Pesquisa psíquica na história e filosofia da ciência. Uma introdução e revisão (2014), por Andreas Sommer

Excelente artigo de Andreas Sommer mostrando como diversos membros da Academia reagem perante os estudos psi. Para ler o artigo em português, clique aqui. Para ler o artigo em inglês, clique aqui.

83 respostas a “Pesquisa psíquica na história e filosofia da ciência. Uma introdução e revisão (2014), por Andreas Sommer”

  1. Gorducho Diz:

    Engraçado… o cara fala… fala… e eu não consegui captar o ponto dele…
    Em princípio não haveria nada de errado com a Pesquisa Psíquica (Metapsíquica no continente) – ao contrário da Parapsicologia onde até o conceito é errado. Simplesmente ela acabou por falta de resultados e muitas evidentes farsas.
    Não tem mistério nenhum aí pra quem conhece a matéria.

  2. Vitor Diz:

    Há vários pontos.
    .
    01 – Céticos não possuem o monopólio do pensamento racional.
    .
    02 – Não dá para colocar os parapsicólogos em caixinhas, chamando-os de ‘crentes’, ‘ingênuos’, ou afins.
    .
    03 – Muitos divulgadores científicos contam versões completamente erradas da pesquisa psíquica, por se basearem em fontes de segunda mão (ou de terceira, ou pior).
    .
    04 – Várias ideias que nasceram na pesquisa psíquica se espalharam para o mainstream.
    .
    05 – Vários céticos tiveram atitudes completamente não científicas ao lidar com os fenômenos psi.
    .
    06 – Muitos cientistas se sentem coagidos a manter suas convicções pró-paranormal escondidas.
    .
    Enfim, se for possível resumir todos os pontos dele em um só, é que fatores sociais, culturais, psicológicos influem na atividade científica, que longe está de ser algo puramente racional.

  3. Gorducho Diz:

    A Pesquisa Psíquica não fracassou por isso.
    Fracassou porque os alegados fenômenos não acontecem quando não-bobos são os experimentadores.
    Ela em si, em conceito, estava certa; ao contrário da parapsicologia.

  4. Vitor Diz:

    É justamente essa visão simplista que o Andreas Sommer detona no artigo dele.
    .
    após uma análise mais aprofundada, esse ‘ceticismo’ era mais programático do que informado. Os escritos e cartas de James estão repletos de queixas sobre desqualificações ex cathedra de suas investigações por colegas científicos e filosóficos que se recusaram a ver por si mesmos se James era um ingênuo ou não. Ao tentar recrutar colegas em particular para juntarem-se a ele para testar as capacidades psíquicas relatadas pela médium Leonora Piper, por exemplo, a maioria simplesmente recusou, e pelo menos dois deles — Hugo Münsterberg e Josiah Royced — continuaram a atacar publicamente e a deturpar o trabalho publicado por pesquisadores psíquicos de elite como James e seus amigos Gurney, Richard Hodgson e F. W. H. Myers (ver James, 1901, p. 15, Sommer, 2012b, pp. 29-31, 38n15). Em uma carta a James McKeen Cattell, James confessou: “Eu costumava pensar que a história dos astrônomos peripatéticos que não olharam pelo telescópio de Galileu para as luas de Júpiter (preferindo o distanciamento juntamente com a autoritatividade) fosse uma fábula, mas a natureza do tempo deu a prova”.

  5. Gorducho Diz:

    Até pode ser na época mas o tempo se encarregou de provar que os céticos tinham razão.
    A pesquisa psíquica se esvaneceu pela falta de resultados e pelas farsas.
    E veja que não foi por falta de verbas. O orçamento do IMI era enorme (vou ver se descubro e depois lhe comento…).

  6. Gorducho Diz:

    Hoje estamos cá, prontos, e :?:
    Não é razoável supor que esses fenômenos acontecessem da 2ª metade do XIX até os ’30s do passado e depois deixaram de existir. A explicação obvia, e comprovada pelas fotos & demais farsas descobertas, é que nunca existiram.

  7. Vitor Diz:

    E aí temos um iogue que para o coração por oito dias em 1973, replica em 1977 e em 1981, e jamais foi, ao que parece, pego em fraude, e ninguém até hoje consegue replicar por meios normais o que ele fez.
    .
    Pessoas extraordinárias tal qual Piper não deixaram de existir no século XIX e início do XX …

  8. Vitor Diz:

    E não custa lembrar:
    .
    Apesar das repetidas declarações feitas pelos palestrantes de diversas conferências parapsicológicas nos últimos anos de que eles enfrentam a falta de bons sensitivos para trabalhar, muito pouco está sendo feito atualmente com os que estão disponíveis e dispostos a participar das pesquisas

  9. Marciano Diz:

    COMUNICADO:
    Acabo de mudar de lado. Passei para a bancada científica.
    Estou deixando de vez o pseudo-ceticismo.
    Estou plenamente convencido dos fenômenos anômalos, exaustivamente demonstrados aqui e alhures.
    Não vejo nada demais em um iogue bater o coração de 8 em 8 dias, a seu bel prazer, em médiuns que encontram alguns corpos e não encontram TODOS os outros, em fenômenos de trezentos anos atrás que não foram explicados por alguns cientistas da época.
    Com o tempo, quem é inteligente tende a melhorar.
    Eu não sou assim tão inteligente, mas água mole em pedra dura…
    Cum insanientibus furere.
    Qui cum insanis non insanit, is insanit.

    Estou cansado de ser chamado de desonesto intelectual, só porque não CONCORDAVA (passado) com as novas descobertas científicas.
    Finalmente aprendi que não há como negar a realidade.
    Eu estava preso ao passado, aferrado a pensamentos retrógrados e à teimosia, já que tive a infelicidade de aprender o básico da ciência com professores e livros atrasados, não atualizados com a novel ciência paranormal.

  10. Marciano Diz:

    Agradeço ao Doutor Alexandre, por repetidamente me chamar de desonesto intelectual e de usar argumento de homem de palha.
    Se não fosse sua franqueza, que confundi com falta de educação, não teria me convencido.
    Agora estou torcendo para que os demais ignorantes, como Gorducho, Montalvão, Antonio GPOA, TOFFO, COC, etc., acordem para os novos tempos.

  11. Vinicius Diz:

    Ontem morreu um transeunte de parada cardíaca na rua após algum tempo. Quiça o SAMU (ou as pessoas que estavam ao redor )conhecessem técnicas iogas profundas e evitassem o desencarne do moço…
     
    Cobriram-no no aluminio para aguardar o IML.
    Mas como saber se ele deu uma parada de 8 dias no coração? Afinal, os socorristas não sabem se ele era praticante de ioga.
     

  12. Vitor Diz:

    Ninguém está dizendo para você não ver nada demais em um iogue parar o coração por 8 dias, Marciano. Mas eu fico mais espantado é como, se houve alguma fraude, NINGUÉM ainda parece ter descoberto como o iogue a fez. A incompetência de cientistas e mágicos nesse quesito me parece mais extraordinária do que a descoberta da hibernação de alto grau em humanos, ou mesmo o uso de substâncias zumbificadoras…

  13. Vitor Diz:

    Oi, Vinícius
    o iogue informa que a mente não para enquanto se encontra naquele estado. Então não há risco de o transeunte ser dado como morto por engano.

  14. Gorducho Diz:

    Como é que alguém pode ter descoberto se não se estava lá e ele tava num buraco sem filmagens :?:
    No dia que fizerem isso numa sala duma Harvard Medical com câmaras IR H24 em gravação 100% salva, e médicos reconhecidamente céticos participando – ainda que possa ter outros espíritas (ou seus equivalentes no misticismo indu, claro…) nos moldes de fiscalizações mútuas como propomos nossos experimentos – aí se conversa de novo.

  15. Vitor Diz:

    Oi, Gorducho
    da mesma forma que se descobriu como a Florence Cook ou a Ana Eva Fay podem ter burlado os testes de Crookes sem precisar estar dentro da cabine ou colocar câmeras lá dentro para ver como elas fizeram.

  16. Marciano Diz:

    Oi, Vitor.
    Você está corroborando o que eu disse.
    Se nenhum mágico ou cientista descobriu como o iogue fez, é porque o que ele fez é real.
    Se fosse truque, mágicos e cientistas teriam descoberto.
    Exatamente o que eu disse, agora que virei a casaca.
    A não ser, claro, que os mágicos e cientistas fossem incompetentes, como você disse. Mas não parece ser o caso, pois até o grande Crookes não foi capaz de ver fraude alguma, logo, não houve fraude.
     

    No caso relatado por VINICIUS, os socorristas devem ter observado que a mente do transeunte havia parado, não se limitaram a ver se houve parada cardíaca, o que é muito comum em atendimentos do SAMU (ou as pessoas que estavam ao redor ), como disse VINICIUS.
    Sendo assim, não há risco de ele ter sido dado como morto por equívoco, só porque estava meditando.
     
    Por outro lado, os socorristas deveriam receber aulas básicas de ioga, just in case.

  17. Marciano Diz:

    Gorducho, quando os crentes na novel ciência do terceiro milênio (oops, é do segundo) resolverem participar dos experimentos propostos aqui, eu estarei presente, mas agora do lado crente.
    Não integro mais a bancada cética.
    Mas serei imparcial, do mesmo jeito, não se preocupe.
     
    Sirvo-me da oportunidade para requerer exoneração do meu humílimo cargo de terceiro-secretário da bancada cética, agora que não mais o sou.
    Como o presidente não está presente, endereço meu requerimento a Vossa Excelência.
    Nestes Termos,
    Espero Deferimento.

  18. Gorducho Diz:

    Perfeito, mas requer um técnico especializado no aparelho que eles usaram na época.
    O que eu simplesmente não consigo admitir é que o Sr. possa admitir a possibilidade do cara ter passado 8 dias sem o coração bater.
    Abandonou o espiritismo mas partiu pruma linha muito mais doidona. Francamente…
    Hipotermia é outra coisa como no Iberia #904.
    E claro que o coração ficou batendo.

  19. Marciano Diz:

    Agora você não podem mais dizer que “nenhum” membro da bancada crente topa experimentos.
    Eu topo.
    Não tenho “nem um” medo de experimentos.”

  20. Gorducho Diz:

    VISTAS
    Requerimento que se percebe elaborado sob estado de profundo stress psicológico motivado pelo requerente ter sido forçado a presenciar aberrações.
    NEGADO
    É O DESPACHO

  21. Marciano Diz:

    Os comentários acima estão de acordo com a NOVÍSSIMA GRAMÁTICA DA LÍNGUA PORTUGUESA, do renomado linguista Alexandre Evanildo Bechara.
    Acaba de ser aprovada a NOVÍSSIMA NOMENCLATURA GRAMATICAL BRASILEIRA.
    ALEXANDRE EVANILDO BECHARA
    Clique no nome do honestíssimo e competentíssimo gramático, para comprovarem.

  22. Marciano Diz:

    Acato humildemente seu despacho, venerável Senhor Vice-Presidente.
    Requeiro, alternativamente, licença para tratamento de saúde, até que o profundo stress psicológico causado pelas aberrações que tenho presenciado tenha remissão (aqui, no sentido de enfraquecimento, diminuição ou atenuação temporária dos sintomas de uma doença).
    Tenho medo de sofrer um colapso nervoso, coisa que sucedeu até com o nosso honrado Presidente.
    Posso ser de palha, mas não sou de ferro.

  23. Gorducho Diz:

    VISTAS
    Em havendo perigoso grau de stress psicológico, recomendável tratamento.
    Necessária liberdade para eventuais viagens para as consultas conforme for da conveniência do requerente.
    CONCEDIDA
    É O DESPACHO

  24. Marciano Diz:

    Ciente do deferimento do pedido.
    Estou iniciando o tratamento anti-stress psicológico imediatamente.
    Volto assim que tiver alta, após recuperar o discernimento perdido diante de tantas insanidades que fui obrigado a engolir, ou quando o juízo voltar ao blog, o que ocorrer primeiro.
    Fui advertido pelo terapeuta cognitivo comportamental de que corro risco de passar a acreditar em iogues mortos-vivos, médiuns com índice de acerto de 000000,1%, fenômenos alegadamente anômalos ocorridos há dezenas de anos e outras revelações científicas insanas, o que chegou a ocorrer por breve tempo.
    O MINISTÉRIO DA SAÚDE ADVERTE: A LEITURA DE ARTIGOS DESTE BLOG PODE SER LETAL PARA A SANIDADE MENTAL DOS FREQUENTADORES.

  25. Gorducho Diz:

    Até porque acredito que a próxima série que vem aí trata das substâncias zumbificadoras…
    :evil:

  26. Borges Diz:

    Caro Amigo.
    Acho que você está pior que o Sr. L.
    Um abraço

  27. Gorducho Diz:

    Acaso conheceria algo sobre substâncias zumbificadoras, Analista Borges :?:
    Me interessei agora pelo tema…

  28. Borges Diz:

    Embora conste no NT, esse assunto ainda não despertou minha atenção.
    Um abraço

  29. Gorducho Diz:

    NT = Novo Testamento dos cristãos :?:

  30. MONTALVÃO Diz:

    /
    “Enfim, se for possível resumir todos os pontos dele em um só, é que fatores sociais, culturais, psicológicos influem na atividade científica, que longe está de ser algo puramente racional.”

    /
    DEVERAS, a ciência muito deve ao misticismo… a ele deve todas as irracionalidades produzidas pela tecnociência: o computador irracional, os automóveis irracionais, as irracionais teorias quânticas… tanta irracionalidade que não se sabe o que seria da ciência sem sua parcela mística…
    .
    FALA SÉRIO, PÔ!
    .
    FALAR SÉRIO!

  31. Borges Diz:

    51 Naquele momento, o véu do santuário rasgou-se em duas partes, de alto a baixo. A terra tremeu, e as rochas se partiram.
    52 Os sepulcros se abriram, e os corpos de muitos santos que tinham morrido foram ressuscitados.
    53 E, saindo dos sepulcros, depois da ressurreição de Jesus, entraram na cidade santa e apareceram a muitos.
    Mateus 27:51-53

  32. MONTALVÃO Diz:

    /
    Gorducho Diz:
    Hoje estamos cá, prontos, e ?
    NÃO É RAZOÁVEL supor que esses fenômenos acontecessem da 2ª metade do XIX até os ’30s do passado e depois deixaram de existir. A explicação obvia, e comprovada pelas fotos & demais farsas descobertas, é que nunca existiram.
    /.
    PELA TEORIA DO ARDUIN isso é mais que razoável. Segundo defende, os mortos fizeram xous até a década de 1930, depois, ante a renitente descrença, mesmo com as cabais demonstrações (que ele enxerga), encheram o saco e foram jogar xadrez espiritual…

  33. MONTALVÃO Diz:

    /
    “Os escritos e cartas de James estão repletos de queixas sobre desqualificações ex-cathedra de suas investigações por colegas científicos e filosóficos que se recusaram a ver por si mesmos se James era um ingênuo ou não. Ao tentar recrutar colegas em particular para juntarem-se a ele para testar as capacidades psíquicas relatadas pela médium Leonora Piper, por exemplo, A MAIORIA SIMPLESMENTE RECUSOU,”
    /.
    CONSIDERAÇÃO: o fato de recusarem não implica em receio de topar com uma verdade indesejada, como o texto parece insinuar. Embora seja lamentável que os pares de James não quiseram se envolver nessa área, pois se o fizessem teriam esclarecido muitas dúvidas e desmentido muitas alegações situadas entre a fantasia e o ridículo, o caso é que o tempo foi o juiz dessa pendenga: se mortos comunicassem hoje disso ninguém teria dúvidas; se houvesse gente com poderes mutantes (afora os ladinos, qual “nossos amigos” Ingo Swann, sean Harribance, Uri Geller…) a Conjetura de Moi já estaria descartada…
    .
    William James acabou fazendo um mau trabalho, pois ao deixar Leonora sobre o muro, qual um corvo sem cor apoleirado, facultou que fascinados a usassem para “provar” que a mediunidade existe e funciona… e quando alguém obtempera: “se espíritos comunicam por que são incapazes de dar mostras de suas presenças?”, correm para debaixo das anáguas piperianas e bradam: Piper demonstrava!

  34. MONTALVÃO Diz:

    /
    Vitor Diz:
    E aí temos um iogue que para o coração por oito dias em 1973, replica em 1977 e em 1981, e jamais foi, ao que parece, pego em fraude, e ninguém até hoje consegue replicar por meios normais o que ele fez.
    .
    Pessoas extraordinárias tal qual Piper não deixaram de existir no século XIX e início do XX …
    /.
    CONSIDERAÇÃO: para algumas pessoas palavras como fraude, ilusão, malandragem, fantasia não existem quando se trata de comprovar as crenças, por mais desvairadas que sejam…
    .
    Embora seja biologicamente impossível um esperto frear o coração sequer por oito minutos (o que dirá por oito dias), por que uns dois ou três disseram que viram, e enfiaram uns fiozinhos na sepultura, estaria tudo comprovado: superomens existem, e anulem-se as disposições em contrário…
    .
    Codilouco!

  35. MONTALVÃO Diz:

    /
    “Em uma carta a James McKeen Cattell, James confessou: “Eu costumava pensar que a história dos astrônomos peripatéticos que não olharam pelo telescópio de Galileu para as luas de Júpiter (preferindo o distanciamento juntamente com a autoritatividade) fosse uma fábula, mas a natureza do tempo deu a prova”.
    /.
    CONSIDERAÇÃO: caro James, se tiver me ouvindo daí de onde se encontra, entenda uma coisa: os discípulos de Aristóteles que se recusaram a olhar o telescópio, e deram prova de lamentável teimosia, estavam enfrentando um saber robusto, a recusa daqueles não obstou que o conhecimento conquistasse seu espaço. O mesmo sucederia com a mediunidade e a paranormalidade se estas tivessem o tutano que os primeiros pesquisadores imaginaram.
    .
    Hoje em dia tem espaço de sobra para que astrologia, mediunidade, paranormalidade, homeopatia, cartomancia, tarô, cura a distância, visão remota, e qualquer outra conjetura destituída de fundamento, possam mostrar suas bases firmes e funcionais. Mas, qual nada, apenas uns cocozinhos aparecem e são exibidos com a mais completa e irrefutável prova que se possa produzir.
    .
    Nem no sanatório onde morei vários anos se via dessas coisas…

  36. MONTALVÃO Diz:

    /
    “Apesar das repetidas declarações feitas pelos palestrantes de diversas conferências parapsicológicas nos últimos anos de que eles enfrentam a falta de bons sensitivos para trabalhar, muito pouco está sendo feito atualmente com os que estão disponíveis e dispostos a participar das pesquisas”
    /.
    CONSIDERAÇÃO: RÁráráráráráráráráráráráráráráráráeRÁ! Realmente, médiuns estão batendo às nossas portas para mostrarem que seus espíritos são capazes de se comprovarem presentes e ninguém lhes dá atenção!
    .
    Que pena, não?

  37. MONTALVÃO Diz:

    /
    “Agora estou torcendo para que os demais ignorantes, como Gorducho, Montalvão, Antonio GPOA, TOFFO, COC, etc., acordem para os novos tempos.”
    /.
    CONSIDERAÇÃO: eu já estou procurando uma vaga debaixo da saia de Leonora Piper, de modo a provar a quem me refute que o passado confirma o presente que não se manifesta, embora haja doidos que digam que deveria ser o contrário. Quem é pode duvidar de Crookes, Duprel, Notzing, Richet, Maga Patológica e ainda ter coragem de sair à rua?

  38. Vitor Diz:

    Veja a reclamação do psíquico Malcolm Bessent, caro Montalvão:
    .
    Bessent voltou-se aos negócios após retornar à Inglaterra. Embora mantivesse um contato ocasional comigo, ele não teve mais nenhum envolvimento em pesquisa parapsicológica até o verão de 1987, quando uma viagem a negócios até os Estados Unidos forneceu a oportunidade de uma breve visita aos Laboratórios de Pesquisa Psicofísica (PRL). Quando perguntado por que não foi um participante ativo da pesquisa psi no R.U., respondeu: “Porque ninguém me pediu”.
    .
    Então sim, ninguém lhes dá atenção. E Bessent nesse estudo de 1987 passou com extraordinário sucesso.
    .
    http://obraspsicografadas.org/2015/malcolm-bessent-psiquico-excepcional-1987/

  39. MONTALVÃO Diz:

    /
    O MInistério da Saúde adverte: não deixem iogues sozinhos em sepulturas, sem fiscalização: eles podem fazê-lo acreditar em coisas…

  40. MONTALVÃO Diz:

    /
    “Sirvo-me da oportunidade para requerer exoneração do meu humílimo cargo de terceiro-secretário da bancada cética, agora que não mais o sou.”
    /.
    DESPACHO: conceda-se o pedido, exonere-se o vira-casaca. Suspenda-se as vantagens do cargo, incluindo gratificações, auxílio-paletó, ajuda-aluguel, carro blindado e todos os 23 salários anuais, retroativamente até 1996.

  41. Vitor Diz:

    MONTALVÃO DISSE: não deixem iogues sozinhos em sepulturas, sem fiscalização: eles podem fazê-lo acreditar em coisas…
    .
    De acordo com as instruções do iogue e sob nossa supervisão direta, um cubo de 1,5 metros foi cavado em um pequeno gramado cercado em todos os lados por edifícios do Instituto Médico.
    .
    Durante toda a duração da experiência, o ECG foi monitorizado continuamente e registrado pelo menos a intervalos de 4 horas. Manteve-se uma vigília contínua perto da cova.
    .
    A cova foi finalmente aberta no oitavo dia, às 8h da manhã, na presença de uma enorme multidão de médicos, espectadores e repórteres

  42. MONTALVÃO Diz:

    /
    “Veja a reclamação do psíquico Malcolm Bessent, caro Montalvão:”
    .
    “Bessent voltou-se aos negócios após retornar à Inglaterra. Embora mantivesse um contato ocasional comigo, ele não teve mais nenhum envolvimento em pesquisa parapsicológica até o verão de 1987, quando uma viagem a negócios até os Estados Unidos forneceu a oportunidade de uma breve visita aos Laboratórios de Pesquisa Psicofísica (PRL). Quando perguntado por que não foi um participante ativo da pesquisa psi no R.U., respondeu: “Porque ninguém me pediu”.
    .
    CONSIDERAÇÃO: isso porque Bessent não estava com a síndrome de Swann, se estivesse teria ele mesmo batido às portas dos pesquisadores e já na entrada pararia todos os computadores do complexo, só para mostrar uma penatinha de seus poderes. Que pena que os pesquisadores do Reino Unido não tiveram igual sorte que Russel e Targ: com estes os poderozizados iam espontaneamente se entregar a toda sorte de experimentações: e saía cada coisa!
    /
    /
    “Então sim, ninguém lhes dá atenção. E Bessent nesse estudo de 1987 passou com extraordinário sucesso.”
    /.
    CONSIDERAÇÃO: sempre passam… sempre passam, desde que não haja inibidores no ambiente, apenas catalisadores…
    .
    Não sabe o que são inibidores e catalisadores?
    .
    Então, saiba:
    /
    ———————————-.
    “Há um outro fator importante que em geral não é considerado. Os pesquisadores mediúnicos estão bem conscientes de que os investigadores podem ser divididos, POR RAZÕES DESCONHECIDAS, em duas categorias: catalisadores e inibidores. Na presença dos catalisadores, os fenômenos verdadeiros ocorrem mais prontamente do que no caso dos inibidores. Isso é chamado de Efeito do Experimentador.
    .
    Acontece que muitos críticos, quando são qualificados por sua experiência a fazer comentários indiscriminadamente, são inibidores e raramente sentem o fenômeno verdadeiro. Eles são geralmente os críticos mais virulentos, porque, no fundo, talvez considerem que os fenômenos paranormais verdadeiros nunca ocorram.” (assina o professor emérito Arthur J. Ellison DSc(Eng), CEng, FIMechE, FIEE, SenMemIEEE, engenheiro consultor)
    .
    —————————————–.
    /
    Faloi Moi, que está abrindo sua oficina de catalisação, para provar que a mediunidade funciona mesmo sem o espírito mostrar-se presente, e que a telepatia, notadamente a canina, é mais cristalina realidade, só não telepatizando quem tenha muita má vontade no mister.

  43. Vitor Diz:

    As razões são perfeitamente conhecidas. Chama-se ‘Efeito Pigmaleão’.
    .
    https://pt.wikipedia.org/wiki/Efeito_Pigmale%C3%A3o
    .
    Segundo os autores, professores que têm uma visão positiva dos alunos tendem a estimular o lado bom desses alunos e estes devem obter melhores resultados; inversamente, professores que não têm apreço por seus alunos adotam posturas que acabam por comprometer negativamente o desempenho dos educandos.

  44. MONTALVÃO Diz:

    /
    “Durante toda a duração da experiência, o ECG foi monitorizado continuamente e registrado pelo menos a intervalos de 4 horas. Manteve-se uma vigília contínua perto da cova.”
    /.
    CONSIDERAÇÃO: enquanto isso, dentro da cova… sabe-se lá o que ocorria…
    .
    Tenho uma teoria que explica a frau, digo, a sensacional demonstração da força ióguica. O iogue reduz sua estrutura orgânica a moléculas, por meio da manipulação quântica dos spins, ele se decompõe em zilhões de partículas remontáveis. Enquanto as pessoas montam guarda ao redor da sepultura, escafede-se sorrateiramente pelas fendas da crosta e vai tomar uns birinaites no bar do bigode. Come um monte daquelas linguiças gordurentas, enche o bucho de torresmo, que não tem problema, pois ao reagregar-se deixa de fora, por meio de uma lauta barrigada, tudo o que não serve para o sucesso da experiência. Faltando alguns minutos reduz-se seu corpo novamente a moléculas, adentra pelas frestas de onde saiu e lá se reagrupa. Como esse processo exige muitas calorias, ele emagrece alguns quilos e fica tremelicando que nem lombriga fora do intestino.
    .
    Até hoje ninguém conseguiu demonstrar que minha teoria esteja errada…

  45. Vitor Diz:

    MONTALVÃO DISSE: “enquanto isso, dentro da cova… sabe-se lá o que ocorria…”
    .
    Sabe-se bastante bem o que ocorria dentro da cova.
    .
    Colocaram-se no canto oposto uma sonda de temperatura e uma panela de barro contendo cerca de 5 litros de água destilada. De acordo com o iogue, a água era destinada a manter a atmosfera úmida, mas a chance de ser usada para beber não podia ser descartada, embora, por precaução, fosse posta claramente fora de alcance. Ainda estava meio cheia após sete dias, quando a cova foi aberta.
    .
    Durante o período de oito dias a temperatura do ar dentro da cova variou apenas entre 24° C e 33° C
    .
    Logo após a cova ser fechada, ao meio dia, observou-se uma taquicardia sinusal significativa. A taquicardia se acentuou paulatinamente, e a frequência cardíaca subiu para 250 por minuto. Mas não houve evidência de isquemia. Isso persistiu até a segunda noite, como mostrado no registro B da Foto CXXXVI, Fig. 1.
    .
    Quando a cova foi aberta no 8º dia às 8 horas, encontrou-se o iogue sentado no mesmo lugar e na mesma postura de cócoras. Um de nós entrou imediatamente para examiná-lo. Ele estava em uma condição estuporosa e anormalmente frio.

  46. Contra o chiquismo Diz:

    “Vitor Diz:
    ABRIL 5TH, 2017 ÀS 3:39 PM
    E aí temos um iogue que para o coração por oito dias em 1973, replica em 1977 e em 1981, e jamais foi, ao que parece, pego em fraude, e ninguém até hoje consegue replicar por meios normais o que ele fez.”
    .
    .
    Quero ver ele fazer isso na frente do KJU!

  47. Contra o chiquismo Diz:

    Montalva Pitter, recebi uma comunicação do vossolar que essas pessoas que desencarnaram aí pertinho em Casimiro de febre amarela, foram contrabandistas de ouro na época da colônia e por isso resgataram os crimes do passado. Escolheram devido ao ouro, desencarnar de febre amarela.

  48. MONTALVÃO Diz:

    /
    “Quando a cova foi aberta no 8º dia às 8 horas, encontrou-se o iogue sentado no mesmo lugar e na mesma postura de cócoras. Um de nós entrou imediatamente para examiná-lo. Ele estava em uma condição estuporosa e anormalmente frio.”
    /.
    CONSIDERAÇÃO: foi bem como eu disse, só que de forma mais técnica: que nem lombriga apartada de seu abrigo intestinal…

  49. MONTALVÃO Diz:

    /
    “E aí temos um iogue que para o coração por oito dias em 1973, replica em 1977 e em 1981″, e, em 1982 ele morre: e ninguém até hoje consegue replicar por meios normais o que ele fez.
    .
    Para quem não sabe, esse iogue pratica a ioga quântica, que é boa pracaramba!

  50. MONTALVÃO Diz:

    /
    praticava…

  51. MONTALVÃO Diz:

    /
    “Montalva Pitter, recebi uma comunicação do vossolar que essas pessoas que desencarnaram aí pertinho em Casimiro de febre amarela, foram contrabandistas de ouro na época da colônia e por isso resgataram os crimes do passado. Escolheram devido ao ouro, desencarnar de febre amarela.”
    /.
    JÁ TEVE UM CASO registrado cá na minha cidade. Estou programando um regressão pra conferir se também fui um desses contrabandistas. Se tiver sido e eu morrer de febre, perdoem-me as autoridades reencarnadas pelas contrabandeadas que dei. Prometo que na próxima virei um bom rapaz.

  52. Contra o chiquismo Diz:

    “MONTALVÃO Diz:
    ABRIL 6TH, 2017 ÀS 11:04 PM
    /
    …. Se tiver sido e eu morrer de febre, perdoem-me as autoridades reencarnadas pelas contrabandeadas que dei. Prometo que na próxima virei um bom rapaz.”
    .
    .
    Só não adianta vc vir reencarnar na família H Stern e vender jóias de ouro sem nota fiscal pro sergio cabral.
    .
    .
    ***os H Stern tão [email protected]#*, foram delatados no esquema do cabral!

  53. MONTALVÃO Diz:

    /
    “A taquicardia se acentuou paulatinamente, e a frequência cardíaca subiu para 250 por minuto.”
    /
    E foi aí que o iogue transformou-se num rato, escavou a cova, pegou um nabo na horta próxima, subiu ao outeiro e, enquanto roía a iguaria, apreciava a campana da patetada realizava em torno da cova que não era dos leões.

  54. MONTALVÃO Diz:

    /
    da patetada realizava em torno da cova que não era dos leões.
    =
    da patetada em torno da cova que não era dos leões.

  55. MONTALVÃO Diz:

    /
    Quando a cova foi aberta no 8º dia, do dia 8 do 8 de 88, às 8 horas, encontrou-se o iogue sentado no mesmo lugar e na mesma postura de cócoras.
    /
    Maque iogui comportado, sô!

  56. Marciano Diz:

    EXCELENTÍSSIMO SENHOR PRESIDENTE DA BANCADA CÉTICA
     
    LUIZ MARCIANO, brasileiro, solteiro, Terceiro Secretário da bancada cética, vem perante Vossa Excelência, baseado no art. 666, parágrafo único, do ESTATUTO DA BANCADA CÉTICA, interpor recurso contra o despacho proferido por Vossa Excelência, nas fls. 666 deste procedimento, ora transcrito:
     
    DESPACHO: conceda-se o pedido, exonere-se o vira-casaca. Suspenda-se as vantagens do cargo, incluindo gratificações, auxílio-paletó, ajuda-aluguel, carro blindado e todos os 23 salários anuais, retroativamente até 1996..
     
    Requer, desde já, que tal decisão seja declarada absolutamente nula, pelos seguintes motivos:
     
    Conforme se comprova com a juntada de cópia de despacho do Excelentíssimo Senhor Vice-Presidente, na forma estatutária, durante ausência de Vossa Excelência, o pedido há havia sido negado pelo Excelentíssimo Senhor Vice-Presidente, ao perceber que o signatário estava sob estado de profundo stress psicológico motivado pelo requerente ter sido forçado a presenciar aberrações.
     
    Gorducho Diz:
    ABRIL 5TH, 2017 ÀS 6:07 PM
    VISTAS
    Requerimento que se percebe elaborado sob estado de profundo stress psicológico motivado pelo requerente ter sido forçado a presenciar aberrações.
    NEGADO
    É O DESPACHO
     
    Posteriormente, o signatário requereu ao Presidente em Exercício, na forma estatutária, LICENÇA PARA TRATAMENTO DE SAÚDE, conforme requerimento que se reproduz a seguit:
     
    Marciano Diz:
    ABRIL 5TH, 2017 ÀS 6:14 PM
    Acato humildemente seu despacho, venerável Senhor Vice-Presidente.
    Requeiro, alternativamente, licença para tratamento de saúde, até que o profundo stress psicológico causado pelas aberrações que tenho presenciado tenha remissão (aqui, no sentido de enfraquecimento, diminuição ou atenuação temporária dos sintomas de uma doença).
    Tenho medo de sofrer um colapso nervoso, coisa que sucedeu até com o nosso honrado Presidente.
    Posso ser de palha, mas não sou de ferro.
     
    À vista do requerimento acima transcrito e devidamente instruído com atestado psicológico, o Presidente em Exercício proferiu a seguinte decisão:
     
    Gorducho Diz:
    ABRIL 5TH, 2017 ÀS 6:35 PM
    VISTAS
    Em havendo perigoso grau de stress psicológico, recomendável tratamento.
    Necessária liberdade para eventuais viagens para as consultas conforme for da conveniência do requerente.
    CONCEDIDA
    É O DESPACHO
     

    Conforme se vê do despacho supramencionado, o requerente encontra-se no gozo de licença médica concedida na forma estatutária, tendo restado prejudicado o requerimento de exoneração anteriormente pleiteado
     
    Diante do exposto, provada a inconformidade do despacho proferido por Vossa Excelência com as normas estatutárias, requer o signatário a declaração de nulidade do despacho de Vossa Excelência, por infração ao disposto no art. 666, parágrafo único do Estatuto da Bancada Cética.
     
    E. Deferimento.

    Rio de janeiro, 06 de abril de 2017
     
    ℒ𝓾𝓲𝔃 ℳ𝓪𝓻𝓬𝓲𝓪𝓷𝓸
     
     

    ANEXO
     
     
    ATESTADO PSICOLÓGICO
    face à Avaliação Psicológica realizada

    INTERESSADO(A)
    Nome completo: LUIZ MARCIANO
    Local (cidade) da avaliação psicológica conduzida:
    Rio de Janeiro
    Data(s) da avaliação psicológica conduzida: 05 de abril de 2017

    PSICÓLOGO(A)
    Nome completo: Sigismund Schlomo Freud
    Nº de inscrição no CRP e região do CRP: 999.666-RJ
    Endereço: Rua das Acácias, 33
    Telefone: 2760-7503
    E-mail: [email protected]ível.aer

    FINALIDADE DA AVALIAÇÃO
    Emissão de pareceres específicos para atuação na função de Terceiro-Secretário, para a qual se requer um Certificado Médico (CM) de 1ª classe válido, documento que atesta a aptidão psicofísica para compor a Bancada Cética, em conformidade com os requisitos aplicáveis do Regulamento Brasileiro de Ceticismo nº 67 (RBC 67), em relação ao qual declaro conhecer seus requisitos mentais e comportamentais presentes nas seções 67.75, 67.115 e 67.195, de forma a ter realizado a presente avaliação psicológica considerando tais requisitos.
    Tendo sido previamente julgado desfavoravelmente ao exercício da atividade acima mencionada, o recorrente solicitou meus serviços profissionais visando a condução de nova avaliação psicológica com o objetivo de fundamentar pedido de recurso junto à BC – BANCADA CÉTICA, autoridade de ceticismo brasileira responsável pela concessão do referido CMA.
    Visando este objetivo, conduzi os seguintes procedimentos e fiz uso dos seguintes instrumentos para alcançar os resultados informados a seguir.

    1) PERSONALIDADE:
    a. Teste(s) psicológico(s) utilizado(s):
    i. Teste de Roschach
    b. Outro procedimento/instrumento: teste HTP (HOUSE, TREE, PERSON)
    c. PARECER:

    2) ATENÇÃO:
    a. Teste(s) psicológico(s) utilizado(s):
    i. TAC – teste de atenção concentrada
    b. Outro procedimento/instrumento: teste de atenção em estado de meditação ióguica
    c. PARECER:

    3) MEMÓRIA:
    a. Teste(s) psicológico(s) utilizado(s):
    i. TESTE DE RECITAÇÃO DECORADA DO MANUAL COMPLETO DA AERONAVE BOEING 747
    b. Outro procedimento/instrumento: recitação decorada de todos os check-lists de voo, recuperação de stall, aproximação, aproximação final e pouso de emergência.
    c. PARECER:

    4) RACIOCÍNIO:
    a. Teste(s) psicológico(s) utilizado(s):
    i. Teste de resolução de equações do terceiro grau de cabeça, sem recurso a qualquer instrumento de cálculo ou anotações.
    b. Outro procedimento/instrumento: teste de resolução de matrizes e determinantes à distância, por telepatia, sem o uso de qualquer anotação ou instrumento de cálculo
    c. PARECER:

    5) RESULTADO DA AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA:
    Tendo realizado os procedimentos anteriormente mencionados e obtido os pareceres parciais informados, o PARECER FINAL para a avaliação psicológica conduzida, visando a possibilidade de que o interessado possa submeter-se a novo exame de saúde pericial em grau de recurso é:
    a. PARECER FINAL:

    Declaro que o presente atestado foi produzido a partir de Laudo previamente emitido por mim, correspondente ao processo de avaliação psicológica realizado e que o laudo emitido será mantido em meus arquivos profissionais pelo prazo mínimo de 5 (cinco) anos, conforme estabelecido na Resolução CFP nº 007/2003.

    𝔖𝔦𝔤𝔦𝔰𝔪𝔲𝔫𝔡 𝔖𝔠𝔥𝔩𝔬𝔪𝔬 𝔉𝔯𝔢𝔲𝔡
    ___________________________________
                                                                                   Assinatura do(a) psicólogo(a)

    Rio de Janeiro, 6 de abril de 2017

  57. MONTALVÃO Diz:

    /
    “Só não adianta vc vir reencarnar na família H Stern e vender jóias de ouro sem nota fiscal pro sergio cabral.”
    /
    DESSE MAL NÃO morro, tá tudo programado, reencarno como um meu cachorro…

  58. MONTALVÃO Diz:

    /
    “LUIZ MARCIANO, brasileiro, solteiro,MAIOR, advogado por profissão, piloto de nave espacial por obrigação, Terceiro Secretário da bancada cética,[...]

  59. Marciano Diz:

    Em tempo:
    Todos os pareceres foram favoráveis ao requerente, tendo sido apagadas as referência pelo poltergeist do blog, inimigo declarado do requerente.

  60. Marciano Diz:

    Com a devida vênia do Excelentíssimo Senhor Presidente, as demais capacitações técnicas do recorrente, tais como a profissão de advogado, o certificado de piloto de nave espacial (INTERPLANETÁRIA), etc., não guardam pertinência com o objeto do recurso, que é a declaração de nulidade absoluta da decisão proferida por Vossa Excelência, ao arrepio da Legislação Cética Interplanetária e dos estatutos dessa Venerável Bancada Cética.

  61. Marciano Diz:

    Não deve ser olvidado o fato de que o recorrente encontra-se no gozo de licença médica, apesar de ter sido aprovado em todos os testes psicológicos constantes do ATESTADO EM ANEXO à petição recursal, a título preventivo, conforme despacho proferido pelo Presidente em Exercício na época do requerimento de licença psicológica, o qual reproduzo:
     
    Gorducho Diz:
    ABRIL 5TH, 2017 ÀS 6:35 PM
    VISTAS
    Em havendo perigoso grau de stress psicológico, recomendável tratamento.
    Necessária liberdade para eventuais viagens para as consultas conforme for da conveniência do requerente.

    CONCEDIDA
    É O DESPACHO

  62. Marciano Diz:

    E como aqui impera o argumentum ad autoritatem, rogo a Vossa Excelência que atente para o signatário do ATESTADO PSICOLÓGICO, o Professor Doutor Sigismund Schlomo Freud.
    Estando afastado regularmente de minhas funções na bancada, deixo de pronunciar-me sobre todas as estultícias que foram aqui escritas desde a época da licença até o término desta, o que será decidido oportunamente pelo Professor Doutor Sigismund Schlomo Freud.

  63. MONTALVÃO Diz:

    /
    “Requer, desde já, que tal decisão seja declarada absolutamente nula, pelos seguintes motivos:
    .
    Conforme se comprova com a juntada de cópia de despacho do Excelentíssimo Senhor Vice-Presidente, na forma estatutária, durante ausência de Vossa Excelência, o pedido há havia sido negado pelo Excelentíssimo Senhor Vice-Presidente, ao perceber que o signatário estava sob estado de profundo stress psicológico motivado pelo requerente ter sido forçado a presenciar aberrações.”
    /.
    DESPACHO DE RERRATIFICAÇÃO COM RECONSIDERAÇÃO DE SENTENÇA.
    .
    Eu, que sou eu, legalmente nomeado por quem de direito, que não viu direito a quem nomeava, pelos poderes a mim conferidos, sem ter ferido qualquer cláusula da constituição, mantenho, em primeira instância, a decisão retramente proferida, considerando o seguinte quesito, que abaixo se exprime para perfeita compreensão dos fatos e das decorrências que seguem:
    .
    O peticionário ampara o pedido em laudo técnico, assinado por um certo Sigismund Schlomo Freud. Ocorre que essa figura é de há muito conhecida por vender laudos a qualquer que lhe reembolse alguns dobrões, tendo sido diversas vezes apreendido pelas autoridades que zelam pela ordem da área onde atua, sendo recalcitrante na prática, embora severamente advertido que não deveria reincidir no procedimento, exortação à qual não dá ouvidos, conquanto balouce a cabeça concordativamente na presença da autoridade que o repreende, mesmo esta sabendo que tornará a delinquir, o que, no entanto, tem que ser feito, pois a lei vigente determina que a admoestação não deixe de ser passada, sempre na presença de testemunhas, que assinarão o livro correspondente, apondo suas assinaturas na linha especificada e depois entregando o documento ao técnico do arquivo, que lhe dará o fim colimado e é responsável por apresentar a referida documentação, logo que solicitado por quem de hierarquia superior à sua: no caso de pedido provindo de pessoa de igual nível a liberação do material fica ao cargo de autorização do oficial efetivo mais próximo, não se permitindo que interino o faça, contudo, em circunstância especial, ao alvedrio do destinatário, o pedido poderá ser deferido sem a exigência retromencionada, desde que três outros elementos, de igual função, ou equivalente, se pronunciem favoravelmente, devendo a respectiva papelada conservar-se junto ao objeto em apreço, que pode ser qualquer matéria não classificada de sigilosa, sendo estas requeríveis apenas por ocupantes de funções de chefia superior, preferencialmente concursados, ou classificados me certames de seleção e ainda não chamados à posse, porém, o procedimento é de natureza excepcional não se concedendo, de jeito maneira, tornar-se rotineiro nas repartições jurisdicionadas, a não ser por ordem expressa da presidência da casa, sempre por escrito e juntado o despacho no arquivo competente; em caso de desrespeito a esse normativo a autoridade auditante tomará de imediato as providência para sustar a reprovável prática, sem prejuízo das medidas complementares que se fizerem necessárias, de tudo dando ciência ao comitê de disciplina, o qual dará forma a redação final ao processo, inclusive emitindo decisão com efeito de mandato, que se cumprirá incontinente e, se houver óbice ao deslindamento da determinação, o meirinho expedirá relato circunstanciado, em cinco vias, sendo duas para o autor do despacho, o qual requererá, caso entenda preciso, auxílio de força policial, na quantidade expressamente necessária, com o fito de levar adiante o decisório dado e, por fim, o processo correspondente conterá o parecer conclusivo do comitê especial para causas insólitas, seguido da manifestação do auditor-maior, que se reportará ao corregedor especial dos eventos superintendenciais.
    .
    Assim é que, diante do exposto, decido: retorne o requerente ao cargo que lhe é de direito, incidindo-lhe a multa de 60% de seus ganhos dos últimos 12 meses, valor este que deverá imediatamente depositado na conta pessoal deste presidente, que dará a finalidade que considerar adequada à importância recebida.
    .
    Lavre-se a sentença no livro de tombo, da 3ª Consultoria. Espeça-se comunicação deste sentenciamento ao superintendente geral, noticiando-lhe que o dele está guardado.
    .
    Dado e passado nesta cidade, aos tantos de dia de hoje, na hora que for.
    .
    Assino eu com o dedo que estou sem caneta.

  64. Borges Diz:

    Estou iniciando o tratamento anti-stress psicológico imediatamente.
    Volto assim que tiver alta, após recuperar o discernimento perdido diante de tantas insanidades que fui obrigado a engolir.

    https://www.youtube.com/watch?v=B_E1KIRw8hE

  65. Vinicius Diz:

    Como será que está Vosso Lar relacionada a Guerra Siria?

  66. Phelippe Diz:

    E o Swami Vivekananda? Tb era iogue e parece ter morrido enquanto meditava. Dizem que abandonou voluntariamente o corpo, mas um exame revelou um derrame.

  67. Borges Diz:

    “O MINISTÉRIO DA SAÚDE ADVERTE: A LEITURA DE ARTIGOS DESTE BLOG PODE SER LETAL PARA A SANIDADE MENTAL DOS FREQUENTADORES.”
    .
    Apesar da advertência feita pelo nosso colega Marciano, ouso indicar o vídeo, cujo link aparece abaixo, para a apreciação dos demais colegas. Acho que o momento é oportuno porque o mesmo se encontra em licença médica (acho que está tratando a glândula pineal), assim, não correrá o risco de sofrer os efeitos deletérios ao se expor a um assunto tão estressante.

    https://www.youtube.com/watch?v=9hwsfO9lgH4

  68. Contra o chiquismo Diz:

    Vinicius Diz:
    ABRIL 7TH, 2017 ÀS 10:59 AM
    Como será que está Vosso Lar relacionada a Guerra Siria?
    .
    .
    Ligaram as muralhas nos 220v pé molhado fio desencapado pra os desencarnados islamicos não chegarem nem perto.
    .
    .
    Ordens do abnegado e bondoso Instrutor Druso.

  69. Contra o chiquismo Diz:

    Ah, nada a ver com o abnegado e bondoso Instrutor Druso (com S), mas pra quem não sabe o islamismo sem terror se chama “Druzismo”.
    .
    .
    http://islamismo-sem-terror.webnode.com/news/druzismo/

  70. Contra o chiquismo Diz:

    E podem crer, se um desses ‘desencarnados’ da guerra da Síria for para o vossolar, viram chiquitas.
    .
    .
    Contra o chiquismo Diz:
    ABRIL 7TH, 2017 ÀS 10:15 PM
    Vinicius Diz:
    ABRIL 7TH, 2017 ÀS 10:59 AM
    Como será que está Vosso Lar relacionada a Guerra Siria?
    .
    .
    Ligaram as muralhas nos 220v pé molhado fio desencapado pra os desencarnados islamicos não chegarem nem perto.
    .
    .
    Correção: ‘desencarnados’ .

  71. Marciano Diz:

    Apesar do auxílio bondoso de três dicionários, não consegui entender patavina do despacho do Presidente, mas como foi dado provimento parcial ao recurso e fui readmitido na bancada cética, compareço apenas para tomar ciência da venerável decisão.
    Como tenho juízo, já depositei a propi, digo, os valores devidos ao digno Presidente, tendo o senhor escrivão lavrado certidão do trânsito em julgado do provimento parcial do recurso e do recolhimento da multa presidencial.
    Estando ainda no gozo regulamentar de licença médica (o amigo BORGES acertou, é a pineal que tá batendo pino, devido ao combustível de baixa octanagem), abstenho-me de comentar o vídeo e deixo para assisti-lo após liberação médico-psicológica, dado o risco de desintegração da pineal em decorrência da exposição ao material alienante.
    Assim que terminar o tratamento, retomo os comentários. Estou empalhando alguns homens para tanto. Só para fazer jus à difamação de que fui vítima, com a increpação injusta de desonestidade intelectual.
     
    Quer dizer, os iogues é que ficam anos em estado de morte aparente, batem o coração de 8 em 8 dias, e o desonesto sou eu.
     
    Paro por aqui, pois posso ter a licença médica cassada.

  72. Contra o chiquismo Diz:

    Maciano, vamos nos bandear pro DRUZISMO?

  73. Marciano Diz:

    Já é!
    Eu acho que a gente garante a salvação, pois o druzismo é uma amálgama do Ismailismo, Judaísmo Cristianismo, Gnosticismo, Neoplatonismo, Pitagorianismo, Hinduísmo e outras religiões.
    Assim, a gente fica com garantia de salvação, qualquer que seja a realidade alternativa provada cientificamente no final dos tempos.

  74. Marciano Diz:

    Amálgama é substantivo de dois gêneros, e como eu gosto de mulher…
    Aliás, como druzos eu acho que a gente já garante pelo menos um amã (lembrei-me por causa da amálgama), que entre os muçulmanos, é anistia ou perdão que se concede a quem não pratica o islamismo.
    Se eles ganharem a guerra santa, a gente tá perdoado.

  75. Marciano Diz:

    Precisamos de uma estratégia para o caso de os iogues, com suas mortes suspensas, provocarem um apocalipse zumbi.

  76. Marciano Diz:

    Veja aqui 12 provas de que o apocalipse zumbi já começou.
    A primeira delas é justamente a de um indiano que “não come nem bebe nada”, fato que intriga os “cientistas”.
    http://www.naosalvo.com.br/12-noticias-que-provam-que-o-apocalipse-zumbi-ja-comecou/

  77. Marciano Diz:

    Como sempre, tem “cientistas” estudando o caso:
    30 médicos, câmeras de filmagem, estudo conduzido pelo Ministério da Defesa da ìndia. Coisa séria
    Pode ser um futuro artigo do blog.

  78. Marciano Diz:

    Tem até cachorro parando o coração por 24 horas.
    Veja o link.
    Ou clique aqui para ver só o caso do iogue.

  79. Marciano Diz:

    Agora vou a uma consulta para ver como anda a pineal, ou me cassam a licença.

  80. Gorducho Diz:

    Imagine um pelotão combatendo lá naquelas zonas áridas – e eles sempre têm aquela rixa c/o Pakistão…- sem se preocuparem em carregar comida nem água.
    Imagine a vantagem.
    Vai ser como nos filmes americanos – só que agora real…- onde a munição não termina nunca.
    Ou avançando nas técnicas iogues: se conseguirem um corpo de exército combatendo de coração parado, zumbificados…
    O Ministério da Defesa, se está investigando, faz muito bem!

  81. Marciano Diz:

    https://pt.wikipedia.org/wiki/Universal_Soldier

  82. Rodolfo Diz:

    Vitor, você tem as referências do iogue em 1977 e 1983? Só encontrei o artigo de 1973 (que já tinha lido anteriormente).

    A propósito, o blog continua excelente. Dia desses eu estava falando com Masayuki e ele me mandou uma tradução sua para eu ler.

    Obs: mas os comentários continuam dominado por nonsense. Até terraplanistas conseguem argumentar melhor que esse pessoal.

  83. Vitor Diz:

    Obrigado, Rodolfo! Não tenho as referências, mas verei se consigo. E desculpe minha ignorância, mas quem é Masayuki?

Deixe seu comentário

Entradas (RSS)