A alegação ióguica de controle voluntário sobre o batimento cardíaco: uma demonstração incomum (1973)

Os iogues na Índia durante muito tempo guardaram a reputação de desenvolver um notável controle das funções corporais. Teoricamente, acredita-se que todas as funções viscerais podem ser trazidas sob controle voluntário pelo treinamento ióguico prolongado, mas talvez sua alegação mais fascinante seja a habilidade de parar o coração à vontade. Um iogue aceitou demonstrar tal capacidade em situações controladas. Seu caso foi publicado em duas revistas científicas. Infelizmente, só consegui o artigo em que o caso foi publicado em uma versão resumida. Para lê-lo em português, clique aqui. Para lê-lo em inglês, clique aqui.

72 respostas a “A alegação ióguica de controle voluntário sobre o batimento cardíaco: uma demonstração incomum (1973)”

  1. Vitor Diz:

    Aproveitando, fiquei na dúvida da tradução de “a sparsely built man”. O que é isso? É um homem atarracado? Baixinho e musculoso? Ou só baixinho? Ou nada disso?

  2. Gorducho Diz:

    franzino

  3. Marciano Diz:

    Perfect!
    Quando ao iogue que para o coração, antes mesmo de ler o artigo, gostaria de saber como ele faz para manter tecidos vivos sem irrigação sanguínea.
     
    Parar o coração, é mole, mas não sofrer as consequências de morte dos tecidos não irrigados é que é realmente fantástico.
     
    Qualquer pessoa que já estudou o beabá da biologia sabe que essa alegação é, no mínimo, hilariante.

  4. Vitor Diz:

    Grato pela tradução, Gorducho, já atualizei o arquivo.
    .
    Marciano, os tecidos não irrigados não ficariam protegidos da morte devido à baixa temperatura do iogue?

  5. Gorducho Diz:

    No meu Word 2016 (W10) não está aparecendo o EEG…

  6. Vitor Diz:

    Vc consegue ver pela visualização do arquivo, antes de baixar?

  7. Gorducho Diz:

    Ah! não abriu no Edge…
    Após baixar sim :D

  8. Gorducho Diz:

    Quer dizer: abrir abriu; só o EEG não se renderizava…
    Após baixar, ok.

  9. Marciano Diz:

    Oi, Vitor.
    Vou procurar ser sucinto, pois estou cada mais tempo, devido ao fato de assumir novos compromissos sem deixar os antigos.
     
    A resposta curta é que NÃO, a baixa temperatura do corpo só complica as coisas.
     
    Vou transcrever o que der, de sopetão.
     
    When the blood supply to the brain is interrupted or blocked for any reason, the consequences are usually dramatic. Control over movement, perception, speech, or other mental or bodily functions is impaired, and consciousness itself may be lost. Disruptions of bloodcirculation to the brain may result in a stroke — a disorder that occurs in two basic forms, both potentially life-threatening.
     
    Como se sabe, o suprimento de sangue para os tecidos só ocorre por causa dos batimentos cardíacos.
     
    This type of stroke may be preceded by a brief transient ischemic attack, or TIA — an episode of inadequate blood flow that may produce these symptoms:
    • Sudden numbness or weakness on one side of the body
    • An inability to talk
    • Double or blurred vision in one eye
    • Sudden dizziness or falling
     
    Cardiac arrest is the abrupt loss of heart function in a person who may or may not have diagnosed heart disease. The time and mode of death are unexpected. It occurs instantly or shortly after symptoms appear.
     
    The term “heart attack” is often mistakenly used to describe cardiac arrest. While a heart attack may cause cardiac arrest and sudden death, the terms don’t mean the same thing. Heart attacks are caused by a blockage that stops blood flow to the heart. A heart attack (or myocardial infarction) refers to death of heart muscle tissue due to the loss of blood supply, not necessarily resulting in the death of the heart attack victim.
     
    Cardiac arrest is caused when the heart’s electrical system malfunctions. In cardiac arrest death results when the heart suddenly stops working properly. This may be caused by abnormal, or irregular, heart rhythms (called arrhythmias).
     
    A common arrhythmia in cardiac arrest is ventricular fibrillation. This is when the heart’s lower chambers suddenly start beating chaotically and don’t pump blood. Death occurs within minutes after the heart stops. Cardiac arrest may be reversed if CPR (cardiopulmonary resuscitation) is performed and a defibrillator is used to shock the heart and restore a normal heart rhythm within a few minutes.
     
    Low body temperature (hypothermia)
    A very low body temperature (hypothermia) can be serious or even deadly. Low body temperature usually happens from being out in cold weather.
     
     
    Acho que nesse apertado resumo dá para ver que, independemente da causa da parada cardíaca, a falta de irrigação provoca a ne crose de células e tecidos (formados por células).
     
    Não precisa acreditar em mim, (nem quero que acredite). Dê uma olhada em livros de medicina legal, de citologia (estudo de células) e histologia (estudo de tecidos).
     
    See for yourself.

  10. Gorducho Diz:

    Não é bem assim não. Às vezes nem tem como saber se a pessoa morreu ou está só em meditação profunda, mas claro que tem que estar sob hipotermia…
    Acaso sabe como se definiu – se se definiu, claro – esse causo, Sr. Administrador :?:

  11. Vitor Diz:

    Não, não sei. Nem entendi direito do que se trata, na verdade…

  12. Gorducho Diz:

    Não sabiam se ele morrera ou se tava só meditando com o coração parado e – claro – sob hipotermia, como bem o Sr. tinha explicado acima.

  13. Marciano Diz:

    GORDUCHO, tenho aberto aqui diante de mim um livro de medicina legal que diz que uma “hemorragia da sensibilidade, um gasto súbito e excessivo de energia nervosa, atuando por via reflexa sobre o aparelho circulatório, origina taquicardia débil, pulso filiforme e rápido, hipotensão, hipotermia, fácies pálida, sudorese e morte”.
    Manual de Medicina Legal – Delton Croce
    (página 431)
    Este tópico da UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA também diz:
     
    A hipotermia em humanos ocorre quando a temperatura central do corpo humano, que em situações normais é de aproximadamente 36,5ºC, desce abaixo dos 35ºC. Essa perda excessiva de calor pode causar danos como hiperglicemia, devido à estimulação simpático-adrenérgica que aumenta a produção de glicose a partir de glicogênio hepático e também devido à menor produção de insulina pelo pâncreas; diminuição da pressão arterial e do débito cardíaco devido a vasoconstrição periférica (pode inclusive ocasionar necrose das extremidades por falta de aporte sanguíneo) e arritmias cardíacas; aumento da afinidade da hemoglobina pelo oxigênio, tornando difícil a liberação deste para os tecidos, o que ocasiona desaceleração do metabolismo e aumento do ph sanguíneo pela diminuição da produção de dióxido de carbono; e uma diminuição na formação de urina, devido à diminuição do fluxo sanguíneo renal. Para evitá-la é essencial vestir roupas apropriadas, que isolem e que protejam do vento e da água. Poderá ser detectada em outras pessoas, já que o auto-diagnóstico é difícil, através de sintomas como alterações comportamentais, maior irritabilidade, agressividade e sonolência.
     
    O corpo humano tem um mecanismo próprio de controle da sua temperatura, chamado Mecanismo Termorregulador. Ele envolve centros e vias nervosas e químicas no cérebro, na medula espinal e em nervos por todo o corpo, além de receptores especiais de temperatura. Abaixo do nosso limite inferior de temperatura (36,5ºC) vários sintomas surgem, desde pele fria e tremores, até a morte. Quando as terminações nervosas detectam uma queda na temperatura, além da sensação de frio e arrepios, surge umavasoconstrição (diminuição do calibre) dos vasos sangüíneos da pele. Por isso a pele fica fria. Essa é a resposta inicial do corpo, no sentido de diminuir a perda de calor, mantendo constante a temperatura corporal interna. Quando essa vacoconstrição não é eficiente para evitar a queda da temperatura, surgem os tremores(contrações involuntárias dos músculos esqueléticos que geram calor).
     
    Se esse corpo continua exposto ao frio ambiental, os tremores diminuem ou cessam, surgem alterações mentais e a performance motora diminui. Progressivamente há um colapso do mecanismo termorregulador, que não consegue mais responder às necessidades do organismo, causando inclusive vasodilatação na pele e conseqüente aumento da perda de calor para o exterior. Assim, o indivíduo começa a diminuir seu nível de consciência, fica prostrado e sonolento, as funções vitais se alteram (principalmentefreqüência cardíaca, respiratória e pressão arterial) e esses sintomas vão evoluindo até a vítima entrar em coma e depois morrer. No decorrer desses eventos, podem surgir lesões pelo frio, principalmente nas extremidades (mãos, pés, nariz, orelha e lábios), das quais a mais grave é o congelamento.
     
    http://biobio-unb-extremos1.blogspot.com.br/2008/06/hipotermia_15.html
     
     
    Esta página mal traduzida do inglês também diz:
     
    Pelo Dr. Ananya Mandal, DM
     
    Uma parada cardíaca igualmente é chamada uma apreensão cardiopulmonar ou apreensão circulatória e indica uma parada repentina na circulação sanguínea eficaz e normal devido à falha do coração bombear o sangue.
     
    A parada Cardíaca é diferente do enfarte do miocárdio ou do cardíaco de ataque mas pode ser causada por um cardíaco de ataque. Quando a circulação sanguínea ao coração é devida parado reduzir ou artérias coronárias obstruídas, um cardíaco de ataque ocorre. Isto pode conduzir a um choque cardiogénico e a uma parada cardíaca.
     
    O Que acontece na parada cardíaca
     

    1. Uma Vez Que a circulação sanguínea usual para, a entrega do oxigênio a todos os órgãos vitais está parada igualmente. O órgão que é afectado o mais rapidamente e severamente por este é o cérebro. O paciente perde a consciência e respirar é rasa e minimizada. Se a parada cardíaca persiste por mais de cinco minutos, os danos cerebrais permanentes podem ocorrer.
    2. O pulso que é considerado geralmente na artéria carotídea no pescoço também nos pulsos e nos tornozelos está faltando.
    3. A parada Cardíaca pode conduzir à morte cardíaca repentina ou ao SCD. O cardíaco de Ataque é uma causa importante de SCD.
     
    http://www.news-medical.net/health/What-is-Cardiac-Arrest-(Portuguese).aspx
     
     
    Tudo o que aprendi até agora em livros de medicina legal e outros de biologia dizem que parada cardíaca e hipotermia causam morte, não importa a causa pela qual o coração deixou de pulsar.
    Esses casos são muito suspeitos.
     

    Gostaria de ver a opinião de um médico não-crente (não servem Orlando, Vlad).

  14. Marciano Diz:

    Vitor, sugiro que consulte livros de medicina ou médicos, sobre parada cardíaca e hipotermia.
    Já vi jogadores de futebol de vinte e poucos anos morrerem em segundos, dentro do campo, por causa de uma parada cardíaca.
    O motivo é a morte dos tecidos que deixam de ser irrigados, principalmente o cérebro.
    É assim que se mata alguém com um mata-leão.
    Em 8 a 10 segundos, o cara apaga (desde que perfeitamente ajustado, com o completo fechamento das carótidas).
    Se não soltar logo, podem surgir lesões cerebrais ou a morte.
     
    Peça a algum colega de academia que saiba aplicar um mata-leão, uma guilhotina, um triângulo, que dê uma demonstração de quanto tempo leva para a perda da consciência.

  15. Marciano Diz:

    Les carotides sont les principales artères du cou, leur rôle est primordial et une lésion à leur niveau peut avoir des conséquences dramatiques.
    http://www.allodocteurs.fr/maladies/coeur/vaisseaux/carotides-des-arteres-a-surveiller_2154.html
    Se o coração não bombeia sangue para o cérebro, o que acontece é o descrito acima.

  16. Marciano Diz:

    Esses casos de afogamentos em que a pessoa ficaria por até meia hora sob a água, em estado de morte aparente, não são bem documentados.
    E, para mim, esses casos de meditação e parada cardíaca controlada por iogues são iguais a certos casos de hipnose coletiva e instantânea. Pura mentira.

  17. Marciano Diz:

    Espetáculo circence.

  18. Gorducho Diz:

    Bom… eu não sou médico.
    Leia o fato que citei sucedido na India.
    Dia 29 de janeiro 2014 parou o coração dele e ficou a dúvida se ele estava meditando ou tinha morrido.
    Claro, colocaram ele em hipotermia num freezer bem como o Administrador tinha falado.
    Até fevereiro 2015 persistia a dúvida. Depois não sei no que deu, se ele acordou da meditação ou não
    :?:

  19. Marciano Diz:

    Eu li, GORDUCHO, mas o jornal indiano (que não conheço) diz que ele morreu. Seus discípulos é que se recusaram a acreditar na morte do cara (gente maluca), dizendo que ele estava só meditando.

  20. Marciano Diz:

    A wikipedia fala na morte dele e na maluquice de guardarem o corpo num freezer.
     
    Ashutosh, also known as Ashutosh Maharaj (1946 – 2014), was an Indian spiritual leader, preacher, and founder head of Divya Jyoti Jagriti Sansthan, a non-profit spiritual organisation. On 29 January 2014, he was declared clinically dead by a team of doctors after suffering a heart attack. However his followers believe him to be alive and in the state of a samadhi or deep meditation. Since then his body has been kept in a freezer by the management of DJJS, hoping for him to come out of meditation.
     
    Isso é mais maluco do que criogenia.

  21. Marciano Diz:

    O cara está meditando há 3 anos, com o coração parado.
    WTF?

  22. Vinicius Diz:

    “O cara está meditando há 3 anos, com o coração parado.
    WTF?”
     
    é isso que dá não ter espiritismo lá: Dr.Bezerra e seu exército não pôde recolhê-lo e encaminhá-lo ao mais além.
     
    Dr.Bezerra(espirito) ditou um livrinho ao juiz de SP, Dr. José Carlos de Lucca e lá ele enaltece a meditação. Poderia ter ajudado esse camarada aí, mas parece-me que a constituição espiritual proíbe intervenção de outras colônias.

  23. Espirita Sp orlando Diz:

    Em todos esses anos nunca vi um paciente meditar dessa forma, com o coração parado.
    3 anos, aff.

    “Gostaria de ver a opinião de um médico não-crente (não servem Orlando, Vlad).”

    Sou crente nos ensinamentos morais do Cristo e na lei de ação e reação. Esses causos mediunicos ou espirita tenho me distanciado, quanto mais mexe mais fede

  24. Gorducho Diz:

    Mas esse não é um causo espírita, como bem mencionou AVi.
    E um causo de induismo ou budismo, acho, + provavelmente ioga.
     
    A intervenção em outras colônias só em causos de calamidade espiritual, como foi aquela missão quando do Tsunami.

  25. Gorducho Diz:

    Provavelmente Jesus, que é o Governador da Terra, tenha que autorizar pessoalmente…
    :(

  26. Espirita Sp orlando Diz:

    É vero falha nossa Gorducho.
    O livro que fala e esse do link Vinicius?
    http://www.jcdelucca.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=2&Itemid=3

  27. Vinicius Diz:

    Captou hein Dr.Orlando. Esse mesmo. O coração do Dr.Bezerra manda recados.
     
    “Neste livro você encontrará mensagens de consolo e esclarecimento para os mais intrincados problemas da vida humana.
     
    “Sensível às dificuldades dos que estão na esfera terrena, enfrentando grandes lutas e desafios, o Espírito Bezerra de Menezes, com simplicidade e carinho, envia amorosamente os recados de seu coração amigo, envolvendo-nos na leitura em ondas de luz e verdade, amor e sabedoria.”
     
    “Cada mensagem é um remédio de esperança vindo do coração desse trabalhador incansável de nosso Mestre Jesus e de nossa Mãe Maria de Nazaré.”
     
    Como diz GORDUCHO, mais ou menos assim, precisa de um espírito de 18xx , lá das altas esferas ditar livros de amor, paz, união em Jesus, amor de Cristo, blah blah blah.
     
    Bom, mas o médium cede os direitos autorais ao Centro. Então não tem problema né

  28. Vinicius Diz:

    GORDUCHO, observei que usa o Microsoft Edge. Sabe se vai haver versão dele para Android?
    No meu pc particular o Edge é muito melhor que o Chrome.
    Cronometrei vários acessos em sites e o Edge ganhou de lavada.
    O problema é a falta de integração com o celular, tablet etc etc.

  29. Gorducho Diz:

    Não meu celular é Microsoft.
    A mulher usa o i que nem sei bem que navegador tem.
     
    Andei tendo uns problemas de travamento c/o Chrome e agora estou tentando me acostumar c/o Edge.
    Mas ele tem algumas idiossincrasias; e.g.: aparentemente não abre o servidor do WampServer (que eu uso pr’alguns testes com PHP) em localhost.
    Também algum tempo atrás fui abrir o sítio do Banco Santander e ele ficou falando besteira que o sítio era “vintage”.

  30. Gorducho Diz:

    Se espíritos se dessem ao trabalho de empreender essa (longa: deve ser mais ou menos como pra gente ir à Lisboa dar uma palestra…) viagem desde as altas esferas pra ditar sermões ao nível do Pe. Vieira, tudo bem…

  31. Gorducho Diz:

    Abre sim Analista Vinícius, tudo ok.

  32. Marciano Diz:

    PARABÉNS, ORLANDO!
    Por causa de sua ideologia, eu achei que você não pudesse discernir sobre o caso.
    Desculpe-me por subestimá-lo.
     
    Espiritismo, budismo, ioga, qual a diferença?
    Não podemos mesmo deixar que crenças interfiram em nossa profissão.

  33. MONTALVÃO Diz:

    /
    Eu ia comentar, mas o sápio de Marte antecipou-se:
    /
    “Marciano Diz:
    .
    Perfect!
    Quando ao iogue que para o coração, antes mesmo de ler o artigo, gostaria de saber como ele faz para manter tecidos vivos sem irrigação sanguínea.
    .
    Parar o coração, é mole, mas não sofrer as consequências de morte dos tecidos não irrigados é que é realmente fantástico.
    .
    Qualquer pessoa que já estudou o beabá da biologia sabe que essa alegação é, no mínimo, hilariante.”
    /
    CONSIDERAÇÃO: Nada mais precisaria ser dito, além de que os pesquisadores devem ser sido envolvidos numa armação.
    .
    A medicina registra casos de pessoas que parecem sobreviver um bom tempo (dias até) aparentemente sem funções vitais. A explicação seria que essas funções estariam grandemente reduzidas, mas presentes.
    .
    Mestres ioguis parecem conseguir controle sobre algumas funções do corpo por meio de longo treinamento. Isso é aceitável, mas em meio aos fatos há muita lenda e, não poderia faltar, crendices e fraudes, muitas fraudes.
    .
    Alguns dão a impressão de sinceramente acreditar que podem mais do que efetivamente são capazes. Há algumas décadas um certo iogui anunciou que seria capaz de andar sobre as águas. Marcou-se data para a exibição. Uma multidão aguardava para ver o espetáculo inédito (quer dizer, não tão inédito porque o mestre já o havia feito 2.000 anos antes). No dia aprazado o iogue entrou em meditação. Quando se achou em condição caminhou para a água e foi… afundando lentamente…
    .
    Mas os superioguis têm uma grande utilidade: o cinema os utiliza de montão…

  34. MONTALVÃO Diz:

    /
    Tenho a impressão de que nessa nem o Visoni acreditou. Deve ter posto o artigo só pra ver o que dele se diria…

  35. MONTALVÃO Diz:

    /
    VISONI, seu iogui é bundinha perto deste que segue, ao qual você deveria estudar atentamente…
    /
    —————————-.
    http://g1.globo.com/brasil/noticia/2010/05/india-iogue-de-83-anos-que-nao-come-ha-70-impressiona-medicos.html
    .
    Índia: iogue de 83 anos que não come há 70 impressiona médicos
    France Presse

    .

    Cientistas indianos expressaram assombro após as análises efetuadas durante duas semanas em um homem de 83 anos, que afirma ter passado mais de 70 anos sem ingerir alimentos ou beber água.
    .
    O iogue de barba longa Prahlad Jani resistiu sem beber ou comer, mas sobretudo sem urinar ou defecar, durante este período de observação que terminou na quinta-feira, segundo os cientistas.
    .
    “Seguimos sem entender como sobrevive sem urinar ou defecar. Este fenômeno é um mistério”, declarou à imprensa Sudhir Shah, um neurologista da equipe de 30 médicos que observaram o iogue em um hospital de Ahmedabad (oeste).
    .
    Prahlad Jani era vigiado 24 horas por dia por câmeras pelo Organismo de Pesquisa e Desenvolvimento do Ministério da Defesa (DRDO).
    .
    Depois, o iogue regressou à sua terra natal próximo a Ambaji, em Gujarat (norte), onde retomou suas atividades de meditação.
    .
    O idoso garante que uma deusa o abençoou quando tinha 8 anos e permitiu que vivesse sem alimentos.
    .
    Durante as duas semanas de observação, “o único contato de Jani com líquidos era quando fazia gargarejos ou se lavava”, indicou em um comunicado o doutor G. Ilavazahagan, diretor do Instituto Nacional de Defesa especializado em fisiologia.
    .
    “Se Jani não tira sua energia dos alimentos ou da água, deve fazê-lo de outras fontes que o cercam, e o sol é uma delas”, indicou o doutor Sudhi Shah. “Nós, profissionais do setor médico, não podemos excluir hipóteses como a de uma fonte de energia diferente das calorias”, disse.
    .
    O iogue se submeteu a uma ressonância magnética. Seu cérebro e sua atividade cardíaca foram medidos com eletrodos e foram feitas análises de sangue.
    .
    O resultado detalhado será publicado nos próximos meses e os cientistas esperam poder aproveitá-los para aumentar a resistência dos militares ou ajudar as vítimas de catástrofes naturais.
    ,.
    http://g1.globo.com/brasil/noticia/2010/05/india-iogue-de-83-anos-que-nao-come-ha-70-impressiona-medicos.html

  36. MONTALVÃO Diz:

    /
    Cá onde moro algumas pessoas, que não praticam ioga, ou formas de meditação, sobrevivem há vários anos praticamente sem comer, nem beber água.
    .
    Tudo o que ingerem é um líquido estranho, incolor, que parece lhes conceder certos poderes.
    .
    Análise feita nessa beberagem constatou ser composta de 50% de álcool etílico, mais derivados da cana-de-açúcar e outros ingredientes…

  37. Gorducho Diz:

    Sr. Administrador: acaso se lembra a que se refere o tal o plágio de que me falas é grave e esquisito. Que coisa séria. Já revirei o Catálogo da Livraria da Federação, tentando descobrir que livro é esse que resume o trabalho de Delanne
    :?:
    Já foi analisado cá isso, não :?:

  38. Vitor Diz:

    Já, em http://obraspsicografadas.org/2012/livro-gratuito-testemunhos-de-chico-xavier-1986/

  39. Gorducho Diz:

    Só que parece ele estar a acusar um 3°, não?
     
    Incrível :!:
    Essa foi a rubrica onde houve a maior ofensa já cá vista, onde aquela chiquista lhe chamou de… inseto :lol: :lol: :lol: :lol:

  40. Phelippe Diz:

    Esse livro não é aquele no qual CX e seus amigos se imaginam a reencarnação de personalidades ilustres? Reis, rainhas e quejandos? Um escravo no Egito antigo ninguém quer ser, né não? Eu, por exemplo. Eu fui um gato de madame em outra vida. Lembro que a condessa de Rochester fazia cafuné em mim e me alimentava com carne de primeira. Bons tempos…

  41. Gorducho Diz:

    Não esse é um livro com algumas correspondências entre CX e o ex-presidente da FEB.
    Tudo chapa branca, oficialista.

  42. Borges Diz:

    O tópico correspondente a esse livro teve apenas 28 respostas; achei muito pouco, levando em consideração os aspectos intrigantes contidos em diversas cartinhas.
    Um abraço

  43. Gorducho Diz:

    É um livro apologético de cunho oficialista ABo.
    De interessante me lembro mesmo é a admissão de que a FEB destruía os originais e essa do plágio que CX parece se referir a um terceiro, não a ele próprio…
    E também refere-se a uma revisão do Parnaso lembrada hoje pelo AVi lá no CC.
    Mas no geral é chato porque fica tudo isso muito diluído dentro das exaltações apologéticas oficialistas.

  44. Borges Diz:

    Você não deve ler os comentários da autora, leia apenas as cartinhas e associe com as diversas fases da vida de CX. Por exemplo: denúncia do sobrinho Amauri; elaboração dos livros Mecanismos da Mediunidade e Evolução em Dois Mundos; resistência em fazer alterações no livro (se não me engano) Brasil, Coração do Mundo, Pátria do Evangelho e ainda o plágio do Delanne, que já mencionou; acho que tem mais detalhes mas não me lembro no momento.
    Um abraço

  45. Marciano Diz:

    ===============================================================
    Uma multidão aguardava para ver o espetáculo inédito (quer dizer, não tão inédito porque o mestre já o havia feito 2.000 anos antes).
    ===============================================================
     
    O mestre não era mestre à toa. De bobo, ele não tinha nada.
    Malandramente esperou que o inverno chegasse, que a superfície da água congelasse e se tornasse espessa o suficiente para suportar seu peso, e caminhou suavemente pelas águas congeladas.
     
    Não deve ser sido no lugar onde dizem que ele teria vivido, claro.
     
     
    ===============================================================
    Índia: iogue de 83 anos que não come há 70 impressiona médicos
    France Presse
    ===============================================================
     
    Mentira! Ele alimenta-se de prana, faz fotossíntese, tomo a sopinha nossolarista…
     
     
    ===============================================================
    Phelippe Diz:
    MARÇO 17TH, 2017 ÀS 2:42 PM
    Eu, por exemplo. Eu fui um gato de madame em outra vida. Lembro que a condessa de Rochester fazia cafuné em mim e me alimentava com carne de primeira.
    ===============================================================
     
    Grande coisa! Eu fui uma pulga que sugou seu sangue, e a condessa nem desconfiou de sua coceira.

  46. Vinicius Diz:

    Gorducho
     
    Tive um outro entendimento sobre o tal plágio
     
    Parece-me que Wantuil recebeu a informação de terceiros de que Chico havia plagiado Delanne. Wantuil relata o que chegou aos seus ouvidos ao Chico.
     
    Chico, na carta, revela-se surpreso, propositadamente, assim Wantuil não dá mais força os “boatos”.
     
    Repare que CX até menciona uma futura conversa pessoal sobre isso, aqui na Terra ou até mesmo no além.
     
    Claro que isso vai contra a tese das encomendas de obras pela FEB, para reescrever o Owen, por exemplo.
     
    Seria interessante conhecer as cartas de Wantuil…

  47. Vinicius Diz:

    Penso eu que naquela época era mais complicado constatar plágios em obras. Mas, analisemos: Delanne era lido por vários espiritas, de repente um dentes lê obra de CX e nela tem a “impressão” de que leu algo muito semelhante. Primeiro alega ser a tese do CUEE ou “coerência com a doutrina espirita” depois, muda de ideia, ao perceber a mesma sequência de ideias no texto, então a partir disso entra em contato com FEB. Esta recebe a critica, passa a Wantuil e este repassa ao CX. Eis minhas conjecturas..

  48. Gorducho Diz:

    [24/11/1946]
    Comentário da autora (que pelo tom da obra aparentemente atua como porta-voz do oficialismo FEB) – negritos meus claro:
    Muitas vezes os problemas enfrentados por Chico alcançam-lhe o campo familiar. Não ficamos sabendo, através do texto, do tipo de problema que ele defrontava àquela hora. Entretanto, a citação leva-nos a refletir sopa os incontáveis sacrifícios pessoais do
    médium e o esforço que ele sempre dispensou para que os familiares fossem poupados, tanto quanto possível.
     
    Chico prudentemente nada comenta, preferindo até mesmo deixar o assunto para ser tratado pessoalmente

     
     
    Na carta, CX claramente se refere a uma 3ª pessoa.
    Que era um familiar dele pelo comentário.
    Apesar de que na data era só 13, especulo que fosse aquele sobrinho que soltou ao ventilador…
    Pois… quem mais do círculo familiar dele escreveria alguma coisa alegando (supostamente pelo contexto) ser psicografia e que tivesse repercussão até na sede da FEB :?:
    No demais sua teses está certa: alguém notou e abriu a boca.
    CX de ingênuo não tinha nada como estamos carecas de saber. Nada de por no papel: falar no assunto só pessoalmente ao pé do ouvido.
    Sei que o problema deve ser grave e assim deixá-lo-ei para quando conversarmos pessoalmente, “de boca para o ouvido” neste mundo ou “no outro”.

  49. Borges Diz:

    “Na carta, CX claramente se refere a uma 3ª pessoa.”
    .
    Permita-me divergir um pouco do seu entendimento, embora eu reconheça que os trechos exibidos não foram contemplados com a devida clareza. Vamos ao parágrafo cujo conteúdo está ligado diretamente ao caso de plágio.
    .
    “O plágio de que me falas é grave e esquisito. Que coisa séria. Já revirei o Catálogo
    da Livraria da Federação, tentando descobrir que livro é esse que resume o trabalho de
    Delanne. Nada identifiquei. Sei que o problema deve ser grave e assim deixá-lo-ei para
    quando conversarmos pessoalmente, “de boca para o ouvido neste mundo ou “no
    outro”. (…)”
    .
    Noto que CX aborda exclusivamente o caso de plágio; em nenhum momento menciona a autoria. Não creio que o fato de achar grave e esquisito o exclui do rol de suspeitos, ou seja, que o caso do plagio em questão não é aquele que já conhecemos (EVOLUÇÃO ANÍMICA X EMMANUEL). Ao mencionar que já tinha revirado o catálogo da livraria da Federação e não encontrou nada, creio que estava querendo dizer que não tinha lido o livro do Delanne: portanto, deve ter-se comportado como “sonso”, deixando transparecer que houve coincidências, ou que a consulta ficou por conta do autor espiritual.
    Creio que se não fosse o caso já mencionado acima e sim, um outro, ele não teria dificuldade nenhuma em deixar claro na carta; além disso, como se tratava de uma resposta, significava que os dois (CX e Wantuil) conheciam a autoria; assim se sentiu desobrigado de fazer referência a uma parte do assunto que o incomodava.
    Não creio que o parágrafo acima tenha alguma relação com o anterior, pois nessas cartinhas o CX costumava tratar de diversos assuntos. Vamos a ele:
    .
    “Relativamente aos livros, todas as tuas ponderações vieram ao encontro das que
    venho guardando comigo em silêncio. De pleno acordo com os teus pontos de vista,
    venho estudando, estudando… a situação. Creio que encontraremos uma saída em
    oportunidade propícia, para o que te peço esperarmos um pouco mais de tempo, sim?
    Não deixes de ajudar-me com a tua tolerância. Minha posição não é fácil. Enquanto as
    provas se verificam na vida associativa, a solução de certos problemas não exige muita
    meditação, mas quando alcançam o campo familiar os aspectos se modificam. Sei que o Alto nos auxiliará e confiarei na Divina
    Intervenção.”
    “Que era um familiar dele pelo comentário.
    Apesar de que na data era só 13, especulo que fosse aquele sobrinho que soltou ao ventilador…”
    .
    Como você disse, ele tinha apenas treze anos na época; embora tivesse uma vida literária precoce, pouca importância teria no contexto. A farofa encontrou o ventilador mais de uma década depois. Como não sabemos hoje de nenhum outro caso de plágio de livro de Delanne na literatura espírita (eu não conheço), parece claro que o assunto tratado naquele parágrafo era realmente aquele que já conhecemos, ou seja, “Evolução Anímica X Eammanuel”. Além de tudo isso, a indagação que fica é: Por que tanto cuidado ou escrúpulo na frase final, se nenhuma culpa cabia a ele ou a seu mentor?
    “Sei que o problema deve ser grave e assim deixá-lo-ei para
    quando conversarmos pessoalmente, “de boca para o ouvido neste mundo ou “no
    outro”. (…)”
    .
    Obrigado pela atenção e um abraço

  50. Gorducho Diz:

    E por que a editoria fala em familiares :?:
    O Sr. precisa encaixar tudo na tese…

  51. Borges Diz:

    Acho que seus problemas familiares não estavam relacionados com o plágio, veja o que diz a autora do livro.
    .
    “Muitas vezes os problemas enfrentados por Chico alcançam-lhe o campo familiar.
    Não ficamos sabendo, através do texto, do tipo de problema que ele defrontava àquela
    hora. Entretanto, a citação leva-nos a refletir sopa os incontáveis sacrifícios pessoais do
    médium e o esforço que ele sempre dispensou para que os familiares fossem poupados,
    tanto quanto possível.”
    .
    Penso que a “citação” que leva a autora a refletir, está relacionada com o parágrafo anterior e não com o seguinte.
    Um abraço

  52. Gorducho Diz:

    MINHA TENTATIVA DE INTERPRETAÇÃO
    &nbap;
     
    Relativamente aos livros, todas as tuas ponderações vieram ao encontro das que venho guardando comigo em silêncio
    Teriam sido enviados manuscritos à FEB sobre cujo autor ele CX já tinha alguma desconfiança.
     
    De pleno acordo com os teus pontos de vista, venho estudando, estudando… a situação. Creio que encontraremos uma saída em oportunidade propícia, para o que te peço esperarmos um pouco mais de tempo, sim?
    Não deixes de ajudar-me com a tua tolerância. Minha posição não é fácil. Enquanto as provas se verificam na vida associativa, a solução de certos problemas não exige muita meditação, mas quando alcançam o campo familiar

    Cuja fonte provinha do círculo familiar íntimo dele.
     
    O plágio de que me falas é grave e esquisito. Que coisa séria. Já revirei o Catálogo da Livraria da Federação, tentando descobrir que livro é esse que resume o trabalho de Delanne. Nada identifiquei. Sei que o problema deve ser grave e assim deixá-lo-ei para
    quando conversarmos pessoalmente, “de boca para o ouvido” neste mundo ou “no outro”
    .
    Claro – e aí estamos de acordo, certo? – alguém na FEB se tocou de plágios e Wantuil reclama.
    CX não sabe a exata natureza dos plágios – es decir: quais trechos e de que obra – por isso fala “deve ser”.

  53. Borges Diz:

    Vejo que continuamos divergentes com relação ao assunto de plágio constante no livro Testemunhos de Chico Xavier, acho normal que isso aconteça tendo em vista que se trata de uma carta resposta à Wantuil, sendo assim, os dois tinham pleno conhecimento das informações, cabendo à nos apenas traços delas.
    Continuo inflexível no meu achismo ao considerar o parágrafo relativo ao plágio independente do anterior por alguns motivos:
    _ A própria autora, Suely Caldas que deveria estar melhor municiada de informações que os leitores, alega desconhecer os problemas familiares de CX, contidos no parágrafo anterior ao do plágio.
    _No referido parágrafo, CX mistura livros e problemas familiares. Não poderia ser livros de Amauri, pois tinha apenas treze anos e estava apenas começando a escrever seus poemas.
    http://obraspsicografadas.org/2012/afinal-de-contas-o-que-aconteceu-a-amauri-pena-o-sobrinho-de-chico-xavier/
    _Seria praticamente impossível que Amauri já estivesse plagiando Delanne. Se estivesse, que importância teria para a FEB naquele momento?
    _Até hoje não tive informação que insinua plágio de Delanne por Amauri. Acho também, que não escreveu um livro sequer.
    _O único caso de plágio de Delanne que conheço foi protagonizado por CX.
    Diante de tantos detalhes fica difícil para eu fugir da ideia de que CX tratava sim do caso de plágio “Evolução Anímica X Emmanuel”, no mencionado parágrafo sobre plágio grave e esquisito.
    Um abraço

  54. Vinicius Diz:

    Também concordo com Borges e sua tese.
     
    E complemento: a autora publicou tal carta , mas não deu enfase alguma ao plágio apontado.
     
    Quis que o leitor ficasse com “pena” ou “admiração” pelo esforço cristão de CX aos seus detratores.
     
    A autora, até onde eu sei, é “febiana” de carteirinha, creio que não quis se aprofundar em seu livro sobre esse fato: apenas direcionar o leitor para os múltiplos problemas que CX enfrentou em sua “missão”.
     
    Faltou pouco para o compararem ao Cristo sendo pregado na Cruz.

  55. Borges Diz:

    Vasculhando o livro de Suely, um pouquinho à frente, encontrei um trechinho intrigante numa missiva com data de 12/03/47:
    .
    “Tenho opinião sobre o livro de Rochester igual a que manifestaste. Parece-me que o
    livro é um modelo de “movimento e costumes”. Deus nos edifique a todos. (…)””
    .

    Indagações:
    Estaria CX fazendo referência ao livro “Herculanum”, que teria sido ditado pelo espírito J. W. Rochester?
    Teria Wantuil feito algum comentário insinuando semelhança com o livro “Há Dois Mil Anos” como consta em nota da editora no próprio livro?
    Nunca saberemos.
    Um abraço

  56. Gorducho Diz:

    De qualquer sorte comprova como eles estavam perfeitamente cientes dos detalhes do livro…
    By the way… Analista Borges: olhou o que lhe falei lá no CC acerca das cartinhas :?:

  57. MONTALVÃO Diz:

    /
    Vitor,
    .
    Sei que não se deve dar estupefacientes a dependentes químicos, nem alimentar fantasias de sonhadores, mesmo assim dar-te-ei um presente do tipo, caso ainda não o tenha.
    .
    Documentário da Discovery: Parapsicólogos Russos. Dublado.
    .
    https://mega.nz/#!jQxDWYTC!8RcHnThUjJUD-SDsPQKZWEdx05E3pjeTmSxzN81lvrA
    .
    Sugiro fortemente que assista ao último personagem apresentado: Bóris Vladimir Ermolaev, de quem se diz ter sido validado pela academia de ciências soviéticas.

  58. Marciano Diz:

    A Psicotrônica
    Na extinta União Soviética os estudos dos fenômenos espíritas ganhou o nome
    de Psicotrônica[2], nome esse que exprime a superação dos limites da Psicologia,
    entendendo-se por Psicotrônica a disciplina que se ocupa das energias do ser
    humano tendo como objetivo o conhecimento das possibilidades de interação entre
    homem e homem e entre homem e ambiente através de capacidades possuidas por
    quase todos. Tal como a Parapsicologia, a Psicotrônica também não é uma ciência
    e também carece de uma teoria satisfatória e abrangente para explicar os
    fenômenos espíritas, pois a teoria espírita elaborada por Kardec (que,
    repetimos, é a única, até hoje, a explicar satisfatoriamente os referidos
    fenômenos e a preencher aos mais rigorosos critérios de cientificidade) também é
    rejeitada "a priori" pelos adeptos da Psicotrônica.
    Pode-se destacar, dentre outras, as pesquisas sobre telepatia do fisiologista
    Leonid Leonidovitch Vasiliev, realizadas a partir de 1950 nom laboratório por
    ele organizado no Instituto de Fisiologia da Universidade de Leningrado (atual
    São Petersburgo). Foram lançados no ocidente dois livros de sua autoria sobre o
    assunto[338,339].
    Dentre outros trabalhos, é digna de menção a investigação do agente
    telecinético Boris Vladimir Ermolaev
    , realizada pelo doutor em Psicologia, prof.
    V. N. Pushkin[340].
    Os doutores V. M. Iniushin e G. A. Sergeiev, postularam independentemente a
    existência de um "bioplasma"[341,...,343] que poderia explicar muitos dos
    fenômenos paranormais.
    As pesquisas psicotrônicas foram cerceadas pelo materialismo oficial dos
    paises da cortina de ferro, que lançava em desgraça qualquer pesquisador que
    tendesse a evidenciar a hipótese do espírito. No entanto realizaram grandes
    avanços no estudo dos aspectos físicos da paranormalidade.
    A Psicobiofísica
    Procurando romper os nós que paralizaram a Parapsicologia e a Psicotrônica,
    Andrade propôs a Psicobiofísica[40], disciplina que, baseada na teoria espírita
    elaborada por Kardec, procura unir a Física à Biologia e à Psicologia para
    atacar o problema da compreensão integral dos fenômenos paranormais (ou
    espíritas).
    Prosseguiu na linha de raciocínio inaugurada por Zöllner e propôs, na Teoria
    Corpuscular do Espírito, um modelo de espaço de pelo menos quatro dimensões para
    explicar os fenômenos espíritas, modelo com que o autor oferece caminhos para a
    concepção de novos experimentos para se investigarem as bases físicas desses
    fenômenos, tarefa em que a Parapsicologia fracassou. Seus livros[42,...,49,40],
    são importantes fontes de informações pois, aliado à excelente didática,
    oferecem ao leitor uma visão de conjunto das bases teóricas da Física, Biologia
    e Psicologia que, unidas e estendidas, resultam em um modelo de realidade física
    na qual o espírito é um elemento natural. Do mesmo autor também estão
    disponíveis, dentre outros, trabalhos de pesquisa sobre reencarnação[48,51],
    poltergeist[49,...,51], e "drop-in"[52] (manifestação espontânea do espírito de
    um falecido que apresenta todos os dados objetivos necessários à sua plena
    identificação).

  59. Gorducho Diz:

    O russo sempre foi um povo místico, tanto que contra toda perseguição a igreja ortodoxa se manteve forte (a aliás é uma boa aliada do Putin hoje…).
    Pena que tem essa barreira da língua pra gente poder conhecer alguma coisa do espiritismo deles.

  60. Marciano Diz:

    Да, русский язык очень сложный.
    https://www.youtube.com/watch?v=6PZDqIZBM4Q

  61. Marciano Diz:

    Com a Katya me ensinando línguas, eu aprenderia esse linguajar em uma semana.

  62. Marciano Diz:

    Além de línguas, vocês sabem em que mais as russas são muito boas?
    De cama. Ninguém arruma uma cama tão bem quanto elas.
    Se tiverem oportunidade de contratarem uma camareira russa para suas residências, recomendo-as fortemente.

  63. Marciano Diz:

    Notem que a Katya fala inglês muito bem, para uma russa.

  64. Gorducho Diz:

    Eu “sabia” que dobre denia era bom dia.
    Ela explica que é boa tarde…
     
    Mas infelizmente é uma barreira intransponível pra gente estudar o espiritismo de lá.

  65. Marciano Diz:

    deus sabe o que faz (atenção, MONTALVÃO, fiel escudeiro da gramática! A minúscula é proposital!).
    Se tivéssemos como estudar o espiritismo russo, perderíamos ainda mais tempo com essa mania que temos de ficar a estudar coisas inúteis.

  66. MONTALVÃO Diz:

    /
    “atenção, MONTALVÃO, fiel escudeiro da gramática!”
    /.
    A GRAMÁTICA ESTARIA lascada tivesse a mim como sua guardiã…

  67. MONTALVÃO Diz:

    /
    “Notem que a Katya fala inglês muito bem, para uma russa.”
    /.
    PROVAVELMENTE, fala russo muito bem também, para uma russa…

  68. Gorducho Diz:

    Ela certamente já morou n’algum lugar com inglês nativo.

  69. Marciano Diz:

    É, mas revela inteligência, pois conheço muita gente que vive aqui há décadas e não consegue livrar-se de sotaque estrangeiro (ou não quer), inclusive parentes.

  70. Marciano Diz:

    ===============================================================
    PROVAVELMENTE, fala russo muito bem também, para uma russa…===============================================================
    Consegue discernir de que região da Rússia ela é?

  71. MONTALVÃO Diz:

    /
    “É, mas revela inteligência, pois conheço muita gente que vive aqui há décadas e não consegue livrar-se de sotaque estrangeiro (ou não quer), inclusive parentes.”
    /.
    CONSIDERAÇÃO: este é o meu caso: há não sei quantos anos vivendo na Terra e ainda não consegui me livrar do sotaque de anjo…
    /
    /

    Marciano Diz:
    .
    =============================================
    PROVAVELMENTE, fala russo muito bem também, para uma russa…
    ================================================
    Consegue discernir de que região da Rússia ela é?
    /.
    CONSIDERAÇÃO: Parece de Vladvostoky ou Verconhansky, talvez tenha vivido uns tempos na Sibéria oriental, nalgum arquipélago Gulag.

  72. Marciano Diz:

    Foi o que pensei. Certamente não é se Sebastopol.

Deixe seu comentário

Entradas (RSS)