Livro Há Dois Mil Anos (1939) de Chico Xavier – Novas Descobertas 2

Míssel Crítico fez novos achados acerca do livro Há Dois Mil Anos de Chico Xavier. Para conhecê-los, clique aqui. Agradeço imensamente!

Obs: Artigo atualizado em 30/04/2021 com mais correspondências!

16 respostas a “Livro Há Dois Mil Anos (1939) de Chico Xavier – Novas Descobertas 2”

  1. Míssel Crítico Diz:

    Saudações, Vítor
    tem também aqueles outros três trechos sobre o templo de Herodes, que comentei no post anterior sobre essa obra. Sei lá, dois deles achei bem sugestivos, por muita semelhança com trechos do livro de Xavier.

  2. Vitor Diz:

    Oi, Míssel

    Vc se refere à Torre Antônia, colina estéril e sem beleza etc? Eu pus no “LIVRO HÁ DOIS MIL ANOS (1939) DE CHICO XAVIER – NOVAS DESCOBERTAS”, ou seja, a primeira parte. Só que lá eu vi agora e botei suas contribuições como as 3 últimas correspondências, mas contei errado, são na verdade 4. Depois conserto, estou fazendo tudo pelo celular e é mais difícil mexer…

  3. Míssel Crítico Diz:

    Na verdade me refiro a outras possíveis semelhanças que encontrei depois dessas. Das que percebi a aparente similaridade, essas foram as mais sugestivas, veja só:
    .
    1) “(Sobre Jesus) Deve provavelmente ter visto Sebasto, obra de Herodes, o Grande, cidade de ostentação […] cujas ruínas fadam crer que foi pré-fabricada e para lá transportada […] Mas esse luxo de encomenda, essa arte administrativa e oficial NÃO O AGRADARAM.- Ernest Renan, p.108
    .
    “[Personagem sobre Jesus] Falava de nossas grandezas e conquistas como se fossem coisas bem miseráveis, fazia AMARGAS AFIRMATIVAS acerca das obras monumentais de Herodes, em Sebasto – Há dois mil anos, Xavier, p.58
    .
    Obs: Ambos citam Sebasto como lugar de ostentação/obras monumentais e que Jesus não agradou/fazia amargas críticas ao luxo do local.

    2) “O Templo, na época de Jesus, era recente, e as obras exteriores não estavam completamente tenninadas. Herodes havia mandado reconstruí-lo, pelo ano 20 ou 21 antes da era cristã (…) A nave do Templo foi feita em dezoito meses, os pórticos em oito anos; mas as partes acessórias continuaram sendo feitas lentamente e só terminaram pouco tempo antes da tomada de Jerusalém” – Ernest Renan, P. 224
    .
    “o Templo, todo novo na época de Jesus. Sua reconstrução fôra determinada por Herodes, no ano de 21, notando-se que os pórticos levaram oito anos a edificar-se, e considerando-se, ainda, que os planos da obra grandiosa, continuados vagarosamente no curso do tempo, somente ficaram concluídos pouco antes de sua completa destruição.” – Há dois mil anos, Xavier, p. 50 e 51
    Obs: a) Renan fala que o templo era recente na época de Jesus/Xavier diz que era todo novo na época de jesus. b) Ambos dizem que a reconstrução fora determinada por Herodes no ano 20 ou 21/ ano de 21. c) depois ambos mencionam que os pórticos foram feitos em oito anos. d) na sequência Renan diz que partes CONTINUARAM sendo feitas LENTAMENTE/ Xavier diz que os planos da obra foram CONTINUADOS VAGAROSAMENTE no tempo, e)Renan ressalta que só terminou POUCO TEMPO ANTES da tomada de Jerusalém/ Xavier da a mesma sublinhada, que as obras só terminaram POUCO ANTES da sua destruição, ou seja, na invasão.
    .
    3) “Os pátios e os pórticos circundantes serviam diariamente de ponto de encontro de uma considerável multidão. Tanto que esse espaço era templo, fórum, tribunal e universidade ao mesmo tempo. Todas as discussões religiosas das escolas judaicas, todo o ensinamento canônico, até os processos e causas civis, toda a atividade da nação estava, enfim, concentrada ali (…) Cheios de consideração pelas religiões estrangeiras, naquela época, desde que elas se restringissem ao seu próprio território, os romanos proibiram a si mesmos entrarem no santuário (…) Mas a torre Antonia, quartel-general da força romana, dominava todo o contorno e permitia ver tudo o que se passava lá dentro” – Ernest Renan, pág. 225.
    .
    Nos pátios imensos, reunia-se diariamente a aristocracia do pensamento israelita, localizando-se ali o fórum, a universidade, o tribunal e o templo supremo de toda uma raça. Os próprios processos civis, além das discussões engenhosas de ordem teológica, ali recebiam as decisões derradeiras (…) Os romanos, respeitando a filosofia religiosa dos povos estranhos, não participavam das teses sutis e dos sofismas debatidos e examinados todos os dias, mas a Torre Antônia, onde se aquartelavam as forças armadas do Império, dominava o recinto. facilitando a fiscalização constante de todos os movimentos – Há dois mil anos, Xavier, p.51.
    .
    Obs: a) Para Renan, os pátios serviam DIARIAMENTE de ponto de encontro de uma multidão, /para Xavier nos pátios reuniam DIARIAMENTE a aristocracia. b) Os dois autores elencam as mesmas 4 funções do templo, da mesma maneira: Fórum, tribunal, templo e Universidade. C) Renan diz que as discussões religiosas, processos e causas civis estavam concentrada ali/Xavier diz o mesmo, que processos civis e discussões religiosas eram ali decididos. D) Renan diz que os romanos tinham consideração pelas religiões estrangeiras, por isso não entravam no santuário/Xavier diz que os romanos respeitavam a filosofia religiosa do povo estranho, não participando delas. E) No final, ambos descrevem a Torre Antônia. Para Renan, QUARTEL general da força Romana/ Para Xavier, onde se AQUARTELAVAM as forças do império. F) Renan diz que a torre DOMINAVA o contorno e permitia ver o que se passava lá dentro/para Xavier DOMINAVA o recinto e facilitava a fiscalização dos movimentos.

  4. Vitor Diz:

    É verdade, Míssel. Ficou faltando essas partes. Eu acrescentei nos meus arquivos do computador do trabalho mas não fiz o upload na época. Vou ver se até sexta feira atualizo aqui.

  5. Anti Chiquista Diz:

    O Chico Xavier era “médium” de copiar obras alheias. Aquele ali virou santo aos olhos dos espíritas chiquistas. Nunca vi um sujeito tão sádico e cruel como ele, e mesmo assim a nossa esquerda tão ingênua e burrinha continua acreditando que ele era um homem de mente aberta e “progressista”. Ah sim, um homem que condenava aborto, eutanásia, conservador que critica “degenerados” por sexo casual e quem gosta de curtir a vida intensamente. Mas aos olhos da esquerda ele era “progressista” por promover caridade. Mas vale frisar que a caridade que o velhote doido da cabeça promovia era bem paliativa e nunca ajudou ninguém de fato, apenas promovia uma ajuda momentânea.

  6. Anti Chiquista Diz:

    Jamais conseguirei compreender e assimilar a cabeça de um espírita chiquista. Por exemplo, muitos deles estão morrendo de ódio do Bolsonaro chamando-o de “genocida”. Porém todavia, eles idolatram um deus sádico e genocida chamado Jesus Cristo, o “governador do universo” segundo os próprios. E ainda segundo os “humanistas” espíritas, o J Cristo teria criado o vírus do covid19 para que a humanidade se “regenere na marra”. “Muitos seres humanos infelizmente só irão aprender pela dor a respeitar a natureza e os animais”. Eles falam o tempo inteiro sobre planeta de transição, e de que depois da humanidade ter sido destroçada pelo vírus, que tudo “será melhor que antes e existirá muito mais amor no planeta terra”. Não consigo aceitar esse tipo de pensamento cruel, perverso e desumano. Então é justo que milhares de seres humanos tenham de morrer agonizando com falta de ar em uma UTI pelos erros dos outros? Ainda que os que estivessem morrendo fossem pessoas maldosas que atrasam o lado do seu próximo vá lá, mas infelizmente muitas pessoas de coração puro estão morrendo. “O vírus irá durar o tempo que tiver de durar. E quem está morrendo não é santo, está cumprindo um karma por seus erros de vidas passadas”. Será que se um espírita perder seu pais, esposa e filho para a covid19 ele irá achar que foi “bem feito”, assim como ele acha faz com outras pessoas que estão morrendo? Não adianta culpar o Bolsonaro, a “extrema direita”, a ganância e ao mesmo tempo achar que as milhões de mortes pelo covid é um “castigo merecido para a humanidade”. Outra coisa que eu percebo no espiritismo chiquista, é a forma grosseira e arrogante como eles tratam consulentes que não aceitam os infortúnios da vida e se rebelam. Para eles as pessoas devem aceitar a dor e o sofrimento “em silêncio” e ainda agradecer a deus por tudo isso, afinal para os débeis mentais sofrer é uma “benção”. Ninguém personifica melhor aquela frase “pimenta nos olhos dos outros é refresco” do que eles. Enquanto for na vida alheia que acontecer tragédia e sofrimento tá tudo bem, desde que não chegue na casa do médium espírita.

  7. Anti Chiquista Diz:

    Só pra concluir meu raciocínio aqui, e já peço desculpas a vocês por ter exagerado na quantidade de comentários. Os espíritas chiquistas falam o tempo todo em amor fraternal e caridade. Porém eu como frequentei centros espíritas, posso afirmar com veemência que isso tudo é cascata da grande! O que eu mais presenciei em centro espírita é panelinha e muita arrogância demais por parte dos médiuns e dos dirigentes das casas. Nem preciso dizer que muitos desses cidadãos, fazem parte também da maçonaria, uma instituição plutocrática e extremamente reacionária ao extremo!

  8. Fernando Diz:

    1) Não acredito que até aqui conseguiram politizar a discussão. O chico Xavier inclusive apoiou a ditadura. Então primeiro, trate-se

    2) comparar Jesus ou qualquer outro personagem da humanidade (seja ele real ou não) com o bolsonaro. Siga a instrução do item 1, trate-se

    3) utilizar opinião de meia duzia pra generalizar uma opinião política. Amigo siga a orientação do item 1 e 2, trate-se e urgentemente

  9. Anti Chiquista Diz:

    Meu caro Fernando, eu não estou politizando nada! Eu estou apenas fazendo uma observação que é real. O que eu escrevi aqui, foi o que eu me deparei no facebook e no instagram. O que eu mais vejo são espíritas chamando Bolsonaro de genocida ao mesmo tempo que acreditam que o vírus está sendo um “castigo merecido na humanidade por suas faltas e erros”. É tipo tu ao mesmo tempo se indignar com milhares de mortes e ao mesmo tempo tu dizer que o que está acontecendo é um castigo “merecido”. Entendeu ou eu preciso desenhar pra você? Não precisa vir com pedras na mão e com grosseria rapaz, eu tenho minha opinião. Sobre eu ter “politizado” a publicação da página, me desculpe. Mas eu precisava discorrer sobre esse assunto para que a galera desse site e os frequentadores também comentassem sobre essa hipocrisia gritante. E sim, o velho lelé da cuca do Chico Xavier apoiou a ditadura, mas acontece que a esquerda brasileira fecha os olhos o tempo inteiro para isso, porque para ela a caridade que o Xavier promovia(bem paliativa) “superava os erros dele”.

  10. Míssel Crítico Diz:

    Anti Chiquista,
    O “karma”, na minha opinião, é uma das várias significações que os seres humanos inventaram para a realidade diversa na natureza, que pode, muita das vezes, ser bem cruel e injusta.
    Acreditar nesse dogma traz um enorme conforto psicológico aos adeptos. Imagine só, pandemia vitimando milhares de pessoas por dia, é simplesmente insuportável pensar que é sem motivo algum, sem significado nenhum. Logo, a crença diz ao indivíduo o seguinte: A pandemia aconteceu por um fim maior, que será para o bem da humanidade; E se o sujeito questionar “mas e as pessoas que sofreram nesse meio?” A crença resolve: Estavam pagando erros do passado ou eles próprios escolheram esse enfrentamento. Pronto, o sujeito sai tranquilo, estruturado e pronto para seguir a vida.
    .
    Por mais que o fundo desse dogma, na minha opinião, seja bem doentio, é menos assustador que estarmos suscetíveis aos perigos do existir sem ter qualquer garantia de que continuará depois ou que se acontecer algo foi porque devia ter acontecido.
    E isso acaba trazendo exageros, óbvio, por parte dos expositores das variadas crenças. As filosofias orientais tem uma visão de carma, ao meu ver, muito mais sofisticadas que a do espiritismo. Esse, por sua vez, teve o dogma bem empobrecido através de CX, que, na minha opinião, infantilizou ainda mais o conceito em questão.
    E tudo isso traz consequências sociais, como, seguindo com o exemplo da pandemia, no começo dela, vi vídeo de um médico espírita famoso em live com jornalista de grande emissora de televisão, dizendo, taxativamente, ser o número de abortos cometidos por ano no mundo, um dos grandes responsáveis pela pandemia.
    .
    Não entrando no mérito da questão aborto, de todo jeito, o alegado pelo médico é de uma tremenda irresponsabilidade. E essa é bem presente na literatura kármica da filosofia espírita, tentando dar uma explicação punitivista desta para absolutamente todas as doenças e problemas do ser humano, sem oferecer qualquer mínima evidência do que estão falando. E eu acho isso extremamente problemático.

  11. Marcos Arduin Diz:

    Seu anti-chiquista vê se não vai ficar colocando política por aqui. Vá lá no Facebook se quiser falar dela. Acho gozado criticarem a caridade exercida pelo Chico como sendo paliativa… Ele não foi presidente do país, que eu saiba. Fazia as coisas dentro dos seus limites.
    E o Bozo foi proibido pelo STF de atuar nesta pandemia. Portanto não tem culpa alguma pelas centenas de milhares de mortes…

  12. Anti Chiquista Diz:

    Míssel Crítico, obrigado pela gentileza e ter me compreendido. Camarada, você tocou numa questão pertinente em relação aos espíritas. Para eles, todo e qualquer sofrimento do ser humano possui segundo eles uma explicação espiritual. E o que esse médico IMBECIL justificou era caso até de processo e quem sabe cadeia! Outra coisa, a nossa esquerda com certeza é a mais burra e estúpida do universo. Por exemplo, eles passam dia e noite nas redes sociais esculhambando e ridicularizando pastores neopentecostais por suas falas estúpidas sobre homossexuais e seu posicionamento conservador e reacionário. Todavia, nós jamais iremos ver um esquerdista da esquerda festiva ter colhões para criticar efusivamente a doutrina espírita e essas atrocidades proferidas por médiuns. Quando a Márcia Fernandes afirmou que as vítimas da Boate Kiss tinham sido “soldados nazistas na reencarnação anterior” e que portanto estavam segundo eles sofrendo um “karma coletivo” não vi nenhuma feminista e nenhum lacrador botar pra fuder e xingar essa doente mental. Todo mundo ficou quietinho porque na concepção da nossa ingênua esquerda, o espiritismo promove “o amor e a caridade”, mas se esquecendo eles que a doutrina é imbuída do mais puro catolicismo medieval e ultra-conservador. Até na umbanda tá cheio desse tipo de pensamento reacionário, são poucos os terreiros com pessoas de mente aberta. Isso sem contar que tá cheio de maçom dentro do espiritismo e da umbanda, e essa corja costuma ser muito fria e indiferente com as pessoas. Brother, se tivesse sido o Marco Feliciano ou o Malafaia quem tivessem proferido essa frase infeliz desse médico arrombado, pode ter certeza que eles já teriam sofrido processo de tudo quanto é lado e até agora a nossa esquerda bobinha estaria atacando eles. Mas como foi um retardado mental da religião do “amor e da fraternidade” então se passa pano.

  13. Anti Chiquista. Diz:

    Marcos Arduin, vai lá lamber o bumbum do seu mestre Jesus e do velhaco brocha e mongol de Pedro Leopoldo Chicuzinho Xavier. Seu ídolo de barro promovia caridade bem paliativa mesmo. E além do mais muitos dos dirigentes de casas espiritólicas são pessoas de posses, portanto poderiam e deveriam promover caridade com comida de qualidade para mendigos e pobres, bem como levar brinquedos novos para crianças carentes e não brinquedinhos vagabundos e até quebrados. Além do mais caridade não se resume a isso seu tonto. Caridade também é emprestar sempre e sempre o ombro amigo para pessoas depressivas, pessoas solitárias e aqueles que são considerados “diferentes” pela sociedade, não só gays e minorias. E os espíritas são os seres mais canalhas e hipócritas da face da terra pois são os primeiros a darem as costas para essas pessoas tão famintas por atenção e amizade. E muitos médiuns e consulentes em geral apenas promovem caridade(bem paliativa como o velho bocó e caipira de Pedro Leopoldo) por medo do pós-morte, já que pensam: se eu não fizer caridade irei para o umbral. Fica aí com teu sadismo, continue glorificando o sofrimento como forma de “evolução espiritual”.

  14. Anti Chiquista Diz:

    Marcos Arduin, ah sim o “Bozo é assassino e genocida”. Falou o arrombado que afirma que o covid19 é um “aprendizado para a humanidade se regenerar”. Queria ver se fosse tua mãezinha ou um filho teu morrendo de covid19 entubado na UTI de um hospital. Já pensou que “legal” Amendoin oooooops digo Arduin? Vocês espíritas são canalhas! Afirmam que essa pandemia maldita “é um castigo ao ser humano por suas faltas” ao mesmo tempo que acusam Bolsonaro de ser “genocida”. Ué, vocês glorificam o GENOCIDA Jesus Cristo o “governador do universo” -segundo o velho mongolóide do ChiCU Xavier- o “deus de infinita bondade” que criou esse vírus e tu vem chamar o Bolsonaro de genocida? hahahaha Faz-me rir!

  15. Vitor Diz:

    Anti Chiquista, vou ter que te bloquear. Vc não sabe se comportar.

  16. Marcos Arduin Diz:

    Não entendi lhufas do que escreveu. Vai ver que esse anti-chiquista passou por escola com pedagogia de Paulo Freire e por isso não tem coerência ao escrever…
    Bem, a minha véia já tomou duas doses de corovac. Eu já tomei uma da astra, mas confio mais no kit-clokinha.

Deixe seu comentário

Entradas (RSS)