Livro Gratuito! “Marie-Lise, Invisível e Presente” (1956)

Para ler o livro, clique aqui. Ao contrário do que o médium Divaldo Pereira Franco dá a entender em sua palestra que reproduzi aqui, o caso longe está de oferecer evidências convincentes de reencarnação. É preciso que eu diga que a tradução deste livro foi possível graças ao esforço conjunto dos membros do ECAE (um grupo de discussão do google em que sou um dos donos. O grupo é voltado a discussões sobre vida após a morte e parapsicologia). Alguns capítulos já haviam sido disponibilizados no blog, mas faltava muito o que traduzir e revisar ainda. Finalmente esse ano foi possível concluir a tarefa, mas a um custo de 2.690 reais, valor que não foi integralmente pago ainda, e que já está pesando no bolso, especialmente o meu (contribuí por enquanto com 1100 reais, e ainda faltam 390 reais para quitar todo o serviço. O restante foi pago pelos demais membros do ECAE). Para ajudar a cobrir as despesas, e para ajudar a pagar a próxima tradução (aqui) cujo valor foi fixado em 5.600 reais a serem pagos até abril, estou abrindo vagas no ECAE para quem quiser participar pelo valor mínimo de 200 reais. Quem entrar terá acesso a livros e outros materiais que ainda não podem ser disponibilizados no blog, além, é claro, de poder participar das discussões. No entanto, é óbvio que o ingresso no ECAE não garante a permanência no grupo. Respeito é fundamental, bem como aqui no blog. Mas que eu me lembre, só duas vezes, em toda a história do ECAE, ocorreram expulsões.
.
Quem quiser contribuir financeiramente para que mais livros e artigos sejam traduzidos e oferecidos (além, é claro, para que o ECAE não vá à falência), pode fazer o depósito ou transferência em duas contas minhas:
.
Banco do Brasil – Agência 0597-5, Conta: 31283-5
Santander: Agência 3939, Conta: 01001497-4.
CPF: 091188277-48.
.
Favor avisar ou por meu email (vitormoura[arroba]hotmail.com) ou responder a este tópico avisando do depósito ou transferência, bem como o valor. Quem contribuir poderá sugerir e votar no próximo artigo ou livro a ser traduzido (por ‘próximo’ entenda-se o seguinte à tradução de 5.600 reais).
.
Quem não quiser fazer parte do ECAE mas quiser contribuir com algum valor simplesmente por gostar do blog será muito apreciado, evidentemente. Tal pessoa também poderá sugerir e votar no próximo livro ou artigo a ser traduzido. Para isso peço contribuições mínimas de 50 reais.
.
Essa é uma forma também de tornar o blog mais próximo dos seus internautas, buscando atender mais seus anseios. Espero que apreciem.

55 respostas a “Livro Gratuito! “Marie-Lise, Invisível e Presente” (1956)”

  1. Gorducho Diz:

    E aí :?:
    Se convenceu que é só uma novela água-com-açúcar :?:
    I.e.: maior que um conto; menor que um romance [fonte: uol Brasil Escola]
     
     
    A gente pode lobrigar os debates (sem participar, claro), ou são secretos :?:

  2. Gorducho Diz:

    Meu voto é a tradução da mensagem do Aaron o Justo ditada pro Mirabelli em siríaco-(aramaico ?).

  3. Gorducho Diz:

    Stands for Estudos Científicos Avançados de Espiritismo, it’s it :?:
     
     
    E as fluidificações de água, qual é a conclusão de vocês :?:
    Aquela análise estatística em Python… não entendi bulhufas…
    Vocês entenderam :?:

  4. Gorducho Diz:

    :oops:
    is that it
    (acho)

  5. Vitor Diz:

    É mais que uma novela água-com açúcar. Os pesquisadores são bem honestos em narrar os problemas da história.
    .
    No interior do castelo, André Dupil começou a adormecer Denise para fazê-la contar o seu fim. Essa narrativa constitui o essencial do que o leitor acaba de ler, mas é necessário ter vivido, como nós fizemos, esses minutos para entender o que essas experiências de hipnose têm de perturbadoras.
    .
    Escutemos o diálogo entre a médium e o hipnotizador:
    .
    — Você está no castelo, Sébastiani morreu, o que você está fazendo?
    — Agora o espero… espero… Eu rezo à Virgem Maria, para que ela me ajude… Eu não tenho mais ninguém… (ela chora).
    — Quantos anos você tem?
    — Tenho 58 anos, penso bastante, fico entediada… fico entediada neste castelo… Muitas vezes fico mal do estômago, queimações, arde… arde… Não cuidam de mim, não vejo o médico. A duquesa cuida de mim, o doutor não vem… Não precisa… fico mal todos os dias, não consigo mais comer, arde… Acontece que eu não consigo comer… não consigo comer… o tempo passa…
    — Quantos anos você tem agora?
    — Tenho 61 anos, eu espero, sei que não existo mais há muito tempo… Eu sei… Estou no meu quarto, estou no meu quarto, deitada na minha cama, estou muito mal, não consigo mais me levantar… A duquesa vem de tempos em tempos me ver… E eu morro… e eu morro… Eu não quero! (Ela geme e se debate). Eu não quero!… Estão me levando… a duquesa e um homem… Estão me levando a um subterrâneo, eu não quero… Eles atravessam o parque… Estão me levando por um grande buraco… (Ela chora e se agita; é preciso acordá-la).
    .
    Adormecida, Denise conduz-nos até o quarto de Marie-Lise, o mesmo que ela sempre descreveu perfeitamente em suas hipnoses. Mas quando chegamos a esse quarto, ela agita-se violentamente e, escapando de nós, foge pelo corredor absolutamente aterrorizada. Temos muita dificuldade de alcançá-la e é preciso acordá-la para que ela se acalme.
    .
    Descemos novamente do primeiro andar; Denise agora está acordada e não se lembra de nada. Ela anda na frente, na companhia de Pierre Neuville. Chegando ao térreo, ela designa um corredor, dizendo “Não sei por quê, mas não iria por aqui”. Intrigado, Neuville aventura-se sozinho pelo corredor, que conduz ao escritório e às cozinhas; ele termina em uma escada que leva ao subsolo.
    .
    Discretamente, compartilhamos com André Dupil a apreensão de Denise por essa parte do castelo. A médium é adormecida no grande salão, sob os olhares desaprovadores da guardiã, que ainda está emocionada pela cena do quarto e que, certamente, nos toma por perigosos e sádicos.
    .
    André Dupil tenta conduzir Denise devagar, agora durante o sono, para o corredor que ela parecia temer tanto momentos atrás; ela o segue com um pouco de relutância. Ao chegar ao topo da escada, seu terror torna-se visível, André Dupil avança apesar disso e Denise desce os degraus a contragosto; lá embaixo, ela dá três passos e depois, de repente, grita e, escapando de nós de novo, sobe a escada precipitadamente e é muito difícil encontrá-la e acalmá-la.
    .
    Quando descemos as escadas sem ela alguns instantes mais tarde, descobrimos o túnel pelo qual, de acordo com as próprias declarações em hipnose, ela foi retirada do castelo após a sua morte para ser levada através do parque até a igreja.
    .
    É necessário mencionar que Denise nunca havia colocado os pés em Boursault antes desta sessão e que ela ignorava toda a história do castelo, aliás, como todos nós?

    .
    Sabe-se lá se foi alguma coincidência…ou se ela deduziu algo ao ver o castelo…
    .
    Ao longo de uma sessão precedente, Marie-Lise falou do guarda-caça Poirel, que ajudou a duquesa a tirá-la do castelo e a enterrá-la atrás da igreja. Aproveitamos a nossa passagem por Boursault para nos informarmos sobre a exatidão desse fato. Poirel existiu de fato! Ele morreu, claro, mas tem um filho hoje septuagenário que ainda mora na vila.
    .
    Colocamo-nos em delegação junto a esse bom homem para perguntar a ele se seu pai já havia falado de Marie-Lise ou pelo menos de uma mulher que vivia no castelo e que ele teria ajudado a enterrar. O sr. Poirel não tem nenhuma lembrança e está certo de que nunca ouviu falar dessa história, nem mesmo de nada que pudesse estar relacionado, próxima ou remotamente.
    .
    E mais, analisando as datas fornecidas por Marie-Lise, descobrimos que, se Poirel realmente se ocupava das funções de guarda-caça da duquesa, isso foi apenas depois de 1867, data em que chegou a Boursault, ou seja, dois anos depois da morte de Marie-Lise! Mais uma vez o problema do tempo é um obstáculo em nossas pesquisas.

    .
    Que existiu alguém chamado Poirel ligado à duquesa é interessante. Pelo visto deduz-se o filho de 70 anos se chamava Poirel também. Mas não foi confirmado que o pai trabalhou como guarda-caça, e ele só apareceu 2 anos após a suposta morte de Marie-Lise. Mas a Denise era confusa quanto a datas, que eu lembre ela deu duas datas para o próprio nascimento…
    .
    E lembro que só vota quem contribuir…

  6. Vitor Diz:

    GORDUCHO DISSE: “A gente pode lobrigar os debates (sem participar, claro), ou são secretos :?:
    .
    Para quem está fora do ECAE, são secretos. Não tem porque ser uma lista fechada se todo mundo pudesse ler…

  7. Vitor Diz:

    GORDUCHO DISSE: “E as fluidificações de água, qual é a conclusão de vocês :?:
    .
    Não tem ninguém tratando desse assunto no momento.
    .
    GORDUCHO DISSE: “Aquela análise estatística em Python… não entendi bulhufas…”
    .
    Não acompanhei. E mesmo que tivesse acompanhado, duvido que eu pudesse ajudar a entender essa análise. Não temos nenhuma “Jessica Utts” no grupo, infelizmente.

  8. Gorducho Diz:

    Este castelo é um dos mais famosos de lá.
    Então está claro que deve desde sempre ter existido ampla literatura até mesmo em revistas descrevendo-o. Seu subte c/o cemitério &c…
     
     
    O Cmte. não faz parte do grupo :?: :?: :?:

  9. Vitor Diz:

    O Cmte. é o Sandro? Ele faz parte sim.

  10. Gorducho Diz:

    Faça o favor então de divulgar m/SUGESTÃO de voto. By “proxy” então… pode ser que alguns se interessem e m/proposição acabe vencendo a eleição interna lá, certo :?:

  11. Vitor Diz:

    Primeiro vamos traduzir o artigo de 5.600 reais. Depois vem a votação… tem muito tempo pra isso ainda…

  12. Gorducho Diz:

    Então :!:
    E não se interessam pela análise que ele mesmo publicou :?:
    Ficam debatendo coisas de 100 anos atrás e não analisam os resultados atuais, daqui do espiritismo brasileiro :?:

  13. Vitor Diz:

    Houve debates sim, em 2016, em que se recomendou aumentar a amostra, pediu-se mais detalhes etc. Em 31 de agosto de 2017 ele mandou uma mensagem com um link para uma apresentação no youtube:
    .
    https://www.youtube.com/watch?v=Z_QLJQqxn54&t=1h29m40s
    .
    Depois disse que crê que em breve valerá apresentar algo para periódicos em revistas científicas. Acho que os demais membros estão na expectativa.

  14. Gorducho Diz:

    Pois é… aquilo de
    Abordagem absoluta Abordagem ponderada
    8.590.152           741.316
     
     
    eu não consegui acompanhar…
    Me admiro que vocês os companheiros de grupo dele não se interessam, ficando remoendo o passado
    :(

  15. Vitor Diz:

    Tem muita coisa atual sendo debatida no grupo. Inclusive ajudando o Sandro em traduções de artigos recentes, como o “Growth Inhibition of Cultured Human Liver Carcinoma Cells by Ki-energy (Life-energy): Scientific Evidence for Ki-effects on Cancer Cells” de 2005…

  16. Gorducho Diz:

    :shock:
    Vocês precisam de tradução pra Growth Inhibition of Cultured Human Liver Carcinoma Cells by Ki-energy (Life-energy): Scientific Evidence for Ki-effects on Cancer Cells
    :o
    Bom, dou minha colaboraçãozinha gratuita: “ki” é
    :mrgreen:

  17. Vitor Diz:

    Já foi traduzido há muito! Só não foi disponibilizado no blog. É só mais um exemplo de material que quem faz parte do ECAE tem acesso…

  18. Mariana Diz:

    Oi Vitor, acho justo seu pedido de ajuda, no momento não estou podendo contribuir pq não estou trabalhando, só fazendo umas matérias free lance pra uma revista, e no entanto não tá havendo matérias novas, mas assim que puder espero contribuir.
    Esse grupo ecae trata mais de espiritismo, tipo obras psicografadas e tal?

  19. Mariana Diz:

    Meu interesse mais séria ajudar aqui no blog mesmo, pq só me interesso pelos estudos psi ????

  20. MONTALVÃO Diz:

    /
    O ECAE tem seu aspecto positivo: é possível postar arquivos de imagem e de som, o que torna a conversa melhor ilustrada e incentiva a criatividade.
    .
    Lá transitam alguns nomes de peso: tem o Julio Siqueira, criador do blog “Criticando Kardec”; o Professor Walter da Rosa Borges, dedicado estudioso da parapsicologia, autor de vários livros; o psicólogo e pesquisador psi, Everton Maraldi, cara bom pra mais de metro: este apesar de acreditar na “força” é sujeito pé no chão, não dado a arroubos de credulidade, como vemos em alguns por aqui. Tinha o posudo Carlos Antonio Fragoso, psicólogo transpessoal, que de vez em quando dava uns pitaquinhos nos assuntos, mas fugia de discutí-los.
    .
    E vários outros.
    .
    Vejo que o Vitor, um tanto tardiamente, resolveu abrir espaço para os colaboradores sugerirem material a ser traduzido, ideia que lhe passei há vários anos e que só agora frutifica.
    .
    Coisa que acho curiosa é que o pessoal do ECAE parece evitar o Obras. O motivo dessa atitude só especulando. Alguns de lá ensaiam passagens por cá, mas logo se recolhem. O Julio compareceu com um artigo que tentava provar que Isaac Asimov era um mierda de escritor cético, mas não foi feliz; o Sandro tem lá suas pesquisas, que nunca levam a nada (mas ele se esforça), às quais o Vitor não vota mínima consideração. Agora, o nobre aviador investe na “força do ki” (embora eu já lhe apontara que o ki é uma kimalandragem), ele acredita que vai extrair ouro dessa carniça. Antes se esforçara por provar que a fotografia kirliana tem as aplicações místicas que alguns defendem; anteriormente encetara pesquisa e experimentos intentando demonstrar que médiuns escrevem qual escreviam os mortos comunicante quando em vida.
    .
    Eu acho que o Gorducho se daria bem naquele espaço: tá faltando um participante cético (inda mais dotada dessa fina ironia que conhecemos) para temperar o clima de lá…

  21. Gorducho Diz:

    Mas eu acho que é isso mesmo que eles não querem: céticos.
    Acho que é um local por definição p/crentes. Imagino só…
     
    Essa que eu vejo como grande desvantagem das atuais “redes sociais” por afinidade temática. Perde-se o contraditório, o debate.
    Claro, fica “um certo” debate, mas em moldes escolásticos – i.e.: subordinado à teologia subjacente.
     
     
    By the way… ¿S/Pessoa não tinha sido expulso de lá?

  22. MONTALVÃO Diz:

    /
    GORDUCHO: “By the way… ¿S/Pessoa não tinha sido expulso de lá?”
    /.
    CONSIDERAÇÃO: Non, pedi pra sair…Conforme o Vitor informou: dificilmente lá ocorrem expulsões, suspensões, empurrões…diferentemente do Obras…

  23. Vitor Diz:

    Oi, Mariana
    o ECAE trata de evidências pós vida e psi, com farto material em inglês e vários livros em português que ainda não podem ser disponibilizados. Estamos esperando os autores desencarnarem para não corremos risco de processo com a publicação para o público :P

  24. Vitor Diz:

    MONTALVÃO DISSE: “O Julio compareceu com um artigo que tentava provar que Isaac Asimov era um mierda de escritor cético, mas não foi feliz;”
    .
    Não concordo… e não era esse o objetivo do artigo, e sim mostrar problemas graves na visão de Asimov do processo de construção das teorias científicas…o artigo é excelente…
    .
    MONTALVÃO DISSE: “Vejo que o Vitor, um tanto tardiamente, resolveu abrir espaço para os colaboradores sugerirem material a ser traduzido, ideia que lhe passei há vários anos e que só agora frutifica.”
    .
    Não adiante sugerir sem contribuir, né?
    .
    MONTALVÃO DISSE: “o Sandro tem lá suas pesquisas, que nunca levam a nada (mas ele se esforça), às quais o Vitor não vota mínima consideração.”
    .
    Eu não sei se vc reparou mas eu sou um só, e tenho minhas limitações… mesmo assim ajudei ele na tradução do artigo do ki…

  25. Vitor Diz:

    GORDUCHO DISSE: “Mas eu acho que é isso mesmo que eles não querem: céticos.”
    .
    Nunca houve qualquer restrição quanto a céticos…

  26. Maruzio Diz:

    ECAE? Posso participar?

  27. Vitor Diz:

    Maruzio, todos podem participar [menos o SCUR, esse aí nem que pague 1 milhão de reais...], mas se não quiser ser via financeira (pagando os 200 reais) então precisa dar alguma contribuição, como traduzindo um artigo de minha escolha, ou adquirindo (se já não possua) algum material (como livros) também de minha escolha e disponibilizando para o pessoal…

  28. Gorducho Diz:

    ============================================================
    mesmo assim ajudei ele na tradução do artigo do ki
    ============================================================
    Não entendi por que tanta onda encima dessa tradução do artigo sobre
    Vocês traduziram ele do
    ☐ madarin
    ☐ cantonês
    ☐ outro idioma (explique)
    ____________________________________________________________________________
     
     
    Pendente d’eu falar c/o Analista Marciano que não tem aparecido… mas ACASO, SE a gente conseguir traduzir aquele ditado do Califa Aaron em siríaco (ou siríaco-aramaico – ainda não sabemos…) poderíamos como “pagamento” ganhar acesso :?:
    Bien sûr: SE ele concordar em participar da tentativa de tradução…

  29. Phelippe Diz:

    Digo isso com respeito, mas esse artigo sobre impedir o crescimento de células cancerígenas através do uso da força ki nada mais é do que a velha teoria do poder do pensamento positivo, que se origina, que eu saiba, nas tradições tibetanas (os livros da Alexandra Neel explicam bem), cujos ensinamentos foram popularizados no Brasil pelo Círculo Esotérico da Comunhão do Pensamento, e nos EUA, dentre outros, pelo pastor Joseph Murphy, por meio do seu livro “O Poder do Subconsciente”. Nada de novo, portanto. Apenas uma releitura com roupagem “científica” de um tema já mais que batido.

  30. Vitor Diz:

    GORDUCHO DISSE: “Não entendi por que tanta onda encima dessa tradução do artigo sobre ? …”
    .
    É só para parar de dizer que não damos a mínima atenção a ele. Ajudamos na medida do possível.
    .
    GORDUCHO DISSE: “SE a gente conseguir traduzir aquele ditado do Califa Aaron em siríaco (ou siríaco-aramaico – ainda não sabemos…) poderíamos como “pagamento” ganhar acesso :?: Bien sûr: SE ele concordar em participar da tentativa de tradução…”
    .
    Na página 293 do livro de Eurico de Góes é dito que a língua é siríaco e o título é “Alá e suas profetisas”. Mas não, a princípio esse material não interessa. De repente se na tradução for descoberto que o texto é o plágio de alguma obra, aí passa a ser uma contribuição mais significativa…

  31. Vitor Diz:

    Aliás, qualquer um que descobrir plágio de uma obra psicografada que não conste aqui já no blog ganha acesso ao ECAE. Tirando o Scur.

  32. Gorducho Diz:

    O Sr. dá tanta “atenção” pras pesquisas dele que nem sabe explicar os resultados estatísticos (que eu não entendi)
     
     
    Quantidade de resultados melhores ou iguais ao da médium
     
    Abordagem absoluta | Abordagem ponderada
    8.590.152      
            
     741.316
    :?:

  33. Gorducho Diz:

    Fvr. completar o espaço-em-branco pra ficar bem formatado…
    Como autopunição prometo que paro de lhe amolar nesta rubrica.

  34. Vitor Diz:

    GORDUCHO DISSE: “O Sr. dá tanta “atenção” pras pesquisas dele que nem sabe explicar os resultados estatísticos (que eu não entendi)”
    .
    Mas isso porque estatística está longe de ser meu forte. Atualmente para se debater estatística precisa ser pelo menos do nível de uma “Jessica Utts”…

  35. MONTALVÃO Diz:

    /
    Vitor Diz:
    .
    Maruzio, todos podem participar [menos o SCUR, esse aí nem que pague 1 milhão de reais...], mas se não quiser ser via financeira (pagando os 200 reais) então precisa dar alguma contribuição, como traduzindo um artigo de minha escolha, ou adquirindo (se já não possua) algum material (como livros) também de minha escolha e disponibilizando para o pessoal…
    /
    CONSIDERAÇÃO: o SCUR, nada obstante suas cretinices, dava um tempero diferenciado ao sítio. Era para ter sido derribado na retórica, em vez de despedido por justa causa…
    .
    Pô, eu ia pagar a entrada do Maruzio, oferecendo o escaneamento do livro “Transcomunicação, o Fenômeno Magenta”, mas não é que o danado sumiu de minha estante? Ou foi teletransportado ou os cachorros comeram, ou ambos…

  36. MONTALVÃO Diz:

    /
    VITOR: “Eu não sei se vc reparou mas eu sou um só, e tenho minhas limitações… mesmo assim ajudei ele na tradução do artigo do ki…”
    /.
    CONSIDERAÇÃO: por que não aprendeu com Mirabelli a fazer clones de si mesmo? Assim poderia descansar enquanto seu duplo se estrepa…
    .
    Em vez de ajudar o Sandro a traduzir artigos sobre o “ki”, devia sim lhe dar uns conselhos… você está contribuindo para afundar mais e mais o garoto nas trevas da superstição!
    /
    /
    Ki: mito ou realidade?
    .
    terça-feira, agosto 28, 2007Christian artes marciais, artigos, japão, religare, saúde
    .
    O que é o ki? Praticantes experientes de diversas artes orientais, instrutores e mestres dizem que o ki é a energia vital, algo que sustenta a vida em todas as suas formas. O que determina a saúde de uma pessoa, por exemplo, é o fluxo natural do ki. Quando essa energia não flui, a pessoa fica fraca e adoece com facilidade. Mas não são só os seres vivos que têm ki. Fala-se no ki do ar, da água, do solo e da luz solar — a natureza tem um ki que se manifesta no fluxo dos rios, na mudança das mares, nos ventos e nas tempestades.
    .
    A partir dessas idéias surgiram práticas que têm o objetivo de dominar o ki e utilizá-lo no desenvolvimento da saúde, da força física e do equilíbrio físico e mental. Algumas práticas vão além e propõem-se a desenvolver e utilizar o ki na cura de doenças, na defesa pessoal e mesmo em práticas paranormais.
    .
    Muitas pessoas esforçam-se para entender e explicar o que é o ki. Uma das explicações mais comuns é aquela que diz que o ki é a coordenação entre energia física e energia mental; algumas pessoas dizem que o ki é precisamente essa coordenação, o que vai além da simples soma de energia física e energia mental. Uma decorrência dessa explicação é a idéia de que o ki é intenção e vontade. Uma criança que não quer ser tomada no colo, por exemplo, torna-se mais pesada por causa de seu ki — seu corpo e sua vontade se coordenam de forma a não ser erguida do chão. No Aikido, uma mulher pequenina é capaz de neutralizar o ataque de um brutamontes através da união de sua atenção, sua vontade e seus movimentos.
    .
    Já se tentou associar o ki à eletricidade, ao pensamento e ao poder psiquíco. Cada uma dessas associações diz algo sobre o ki, mas todas as explicações somadas ainda parecem estar longe de defini-lo. A despeito da falta de explicações e das imprecisões usuais, muitas práticas se baseiam na existência e na possibilidade de utilizar o ki para um determinado fim – mais ou menos como um pintor aprende a misturar tintas e pintar um quadro, embora não saiba dizer o que faz com que o azul seja azul.
    [...]
    https://christianrocha.wordpress.com/2007/08/28/ki-mito-ou-realidade/

  37. MONTALVÃO Diz:

    /
    Quando criança muito usei o ki sem saber que…
    .
    Meu calçado era kichute…

  38. MONTALVÃO Diz:

    /
    MONTALVÃO DISSE: “O Julio compareceu com um artigo que tentava provar que Isaac Asimov era um mierda de escritor cético, mas não foi feliz;”
    .
    VITOR: Não concordo… e não era esse o objetivo do artigo, e sim mostrar problemas graves na visão de Asimov do processo de construção das teorias científicas…o artigo é excelente…
    /.
    CONSIDERAÇÃO: os artigos do Júlio, independentemente das fragilidades, são sempre bons… Agora, excelente mesmo foi a discussão que a ele seguiu. Para quem chegou depois recomendo a leitura.

  39. MONTALVÃO Diz:

    VITOR: “Eu não sei se vc reparou mas eu sou um só, e tenho minhas limitações… mesmo assim ajudei ele na tradução do artigo do ki…”
    /.
    CONSIDERAÇÃO: parece que o Sandro esqueceu de lhe dar os créditos, eis que postou no IPCE:
    /
    ======================.
    Sáb, 2 de set de 2017 18:47 Sandro Fontana wrote:
    .
    Olá caros amigos..
    .
    traduzi o artigo sobre uso da energia Ki sobre células cancerígenas..
    .
    Tvz a parte mais técnica tenha ficado afetada, não é minha área de atuação.
    .
    Abraços
    .
    Sandro
    .
    =======================.

  40. Vitor Diz:

    Eu mandei a versão melhorada em 12 de setembro, Montalvão. Isso aí é de antes da minha revisão.

  41. Gorducho Diz:

    BOTA TÉCNICO nesse artigo: 2 pessoas de reconhecida capacidade empenhadas na tradução dele e ainda restam dúvidas das partes acerca da correta vernaculização das passagens mais técnicas :(
     
     
    Justificativa: como não foi corrigida a formatação conforme eu pedira, me sinto desobrigado do silencio auto-punitivo…

  42. Gorducho Diz:

    Acaso haja algum leitor anônimo que não conheça

  43. Vinicius Diz:

    “Estamos esperando os autores desencarnarem para não corremos risco de processo com a publicação para o público ” – uai, e se propuserem um acordo comercial com os ditos , já que não se consegui um médium para fazer um acordo com os “mentores ” espirituais dos trabalhos?
     
    falar em mentor essa semana fui a uma palestra e o tema era o natal e caridade. A expositora explanou bem a teologia espírita(parafraseando o Gorducho).
     
    mas o “engraçado” veio depois: uma senhora passou a psicografar – essa mesma senhora acumula o trabalho de psicofonia e psicografia. E aconteceu o que já estamos carecas de saber: um “plágio” da expositora nas DUAS MENSAGENS, a falada e a escrita e todas com Jesus Blá Blá Blá…. e que os tempos são chegados em uma delas.

  44. Marciano Diz:

    ===============================================================
    Pendente d’eu falar c/o Analista Marciano Marciano que não tem aparecido…
    ===============================================================
     
    Talk of the devil and he is sure to appear.
    By the way, 气 is a beatiful word.
    It makes me think of 屁气.
    Especially after seeing those scenes.
     
    I’m going through some predicaments, but I’ll be back soon, so I hope.
    我遇到一些困難,但我很快就會回來,所以我希望。

  45. Gorducho Diz:

    Não diga isso :( – esse fluído se corretamente empregado pode até inibir até o crescimento de células cancerígenas, como se viu :!:
     
     
    Quanto a possível tradução a ser paga com senhas de acesso pra nós lá, assunto encerrado. Ele descartou de cara sem qq. possibilidade de negociação.
     
    Boa sorte & Feliz natal então :!:

  46. Phelippe Diz:

    Energia ki, Qi, prana, pensamento positivo, tudo a mesma coisa. Veio do budismo tibetano e se espalhou pelo mundo, no Ocidente graças ao pessoal da escola do novo pensamento. O negócio é perigoso e não é por acaso que se tem perseguido os praticantes do Falun Gong no oriente. Se isso funcionasse os lamas tibetanos não morreriam, nem ficariam doentes. Enfim, cada um acredita no que quiser.

  47. Gorducho Diz:

    Claro que se trata do mesmo Fluído tratado sob diferentes abordagens, mas me parece que tem também uma origem ocidental independente via os estudos do Paracelso e depois estudado já mais cientificamente pelo Dr. Richard Mead na obra De Imperio Solis ac Lunæ in Corpora humana
    & Morbis inde oriundis

    que acaba inspirando o magnetismo animal do Mesmer com os atuais passes &c.

  48. MONTALVÃO Diz:

    /
    “Energia ki, Qi, prana, pensamento positivo, tudo a mesma coisa. Veio do budismo tibetano e se espalhou pelo mundo, no Ocidente graças ao pessoal da escola do novo pensamento.”
    /.
    CONSIDERAÇÃO: embora tenham sentidos assemelhados, o ki e o prana são concepções diferentes em suas origens. O ki ou qi é chinês; o prana, indiano, e provém da antiga religião hinduísta. Aparentados com esses podemos citar outras “energias”, que possuem peculiaridades semelhantes a dessas duas: o fluido universal de Kardec; a energia orgônica de Wilhem Reich; a energia (ou força) ódica de Reichenbach, etc.

  49. MONTALVÃO Diz:

    /
    VINICIUS: mas o “engraçado” veio depois: uma senhora passou a psicografar – essa mesma senhora acumula o trabalho de psicofonia e psicografia. E aconteceu o que já estamos carecas de saber: um “plágio” da expositora nas DUAS MENSAGENS, a falada e a escrita e todas com Jesus Blá Blá Blá…. e que os tempos são chegados em uma delas.
    /.
    CONSIDERAÇÃO: coincidência, ou não, acabei de receber uma psicografia de fim de ano, que muito me arrupiou, arrupiamente este que ora divido concês:
    .
    ========================
    André Luis: AS DOBRAS DO VÉU.
    .
    Amados!! O ano de 2018 está chegando, e com ele, um grande recomeço para a humanidade, principalmente para aqueles que se propuseram às mudanças do seu EU INTERIOR.
    .
    Tivemos quatro anos a partir de 2012 para as adaptações energéticas, a mudança da nossa consciência mental para o Chackra Cardíaco e fazer as primeiras limpezas internas.
    .
    Em 2016 as máscaras que ocultavam a verdadeira identidade de cada ser humano, começaram a cair uma a uma, revelando também todas as nossas imperfeições. Isso não teve por finalidade mostrar quem os outros são, mas sim, mostrar para nós mesmos quem de fato somos.
    .
    Era preciso reconhecer por debaixo das máscaras, as nossas imperfeições para que pudéssemos aceitá-las, iluminá-las e curá-las.
    .
    Na sequência, veio um 2017 varrendo tudo aquilo que ainda não havia sido removido, ou que negávamos a mexer, aceitar e curar. Este foi o ANO DA DESCONSTRUÇÃO.
    .
    Não se pode refazer uma obra sem antes desmanchá-la. Não se pode construir nada sólido em cima de base instável. E 2017 foi o ano de firmar esta base.
    .
    Estava sendo anunciado pelos Amparadores da Luz que formam o COMANDO PLANETÁRIO, que estes três últimos meses do ano seria como “uma acomodação de rochas”.
    .
    Essa “desconstrução” em 2017 é necessária para que entremos em 2018 prontos para um novo início. Um duplo início, pois é um ano 11. Este será o primeiro ano 11 banhado pela Luz Fotônica do Sol Central Galáctico. Isso faz toda a diferença!
    .
    Este último trimestre de 2017 está fazendo um Raio X de nossa alma. Vai erguer cada DOBRA DO NOSSO VÉU e mostrar a cada um de nós aquilo que ainda estava escondido. Não há o que fazer, senão reconhecer que cada mancha escura que está lá, nos pertence e necessário é que liberemos para ser curada.
    .
    Não é momento para resistência, medo, vergonha ou ego. Antes, é uma oportunidade única de reconhecer as imperfeições que ainda restam a ajustar.
    .
    A ansiedade, as angústias, as dores injustificadas, as dificuldades de toda ordem, mas principalmente essa sensação de vazio existencial que está acometendo uma grande parcela da humanidade, nada mais é que a resistência ou a dificuldade de compreensão sobre o grande momento que estamos vivendo.
    .
    Aquilo que ainda não foi curado em nós, vai ressurgir de uma forma ou de outra. É uma oportunidade de iluminarmos, visto que o próximo ano vai ser propício aos avanços necessários dentro desta Transição Planetária.
    .
    Há fortes indícios chegando através das canalizações dos Amparadores da Luz, de que muitos de nós estamos na última encarnação antes do Grande Evento. São os chamados “SEMEADORES DA LUZ”. É a parcela da humanidade que veio preparada para fazer a sua transformação, e ao mesmo tempo, ajudar os outros a despertar. Esses, também segundo tais informações, não estão isentos de resgates, mas vêm com todas as condições de fazê-los inteiros ainda nesta atual existência. Todas as pendências de vidas passadas irão surgir uma a uma, quer queiramos ou não. Entretanto, ao resgatá-las, adquirimos experiências para orientar os demais que também passarão por tais circunstâncias.
    .
    É a oportunidade que temos de iluminar as nossas sombras e nos transformar no ser cristalino que vai habitar a Nova Terra. É o NOVO HUMANO sendo gerado. As crianças que nascem agora, já vêm com essa nova configuração energética.
    .
    Também é certo que muitos decidirão por seu livre arbítrio, continuar na sua acomodação e negar que sob as dobras do seu véu haja qualquer coisa que necessite ser iluminado.
    .
    Como já sabemos, a estrada da vida no presente momento encontra-se em bifurcação: um caminho acolherá os que tiverem a energia da Quinta Dimensão. O outro seguirá com aqueles que permanecerem vibrando na 3D.
    .
    Muita coisa surpreendente virá em 2018. O nosso poder curador estará potencializado. As nossas intuições serão nossos guias. O nosso PODER INTERIOR aflorará de forma surpreendente. Premonições e até capacidade de deslocamento como o teletransporte será experimentado por muitos de nós. As Naves Extraterrestres que já estão à postos, se mostrarão cada vez mais, inclusive havendo a possibilidade de muitos de nós poder manter contato com esses Seres de Luz e até visitar suas Naves.
    .
    O VELHO PODER CONTROLADOR começará a ruir já neste próximo ano. O desmantelamento desta velha hierarquia se fará de forma rápida e definitiva. Fenômenos naturais serão mais frequentes, pois a Terra que se ilumina cada vez mais, também vai expurgar as suas sombras; principalmente as energias negativas geradas pelo ser humano.
    .
    Porém, devemos lembrar que cada um está no seu devido degrau nesta escada da evolução. De acordo com o degrau, a visão que se tem é diferente dos demais. E essa visão determina a compreensão que cada um vai ter de acordo com o seu momento presente.
    .
    O certo e o errado não serão mais antônimos e nem motivos para classificar qualquer coisa. São oportunidades que virão para que tenhamos o discernimento de auto avaliarmos e fazer as correções finais, pois o tempo está acelerado.
    .
    Fique atento à tudo aquilo que te tira do conforto neste último trimestre de 2017. É o Universo te entregando as ferramentas, deixando-o preparado para entrar em 2018 num novo início. O início de um Novo Tempo onde seremos mais cristalinos…mais transparentes, sem manchas. Deixe a Luz entrar em você e iluminar todas as dobras do véu
    ===========================.

  50. MONTALVÃO Diz:

    /
    Amigos,
    .
    Que neste Natal a Luz Fotônica do Sol Central Galáctico banhe todos nós, inclusive os de Marte. Amém!

  51. Marciano Diz:

    Amém!
    https://www.youtube.com/watch?v=nhtk91Kr8Vc
    Gorducho parece ter sido o único a perceber o aroma do 气 : 屁气.

  52. MONTALVÃO Diz:

    /
    Aí, de Marte, procê que não incredita na Bibla, veja o vídeo e quede-se convicto. Lembre-se: 2018 está às portas…
    /
    https://www.youtube.com/watch?v=leQ-AVh2KYg

  53. Massa Diz:

    Estava lendo o livro COMUNICAÇÕES COM O OUTRO MUNDO – OS MÉTODOS CERTOS E ERRADOS – Um livro de WILLIAM T. STEAD, psicografado por MADAME HYVER. Como fez referência a um outro livro, por curiosidade, fui pesquisar na Internet para ver se encontrava uma versão em português. Aí, acabei caindo nesse seu Blog “Obras Psicografadas”. Não encontrei esse outro livro, mas, vou ajudar (depositar duzentos reais), ainda mais sendo doação que não se destina a fins particulares e sim para ajudar outros. Uma conhecida minha se prontificou em colaborar também, quando comentei. Comparativamente, tem muito mais peso que simples doações para entidades assistenciais. Além do mais, não considero coincidência eu acabar caindo onde nem esperava acessar. O mundo só irá mudar quando mais pessoas se dedicarem a tarefas como essa. A rigor, o Governo deveria se encarregar de disponibilizar gratuitamente traduções de obras assim, caso quisesse que a população se elevasse moral e espiritualmente.

  54. Espirita Sp Orlando Diz:

    Não considero simples as doações parA entidades assistênciais. É muito dificil tocar uma instituição que cuida de outras pessoas sem um tostão. Acho que tem lugar para tudo.

  55. Vitor Diz:

    Oi, Massa
    grato pelas palavras. Por enquanto (vi agora, às 09h55m) caíram 50 reais da “Lis”, se for a sua amiga, agradeça a ela por mim, sim? O dinheiro ajudará a pagar os 390 que faltam para quitar essa serviço.

Deixe seu comentário

Entradas (RSS)