Quem foi o primeiro autor a mencionar os Espíritos de Capela?

O internauta Míssel Crítico fez uma descoberta deveras interessante. Embora se diga que o termo “Exilados de Capela”, referente a espíritos que saíram daquele sistema e vieram à Terra, tenha surgido pela primeira vez no livro A Caminho da Luz, de Chico Xavier, é fato que os espíritos da Capela já eram mencionados anos antes. Para saber mais, clique aqui.

Atualização em 25/11/2022: acrescidas informações preciosas do internauta Gorducho!

10 respostas a “Quem foi o primeiro autor a mencionar os Espíritos de Capela?”

  1. Gorducho Diz:

    Descoberta brilhante sem dúvida — parabéns!
    ==================================================
    Sr. Administrador disse:

    Quem conseguir localizar menções anteriores aos Espíritos de Capela e me informar, agradeço da mesma forma.

    ==================================================
    Bom, dizendo o óbvio: claro que o Flammarion fala nos habitantes de lá, muito mais evoluídos, no Lumen.
    E o Kardec analisa o conto nas Revistas de março e maio/67.
    E vale sublinhar pra eventuais leitores que não sejam especialistas em Espiritismo que é obra — conto eu diria — de Ficção. Claro, com a finalidade de transmitir conhecimentos científicos bem como hipóteses aos leitores em geral.

  2. Vitor Diz:

    Obrigado, Gorducho! Eis o trecho que você mencionou de Kardec:
     
    https://kardecpedia.com/roteiro-de-estudos/901/revistaespirita-jornal-de-estudos-psicologicos-1867/6085/marco/noticias-bibliograficas/lumen-relato-extra-terreno
     
    o livro Lumen está traduzido, ganhou o título de “narrações do infinito”, disponível aqui:
     
    https://www.espiritualidades.com.br/Artigos/F_autores/Camille_Flamarion_Obras/Camille_Flammarion-Narracoesdo_Infinito.pdf

  3. Vitor Diz:

    Atualizei o artigo com a contribuição do Gorducho.

  4. Gorducho Diz:

    São os habitantes de lá na ficção, não “espíritos” no sentido de desencarnados. Acharia bom o Sr. ler o conto e ver bem como o Flammarion narra.
    Agora, por outro lado, como a pessoa faleceu e aborda e conversa normalmente com os habitantes (que tavam observando a França da Revolução), fica algo em aberto…
    Mas é bom deixar claro pros leitores…

  5. Gorducho Diz:

    Quanto a mim, chegando a essa atmosfera, me vi revestido de um corpo físico igual aos deles

    Não me lembrava… então por isso que eles conversam normalmente👍

  6. Vitor Diz:

    Ok, fiz nova atualização, Gorducho!

  7. João Diz:

    Oi, Vitor
    Por acaso existe nessa área da parapsicologia algum estudo que tentar testar ou investigar a existência dos supostos centros de energia que existiram em pontos do corpo(mais conhecidos como “chakras” e “nadis”)?

  8. Vitor Diz:

    Oi, João

    desconheço qualquer pesquisa nesse sentido. O que existe mais é saber se um psíquico tem algum dom de cura, ou é capaz de fazer diagnósticos precisos, ou inibir tumores, ou acelerar o crescimento de plantas, algo nessa linha.

  9. Vinicius Diz:

    Aqui em São Paulo foi publicado “Exilados de Capela” , do assim chamado “Comandante Edgard Armond (autor encarnado)”. Uns dizem ser um puxadinho do A Caminho da Luz.
     
    Até hoje não entendo pq o tratavam como Comandante na federação de São Paulo e diversos centros.
     
    https://www.luzespirita.org.br/leitura/pdf/l32.pdf

  10. Vinicius Diz:

    Há uma “advertência” incluida pelo Autor na obra “Exilados de Capela”
     
    ” ADVERTÊNCIA:
    Esta não é uma obra de erudição, ou de ciência, que se apóie em documentos ou testemunhos oficialmente aceitos e de fácil consulta. É um simples ensaio de reconstituição histórico ­espiritual do mundo,
    realizado com auxílio da inspiração (1)
    @nbsp;
    Nada, pois, de estranhável, que se lhe dê valor relativo em atenção a algumas fontes de consulta recorridas, dentre as quais se destacam:
     
    — A Gênese, de Moisés —
    A Gênese, de Allan Kardec —
    A Caminho da Luz, de Emmanuel, psicografia de Francisco Cândido Xavier.
     
    (1) Inspiração = Fenômeno psíquico segundo o qual idéias e pensamentos são emitidos e recebidos telepaticamente.

Deixe seu comentário

Entradas (RSS)