e coisa e tal tu está achando exagero? Convenhamos ilustre Biasa, professor sangue bom, se tua já acha exagero o André Luiz ter passado uma curta temporada no umbral, achou injusto, o fim da picada, afinal o sujeito “só” tinha sido adúltero que contraiu sífilis nas aventuras perigosas, descuidado dos familiares, prepotente e orgulhoso de sua posição social, e outras fraquezas que ele corajosamente veio contar para os encarnados na esperança de alertá-los mas que de parte de alguns foi entendido como inapropriado, absurda sua “punição”, então amigo, não têm jeito de que a transformação planetária que está em curso, chegando no seu momento ápice, vá fazer sentido para ti.
    Não esqueça, Biasetto, ao citar Kardec, que há um capítulo na Gênese explicado exatamente o processo que estamos vivendo agora, falando exatamente da saída da geração antiga para outros planetas e da renovação da humanidade e também da chegada de habitantes de outros orbes mais adiantados para nos ajudar no aprimoramento das artes, política, medicina, ciências em geral.
    Não cite Kardec para contradizer as informações espirituais que estão chegando com total clareza, de diversas fontes, confirmando o acontecimento tão aguardado de mudança de estágio evolutivo do planeta, pois Kardec foi um dos vários outros precursores ou continuadores destas profecias que hoje estão sendo cumpridas.
    .
    sétimo, nunca disse que alguém aqui ia para o inferno. Qualquer espírita principiante sabe que inferno não existe, non ECZISTE. Tu me confundiu com outra pessoa.
    .
    oitavo, ué! quem te disse que eu estou indignado? Escrevo achando a maior graça, sem nenhum sentimento ruim? Fico imaginando vocês arregalando os olhos e começando a babar de raiva porque vou contra a maré de vocês. Olha o Pablo aí! Ficou uma fera e me deu ordens para VAZAR! Tô rindo muito Biasetto! Desculpe…não sou daqueles que escrevem iac, iac, iac quando estão rindo, tipo o Pablo.
    Não fica brabo comigo homem! Se não tivesse vocês aqui para subir nos tamancos, que graça teria postar neste blog? Venho aqui justamente porque encontro céticos, ateus e afins, e as opiniões contraditórias não me impedem de fazer amigos meu velho.
    Não vai “arroiá” que nem o Jujubório. Quando eu for aí vou te pegar de jeito!

  52. Roberto Scur Diz:

    Pablo!
    Que te deu homem? Surto autoritário?
    Se o Vitor me pedir, saio sem problemas, perco o passatempo sem estress, agora tu velhinho, ficou queimado porque?
    Foi a citação sobre bagaceiriçe? Ou sobre o deslocamento cerebral do alto para baixo?
    Ah, te pára vivente! Sai deste melindre aí! Queria que eu dissesse: puxa vida, que diálogo valoroso…, decente…, “altos papos” …, tudo à ver com o blog de obras psicografadas ficar falando em quantas virgens os varões conseguem dar conta…
    Te orienta conterrâneo!
    Meus filhos às vezes leem o que eu escrevo aqui no blog-blog do Vitor. Tu quer que eles leiam esta explosão hormonal de vocês, vejam os links e sugestões de sites pornográficos, e por aí afora? E os filhos dos outros? O blog não é local de acesso ao mais diverso tipo de público?
    Pô meu! Tu não têm vergonha de ficar aborrecido?

  53. Roberto Scur Diz:

    Marcelo,
    Não é real que eu e você discordamos de vários aspectos em nossa agradável conversa aí em Maringá?
    Você se dizia advogado do diabo Waldo Viajeira, defendia suas pesquisas ou parte delas, e eu sem me entusiasmar com ele, e não brigamos.
    Você com sua visão diferente da minha em relação à Jesus, à religiosidade, e não brigamos.
    Ora, foi uma conversa franca que estreitará laços de amizade e as diferenças não me impedirão de estar à sua disposição em qualquer situação.
    .
    Pablo!
    Vamos comer um churrasco aí em POA? É uma boa oportunidade de você rachar a minha cabeça, assim, de surpresa! Ou ficaremos amigos também.

  54. Biasetto Diz:

    Scur,
    Em alguns aspectos, dependendo da análise, sou mais espírita do que você. Sabe por quê?
    Porque cobro respeito ao espiritismo.
    Você vem com esse papo de “não gostei do livro do Robson Pinheiro…” – fala logo que o que ele escreve é uma m.
    Que um sujeito assim, jamais poderia ser médium.
    Você fala bem do Wágner Paixão.
    Responda pra mim:
    Gaúcho, o Chico deixou ou não deixou um código, uma senha pra que mensagens dele fossem identificadas?
    Então, o WP não diz que psicografa ele – e a senha?
    E como fica a FEB nesta? Merece credibilidade?
    É isto que quero mostrar pra você – eu não estou dizendo que o espiritismo, em essência, seja uma bobagem, uma tolice. Mas, se transformou nisto. Hoje, especialmente no Brasil, virou uma “casa da Mãe Joana”.

  55. Emilly Diz:

    Há alguns dias descobri esse site e estou achando ótimo, tanto as matérias, quanto as discussões e comentários daqui. Todo mundo muito civilizado felizmente, mesmo parecendo que cada um acredita em coisas diferentes.
    O fato é que me parece que vocês estão procurando descobrir as mesmas coisas que eu, não conheço as outras pessoas que postam e comentam aqui, então não sei se esse é um site mais fechado, de um grupo especifico, ou se eu também posso aqui comentar e conversar com vocês, se puder fico muito feliz.
    Então se vcs me derem licença vou ter a impertinência de me apresentar rsrsrs…
    Tenho 26 anos, e na verdade não sei nem no que eu acredito (qual minha crença religiosa), acho que no momento sou agnóstica, nasci e cresci cristã, mas me bastou há alguns meses a curiosidade de ler a bíblia para que eu me tornasse atéia. A partir daí li muita coisa de autores materialistas a autores não materialistas. Ainda não cheguei a nenhuma conclusão real, às vezes parece que os dois lados estão certos, o que é impossível, às vezes parece que os dois lados estão errados o que me deixa com uma impressão de que nós humanos somos muito burros mesmo.
    Já procurei respostas em um monte de filosofias, pessoas, artigos e pesquisas, às vezes acho isso um saco, mas realmente queria entender mais muita coisa desse universo, e às vezes acho isso tudo muito divertido,
    Nessa minha caminhada tentando descobrir as coisas, fui ate onde o Waldo tem seu estudo da consciência, também não sei a que conclusão cheguei sobre isso, fiz apenas uma visita lá, o conheci pessoalmente, parece ser uma pessoa bem inteligente, mas meio arrogante, no entanto posso estar errada sobre essa percepção a respeito dele, pois só o vi uma vez e conversei pouco com ele. Ele realmente rompeu com o espirismo? Por que de? E sobre essa história da materialização, antes de eu sonhar em virar a criatura cética que virei hoje, eu nunca tinha acreditado nisso, sei lá por que. Bom é isso, vcs aqui parecem ser pessoas bem esclarecidas e bacanas para conversar, espero que possamos trocar idéias sobre esse assunto tão interessante. E é impressão minha ou sou a única garota aqui??? Bjus pra vcs!!!

  56. Roberto Scur Diz:

    Biasetto,
    .
    Vejo vocês clamarem por “bom senso” em alguns comentários. Onde o estão deixando?
    Este caso de “senha” é totalmente fora de propósito Biasetto. Reflita um pouco, faça o que alguns espíritas não estão fazendo quando caem assim nesta armadilha tola.
    .
    Chico escreveu mais de 400 livros. Não acha incrível que em nenhum deles ele tenha deixado explicado que faria esta artimanha super inteligente para provar que a vida continua e que seria ele quem estaria transmitindo mensagens após sua morte? Será que iriam escrever um livro fantástico sobre este tal “código”, “senha”, do tipo “O Código da Vinci”? Será que seria tão secreto este plano que só os 3 indivíduos parentes dele iriam saber? Isto sim que eu acho um desrespeito ao Espiritismo Eduardo.
    .
    É o mesmo caso desta alucinação de algumas pessoas que querem provar que André Luiz teria sido este ou aquele médico como se o próprio não tivesse essa capacidade de dizer quem foi em algum dos vários livros que psicografou. O que ele disse foi justamente que esta identificação não seria importante para a objetivo da obra que entregou aos encarnados.
    .
    É muita ingenuidade Biasetto, muita mesmo.
    Estes que dizem estas coisas esquisitas que contrariam os preceitos das obras básicas, onde os espíritos desabonaram quaisquer práticas místicas, especiais, secretas, pois são totalmente contrárias à uma doutrina que veio exatamente para revelar a verdade para que todos à compreendessem, sem intermediários, sem representantes de Deus na Terra, não são eles carentes de bom senso?
    O Espiritismo veio para levantar o véu que cobria as realidades da vida espiritual, e não para criar códigos secretos.
    O quanto são credíveis as pessoas que disseram isso? O que pretendiam? O quanto está lúcido o Carlos Baccelli, por exemplo, quando afirma peremptório que Chico seria Kardec reencarnado?
    Biasetto, se você conhece-se um pouco mais da trajetória de Chico junto à estas pessoas próximas à ele, que lhe impuseram dificuldades mas que foram recebidas com os extremos de amor próprios do caráter dulcificado de Chico, compreenderia que não faz sentido esta alegação de senhas secretas.
    A traição que ele recebeu de várias pessoas bem próximas à ele não está catalogada em tuas possibilidades?
    Por favor Biasetto, não aceite qualquer notícia de falsos divulgadores. Julgue com critério antes de adotar como fato.
    .
    Te falei, outro exemplo, sobre minhas prevenções sobre o Luciano do Anjos há muito tempo. Ele como tantos outros caíram nas redes da obsessão que objetivavam exatamente perturbar e confundir. Bacelli, este filho adotivo de Chico, o Waldo, fazem parte deste grupo de confundidos, seja por si mesmos, seja por espíritos que os obsidiam pois os inimigos da luz tudo fazem para apagá-la e o orgulho e os desaires dos encanados são tomadas de fácil encaixe para os fios deletérios da sua influência.
    Por isso que o progresso, daqui para frente, requer uma higienização psíquica do planeta, pois do contrário estes estarão atrasando um avanço que já possível para a maioria e se torna obrigatório dentro das Leis Evolutivas que à tudo e à todos nos regem. Não desacredite da perfeita ordem destas Leis. O mal se manifesta até o limite permitido, e o cálice já transbordou, já excedeu a quota e provoca abalos e mudança inevitável que estão aí à olhos vistos acontecendo nos últimos tempos da iniquidade.
    .
    Então, a minha resposta é: Chico não deixou código nenhum, e Wagner Paixão estava à frente de um importantíssimo encontro espírita nacional que homenageava exatamente os 100 anos de nascimento do médium mineiro, e é mais do que aceitável, necessário até, que Chico Xavier estivesse presente e viesse dizer algumas palavras.
    Não era apenas o médium Wagner Paixão que estava envolvido neste mister Biasetto, mas inúmeros médiuns espíritas importantes, engajados nos serviços do Cristo, além de incontáveis espíritos espíritas responsáveis pelo evento. Acaso tu achas que são todos uma multidão de bananas que não sabem o que estão fazendo e seriam iludidos por um falso médium à psicografar um falso espírito (ou nenhum espírito) dizendo ser Chico Xavier? Curiosa esta tua crença!
    .
    Sobre o Robson Pinheiro eu só posso dizer que não gostei pois como eu não li não tenho capacidade de dar juízo de valor aos seus livros.
    Se eu tivesse lido diria o que eu acho, mas não descarto e nem confirmo porque não conheço praticamente nada dele e não sei se ele têm ligação lúcida com o Espiritismo. Espero que tenha.

  57. Biasetto Diz:

    Olá Emilly!
    Você é muito bem vinda.
    Há poucos dias, comentamos aqui, a falta da presença feminina.
    Fique à vontade pra fazer seus comentários. Ninguém aqui é mestre em nada.
    Se você me permite, vou apresentar alguns que participam do blog:
    .
    Vítor Moura: criador do blog, Rio de Janeiro, é ateu, mas acredita em espíritos. Não acredita na mediunidade do Chico.
    .
    Gilberto: muito inteligente, consegue resumir em poucas palavras, ideias muito elaboradas – adora tirar um sarro! Acredita em Deus, de forma crítica, mas não acredita no espiritismo.
    .
    Roberto Scur: gaúcho teimoso de Caxias do Sul, é o mais crente dos crentes: acredita em Deus e no espiritismo, adora o Chico. É meu amigão aqui do blog. Troco emails com ele, às vezes, conversamos ao telefone.
    .
    Paulo: gaúcho de Porto Alegre, é ateu, cético. Não costuma fazer comentários longos, mas quando comenta é bem racional. Costuma indicar uns links bem interessantes.
    .
    Caio: ateu, São Paulo. Inteligente, segue a linha do Paulo. Indica links interessantes.
    .
    Juliano: estudante de psicologia, em Maringá. É ateu, mas acredita em espíritos. Não acredita na mediunidade do Chico, segue a linha do Vítor, baseando-se nos trabalhos de Ian Stevenson. Às vezes some. Também conheceu o Waldo Vieira.
    .
    Marcelo: também é de Maringá. Não sei muito sobre ele. Sei que é gente boa e teve o prazer de conhecer o Scur – e vice-versa!
    .
    Leonardo: também não sei muito sobre ele, acho que é crítico, mas acredita em Deus e no espiritismo.
    .
    Carlos: professor, São Paulo. Ponderado, inteligente. Acredita na mediunidade, mas aceita que os médiuns são falíveis e sofrem influências anímicas. Gosto muito das colocações dele.
    .
    Marcos Arduin: biólogo, São Carlos. Acredita na mediunidade do Chico e outros médiuns brasileiros, mas afirma que os espíritos comunicantes sabem tanto quanto nós, por isso, também falam um monte de bobagens. Traz informações interessantes sobre a FEB e a história do espiritismo no Brasil.
    .
    Tem um pessoal que participa aqui, numa linha mais “clássica”: não costumam aparecer muito, mas quando aparecem fazem comentários longos e bem elaborados. Dentre estes, eu incluo o JCFF e o Moizes Montalvão. Os dois criticam/duvidam da mediunidade.
    .
    Com certeza, esqueci de alguns…
    .
    Eu, acredito em Deus, mas não na linha apresentada pelas religiões. Também acredito no espiritismo, mas de forma crítica, meio no estilo do Juliano e do Vítor.
    Já fui fã do Chico Xavier como médium, mas hoje não acredito mais na mediunidade dele, pelo menos, no sentido em que sempre foi apresentada.
    .
    CAROS COLEGAS, SE FALEI ALGUMA BOBAGEM DE VOCÊS, ME CORRIJAM.
    .
    Àqueles que esqueci, minhas desculpas.
    .
    Só quis apresentar a turma pra Emilly.

  58. Paulo Diz:

    Olá Emilly, seja bem vinda!

  59. Carlos Diz:

    Olá Emily… é, parece que você é a única aqui.
    .
    Não se sabe bem os motivos que levaram o Waldo romper com o espiritismo. Parece que ele um belo dia chegou para o Chico e disse: você cuida de consolar o povo e eu cuido de abrir novos horizontes do conhecimento (qualquer coisa assim). Até onde eu sei foi isso…
    .
    Aqui no blog há alguns videos com comentários do Waldo principalmente sobre a época em que ele e o Chico trabalharam juntos. Num desses vídeos ele critica Allan Kardec por misturar espiritismo com evangelho; não acho, porém, que isso tenha sido o motivo para ele ter se afastado do espiritismo.

  60. Biasetto Diz:

    Scur, homem de Deus, você me surpreende:
    .
    VOCÊ DIZ – Este caso de “senha” é totalmente fora de propósito Biasetto.
    .
    Por que Scur? Ele não deixou uma senha, justamente para que não ficassem brincando em psicografá-lo? Então, como é fora de propósito?
    .
    VOCÊ DIZ – É o mesmo caso desta alucinação de algumas pessoas que querem provar que André Luiz teria sido este ou aquele médico …
    .
    Por que alucinação? O Chico não disse que ele foi um médico que viveu na cidade do Rio de Janeiro, morreu de câncer de estômoga, tinha três filhos … Quem foi este homem? Qual o problema em querer conferir estes dados biográficos?
    .
    VOCÊ DIZ – O quanto está lúcido o Carlos Baccelli, por exemplo, quando afirma peremptório que Chico seria Kardec reencarnado?
    .
    Então, aí concordo contigo. Veja bem, o Baccelli não é um zé mané no espiritismo, mesmo assim fala bobagens!
    Você não acha isto complicado?
    .
    VOCÊ DIZ – Por favor Biasetto, não aceite qualquer notícia de falsos divulgadores. Julgue com critério antes de adotar como fato.
    .
    O mesmo digo eu: Scur, não acredite em qualquer coisa que venha do “espiritismo”. Aliás, você anda acreditando em “papai noel” mesmo!
    .
    VOCÊ DIZ – Não desacredite da perfeita ordem destas Leis. O mal se manifesta até o limite permitido, e o cálice já transbordou, já excedeu a quota e provoca abalos e mudança inevitável que estão aí à olhos vistos acontecendo nos últimos tempos da iniquidade.
    .
    O que “estão aí a olhos vistos acontecendo nos últimos tempos da iniquidade.” Você pode me explicar?
    .
    VOCÊ DIZ – Então, a minha resposta é: Chico não deixou código nenhum, e Wagner Paixão estava à frente de um importantíssimo encontro espírita nacional que homenageava exatamente os 100 anos de nascimento do médium mineiro, e é mais do que aceitável, necessário até, que Chico Xavier estivesse presente e viesse dizer algumas palavras.
    Não era apenas o médium Wagner Paixão que estava envolvido neste mister Biasetto, mas inúmeros médiuns espíritas importantes, engajados nos serviços do Cristo, além de incontáveis espíritos espíritas responsáveis pelo evento. Acaso tu achas que são todos uma multidão de bananas que não sabem o que estão fazendo e seriam iludidos por um falso médium à psicografar um falso espírito (ou nenhum espírito) dizendo ser Chico Xavier? Curiosa esta tua crença!
    .
    Scur, é exatamente isto! Você acertou em cheio: “uma multidão de bananas que não sabem o que estão fazendo e seriam iludidos por um falso médium à psicografar um falso espírito (ou nenhum espírito) dizendo ser Chico Xavier” – BANANAS, BOBÕES, MENTIROSOS E TOLOS!
    .
    VOCÊ DIZ – Sobre o Robson Pinheiro eu só posso dizer que não gostei pois como eu não li não tenho capacidade de dar juízo de valor aos seus livros.
    .
    Eu tenho capacidade pra dar juízo de valor aos livros dele: UM LIXO! Nem reciclável é. Só polui…
    Ridículo.
    Scur, estes caras AVACALHARAM COM O ESPIRITISMO, só isso!
    .
    Um abraço, adoro você!

  61. Gilberto Diz:

    Oi, Emily, bem-vinda. Olha, o Biasetto escreveu tudo errado. A seguir verás a VERDADEIRA descrição dos debatedores e mantenedores deste blog.
    .
    Vitor Moura: Carioca da gema, mora na zona sul do rio em uma cobertura de frente à praia do Leblon. Foi inspiração para todos os médicos das novelas de Manoel Carlos. É virgem (signo), mas já quase chegou lá (na Central do Brasil). É ateu, e ainda por cima não acredita em Deus. Diz que não tolera Chico Xavier, mas passa 15 horas por dia estudando, conversando e escrevendo sobre ele. Leu todos os livros de Robert Louis Stevenson e por isso acredita que o espírito de Long John Silver (NÃO o Long Dong Silver!) o persegue. Viu um espírito de porco na adolescência e cismou com o espiritismo. É fã do seriado Arquivo X e sonha ser um Fox Mulder tupiniquim. Tem mau-hálito.
    .
    Gilberto: Inteligentíssimo. Charmoso. Bonito. Rico. Tijucano, participou da famosa passeata “Não fechem o Café Palheta”. Fecharam assim mesmo. É contra-des-in-a-anti-espírita e nega todas as verdades que são colocadas pra ele (por exemplo, ele nega a existência de gnomos e fadas, mesmo tendo o espiritismo PROVADO a existência deles, além de ter explicado seus diminutos tamanhos). É heterossexual assumido e organizou a passeata do Dia Internacional do Orgulho Hétero. Nínguém apareceu. Só o Scur.
    .
    Roberto Scur: Acredita em tudo. Em mula-sem-cabeça, em Papa Smurf, e jura de pé junto que já psicografou o espírito da Smurfete. Participa de sessões de materializações, por isso é um grande materialista. Seu apelido na escola era “Madonna” (sacou, “Material Girl”? KKKK… INTELIGÊNCIA!!!!). Ramatista doente, sofre de bronquite asmática. Tem uma bela família no Facebook e gasta mais de 19 horas diária mandando solicitações de amizade. Só três pessoas aceitaram: seu filho mais velho, o Marcelo, seu colega de blog e de copo, e uma moça chamada Slavenka Diamekona, da Bielorrússia.
    .
    Paulo: Gaúcho de Pelotas, foi o primeiro a dizer que não ia à supra-mencionada passeata. Inteligente, perspicaz e dono de um Fusca 1993 (o Fusca do Itamar), é bem racional. Cético ao extremo, ainda não acredita que foi pra cama com aquela gata do 202. E não foi mesmo.
    .
    Caio: Paulista de São Paulo, torce pelo Corinthians e mora no Brás. Come sanduíche de mortandela na esquina da Ipiranga com a São João. Come dois pastel e um chopps todos os dias no café-da-manhã. Pro almoço, sempre compra a mistura no mesmo dia do preparo, e quando quer arrumar a casa, dá uma “cariocada”.
    .
    Juliano: Estuda Psicologia com o intuito de seguir estudando Parapsicologia e mais tarde pretende fazer Psiquiatria e Parapsiquiatria. É psicótico, maníaco por limpeza. Faz psicoterapia com um psicoterapeuta. Psicologicamente, sua psique tem um “quê” igual a de todos os outros.
    .
    Marcelo: Não sei nada sobre ele. E nem quero saber. Só sei que ele e o Scur são colegas de copo e se encontram toda sexta-feira à noite pra bater papo sobre o espiritismo. Depois de 43ª cerveja, os dois veem pessoas mortas, espíritos, fadas e Hobbits.
    .
    Leonardo: Esse sei menos ainda. Só sei que nasceu em 1967, na Macedônia. De uma família católica, desde cedo teve contato com a religiosidade, chegando, inclusive, a ser solista no coro da igreja. Com menos de 12 anos de idade, sentiu o desejo de ser missionário e dedicou a vida a realizar esse intento. Ingressou na Congregação Mariana e em 1978, na Casa das Irmãs de Nossa Senhora do Loreto, em Lorena, Interior de São Paulo. Em 1981, foi para a Índia, onde as irmãs de Loreto tinham um colégio. Foi lá que fez os votos de obediência, pobreza e castidade, passando a adotar o nome de Teresa. Da Índia foi para Calcutá, lugar onde viveu como religiosa e professora, no Colégio Santa Maria. Em 1990 fez a profissão perpétua, que significa a dedicação total e por toda a vida. Hoje, é um sacerdote pertencente a Ordem do Sagrado Coração de Jesus, e atua no interior de São Paulo, cidade de Taubaté. É cantor, e nessa profissão já gravou onze CDs e dois DVDs e vendeu mais de dois milhões de cópias. Além de artista, exerce outras atividades como professor universitário, escritor com seis livros publicados e mais de quinhentos mil vendidos, e apresentador de um programa de televisão: “Almoço Com As Estrelas”.
    .
    Carlos: Professor, chamado carinhosamente por seus alunos de “Professor Girafales”. Também é de São Paulo e acredita na mediunidade de Hebe Camargo. Fundador da IPAH (Igreja Para a Adoração da Hebe), hoje já contabiliza 133 templos, 40 deles fora do país. Compra mais de 200 horas mensais na TV aberta e seu sonho é que um milagre imenso aconteça: que seus alunos passem de ano. Tem que acreditar em tudo mesmo.
    .
    Marcos Arduim: O melhor debatedor do blog. Ponderado e racional, nunca se mete em discussões sem sentido e se recusa a utilizar ofensas contra outros debatedores. Sempre coloca suas idéias de forma lógica, o que faz com que os outros debatedores fiquem sem argumento. Convence a todos de suas ponderadíssimas idéias. Quando ameaça sair do blog, causa comoção. Criou com isso uma legião de fãs que se auto-intitulam “Juntos com Arduim Vamos Aprender a Inspirar-nos a Transcender As Reminiscências Dos Espíritos”. Grupo que constitui a já famosa sigla “JAVAITARDE”.
    .
    Biasetto: Acredita em Deus, mas no fundo não acredita. Acredita no Espiritismo, mas no fundo não acredita. Foi fã de Chico Xavier e o seguiu em todas as suas turnês. Groupie por opção, teve 3 filhos com Xavier, sendo que Chico é quem foi a mãe. Vive confortavelmente da pensão que Chico deixou, e foi o primeiro a ser privilegiado com a Lei da União Civil de Pessoas do Mesmo Sexo. Casou-se de novo com uma mulher, e não deixa que ela leia seus posts nos sites: obraspsicografadas.haan.com, revistasexyabusadahustlerparadownload.com.br, xuxa.com.br e no novíssimo site espírita iseenanypeople.com.br. Escreve artigos para vários sites da Internet, e seu último artigo, “O Artigo Indefinido”, teve mais de 2 milhões de “hits” no site “gmagazineonline.org.

  62. Paulo Diz:

    Gilberto, ficou fantástico! :)

  63. Biasetto Diz:

    Gilberto,
    Você é simplesmente um gênio!
    Se você deixar o blog, novamente, não participo mais desse troço aqui.
    .
    Foi o que eu disse:
    - CAROS COLEGAS, SE FALEI ALGUMA BOBAGEM DE VOCÊS, ME CORRIJAM.
    .
    Obrigado Gilberto, Você corrigiu tudinho…
    Este cara é demais!!!

  64. marcelo Diz:

    Gilberto,
    Parabéns pelo post,ficou muito bom.
    Temos posições filosóficas completamente
    antagônicas,mas sei reconhecer o talento quando o
    vejo, e você, sem dúvida,tem verve cômica.
    Pena que o Casseta e Planeta acabou…
    Mas,sei lá,a stand-up comedy está em alta…

  65. Paulo Diz:

    Um Video muito profundo….
    http://www.youtube.com/watch?v=I45SGByHflM&feature=related

  66. Marcos Arduin Diz:

    Ei, Giberto
    Desde quando ameacei sair do blog?
    Desde quando isso ia causar comoção?
    E desde quando convenci alguém por aqui?
    .
    Pare de mentir para a moça e tome tenência ô meu!

  67. Caio Diz:

    Voltei. Estive um tempo ausente. Essa minha ausência se deve ao debate anterior sobre a “Irmã Josefa”. Na realidade, a ausência se deve não ao debate em sí – até porque ficou evidente, na ocasião, que aqueles que argumentavam contra a Otília estavam com a razão. Eu decidi me afastar pois, sinceramente, senti raiva por perder um tempo precioso tentando fazer alguns caras entenderem que uma mulher com um véu… é apenas uma mulher com um véu, e não um fantasma. Eu, Biasetto, Juliano e todos os outros perdemos nosso precioso tempo com um assunto que já foi exaustivamente debatido e que, pra qualquer pessoa com bom senso, já é um fato resolvido. Foi fraude. Ponto. Hoje decidi entrar aqui à noite, só pra ver mesmo o que estava rolando… E então, aha! Irmã Josefa na cabeça, de novo! Hahaha… Bom, não vou fazer nenhuma colocação. Vou só observar dessa vez, ahuahuha…

  68. Biasetto Diz:

    Pessoal,
    Acabo de chegar de São Paulo.
    Fui, com minha esposa, levar meu filho mais novo e uma amiga dele no show da Miley Cyrus.
    Deixamos as “crianças” no Anhembi, bem cedo, porque queriam curtir o show desde o “amanhecer”, então eu e a Cláudia fomos pro Shopping.
    Não sou muito chegado a estes lugares, mas mulher adora né?
    Enquanto minha mulher andava pelo Shopping, vendo lojas e aquelas coisas, entrei na livraria Saraiva.
    É incrível, mas fui direto na sessão de livros espíritas.
    Vi umas coisas do Chico, mas cometi a heresia de comprar um livro do Robson Pinheiro. Passei a tarde toda lendo o livro. Gastei 40 reais numa das maiores porcarias que já li na vida.
    Não vou entrar em detalhes. Vou preparar um artigo. Se o Vítor gostar ele coloca aqui no blog.
    É de chorar, a quantidade de bobagens, asneiras e idotices que certas pessoas escrevem em nome do espiritismo.
    Aguardem!
    Caio, prazem em revê-lo!
    Bom domingo a todos!
    Ei Gilbertão, veja as coisas que você anda falando do Arduin hein?
    Esqueci de dizer pra Emilly, que moro em Bragança Paulista, a “terra da linguiça”. Bem, deixa pra lá!

  69. Biasetto Diz:

    [Caio, prazem em revê-lo!] Caio, PRAZER em revê-lo!

  70. Paulo Diz:

    :D

  71. Biasetto Diz:

    Paulo,
    Este vídeo é muito legal mesmo!
    Eu já conhecia, o Juliano havia indicado aqui.
    Mas valeu, porque sempre tem alguém que não viu, então fica a oportunidade.
    Cadê a Emilly?
    Acho que assustamos ela…

  72. Paulo Diz:

    Também Biasetto, depois da ficha corrida que o Giba postou…
    Já imaginou se ele usasse seu talento literário para escrever uma “obra” espírita? Não tenho dívidas que iria convencer a maioria dos espíritas. Seria sucesso garantido ou seu dinheiro de volta!
    .

  73. Biasetto Diz:

    Certamente, Paulo.
    O homem é talentoso, mas prefere ficar comendo cookies e tomando coca-cola, à frente das garotas Met-Art.
    .
    Vou dormir, que estou bem cansado. Neste domingo a gente conversa.
    .
    Um abraço!

  74. Emilly Diz:

    hahahahahahaha voces são realmente ótimos! Biasetto muito obrigada pelas apresentações que me fez de cada um legal saber melhor o q vcs pensam, e Gilberto desiste dessas coisas de passeatas pelo Dia Internacional do Orgulho Hétero, de procurar gnomos e fadinhas e se joga na comedia stand up…..hahauahauahuahua….ri mto com a descrição dos colegas…
    Paulo, Carlos, obrigada pelas boas vindas e pelas respostas….
    O que o dono do blog faz, Vitor né? Ele é parapsicólogo? hei Vitor vc também responde aqui??? rs

    Não vcs não me espantaram, acho q enfim descobri um lugar mto legal nessa internet tão medonha as vezes…
    Esse vídeo da melancia é mto engraçado, eu já tinha visto ele…nao sei se vcs já viram (devem ter visto já), mas esse também é mto bom: http://www.youtube.com/watch?v=-sHTyagZehc

    Acho q eu também deveria me apresentar melhor ne: então tenho 26 anos, sou formada em jornalismo mas não estou trabalhando no momento, tirei 10 na minha monografia e a primeira coisa que fiz depois da banca anunciar a nota foi ajoelhar no chão e agradecer a Deus, que até então tinha profunda convicção que existisse, agora já não sei mais….rsrs, já fui nerd no colégio, e também já fui da turma do fundão, quando era adolescente fui modelo, mas não sou bonita, pelo menos eu não acho, tenho pilhas de revista de moda, de livros sobre religião, e se eu fosse homem ia querer ser piloto de corrida. Uma das coisas que mais quero na vida e descobrir se a vida continua depois que a vida acaba….bom é isso qualquer coisa to por aqui….

  75. Biasetto Diz:

    Olá Emilly,
    Legal o vídeo.
    .
    Você conhece este site:
    .
    http://www.ceticismoaberto.com/
    .
    É do Kentaro Mori, o “japinha”. Ele é amigo do Vítor Moura.
    Ele já foi no Jô Soares. Procure no youtube.
    Tentamos colocar o Vítor no Jô também, mas a Globo é espírita-católica ou católica-espírita, então lá não tem lugar pro Vítor.
    .
    Neste site do Mori, também tem umas matérias sobre espiritismo, inclusive o Chico, é só procurar lá.
    .
    O Vítor costuma postar aqui sim, principalmente quando é provocado.
    Ele não fala muito dele, gosta de fazer mistério.
    Quem sabe bastante dele é o Gilberto, você não viu as informações que ele colocou aqui?
    .
    Na verdade, o Vítor e o Mori são donos de uma farmácia homeopática. O blog e o site são apenas passatempo.
    .
    Eles estão se especializando em tratamentos alternativos, na linha Aromaterapia, Bioenergética…
    .
    Pessoal, ela foi modelo!

  76. Roberto Scur Diz:

    Biasetto,
    .
    Que ingenuidade tua! O interesse do VM é faturar velho, só esse, nada mais. Ele fica usando a dúzia de moscões, incluindo eu, que ficam postando mensagens neste blog, para ganhar a vida, e saiba que você está trabalhando para ele de graça criando tuas análises.
    Matéria sobre este médium não dá IBOPE para o blog criatura. Acorda homem!
    É por isso que ele esquenta, requenta, serve mais uma vez o mesmo prato e começa tudo de novo: Chico Xavier é quem interessa pois é figura importantíssima que já morreu e não vai se defender!
    Para que gastar tempo falando de pessoas sem a projeção do ilustre benfeitor da humanidade?
    .
    Sabe que o que falta para os céticos em geral é ser menos preguiçoso e ir em busca de aprendizado, não na condição de sábio que quer testar a ignorância daqueles que ele julga menores e tolos, mas na sua real condição de aprendiz, novato, infante, aluno de jardim de infância que ainda brinca de montar quebra-cabeças de 10 peças, bem como eu digo para o VM, por exemplo, que mal e mal seria líder da turminha da escolinha infantil e viaja na maionese em se tornar de inopino um PHd Honoris Causa em espiritismo à ponto de reformá-lo sem ter nem chegado no primeiro ano do ensino fundamental.
    O que dizer de tamanha presunção?
    Nada, segundo a mensagem seguinte não devia-se dizer nada e não perder tempo com pessoas assim, tão cegas ou, o que seria pior, mal intencionadas. Se fossem apenas cegos mas idealistas sinceros estariam trilhando os caminhos da descoberta honestamente, mas não é o que se depreende deste “blog”.
    .
    Vou colocar um texto aqui que é muito à propósito e um belo puxão de orelhas em mim. Leia e reflita, mas não esqueça de que de onde vem esta mensagens existem milhares de outras, e já estava na hora de vocês saírem deste letárgio regado a distrações eróticas ou alcoólicas e converterem este esfoço que fazem para ridicularizar Chico Xavier e o espiritismo, que negam e não conhecem, e passarem a estudar mais com interesse e humildade.
    A mensagem serve para explicar um pouco sobre a tua pergunta quanto ao que estaria acontecendo no final dos tempos da iniquidade que tu não consegues perceber.
    .

    Os escarnecedores são enfermos pouco suscetíveis de medicação, em vista de serem profundamente ignorantes ou profundamente perversos…

    ——————————————————————————–
    .
    CAMINHOS CRUZADOS – Emmanuel
    .
    “Sabendo primeiro isto: que nos últimos dias virão escarnecedores, andando segundo as suas próprias concupiscências.”(ll PEDRO, 3:3)
    .
    De todos os elementos que tentam perturbar as obras divinas, os escarnecedores são os mais dignos de piedade fraternal. É que são enfermos pouco suscetíveis de medicação, em vista de serem profundamente ignorantes ou profundamente perversos.
    .
    O escarnecedor costuma aproximar-se dos trabalhadores fiéis das idéias novas exigindo-lhes provas concludentes das afirmações espirituais que lhes constituem a divina base do trabalho no mundo.
    .
    É interessante, porém, observar que pedem tudo, sem se disporem a dar coisa alguma. Querem provas da verdade; contudo, não abandonam as cavernas mentais em que vivem usualmente, nem mesmo para vê-las. Querem demonstrações espirituais agarrados, à maneira de vermes, aos fenômenos materiais. Os infelizes não percebem que se emparedaram no desconhecimento da vida, ou no egoísmo que lhes agrava os instintos perversos. E tocam a rir nos caminhos do mundo, copiando os histriões da irresponsabilidade e da indiferença. Zombam de todas as reflexões sérias, mofam de todos os ideais do bem e da luz… Movimentam nobres patrimônios intelectuais no esforço de destruir e, por vezes, conseguem cavar fundo abismo onde se encontram.
    .
    Os aprendizes sinceros do Evangelho devem, todavia, saber que semelhantes desviados andarão na Terra segundo as próprias concupiscências. São folhas conscientes do mal que só a Misericórdia Divina poderá transformar, ao sublime sopro de suas renovações. É preciso não perder tempo com essa classe de perturbadores contrários as atividades do bem. São expoentes do escárnio, condenados a receber as conseqüências dele. Por si mesmos já são bastante desventurados.
    .
    Se, algum dia, cruzarem-te o caminho, suporta-os com paciência e entrega-os a Deus.
    .
    .
    (Da obra “Segue-me”, pelo Espírito Emmanuel, Francisco Cândido Xavier)

  77. Roberto Scur Diz:

    E Biasetto, esta tal de emilli que vocês estão rasgando seda, está mais para o próprio VM de saia fisgando os escravos das sensações como vocês, e utilizando como isca seduções do tipo: 26 anos, jornalismo, e blá-blá-blá, do que para uma pessoa real buscando alguma coisa.

  78. Biasetto Diz:

    Scur,
    Homem dos pampas, você é um estraga prazer!
    Eu já estava sentindo o cheiro do perfume da Emilly, e você vem com esta que pode ser o Vitinho travestido!
    Tu para homem do chimarrão! Deixa a gente sonhar um pouco.
    .
    As coisas que o Chico/Emmanuel, ou Emmanuel/Chico, ou
    Chico/Seus disfarces, ou Seus disfarces/Chico escrevem podem até ser bonitinhas, mas estão cheias de conservadorismos e moralismos aracaicos. Pra mim não colam mais!
    .
    Se eu estou trabalhando pro Vítor, ele também está me fazendo bem. Você sabe quanto custa uma sessão de terapia? E o sujeito pra ficar bom (se ficar, se quiser, e o terapeuta for bom!) – precisa de uma sessão por semana, por meses ou anos.
    Aqui, no bloguinho do Vitinho, eu faço terapia gratuita, todos os dias, escolho a hora, dou os meus palpites, me divirto com o Gilbertão, com você e muitos outros. Exorciso vários fantasmas meus, e ainda aprendo umas coisitas bem bacaninhas!
    Então, Scur, Scurzinho, Scurzão, não estraga o prazer!

  79. Paulo Diz:

    O Scur é um hipócrita mesmo e isso não é ofensa não…é constatação.
    Se os céticos são preguiçosos, você é mais preguiçoso que todos nós juntos. Nunca leu Richard Dawkins, Carl Sagan, Christopher Hitchens ou qualquer coisa séria que vá de encontro ao seu mundinho mágico. ( você confessou isso em post antigo). E não tem desculpas, eu mesmo me dispus a te enviar uma coletânea para o seu e-mail. Scur, seja coerente! (1)
    “já estava na hora de vocês saírem deste letárgio regado a distrações eróticas ou alcoólicas…”
    Scur, o grande moralizador do certo e do errado! Se tu não gosta de um vídeo com mulheres lindas dançando e de conversas “alcoólicas”, fica pra ti ou seja coerente (2) e VAZA!
    Tu acusa e ofende o Vitor e todos desse blog ( até sobrou para o meu pai!). Quem nunca foi ofendido pelo Scur que levante a mão! Se tu não gosta do blog, de seu conteúdo por que vive aqui enchendo os tubos? Seja coerente! (3)
    .
    Por favor Vitor, me responda: Não está na hora de dar um Ban no Scur uma vez por todas?
    Quantas pessoas boas acompanhavam o blog e hoje abandonaram por causa das ofensas desse insano? Quanto tempo mais teremos que aguentar as paranoias dele dizendo que todos aqui são a mesma pessoa?

  80. Biasetto Diz:

    Scur,
    Estou preparando o artigo, vê se não me desvia a atenção.

  81. Biasetto Diz:

    Paulo,
    O Scur não é isto não!
    Se tu conversar com ele, ao telefone que seja, ele é bem diferente da imagem que ele passa aqui no blog, às vezes, escrevendo bobagens.
    Ele é calmo, fala manso, não te ofende de maneira alguma.
    Outra coisa, compreendo tua inquietação, mas faz parte, se faz necessário, a existência de pólos antagônicos, porque senão, o blog vira monólogo, e a gente se acomoda, e não cresce.
    Agora, Scurzinho, amigão do peito, pensa bem nas coisas que tu diz, você está parecendo um maluco evangélico aqui da minha cidade, que fica na praça central, com uma bíblia na mão, falando e gritando pra todo mundo, que só Jesus Salva, que o sexo é pecado, que o apocalipse se aproxima. Até o cachorro da praça já mordeu ele. Nem o cachorro aguentou.

  82. Paulo Diz:

    Biasetto respeito a sua opinião! Vamos ver se os outros concordam ou não.
    Agora me diz o que a Emmily vai sentir ao ler isso:
    “E Biasetto, esta tal de emilli que vocês estão rasgando seda, está mais para o próprio VM de saia fisgando os escravos das sensações como vocês, e utilizando como isca seduções do tipo: 26 anos, jornalismo, e blá-blá-blá, do que para uma pessoa real buscando alguma coisa.

    Está na hora de alguém por um limite nisso. Torço que seja o Vitor, por que o Scur não tem auto-critica mesmo.

  83. Biasetto Diz:

    É Paulo, é complicado!
    Vamos ver se o Scur refleti um pouco.

  84. Roberto Scur Diz:

    Paulo,
    É uma questão de coerência eu não ler livros deste pessoal pois eu vi 2 ou 3 vídeos, na verdade, eram vários pois era um debate longo particionado, e observando a argumentação deles eu percebi que eles se detém à questionar a lógica do cristianismo fundamentado nas crenças protestantes e católicas.
    Ora, a sustentação científica oferecida por estas religiões é praticamente inexistente pois se apegam fervorosamente à letra, a tal da “palavra”, ou então à dogmas inexplicáveis que contavam com a manutenção da ignorância das massas a todo o custo, e desta forma é muito fácil contestá-las como fazem estes eminentes ateus.
    O dia em que eles começarem a pesquisar e debater os temas presentes no espiritismo com a mesma verve que usam contra os religiosos ingênuos que acreditam em adão e eva, em milagres, em santíssima trindade, em Jesus = Deus, em um diabo rivalizando com o Criador , em céu e inferno, em “o sangue de Cristo”, e tantas outras lógicas inventadas pelos homens que já tiveram seu tempo e reclamam hoje em dia o seu lugar na história das civilizações e não como verdades aceitáveis, enfim, o dia que debaterem num nível melhor eu poderei ler algum livro deles sendo assim coerente, como você cobrou.
    Sobre a repetição do educado pedido para que eu “vaze”, bem, vejo que ficaste “nervosinho” né e estas de alguma forma inseguro, temeroso e incomodado com opiniões contrárias à tua. É compreensível esta perturbação. Não vi ofensa contra ti, contra teu pai, assim como penso que tu me chamar de hipócrita não me ofende absolutamente nada pois eu sei o que eu sou jacaré, e não dependo da tua apreciação para nada, e a tua constatação é limitadíssima visto que você não me conhece praticamente nada para saber como eu lido com as questões morais que levanto aqui neste blog.
    Teu pai foi citado por mim como alguém que OU não foi um bom espírita porque não te deu o exemplo e a orientação para que adotasse a virilidade da crença que ele esposava, OU então seria um ótimo espírita mas estaria lamentando os caminhos que tu escolhestes. ONDE está a ofensa ao teu pai?
    Bem, e esta tua tentativa de conquistar adepto entre as duas meia-dúzia de participantes do blog ao estilo de “levante a mão quem …” como numa pândega enquete é triste. Não te garante na argumentação para me espantar do blog-blog? Tens que chamar o irmão mais velho, a turma da esquina para dar um corridão em mim? Como dizem os catarinas: “tais tolo?”.
    Deixa de ser chorão e “guenta o tranco” gaudério. Tô te estranhando, hein?!

  85. Paulo Diz:

    Scur, quer que eu faça uma copilação de todas as ofenças que tu já postou nesse blog?
    Bom, vou separar um tempo nessa semana e posto aqui…afinal, será um grande trabalho.
    Tua observação sobre esses autores é patética. Viu uns vídeos resumidos e já sabe de tudo. Grande buscador do conhecimento!
    .
    Sobre a “enquete” que você diz…deixe cada um manifestar a sua opinião e veja como você é “amado” e ilumina os outros com sua presença.
    Sobre você VAZAR , seria coerente pelas coisas que você diz pelo blog. O Carlos Magno ( outro estúpido) já se tocou e “picou a mula”.
    .
    Acho que o Vitor deveria sim te dar um Ban…a sim como fez o Kentaro em muitos de seus comentários.
    .
    Não tenho problemas em ler opiniões contrárias as minhas. Veja O Arduin, por exemplo…sujeito educado, responsável e ponderado.
    .
    Vou esperar o comentário do Vitor e dos outros e só comentarei sobre você em um próximo destempero de sua parte…coisa que fatalmente acontecerá em breve, afinal você já ficou viciado em ofender os participantes daqui.
    Muita luz para você!

  86. Biasetto Diz:

    Pessoal,
    Falando sério, a Emilly acabou de chegar no blog, e disse que a turma aqui era ponderada, educada…
    Emilly, brincadeiras à parte, você é bem vinda, assim como será bem vindo o Ricardão, o João, o Paulão…
    .
    Scur,
    Eu não acho que pai que ama o filho tem que impor a ele a religião que segue, o time que torce, a comida que gosta, a música que escuta…
    Só isso!
    Pensa um pouco tá!

  87. Roberto Scur Diz:

    Biasetto,
    Pai que ama o filho não deve jamais “impor” uma religião a ele, mas têm obrigação de educar seu filho de acordo com os melhores princípios morais que conheça. Se não o fizer terá sido negligente.
    Vejo a defesa de que o filho deve escolher o que é melhor para ele, principalmente entre os que defendem a crença nenhuma, o ateísmo. Um contra-senso facilmente verificável pois se o pai precisa vigir os primeiros passos de seus filhos para sua segurança, se observa as companhias, cuida para que não se acidentem, não hajam com imprudência que os poria em risco, se escolhe a escola, se cobra respeito e põem limites, encaminha para vacinação, leva ao médico quando doente, faz tudo isso e muito mais para protegê-lo enquanto ele for capaz de cuidar de si próprio, porque não daria um ensino filosófico, religioso ou moral para o filho?
    Se omitir, lavar as mãos não é um caminho seguro, pelo contrário, é negar-se às obrigações da paternidade.
    .
    Agora você não pode comparar a religiosidade com gostos comuns como musical, paladar e até mesmo paixões comuns nos nossos tempos como o futebol, todas escolhas de valor irrelevante.
    .
    Quem ama educa, em todos os sentidos. Convença teus filhos à serem ateus e a duvidarem de todos que tragam a bondade estampada na face e materializada nos mínimos gestos e você terá que tipo de adulto mais adiante? Talvez àquele tipo que te colocará num asilo entregue às moscas quando estiveres na senectude e precisares deles para alguma coisa.

  88. Roberto Scur Diz:

    corrigindo: “vigiar os primeiros passos” e “for incapaz de cuidar”

  89. Roberto Scur Diz:

    Paulo,
    Patética porque? Porque não é de acordo com o que tu acredita?
    Porque eu vou estudar com todo denodo uma doutrina que é falha na sua base embora seja respeitável? Deixe-os acreditarem no que lhes aprouver, sem problemas, mas eu cá tenho minha compreensão de pontos em que estão em erro e parto para outra, sem delongas.
    O Marcelo, em Maringá, comentou comigo a facilidade que há em ser cético, não crer em nada, negar tudo – sim, é muito fácil, cômodo, e aí fica melhor o texto ali em cima que postei do Emmanuel sobre os escarnecedores e suas concupiscências.
    .
    Achou ruim, reclama do Emmanuel e de Paulo de Tarso.
    .
    Você recorrer à atitude do Mori como exemplo de algo bom é triste. O japona adulterou toda a sequência de conversas que havia na postagem dele sobre Chico Xavier apagando vários comentários meus na noite que ele foi ao olimpo da glória, foi para o Jô Soares, e você acha isso legal? Que valores curiosos os teus!
    .
    Você têm sim problemas em ouvir opiniões contrárias às tuas, tanto que está tentando fazer com que eu “vaze” como você diz.
    .
    Acho uma falta de respeito você chamar o Carlos Magno de estúpido, ou de “outro estúpido”, ou seja, está me chamando de estúpido também. Estás desequilibrado Paulo, tá nervoso. Vá pescar lambari no Guaíba, respirar um ar menos poluído no parcão, e depois escreve reclamando de “ofensas” que tenha recebido.
    .
    Pode esperar sentado por um “ban” (o que que é isso?) ou por qualquer bloqueio por parte do Vitor Moura; primeiro porque ele “depende” de comentários para faturar, e como eu coloco muitos aqui, e como não têm mais de uma dúzia de comentadores, ele não faria isso; segundo porque não dá para fazer isso “cabron”, não têm possibilidades técnicas para isso.
    .
    Sairei “se” e “quando” eu quiser, tanto daqui quanto de qualquer blog que esteja aberto para comentários e que o responsável não tenha melhor coisa à fazer do que filtrar uma por uma das mensagens que chegam, tipo o blog da turma do bolinha. Quem têm este tipo de controle não fatura, e portanto, um blog destes NON ECZISTE!
    .
    Mas enquanto tu fazes tua compilação aí do meu caminhão de “ofensas” eu dou tchau pra ti chorão.

  90. Biasetto Diz:

    Scur,
    Esta briguinha tua com o Paulo, está me lembrando a briguinha que tu travou com o José Carlos. Até eu me envolvi naquela bobagem, depois me arrependi.
    Nada a ver isto!
    .
    Scur,
    Pai que ama os filhos, ensina a eles fundamentos de moral, ética, respeito às leis, cidadania…
    Quanto a religião, o ideal, na minha opinião, é ser sincero e racional. Dizer: “Olha filho, a maioria das pessoas acredita em Deus, segue alguma religião. Há valores positivos nas religiões, mas também um monte de asneiras e contradições. Então, meu filho, pesquise por si só (o Caio me falou isto uma vez), descubra você mesmo.”
    .
    Ensinar as crianças a seguir uma religião, dizer a elas que a bíblia (antes eu escrevia com maiúscula, mas não escrevo mais, porque é um livro menor!) – então, que a bíblia é a palavra de Deus, tudo bobagem! Nada a ver!
    .
    Scur,
    Não se trata de ser “escarnecedores”, é questão de raciocínio, da visão de cada um. Você tem todo o direito do mundo de acreditar na mediunidade do Chico, na existência do Emmanuel, mas não é sensato e coerente de tua parte, achar que todo mundo tem que pensar assim.
    .
    Cada um na sua, Scurzito!

  91. Roberto Scur Diz:

    Biasetto,
    Este tua sinceridade e racionalidade não confere pois você está em cima do muro. Ou você apresenta Deus aos teus filhos, ou apresenta o ateísmo como o melhor caminho para alcançar estes valores éticos e morais, senão o discurso para eles ficará vazio pois você lavará as mãos e pedira para ele se virar, pesquisar por si só, mesmo ele não tendo seu patrimônio intelectual completamente formado.
    .
    A Bíblia é o que você disse, “a palavra de Deus”, somente nas religiões dos homens, não no espiritismo, nada à ver também, pois o espiritismo pode detalhar circunstâncias, interferências espirituais e humanas, e vive fazendo isso desde o início para corrigir os erros interpretativos destes livros antigos que ficaram sujeitos às confusões de interpretação. Por isso que ele é o cristianismo redivivo, o consolador que veio “restabelecer todas as coisas”.
    .
    Mas a bem da verdade é que não há campo para muitas discussões neste sentido. Quem quer entender, busca, estuda e chega às suas conclusões. Se você já pesquisou tudo o que precisava e estacionou no ceticismo porque te faz mais feliz, que assim seja, agora esta ânsia de desestruturar o que não conseguistes entender é um tanto fora de propósito.
    .
    Para desacreditar você está se emprenhando, mas para por algo que substitua este vazio você oferece o vazio? Não bom!
    .
    Não acho que todo mundo tenha que acreditar coisíssima nenhuma, assim como vocês não podem obrigar que todos aceitem as versões que vocês estão dando da vossa verdade sobre a crença alheia. Simples também, não acha?
    .
    Bom, mas vamos nos repetindo nisso tudo. Estou à fim de VAZAR agora e deixar el Pablo em paz.

  92. Emilly Diz:

    Oi gente….na boa eu não sou o VM, alias quem é VM? iniciais do nome do dono do blog??? Não sou mesmo, tudo o que eu falei sobre mim é verdade, incluindo a parte de que já fui modelo, mas não sou bonita haha pelo menos não o tipo da beleza brasileira padrão. Se tem alguém duvidando que eu sou uma pessoa real, eu terei o maior prazer em um dia conhecer vcs pessoalmente, acho ate que seria ótimo um dia agendar tipo um encontro entre os participantes desse blog pessoalmente, na minha opinião seria mto enriquecedor.
    Agradeço aos que se preocuparam com o que eu poderia pensar do que o Roberto Scur disse, e aproveito pra dizer algo pra ti Scur: não pense que sou alguém q quer destruir as crenças dos outros, muito pelo contrario a coisa que mais queria na vida é que tudo que se é falado sobre espiritualidade, sobrevivência da consciência após a morte seja verdade, sério mesmo…. só que as vezes eu simplesmente não consigo acreditar em algumas coisas, eu queria muito ter alguma evidencia de que isso tudo é verdade. Torço muito pra que muita coisa em relação a espiritualidade possa ser um dia provada ou evidenciada. Por isso estou também lendo esse blog, tentando entender se esses fenômenos não materiais são possíveis. Um mundo apenas material não faz sentido e me produz uma profunda angustia, mas quero estar aberta a verdade seja ela qual for, tomara que seja a confirmação das existências espirituais. Bjus pra todos e continuarei aqui…

  93. Biasetto Diz:

    O ESPIRITISMO RIDICULARIZADO (O lado trash do espiritismo)
    .
    Análise do livro: “Legião – Um olhar sobre o reino das sombras”, 8ª edição (julho de 2009)
    Médium: Robson Pinheiro
    Espírito: Ângelo Inácio
    Editora: Casa dos espíritos
    .
    Eu tinha obtido conhecimento sobre as obras “psicografadas” de Robson Pinheiro, pesquisando no youtube, depois de uma citação aqui do blog – “A Marca da Besta…” http://obraspsicografadas.haaan.com/2011/a-vida-alm-do-vu-de-george-dale-owen-x-nosso-lar-de-chico-xavier/ Fiquei abismado com tantas informações, no mínimo, “exóticas”, por ele mencionadas, de modo que passei a considerá-lo mais um desses escritores que se declaram médium e adoram polemizar, com histórias fantasiosas e exageradas. Entretanto, não tinha ideia do tamanho da maluquice do suposto médium mineiro, até ter me deparado com o livro “Legião, um olhar sobre o reino das sombras”. Fazendo a leitura deste “manual de doidices”, por várias vezes, fiquei me perguntando se ria ou chorava.
    Quando leio um livro, procuro marcar alguns pontos que considero mais relevantes. Se a obra não é boa, seleciono as passagens que justifiquem minha opinião. Neste livro do Robson Pinheiro, foi difícil fazer tal seleção – quase que tive que escolher o livro todo! Bem, como não seria possível reproduzir todo o conteúdo escolhido, vou mostrar alguns trechos da obra citada, verdadeiras pérolas da insensatez!
    Vejamos:
    .
    1-) No prefácio, página 17, o espírito Ângelo Inácio diz:
    .
    “Penetre comigo nesse mundo das trevas, das sombras, conhecendo um pouco das legiões do mal. Jamais se esqueça, porém, de que mal ou bem, trevas ou luz, sombra ou claridade fazem parte de você, de mim, do universo.” (…) “Lá é que se encontram, inclusive, os espíritos realmente iluminados e abnegados, que renunciam às paragens celestes – seu habitat verdadeiro – para se localizar onde impera o clamor daqueles que sofrem.”
    .
    COMENTÁRIO: Legal! Ao invés dos “espíritos realmente iluminados” se preocuparem em auxiliar nas Universidades, nos Hospitais, nas Escolas, nas pesquisas científicas, eles preferem estacionar “onde impera o clamor daqueles que sofrem”. O pior, de acordo com o que é explicado no livro, esta escolha praticamente não serve pra nada, porque o conteúdo apresentado, não mostra resultado algum desta dedicação dos “espíritos iluminados” às “legiões do mal”.
    .
    2-) Na página 28, o espírito Ângelo Inácio, informa sobre a ocorrência de uma aula no plano espiritual, assim se manifestando:
    .
    “Encontrei o primeiro dos médiuns diante de uma tela, cujas dimensões aproximadas eram de 8 por 15 metros, aplicando os recursos da tecnologia sideral para a transmissão de seu pensamento, que se materializava em formato tridimensional à frente dos espíritos que assistiam à aula naquele momento. O recurso já era conhecido em nossa comunidade espiritual há mais de 60 anos e se constituía de uma película finíssima de matéria astral, semelhante a cristal, dentro da qual entravam em conflito partículas de ectoplasma modificado nos laboratórios do mundo invisível, além de outras partículas de matéria astral em movimento, em altíssima velocidade. Compunham o elemento catalisador através do qual o pensamento poderia ser transformado em imagem, som, cheiro e diversas outras sensações experimentadas pelos espíritos libertos do corpo.”
    .
    COMENTÁRIO: Uma das estratégias utilizadas por autores de livros polêmicos, exóticos, “reveladores”, é fazer uso de informações “confusas” em sequência, de modo que o leitor tem a impressão de que está lendo algo elevado, sem, de fato, raciocinar sobre o que lê. Vejamos a quantidade de bobagens ditas aí neste fragmento. A tecnologia do além, há mais de 60 anos, é incrivelmente avançada, pois é possível reproduzir em uma tela de 8 x 15 metros (que telão hein!) – o pensamento materializado, com imagem, som, cheiro… Isto só é possível, graças aos seguintes recursos: I – película finíssima de matéria astral (que matéria é esta?); II – aplicando recursos da tecnologia sideral (que recursos são estes?); III – partículas de ectoplasma modificado nos laboratórios do mundo invisível (que laboratórios são estes?) – enfim, é fácil usar termos, apontar “tecnologias avançadas”, mas onde estão as explicações destes avanços, destas maravilhas do conhecimento humano/espiritual?
    .
    3º) Na página 41, o espírito Ângelo Inácio, inicia a narrativa da ação que compõe o livro: excursões às regiões das trevas, das sombras – se esta história é parecida à que foi contada no livro do Reverendo George Vale Owen, “A Vida além do Véu”, ou a que foi contada no livro de Chico Xavier/André Luiz, “Libertação”, não pense que se trata apenas de coincidência, porque não é! Trata-se de fato, da máxima do meio espírita: “Na literatura espírita, nada se cria, tudo se copia!”. E assim, se manifesta Ângelo Inácio:
    .
    “Os preparativos foram realizados com sucesso até aquele momento, e chegou a hora de começarmos nossa excursão espiritual. Ao ultrapassarmos os limites do local onde residia o médium, avistei uma das ruas da grande cidade que visitávamos. A primeira coisa que me chamou a atenção foi a presença de certos espíritos, que encontramos policiando as imediações. (…) Pai João socorreu-me o pensamento, que, com certeza, também refletia as indagações do médium que nos acompanhava desdobrado. [Disse Pai João] – Estes seres são os guardiões, meus filhos. Trabalham sob a tutela do Plano Superior e têm função equivalente à dos soldados da Terra, que algumas vezes policiam as ruas.”
    .
    COMENTÁRIO: Nas aventuras narradas por Ângelo Inácio, ele está sempre acompanhado de Pai João, um Preto-Velho, muito sábio, uma “mago branco”, que ele também chama de João Cobú (não se de onde ele tirou este nome!) – é o “Emmanuel” dele, o “mestre dos magos” (Já assistiram a este desenhinho: “A Caverna do Dragão”, uma graça!). Outro que o acompanha, em todo momento, é o espírito desdobrado de Raul, um médium muito talentoso. Ao longo de todo o livro, das histórias apresentadas, várias vezes se mencionam a existência de “guardiões”, “policiais espirituais”, coisas assim. O incrível, é que não há nenhuma informação realmente concreta, da eficácia destes “protetores”. Na verdade, formam um bando de incompetentes, porque não resolvem nada, absolutamente nada!
    .
    4º) Analisem esta narração à página 51:
    .
    “Tais espíritos, semelhantes a zumbis, constituem apenas um dos grupos entre os muitos que ignoram quem são ou qual é sua situação na erraticidade. Esse contingente de espíritos ignorantes compõe a maior parte da população terrena. Segundo as estatísticas atuais a que temos acesso, são aproximadamente 40 bilhões de seres que, em suas existências, transitam entre as dimensões, ora no plano físico, ora no extrafísico.”
    .
    COMENTÁRIO: Pensei que zumbis só existissem em filmes do tipo “A volta dos mortos vivos”, mas eles existem em grande número, no “plano espiritual”. Será que o IBGE deles lá, está fazendo as contas certas: 40 bilhões de espíritos perdidos! Bem, há 7 bilhões de espíritos encarnados, 40 bilhões de desencarnados perturbados, deve haver, nesta matemática, sei lá, mais uns 10 bilhões de desencarnados “bonzinhos”, então, no mínimo, há 57 bilhões de espíritos! Meu Deus! Quando e como todos estes espíritos já encarnaram na Terra? E como tem “gente” ruim neste mundo, puxa vida! Aí eu pergunto: De que adianta se acontecer a tal “limpeza” da Terra, se só no plano espiritual tem 40 bilhões de porcarias? Vai limpar aqui, mas não vai resolver nada, porque continuará existindo uma quantidade enorme de desencarnados, maus espíritos, no plano espiritual! “Chupão neles!!!”
    .
    5º) Ângelo Inácio narra, na página 55:
    .
    “Assim que pronunciou essas palavras, Pai João nos chamou a atenção para dois jovens que passavam em frente a uma casa noturna, inebriados com a ideia de adentrar no ambiente eletrizante. Paramos do lado de fora, observando o trânsito de pessoas, quando o pai-velho apontou em direção ao solo, próximo aos pés das pessoas, particularmente dos dois jovens. Algo parecido com baratas surgia por onde pisavam; porém, as formas pareciam ser feitas de plástico. Moviam-se pernas acima, como que absorvendo dos encarnados alguma espécie de alimento invisível, mas necessário. Novamente foi Pai João quem nos orientou: – As baratas, meus filhos, são animais de hábitos noturnos. Nesse período é que saem do abrigo (…)
    .
    COMENTÁRIO: Sobrou pras baratas! Mais à frente, o Pai João também fala das aranhas, das cobras… Coitadinhos dos bichos! O Pai João diz que estes animais, na Terra, nos passam a imagem de seres terríveis, sujos, venenosos… Então, os seres das trevas, das sombras, também assumem estas “formas”, estas imagens para sugar os encarnados … Na página 59, ele diz assim:
    .
    “Um indivíduo destacou-se dos demais, pois um número maior de aranhas – ou de criaturas mentais com tal aspecto – sugava-lhe mais intensamente. Estava todo coberto desses parasitas, que lhe penetravam pelo nariz, pela boca, pelos olhos e ouvidos; após exame mais atento, reparamos que a região da genitália também se transformara em uma abertura no seu campo energético. Esses seres arrojavam-se, por todos os orifícios, para o interior do corpo do hospedeiro.”
    .
    - Lembrei-me daquela novela Saramandaia, do Dias Gomes, exibida pela Globo, em 1976. O coronel Zico Rosado soltava formigas pelo nariz. Rsrsrsrs … Mas esta história é muito melhor! Ah! Ele também fala das formigas, mas deixa pra lá!
    .
    6º) Pai João, página 83: – “Os emissários divinos nunca abandonam seus tutelados.”
    .
    COMENTÁRIO: Tenho sonhado com esta palavra TUTELADO – no livro do Owen, ele é o TUTELADO do espírito Arnel (que nome também!), em “Nosso Lar”, André Luiz é o TUTELADO de Clarêncio, no livro do Robson Pinheiro também tem TUTELADO. Fiz até uma música, cantem comigo: “Copia daqui, copia de lá, vamos todos copiar… Quem não cola não sai da escoooola!!!”
    .
    7º) Ângelo Inácio, na página 104:
    .
    “A imagem evocada por Pai João não poderia ser mais perfeita, pois aquele bando de seres sofredores parecia se contorcer em meio a um lamaçal de imenso poder magnético. Era uma espécie de areia movediça do Além, ainda que suas presas não submergissem nela. A chamada lama astralina retinha os espíritos prisioneiros ao solo da região, como se fora um lodo pegajoso; ao tentarem se libertar, eram puxados de volta.”
    .
    COMENTÁRIO: Esta também é forte: LAMA ASTRALINA, areia movediça do além. Outra coisa, esta passagem: “A imagem evocada por Pai João não poderia ser mais perfeita, (…)” – Há várias passagens do livro, em que o Ângelo Inácio diz coisas assim: “explicação muito boa”, “exemplo perfeito”, “não poderia ter sido mais claro”. Lendo os livros de André Luiz, vários da “série Nosso Lar”, há muitas passagens idênticas: “a explicação de Clarêncio não poderia ser mais clara…” É incrível o modelo: um espírito desencarnado, buscando esclarecimentos no plano espiritual, um espírito desencarnado, já sábio, evoluído, passando estes esclarecimentos. Esta história ocorre no livro do Owen, nos livros do Chico/André Luiz, nos livros do Robson Pinheiro/Ângelo Inácio – “Copia daqui, copia de lá, vamos todos copiar… Quem não cola não sai da escoooola!!!”
    .
    Aliás, quem começou com isto, foi Dante Alighieri (1265-1321), em sua obra “A Divina Comédia”.
    - Em tempo: Robson Pinheiro indica “Libertação” na bibliografia do livro. Claro que ele leu esta obra, de onde vocês acham que ele tirou uma série de ideias pra escrever?
    .
    8º) Na página 135, Ângelo Inácio e sua patota, incluindo o Pai João e o médium desdobrado Raul, estão em um cemitério, onde recebem a explicação de um espírito lá, chamado “tata” (com minúscula mesmo):
    .
    “– Este infeliz espírito, que em sua última existência estagiou no corpo feminino, foi agraciado com uma beleza incomum – reportava o tata. – Trabalhou como modelo e, entre as passarelas e a fotografia, conseguiu imenso prestígio no mundo dos homens, devido à singular beleza, aliada ao charme e ao exercício da sedução. No entanto, entregou-se às drogas, como comumente ocorre nesses casos, e dedicou sua vida a esculpir o corpo e projetar determinada imagem, concentrando na beleza física toda a sua atenção. Desencarnou vítima de um câncer, que foi, aos poucos, corroendo o intestino e o fígado, deixando-a cada vez mais desvitalizada. Após o desencarne, entrou num processo de culto e veneração durante a vida, num saudosismo doentio, ligado ao sucesso de outrora. Tem resistido a todas as tentativas de socorro.”
    .
    COMENTÁRIO: Com certeza, é uma grande tolice o culto exagerado à beleza física. Porém, é incrível como a literatura religiosa condena a beleza. Bem, quando eu comecei a perder os cabelos, não gostei nem um pouco. Pelo menos, há um consolo: quanto mais feio, maiores tuas chances de ir pro céu… Ainda é informado no livro, pelo “tata”, que o espírito da mulher está há 20 (VINTE) ANOS, apegado ao corpo que apodrece. Gente, onde está Deus? A mulher morreu de câncer, sofreu, foi dependente química (aliás, a OMS classifica isto como doença) e aí, ficou enlouquecida, e tem que passar décadas nesta situação?
    E esta passagem como comumente ocorre nesses casos, uma visão preconceituosa, indicando que quem é modelo é usuário de droga.
    .
    9º) Ainda no cemitério, página 121:
    .
    “– Estes guardiões são os caveiras, como são conhecidos nestas regiões do astral inferior, bem como nos cultos umbandistas e de tradição afro. Ao contrário do que muitos médiuns ignorantes da realidade espiritual dizem, esta legião de espíritos trabalha para o bem, auxiliando nos cemitérios aqueles seres que desencarnaram e que, por algum motivo, permaneceram ligados ainda aos despojos em deterioração nas sepulturas. Especializou-se na tarefa de limpeza energética dos cemitérios, evitando que magos negros e feiticeiros ainda encarnados, mas desdobrados, tenham êxito quando vêm em busca do fluido vital restante contido nos duplos das pessoas recém-desencarnadas.”
    .
    COMENTÁRIO: Meus colegas, não precisamos nos preocupar: se um de nós desencarnar e ficar adorando o corpo em decomposição, os caveiras estão prontos pra auxiliar. O problema é cair nas garras dos magos negros ou feiticeiros, aí sim, a coisa pega pra valer!
    .
    10º) Eu poderia continuar, mostrando mais uma, 5 ou 10 passagens absurdas do livro, mas penso não ser necessário. Há citações de um tremendo quebra-pau no cemitério, entre os caveiras e os magos negros, tem raios, até canhões! (Acho melhor os góticos pararem de freqüentar cemitérios) O tal Pai João fala, ainda, de “dragões”, “clones de espíritos”, “cientistas do mal”… Enfim, uma loucura total, o espiritismo ridicularizado, o “espiritismo trash”. Tem muita gente que acha tudo isto, algo normal, aceitável. Acredita nisso! E Deus? E o plano espiritual? E os espíritos sábios, evoluídos, poderosos? Onde estão?
    .
    Observações/Notas:
    .
    I – No livro, há duas mensagens “introdutórias”:
    .
    a-) Os direitos autorais desta obra foram cedidos gratuitamente pelo médium Robson Pinheiro à Casa dos Espíritos Editora – empresa parceira da Sociedade Espírita Everilda Batista, instituição de ação social e promoção humana, sem fins lucrativos.
    b-) Compre ao invés de fotocopiar. Cada real que você dá por um livro espírita viabiliza as obras sociais e divulgação espírita para que são revertidos os direitos autorais; possibilita mais qualidade na publicação de outras obras sobre o assunto; e paga aos livreiros por estocar e levar até você livros para seu crescimento cultural e espiritual. Além disso, contribui para a geração de empregos, impostos e, consequentemente, bem-estar social. Por outro lado, cada real que você dá pela fotocópia não-autorizada de um livro financia um crime e ajuda a matar a produção intelectual.
    .
    COMENTÁRIO: Bem, quanto aos recursos gerados pela venda do livro citado, se são revertidos em ação social, acho isto elogiável, mas não tenho informações concretas pra confirmar esta mensagem. Caso isto seja verdade, também contribui, porque gastei R$ 40,00 na compra do exemplar que, sinceramente, vou jogar fora. Exatamente, porque tudo que está exposto neste livro, vai contra o que diz a mensagem “b”, onde está escrito: “e paga aos livreiros por estocar e levar até você livros para seu crescimento cultural e espiritual.” Um livro como este, em minha opinião, não traz qualquer crescimento cultural, muito menos espiritual. Porém, cada um faz a análise que achar conveniente.
    .
    II – Fiquei sabendo que Robson Pinheiro já teve e ainda tem sérios problemas de saúde, tendo ficado em coma, quase desencarnando. Desejo-lhe melhoras, mas nem por isso, me furto do direito de criticar suas ideias e questionar sua mediunidade.
    .
    Saudações!

  94. Paulo Diz:

    Biasetto , não coloca esse livro fora, rapaz!
    Use na churrasqueira.

  95. Caio Diz:

    Scur disse: “Convença teus filhos à serem (sic) ateus e a duvidarem de todos que tragam a bondade estampada na face e materializada nos mínimos gestos e você terá que tipo de adulto mais adiante? Talvez àquele (sic) tipo que te colocará num asilo entregue às moscas quando estiveres na senectude e precisares deles para alguma coisa.”
    Bem, em um país extremamente hostil ao ateísmo como o Brasil, um comentário preconceituoso como esse não é nenhuma novidade. Quer dizer então, Scur, que ateus, via de regra, encaminham seus pais para asilos? Quer dizer que eles, os ateus, não demonstram nenhum tipo de carinho e solidariedade para com seus pais, que cuidaram deles durante boa parte da vida? Interessante… Você poderia nos indicar alguma pesquisa, de uma fonte confiável, que conclua seguramente que, tornando-se atéia, uma pessoa adquiri conseqüentemente esse mau caráter e torna-se, invariavelmente, mal agradecida? Sim, pois, para fazer abertamente uma afirmação tão preconceituosa assim, em uma época onde até o ilustríssimo Datena está sendo processado por propagar preconceito contra os descrentes, você deve estar muito bem embasado… Vamos lá, mostre pra gente de onde você tirou essa conclusão a respeito do caráter dos ateus. Não me diga que foi da “opinião pública” ou “da sabedoria popular”…?! Ah, meu caro Scur, deixa eu te contar um segredo. Nós, infelizmente, estamos em um dos países mais atrasados do mundo. As pessoas simplesmente têm preguiça de pesquisar, pensar, discutir. E ignorância e preconceito caminham lado a lado. Sou branco e heterossexual. E sou ateu também. E esse último adjetivo coloca-me na minoria mais odiada do país. Odiada mesmo, não estou exagerando. No site da ATEA existem alguns dados bem interessantes sobre como os 99% de brasileiros crédulos enxergam a minoria de descrentes. E é uma minoria mesmo, 1% é uma minoria “respeitável”, rs. Cuidado, meu caro Scur. Você pode se complicar ainda propagando tão deliberadamente seu preconceito. E, imagino eu, você não tem a grana de um Datena para contratar bons advogados. Fica a dica.

  96. Caio Diz:

    Acho super engraçado o fato dos espíritas demonstrarem tanto preconceito. Uma doutrina tão “evoluída”, tão “respeitável” não deveria transbordar tanto preconceito assim. Deixem isso, espíritas, para as religiões mais primitivas, mais obscuras. Vocês são extremamente iluminados. Sabem de tudo. É acidente aéreo? Vocês têm a resposta na ponta língua, sabem explicar tudo, nos mínimos detalhes. É massacre em escola? Novamente, vocês têm a resposta. Só acho estranho, como já disse inúmeras vezes aqui, o tal Espírito da Verdade ter errado tanto quando jogaram pra cima “dele” perguntas de teor científico… Vai ver, ele não podia “revelar a verdade”, ou “o nível de conhecimento dele era semelhante àquele de uma pessoa encarnada”. Se bem que essa última desculpa é demasiadamente rasteira e safada, hahaha… Ora, se o conhecimento dele não ia além do que um “terráqueo” daquela época saberia, por que então não sanar nossas dúvidas com um “terráqueo” mesmo e poupar boa parte das pessoas dessa pregação religiosa e dessas sessões de circo, ops, desculpe, de misticismo?
    Existe um blog (que eu até já indiquei aqui antes) que tem por objetivo denunciar sempre que alguma figura pública destila preconceito contra os descrentes. É pérola atrás de pérola. São religiosos famosos, jornalistas, políticos, inclusive o governador Geraldo Alckmin, descendo a borracha nos ateus. E, claro, eles não são suportados por nenhuma pesquisa. A idéia de que ateus são maus é fruto, apenas, de suas inteligentíssimas reflexões. Assim como o Scur fez. O link para o blog é: http://ateusatentos.blogspot.com/

  97. Caio Diz:

    A propósito, Scur, a sua idéia de que os pais devem, necessariamente, orientar os filhos em alguma religião nada mais é do que o seu preconceito dando as caras (novamente). Eu gostaria apenas de colocar uma questão aqui. Os quatro países mais descrentes do mundo são: Finlândia, Noruega, Suécia e Japão. As taxas de criminalidade nesses países são extremamente baixas. Além disso, as populações desses países são educadas e saudáveis. No entanto, alguns países da America Latina (incluso aí o Brasil) e da África, apesar de terem uma população quase inteiramente composta por crentes em Deus, demonstram taxas muito altas de criminalidade e, muitas vezes, são cenários para crimes bárbaros. Nesse contexto, gostaria que você me explicasse o porquê de doutrinar as crianças, estuprando-as mentalmente com a idéia de um Deus pessoal, que interfere na vida das pessoas, sendo que, se observarmos a realidade, vamos constatar que as populações majoritariamente compostas por ateus são as mais saudáveis. Um abraço a todos e uma ótima semana.

  98. Paulo Diz:

    Caio
    Para o Scur, moralidade é sinônimo de religião.
    A cabecinha dele é incapaz de buscar definições em um bom dicionário…buscar em obras filosóficas, nem pensar, dá muito trabalho.

  99. Biasetto Diz:

    Escrevi uma novela aí acima, mas pelo menos, quando alguém me criticar porque estou esculhambando com “médiuns” tipo Robson Pinheiro, posso indicar este post, onde se confere o comentário que fiz, com as evidências das bobagens e tolices que se falam em nome do espiritismo. E antes que espíritas sérios e racionais me critiquem, estou defendendo o espiritismo. Quem não gostou ou não venha a gostar do que comentei sobre o livro do RP, não é espírita sério, com certeza!
    .
    Scur, só complementando o que o Paulo e o Caio já disseram:
    - Quem disse pra tu, que pai tem obrigação de ensinar ao filho ou pra ele ser crente, ou pra ele ser ateu?
    - Você não acha mais lógico, democrático e até justo, permitir que o filho faça sua própria escolha?
    - Scur, quando você faz seus negócios, você não analisa as possibilidades de forma crítica e racional?
    Um abraço!

  100. Biasetto Diz:

    Scur,
    Vou te dar uma sugestão: Toda vez que você estiver com dúvidas profissionais, dúvidas pessoais, dificuldades de relacionamento, recorra sempre aos centros espíritas e aceite as orientações dos médiuns. Você vai ver aonde vai parar tua vida.

  101. Paulo Diz:

    )Scur diz: ”Porque eu vou estudar com todo denodo uma doutrina que é falha na sua base…”
    Qual é essa base falsa? Em que tu se baseia para afirmar isso? Tem que explicar …ou será mais uma frase lançada ao vento?
    Todos os céticos aqui leram várias “obras” espíritas mas você é incapaz de ler algo contra.
    2) O Kentaro apagou alguns de seus posts porque você foi um insano agressivo. Ainda tem muitos lá para quem quiser conferir o conteúdo. Aqui mesmo existem vários. Não é uma forma de calar seus delírios e sim limita-los ao bom senso! Como você possui uma inacreditável tendência para negar a realidade, copilarei várias de suas pérolas aqui durante essa semana. ( Vou aproveitar suas “verdades” em um trabalho que estou elaborando- Sim Scur, você tem utilidade!)
    3) Estupido é sinônimo de ignorante.(aquele que ignora) Como você desconhece o que seja humanismo, existencialismo, ateísmo e muitas das leis da física… Hã??? Diz ai…( ainda me lembro dos cristais receptores!)
    4) Scur diz: “primeiro porque ele “depende” de comentários para faturar, e como eu coloco muitos aqui, e como não têm mais de uma dúzia de comentadores…” Você coloca comentários aqui ( e em vários blogs) por que é masoquista, só pode…vai entender!
    Nessa frase você mostra a sua “importância” e humildade! Agora quantas pessoas abandonaram o blog por sua causa? Não Scurzito, você não dá Ibope não!

  102. Paulo Diz:

    Biasetto, gostei sim do seu trabalho! Essa do telão me deixou impressionado…ecotoplasma? Sei…

  103. Paulo Diz:

    digo, ectoplama

  104. Biasetto Diz:

    Paulo,
    Esta TV é um show!
    Faz 60 anos que existe no plano espiritual, mas não chegou aqui ainda.
    Tem uma passagem do livro, que os “caras do bem” brigam com os “caras do mal”, no cemitério. Sai até tiro de canhão.
    Dá pra acreditar num troço deste?
    E o tal do médium ainda dá palestras!!!
    Meu Deus do Céu! Por favor, me acorda deste pesadelo.

  105. Roberto Scur Diz:

    Pablo,
    .
    Eu disse que a base é falha e expliquei no que me baseei para dizer isso. Quer que eu desenhe?
    .
    “todos os céticos aqui leram várias “obras” espíritas…”
    Como você sabe? Baseado em quê você fala em nome de “todos”? Quem são ou o que significa “todos” no teu discionário?
    .
    “O Kentaro apagou … porque eu fui um insano agressivo”.
    Ele apagou para livrar a sua caretinha nipônica de críticas, desvirtuou os diálogos, deixou-os perdidos perdendo a sequência e a lógica, escondeu o erro que ele cometeu e não se retratou de tê-lo feito quando disse que eu tinha “falado mal de um colega espírita meu, chamado Magno” quando eu havia falado de outro Magno, não do Carlos Magno espírita, e o próprio Magno teve a lanheza de esclarecer o mal entendido após eu próprio me desculpar com ele.
    O dono do blog não teve a hombridade de reconhecer seu impulso equivocado e decidiu esconder os diálogos para ficar numa boa posição.
    Não sei porque estás tomando as dores do Mori e estás falando por ele. És procurador dele? Estão vocês em “simbiose de pensamentos”?
    Acho que não merece tanta preocupação de tua parte em compilar as minhas “pérolas”, mas se isso te é útil vá em frente com todo o meu apoio.
    .
    Estúpido, segundo o Aurélio, não é sinônimo de ignorante como dissestes. Se você se dá ao trabalho de soluçar à cada erro de gramática que eu cometo ao escrever o texto na própria página, sem revisão, na corrida, coloque um grande soluço na tua colocação “professoral” do que seja sinônimo do que?
    Cristais receptores? Eu não lembro? O que é? Onde eu falei sobre isso? Não entendi o contexto levantado.
    SEGUE a definição de estúpido no Aurélio:
    : Diz-se de indivíduo falto de inteligência; bruto, alarve, estulto. Grosseiro, incivil, brutal. Muito tedioso; árido; pesado. Exagerado, excessivo; insuportável.
    .
    Pablo. Quais são os vários blogs que você conhece que eu comento ou comentei além deste e o do Mori? Está sabendo mais da minha vida do que eu mesmo hein?
    Eu coloco comentários porque eu quero colocar, e daí? Masoquista é quem se deleita com o próprio sofrimento, então se eu coloco aqui é porque eu me deleito com o meu sofrimento? Mas que sofrimento tchê gaudério? Do que tu está falando vivente? Eu só me divirto aqui, rio um monte muitas vezes, às vezes leio as postagens e as respostas de vocês para outras pessoas e achamos muita graça da diversidade de opiniões, das tiradas de uns e outros, do abismo que nos separa, então, onde tu estás vendo eu sofrer meu?
    Agora mesmo estou achando interessante todo este teu enfezamento comigo, toda tua sanha vingativa regada a soluços, ordens para mim VAZAR, ameaças de dociês de ofensas, fuxicos sobre situação no blog do outro lá, enfim, criançisse da braba. Velho, eu não tenho a pretensão de dar ibope, mas a tua reação aí está mostrando ao contrário pois tu continua a querer debater comigo, agora quer fazer uma pesquisa em tudo o que eu disse, tu não abandona o blog por minha causa, enfim, acho que TU está dando importância demasiada para mim.
    Larga do meu pé chulé!

  106. Biasetto Diz:

    Paulo,
    Eu estava lendo este livro no Shopping Center Norte, sentadinho lá. Eu ria sozinho. Teve uma hora que dei um pulo no banco, tamanha a besteira que eu li. Umas senhorinhas sentadas ali perto, até se assustaram. Acho que pensaram que eu era maluco. rsrsrsrsrs…

  107. Emilly Diz:

    Ai gente credo parem d brigar….vamos falar d coisas mais construtivas…alguém sabe como esta o aware study? Quando será que vão ser publicados os resultados? Tem algum hospital do Brasil participando será? Bjus

  108. Vitor Diz:

    Emilly,
    os resultados do aware study devem ainda levar uns 2 anos para sair. Desconheço qualquer hospital brasileiro participando.

  109. Roberto Scur Diz:

    Biasetto,
    Deixa eu te contar que fazia tempo que eu não ria tanto, eu e minha família juntos, quando vieram ver porque que eu estava me rasgando de rir sem conseguir parar.
    Quando tu começou a dizendo para o pessoal do blog, depois de um lampejo melancólico, um impagável “LEGAL TER VOCÊS …”, com reticências e tudo no final, não posso ler isso sem rir Biasetto, tô rindo, aí meu Deus do céu, e depois o Gilberto amando todos, dizendo que é bom nos ter, terminando com um “Amor, Gilberto”, e meu velho, como é que o Vitor foi aparecer e dizer cândidamente que o Gilberto torna os dias dele melhores e carcou uma carinha amarela rindo no fim da frase, e o Pablo faca na bota lascou que “O pessoal aqui é legal mesmo!”.
    Puxa, deixa eu parar pois choro de tanto rir, ou melhor, choramos aqui em casa de tanto rir! Acho que é este o sofrimento que o Pablo se refere.

  110. Biasetto Diz:

    Valeu,
    Emilly e Vítor. Não conhecia tais estudos, mas fui pesquisar.
    Interessante.

  111. Emilly Diz:

    Vitor…Então pq eu li no site da pesquisa que o Brasil iria participar… eu daria um rim pra saber como estão as coisas, uma vez li nem sei onde na internet que nenhum dos que voltaram das eqm tinham visto as imagens q foram colocadas pra confirmar a coisa toda…será verdade q ninguém viu mesmo? Pq eles iam divulgar isso antes do termino do estudo… quem se interessar: http://www.nourfoundation.com/events/Beyond-the-Mind-Body-Problem/The-Human-Consciousness-Project/the-AWARE-study.html http://www.horizonresearch.org/main_page.php?cat_id=253
    pois é Biasetto é um estudo bem interessante, quem sabe daí saia a resposta….agora se ninguém ver as tais imagens durante a eqm complica as coisas….é assim são imagens colocadas em que no caso quando a pessoa se diz fora do corpo ela poderia ver. pois essas imagens estão perto do teto da sala do hospital, como em queria saber se tem algum resultado positivo…rsrs

  112. Biasetto Diz:

    Scurzito,
    Eu, de fato, acho “legal ter vocês”.
    De modo geral, me divirto bastante aqui, e ainda faço descobertas.
    Às vezes, me irrito, faz parte, porque nem tudo são rosas…
    Andei pesquisando uns blogs e sites, mas não encontrei nenhum com um pessoal como este, além da própria forma como o Vítor criou o blog, os comentários… Ele acertou no “estilo”.
    Você viu que eu tasquei aqui, o artigo que eu estava preparando. Você deu uma analisada nas bobagens que indiquei?
    Sinceramente, Scur, você não acha que o espiritismo, muitos livros, muitos autores, muitas bobagens?

  113. Paulo Diz:

    Emilly, vou dar uma pesquisada nesse Dr. Sam Parnia, responsável por esse estudo.

  114. Roberto Scur Diz:

    Biasetto,
    Olha, é claro que têm livros que não são do meu gosto e alguns denotam o atraso espiritual ou do autor ou do médium.
    Têm livros que eu comprei no início do estudo da doutrina que eu li, mas com sofreguidão, e joguei no lixo depois de ler.
    Têm outros que eu entendi que poderiam ser úteis para a juventude pois falavam muito do mundo das drogas, dos embalos que levam os jovens a viajar na maionese, a caírem na onda desavisados sem saber o que está ocorrendo por trás de ambientes desprotegidos. São os livros do Luis Sérgio (espírito) à que me refiro.
    Estes da Vera Lúcia Marinzeki (algo assim) não são livros que eu compraria também, muito água com açúcar, sem profundidade, aliás, livros que eu abro e só vejo travessão geralmente não são dos melhores, só diálogos.
    Zibia Gasparetto não é espírita, mas é como folhetim, novelescas sem grande conteúdo moral, sem objetivos muito além de vendê-los, na minha opinião é claro.
    Deste Robson eu nunca me empolguei em comprar, só estão nos magazines de shoopings, mas aqui no sul eu não costumo vê-los em centro espíritas para venda. São livros de grossos tomos mas quando folhei algumas páginas mais os prefácios ou resenhas eu não quis comprar.
    Têm uma série de novos autores sendo editados por várias editoras. Alguns são muito bons, me surpreendem pois não dou nada pelo livro e depois gosto bastante, por exemplo, nunca tinha ouvido falar do trabalho do Pedro de Campos e graças aos apontamentos daqui eu cheguei até ele e li 2 livros que gostei. Não são obras primas como a série dos romances de Emmanuel, ou a série de um novato como o André Luiz Ruiz em “O amor jamais te esquece”, “A força da bondade” e o último “Sob as mãos da misericórdia”. Achei-os muito bons.
    Vi as críticas ácidas do Ardwin contra o André Luiz Ruiz, mas da vertente onde ele bebe pelo jeito eu não bebo pois vi grande valor onde o Ardwin viu porcaria. Sei lá, não dá para agradar todo mundo, não é?
    Os livros de Rochester pela médium russa Wera Krijanowskaia são muito interessantes e bem escritos, mas não são espíritas propriamente ditos, têm um estilo de ficção que eu não catalogo como doutrinários, mas falam em estilo romanceado de civilizações antigas, reencarnação, causa e efeito, evolução espiritual, enfim, uma leitura muito boa em algumas obras e meio xarope em outras.
    Os de Ivone do Amaral são excelentes, àquela de “Memórias de um Suicída”, etc. Leon Denis também.
    A série psicológica de Joana de Ângelis, pelo Divaldo Franco, são um tratado de psicologia que num futuro não muito distante serão literatura obrigatória em qualquer universidade do mundo.
    O espírito Vitor Hugo traz romances muito bons, o Leon Tolstoi psicografou poucos livros mas bons pela identidade com sua última reencarnação na Terra, e recomendo a leitura.
    Tenho livros muito elucidadores de personagens da história do Brasil como o de Getúlio Vargas em dois mundos (se não me engano) e o de Santos Dumondt que também valem as informações esclarecedoras sobre as Leis de Causa e Efeito dirigindo as reencarnações destes personagens.
    Li um, aliás, não consegui chegar ao fim, do JK que achei uma leitura sem proveito, chata para meu gosto, e não recomendo.
    Depois têm um salseiro de médiuns não expressivos com livros singelos apesar de bem intencionados, sinceros. Têm um que fala de reencarnações do Raul Seixas, por exemplo, o cantor que dizia ter nascido há 10 mil anos atrás, bem pequeninho, simplinho, mas interessante, útil sem ser uma grande obra, longe disso.
    Bem, tenho mais de 400 livros da linha espírita, uns excelentes, uns ótimos, outros bons, alguns ruins pois os que não aprovo vão para o lixo, mas são poucos ruins porque não chego à comprá-los.
    Enfim Biasetto, o que não falta é informação. Se você ou muitas pessoas acham que é tudo porcaria, que espírito não existe e os livros são obras dos próprios médiuns, que na realidade a pessoa nem vai acreditar que seja médium, então o negócio é ficar afastado, não gastar dinheiro com isso e esperar se um dia fará sentido pesquisar mais sobre o tema.

  115. Biasetto Diz:

    Scur,
    Vou fazer meu último comentário aqui, hoje, porque já está mais do que na hora de ir dormir.
    Eu não acho que tudo quanto é livro dito espírita, seja uma porcaria. Lembro-me, por exemplo, de “Paulo e Estevão”, que o Chico disse ter psicografado do Emmanuel, como um grande livro.
    Os livros do André Luiz, o próprio Nosso Lar, acho muito legal, tirando a parte moralista.
    Mas quanto à mediunidade do Chico, minhas dúvidas já foram bem expostas aqui.
    Este livro que você citou aí, se referindo ao espírito de Raul Seixas, eu li, assim, num piscar de olhos, achei muito fraco! Esta é a questão Scur, não consigo ver psicografia num como este. Então, se não é psicografia, é mentira e se é mentira, tem que ser criticado, mesmo que venha com mensagens e tudo mais. Mensagens, inclusive, muitas delas, bem tolas.
    Scur,
    Eu pesquiso sobre o tema, porque me atrai, porque me interesso. Só que eu sou bastante crítico. Você gostaria que seus filhos estudassem em uma escola que adota livros didáticos cheios de erros, informações duvidosas, improváveis?
    Você ficaria quieto se constatasse isto?
    Você já parou pra pensar, que as pessoas que participam aqui do blog, estão evidenciando possíveis mentiras?
    Isto é defeito?

  116. Paulo Diz:

    Eu tenho alguns…
    * C++ para espíritos esclarecidos
    * Aonde está meu ectoplasma
    * O mediun executivo
    * O materialismo desmascarado- pelo espírito de mazzaropi
    *Sexus, Plexus, Nexus- pela benevolente Dercy Gonçalves

  117. Roberto Scur Diz:

    Biasetto,
    Este aí, dito ser do espírito de Raul Seixas, eu também achei fraco, tanto que nem tenho ele, nem comprei, mas li pois é pequeninho, mas é o seguinte, se for mesmo do Raul Seixas eu não posso esperar muita coisa dele pois como homem teve uma influência destrutiva na juventude, estimulou o uso de drogas, foi um mau exemplo, então não faria sentido tu encontrar um livro que tivesse vindo dele que fosse diferente daquele ali.
    Ninguém pode oferecer o que não têm, e ali eu achei compatível a mensagem com a capacidade de Raul Seixas ensinar algo aos encarnados.
    Se fosse um livro de qualidade, bem escrito, com uma história arrebatadora, você não iria admití-lo verdadeiro também porque ia criticar a vida de Raul Seixa, seus exemplos negativos, e aí vai. Se o livro é fraco, compatível com o autor, você vai criticar que é fraco, que não é psicografado e tal.
    .
    Agora, à par deste livretinho, citei vários outros, e você escolheu falar do menos expressivo. Assim não dá né Biasa!
    .

  118. Roberto Scur Diz:

    Paulo, ou melhor, Vitor, ou melhor ainda, Emilly,
    .
    Como tu quer que eu te chame?
    Você acha que é capaz de iludir como esta mudança de apelido, com este fingimento de personalidades?
    Tu te entrega em cada frase, e não te flagra.

  119. Vitor Diz:

    Incrível como o Scur acha que eu sou o Paulo e a Emily, mas não vê que Emmanuel = André Luiz = Humberto de Campos = Chico Xavier. :D

  120. Marcos Arduin Diz:

    Biasetto, com relação ao culto à beleza, nada de errado, desde que não fiquemos escravos disso. Parece ser esse o caso exemplificado na obra eventualmente capenga. O problema aí é que o dito espírito estava ligado à única coisa que foi sua glória: sua beleza física.
    Em outro livro, acho que era Voltas que a vida dá, também há o conto onde um fidalgo foi retratado por um artista iniciante. Ficou um bonito quadro, mostrando o jovem fidalgo na plenitude de sua beleza física.
    O quadro foi a fixação do fidalgo, tanto que, mesmo já envelhecendo, mostrava o quadro aos visitantes e comentava dele, como se ainda tivesse aquela idade e aquela aparência, para risos discretos dos visitantes…
    Falecido, confuso com sua situação, viu-se como era realmente e, desesperado com isso, seu espírito viu no quadro a única lembrança de seus tempos de jovem e então apegou-se a ele.
    Tal energização do quadro, dava uma impressão de realismo tal que quem o via jurava que a qualquer momento o fidalgo retratado pularia do quadro e sairia andando. E isso foi a glória para o pintor.
    Mais de século depois, o quadro foi arrematado por um jovem milionário. Na viagem de volta a seu país, o navio naufragou. O milionário e outros passageiros morreram e o quadro acabou destruído, para desespero do espírito do fidalgo ligado a ele. Solto agora, viu diante de si o espírito do milionário e, revoltado tentou atacá-lo. Mas nisso o espírito do jovem se modificou e assumiu a forma do pintor que fizera o quadro. Disse esse então:
    _ Graças a você, fui um pintor famoso. Agora, em paga pelo que me fez, voltei para libertá-lo da prisão que minha obra se tornou para ti, por sua própria vontade.
    .
    É mais ou menos por aí o conto. O caso é que nós fazemos nosso próprio destino e nossa vontade é respeitada, para que colhamos os resultados, bons ou maus de nossa conduta. Querer que Deus seja o bonzinho da situação e nos livre de nossas burradas é nos considerar crianças tapadas…
    .
    Scur, quanto ao André Luís Ruiz, a minha crítica é o MODO de como ele escreve e não ao conteúdo da obra. Ele escreve DEMAIS, com muita coisa desnecessária, que poderia ser removida sem prejuízo para o livro. Quando fui operado da próstata e fiquei 5 dias internado, tentei ler o livro dele Esculpindo o próprio destino. No início lia página por página, mas depois descobri que podia saltar páginas, sem perder o fio da meada da história. Tivesse ele se limitado a escrever o essencial, tornaria a leitura mais fluente e pesaria menos no bolso (o calhamaço de 600 e lá vai fumo páginas custou-me R$ 54,00).
    .
    É isso.

  121. Roberto Scur Diz:

    Vitor,
    Você se considera capaz de encontrar fraudes, evidências de fraudes, vive perseguindo isto porque tu conheces as estratagemas que tu mesmo usas para fraudar a verdade.
    É um comportamento típico já identificado na psiquiatria.
    O espiritismo também cataloga isto quando vemos facilmente em sua literatura que as pessoas são severas no julgamento das outras porque projetam suas mazelas nos outros.
    Se tu fosses bem intencionado, boa gente, enxergaria a bondade e o valor do caráter de Chico Xavier. Como não és assim então só enxerga fraudes, mentiras, enganação, mesmo que tenha que inventá-las.
    Você precisa reciclar teus valores íntimos, não têns noção, és um escarnecedor digno de piedade conforme a citação que eu fiz acima do livro do Emmanuel.
    Veja que é esta pessoa que tu teimas em dizer que “não existiu” que pode te dar a melhor definição do teu perfil psicológico e espiritual – escarneçedor!
    Mas é ele também, Emmanuel, quem me chama à razão para que eu não perca tempo com pessoas assim. Um dia aprendo e um dia tu aprende, isto é certo.
    Não quero prosseguir nesta conversa improdutiva contigo e com teus paulos e emillys.

  122. Roberto Scur Diz:

    Ardwin,
    Entendo o teu ponto de vista. A minha opinião sobre este Esculpindo o Próprio Destino é que ele não é tão bom quando O Amor Jamais te Esqueçe, A Força da Bondade e Sob as Mãos da Misericórdia, e destes três eu acho que não são tão bons quanto os romances de Chico do mesmo período histórico, mas se aproximam muito e eu costumo recomendá-los pois formam uma jornada reencarnacionista de Pôncios Pilatos, Fúlvia, Sulspício (se não me engano o nome) emocionante.

  123. marcelo Diz:

    Scur,
    E realmente é muito fácil ser cético.
    Já fui cético, e,te digo, me sentia muito bem assim,mas os torcegões da vida,as vicissitudes, me levaram para outro caminho.
    Não posso negar algumas experiências parapsíquicas que tive, o que posso fazer é tentar compreende-las,e isto só é possível através da autopesquisa.
    Autopesquisa,que, acho,está faltando à maioria dos frequentadores do blog.De teoria estamos fartos,acho que todos aqui têm bom nível teórico e intelectual,o que falta é experimentação(eu incluso).
    .
    Paulo,
    Conheço,e respeito,muito, o trabalho de Dawkins, Hitchens,Sam Harris,e, principalmente,o grande Carl Sagan.Se tenho heróis,Carl Sagan é um deles.Possuo a clássica série “Cosmos”em vhs e dvd.
    Sagan era agnóstico e admitia várias possibilidades,mas,como excelente homem da ciência que era,queria provas cabais dos fenômenos,o que,convenhamos, talvez nunca tenhamos.
    .
    e, Biasetto,
    concordo contigo,só conversando com o Scur,por telefone que seja, para perceber que é um “gentlemen”.

  124. Biasetto Diz:

    É isto mesmo Marcelo, tenho certeza que se o Scur se encontrar com qualquer um que seja aqui do blog, ele vai fazer amizade bem fácil.
    É que a gente, aqui usando o teclado, às vezes, querendo dizer algo, argumentar, contra-argumentar… fica difícil, e até causa raiva.
    Scur,
    Você sabe concordo com muitas ideias tuas, como discordo de muitas outras.
    Você que o livro do suposto espírito do Raul Seixas ~se justifica de ser fraquinho, porque o Raul Seixas deixou muito a desejar na vida, indicando a questão das drogas.
    Bem, em 1º lugar, o Raul Seixas era muito inteligente, muito culto, tanto que escreveu letras, fez músicas muito qualificadas, com enorme senso crítico.
    Segundo, você se refere à questão das drogas, diminuindo o usuário/dependente, até com um certo preconceito. Não estou defendendo usuário de droga, mas a dependência química é uma questão séria, um problema de saúde, que requer tratamento e muita força de vontade por parte do usuário.

  125. Roberto Scur Diz:

    Biasetto,
    Era inteligente mas não escrever letras de músicas não significa aptidão para escrever livros.
    Justifica ser o livro fraco porque na hora da verdade o que ele acreditou aqui encarnado não teve muita utilidade no outro plano. Se ele não era um exemplo, alguém que valhesse à pena ler enquanto encarnado não vejo razões para ele ter tido uma mudância milagrosa depois da morte.
    Isto é meio repetitivo de tua parte Biasetto. Porque acha que ele teria capacidade de mostrar ensinamentos elevados só porque tinha “morrido”? Porque tu acha que André Luiz teria que não ter passado pelo umbral se ele não tinha dado um encaminhamento saudável para a vida dele? Porque tu quer que a pessoa seja meia-boca aqui na Terra e chego do outro lado na buena, sem colher o plantio equivocado? Porque, porque? É tão difícil entender que somos herdeiros de nós mesmos?
    .
    Se ele tivesse mesmo senso crítico tinha escapado das drogas pois afinal de contas nós estamos nesta lida a milênios, dezenas de milênios, e já está mais do que na hora de vencermos estas fraquezas que não trazem absolutamente nada de bom: drogas, alcool, sexo em desalinho, inveja, ciúmes, desonestidade, mentira, avareza, preguiça, cobiça, etc., e etc.
    .
    Raul Seixas, segundo o livro, acabou numa situação lamentável no plano espiritual. Tu esperava o quê?
    Ele tentou alertar seus fãs para as consequências do uso de drogas, tentou diminuir os problemas que ele ajudou a promover enquanto encarnado famoso e entregue aos vícios.
    .
    Não têm preconceito nenhum de minha parte, tanto que ele acabou sendo um colaborar na tentativa de resgatar pessoas que estavam naquela região de sofrimento, o que mostra que todos podemos ser úteis e refazer o futuro agindo melhor no presente.
    .
    Toda e qualquer paixão humana diminui as forças de seus mantenedores. Este é o grande desafio do viver, vencer nossas más inclinações. É lícito tê-las mas necessário combatê-las.
    .
    Tá, mas agora vou dar uma “vazada” à pedido do Vitor, senão daqui à pouco ele inventa um personagem novo para ser porta-voz daquilo que ele não têm coragem de falar por ele mesmo.
    .
    Tchau. Qualquer coisa é só mandar emails.

  126. Roberto Scur Diz:

    “mas escrever letras de músicas” e não “não escrever…”.
    “alguém que valesse à pena”
    “uma mudança”
    “chega do outro lado”

  127. Gilberto Diz:

    Vou contar a verdade. EU SOU A EMILY!! Mas só nas sextas-feiras na Lapa. E não é só “Emily”! É “EMILY TIGRESA”, e me apresento na boite “Les Infants”, na Av. Mem de Sá. E posso não ser o Vítor, mas como ele, tenho mau-hálito. Mas uso Trident.

  128. Biasetto Diz:

    Gilberto,
    Você e o Scur acabaram com a graça: fiquei feliz por ter uma presença feminina no blog, mas vocês dois, são estraga prazer mesmo!

  129. Biasetto Diz:

    Não sei se a Emilly existe, de fato, ou é o Vítor, sei lá!
    Mas se ela existir, vai acabar processando todos nós!

  130. Gilberto Diz:

    Posso não ser um gênio, mas a Emily me pareceu ser real. Pode não ser o nome dela, mas é uma mulher sim, pois ela escreve com feminilidade. Espero que ela desculpe a brincadeira, é que o Scur vive dizendo que todo mundo é o Vítor. Eu já fui acusado de ser ele umas dez vezes…

  131. Caio Diz:

    Pô, Biasetto, agora que eu li… Você estava no Center Norte! Meu, esse shopping fica ao lado da minha casa, haha! Se eu soubesse antecipadamente, teria dado um pulo lá para conhecer pessoalmente o Sr. e a Sra. Biasetto e as crianças.

  132. Biasetto Diz:

    Puxa Caio!
    Se eu soubesse, seria um grande prazer.
    Mas não vai faltar oportunidade. Não costumo ir muito a São Paulo, mas sempre que vou, principalmente se estiver com minha mulher, passo no Center Norte.
    Próxima vez te aviso, com certeza!
    Um abraço.

  133. Gilberto Diz:

    Alguém passa no Rio-Sul?

  134. Gilberto Diz:

    BarraShopping?

  135. Gilberto Diz:

    Shopping Tijuca?

  136. Gilberto Diz:

    Galeria dos Empregados no Comércio?

  137. Gilberto Diz:

    Podrão da Socorro?

  138. Vitor Diz:

    Eu passo no Rio-Sul sempre que vou cortar cabelo.

  139. Gilberto Diz:

    Eu corto o sul sempre que vou passar cabelo no Rio.

  140. frei xico shavier Diz:

    Vitor, até aqui eu te persigo. Búúú´´uú

Deixe seu comentário

Entradas (RSS)