Arquivo abril, 2017

Livro gratuito! Chico Xavier, um herói brasileiro no universo da edição popular (2008), por Magali Oliveira Fernandes

sexta-feira, abril 28th, 2017

O livro traz muitas informações sobre o Chico Xavier, e mostra que ele tinha acesso às obras dos autores que supostamente psicografou em Parnaso de Além Túmulo. Para ler o livro, clique aqui.

Você tem medo do escuro? Notas sobre a psicologia da crença em histórias da ciência e oculto (2016), por Andreas Sommer

quinta-feira, abril 13th, 2017

A visão popular do conflito inerente entre a ciência e o oculto se tornou obsoleta pelos recentes avanços na história da ciência. No entanto, estas revisões historiográficas passaram despercebidas na compreensão pública da ciência e na educação pública em geral. Particularmente, as reconstruções da formação da psicologia moderna e suas ligações com a pesquisa psíquica podem mostrar que a visão padrão da última como motivada por um viés metafísico não resiste a uma análise. Para ler o artigo em português, clique aqui. Para ler o artigo em inglês, clique aqui.

A pesquisa psíquica e as origens da psicologia americana: Hugo Münstenberg, William James e Eusápia Palladino (2012), por Andreas Sommer

sexta-feira, abril 7th, 2017

Em grande parte desconhecido pelos historiadores das ciências humanas, no final do século XIX os pesquisadores psíquicos estavam ativamente envoltos na realização da incipiente psicologia acadêmica. Além disso, com poucas exceções, os historiadores falharam em discutir as implicações mais amplas do fato de que o fundador da psicologia acadêmica nos Estados Unidos, William James, considerava-se um pesquisador psíquico, e que procurou integrar o estudo científico da telepatia, mediunidade e outros temas controversos na disciplina nascente. Analisando a exposição da célebre médium Eusápia Palladino pelo alemão nato e psicólogo de Harvard Hugo Münsterberg como um exemplo representativo, este artigo discute as estratégias empregadas por psicólogos nos Estados Unidos para expulsar a pesquisa psíquica da agenda da psicologia científica. Argumenta-se que a historiografia tradicional da pesquisa psíquica, dominada por relatos profundamente avessos à sua própria matéria, tem sido parte de uma forma contínua de ‘trabalho-fronteira’ a reforçar o estatuto científico da psicologia. Para ler o artigo em português, clique aqui. Para lê-lo em inglês, clique aqui.

Pesquisa psíquica na história e filosofia da ciência. Uma introdução e revisão (2014), por Andreas Sommer

quarta-feira, abril 5th, 2017

Excelente artigo de Andreas Sommer mostrando como diversos membros da Academia reagem perante os estudos psi. Para ler o artigo em português, clique aqui. Para ler o artigo em inglês, clique aqui.

Entradas (RSS)