Livro Gratuito! Prodígios da Biopsíquica obtidos com o médium Mirabelli (1937), por Eurico de Góes.

Já existe uma versão deste livro gratuita na internet, mas a numeração das páginas não obedece a ordem do livro impresso. Agora está exatamente como no livro. O escaneamento foi feito em altíssima resolução (600 dpi), em um total de 755 megabytes. Para baixar, clique aqui ou aqui.

54 respostas a “Livro Gratuito! Prodígios da Biopsíquica obtidos com o médium Mirabelli (1937), por Eurico de Góes.”

  1. Phelippe Diz:

    Este livro é fantástico!!!

  2. Marciano Diz:

    Oi, Phelippe.
    TODO livro que trata de fantasmas é fantástico por definição. 
     
    HOUAISS
    fantástico Datação: sXIV

    ? adjetivo e substantivo masculino
    1 que ou aquilo que só existe na imaginação, na fantasia
    Exs.: vivia imaginando coisas f.
    na sua cabeça só havia lugar para o f.

    ? adjetivo
    2 que tem caráter caprichoso, extravagante
    Ex.: o espetáculo lançava na parede grandes sombras f.
    3 que é fora do comum; extraordinário, prodigioso
    Ex.: possuía um talento f.
    4 que não tem nenhuma veracidade; falso, inventado
    Ex.: como suas alegações de defesa eram f., foi condenado
    5 Rubrica: literatura.
    diz-se de obra do gênero fantástico
    Ex.: só escrevia contos f.

     
    AURÉLIO
    fantástico
    [Do gr. phantastikós, pelo lat. med. phantasticu.]
    Adjetivo.
    1.Só existente na fantasia ou imaginação:
    As sereias são seres fantásticos;
    “E ri-se a orquestra irônica, estridente… / E da ronda fantástica a serpente / Faz doudas espirais…” (Castro Alves, Obra Completa, p. 280).
     
    fantastisch
     
    Adjektiv
    von der Fantasie erzeugt (oder so scheinen)
     
    Ich mache ein Scherz, natürlich.

  3. Phelippe Diz:

    Então, Marciano, aí o valor desse livro. Cheio de fotos e causos interessantes. E bem perto de nós. O povo do Correio Paulistano, até por conta da orientação oficial do governo paulista de então, tentou desacreditar o Mirabelli, mas tem muita coisa interessante que ficou sem resposta. Queria achar as atas das reuniões, se é que existem.

  4. Phelippe Diz:

    E olha que conheci o blog do Vitor numa pesquisa sobre o Mirabelli.

  5. Gorducho Diz:

    É um dos melhores livros espíritas de todos os tempos.

  6. Marciano Diz:

    Creio que essas atas não mais existem.
    Será que o Vitor consegue algumas para nós. Aposto que não. Veremos.
    Escolham se querem o ponto ou não.
    Explico melhor: aposto que não veremos.
    Ó poltegeist! Este comentário AINDA não foi publicado. Como eu posso ter dito isto antes?

  7. Gorducho Diz:

    Está tentando conseguir infos acerca dos ficheiros das Academias, Sr. Administrador :?:

  8. Gorducho Diz:

    Essa também é genial: o cara se flagra que esqueceu o guarda-chuva em Santos, e o Mirabelli traz de volta ele pra SAO :!:
     
    DESLOCAÇÃO DE UM GUARDA-CHUVA, DE SANTOS PARA SAO PAULO
    Viajando com o médium, em automóvel, de Santos para a capital paulista, verifiquei haver esquecido, na cidade marítima, o meu guarda-chuva. Ao entrarmos, juntos, na casa do médium (Alameda Barão do Rio Branco, n. 23), e relembrando o facto, vimos despencar-se, de um canto do forro da sala, fechada, em que estávamos, o objecto olvidado! O que nos fez rir a ambos, produzindo-nos a natural admiração pelo phenomeno, embora inferior a muitos outros espontaneamente realizados.
     
     
    Enquanto isso a mediunidade de hoje-em-dia é só
    Querida mãezinha, lhe peço a benção
    Devemos seguir Jesus acima de tudo blah blah blah
    bah :!: :(
    EM TUC

  9. Gorducho Diz:

    EM TUC

  10. Gorducho Diz:

    Fvr. ictalizar a citação, Sr. Administrador
     
     
    By the way… ¿e aquela tradução da novela em francês?
    Se convenceu que não tem nada ali :?:

  11. Vitor Diz:

    A tradução deve ficar pronta em 15 de dezembro. O caso certamente não oferece boa evidência de reencarnação. Uma ou outra informação pode ser paranormal.

  12. Vinicius Diz:

    kkk, essa do guarda-chuvas foi sensacional hein!
     
    Realmente GORDUCHO, não se fazem mais médiuns como antigamente. E olha que nesse tempo não tinha tantos cursinhos que “foram médiuns”.
     
    Minha carteirinha de médium sumiu há tempos.
     
    Querida vovó Lupertina . Aqui no Educandário Lampadário de Bezerra temos aprendizado cristão todo os dias. Outro dia recebemos a excelsa visita do inesquecível rei dos médicos, Dr.Bezerra que pediu para dizer a você e a todos reunidos nesta abençoada casa espírita que os momentos são graves e tormentosos mas que sigamos com Jesus e bla bla bla…

  13. Vinicius Diz:

    Vitor diz:Uma ou outra informação pode ser paranormal
     
    Afinal caro Vitor, o médium do Ceará, no caso da ossada, foi considerado paranormal ou mediúnico? voltou a falar sobre isso com alguém que estudou o médium e aquela senhora, a mãe do rapazinho Galdino?

  14. Vitor Diz:

    Até o momento não o considero nem uma coisa nem outra… E não voltei a falar com ninguém do caso. O telefone da Delegacia é (0xx85) 3101.2808. O Edgar que atende é bastante prestativo, mas o ideal é falar com o delegado Wellington, para saber se houve alguma novidade.

  15. Marciano Diz:

    Parece que Vitor não tá levando muito a sério a história do Galdino. Ou teria mais interesse em informações.

  16. Marciano Diz:

    Se nem o Vitor, que tem carteirinha de fã-clube do Sobrenatural, se interessa pelo caso Galdino, é porque ali não tem nada mesmo.

  17. Vitor Diz:

    Depois daquela lagoa seca ser dita bonita pelo espírito, perdi o interesse mesmo.

  18. Marciano Diz:

    Vai aqui uma listinha de psicografias que seriam interessantes ( no estilo “Mecanismos da Mediunidade” ):
    https://pt.wikipedia.org/wiki/Problemas_em_aberto_da_matem%C3%A1tica

  19. Marciano Diz:

    Será que o Mirabelli, capaz de teletransportar guarda-chuvas, seria capaz de trazer umas das sondas que estão no solo de minha terra natal?
    O desaparecimento das sondas, que passariam a emitir sinais daqui da Terrinha mesmo, seria notícia em todos os jornais do mundo.
    E agora que o Mirabelli está desencarnado, deve ser ainda mais fácil para ele fazer o teletransporte.

  20. Marciano Diz:

    Ou será que o Mirabelli já reencarnou, lá pelo Ceará?

  21. Marciano Diz:

    A lagoa seca foi o suficiente para desinteressá-lo.
    E os homens pelados na Lua? Nada a declarar?

  22. Vitor Diz:

    Nada que eu já não tenha dito antes. Aquilo ali é o que o LeShan diz ser “loucuras do inconsciente” do Swann. De qualquer modo, ele não temia situações experimentais, e se saiu muito bem em vários testes.

  23. Marciano Diz:

    É Carmine ou Carlos Mirabelli?
    Aqui vai um vídeo sobre o super médium:
    https://www.youtube.com/watch?v=wkTgrLUMBzw

  24. Marciano Diz:

    Veja o vídeo sobre o Mirabelli, Vitor, e diga se ele não era melhor do que o Swann.

  25. Marciano Diz:

    cx nem chega perto de Mirabelli.
    O maior médium de todos os tempos.

  26. Vitor Diz:

    Um médium pego em fraude, do meu ponto de vista, nunca será melhor do que um jamais pego em fraude, Marciano.

  27. Marciano Diz:

    Parece que a pesquisa parapsi andou meio bagunçada nos anos 30.

  28. Marciano Diz:

    Já lhe ocorreu que um médium nunca pego em fraude pode ser igual a um ladrão ou político nunca pego em fraude?
    Pode ser pura sorte, aliada a muita competência como prestidigitador.

  29. Marciano Diz:

    Vou deixar uma isca para o Phelippe:
    https://www.youtube.com/watch?v=Arc1XExkrQg
    Biografia do Mirabelli, com duas horas, três minutos e nove segundos.

  30. Marciano Diz:

    Eu também tenho alguma coisa em comum com o Mirabelli. Quem for sábio, que calcule o que é.

  31. Marciano Diz:

    Parece que o Mirabelli, apesar de usar também ectoplasma de gaze, nunca foi pego em fraude e passou bem em testes.
    Vejam a palestra, no vídeo acima, com fotos da época e tudo o mais.

  32. Marciano Diz:

    Aos 33 e 46, pode-se ver foto de ectoplasma de gaze saindo do ouvido do Mirabelli.

  33. Marciano Diz:

    Por volta de 1 hora e 40 tem a foto do Mirabelli e a manipulação da foto.
    Por que um supermédium como ele faria uma sujeira dessas?
    Não acredito que seja fraude. Mirabelli foi o maior prestidigi, digo, médium de todos os tempos.

  34. Marciano Diz:

    Mirabelli psicografou até Sócrates, um cara que provavelmente nem existiu.

  35. Marciano Diz:

    Vou evocar o espírito de Platão, se não estiver reencarnado em algum mundo superior, para que me diga se Sócrates foi invenção de sua mente ou se realmente existiu.

  36. Marciano Diz:

    Vou precisar sair agora, mas repito a pergunta que Vitor talvez não tenha visto.
    Logo mais eu vejo a resposta (se ele responder, claro).
    Marciano Diz:
    DEZEMBRO 7TH, 2017 ÀS 4:03 PM
    Já lhe ocorreu que um médium nunca pego em fraude pode ser igual a um ladrão ou político nunca pego em fraude?
    Pode ser pura sorte, aliada a muita competência como prestidigitador.

  37. Marciano Diz:

    Parece que Sócrates conhecia a seleção natural, mas não entendia muito bem o conceito de “evolução”.

  38. Marciano Diz:

    Wallace e Darwin não têm qualquer valor como cientistas. Sócrates foi quem lhes revelou a seleção natural.
    Só que Sócrates não sabia muito bem o que é evolução. Achava que os seres vivos evoluem até chegar ao reino hominal.

  39. Marciano Diz:

    Sempre que me lembro de reino hominal fico imaginando o Arduin, explicando a seus alunos o conceito desse tal reino.

  40. Marciano Diz:

    RECADO PARA MIRABELLI

  41. MONTALVÃO Diz:

    /
    Phelippe Diz:
    .
    Então, Marciano, aí o valor desse livro. Cheio de fotos e causos interessantes. E bem perto de nós. O povo do Correio Paulistano, até por conta da orientação oficial do governo paulista de então, tentou desacreditar o Mirabelli, mas tem muita coisa interessante que ficou sem resposta. Queria achar as atas das reuniões, se é que existem.
    /.
    CONSIDERAÇÃO: O Correio Paulistano não “tentou” desbancar Mirabelli, ele efetivamente desbancou! Se num espetáculo simples, que qualquer espirotizinho de porco seria capaz de prover, o médium não conseguiu responder, imagina nas grandes realizações a ele atribuídas? O fato é que Mirabelli se valia dos ingênuos acreditadores em seus poderes para que sua imagem de maior do mundo fosse consolidada. Em experimentos controlados zero de poder!

  42. MONTALVÃO Diz:

    /
    Vitor Diz:
    .
    Um médium pego em fraude, do meu ponto de vista, nunca será melhor do que um jamais pego em fraude, Marciano.
    /.
    CONSIDERAÇÃO: xiii, então danou-se geral: Piper foi pega em fraude, Palladino idem…
    .
    Sem esquecer de coisa que vossa mercê nunca lembra: NUNCA TER SIDO PEGO EM FRAUDE NÃO É O MESMO QUE “NUNCA FRAUDOU”, Dunglas Home que o diga.
    .
    E Swann (que originalmente era Swan)? Nunca foi pego em fraude? O crédulos nele dirão que não, o que mostra a ingenuidade dos fãs: os peladões na lua estão aí para quem quiser conferir!
    .
    Ah, mas os pelados da lua eram fantasmas do inconsciente do pobre vedor remoto, afinal se Leshan disse que eram então são! Santa infantilidade!
    .
    Antes que alguém desesqueça: as malandrices de Ingo não se resumiram a contemplar desnudos na lua…

  43. MONTALVÃO Diz:

    /
    Marciano Diz:
    .
    Eu também tenho alguma coisa em comum com o Mirabelli. Quem for sábio, que calcule o que é.
    /.
    CONSIDERAÇÃO: Cálculo: 1×1+1×1= Marte/Mirabelli, quer dizer, parecem irmãos gêmelos: cara dum focinho doutro…
    .
    Acertei?

  44. Vitor Diz:

    Montalvão,
    George P. Hansen disse em 1990 no JP:
    .
    Um risco mais moderado é encontrado quando se planeja uma experiência com um único sujeito que é bem conhecido dos investigadores e para quem nenhuma suspeita de fraude foi levantada. Leonora Piper seria um exemplo histórico. Os exemplos mais recentes poderiam incluir Malcolm Bessent, Hella Hammid, Keith Harary, Ingo Swann, e Olga Worrall. Que seja de meu conhecimento, nenhuma questão foi levantada sobre a integridade de quaisquer destes sujeitos. Acrescente-se que Bessent, Harary, Piper, Swann, e Worrall foram testados por vários investigadores diferentes em laboratórios separados.
    .
    Se você tiver algo mais forte para falar sobre Piper além das tentativas dos controles de agradar aos consulentes, isso seria digno de publicação. Caso contrário, você não traz nada de novo. Isso não é visto como fraude da médium. Os peladões na lua do Swann também não. Ok?

  45. Gorducho Diz:

    Não, os operários nus na face oculta só mostram que não havia poderes paranormais.
    Tudo fantasia, imaginação.
    Não quer dizer que “médiuns” fraudem. Eles se metem na cabeça que têm tais “poderes” (de comerciar intermundos…) – é auto sugestão.

  46. Vitor Diz:

    GORDUCHO DISSE: “Não, os operários nus na face oculta só mostram que não havia poderes paranormais.”
    .
    Não naquele momento. Mas Swann exibiu poderes em diversas classes de experimentos.

  47. MONTALVÃO Diz:

    /
    VITOR: Se você tiver algo mais forte para falar sobre Piper ALÉM DAS TENTATIVAS DOS CONTROLES DE AGRADAR AOS CONSULENTES, isso seria digno de publicação. Caso contrário, você não traz nada de novo. Isso não é visto como fraude da médium. Os peladões na lua do Swann também não. Ok?
    /.
    CONSIDERAÇÃO: imagina se vou ter mais do que já citou, isso é mais que suficiente! Aliás, você mesmo reconhece a fraude, embora a disfarce em “tentativas dos controles de agradar aos consulentes”.
    .
    Observe como se constrói uma falácia: afirma-se que as fraudanças eram falhas dos “controles”, quer dizer: afirma a realidade desses tais controles, coisa que não está absolutamente demonstrada, e com essa rota desculpa “esclarece” a pendenga!
    .
    Os peladões da lua de Swann vão pelo mesmo caminho: visto não ser possível perscrutar o inconsciente de Ingo fica valendo qualquer coisa que se diga de lá provenha, o que livra o sujeito de ser “injustamente” tachado de aldrabão!
    .
    O mesmo sucedia com Osborne: as claras demonstrações de leitura fria eram debitadas à miopia dos espíritos, às dificuldades de pronunciar nomes próprios e a outras malandradas.

  48. MONTALVÃO Diz:

    /
    Gorducho Diz:
    .
    Não, os operários nus na face oculta só mostram que não havia poderes paranormais.
    Tudo fantasia, imaginação.
    Não quer dizer que “médiuns” fraudem. Eles se metem na cabeça que têm tais “poderes” (de comerciar intermundos…) – é auto sugestão.
    /.
    CONCORDO PARCIALMENTE com o Gorducho, apenas refaria a frase para o seguinte:
    /
    “Não quer dizer que TODOS OS “médiuns” fraudem. ALGUNS metem na cabeça que têm tais “poderes” (de comerciar intermundos…), NESTES CASOS, é autossugestão.”
    .
    A fraude consciente entre médiuns é reconhecida até por quem acreditam que mortos interajam com vivos.

  49. Vitor Diz:

    MONTALVÃO DISSE: “imagina se vou ter mais do que já citou, isso é mais que suficiente! Aliás, você mesmo reconhece a fraude, embora a disfarce em “tentativas dos controles de agradar aos consulentes”. Observe como se constrói uma falácia: afirma-se que as fraudanças eram falhas dos “controles”, quer dizer: afirma a realidade desses tais controles, coisa que não está absolutamente demonstrada, e com essa rota desculpa “esclarece” a pendenga!”
    .
    Entenda os controles como personalidades secundárias se quiser. O fato é que Piper não tinha memória do que ocorria na sessão, por isso dizer que ELA foi pega em fraude é o fim da picada. Todos concordam que a honestidade dela era absoluta, o mesmo não se podendo dizer dos controles.
    .

    MONTALVÃO DISSE: “Os peladões da lua de Swann vão pelo mesmo caminho: visto não ser possível perscrutar o inconsciente de Ingo fica valendo qualquer coisa que se diga de lá provenha, o que livra o sujeito de ser “injustamente” tachado de aldrabão!”
    .
    Os peladões na Lua dele NADA ficam a dever aos macacos no Sol de Piper. Será que é tão difícil vc perceber que é o mesmíssimo caso? Ou vc acha que Piper acreditava mesmo em macacos no Sol? Não está vendo que são loucuras do inconsciente isso? Chamar isso de fraude para acusar Swann ou Piper é usar de MUITA má fé!

  50. MONTALVÃO Diz:

    /
    VITOR: Entenda os controles como personalidades secundárias se quiser. O fato é que Piper não tinha memória do que ocorria na sessão, por isso dizer que ELA foi pega em fraude é o fim da picada. Todos concordam que a honestidade dela era absoluta, o mesmo não se podendo dizer dos controles.
    /.
    CONSIDERAÇÃO: ora, ora, se entendermos os controles como pseudopersonalidades (o que é infinitamente mais viável que tomá-los por entidades alienígenas comunicantes), estas forjadas pelo subconsciente da mulher, então a alegação de que “a honestidade dela era absoluta” fica prejudicada. Ela, neste caso, jogava sua desonestidade para sua subconsciência. Embora, aqui se tome “desonestidade” em termos relativos, ou seja, Piper não queria necessariamente ser desonesta, queria que aceitassem que espíritos estivessem em intercâmbio com ela. Assim, fazendo uso de suas pessoais habilidades teatralizava seu almejo.
    .
    Quanto a ela não ter memória dos acontecimentos durante o transe é difícil garantir. Provavelmente não teria lembranças vívida, mas nebulosas recordações. Como isso nunca foi devidamente perquirido, a incerteza permanece.

  51. MONTALVÃO Diz:

    /
    VITOR: Entenda os controles como personalidades secundárias se quiser. O fato é que Piper não tinha memória do que ocorria na sessão, por isso dizer que ELA foi pega em fraude é o fim da picada. Todos concordam que a honestidade dela era absoluta, o mesmo não se podendo dizer dos controles.
    /.
    CONSIDERAÇÃO: “No todo, acredito que todos os observadores, tanto na América quanto na Inglaterra, que viram o suficiente da Sra. Piper em ambos os estados para serem capazes de formar um julgamento, concordarão em afirmar (1) que muitos dos fatos dados não podiam ter sido conhecidos mesmo por um detetive habilidoso; (2) que conhecer outros deles, embora possíveis, teria necessitado de um gasto de dinheiro, assim como de tempo, que parece impossível supor que Sra. Piper pudesse ter; e (3) que sua conduta nunca deu qualquer base para supor ser capaz de fraude ou trapaça. Poucas pessoas foram tão longa e cuidadosamente observadas; e deixou em todos os observadores a impressão de retidão completa, franqueza, e honestidade.”
    .
    Menos que isto não seria justo dizer. Mas, POR OUTRO LADO, DEVE SER LEMBRADO DE QUE A HONESTIDADE PESSOAL DA SRA. PIPER, NO ESTADO DESPERTO, COBRE SÓ UMA PARTE DE NOSSAS DIFICULDADES. Estamos lidando com um indivíduo honesto, e com um transe genuíno; mas DE MODO ALGUM DECORRE QUE A PERSONALIDADE DO TRANSE SEJA TÃO HONESTA QUANTO A DO ESTADO DESPERTO.”
    .
    (A RECORD OF OBSERVATIONS OF CERTAIN PHENOMENA OF TRANCE – Frederic W. H. Myers, Oliver J. Lodge, Walter Leaf and William James. Tradução: Marcel Milcent)

  52. MONTALVÃO Diz:

    /
    “Os peladões na Lua dele NADA ficam a dever aos macacos no Sol de Piper. Será que é tão difícil vc perceber que é o mesmíssimo caso? OU VC ACHA QUE PIPER ACREDITAVA MESMO EM MACACOS NO SOL? Não está vendo que são loucuras do inconsciente isso? Chamar isso de fraude para acusar Swann ou Piper é usar de MUITA má fé!”
    /.
    CONSIDERAÇÃO: qual a dificuldade de achar que Piper acreditasse haver macacos no sol, ou que Swann estivesse convicto de ter visto desnudos na lua? Que eu saiba, nenhum nem outro fizeram mea culpa quando conscientes. Swann, espertamente, inventava coisas ou laborava com o que lhe fosse de conhecimento, a fim de “ver” remotamente. Isso é patente. Quando ele falou ter visto anéis em Júpiter, e depois se confirmou que era fato, então todos os fãs dizem: Oh! ele estava vendo remotamente! Quando garante ter contemplado pelados em Selene e isso fica patente ser insustentável, então alegam: “coitado, tem hora que ele se deixa levar por suas pessoais fantasias!”.
    .
    Acontece que os pelados da lua não foram mera referência casual, foi a descrição de um evento que o esperto estaria a contemplar. Disse várias coisas a respeito da cena, e muito mais diria se não fosse “percebido” pelos extraterrenos. Então, o cientista que conduzia o experimento lhe recomendou: “sai fora, rapidinho, antes que eles façam algo contra você” (ou coisa parecida).
    .
    Swann sabia selecionar seus experimentadores e só trabalhava com quem lhe merecesse confiança. Afirmava que não se deixava experimentar, mas participava de experimentações. Não foi por acaso que sua carreira paranormal começou quando associou-se à dupla Targ e Puthoff, que dispensa comentários.

  53. Gorducho Diz:

    Mas o espiritismo funciona assim… sempre segundo a conveniência do momento.
    Quando convém os espíritos enxergam os mínimos detalhes;
    quando não convém são hiperemotivos e só “envergam” “emoções”…
    As “teorias” se ajustam ad hocmente à conveniência momentânea da defesa da Crença caso-a-caso :oops:

  54. Gorducho Diz:

    envergam
    enxergam

Deixe seu comentário

Entradas (RSS)