Livro Gratuito: CUMPRINDO-SE PROFECIAS – MATERIALIZAÇÕES DE ESPÍRITOS EM SÃO PAULO, por MÁRIO FERREIRA (1955)

O livro traz as sessões ocorridas no Grupo Espírita Padre Zabeu. Há algumas fotos também. Para baixar o livro, clique aqui.

109 respostas a “Livro Gratuito: CUMPRINDO-SE PROFECIAS – MATERIALIZAÇÕES DE ESPÍRITOS EM SÃO PAULO, por MÁRIO FERREIRA (1955)”

  1. Gorducho Diz:

    Este livro é absolutamente genial: verdadeiro espiritismo!
    E serve para mostrar mais uma vez que não existe espaço para a estatística no estudo de fenômenos mediúnicos verdadeiros.

  2. Marciano Diz:

    Teste:
    https://books.google.com.br/books?id=gCeb99ndKYYC&pg=PA223&lpg=PA223&dq=gilberto+arruda+medium+-assassinado&source=bl&ots=WlVS_42M3R&sig=bHsuCgSKVqctDgXa3mawm4RkUAg&hl=pt-BR&sa=X&ei=54yFVaDxJvLLsATBpZXABg&ved=0CFoQ6AEwDg#v=onepage&q=gilberto%20arruda%20medium%20-assassinado&f=false

  3. Marciano Diz:

    Deu certo!
    Se clicarem no link acima, serão remetidos às páginas do livro “Os Médicos do Espaço”, do jornalista Roni Lima, o qual pode ser lido (quase todo) no google books.
    O link leva a um trecho em que o médium Gilberto Arruda sofreu ataques que espíritos trevosos, fato presenciado por mais de 66 testemunhas, no qual ele sofreu ferimentos e teve risco de perder a vida.
    Se continuarem lendo (é só pressionar seta para baixo), verão que o assassinato foi praticado por essas mesmas forças trevosas.
    Ou então, tudo o que se relata no livro é mentira.

  4. Gorducho Diz:

    Bah! Eu, apesar de dizer ao Dr. que materializações não existem, pra “não dar o braço a torcer” no debate, confesso que, quando CoC divulgou o fato, pensei desde logo na possibilidade de terem sido espíritos materializados!
    E tudo indica então que foi! O mesmo modus operandi, só que agora com consequência trágica :(
    Desculpe Dr.; desculpe Sr. Administrador!
    Jogo a toalha: espíritos e médiuns existem!

  5. Larissa Diz:

    Karaka marciano!
    Eu tava lendo esse livro

  6. Marciano Diz:

    Vá direto para as páginas indicadas, Larissa. Depois você retoma a leitura.
    E quanto à coincidência, você pode atribuir ao fato de que o assassinato do médium atraiu a atenção de todos ou então atribuir ao fato de que nós dois temos ligações espirituais e estamos telepaticamente sintonizados.
    A segunda hipótese me apraz, mas é claro que a verdadeira é a primeira.

  7. Marciano Diz:

    Gorducho, veja o valor da perseverança!
    Após várias tentativas de homicídio frustradas, como narra o livro, as forças espirituais negativas finalmente conseguiram seu intento.
    Existe uma outra linha investigativa, entretanto.
    O médium foi ameaçado há quatro anos, por sua ex-mulher, fato que gerou ocorrência policial, ainda em curso.
    Na ocasião, ela disse que o médium era homossexual.
    O centro fazia tratamento espiritual de jovens drogados.
    Se for por essa linha, o dr. Vlad também corre perigo, pois ele já disse aqui que trabalha com viciados.
    Tem mais caroços nesse angu. Já se vão aparecer no inquérito, só Anúbis sabe.

  8. Marciano Diz:

    Também saiu no Extra.
    20/06/15 06:00 Atualizado em20/06/15 07:50

    Médium Gilberto Arruda, do Lar Frei Luiz, fez registro de ameaça contra ex-companheira

    .
    Trecho da reportagem:
    .
    “Encontrado morto na manhã desta sexta-feira, o médium Gilberto Arruda, de 74 anos, do Centro Espírita Lar Frei Luiz, na Taquara, Zona Oeste do Rio, fez um registro de ameaça na 32ª DP (Taquara) em abril de 2011. Na ocasião, a vítima relatou que após o fim de um relacionamento com Maria de Fátima de Castro Rodrigues, a mulher passou a insultar não só a ele, como também a uma ex-funcionária sua, Luciana Tavares Pacheco Lacombe.
    O médium afirmou, em depoimento à policia, que Maria de Fátima ficou insatisfeita com o término, passando então a fazer ameaças. Ele e Luciana relataram na delegacia um episódio, ocorrido dias antes do registro, em 31 de março de 2011, no qual a mulher teria aparecido no centro espírita e começado a xingá-los.

    Segundo o depoimento de Gilberto, a mulher afirmava que ele e a ex-funcionária tinham um relacionamento e dizia que o médium era homossexual. De acordo com os relatos de Luciana, muito alterada, Maria de Fátima a xingou, e afirmou que ela já tinha perdido uma filha, então a mulher também poderia perder a sua.
    Ao fim do seu depoimento, o médium afirmou que vivia com medo, pois temia que a ex-companheira “pudesse fazer algum tipo de covardia”. Luciana também relatou preocupação, e revelou que temia “muito por sua filha e sua própria integridade física”.
    O caso foi enviado pela 32ª DP (Taquara) ao Juizado Especial Criminal. No início de 2012, Maria de Fátima foi denunciada pelo Ministério Público estadual pelo crime de ameaça. Como ela não foi localizada para ser notificada, o caso foi encaminhado para a 2ª Vara Criminal de Jacarepaguá, onde o processo corre atualmente.

    O EXTRA não consegui fazer contato com Maria de Fátima, e nem com Luciana.
    O delegado Daniel Rosa, da Divisão de Homicídios, responsável por apurar a autoria do assassinato do médium, investiga o caso em sigilo. Ele preferiu não explicar a linha seguida pela polícia para chegar até os assassinos.
    Por pelo menos três horas, os policiais conversaram, informalmente, com as pessoas que falaram pela última vez com Gilberto Arruda. Peritos realizaram exames e procuraram impressões digitais no quarto onde a morte ocorreu.

    Leia mais: http://extra.globo.com/casos-de-policia/medium-gilberto-arruda-do-lar-frei-luiz-fez-registro-de-ameaca-contra-ex-companheira-16505726.html#ixzz3dd57gZsE
    .
    .
    O funcionamento da instituição foi interrompido, mas retornará neste domingo (21), a partir das 7h. O Centro Espírita Lar de Frei Luiz tem 124 funcionários e mil voluntários. Na quinta-feira (18), foram atendidos dependentes químicos na instituição.
    .
    Fonte:
    http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2015/06/corpo-de-medium-e-velado-no-centro-espirita-lar-de-frei-luiz-rio.html
    .
    .
    Cuidado, VLAD!

  9. Marciano Diz:

    Agressões de espíritos

    Um livro lançado em 2005 sobre o trabalho do médium Gilberto Arruda tem revelações sobre agressões sofridas por ele durante uma sessão espírita. O trecho de “A vida além da vida”, do jornalista Ronie Lima, descreve uma situação de violência que remete ao relato da polícia militar sobre a cena do crime, encontrada na manhã desta sexta-feira.

    Na obra, Gilberto é achado dentro de uma cabine, deitado sobre a cama, durante uma sessão de materialização — fenômeno em que o espírito toma forma física, de acordo com a doutrina espírita. Segundo o autor, ele estava amarrado com o lençol e sufocava com a fronha colocada dentro da sua boca. A ação teria sido realizada por espíritos materializados.

    Paulo Ruy afirma que a materialização de espíritos que agridem médiuns seria algo relativamente comum e que não foi só Gilberto que teve essa experiência.

    Paulo Ruy afirma que a materialização de espíritos que agridem médiuns seria algo relativamente comum e que não foi só Gilberto que teve essa experiência.
    — Isso todo médium sofre. Lógico que a obra dele é grande e, por isso, chama mais atenção. A agressão é maior — minimiza.

    Leia mais: http://extra.globo.com/casos-de-policia/amigo-ha-quase-50-anos-de-medium-assassinado-conta-que-ele-nunca-relatou-ameaca-16498057.html#ixzz3dd7jilf4

  10. Marciano Diz:

    O presidente do Lar de Frei Luiz, Wilson Vasconcelos Pinto, disse que a casa não tem qualquer suspeito para a morte do médium Gilberto Ribeiro Arruda, de 73 anos, e que a vítima morava no local com a mulher, Marli, mas que eles dormiam em quartos separados.

    Pinto disse ainda que foi a mulher do médium quem encontrou o corpo do marido, por volta das 7h da manhã de hoje (19). Segundo ele, Gilberto participou de uma reunião na noite passada (18) com dependentes químicos e que não teve qualquer tipo de problema. Esse encontro é realizado há mais de quatro anos.
    .
    http://www.ebc.com.br/noticias/2015/06/medium-encontrado-morto-em-casa-de-caridade-ja-tinha-feito-milhares-de-curas
    .

  11. Marciano Diz:

    Tomara que o caso tenha sido mesmo de ataque espiritual e que os dependentes químicos não tenham nada a ver com essa história.
    .
    Em caso contrário, fico preocupado com a integridade física do Dr.
    .
    Vladimir Diz:
    DEZEMBRO 16TH, 2014 ÀS 11:22 PM

    “Eu particularmente sou especializado em dependência quimica, então o que eu mais trato são pessoas com esse tipo de psicopatologia,
    nunca tive um paciente esquizofrênico por exemplo”.
    .
    .
    Mais adiante, no mesmo tópico, Vladimir Diz:
    DEZEMBRO 17TH, 2014 ÀS 4:59 PM
    .
    COMENTÁRIO: Não sou especialista em comportamento humano, talvez os psicólogos o sejam (Behavioristas? rs).
    Sou especialista em saúde mental, no meu caso relacionados a dependência quimica.
    .
    Fonte:
    http://obraspsicografadas.org/2014/ainda-lentulo-o-sufeta-resposta-a-nagipe-assuncao/

  12. Vladimir Diz:

    Vitor,
    .
    Agora que foi liberado as Biografias não-autorizadas, por que você não publica uma Biografia “não-autorizada” do Chico Xavier, com as fraudes e tudo mais?

  13. Gorducho Diz:

    Palpite não autorizado, claro: eu acho que eles estão escrevendo…

  14. Gorducho Diz:

    Não tem medo que formas-pensamento, ovóides ou não, que eventualmente obsidiem alguns de seus pacientes, se materializem e possam atacá-lo, Dr.?

  15. mrh Diz:

    O mesmo modus operandi, um bando se assenhoreou e se prevaleceu de uma doutrina que contém aspectos verdadeiros… o problema da demonstração é que os fenômenos não são tão espetaculares como os realizados pelos falsários… por outro lado, para o povão, os fenômenos falsos são tomados por verdadeiros e o efeito interessante é que a doutrina se populariza. Curioso.

  16. Gorducho Diz:

    e o efeito interessante é que a doutrina se populariza. Curioso.
     
    Curioso não: efeito do profissionalismo. Como notou espantada, e não devia estar, a Analista Larissa, anteontem se bem me lembro, a “doutrina” tem até diretor de marketing.
    Pesquise-se a predisposição do povo, e desenhe-se um produto adequado. O povo quer evangelismo fundamentalista cristão, dê-se isto.
    O kardecismo era um produto adequado àquele nicho de mercado classe média parisience do século xix.
    O chiquismo, que é o que ora se “populariza”, é um produto adequado a 2% do mercado de almas aborígene atual.
    Marketing aplicado, sem curiosidades.

  17. mrh Diz:

    Fat boy, não dialogo com quem acredita em materialização.

  18. mrh Diz:

    I don’t talk to strangers,
    It seems a waste of time…

  19. Gorducho Diz:

    Eu conheço, claro, aquele indivíduo que morreu em Strasbourg – em ’53 relatado pela Gazeta Médica -; mas foi de susto vendo os objetos voarem. Nunca ouvi falar de espíritos matarem eles próprios; mas agora estou achando que foi mesmo :(
    Nós com mente científica a-mística nos rendemos aos fatos. E eu humilde sempre fui p/reconhecer e mudar de opinião – aliás até alguns me criticam por isso na vida real.

  20. Marciano Diz:

    Matéria publicada na IstoÉ, que pode ser lida aqui:
    http://www.istoe.com.br/reportagens/paginar/37206_INTERVENCAO+DO+MUNDO+DOS+MORTOS/2
    Ou aqui (sem as fotos):
    .
    Intervenção do mundo dos mortos
    O Lar Frei Luiz, no Rio de Janeiro, já curou pessoas como Milton Nascimento e Elba Ramalho
    .
    A sala escura é iluminada apenas por lâmpadas azuis. Dentro dela há uma cabine, onde um corpo começa a se materializar a partir de uma fumaça. Para quem já tocou, sua consistência se parece com a do algodão (POR QUE SERÁ?). Já surgiram dali entidades como Mahatma Gandhi e São Francisco de Assis, mas o espírito mais assíduo é o do médico alemão Frederick von Stein, nazista que volta para limpar seu karma. A materialização é uma das características que diferencia o Lar de Frei Luiz dos outros centros espíritas. Uma das principais entidades que ilumina o Lar – um dos maiores do País, localizado em Jacarepaguá, no Rio, é justamente a do Doutor Frederick. Ele já protagonizou a cura de artistas como Milton Nascimento e Elba Ramalho, operada há alguns meses pelo espírito. Depois da cirurgia, a cantora garante que as pontadas que sentia no fígado desapareceram. “Ele abriu minha barriga inteira com o dedo. Jorrava sangue e não senti dor”, relata, aliviada, sem saber explicar direito o que aconteceu.

    Foto: Monica Zaratini/AE

    Milton teve recuperação rápida
    Com Milton, os resultados foram definitivos. Quando a diabetes o deixou magérrimo, em fins de 1996, as más línguas espalharam que era Aids. Ele recorreu ao Frei Luiz por intermédio de uma amiga, Beth Dourado.”Minha recuperação foi tão rápida que meus médicos ficaram espantados”, relatou. A lembrança mais intensa foi a da materialização. “Foi muito forte e bonita. Só pode mesmo ser coisa de Deus”, atribui o cantor. As definições existem, mas é claro que, para acreditar, só vendo ou tendo muita fé. Curiosamente, o centro não é comandado por nenhum artista ou pessoa que tem no misticismo sua atividade principal, mas por um médico, que pela ordem natural das coisas deveria ser refém do materialismo e avesso a soluções do além (SERIA O DR. VLAD?). A preocupação inicial do presidente do Lar, o cirurgião geral mineiro Ronaldo Gazolla (É, NÃO É O VLAD, MAS É OUTRO MÉDICO CRENTE), 65 anos, em seu terceiro mandato como secretário municipal de Saúde do Rio, é desmistificar: “A materialização é uma prova às pessoas de que existe algo além da vida comum, e não uma exibição de circo de cavalinhos”, afirma (E EU QUE PENSAVA QUE MATERIALIZAÇÕES FOSSEM ESPETÁCULOS CIRCENSES).

    As cirurgias ocorrem no escuro supostamente para evitar a queima do ectoplasma (SERIA PARA OCULTAR OS TRUQUES?), matéria-prima das materializações e operações espirituais. Trata-se de uma substância que vem do citoplasma celular, parte da célula de qualquer ser humano. Sai pelo poros e cavidades do corpo e também da natureza (ALÔ, ALÔ, ARDUIN! ISTO FAZ ALGUM SENTIDO?). Sua condensação é que vai dar a forma humana ao espírito. “Hoje a ciência não explica, mas no futuro explicará”, profetiza Gazolla (BOTA FUTURO NISSO – DEVE SER NUM TEMPO INFINITAMENTE FUTURO). De alguma forma, mesmo os médicos céticos podem explicar os resultados das intervenções do mundo dos mortos. A diferença entre um doente esperançoso e o que já se entregou é total, segundo Luiz Maltoni, 41 anos, cirurgião de abdômen e diretor do Hospital de Oncologia do INCA (Instituto Nacional do Câncer). “Aquele que sente coragem de enfrentar a doença, por qualquer motivo, acelera a produção de hormônios que atuam no sistema imunológico e responde melhor a qualquer agressão”, afirma. O presidente do INCA, Jacob Kligerman, 59, concorda com a tese, mas adverte: “Está comprovado que a fé melhora, mas não cura.” (SERÁ QUE ESTÁ MESMO COMPROVADO?).

    Embora o objetivo original do Lar de Frei Luiz tenha sido o de assistir a 200 crianças e 50 velhinhos, a fama vem mesmo das operações espirituais. Muitas estão relatadas no livro Médicos do Espaço – Luiz da Rocha Lima e o Lar de Frei Luiz (Editora Mauad), que acaba de ser lançado pelo jornalista carioca Roni Lima, 42. Ex-cético de carteirinha (IGUALZINHO AO MARIDO DA MEIMEI – SERÁ QUE UM DIA EU TAMBÉM JOGAREI FORA MINHA CARTEIRINHA DE CÉTICO?), Roni começou a freqüentar o Frei Luiz em 1994. O livro é uma radiografia da instituição. Depois do mergulho espiritual, sua cabeça mudou. “Recebi provas de que existe vida após a morte”, festeja (BEM QUE ELE PODERIA COMPARTILHAR ESSAS PROVAS CONOSCO). O jornalista também passou a engrossar o quadro de 800 médiuns do Frei Luiz (AGORA ACHO QUE ENTENDI O MOTIVO DA CONVERSÃO).

    Foto:Pedro Agílson

    Prece de encerramento
    O centro é aberto à visitação todas as quartas-feiras e em domingos alternados. Quem chega ao local pensando encontrar um gueto de místicos, a surpresa é enorme. Nos últimos dez anos, o número de visitas cresceu de 800 para três mil pessoas por dia. É quase uma cidade. Todos passam por uma triagem, às terças e sextas-feiras. Por menos que os visitantes recebam alguma deferência, o maestro Tom Jobim se emocionou quando ouviu tocar Sabiá, de sua autoria, na sala onde se submeteu à sua primeira operação espiritual (QUE EU SAIBA, TOM JOBIM ESTÁ MORANDO NO UMBRAL, ATUALMENTE). No fim do tratamento, os médiuns disseram que ele estava curado (ACHO QUE ELES SE ENGANARAM). Só que o autor de Garota de Ipanema marcara uma cirurgia para extirpar um tumor de bexiga em Nova York. Na véspera de viajar, ficou até de madrugada conversando com Gazolla. “Se fosse você, se operaria?”, perguntou. “Não”, respondeu o médico, mas Tom e a mulher, Ana Jobim, decidiram seguir para os Estados Unidos. “Estávamos com a medicina convencional; achamos que mal não ia fazer”, diz Ana. O resto da história todo mundo conhece: o coração do maestro não resistiu à cirurgia e sua vida acabou em 8 de dezembro de 1994, aos 67 anos. (QUE PENA… SE TIVESSE OPTADO PELA CIRURGIA ESPIRITUAL, ESTARIA VIVO, PELO QUE EU DEPREENDO).

    No Frei Luiz os pacientes de casos graves como Tom ou quem vem de outros estados podem passar a fila, dependendo da intuição do médium. O interessado não desembolsa um tostão (SERÁ? DIZEM QUE AS COISAS MAIS CARAS SÃO AS GRATUITAS). A não ser que compre algo na cantina ou na livraria, recursos que engrossam o orçamento mensal de R$ 120 mil, obtido sobretudo de doações voluntárias (NÃO HÁ MISTÉRIO ECONÔMICO). São oito salas de cura, uma para operações espirituais e as demais de passes e para afastar energias negativas. Um alto falante alterna música clássica com mensagens espirituais, em ambiente arborizado de 92 mil metros quadrados, com várias unidades isoladas. O uso de roupas brancas dá ao lugar uma aparência celestial (EU NÃO SABIA NEM QUE TINHA GENTE MORANDO NO “CÉU”, QUE DIRÁ QUE ELES USAM ROUPAS BRANCAS).

    O mais estranho é que alguém que foi um materialista convicto até os 32 anos, como Gazolla, tenha se convencido ao ponto de recomendar a Tom que não se operasse. A vida de Gazzola mudou quando foi a uma seção espírita e ouviu do médium detalhes de sua vida íntima. “Foi uma prova”, acredita. Daí em diante, não parou de estudar a doutrina espírita. Gazolla, que é médium intuitivo, sucedeu o médico Luiz Augusto Queiroz, que assumiu o lugar do fundador do Lar de Frei Luiz, o químico Luiz Rocha Lima (1901-1995). O embrião do centro espírita surgiu na casa de Rocha Lima, em 1947, quando ele recebeu uma mensagem de Frei Luiz. O frei alemão nasceu na antiga Prússia em 1872 e morreu em 1937 em Petrópolis, região serrana do Estado do Rio, onde era radicado. A missão de Rocha Lima foi ajudar crianças carentes.

    Foto: Renato Velasco

    Vereza é diretor do centro
    Foi essa assistência que atraiu o ator Carlos Vereza (E TAMBÉM FÍSICO DE PARTÍCULAS, SEM A CHATISSE DA MATEMÁTICA) ao quadro de voluntários do Frei Luiz. Vereza chegou ao centro espírita em 1990, tão deprimido que usava muletas (DOUTOR VLAD, ISSO PROCEDE? DEPRESSÃO CAUSA USO DE MULETAS?). Tudo começou quando gravava a minissérie Delegacia de Mulheres, na Globo, e seu ouvido e labirinto foram traumatizados por um tiro mal simulado. Sem conseguir mais trabalhar, o ator percorreu inúmeras clínicas especializadas. Quando chegou ao centro espírita, se submeteu a um tratamento intensivo. Hoje, totalmente curado, é diretor de eventos do centro. Vereza observa que ainda há quem confunda espiritismo com macumba. “Só que a doutrina se baseia em filosofia, ciência e religião”, compara. (PRINCIPALMENTE NA FLAT QUANTUM MECHANICS, PARTE CIENTÍFICA – A FILOSÓFICA DEVE SER IGUAL À FILOSOFIA DO VLAD).

    Essa mistura de ciência e filosofia será a linha de funcionamento do futuro Hospital Holístico, que deve ser inaugurado em dois anos. A idéia é criar um hospital gratuito de medicina tradicional, com 60 leitos, onde o atendimento vai se mesclar à medicina espiritual. Durante uma operação, os médiuns estarão a postos para ajudar no sucesso da intervenção física. A quem se perguntar por que uns saem curados e outros não, Gazolla esclarece: “Só depende do merecimento e do karma de cada um. O espírito apenas ajuda a pessoa a encontrar o Cristo interno que existe em cada um de nós” (QUE PAPO FURADO! QUEM AVALIA ESSE MERECIMENTO?).

  21. Marciano Diz:

    GORDUCHO, para você que acha que religiões sempre têm um fundador, pense na hipótese de um dia esse médico alemão nazista ferido na perna e que nunca existiu vir a ser o fundador de uma religião espírita-materialista. Digo materialista por causa das materializações.

  22. Marciano Diz:

    Estou tentando imaginar o professor Arduin, explicando em sala de aula, como é que o ectoplasma sai pelos poros, materializando espíritos.
    E a falta de ectoplasma não faz mal algum ao medium.
    Conciliar biologia e CIÊNCIA espírita deve ser um verdadeiro milagre.
    .
    GORDUCHO, também jogo a toalha.
    Vou voltar aos livros de biologia, pois aprendi tudo errado.

  23. Marciano Diz:

    Eu, da mesma forma que os demais aqui, estudei citologia, dentro da cadeira de biologia, no ensino médio.
    Gostaria de ver o VLAD, que estudou citologia como matéria independente, portanto, deve saber muito mais do que nosotros, como é que o ectoplasma sai da célula, através dos poros, para materializar farsas.

  24. Gorducho Diz:

    Mudando, mas não muito, de assunto: um presentinho de sábado à noite p/o Sr. Dr. Bom descaso; paz!
     
    http://www.saibaba-x.org.uk/30/Haraldsson.html

  25. Marciano Diz:

    Relendo meus comentários, vejo que o maldito poltergeist trocou “chatice” por “chatisse”.
    Eu acho que esse poltergeist é francês.
    “Chatisse” deve ser a qualidade felina dos gatos.

  26. Marciano Diz:

    De qualquer modo, tudo o mais que escrevi sobre o físico de partículas sem matemática prevalece.
    Física sem matemática deve ser igual a ectoplasma que vaza pelos poros.
    Vou sair, só volto amanhã, querendo Odin.

  27. Gorducho Diz:

    Noveau Livre des Esprits: écrit sous la dictée d’esprits supérieurs et publié sur la supervision de l’esprit Allan Kardec par G Grassouillet.
     
    1020. Sont des matérialisations fausses?
    “Non! Non! Ils tuent.”

  28. Contra o chiquismo Diz:

    Dinossauros vão ser clonados:
    .
    .
    https://br.noticias.yahoo.com/blogs/super-incr%C3%ADvel/os-clones-v%C3%AAm-a%C3%AD–cientistas-encontram-restos-de-sangue-de-dinossauros-192415428.html
    .
    .
    .
    “espiritos” não podem ser provados.

  29. mrh Diz:

    Duvido, não acredito em materialização…

  30. Gorducho Diz:

    Eu tinha preparado uma armadilha p/o AMa, mas me dei mal. Quando ele protestasse, eu ia explicar que o erro era porque o espírito respondente disse ser o Dr. Frederick von Stein e se atrapalhou – portanto confirmando pelo CAEE (Controle Aperfeiçoado do Ensino dos Espíritos) a autenticidade da mensagem.
    É que me lembrava vagamente do pronome do título… e agora fui conferir… :(
    Der Kampf um die Materialisations-Phänomene: eine Verteidigunsschrift

  31. Gorducho Diz:

    E eu, ao contrário do Kardec, não edito as respostas…

  32. Marciano Diz:

    Title: Der Kampf Um die Materialisations-Phänomene : Eine Verteidigunsschrift Author: Schrenck-Notzing, A. Von (Albert) Volume: Language: German Subject: Spiritualism, Apparitions, Materialization Collection: American Libraries Collection Subcollection: Historic
    Publication Date: 1914 Publisher: München; E. Reinhardt

    Geister können töten.
    C’est vrai. Ils tuent!
    That’s a job for the psychic detectives. Shal we call one?
    .
    Estou enferrujado, mas prevejo que o crime vai ser apurado, mas detalhes importantes não virão à tona, para não arranhar a imagem do centro.
    Tá na cara que o crime foi praticado por pessoa (s) que frequenta (m) o local. Facinho de se chegar à autoria.
    Prevejo que a motivação (oficial) será patrimonial. O problema é que o MO é compatível com outro tipo de motivação (cala-te, boca!).
    Costuma haver crime contra o patrimônio também.
    Ou isso, ou os fantasmas finalmente conseguiram seu intento, como relata o livro.

  33. Marciano Diz:

    Está meio enigmático, de propósito.
    Gorducho é inteligente e vai entender direitinho.
    Não é uma armadilha. Ao contrário.
    Com os poucos informes disponibilizados pela imprensa, dá para ter uma ideia da autoria e dos motivos.
    Pode-se botar na conta dos pobres espíritos trevosos, nossos irmãos desencarnados necessitados de doutrina.
    O mais provável é que os autores (êpa, sem querer eu disse que há mais de um autor) sejam incriminados porque queriam roubar pertences da vítima.
    Por influência dos espíritos, amarraram e espancaram a vítima (aqui tem uma armadilha).
    .
    Ou isso ou não sou medium premonitório.

  34. Marciano Diz:

    Time will tell.
    The clues are all above. Pay attention.

  35. Marciano Diz:

    Será que o Conan Doyle resolveria esse mistério?
    Se psychic detectives não derem conta, com certeza Holmes resolve o caso.
    Alguma fada pode ter testemunhado a ocorrência.
    Se bem que Holmes não acreditava em fadas, só Doyle, estranhamente.

  36. Marciano Diz:

    Vou tentar dormir.
    Quando acordar, aponto os autores.
    Aproveito o sono para, em desdobramento corporal quântico, investigar a cena do crime.
    I’ll be back!

  37. Marciano Diz:

    Como dizia Holmes, um bom mistério é mais excitante do que cocaína.

  38. Gorducho Diz:

    Mas não é elles tuent?
    Essa era a armadilha: eu ia alegar que o espírito é alemão e se confundiu no gênero, comprovando a competência da médium e a veracidade dele.
    Aliás, die é no plural, de formas que meu espírito respondente talvez tenha se confundido ao canalizar em francês, não?

  39. Marciano Diz:

    Vou pegar meu violino ♫ enquanto penso no caso e tento dormir.
    Mais tarde eu volto aqui, my dear Watson.

  40. Marciano Diz:

    Non, Grassouillet. C’est le sommeil.
    Du bist rechte.
    Ils tuent (pas elles).
    Ou est-ce que les criminels sont des femmes?

  41. Marciano Diz:

    Maintenant, laisse moi dormir, just un peu.

  42. Gorducho Diz:

    Quer dizer: die é no plural tanto p/der die das (acho…).
    Mas não cola igual.
    Eu me lembrava do Der [...], e hoje, quando fui acusar mrh de FALTA DE ESTUDO e recomendar a pg. 310 fig. 200 do Phenomena of Materialisation (trad. do Fournier d’Albe no ano ’23) é que me dei por conta.

  43. Gorducho Diz:

    Ou est-ce que les criminels sont des femmes?
     
    [As] materializações matam.
     
    “Donc les matérialisations possèdent une existence objective.
    2. De quelle substance ou quelles substances sont elles formées ?”
    [Paul Gibier, As Materializações de Fantasmas]

  44. Marciano Diz:

    Agora que você desenhou, eu finalmente entendi.
    Elles sont les matérialisations.
    Ainda não dormi, se bem que tentei.
    Descobri que privação de sono me deixa mais burro do que de costume.
    É que estou tentando um detox.
    .
    Im Deutschen verwenden wir die Nomen meistens mit Artikel. Am Artikel erkennen wir Genus (maskulin, feminin, neutral), Numerus (Singular, Plural) und Kasus (Nominativ, Akkusativ, Dativ, Genitiv).

    Es gibt unbestimmte Artikel (ein, eine) und bestimmte Artikel (der, die, das).

    Lena ist eine Freundin von Lara und die Freundin von Franz.

    Lena hat ein Eis gekauft. Das Eis schmeckt ihr sehr gut.

    Bestimmte Artikel sind der (maskulin), die (feminin/Plural) und das (neutral). Wir verwenden den bestimmten Artikel:

    wenn wir von etwas Bestimmtem sprechen
    Beispiel:
    Lena ist die Freundin von Franz. (die einzige – sie sind ein Paar)
    wenn wir etwas bereits erwähnt haben oder es als bekannt voraussetzen
    Beispiel:
    Das Eis schmeckt ihr sehr gut.
    .
    bestimmter Artikel
    maskulin
    nominativ der genitiv des dativ dem akkusativ den
    feminin
    nominativ die genitiv der dativ der akkusativ die
    neutral
    nominativ das genitiv des dativ dem akkusativ das
    plural
    nominativ die genitiv der dativ den akkusativ die
    .
    https://deutsch.lingolia.com/de/grammatik/nomen/artikel
    .
    Ähnlich wie Latin.
    Ich hoffe das war hilfreich.

  45. Marciano Diz:

    A polícia do Rio informou, neste domingo (21), que a Delegacia de Homicídios da Capital (DH) fará uma perícia complementar nesta segunda-feira (22), no local onde o médium do centro espírita Lar de Frei Luiz, na Taquara, Zona Oeste do Rio, foi encontrado morto. A casa de Gilberto Arruda permanece interditada.
    Há suspeita de que o assassino tenha entrado no centro espírita Lar de Frei Luiz por uma trilha na mata. A casa onde o médium morava fica no terreno da instituição, em Jacarepaguá.
    A DH informou ainda que “as investigações estão em andamento para identificar a autoria do crime”. E que “testemunhas e familiares estão sendo ouvidos”.
    Em 2011, Gilberto Arruda disse que estava sendo ameaçado por uma mulher com quem teve um relacionamento amoroso.
    19/06/2015 14h26 – Atualizado em 19/06/2015 19h51
    Médium teria sido amarrado e amordaçado, dizem funcionários
    Rosto estava muito ferido por golpes, dizem testemunhas.
    Divisão de Homicídios está interrogando funcionários do local.
    Segundo funcionários do Centro Espírita Lar de Frei Luiz, na Taquara, Zona Oeste do Rio, o médium Gilberto Arruda, morto nesta sexta-feira (19), foi encontrado amordaçado, com as mãos amarradas e com o rosto ferido por muitos golpes. Ainda de acordo com as testemunhas, que não quiseram se identificar, a vítima dormia em um quarto separado da esposa, Marli (?!).
    g1

  46. Marciano Diz:

    Acho que os desencarnados são inocentes.
    Foi coisa de encarnado.
    Não acredito que a ex-mulher tenha algo a ver com isso, mas que precisa ser investigada essa hipótese, precisa.
    Esse negócio de a ex-mulher dizer que a vítima era homossexual e o fato de que dormia em quarto separado da atual companheira, associado aos viciados que estiveram lá, dá o que pensar.
    O Dr., que entende de viciados, poderia dar um palpite.

  47. Marciano Diz:

    Montalvão apareceu e desapareceu no tópico odontológico.
    Pena que não o vi a tempo.
    Cansou das discussões.
    Domage.

  48. Borges Diz:

    Fiz uma leitura atenta do livro até a página 100, contudo, indícios de fraudes desencorajaram-me de prosseguir; a partir daí, passei a garimpar apenas alguns detalhes.
    Página 48 – “Mesmo depois de materializada, essa entidade falou com diversos circunstantes, não tendo atendido o pedido que lhe fez o José Graneiro Guimarães no sentido de tocar sua mão, mas prometendo que permitiria em outro dia”.
    comentário: POR QUE ?
    Página 78 – “Entre um exame e outro, a pedido do “Padre Zabeu”, os dois médicos foram examinar o “médium, Sr. José Corrêa que se encontrava AMARRADO a uma cadeira
    e devidamente ALGEMADO, atrás das CORTINAS”, desde o início dos trabalhos”.
    Página 81 – “Antes devo dizer que, ao início da sessão fui convidado a ALGEMAR e AMARRAR o médium, Sr. José Corrêa Neves, a uma cadeira , dentro de uma CABINE”.
    Comentário: As palavras cabine, cortina, amarrar, algemar e ainda todo um processo de acender e apagar a luz, sugerem truques de mágica. Um piso rebaixado na cabine ou uma parede mais espessa, poderia abrigar um ser nada ectoplasmático.
    Página 90- “A seguir acendeu a luz vermelha à direita, junto a mesa, surgiu a mencionada entidade com sua vestimenta toda branca cobrindo-a completamente, conforme o uso da época em que teria vivido em nosso planeta”.
    Comentário: A narração é um pouco falha pois ficamos sem saber se a mencionada figura materializou-se antes ou após o acendimento da luz. Julgo que foi antes, caso contrário, o narrador teria dado muita ênfase, para indicar que a figura materializou-se diante de todos os olhares. Isto fica mais claro, na sequência da narração.
    “O Espírito X controlando o comutador de luz elétrica tornou-se visível, em forma tangível durante certos inertavalos de tempo e repetidas vezes, acendendo e apagando a luz.”
    Página 91- “Despedindo-se e fazendo uma mesura, o “Homem do Século Dois” afastou-se lentamente, e desapareceu ao apagar a luz”.
    Comentário: Pelo que pude deduzir, em momento algum, houve materialização e desmaterialização diante dos olhares das pessoas; o que sugere tratar-se de uma pessoa comum que poderia ser vista ou não dependendo da luz.
    Página 94- “O Geraldo, não satisfeito com essa travessura, vestira, ainda no médium, a capa do Major Alcides, sem que as suas mãos algemadas lhe servissem de empecilho”.
    Comentário: Tenho a impressão de ter visto truque de mágica semelhante.
    Página 185- “Para esse trabalho, conforme diretrizes traçadas durante as sessões anteriores, deveria comparecer o médico Dr. Jose Ribeiro de Carvalho, munido de seu aparelho fotográfico”.
    Comentário: Por que não contrataram um fotógrafo profissional?
    Ao observar as duas fotografias penso que consegui entender porque escolheram um personagem do século dois. O cabelo e a barba longa e branca, juntamente com a túnica comprida, formavam um conjunto que impediam a exposição do corpo do provável dublê de ser ectoplasmático, dificultando a sua identificação;
    a seguir temos dois trechos que corroboram esta afirmação.
    “A tênue claridade da lâmpada vermelha foi suficinte para distinguirmos os seus brancos cabelos, e barbas longas que se confundiam com a cor do seu traje”.
    “Assim que acendeu a luz vermelha à direita, junto à mesa, surgiu a mencionada entidade com a sua vestimenta toda branca cobrindo-a completamente, conforme o uso da época em que teria vivido em nosso planeta”.
    Peço perdão pela análise pessimista, porém, não consigo entender este assunto de forma diferente.
    Obrigado

  49. Gorducho Diz:

    O Sr. anda muito incrédulo, Analista Borges; assim não conseguirá estudar o Espiritismo :(
    É orgulhoso? Como disse o Kardec: incredulidade indício de orgulho.
    O incrédulo apenas crê em si mesmo; é, pois, natural que tenha orgulho.

  50. Gorducho Diz:

    Examine o material que eu indiquei ao Dr. mrh acima, e se continuar duvidando da existência de materializações, jogo a toalha!

  51. Gorducho Diz:

    Assim incrédulo, prejudicará qualquer sessão onde participe. Fluídos incrédulos (i.e., com o espectro de frequências característico da da) no recinto da sessão atrapalham e até mesmo anulam mediunidade de qualquer espécie.
     
    Após essas palavras, a entidade tocou, novamente, a música “Ave Maria”, anunciando a visita do Espírito Padre Zabeu.
    Ao manifestar-se o Padre, este, através de uma corneta acústica, assim se expressou
    :
    [...]
    Também, impedir…”.
    Interrompendo a locução, o Padre deixou cair a corneta no soalho. Depois, erguendo-a, continuou:
    “Também, impedir que as vontades se realizem, não é de nossa competência. Cada um age como age…
    Meus filhos:
    O que hoje aqui se realiza, para muitos, há de parecer um simples espetáculo cirsense. Entretanto, para aqueles que acompanham a origem e desenrolamento desse trabalho, existe um sentido de real expressão.
    Como já tive oportunidade de dizer e essa reafirmação aqui faço…”.
    A corneta caiu novamente. Tornando a levantá-la, o espírito prosseguiu:
    “O êxito das nossas próximas futuras realizações depende da cooperação de todos, porque é necessário que cada um trabalhe por si mesmo, para que o conjunto de todos seja harmonioso como harmoniosas são as melodias que dizem respeito ao Espírito que vive e é permanente, eterno, nessa trajetória do vai e vem…
    Eu muito espero de vocês, tanto quanto temos recebido de Deus. Entenderam?
    Meus filhos:
    A todos os instantes, vocês são chamados para desempenhar missões diferentes.
    Essas missões a que foram chamados, seriam de suas vontades, ou de Deus?
    Tudo vem de Deus, para Deus e é de Deus.
    Vocês são instrumentos e devem ser maleáveis, quanto possível.
    Eu acredito que tudo o que vamos realizar não é obra individual e sim do conjunto”.
    O Padre interrompeu, novamente, a locução. Pela terceira vez, a corneta acústica caiu.
    O Dr. Castro, em voz alta, tornou a aludir às influências negativas que prejudicam os fenômenos,
     
    Entendeu? Se quer ser espírita não pode ser incrédulo.

  52. Gorducho Diz:

    Entendeu? Se quer ser espírita não pode ser incrédulo.
    &nbsp
    Entendeu? Se quer ser espírita não pode ser incrédulo.

  53. Contra o chiquismo Diz:

    Lá no feri luiz se realizam ‘materializações’. Para poucos…
    .
    .
    Não deve demorar pra o ‘medium’ assassinado lá dar ‘comunicação’ perdoando seus algozes.

  54. Borges Diz:

    Gorducho – Respeitosamente devo dizer que não existe somente dois lados da moeda como: incrédulo ou crédulo, sim ou não, CONTRA ou a favor, preto ou branco, noite ou dia, alto ou baixo, “hi ou lo”, um ou zero, minha mente não é digital. Orgulho nada tem a ver com esta história, coerência, sensatez e honestidade sim.
    Obrigado

  55. Marciano Diz:

    Sempre tem uma desculpa esfarrapada para que o alegado “fenômeno” não possa ser verificado.
    .
    Existe um mundo real e vários mundos imaginários.
    Em um mundo imaginário, existem materializações de espíritos, em outro, paranormalidade, em outro, nosso senhor FG; muitas vezes esses mundos imaginários formam intercessões de conjuntos, de modo que FG possa coexistir com materializações fajutas e paranormalidade meia-boca.
    E vai por aí a fora.
    .
    Existem mundos imaginários em que o socialismo é a salvação da lavoura, em outros, a salvação está em algum cult leader. Existem mundos em que ETs visitam nosso planeta cotidianamente, outros em que milagres acontecem, divindades burras conservam corações de padres, para angariar crentes e DINHEIRO para alguma igreja.
    .
    Existem mundos imaginários para todos os gostos. O real mesmo, só existe UM, e só não o vê quem não quer, quem quer se manter na ilusão.
    .
    Quando quero fantasias, leio um romance ou vejo um filme. Ultimamente estou de saco cheio de fantasias. Nem o Dr. Mabuse me encanta mais.

  56. Gorducho Diz:

    Foi ali que a Cássia Eller canalizou?

  57. Gorducho Diz:

    Respeitosamente devo dizer que &c.
     
    É que ficou cômico porque o Sr. aparentemente tentou ler a sério a obra: não percebeu que era sarcasmo.
    Mas o espiritismo não vai além disso não, Analista Borges.

  58. Gorducho Diz:

    E a parapsicologia tentou fugir da realidade apelando para a estatística onde ela não se aplica: ridículo ainda pior :(

  59. Contra o chiquismo Diz:

    Mais uma instituição com nome católico – frei luiz.

    .
    .
    Como o ‘espiritismo’ é chegado ao um santo e a um médico como nome das casas. (alemão da guerra então…)
    .
    .
    Na Suíça um médico ganha pouco mais do que um lixeiro. (igualdade social)
    .
    .
    Se fosse lá, teríamos centenas de casas com nome de varredores de rua como seu ‘patrono espiritual’ .

  60. Gorducho Diz:

    Foi lá ou não que a Cássia Eller canalizou?
     
    Não tem espíritos brasileiros operando na crosta? Só doutores alemães?

  61. Marciano Diz:

    Gorducho, os médicos alemães da primeira e da segunda guerras eram melhores do que os médicos brasileiros atuais. Se duvida, pergunte ao Dr. Vlad.
    .
    Foi lá, sim!
    http://extra.globo.com/famosos/suposta-carta-psicografada-de-cassia-eller-divulgada-nas-redes-sociais-16477619.html

  62. Marciano Diz:

    Atendimento Espiritual
    (21) 3539-9539
    Atendimento Administrativo
    (21) 3539-9550
    .
    Llame ahora!
    Alguém aí se lembra do Walter Mercado?

  63. Marciano Diz:

    Walter Mercado cambió de nombre: Ahora se llama Shanti Ananda.
    El reconocido astrólogo asegura que tuvo una revelación espiritual por lo que en adelante usará su nuevo nombre en sus presentaciones en TV.
    .
    https://www.youtube.com/watch?v=kMW9BnjILpU

  64. Marciano Diz:

    Quem não sabe tocar violão, nem pistom, toca surdo,
    Sempre agrada porque nesse mundo tem bobo pra tudo .

    Camelô na conversa ele vende algodão por veludo,
    Não tem bronca porque nesse mundo tem bobo pra tudo.

    A mulher que é bonita consegue o que quer, não me iludo,
    E concordo porque nesse mundo tem bobo pra tudo.

    Todo mal do sabido é pensar que não é enganado,
    Quantas vezes também como bobo já fui apontado.

    Tem alguém que é bobo de alguém, apesar do estudo,
    Está provado porque nesse mundo tem bobo pra tudo….

  65. Marciano Diz:

    https://www.youtube.com/watch?v=SGtUihTMypU

  66. Borges Diz:

    Página 76 – “A voz identificada como pertencendo a “Geraldo” declarou que desejava prestar-me homenagem, espargindo sobre mim gotas de perfume.Isso foi feito, na primeira reunião, acrescentando a mesma voz que obtivera esse perfume fora do edifício do Centro, mediante o processo denominado “transporte mediúnico”.
    Declarações do deputado Castro Neves, que prossegue.
    “Desse fato me veio a seguinte ideia: – comprar uma caixa de aço, com fechadura “yale”, colocando dentro dela um frasco de perfume, a fim de que esse frasco fosse retirado da caixa sem o uso da chave…”.
    “Colocado o frasco dentro da caixa, as chaves foram encerradas num envelope, o qual foi entregue ao Sr. Ribas Marinhe, presidente da Associação Paulista de Imprensa e também presente à sessão”.
    “O fato é que o vidro foi retirado da caixa, sendo o perfume espargido sobre todos os presente. Examinei cuidadosamente as condições em que se encontrava o envelope, quando terminou a reunião, e o meu testemunho é no sentido de reconhecer que o cofre foi aberto sem as chaves”.
    Comentário: Sei de muita gente que consegue abrir uma fechadura do tipo “yale” sem a utilização de chave, estou falando de nossos amigos chaveiros, que utilizam lâminas conhecidas como “micha”. Se o processo é o transporte mediúnico, subentende que se trata de desmaterialização em um lugar e materialização em outro, neste caso, era desnecessária a abertura do cofre.
    Obrigado

  67. Contra o chiquismo Diz:

    Quando eu era crente, tive a curiosidade de ir nesse tal de frei luiz pq soube q lá faziam materializações. Fui barrado na porta, só estavam recebendo naquele dia quem viesse trazendo doações.
    ,
    ,
    Um ‘confrade’ curioso não.
    Um qualquer trazendo carro com mala cheia de provisões sim.

    .

    .
    A direção da casa, sempre é bom lembrar, vem do ‘além’. Os encarnados são apenas títeres dos desencarnados/descascados.

  68. Borges Diz:

    Gorducho diz:”É que ficou cômico porque o Sr. aparentemente tentou ler a sério a obra: não percebeu que era sarcasmo”.
    Comentário- não creio que o administrador teve esta intenção, se eu fizesse o comentário que voce acaba de fazer, num momento infeliz, me sentiria mal e pediria desculpa ao mesmo.
    Obrigado

  69. Gorducho Diz:

    Qual comentário infeliz? Não “se toca” que a intenção do Administrador era sarcástica ao escanear o obra?
    A Administração acredita em médiuns e em espíritos desde que sejam americanos. Nos aborígenes ele não leva fé.

  70. Gorducho Diz:

    Ah! Em médiuns islandeses ele também acredita…

  71. Vitor Diz:

    a) “Não “se toca” que a intenção do Administrador era sarcástica ao escanear o obra?”
    .
    Não fui sarcástico em escanear a obra.
    .
    b) “A Administração acredita em médiuns e em espíritos desde que sejam americanos. Nos aborígenes ele não leva fé.”
    .
    Não sei daonde tirou isso.
    .
    Também creio em médiuns lituanos: http://obraspsicografadas.org/2012/um-experimento-de-clarividncia-de-resposta-livre-com-uma-psquica-talentosa-2011/
    .
    E em ingleses: http://obraspsicografadas.org/2015/uma-visao-e-sua-sequencia-por-jane-h-sagendorph-1926-repostagem/
    .
    E em argentinos: http://survivalafterdeath.blogspot.com.br/2012/07/irma-maggi.html
    .
    E em brasileiros: http://obraspsicografadas.org/2011/mediunidade-psicodinmica-e-pes-o-caso-de-cristina/
    .
    E em franceses:
    http://obraspsicografadas.org/2015/um-comunicador-do-tipo-inesperado-na-franca-o-caso-de-robert-marie-1973/
    .
    E em suíços: http://obraspsicografadas.org/2015/um-comunicador-desconhecido-ao-medium-e-aos-assistentes-1970-por-ian-stevenson/

  72. Marciano Diz:

    Contra o chiquismo Diz:
    JUNHO 22ND, 2015 ÀS 12:59 PM
    .
    A direção da casa, sempre é bom lembrar, vem do ‘além’. Os encarnados são apenas títeres dos desencarnados/descascados.
    .
    “E verdade, porque nesse mundo tem bobo pra tudo”.
    .
    Quem disse que no chiquismo não rola grana?
    Existe alguma auditoria quanto às doações arrecadadas?
    .
    Quanto será que a Elba Ramalho doou depois da bem sucedida “cirurgia”?
    .
    Chiquismo ou kardecismo?
    “Gostam de causar pequenos desgostos e ligeiras alegrias, de intrigar, de induzir maldosamente em erro, por meio de mistificações e de espertezas.” (O Livro dos Espíritos, questão no 103.)
    .
    “Os Espíritos vêm instruí-los e guiá-los no caminho do bem e não no caminho das honras e da fortuna, ou para servirem suas mesquinhas paixões. Se não lhes pedissem jamais nada de fútil ou fora de suas atribuições, não dariam oportunidade alguma aos Espíritos enganadores; donde vocês devem concluir que quem é mistificado tem apenas o que merece.” (O Livro dos Médiuns, cap. XXVII, item 303, 1a pergunta.)
    .
    “Deus permite as mistificações para provar a perseverança dos verdadeiros adeptos e punir os que fazem do Espiritismo um objeto de divertimento”. (L.M., cap. XXVII, item 303, 2a pergunta.)

  73. Marciano Diz:

    Pergunta de AK: “As mistificações constituem um dos escolhos mais desagradáveis do Espiritismo prático; haverá um meio de nos preservarmos deles?

    Resposta: “Parece-me que podeis achar a resposta em tudo quanto vos tem sido ensinado. Sim, certamente, há um meio simples: o de não pedirdes ao espiritismo senão aquilo que ele vos pode e deve dar-vos; sua finalidade é o melhoramento moral da humanidade; tanto assim que, se não vos afastardes desse objetivo, jamais sereis enganados, porquanto não há duas maneiras de se compreender a verdadeira moral, ou seja, a moral que todo homem de bom-senso pode admitir.

    “Os Espíritos vos vêm instruir e guiar na estrada do bem e não na das honras e da fortuna, ou para servir às vossas mesquinhas paixões. Se nunca se pedisse a eles nada de fútil, ou que esteja fora de suas atribuições, nenhuma oportunidade se daria aos Espíritos enganadores; donde deveis concluir que aquele que é mistificado não tem senão o que merece.

    “O papel dos Espíritos não é o de vos informar sobre as coisas deste mundo, mas o de vos guiar seguramente no que vos possa ser útil para o outro mundo. Quando vos falam do que a este (mundo dos homens) diz respeito, é que o julgam necessário, mas não para dar resposta a uma solicitação vossa. Se vedes nos Espíritos os substitutos dos adivinhos e dos feiticeiros, então, sim, é certo que sereis enganados.

    “Se os homens não tivessem mais do que se dirigirem aos Espíritos para tudo saberem, estariam privados do livre-arbítrio e fora do caminho traçado por Deus à Humanidade. O homem deve agir por si mesmo; Deus não manda os Espíritos para lhes aplanar a estrada material da vida, mas para preparar a do futuro”.

    Pergunta de AK: – “Mas, há pessoas que nada perguntam e que são indignamente enganadas por Espíritos que vêm espontaneamente, sem serem chamados”.

    Resposta: “ – Se elas não perguntam nada, é porque se comprazem em ouvir o que eles dizem, o que dá no mesmo. Se acolhessem com reserva e desconfiança tudo o que se afasta do objetivo essencial do espiritismo, os Espíritos levianos não as tomariam tão facilmente por enganados”.
    .
    copiado de O Fraco Paladino
    .
    O que foi feito do kardecismo?
    Rivail deve estar se revirando no Pére Lachaise.

  74. Marciano Diz:

    Poltergeist sacana. Trocou “franco paladino” por “fraco paladino”.

  75. Marciano Diz:

    Mudou Père para Pére.
    Não vou ler mais meus comentários, ou acabo matando esse poltergeist.

  76. Marciano Diz:

    I don’t wanna be buried in du Père Lachaise Cimetière.
    .
    Curioso o modo como cx avacalhou com o kardecismo e a ginástica mental que os chiquistas fazem para racionalizarem e sustentarem que nada mudou, somente novas revelações foram feitas.
    “Meu deus, meu deus, que horror!”

  77. Marciano Diz:

    O blog “Ensino Espírita” lista algumas contradições entre o chiquismo e o kardecismo:
    .
    - Colônias Espirituais, nas quais os espíritos se sujam, se cansam, se alimentam pois sentem fome, tomam banho e outros absurdos.
    - Colônias espirituais muradas e com baterias elétricas (???) que atiravam dardos magnéticos (???) nos pobres espíritos umbralinos queriam entrar na colônia. Tem certeza que isso não é uma mistura de guerra medieval com Star Wars?
    - Umbral, versão espiritólica do Hades, parecida com o Sheol dos hebreus (onde havia choro e ranger de dentes lembram?)
    - Os ovóides. Sem comentário.
    - Espiritismo ser um triangulo formado por ciencia, filosofia e religião(???) do qual a religião é o vértice mais importante??? Acho que Emmanuel não leu O Que é o Espiritismo, no qual o codificador fala que o espiritismo é uma ciência que trata da natureza, da origem e do destino dos Espíritos, e de suas relações com o mundo corporal.E mais atrás, Kardec diz: “Como Ciência prática ele consiste nas relações que se estabelecem entre nós e os Espíritos; como Filosofia, compreende todas as Consequencias Morais que dimanam dessas mesmas relações.” Aprendeu, Emmanuel jesuíta? Espero que pelo menos alguns espíritas tenham lido essas palavras de Kardec: espiritismo é ciencia, filosofia e consequencias morais.

    - O telefone toca de lá para cá. Outra baboseira sem tamanho de Emmanuel. Kardec sempre foi favoravel a evocar (chamar) os espíritos para se comunicarem e nao deixar a vontade deles sempre pegarem o telefone, como Chico e Emmanuel diziam, e falarem o que quiserem, dizerem que eram quem queriam ser sem serem e falarem o que queriam. O telefone de lá para cá também serve pra receber trotes espirituais.

    -Almas gemeas; animais no plano espiritual; assertivas astrológicas com razão de ser; aeróbus; Bônus-horas; espíritos guias (Clarêncio) com cajado luminoso na mão!!! (será que ele além de coxo era cego? Ou será que não era espírito elevado? )ou será que tudo isso e muito mais, não saiu da cabeça de Chico Xavier?

    Bom, tenha sido da cabeça de Willy Wonka Xavier ou de algum de seus Oompa Loompas, o fato é que se trata de fantasias nas quais diversas pessoas cairam e caem ainda, pois o 2º Wonka morreu assim como o 1º, mas o estagiário Wonka III, ou melhor, Divaldo Pereira Franco estava a postos com sua Oompa Loompa Joanna, mas por ser muito prolixo seus misticismos foram menos eficazes que o do 2º Wonka: ninguem adorou Sai-Baba, ninguem ficou a favor de Ramatís como ele, Divaldo tinha ficado. Os Oompas de Divaldo Wonka também eram prolixos. Eram Vianna de Carvalho e Joanna de Ângelis que exageravam na linguagem dificil e por isso tiveram menos sucesso que seus antecessores, Emmanuel e André, peritos na arte de mistificar.

    Então, a parte de Divaldo na FEBrica de Misticismos ficou com a ampliação do mercado consumidor: espalhar o misticismo pelo mundo (ver O Espiritismo Made In Brazil), mas não se esqueceu do mercado interno do Brasil e lançou um produto místico, de segunda mão, é verdade: As Crianças Indigo e as Crianças Cristal.

    Estes 3 (Bezerra, Chico e Divaldo) são os principais Wonkas da FEBrica de Misticismos, mas não os únicos. Tivemos também Guillon Ribeiro (que enalteceu Roustaing contra Kardec e como se não bastasse, introduziu Pietro Ubaldi); Bitencourt Sampaio e Sayão Rodrigues (que endeusaram um espírito a quem chamaram de anjoIsmael);Carlos Baccelli, Marlene Nobre e Geraldinho Lemos Neto (que endeusavam e endeusam Chico inventando mais misticismos sobre ele); Heigorina Cunha (a que desenhou o que teria visto em sonhos a colonia de Nosso Lar); Edgard Armond (que trouxe para o Movimento crenças esotéricas, tal como Os Exilados de Capela) e outros anônimos ou menos conhecidos, que deram sua cota de misticismos ao já mistico Movimento Espírita. Para isso e muito mais ver Os Casos De Lesa-Doutrina – Parte 4.

    E assim, a FEBrica de misticismos foi aumentando sua área de influência e invadiu os centros espíritas. E não foi dificil, pois os dirigentes dos centros além do público freqüentador eram e são muito religiosos, para não dizer místicos e são desacostumados a pensar criticamente, racionalmente, até mesmo por terem uma visão mágica do espiritismo, do mesmo modo que um evangélico espera de sua igreja: a salvação (que equivale a solução de seus problemas por forças que não são as suas), mas sem estudar Kardec e a Codificação não há como. E, na busca por uma salvação mistica, que não virá, o público toma passes a perder de vista, como se fosse um placebo (ver Efeito Passebo) e até mesmo os mediuns tomam passes, seja por desinformação, seja por comodismo. E eu ja vi, na COMEERJ, um dirigente tomar passes por estar cansado e sair do passe revigorado. Puro efeito psicológico!

    Se vê nas casas espíritas também as famosas garrafinhas de água para fluidificar que as pessoas deixam em uma salinha, destapadas, enquanto a palestra se desenvolve no salão principal. Quando a mesma termina, as pessoas pegam suas garrafinhas na esperança de que a água tenha criado as bolinhas, que nem a água mineral. Para elas (as pessoas) as bolinhas são sinal evidente de ação dos espiritos magnetizando a água. Porém, a água fluidificada nada tem a ver com espiritos. O medium, segundo a doutrina, pode ter a fé, a vontade e até trabalhar no serviço de magnetização, mas se não tiver em si a capacidade que não é mediunica e sim anímica, isto é, uma especialidade não comum a todos os mediuns, não vai transferir nada exatamente por não ter essa capacidade.Fora disso, é que nem no passe, o que se doa é efeito placebo.

    Outro misticismo bastante comum nos centros é escrever o nome do encarnado ou do desencarnado, com os respectivos dados para por na caixinha para irradiação. Não sei o que seria essa tal irradiação, mas sei que os nomes que estão na caixinha não são lidos. Ou acham que em um centro bem frequentado, os mediuns separam os encarnados dos desencarnados (sim, são colocados na mesma caixinha) e lêem um por um?

    Outra prática mística que envolve algo que nada tem a ver com Espiritismo, é o receituário mediunico. Não são todos os centros, mas alguns o tem e o que se envolve e nada tem a ver com a doutrina, é a homeopatia. O pessoal é mistico, mas não é burro, pois uma receita com homeopatia não configura exercicio ilegal da medicina, mas já se fosse remédio alopático, configuraria.

    Nesta receita, a coisa (não) funciona assim: você dá o nome, idade, endereço da pessoa que está obsidiada supostamente ou doente e em uma semana você pega o resultado psicografado que vem com Intervenção (se há necessidade de visita espiritual, na qual um guia iria até seu endereço) e/ou Interferencia Espiritual (no caso da pessoa estar obsidiada, o nome já iria para irradiação.De novo, o que seria essa tal irradiação? Mas sei que os nomes que acusam isso não são lidos, pois são muitos os nomes). E a intervenção se faz durante 3 terças ou sábados seguidos e é marcada. Uma pergunta meio jocosa: para que o endereço se quem vai fazer a visita é um guia espiritual? Será que o guia espiritual precisa de um Guia Rex?

    E eu arderia no inferno, se ele existisse, pelo que confessarei agora. Uma vez dei o nome do meu cachorro para o receituário e veio na receita: passes, agua fluidificada, 3 remédios homeopaticos, intervenção e interferência espiritual. E o psicografante nem se tocou que era para um cão, que nem espírito tem.

  78. Gorducho Diz:

    Não fui sarcástico em escanear a obra.
     
    Ah! não… agora tira sarro de mim :mrgreen:
     
    Publique cá a foto do Pe. Zabeu materializado (não é do livro, bien entendu) pois o AB não deve conhecer…
    Dá p/inserir imagens neste form, suponho…

  79. Gorducho Diz:

    Puxa! Médium argentino nunca vi falar. É um dos países menos abertos a essas crenças que eu conheço, mas agora deve ser influência de que passam as férias cá nas praias…
    Boa: olharei com curiosidade.

  80. Gorducho Diz:

    By the way, já que tangenciou o assunto, o que me autoriza a responder, não deve ter visto o presente que enviei ao Dr. sábado à noite. Ele nem me agradeceu ainda :(

  81. Vitor Diz:

    Sobre o estudo de Haraldsson com Baba:
    .
    Haraldsson with Karlis Osis investigated the alleged miracles and paranormal powers of Sathya Sai Baba in the 1980s. He wrote the book Miracles Are My Visiting Cards (1988), also published as Modern Miracles (1997) and republished in 2013 as Modern Miracles: The Story of Sathya Sai Baba: A Modern Day Prophet which documented his investigation and research.[20][21] The book has been described as a “generally sympathetic treatment of Sai Baba”.[22]
    .
    In the late 1980s the philosopher of religion David C. Lane wrote that Haraldsson’s book Modern Miracles “approaches the alleged miracles of Sai Baba with a critical, but open outlook” and recommended it as “the most balanced book ever written” on the subject. Sathya Sai Baba refused to submit to testing in a controlled environment, so Haraldsson instead interviewed witnesses. Nevertheless he debunked some of his alleged miracles, such as the resurrection of Walter Cowan.[23]

    .
    Resurrection claims proven false: Sathya Sai Baba’s claim of having resurrected Walter Cowan from the dead, which one can read about in his book ‘Modern Miracles’ was clearly disproved by the witnesses he managed to find and question. (p. 250 – see text here). At that time, criticism in English publications of Sai Baba’s amazing claims were extremely few and the large hagiographic literature predominated, so Haraldsson deserves all praise for his unashamed unearthing of the truth about Walter Cowan and Co. That material is never referred to by Sai Baba followers, who no doubt wish it would disappear.
    .
    Philosopher Paul Edwards noted how Haraldsson did not come to any definite conclusion about the authenticity of Baba’s miracles but regarded fraud as unlikely.[24] Psychologist Janak Pandey wrote that Haraldsson was impressed by Baba but could not get him to produce any paranormal phenomena under controlled conditions.[25]

    .
    O parapsicólogo Wellington Zangari comenta sobre estudos científicos realizados com Sai Baba:
    .
    “Haraldsson e Wiseman apresentaram juntos, em 1994, na Convenção da Parapsychological Association, um estudo que fizeram com Sai Baba. Eu estive lá e assisti com interesse a apresentação, sobretudo porque foi acompanhada de um vídeo do estudo. Submeteram o alegado paranormal a alguns controles simples, como ter suas mãos colocadas dentro de sacos plásticos fechados por elásticos. Nenhum fenômeno ocorreu enquanto houve esse tipo de controle. A conclusão do trabalho aponta para a possibilidade de fraude.”

  82. Lunático Diz:

    Pessoal, uma dúvida honesta: será que as encarnações anteriores contam tempo para a aposentadoria pelo INSS?

  83. Lunático Diz:

    Pg. 45 (pelo Word). “Meus filhos..blá..blá : Os espíritos desencarnados hão de se materializar a luz do dia, e em plena rua, a fim de demonstrar que o espírito imortal, e já vemos, nos dias de hoje, decorridos menos de quatro anos após essa afirmativa. Que os fenômenos proclamados já estão desenvolvendo-se em diversos setores, deixando os homens confusos e meditativos. Portanto, não se impressionem ao encontrar alguns dos seus parentes que passaram para outro lado, se esses irmãos vierem cumprimentá-los. São as profecias, as palavras de Jesus, que estão sendo cumpridas. Nada de sobrenatural, quando encarado com naturalidade, como natural deve ser a vida de cada um.”
    .
    Puxa, parece que to lendo Incidente em Antares do Érico Veríssimo..rs
    .

  84. Gorducho Diz:

    but regarded fraud as unlikely.
     
    :o So what?
     
    Mostre o Pe. Zabeu p/o AB…
    Estes forms cá não comportam imagens?

  85. Vitor Diz:

    “So what?”
    .
    Daí que ele tem o direito de expressar a opinião dele. O importante do ponto de vista científico é que ele próprio submeteu Baba ao controle experimental, sem qualquer resultado. Aí cada um forma sua opinião.
    .
    “Mostre o Pe. Zabeu p/o AB…
    Estes forms cá não comportam imagens?”
    .
    Não, não comportam.

  86. Gorducho Diz:

    Plagiando o Dr.:
     
    VOLTA AO PASSADO
    ADMINISTRAÇÃO: E em argentinos:
    GRASSOUILLET G: Puxa! Médium argentino nunca vi falar. É um dos países menos abertos a essas crenças que eu conheço
     
    FIM DA VOLTA AO PASSADO
    Qual é o médium argentino mesmo?

  87. Vitor Diz:

    É mulher. Irma Maggi.

  88. Gorducho Diz:

    :o
    E eu que achava que conhecia a Argentina…
    Castel D’ario fica em que província?
    Tem Flecha Bus de Bs.As. prá lá?

  89. Gorducho Diz:

    In Milano esiste uma giovine che vive molto modestamente e che, malgrado il suo Desiderio di non suscitare curiosità di nessuna classi, si è vista già circondata da uma commissione di sapienti ansiosi di scoprire um metodo scientifico, quello che finora non è stato che um símplice trattenimento destinato agli amici e conoscenti.
    La sign. Irma Maggi, che vive in via Capellini 16, resulta sommamente interessante per la semplicità colla quale eseguisce, le sue prove di chiaroveggenza
    .
    [Mundo Oculto, maio-junho ‘23]

  90. Marciano Diz:

    Se alguém souber como inserir imagens, agradeço antecipadamente a partilha do conhecimento. Quando quero fazê-lo, deixo um link para a imagem.
    A única imagem que consigo reproduzir são os dedos gráficos do Contra, os quais não são mais bem-vindos. Quem quiser vê-los, olhe acima ☝ ou em posts mais antigos.
    .
    Lunático, aposentadoria, não sei. Acredito que não haja aposentadoria nas colônias espirituais, porque o negócio lá é TRABALHO.
    Não me lembro de nada do que vivi em outras desencarnações em lares celestiais.
    Se me lembrasse, acumularia bônus-hora que deixaria para mim mesmo, como legado, em outra desencarnação, de forma que um dia teria mansões melhores do que as do MACEDO numa colônia espiritual, com frente para a praia e tudo o mais.
    .
    .
    “Puxa, parece que to lendo Incidente em Antares do Érico Veríssimo..rs”
    .
    Ou assistindo ao clip Thriller.
    .
    .
    Se as imagens não são suportadas, o jeito é linkar as fotos do artigo, pelo Google.
    .
    .
    Ma io volevo tanto avere chiaroveggenza. Al meno scuroveggenza potremo avere, tutti noi.

  91. Marciano Diz:

    Comparem esta imagem
    https://pensaralem.files.wordpress.com/2012/06/papa-lec3a3o-xiii-imagem.jpg?w=254&h=321
    com esta
    https://pensaralem.files.wordpress.com/2012/06/joao-cosme-materializacao-espiritismo.jpg
    .
    O ectoplasma parece-se com gaze amarrada a um pedaço de cartolina cortada pelo Pedro Bó.
    A gaze, digo, o ectoplasma está preso às orelhas do médium e a ponta, enfiada em uma de suas narinas.
    Dá para perceber que o ectoplasma tem a mesma consistência, densidade, massa e textura da gaze.
    Eu juraria que é gaze, se não soubesse que é materialização.
    Tocante!
    Percebam que alguns fios do ectoplasma pendem em direção ao chão.
    O médium parece estar algemado, para garantir que não se trata de mistificação.
    O ectoplasma é tão parecido com a gaze que eu acho que se alguém substituísse ectoplasma por gaze, ninguém perceberia.
    .
    Como sou insipiente e incipiente em matéria de materializações, peço aos colegas crentes e descrentes que me expliquem o que aconteceria se, durante a apresentação do espetáculo fenomênico, alguém arrebatasse a gaze, digo, o ectoplasma do médium.
    Será que ele desencarnaria?
    É perigoso fazer isso?
    Eu gostaria de ter um pedaço de ectoplasma em minha estante, como lembrança da sessão de materialização. Tenho medo de causar algum dano ao médium.
    Neófitos da ciência materialista, ou melhor, materializante, podem assistir a uma encenação de materialização?

  92. Marciano Diz:

    Qual a finalidade dessas materializações? Seriam para convencer os descrentes de que o fenômeno é real?
    Quem vê uma imagem dessas não pode mais duvidar.
    .
    O que está sendo materializado? O Pe. Zabeu ou sua foto?
    Por que alguém materializaria uma foto existente na crosta?
    O espiritismo tem tantos mistérios…

  93. Jorge Mello Diz:

    Como faço pra te mandar uma foto de um espírito materializado para o Vitor?

  94. Gorducho Diz:

    No próximo Congresso Mundial Espirita da FEB bem que o Dr. Bezerra poderia se pronunciar por psicofonia direta via corneta acústica.
    Como todos participantes são crentes, não tem perigo da corneta ser derrubada por más vibrações.

  95. Vitor Diz:

    Manda para o meu email, Jorge! Ele aparece se vc for até o final da página e colocar o mouse em cima do meu nome.

  96. Lunático Diz:

    “Por que alguém materializaria uma foto existente na crosta? O espiritismo tem tantos mistérios…”
    .
    Pois é Marciano. O espiritismo inventou ai! mentiras tão complicadas, tão envolvidas em mentiras menores, mentiras tolas e circulares, que nós os céticos, digo, adversários, esgotados no desnovelar de todas as mentiras, temos que jogar a toalha algumas vezes.
    .
    Sugestão de recanto dos céticos no “Lar Deles” : “Nosso Cantinho”…rs

  97. Contra o chiquismo Diz:

    Essas fotos do padre… mas q coisa tosca. A foto do kennedy tb n fica atrás.

  98. Lunático Diz:

    Dica de “marketing” para doutrina espírita: “Leve em confiança – se, em qualquer tempo (tal qual brim santista) encolher ou desbotar, eu engulo ela inteirinha.”

  99. Marciano Diz:

    Há uma quinta dimensão além daquelas conhecidas pelo Homem. É uma dimensão tão vasta quanto o espaço e tão desprovida de tempo quanto o infinito. É o espaço intermediário entre a luz e a sombra, entre a ciência e a superstição; e se encontra entre o abismo dos temores do Homem e o cume dos seus conhecimentos. É a dimensão da fantasia. Uma região Além da Imaginação. Chama-se “NOSSO CANTINHO”.
    É pra lá que eu vou. Já tem pelo menos dois habitantes.
    Espíritos do sexo feminino são bem aceitas (ironia com o sexo dos anjos explícita).

  100. Marciano Diz:

    Atenção, portergeist! EspíritOs são bem aceitOs.
    Olhem a concordância nominal aí, gente!

  101. Contra o chiquismo Diz:

    Alguém aí quer comprar o LP do kardec?
    .
    .
    http://rj.olx.com.br/rio-de-janeiro-e-regiao/hobbies-e-colecoes/lp-espiritismo-vinil-disco-e-capa-em-bom-estado-e-outros-59995042?xtmc=radio+antigo&xtnp=2&xtcr=50
    .
    .
    .
    No mesmo link tem tb o LP do cx.
    .
    .
    .
    Uma overdose de sons para os ortodoxos e chiquistas!

  102. Gorducho Diz:

    S/Pessoa que gosta de mensagens sonoras, Analista CoC, já conhecia essa?
    É antiga mas recém tomei conhecimento, acho que do Sítio Dossiê Espírita.
     
    https://www.youtube.com/watch?v=xWEKOKW2Gs8

  103. Contra o chiquismo Diz:

    Gorducho, aqui no trabalho não abre o youtube, em casa vou dar uma olhada. Mas eu tinha esse disco do cx que consegui baixar da internet com a nobre missão de ouvi-lo ao contrário a procura de mensagens subliminares (me amarro em fazer isso nas horas de ócio e ja vi cada mensagem engraçada pacas) mas o cara é insuportável de ouvir mesmo ao contrário. A voz dele é boa pra vender cocada na feira.

  104. Contra o chiquismo Diz:

    Já debatemos aqui sobre essa corrente?
    .
    .
    .
    Espiritismo Cientifico: também chamado espiritismo laico. Grupo de espíritas surgido no Brasil no século 19 liderados por Afonso Angeli Torteroli. Acreditavam que o espiritismo era não uma religião, mas uma doutrina cientifica com as crenças de Allan Kardec passíveis de serem questionadas. Enfrentaram forte oposição na Federação Espírita Brasileira, principalmente quando Bezerra de Menezes a presidiu. Os espíritas científicos criaram o chamado Centro Espírita de Propaganda, distanciando-se dos kardecistas.

    .
    .
    fonte:

    .
    .

    http://sociedaderacionalista.org/2013/02/11/livro-diz-que-espiritismo-esta-dividido-em-diversas-seitas/

  105. Gorducho Diz:

    Essa mensagem é genial, e tem o selo da própria FEB pelo que eu entendi. Refere-se ao Projeto de Jesus p/a Copa FIFA na Pátria do Cruzeiro…
    Note a ideologia chiquista do conformismo e alienação perante o Estado – claro: o governo ideal da FEB é a Teocracia estilo NL -; orar ao invés de participar do mundo contestando e contestar os atos do Estado.
    Minha profunda antipatia pelo Kardec é notória, mas não posso de sentir dó pelo cara acaso espíritos existam e ele esteja de au-delà vendo no que deu…

  106. Marciano Diz:

    Não sabia que até FG estava metido nessa falcatrua (COPA – FIFA)

  107. Lunático Diz:

    Gente, “Na Mesopotâmia foram encontrados fósseis com milhões de anos de vida.” Pô, e tava na nossa cara a prova tão requerida. Em suma, a vida não tem happy-end, mas sempre volta!

  108. Marciano Diz:

    Lunatic, WTF?
    Link, please.

  109. Lunático Diz:

    pois é… perdi o link, pô! Mas isto não quer dizer que a notícia não tenha sido divulgada, não seja real, of course!

Deixe seu comentário

Entradas (RSS)